SUJEITOS SOCIAIS
INTERAGINDO NA ESCOLA
Bianca P. Amorim
Iury G. Nunes
Timóteo M. Silva
A EMERGÊNCIA DOS SUJEITOS
• SUJEITOS SOCIAIS:

EX.: SUJEITOS GRAMATICAIS.
DETERMINADO, INDETERMINADO E INEXISTENTE.
• ORDE...
A DIVERSIDADE DE SUJEITOS
• A DISCUSSÃO DOS DOCENTES E EDUCADORES:
- DESOCULTAMENTO DOS SUJEITOS.
• MOVIMENTOS SOCIAIS E C...
TENSAS EMERGÊNCIAS, A DIALÉTICA
NA DIVERSIDADE DO ESPAÇO ESCOLAR
• A DIALÉTICA NAS ESCOLAS:
- CONTRAPOSIÇÃO E CONTRADIÇÃO ...
RECONHECER AUTORIAS
COLETIVAS NEGADAS
• INCORPORAÇÃO DA VARIEDADE DE EXPERIÊNCIA DE SUJEITOS
• SUJEITOS REAIS EM RELAÇÕES ...
SUJEITOS SE AFIRMAM
PRESENTES
• REAÇÃO A SEGREGAÇÃO EM AÇÕES COLETIVAS E EM
MOVIMENTOS
• JUSTIFICATIVA SEGREGADORA PACÍFIC...
QUANDO OS SUJEITOS SE
AFIRMAM VISÍVEIS NAS ESCOLAS
• SUJEITO SE AFIRMANDO VISÍVEL
• FALTA DE ESPAÇO PARA OS SUJEITOS DE AÇ...
EDUCAÇÃO, DIFERENÇAS E IDEIAS
• ABSORVEM X PRODUÇÃO DO CONHECIMENTO.
• DIFERENTES QUESTIONAMENTOS QUE SE ORIGINARAM DE PES...
EDUCAÇÃO, DIFERENÇAS E IDEIAS
• DIÁLOGO PEDAGÓGICO

APROXIMA O PROFESSOR E ALUNO.

• VALORIZAÇÃO DAS DIFERENÇAS.
• EXPERIÊ...
O DESAFIO DOCENTE
• DIÁLOGO PEDAGÓGICO

APROXIMA O PROFESSOR E ALUNO.

• EXPLICAR A REALIDADE VIVIDA.
• ENTENDER-SE COMO S...
O DESAFIO DOCENTE
• QUESTIONAMENTO
• RESULTADOS

PENSAMENTO
PONTOS DE VISTA.

• EM RECONHECER OS SUJEITOS E ADMITI-LOS INT...
REFERÊNCIAS BIBLIOGRÁFICAS
• ARROYO, Miguel G. Currículo, território em disputa. 2. ed. –
Petrópolis, RJ: Vozes, 2011.
• F...
FIM
Próximos SlideShares
Carregando em…5
×

SUJEITOS SOCIAIS INTERAGINDO NA ESCOLA

498 visualizações

Publicada em

Publicada em: Educação
0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
498
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
3
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
4
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

SUJEITOS SOCIAIS INTERAGINDO NA ESCOLA

  1. 1. SUJEITOS SOCIAIS INTERAGINDO NA ESCOLA Bianca P. Amorim Iury G. Nunes Timóteo M. Silva
  2. 2. A EMERGÊNCIA DOS SUJEITOS • SUJEITOS SOCIAIS: EX.: SUJEITOS GRAMATICAIS. DETERMINADO, INDETERMINADO E INEXISTENTE. • ORDENAMENTO DOS CURRÍCULOS: - A HIPÓTESE DE AUSÊNCIA DOS SUJEITOS. • A SOCIEDADE EM CONTRASTE COM A ESCOLA: - A DINÂMICA DOS SUJEITOS COLETIVOS.
  3. 3. A DIVERSIDADE DE SUJEITOS • A DISCUSSÃO DOS DOCENTES E EDUCADORES: - DESOCULTAMENTO DOS SUJEITOS. • MOVIMENTOS SOCIAIS E COLETIVOS: - OCULTAMENTO COMO CRIMINALIZAÇÃO. • NECESSIDADE DE RECONHECIMENTO: - ABORDADO DE FORMA PACÍFICA OU TENSA ?
  4. 4. TENSAS EMERGÊNCIAS, A DIALÉTICA NA DIVERSIDADE DO ESPAÇO ESCOLAR • A DIALÉTICA NAS ESCOLAS: - CONTRAPOSIÇÃO E CONTRADIÇÃO DE IDEIAS. - A EDUCAÇÃO COMO UM PROCESSO CONTRADITÓRIO. • DIVERSIDADE DE SUJEITOS: - POVO E ALUNO. - POR UMA NOVA FORMA DE VER E PENSAR. - CONSEQUÊNCIAS: ENRIQUECIMENTO DOS CURRÍCULOS E DINAMIZAÇÃO DAS ESCOLAS.
  5. 5. RECONHECER AUTORIAS COLETIVAS NEGADAS • INCORPORAÇÃO DA VARIEDADE DE EXPERIÊNCIA DE SUJEITOS • SUJEITOS REAIS EM RELAÇÕES ENTRELAÇADAS • EDUCADORES, DOCENTES E EDUCANDOS COMO TESTEMUNHA DA HISTÓRIA • A NECESSIDADE DE RECONHECIMENTO REAGINDO A TANTOS OCULTAMENTOS “Como distorção do ser mais , o ser menos leva os oprimidos , cedo ou tarde , a lutar contra quem os fez menos “ (FREIRE, 2012)
  6. 6. SUJEITOS SE AFIRMAM PRESENTES • REAÇÃO A SEGREGAÇÃO EM AÇÕES COLETIVAS E EM MOVIMENTOS • JUSTIFICATIVA SEGREGADORA PACÍFICA • INCÔMODA AÇÕES COLETIVAS • TORNAR SALA DE AULA COMO ESPAÇO RICO DE PRESENÇA AFIRMATIVA DE SUJEITOS
  7. 7. QUANDO OS SUJEITOS SE AFIRMAM VISÍVEIS NAS ESCOLAS • SUJEITO SE AFIRMANDO VISÍVEL • FALTA DE ESPAÇO PARA OS SUJEITOS DE AÇÃO EDUCATIVA • JOVENS , CRIANÇAS E ADOLESCENTES MOSTRANDO-SE SUJEITOS SOCIAIS • NÃO REDUZIR OS PROFESSORES A PASSIVOS TRANSMISSORES DE CONHECIMENTOS.
  8. 8. EDUCAÇÃO, DIFERENÇAS E IDEIAS • ABSORVEM X PRODUÇÃO DO CONHECIMENTO. • DIFERENTES QUESTIONAMENTOS QUE SE ORIGINARAM DE PESSOAS DIFERENTES. • RESPOSTA ABSOLUTA EXISTEM EXPLICAÇÕES E INTERPRETAÇÕES DOS FATOS, ENRIQUECENDO O CONHECIMENTO
  9. 9. EDUCAÇÃO, DIFERENÇAS E IDEIAS • DIÁLOGO PEDAGÓGICO APROXIMA O PROFESSOR E ALUNO. • VALORIZAÇÃO DAS DIFERENÇAS. • EXPERIÊNCIA DE VIDA. • IMPORTÂNCIA. “NÃO SE TRATA DE SOMAR, MAS DE ESTAREM JUNTAS EM PÉ DE IGUALDADE (ABRAMOWICZ & SILVÉRIO, 2005).”
  10. 10. O DESAFIO DOCENTE • DIÁLOGO PEDAGÓGICO APROXIMA O PROFESSOR E ALUNO. • EXPLICAR A REALIDADE VIVIDA. • ENTENDER-SE COMO SUJEITO. • ESTIMULAR AOS SEUS ALUNOS A TER AUTORIA E INTERPRETAÇÃO. • PERMITIR A INDEPENDÊNCIA DO PENSAMENTO. • MOSTRANDO E AUTENTICANDO COMO SITUAÇÕES OU FATOS
  11. 11. O DESAFIO DOCENTE • QUESTIONAMENTO • RESULTADOS PENSAMENTO PONTOS DE VISTA. • EM RECONHECER OS SUJEITOS E ADMITI-LOS INTERAGINDO E ESTIMULANDO ESSA INTERAÇÃO. • “ESCOLA QUE PRESSUPÕEM A NECESSIDADE DE SENTAR, CALAR E COPIAR PARA APRENDER (ABRAMOWICZ & SILVÉRIO, 2005)” • FORMA DE PENSAR PARA ESCREVER. SER O AGENTE, O SUJEITO.
  12. 12. REFERÊNCIAS BIBLIOGRÁFICAS • ARROYO, Miguel G. Currículo, território em disputa. 2. ed. – Petrópolis, RJ: Vozes, 2011. • FREIRE , Paulo , 1991-1997 . Pedagogia do oprimido/Paulo Freire .-50.ed. rev. e atual - Rio de Janeiro : Paz e Terra , 2011. • GADOTTI, Moacir. Concepção dialética da educação: um estudo introdutório. 6. ed. São Paulo: Cortez/Autores associados, 1988. • ABRAMOWICZ, Anete. SILVÉRIO, Valter. (orgs) Afirmando as diferenças: montando o quebra cabeça da diversidade na escola, 3. ed. Campinas, SP : Papirus, 2005.
  13. 13. FIM

×