Relatório de Estágio Fundamental

1.674 visualizações

Publicada em

Apresentação do Relatório de Estágio Supervisionado III, Educação Fundamental I e II.

Publicada em: Educação
0 comentários
1 gostou
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
1.674
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
2
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
47
Comentários
0
Gostaram
1
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Relatório de Estágio Fundamental

  1. 1. Relatório de Estágio Supervisionado III - Educação Fundamental Professora Supervisora: Profª. Esp. Nilmara Serafim Chagas Acadêmicos: Elton da Silva Rodrigues Luiza Raianny de Araújo França
  2. 2. Educação Física, Educação Fundamental, Estágio
  3. 3.  Este trabalho trata-se de um relatório desenvolvido na disciplina de Estagio supervisionado III, ofertado no V semestre do Curso de Educação Física da Universidade Regional do Cariri, Campus Iguatu.  Foram realizadas atividades de observação da rotina escolar, participação e colaboração em atividades de prática diária e regência em momentos como apoio aos alunos com dificuldades de aprendizagem.
  4. 4. O Estagio Curricular Supervisionado do Curso de Educação Física é uma disciplina prática que é ofertada a partir do terceiro semestre e dá sua continuidade até concluir-se o oitavo semestre, que também é o termino da graduação. Para concluirmos nossa graduação temos que ser avaliados nos seguintes estágios: I Normatização da Escola, II Educação Infantil, III Ensino Fundamental, IV Ensino Médio, V Educação Especial e VI e ultimo sendo optativo pode ser realizado fora da escola (clubes, academias, hotéis), ou caso queira realizar em âmbito escolar pode ser refeito algum destes citados anteriormente. Tendo em vista enraizar o conhecimento na área e contribuir com o trabalho escolar.
  5. 5. Segundo a Lei de Diretrizes e Bases da Educação Nacional. Lei 9,394 de 20 de Dezembro de 1996 menciona sobre a educação fundamental no título III, do Direito do dever de Educar, art. 4º I, se afirma que: “ensino fundamental, obrigatório e gratuito, inclusive para os que a ele não tiveram acesso na idade própria;” e no e VIII difere sobre as condições e direitos dos alunos: “atendimento ao educando, no ensino fundamental público, por meio de programas suplementares de material didático-escolar, transporte, alimentação e assistência à saúde;”.
  6. 6. Ainda nos fala das instituições que ofereceram a Educação Fundamental, Art. 5º: O acesso ao ensino fundamental é direito público subjetivo, podendo qualquer cidadão, grupo de cidadãos, associação comunitária, organização sindical, entidade de classe ou outra legalmente constituída, e, ainda, o Ministério Público, acionar o Poder Público para exigi-lo
  7. 7. O estágio descrito neste relatório realizou-se no Colégio Juscelino Kubitschek localizado no município de Iguatu. Nas salas de Educação Fundamental (1° a 5º ano) com a finalidade de aperfeiçoar os conhecimentos adquiridos na disciplina de Estágio III. Logo a seguir será exposto o Desenvolvimento do Estagio Supervisionado III e suas fases: de Orientação Específica, de Escolha do campo de Estágio, de Observação da pratica Pedagógica do professor Colaborador, de Planejamento da Regência de classe, A Regência de Classe na Educação Infantil. Tendo ainda a Identificação do Campo de Estágio, a Educação Física e a Analise dos Sujeitos do Estagio supervisionado III e as Considerações finais.
  8. 8. O Colégio Juscelino Kubitschek esta localizado na Rua Adeodato Matos Cavalcante nº 287 no Bairro Vila Jardim. Um bairro de classes sociais heterogêneas, em Iguatu Ceará, teve sua fundação em 1986, com o primeiro nome Escola Menino Jesus. Com um ano de sua fundação a mesma passou a ter o reconhecimento pelo o MEC, e sofreu alterações em sua administração, consequentemente sofrerá também alterações em seu nome passando assim a ser chamada Escola de Ensino Infantil Emília Emilinha, nome esse em homenagem a Avó da proprietária e também a Emília do sitio do Pica-Pau Amarelo da Obra de Monteiro Lobato.
  9. 9. Nos dias atuais o Colégio Juscelino Kubstcheck funciona com Educação Infantil e Fundamental I e II, tendo um quadro de 16 docentes atuantes na instituição, e somente três ainda são acadêmicos atuando sobre supervisão de um professor orientador e com uma autorização da CRED, para que os mesmos possam lecionar. Sua área burocrática é composta por um Diretor, Coordenador, Secretaria e três auxiliares.
  10. 10.  Fizemos uso de Iniciação ao Voleibol, juntamente com seus fundamentos: toque, saque, manchete; Iniciação a Lutas, Alguns jogos e brincadeiras, Reciclagem, Interdisciplinaridade, Confecção de Materiais, entre outros...
  11. 11. Essa analise trata – se de uma pesquisa realizada no Colégio Juscelino Kubitschek na cidade de Iguatu com diretor e professor da Educação Fundamental como sujeitos dessa pesquisa, com o objetivo de investigar o conhecimento dos mesmos sobre a disciplina de Educação Física. Usamos questionários como coletas desses dados tais como:
  12. 12. Sujeito A; A educação física enquanto disciplina curricular é muito importante para o desenvolvimento do corpo e também melhora a percepção do aluno, o equilíbrio e ter uma alimentação saudável. Sujeito B; A educação física é interessante, pois ela traz ao aluno uma melhor socialização e uma melhor disposição nas atividades da disciplina. Sujeito C; A educação física busca integrar o aluno as outras disciplinas e isso é muito bom para o desenvolvimento deles.
  13. 13. Sujeito A; Sim, despertando de sua curiosidade e sua capacidade de raciocínio e atenção, memoria, observação criatividade, socialização, contudo ele ganha segurança e confiança em se mesmo. Sujeito B; Sim, e sem duvida, com a educação física desperta varias qualidade nos alunos, a liderança é uma das mais presentes. Sujeito C; Sim, principalmente na socialização.
  14. 14. Sujeito A; Sim, entretanto irá depender da criatividade de cada professor. Sujeito B; Sim, temos vários materiais incluindo materiais esportivos. Sujeito C; Sim, mais nem sempre são utilizados, mais tem vários materiais.
  15. 15. Aqui defendemos também que a educação Física na Educação Fundamental, não só leva o aluno a mera pratica da atividade física, concordamos com os sujeitos onde relatam que a Educação Física também desperta qualidades como a liderança, além de outros fatores cognitivos e sociais, relevantes nessa faixa etária, com isso reforçamos aqui a importância da disciplina não só nos ciclos educacionais avançados, mais também nos primeiros ciclos da educação.
  16. 16.  Abraçamos esse desafio de suma importância para as nossas carreiras de educadores, de analisar o âmbito escolar com futuro ambiente de trabalho, que findamos a encontrar no termino deste curso, e por intermédio dessa disciplina foi possível certificar qual o papel da educação física, que se estende desde socialização a obtenção da saúde, sem contar que é a disciplina que mais trabalha o individuo como um todo tornando assim uma disciplina completa, desde o cognitivo, forma física e afetividade entre as pessoas como forma de trabalho em grupo.
  17. 17.  BECHARA, Nilce. Jogos e Brincadeiras. São Paulo. Conexão. 2006  BRASIL. Ministério da Educação. Lei de Diretrizes e Bases da Educação Nacional. Lei nº. 9.394 de 20 de dezembro de 1996. Brasília: Gráfica do Senado.  _______. Ministério da Educação e do Desporto Secretaria de Educação Fundamental. Referencial Curricular Nacional para a Educação Fundamental / Brasília: MEC/SEF, 1998.  _______. Ministério da Educação. Conselho Nacional de Educação. Resolução CEB nº. 01 de 07 de abril de 1999. Institui as Diretrizes Curriculares Nacionais para a Educação Infantil. Brasília, DF, 1999.  COLETIVO DE AUTORES. Metodologia do Ensino de Educação Física. São Paulo: Cortez, 1992.  CUNHA, Eliseu de Oliveira. Almanaque de Brincadeiras. 2011. Disponível em: < http://pt.scribd.com/doc/13908241/ALMANAQUE-DE-BRINCADEIRAS-Eliseu-de- Oliveira>. Acesso em: 26 de setembro de 2012.  DARIDO, Suraya Cristina; RANGEL, Irene Conceição Andrade. Educação Física na Escola: implicações para a prática pedagógica. RJ. Guanabara Koogan, 2005.
  18. 18.  DARIDO, Suraya Cristina; Educação Física na Escola: Questões e Reflexões. RJ. Guanabara Koogan, 2003.  LIMA. Juciel de Araújo; Apostila teórico-metodológica do Ensino da Educação Física na Educação. Material elaborado para a disciplina Estágio Supervisionado II do curso de Educação Física da Universidade Regional do Cariri - Campus Iguatu. Iguatu-CE. 2009. Revisão 2011. (mímeo)  LIBÄNEO, José Carlos. Didática. 21ª. São Paulo: Cortez, 1994.  MENEGOLLA, Maximiliano. SANT’ANNA, Ilza Martins. Por que planejar? Como planejar? 10ª Ed. Petrópolis, RJ: Vozes, 2001.  MORETTO, Vasco Pedro. Planejamento: planejando a educação para o desenvolvimento  de competências. Petrópolis, RJ: Vozes, 2007.  PIMENTA S.G.L:, LUCENA SM, Estagio e Docência. São Paulo:, Cortex. 2004  PILETTI, Cláudio. Didática geral. 23ª ed. São Paulo: Editora Ática, 2001.
  19. 19. 1. O que você entende sobre Educação Física enquanto disciplina curricular? 2. Qual a importância do plano de aula, para o desenvolvimento da aula? 3. A educação física pode contribuir no dia-a-dia do aluno nesse ciclo educacional? 4. Qual sua opinião sobre um profissional licenciado em outra área, ministrar aulas de Educação Física? 5. A escola oferece suporte ”materiais” para o ensino da Educação Física na Educação Fundamental?
  20. 20. 1. O que você entende sobre Educação Física enquanto disciplina curricular? 2. O núcleo gestor pode influenciar na melhora desta disciplina? 3. A educação física pode contribuir no dia-a-dia do aluno nesse ciclo educacional? 4. A Educação Física é valorizada como uma disciplina que visa o aprendizado da criança? 5. A escola oferece suporte ”materiais” para o ensino da Educação Física na Educação Fundamental?

×