O plano de Deus

9.589 visualizações

Publicada em

Texto preparado para formação de Grupos de Casais com Cristo

Publicada em: Espiritual
0 comentários
4 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
9.589
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
26
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
457
Comentários
0
Gostaram
4
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

O plano de Deus

  1. 1. O plano de Deus O plano de Deus segundo o Plano da Criação, de Salvação e Redenção em Deus Pai, Deus Filho e Deus Espírito Santo Pe. Ricardo Castro – Paroquia Imaculada Conceição e São José
  2. 2. Introdução • Na Bíblia, a revelação de Deus não é somente uma coleção de histórias isoladas, ela é o desenrolar do Plano de Deus para salvar a humanidade por Jesus Cristo - (Ef 1,4; 3,10-11; 1Ped 1,18-20). • As histórias e períodos particulares estão ligados com este plano. O Plano tem um processo cronológico - (Gal 4,4; Mc 1,14-15) • Deus revelou seu Plano por meio das Alianças e Promessas que vão se cumprindo no tempo. (At 3,25-26) 2
  3. 3. Dinâmica da Revelação do Plano de Deus Fazer escolhas para o futuro
  4. 4. Deus – Criador – obra de Deus Jesus – Reino - Pai - filhos Espírito do Pai e do Filho - amigos
  5. 5. Nossa realidade... A crise do nosso ethos Individualismo - Perde-se cada vez mais a dimensão comunitária cultivo da própria individualidade o valor supremo “levar vantagem” um abismo entre a opulência e a miséria meios de comunicação ...tem sede de DEUS!
  6. 6. Vazio, falta de valores e • Predomina uma mentalidade viciada pelo conformismo, expressada pela indiferença aos problemas maiores da sociedade e de nosso planeta que mostra a acomodação a esta nova situação, a perda do senso crítico e a responsabilidade moral.
  7. 7. nem tudo é sombra Há indiscutivelmente um processo de conscientização dos valores de etnias oprimidas Superação de racismos, preconceitos e intolerâncias, sobretudo religiosas. A explosão de ideais de igualdade, fraternidade e solidariedade. Em muitos setores cresce a preocupação com a prática da justiça e com os direitos humanos. a consciência dos direitos do cidadão e o exercício da cidadania.
  8. 8. Nossa realidade... • Em síntese, vivemos uma época marcada pelo paradoxo. Por um lado assistimos o acelerado processo de fragmentação dos valores onde o individualismo e o particularismo parecem indicar uma das fases mais iníquas da história. Por outro lado, é inegável o avanço na consciência e na defesa dos direitos que efetivam a dignidade humana e a vida em todas as suas formas.
  9. 9. O Plano de Deus • O mundo em que vivemos não é o mundo planejado por Deus. • Que plano Deus tem para nós, para nossa sociedade e para o nosso planeta? • O que Deus revelou a humanidade no passado que
  10. 10. A criação - Gn 1-11 De onde viemos e qual o sentido de estarmos aqui? Busca fundamentar um processo gerador de vida. Deus é a origem de todas as coisas. Cada pessoa traz em si a centelha do próprio Deus. Homem e Mulher são imagem de Deus O ser humano deve cuidar da natureza – cultivar a terra – fonte de vida. Somos criados para a liberdade
  11. 11. O plano de Deus ALIANÇAS DE AMOR ADÃO Gn 1, 26-28 Gn 2, 8-17 Somos barro NOÉ Gn 6, 13-22 Gn 9, 1-17 Nova criação ABRÃO Gn 12, 1-3 Gn 17,1-10 A fé no Deus da Vida MOISÉS Ex 3, 1-17 Ex 6, 1-8 O Deus da liberdade
  12. 12. Aliança definitiva • Deus faz uma aliança definitiva com a humanidade ao enviar seu próprio Filho, para nos mostrar seu plano de Amor. • O “abba Pai”, meu paizinho, aponta para uma relação entre Jesus e o Deus de Israel, daí nasce uma misericórdia e acolhimento gratuito que eram impensáveis aos dirigentes religiosos. • Ser filho/a filhos/as de Deus quer indicar mais uma relação de intimidade com Deus e seus preceitos, que uma descendência biológica.
  13. 13. Sermão da Montanha – Mt 4, 23- 7, 29 • Releitura do AT – Aos antigos foi dito assim! Mas agora eu digo desta forma.... Compreender o sentido da lei e dos profetas para entrar na graça e no amor. Normas sociais não ensinam a gratuidade, o perdão e o amor. • Não se pode servir a dois senhores – escolher o Pai, o Reino, a justiça, a gratuidade e a misericórdia. • A revelação é dinâmica – tirar do baú coisas velhas e novas – ficar com o que é bom, abandonar o que atrapalha e assumir o novo. • O Reino é uma proposta gratuita e o resultado depende de nossa aceitação e abertura.
  14. 14. O plano de Deus • Cada um de nós é chamado a viver esse PLANO DE AMOR... ...CONSTRUINDO A SI MESMO, ENQUANTO COLABORA COM DEUS NA CONSTRUÇÃO DO MUNDO. • COMO PODEMOS COLABORAR COM DEUS • NA CONCRETIZAÇÃO DE SEU PLANO DE AMOR • PARA A HUMANIDADE?
  15. 15. Discípulos/as - Missionários/as • Realizar um encontro vivo, persuasivo e decisivo com Jesus (290) na vida, na história, na comunidade; viver o seguimento de Jesus (1331, 132, 133, 140); • Assumir o estilo de vida, o destino, a cruz e a glória de Jesus (299), na família, na comunidade e na sociedade. • A vida em Cristo comporta libertação integral, a reconciliação e a inserção social (359). Ser discípulo implica em transformar a sociedade. O discípulo é sal, luz, fermento do mundo. A mudança do coração leva à transformação social.

×