Inclusão bancária

351 visualizações

Publicada em

Inclusão bancária

Publicada em: Economia e finanças
0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
351
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
2
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
6
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Inclusão bancária

  1. 1. O papel da inclusão financeira 25 de setembro de 2014 robertotroster@uol.com.br
  2. 2. O papel da inclusão financeira 25 de setembro de 2014 robertotroster@uol.com.br
  3. 3. 3
  4. 4. U invertido de Kuznets Concentração Renda
  5. 5. 5
  6. 6. 6
  7. 7. 7
  8. 8. Empreendedorismo Classe de renda Empreende dor Trabalho sem salário Desem- pregado Pobre 25,2 12,9 13,9 Baixa 21,4 5,6 5,6 Média 20,0 3,4 2,5 Alta 16,4 1,3 1,4 Banco Mundial
  9. 9. Emprego Classe de renda Pequena empresa Grande empresa Governo Pobre 75,2 19,2 5,4 Baixa 56,5 33,6 9.9 Média 43,7 37,7 18,6 Alta 34,8 35,4 29,8 Banco Mundial
  10. 10. 10
  11. 11. IDH 0.545 0.615 0.682 0.705 0.731 0.739 0.740 0.742 0.744 0.0 0.1 0.2 0.3 0.4 0.5 0.6 0.7 0.8 1980 1990 2000 2005 2008 2010 2011 2012 2013 Human Development Roport 2014
  12. 12. Inclusão • Assistencialismo transitório • Educação • Tributação • Mobilidade • Empreendedorismo • .... • Bancarização
  13. 13. Bancarização • Promove a inserção econômica • Fomenta a formalidade • Acesso a crédito e poupança • Serviços de pagamento e cobrança • Seguros • Eliminação de agiotagem • Alavancagem para micro empreendedores
  14. 14. Bancos no Brasil em 2014 • Eficiência interna • Novas tecnologias • Custos • Processos • Ambiente operacional • Obsoleto XII.
  15. 15. Méritos • Rede de atendimento • Solidez • Sofisticação • Preservação da moeda nacional • 600 mil empregos diretos • Sistema de pagamentos eficiente • Mercados futuros e de capitais I.
  16. 16. Desafios • Crise de endividamento • Crédito curto • Esgotamento precoce • Instável • Oneroso • Inconsistente intertemporalmente • Baixa legitimidade I.
  17. 17. 57.0 30.3 40.6 84.4 158.0 0 20 40 60 80 100 120 140 160 180 Brasil Baixa renda Renda média baixa Renda média alta Renda alta Relação crédito PNB Banco Mundial
  18. 18. BCB e IBGE -15 -10 -5 0 5 10 15 20 25 30 Mar/02 Oct/02 May/03 Dec/03 Jul/04 Feb/05 Sep/05 Apr/06 Nov/06 Jun/07 Jan/08 Aug/08 Mar/09 Oct/09 May/10 Dec/10 Jul/11 Feb/12 Sep/12 ∆ crédito total ∆ PIB
  19. 19. Potência do crédito • Sistema = 0,519 • Privados = 0,612 • Estrangeiros = 0,411 • Públicos = 0,164
  20. 20. Cr pessoal 15% Ch especial 21% CC a vista 37% CC p e rot 18% Outros V e R 9% Concessões PF BCB
  21. 21. Não consignado 35% Consignado público 43% Consignado INSS 17% Consignado privado 5% Crédito Pessoal BCB
  22. 22. Pesquisa de endividamento 2.3 2.3 6.8 5.9 7.1 11.8 12.8 17.3 74.5 Cheque pré-datado Outras dívidas Financiamento de casa Crédito consignado Cheque especial Crédito pessoal Financiamento de carro Carnês Cartão de crédito CNC
  23. 23. Meios de pagamento Indicador (% > 15 anos) Brasil Mundo Uso de cheques 6,68 9,37 Cartão de crédito 29,24 14,79 Cartão de débito 41,18 30,40 Celular para pagamentos 1,25 1,99 Celular para recebimentos 0,83 3,04 Banco Mundial
  24. 24. Empréstimos no último ano Indicador (% > 15 anos) Brasil Mundo Empréstimo 23,81 33,80 Empréstimo de uma IF 6,33 9,05 Empréstimo de um agiota 0,99 3,44 Empréstimo de um empregador 1,10 3,06 Empréstimo de família ou amigos 15,63 21,57 Banco Mundial
  25. 25. Poupança no último ano III. Indicador (% > 15 anos) Brasil Mundo Poupou 21,09 35,90 Poupou numa IF 10,29 22,43 Poupou para uma emergência 16,02 27,22 Poupou para gastos futuros 8,26 24,04 Poupou num clube de poupança 2,07 5,29 Banco Mundial
  26. 26. Correntistas Brasil Mundo Total 55,9 50,5 Mulheres 51,0 46,6 Homens 61,1 54,5 40% mais pobres 41,2 40,7 60% mais ricos 65,6 58,5 1º escolar ou menos 47,2 36,9 2º escolar ou mais 63,8 66,0 Banco Mundial
  27. 27. Tomou empréstimo no ano Em bancos Fora do SF Total 6,3 17,5 Mulheres 6,1 17,3 Homens 6,6 17,7 40% mais pobres 3,5 16,1 60% mais ricos 8,2 18,4 1º escolar ou menos 6,0 12,7 2º escolar ou mais 6,7 21,8 Banco Mundial
  28. 28. 31Daniel Cabral
  29. 29. Armadilha da dívida • Países • Empresas • Famílias • Pessoas
  30. 30. Peso da dívida • PD = (amortização + juros) / renda •Torna-se insuportável (cai na armadilha): • (amortização + juros) < renda disponível
  31. 31. Peso e trajetória A B
  32. 32. Peso da dívida •Diminuí: • aumento de renda, juros menores e prazos maiores • Aumenta • redução de renda, juros maiores, prazos menores e “surpresas”
  33. 33. “Surpresas” • Desemprego, doenças e acidentes • Propaganda enganosa • Alta de juros e apertos de liquidez • Erros de previsão e miopia • Falta de controle • Pouca transparência • Jabuticabas
  34. 34. 68.3 160.2 0 20 40 60 80 100 120 140 160 180 Jan/03 Sep/03 May/04 Jan/05 Sep/05 May/06 Jan/07 Sep/07 May/08 Jan/09 Sep/09 May/10 Jan/11 Sep/11 May/12 Jan/13 Sep/13 May/14 Índice Serasa PJ Serasa
  35. 35. 66.5 160.2 0 20 40 60 80 100 120 140 160 180 Jan/03 Sep/03 May/04 Jan/05 Sep/05 May/06 Jan/07 Sep/07 May/08 Jan/09 Sep/09 May/10 Jan/11 Sep/11 May/12 Jan/13 Sep/13 May/14 Índice Serasa PF Serasa
  36. 36. 187.2 274.1 97.1 134.7 0 50 100 150 200 250 300 Jan/11 Apr/11 Jul/11 Oct/11 Jan/12 Apr/12 Jul/12 Oct/12 Jan/13 Apr/13 Jul/13 Oct/13 Jan/14 Apr/14 Jul/14 Não bancos Bancos Anotações PF Serasa
  37. 37. ROP 100 maiores/PIB I tri 12.4 13.3 14.0 12.7 13.5 11.5 12.0 12.5 13.0 13.5 14.0 14.5 2010 2011 2012 2013 2014 IBGE, BCB e T&A
  38. 38. ROP PIB 2013 21.6 12.8 7.3 6.2 4.8 0.0 5.0 10.0 15.0 20.0 25.0 Brasil Vietnã Chile África do Sul Média Banco Mundial e T&A
  39. 39. 43
  40. 40. 22.2 18.7 4.5 14.6 26.2 15.0 0.7 11.0 0 5 10 15 20 25 30 Ativos líquidos / total de ativos Banco Mundial
  41. 41. 409.7 156 759.8 756.4 - 100.0 200.0 300.0 400.0 500.0 600.0 700.0 800.0 Agregados agosto 2014 R$ bi BCB
  42. 42. • Base de cálculo do compulsório: depósito à vista; depósito de aviso prévio; recursos em trânsito de terceiros; cobrança e arrecadação de tributos e assemelhados; cheques administrativos; contratos de assunção de obrigações - vinculados a operações realizadas no país e no exterior; obrigações por prestação de serviços de pagamento; recursos de garantias realizadas; depósitos a prazo; recursos de aceites cambiais; cédulas pignoratícias de debêntures; etc. • + insuficiências de direcionamentos
  43. 43. Viés de amostra 3.0 20.7 42.2 16.2 17.7 54.7 26.9 5.7 10.2 2.8 0% 20% 40% 60% 80% 100% Estoque: saldo Fluxo: concessões Ch especial Cr pessoal Cartão Aq. Veículos Outros BCB
  44. 44. Banco Central 39.0 21.1 18.5 14.1 0 5 10 15 20 25 30 35 40 45 dez-04 jun-05 dez-05 jun-06 dez-06 jun-07 dez-07 jun-08 dez-08 jun-09 dez-09 jun-10 dez-10 jun-11 dez-11 jun-12 dez-12 jun-13 dez-13 jun-14 PF < R$ 5 mil PJ < R$ 100 mil % das operações de crédito ???
  45. 45. 56
  46. 46. ATMs / 100 mil habitantes 120.6 62.5 47.3 25.2 30.4 44.0 0 20 40 60 80 100 120 140 Brasil Chile Mexico Peru Uruguai* Mundo* Banco Mundial
  47. 47. 58
  48. 48. Tributação • Elevados • Complexos • Demasiados • Custos de observância altos • Regressivos • Míopes
  49. 49. Entraves legais • Eficiência judicial baixa • Estrutura normativa defasada • Competência concorrente de órgãos sub- nacionais • Morosidade e politização das decisões • Expedientes protelatórios • Custos dissipados
  50. 50. • Crédito revolving e não revolving FED • Proporção • Problema do país
  51. 51. 62
  52. 52. 1964 - 2014 • Relacionamento • Tecnologia • Globalização • Concorrência • Complexidade • Estrutura produtiva • Educação • Estabilização • Gestão • Função
  53. 53. Mudança de paradigma • Sólido e rentável • Curto prazo • Sólido e rentável • Longo prazo • Estável • Eficiente • Inclusivo • Inovador • Globalizador
  54. 54. Cinco lições dos séculos • Importância e contribuição dos bancos • Estão em constante transformação • Evolução é função de quatro estímulos • Regulação, mercado, tecnologia e dinâmica interna • Crises poderiam ter sido evitadas • Defasagem regulatória
  55. 55. Contribuição no Brasil • Capacidade ociosa na indústria bancária • Potencial de: • Crescimento do crédito • Alongamento de prazos • Estreitamento de margens • Redução de inadimplência • Demanda de legitimidade do setor XI.
  56. 56. Agenda • Metas de margem (spread) • Metas de crédito/PIB • Metas de inclusão • Benchmarking
  57. 57. Cunha bancária • Compulsórios • Tributação • Custos de observância • Choque de eficiência
  58. 58. Eficiência • Regulação focada em objetivos • Varas especializadas (Perú) • Transparência • Punir informação falsa • Cadastro positivo ativo • Nota de crédito do BC • Cumprir a Lei 4595/1964 Artigo 10° VI X.
  59. 59. Política monetária • Eliminação dos compulsórios • Modernizar o redesconto • Revogar a indexação • Acabar com a moeda indexada • Reformar os créditos direcionados • Reserva monetária X.
  60. 60. Inclusão • Bancarização ativa • Certificação de bancários • Responsabilização • Agência de proteção • Educação financeira e empreendedorismo
  61. 61. Educação financeira • // saúde física • Cadastro positivo interativo • Entender a importância • Bons hábitos • Motivação • Perseverança • Objetivo é de longo prazo
  62. 62. Crédere • Manter a marcação original • Renegociação institucionalizada • Responsabilização • Certificação • Consolidação de: • Limites • Informação X.
  63. 63. Governança do sistema • Fusão de órgãos regulatórios • CMN - participantes • BC – diretoria, missão e desempenho • Copom - membros
  64. 64. Legitimação dos bancos • Modelo de negócios • Crédito responsável
  65. 65. Alavancar a contribuição • Internacionalizar o Real • Conta em divisas • Centro financeiro em São Paulo • Centro Offshore em Campinas XI.
  66. 66. “É inadmissível que o Brasil, que tem um dos sistemas financeiros mais sólidos e lucrativos, continue com um dos juros mais altos do mundo” Dilma Rousseff -1o de maio de 2012
  67. 67. O papel da inclusão financeira 25 de setembro de 2014 robertotroster@uol.com.br

×