45 years providing Data and Solutions for Pharmaceutical Industry 
MERCADO DE SAÚDE PÚBLICA: UM ESBOÇO DA RADIOGRAFIA E PE...
CONTEÚDO 
1.Panorama da Saúde Pública no Brasil 
2.Estrutura dos Gastos Públicos 
3.Medicamentos 
4.Datasus – Artrite Reum...
1. Panorama da Saúde Pública no Brasil Proporção de Gastos Público/Privado - Brasil x América Latina 
Fonte: World Health ...
1. Panorama da Saúde Pública no Brasil Gastos com saúde como % do orçamento público 
O Brasil gasta uma porcentagem relati...
5 
Fonte: World Health Organization (WHO) - 2012 
1. Panorama da Saúde Pública no Brasil 
Gasto Público per capita (US$) 
...
O gasto público com saúde praticamente não cresce enquanto % do PIB 
1. Panorama da Saúde Pública no Brasil Gasto com Saúd...
CONTEÚDO 
1.Panorama da Saúde Pública no Brasil 
2.Estrutura dos Gastos Públicos 
3.Medicamentos 
4.Datasus – Artrite Reum...
2. Estrutura dos Gastos Públicos Gastos público com Saúde – Esfera Administrativa 
Federal R$ 83 bilhões CAGR 11% 
Estadua...
Apesar do Governo Federal custear 44% da verba de saúde pública, somente 37% deste valor é administrado diretamente, o res...
2. Estrutura dos Gastos Públicos 
Gastos Federais com saúde – R$ Bilhões 
Fonte: Ministério da Saúde – Portal Transparênci...
Fonte: Ministério da Saúde – Portal Transparência 
As despesas com saúde pública são classificadas por contas/subfunções p...
87% da verba destinada pelo governo federal a assistência Ambulatorial e Hospitalar é administrada por Estados e Município...
2. Estrutura dos Gastos Públicos Conta Suporte Profilático e Terapêutico 
Suporte Profilático e Terapêutico 
07 
02 
R$ 9,...
CONTEÚDO 
1.Panorama da Saúde Pública no Brasil 
2.Estrutura dos Gastos Públicos 
3.Medicamentos 
4.Datasus – Artrite Reum...
O gasto público com medicamentos representa 1/3 do gasto com medicamentos no Brasil 
Fonte: Público - Sistema de Informaçõ...
06 
07 
07 
09 
10 
11 
13 
14 
16 
2005 
2006 
2007 
2008 
2009 
2010 
2011 
2012 
2013 
O CAGR do gasto com medicamentos...
3. Medicamentos Enquanto % do gasto com saúde 
O cidadão gasta muito com medicamentos e o estado gasta pouco, programas de...
3. Medicamentos 
Evolução do gasto público enquanto % do gasto em saúde 
A tendência de melhora é muito lenta 
18 
Fonte: ...
Assim como o gasto total, o financiamento de medicamentos também é dividido entre as 3 esferas administrativas 
3. Medicam...
3. Medicamentos 
Gastos público – Esfera Administrativa R$ 15,7 bilhões 
20 
Federal 
R$ 8,0 
Estadual + Municipal 
R$ 7,7...
3. Medicamentos Gastos público federal – R$ 8 Bilhões 
Fonte: Ministério da Saúde – Portal Transparência; Close-up – Publi...
Especializados 54% 
Estratégicos 1% 
Atenção Básica 45% 
3. Medicamentos 
Programa de Assistência Farmacêutica 
22 
Fonte:...
CONTEÚDO 
1.Panorama da Saúde Pública no Brasil 
2.Estrutura dos Gastos Públicos 
3.Medicamentos 
4.Datasus – Artrite Reum...
4. Datasus – Artrite Reumatóide 
Tratamentos com Biológicos por Estados 
76% dos tratamentos de Artrite Reumatoide com Bio...
PRODUTO MAT Ant MAT 
HUMIRA 2.602 2.588 
ENBREL 1.678 1.742 
REMICADE 643 655 
SIMPONI - 257 
ORENCIA - 200 
ACTEMRA - 191...
RO 
TO 
BA 
AL 
SE 
MT 
MS 
GO 
MG 
SP 
ES 
RJ 
PR 
SC 
RS 
DF 
44.077 
Pacientes 
4. Datasus – Artrite Reumatóide 
Pacien...
UNIVERSO DE PACIENTES 
SWITCH 
DROPOUT 
RETORNO 
NAIVE 
MANUTENÇÃO 
# 837 
# 2.642 # 545 
# 796 
# 32.523 
Dez-2013 
# 30....
2º TRATAMENTO 
4. Datasus – Artrite Reumatóide Linhas de tratamento com Biológicos 
Fonte: Publimark - Datasus 
28 
UNIVER...
CONTEÚDO 
1.Panorama da Saúde Pública no Brasil 
2.Estrutura dos Gastos Públicos 
3.Medicamentos 
4.Datasus – Artrite Reum...
30 Fonte: BCB 
2009 2010 
3,22% 
2005 2013 2014 
3,20% 
3,31% 
3,42% 
2,03% 
2,77% 
3,11% 
2006 2011 
3,79% 
2004 2007 
3,...
31 
Pharma´s Biggest Pipeline Products 
Product 
Indication 
Company 
2018($bn) 
2020($bn) 
5. Perspectivas 2015 
Por outr...
Perspectivas 2015 
Pressão sobre gasto público tende a dificultar incorporações 
Por outro lado a judicialização obriga a ...
45 years providing Data and Solutions for Pharmaceutical Industry 
Obrigado... 
Andreas Strakos 
Diretor Novos Negócios
BACKUP 
34
Média Complexidade em Saúde Pública 
Fonte: Ministério da Saúde 
35 
Segundo o Ministério da Saúde (MS) a média complexida...
Alta Complexidade em Saúde Pública 
Fonte: Ministério da Saúde 
36 
Segundo o Ministério da Saúde (MS) a alta complexidade...
Próximos SlideShares
Carregando em…5
×

06.08.2014 mercado de saúde pública - um esboço da radiografia e perpectiva 2015 - close-up - andreas strakos - diretor novos negócios

991 visualizações

Publicada em

0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
991
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
2
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
27
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

06.08.2014 mercado de saúde pública - um esboço da radiografia e perpectiva 2015 - close-up - andreas strakos - diretor novos negócios

  1. 1. 45 years providing Data and Solutions for Pharmaceutical Industry MERCADO DE SAÚDE PÚBLICA: UM ESBOÇO DA RADIOGRAFIA E PERPECTIVA 2015 Andreas Strakos Diretor Novos Negócios
  2. 2. CONTEÚDO 1.Panorama da Saúde Pública no Brasil 2.Estrutura dos Gastos Públicos 3.Medicamentos 4.Datasus – Artrite Reumatóide 5.Perspectivas 2015 2
  3. 3. 1. Panorama da Saúde Pública no Brasil Proporção de Gastos Público/Privado - Brasil x América Latina Fonte: World Health Organization (WHO) - 2012 O Brasil gasta aprox. 8 % do PIB em saúde , porém o gasto público é baixo obrigando à complementação do setor privado 3
  4. 4. 1. Panorama da Saúde Pública no Brasil Gastos com saúde como % do orçamento público O Brasil gasta uma porcentagem relativamente baixa do seu orçamento público em saúde 4 Fonte: World Health Organization (WHO) - 2012
  5. 5. 5 Fonte: World Health Organization (WHO) - 2012 1. Panorama da Saúde Pública no Brasil Gasto Público per capita (US$) Resultando um baixo gasto por habitante
  6. 6. O gasto público com saúde praticamente não cresce enquanto % do PIB 1. Panorama da Saúde Pública no Brasil Gasto com Saúde Pública como % PIB 3,422% 3,591% 3,684% 3,634% 3,697% 3,861% 3,672% 3,855% 3,981% 4,00% 2004 2005 2006 2007 2008 2009 2010 2011 2012 2013* Fonte: Sistema de Informações sobre Orçamentos Públicos em Saúde (SIOPS); * Projeção 6
  7. 7. CONTEÚDO 1.Panorama da Saúde Pública no Brasil 2.Estrutura dos Gastos Públicos 3.Medicamentos 4.Datasus – Artrite Reumatóide 5.Perspectivas 2015 7
  8. 8. 2. Estrutura dos Gastos Públicos Gastos público com Saúde – Esfera Administrativa Federal R$ 83 bilhões CAGR 11% Estadual R$ 48 bilhões CAGR 12% Municipal R$ 55 bilhões CAGR 14% Saúde Pública R$ 186 bilhões – CAGR 12% 8 Progressiva descentralização dos gastos: crescem os gastos nos municípios e diminuem os gastos federais Fonte: Sistema de Informações sobre Orçamentos Públicos em Saúde (SIOPS)
  9. 9. Apesar do Governo Federal custear 44% da verba de saúde pública, somente 37% deste valor é administrado diretamente, o restante fica sob responsabilidade dos estados e municípios 2. Estrutura dos Gastos Públicos Gastos público com Saúde – Gasto Federal 9 Fonte: Sistema de Informações sobre Orçamentos Públicos em Saúde (SIOPS)
  10. 10. 2. Estrutura dos Gastos Públicos Gastos Federais com saúde – R$ Bilhões Fonte: Ministério da Saúde – Portal Transparênciav O principal gasto do Governo Federal é com Assistência Hospitalar e Ambulatorial (onde 86% se destina a procedimentos de média e alta complexidade) seguido pela adm. geral que inclui os gastos com pessoal 36,5 16,8 14,1 9,3 3,5 2,7 10 Contém Medicamentos Departamento Mediúnico:Pensamento e mediunidade
  11. 11. Fonte: Ministério da Saúde – Portal Transparência As despesas com saúde pública são classificadas por contas/subfunções para um melhor acompanhamento dos gastos •Procedimentos de Média/Alta complexidade e Atenção Especializada incluindo políticas, diagnósticos, procedimentos ambulatorias/hospitalares e infra-estrutura – Oncologia, HIV/AIDs, Transplante, Cardiologia Especializada, Cirurgias, Diagnósticos, outros. Assistência Hospitalar e Ambulatorial •Assistência Farmacêutica (Básica, Estratégicos e Especializados), Farmácia Popular, Hemoterapia/Hematologia, DST (incluindo HIV/AIDS) e outros serviços de suporte. Suporte Profilático e Terapêutico 11 2. Estrutura dos Gastos Públicos Contas Públicas Federais
  12. 12. 87% da verba destinada pelo governo federal a assistência Ambulatorial e Hospitalar é administrada por Estados e Municípios 2. Estrutura dos Gastos Públicos Conta de Assistência Hospitalar e Ambulatorial Assistência Hospitalar e Ambulatorial 4,6 31,9 R$ 36,5 Bilhões Direto Transferência Fonte: Ministério da Saúde – Portal Transparência; Close-up Publimark/Datasus 12 Cirurgias 19% Tratamentos Clínicos 18% Diagnósticos 15% Consultas 10% Nefrologia 6% Oncologia 5% Outros 27% 0% Composição dos Gastos
  13. 13. 2. Estrutura dos Gastos Públicos Conta Suporte Profilático e Terapêutico Suporte Profilático e Terapêutico 07 02 R$ 9,3 Bilhões Direto Transferência Fonte: Ministério da Saúde – Portal Transparência; Close-up Publimark/Datasus 13 Farmácia Popular 20% Farmácia Básica 10% HIV/AIDS 9% Biológicos 7% Imunossupressores 4% Hepatite 3% Med. Estratégicos 2% Outros Medicamentos 45% Composição dos Gastos O suporte profilático e terapêutico contempla 87% do investimento direto que o governo federal faz em medicamentos
  14. 14. CONTEÚDO 1.Panorama da Saúde Pública no Brasil 2.Estrutura dos Gastos Públicos 3.Medicamentos 4.Datasus – Artrite Reumatóide 5.Perspectivas 2015 14
  15. 15. O gasto público com medicamentos representa 1/3 do gasto com medicamentos no Brasil Fonte: Público - Sistema de Informações sobre Orçamentos Públicos em Saúde (SIOPS) Privado – Close-up Retail Market (RX +MIP) e Institucional -Pesquisa de mercado 3. Medicamentos Gastos público x privado - R$ Bilhões 15 R$ 38 71% R$ 16 29% Privado Público
  16. 16. 06 07 07 09 10 11 13 14 16 2005 2006 2007 2008 2009 2010 2011 2012 2013 O CAGR do gasto com medicamentos públicos é ligeiramente maior que o crescimento do gasto total com saúde pública 3. Medicamentos Gastos público - R$ Bilhões 16 Fonte: Sistema de Informações sobre Orçamentos Públicos em Saúde (SIOPS)
  17. 17. 3. Medicamentos Enquanto % do gasto com saúde O cidadão gasta muito com medicamentos e o estado gasta pouco, programas de acesso mais abrangentes poderiam aumentar a eficiência do sistema 17 Fonte: Público - Sistema de Informações sobre Orçamentos Públicos em Saúde (SIOPS) Privado - IBGE Conta Satélite Saúde; Close-up Retail Market (RX + MIP) e Institucional -Pesquisa 54% 46% Medicamentos Outros Gastos Privado – Medicamentos % do Gasto Total Saúde Público – Medicamentos % do Gasto Total Saúde 8% 92%
  18. 18. 3. Medicamentos Evolução do gasto público enquanto % do gasto em saúde A tendência de melhora é muito lenta 18 Fonte: Sistema de Informações sobre Orçamentos Públicos em Saúde (SIOPS)
  19. 19. Assim como o gasto total, o financiamento de medicamentos também é dividido entre as 3 esferas administrativas 3. Medicamentos Gastos público – Esfera Administrativa Federal R$ 8,0 bilhões Estadual R$ 3,6 bilhões Municipal R$ 4,1 bilhões Gasto Público Medicamentos R$ 15,7 bilhões 19 Fonte: Sistema de Informações sobre Orçamentos Públicos em Saúde (SIOPS)
  20. 20. 3. Medicamentos Gastos público – Esfera Administrativa R$ 15,7 bilhões 20 Federal R$ 8,0 Estadual + Municipal R$ 7,7 Farmácia Popular R$ 1,8 Farmácia Básica R$ 0,9 HIV/AIDS R$ 0,8 Biológicos R$ 0,7 (DataSus) Imunossupressores R$ 0,4 (DataSus) Hepatite R$ 0,3 (DataSus) Estratégicos R$ 0,2 Outros R$ 2,0 (Parte no DataSus) Oncologia R$ 1,4 Farmácia Básica R$ 1,9 Outros R$ 4,4 Fonte: Ministério da Saúde – Portal Transparência; Close-up – Publimark/DataSus Sistema de Informações sobre Orçamentos Públicos em Saúde (SIOPS) Baixo gasto de estados e municípios em atenção básica
  21. 21. 3. Medicamentos Gastos público federal – R$ 8 Bilhões Fonte: Ministério da Saúde – Portal Transparência; Close-up – Publimark/DataSus 21 Especializados 54% Outros 46% Do gasto público federal com medicamentos 54% é aplicado em medicamentos especializados Biológicos R$ 0,7 Imunossupressores R$ 0,4 Hepatite R$ 0,3 Outros R$ 2,9 Datasus
  22. 22. Especializados 54% Estratégicos 1% Atenção Básica 45% 3. Medicamentos Programa de Assistência Farmacêutica 22 Fonte: Ministério da Saúde – Portal Transparência; Sistema de Informações sobre Orçamentos Públicos em Saúde (SIOPS) Os medicamentos especializados são o que consomem a maior verba, apesar de atender a uma pequena parte da população
  23. 23. CONTEÚDO 1.Panorama da Saúde Pública no Brasil 2.Estrutura dos Gastos Públicos 3.Medicamentos 4.Datasus – Artrite Reumatóide 5.Perspectivas 2015 23
  24. 24. 4. Datasus – Artrite Reumatóide Tratamentos com Biológicos por Estados 76% dos tratamentos de Artrite Reumatoide com Biológicos estão concentradas nos estados de SP, MG, RJ, PR e SC Fonte: Publimark - Datasus 24 AC AM PA RR RO AP TO BA MA PI CE RN PB PE AL SE MT MS GO MG SP ES RJ PR SC RS
  25. 25. PRODUTO MAT Ant MAT HUMIRA 2.602 2.588 ENBREL 1.678 1.742 REMICADE 643 655 SIMPONI - 257 ORENCIA - 200 ACTEMRA - 191 MABTHERA - 159 CIMZIA - 38 TOTAL 4.923 5.830 TO BA PI RN PB PE AL SE MT MS GO MG SP ES RJ PR SC RS DF 44.077 Pacientes 4. Datasus – Artrite Reumatóide Pacientes tratados com Biológicos - SP Medicamentos 31% dos Pacientes de Artrite Reumatoide de SP são tratados na capital com os produtos abaixo descriminados: 25 Fonte: Publimark - Datasus
  26. 26. RO TO BA AL SE MT MS GO MG SP ES RJ PR SC RS DF 44.077 Pacientes 4. Datasus – Artrite Reumatóide Pacientes tratados com Biológicos - SP Estabelecimentos 31% dos Pacientes de Artrite Reumatoide de SP são tratados na capital nos estabelecimentos abaixo descriminados: 26 Fonte: Publimark - Datasus ESTABELECIMENTO MAT Ant MAT % MAT 3554503 - FARMACIA MEDEX SES SP PAM VARZEA DO CARMO SAO PAULO 2.699 3.131 54% 3554538 - FARMACIA MEDEX SES SP AME MARIA ZELIA SAO PAULO 1.155 1.376 24% 3554481 - FARMACIA MEDEX SES SP CS I DR LIVIO AMATO VILA MARIANA 392 467 8% 6503829 - FARMACIA MEDEX HCFMUSP SAO PAULO 371 461 8% 6557961 - FARMACIA MEDEX HSPE IAMSPE SAO PAULO 162 220 4% 6578640 - FARMACIA MEDEX DR GERALDO BOURROUL 115 152 3% 6423094 - FARMACIA MEDEX HOSPITAL HELIOPOLIS 29 23 0% TOTAL 4.923 5.830 100%
  27. 27. UNIVERSO DE PACIENTES SWITCH DROPOUT RETORNO NAIVE MANUTENÇÃO # 837 # 2.642 # 545 # 796 # 32.523 Dez-2013 # 30.962 4. Datasus – Artrite Reumatóide Fluxo de Pacientes tratados com biológicos Fonte: Publimark - Datasus 27
  28. 28. 2º TRATAMENTO 4. Datasus – Artrite Reumatóide Linhas de tratamento com Biológicos Fonte: Publimark - Datasus 28 UNIVERSO DE PACIENTES (2008 – 2014) 76.776 HUMIRA ENBREL OUTROS 46% 32% 22% 1º TRATAMENTO MUDA CONTINUA ABANDONA MUDA CONTINUA ABANDONA MUDA CONTINUA ABANDONA 15% 85% 14% 86% 27% 73% ENBREL REMICADE OUTROS 69% 10% 21% MUDA CONTINUA ABANDONA MUDA CONTINUA ABANDONA MUDA CONTINUA ABANDONA 29% 71% 33% 67% 25% 75%
  29. 29. CONTEÚDO 1.Panorama da Saúde Pública no Brasil 2.Estrutura dos Gastos Públicos 3.Medicamentos 4.Datasus – Artrite Reumatóide 5.Perspectivas 2015 29
  30. 30. 30 Fonte: BCB 2009 2010 3,22% 2005 2013 2014 3,20% 3,31% 3,42% 2,03% 2,77% 3,11% 2006 2011 3,79% 2004 2007 3,72% 2003 2008 3,27% 2002 1,89% 1,36% 2012 2,38% Resultado Primário do Setor Público (% do PIB) 5. Perspectivas 2015 Superávit Primário O resultado de 2015 promete contenção de gastos no setor público
  31. 31. 31 Pharma´s Biggest Pipeline Products Product Indication Company 2018($bn) 2020($bn) 5. Perspectivas 2015 Por outro lado a inovação das empresas de pesquisa está cada vez mais focada em produtos especializados, particularmente oncologia , pressionando o gasto público
  32. 32. Perspectivas 2015 Pressão sobre gasto público tende a dificultar incorporações Por outro lado a judicialização obriga a incluir terapias inovadoras (gasto com liminares 2014 R$800milhões esfera federal , R$1,0 bilhão em sp) PDP´s :pouco impacto em 2015 Governo seguirá tentando transferir gastos para o sistema suplementar Em resumo , provavelmente em 2015 o mercado público de medicamentos manterá uma dinamica acentuada , acima do MFT 32
  33. 33. 45 years providing Data and Solutions for Pharmaceutical Industry Obrigado... Andreas Strakos Diretor Novos Negócios
  34. 34. BACKUP 34
  35. 35. Média Complexidade em Saúde Pública Fonte: Ministério da Saúde 35 Segundo o Ministério da Saúde (MS) a média complexidade ambulatorial é composta por ações/serviços que visam atender os principais problemas/agravos de saúde, cuja complexidade da assistência demande profissionais especializados e recursos tecnológicos, para o apoio diagnóstico e tratamento. Principais procedimentos de média complexidade do SUS são: AÇÕES COLETIVAS/INDIVIDUAIS EM SAÚDE AÇÕES RELACIONADAS À DOAÇÃO DE ORGÃOS E TECIDOS PARA TRANSPLANTE ACOMPANHAMENTO E INTERCORRÊNCIAS NO PRÉ E PÓS-TRANSPLANTE ANESTESIOLOGIA BUCOMAXILOFACIAL CIRURGIA DAS VIAS AÉREAS SUPERIORES, DA FACE, DA CABEÇA E DO PESCOÇO CIRURGIA DE GLÂNDULAS ENDÓCRINAS CIRURGIA DE MAMA CIRURGIA DO APARELHO CIRCULATÓRIO CIRURGIA DO APARELHO DA VISÃO CIRURGIA DO APARELHO DIGESTIVO, ORGÃOS ANEXOS E PAREDE ABDOMINAL CIRURGIA DO APARELHO GENITURINÁRIO CIRURGIA DO SISTEMA NERVOSO CENTRAL E PERIFÉRICO CIRURGIA DO SISTEMA OSTEOMUSCULAR CIRURGIA EM NEFROLOGIA CIRURGIA OBSTÉTRICA CIRURGIA REPARADORA CIRURGIA TORÁCICA COLETA DE MATERIAL COLETA E EXAMES PARA FINS DE DOAÇÃO DE ORGÃOS, TECIDOS E CÉLULAS E DE TRANSPLANTE CONSULTAS / ATENDIMENTOS / ACOMPANHAMENTOS DIAGNÓSTICO E PROCEDIMENTOS ESPECIAIS EM HEMOTERAPIA DIAGNÓSTICO EM LABORATÓRIO CLÍNICO DIAGNÓSTICO EM VIGILÂNCIA EPIDEMIOLÓGICA E AMBIENTAL DIAGNÓSTICO POR ANATOMIA PATOLÓGICA E CITOPATOLOGIA DIAGNÓSTICO POR ENDOSCOPIA DIAGNÓSTICO POR RADIOLOGIA DIAGNÓSTICO POR RESSONÂNCIA MAGNÉTICA DIAGNÓSTICO POR TESTE RÁPIDO DIAGNÓSTICO POR ULTRA-SONOGRAFIA FISIOTERAPIA HEMOTERAPIA MÉTODOS DIAGNÓSTICOS EM ESPECIALIDADES ÓRTESES, PRÓTESES E MATERIAIS ESPECIAIS NÃO RELACIONADOS AO ATO CIRÚRGICO ÓRTESES, PRÓTESES E MATERIAIS ESPECIAIS RELACIONADOS AO ATO CIRÚRGICO OUTRAS CIRURGIAS PARTO E NASCIMENTO PEQUENAS CIRURGIAS E CIRURGIAS DE PELE, TECIDO SUBCUTÂNEO E MUCOSA TERAPIAS ESPECIALIZADAS TRANSPLANTE DE ORGÃOS, TECIDOS E CÉLULAS TRATAMENTO DE LESÕES, ENVENENAMENTOS E OUTROS, DECORRENTES DE CAUSAS EXTERNAS TRATAMENTO EM NEFROLOGIA TRATAMENTO EM ONCOLOGIA TRATAMENTOS CLÍNICOS (OUTRAS ESPECIALIDADES) TRATAMENTOS ODONTOLÓGICOS VIGILÂNCIA EM SAÚDE
  36. 36. Alta Complexidade em Saúde Pública Fonte: Ministério da Saúde 36 Segundo o Ministério da Saúde (MS) a alta complexidade ambulatorial e hospitalar é o conjunto de procedimentos que envolve alta tecnologia e alto custo. Principais procedimentos que compõem a alta complexidade ambulatorial e hospitalar do SUS são: AÇÕES RELACIONADAS À DOAÇÃO DE ORGÃOS E TECIDOS PARA TRANSPLANTE ACOMPANHAMENTO E INTERCORRÊNCIAS NO PRÉ E PÓS-TRANSPLANTE AVALIAÇÃO DE MORTE ENCEFÁLICA BUCOMAXILOFACIAL CIRURGIA DAS VIAS AÉREAS SUPERIORES, DA FACE, DA CABEÇA E DO PESCOÇO CIRURGIA DE MAMA CIRURGIA DO APARELHO CIRCULATÓRIO CIRURGIA DO APARELHO DA VISÃO CIRURGIA DO APARELHO DIGESTIVO, ORGÃOS ANEXOS E PAREDE ABDOMINAL CIRURGIA DO APARELHO GENITURINÁRIO CIRURGIA DO SISTEMA NERVOSO CENTRAL E PERIFÉRICO CIRURGIA DO SISTEMA OSTEOMUSCULAR CIRURGIA EM NEFROLOGIA CIRURGIA EM ONCOLOGIA CIRURGIA REPARADORA CIRURGIA TORÁCICA COLETA DE MATERIAL COLETA E EXAMES PARA FINS DE DOAÇÃO DE ORGÃOS, TECIDOS E CÉLULAS E DE TRANSPLANTE COMPONENTE ESPECIALIZADO DA ASSITENCIA FARMACEUTICA CONSULTAS / ATENDIMENTOS / ACOMPANHAMENTOS DIAGNÓSTICO E PROCEDIMENTOS ESPECIAIS EM HEMOTERAPIA DIAGNÓSTICO EM LABORATÓRIO CLÍNICO DIAGNÓSTICO EM VIGILÂNCIA EPIDEMIOLÓGICA E AMBIENTAL DIAGNÓSTICO POR ENDOSCOPIA DIAGNÓSTICO POR MEDICINA NUCLEAR IN VIVO DIAGNÓSTICO POR RADIOLOGIA DIAGNÓSTICO POR RADIOLOGIA INTERVENCIONISTA DIAGNÓSTICO POR RESSONÂNCIA MAGNÉTICA DIAGNÓSTICO POR TOMOGRAFIA DIAGNÓSTICO POR ULTRA-SONOGRAFIA HEMOTERAPIA MEDICAMENTOS DE ÂMBITO HOSPITALAR MEDICAMENTOS ESTRATÉGICOS MÉTODOS DIAGNÓSTICOS EM ESPECIALIDADES ÓRTESES, PRÓTESES E MATERIAIS ESPECIAIS NÃO RELACIONADOS AO ATO CIRÚRGICO ÓRTESES, PRÓTESES E MATERIAIS ESPECIAIS RELACIONADOS AO ATO CIRÚRGICO OUTRAS CIRURGIAS PROCESSAMENTO DE TECIDOS PARA TRANSPLANTE TERAPIAS ESPECIALIZADAS TRANSPLANTE DE ORGÃOS, TECIDOS E CÉLULAS TRATAMENTO DE LESÕES, ENVENENAMENTOS E OUTROS, DECORRENTES DE CAUSAS EXTERNAS TRATAMENTO EM NEFROLOGIA TRATAMENTO EM ONCOLOGIA TRATAMENTOS CLÍNICOS (OUTRAS ESPECIALIDADES) TRATAMENTOS ODONTOLÓGICOS

×