Tecnologias também servem para fazer educação

1.956 visualizações

Publicada em

Publicada em: Educação
1 comentário
1 gostou
Estatísticas
Notas
Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
1.956
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
14
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
35
Comentários
1
Gostaram
1
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Tecnologias também servem para fazer educação

  1. 1. Tecnologias também servem para fazer educação. Alunos(as): Pauline Nathaly B. da Silva e Luana Kelly Silva Universidade Federal de Alagoas-UFAL Centro de Educação-CEDU Maceió-Al, 26 de Setembro de 2011
  2. 2. Sumário <ul><li>1- Introdução </li></ul><ul><li>2- Tecnologias também servem para fazer educação. </li></ul><ul><li>3- Mídias e educação: mediações e movimentações. </li></ul><ul><li>4- Nem tudo são maravilhas no uso das tecnologias na educação. </li></ul><ul><li>5- Se as tecnologias são “tão boas”, o que não deu certo em educação? </li></ul><ul><li>6- Que fatores auxiliam para uma melhor aprendizagem? </li></ul><ul><li>7- Problemas nas relações entre mídias e processos educacionais. </li></ul><ul><li>8- Se de perto é complicado, de longe então... </li></ul>
  3. 3. Introdução <ul><li>Abordamos a seguir, a importância que as tecnologias tem, não só no sentido de algo que usamos para facilitar nossas vidas, mas também, que a mesma ( a tecnologia), serve como instrumento para a educação facilitando em alguns momentos, o entendimento do aluno no assunto abordado. </li></ul><ul><li>Há também, casos em que somos prejudicados pela própria tecnologia, gerando assim, um “leque” de discurções sobre o tema aqui estudado. </li></ul>
  4. 4. Tecnologias também servem para fazer educação <ul><li>Assim como na guerra, a tecnologia também é essencial para a educação. Ou melhor, educação e tecnologia são indissociáveis. </li></ul>
  5. 5. Podemos também ver a relação entre educação e tecnologias de outro ângulo, o da socialização da inovação. <ul><li>Para ser assumida e utilizada pelas demais pessoas, além do seu criador, a nova descoberta precisa ser ensinada. A forma de utilização de alguma inovação, seja ela um tipo novo de processo, produto, serviço ou comportamento , precisa ser informada e aprendida. </li></ul>
  6. 6. Exemplo:
  7. 7. Mídias e educação: Mediações e movimentações <ul><li>As novas tecnologias de comunicação(TICs), sobretudo a televisão e o computador, movimentaram a educação e provocaram novas mediações entre a abordagem do professor, a compreensão do aluno e o conteúdo veiculado. </li></ul>
  8. 8. 3- Nem tudo são maravilhas no uso das tecnologias na educação <ul><li>Como usuário de computadores e da internet, por exemplo, sabemos dos problemas técnicos que causam estragos nas máquinas e que nos fazem perder dados, documentos e muitas horas de trabalho. Dentre esses problemas, estão: </li></ul>
  9. 9. O vírus: que podem danificar todo o computador; Spams, janelas pop-up : ciberlixos que invadem nossas correspondências em doses industriais; Hackers: atacam, bloqueiam, deformam e roubam informações reservadas de pessoas, empresas e instituições.
  10. 10. Se as tecnologias são “tão boas”, o que não deu certo em educação? <ul><li>O mau uso da tecnologia! </li></ul><ul><li>A apresentação oral em uma sala de aula, mesmo acompanhada de recursos tecnológicos, como o power point , por exemplo, pode ser muito interessante ou tremendamente cansativa e aborrecida. </li></ul>
  11. 11. Que fatores auxiliam para uma melhor aprendizagem? <ul><li>O tom de voz do professor, a velocidade, a ênfase na enunciação do focos do assunto e a própria dinâmica da aula, não tendo o professor como único ser falante na sala, a participação ativa, o uso intensivo da comunicação oral, do diálogo em classe criam um outro clima, favorável à aprendizagem. </li></ul>
  12. 12. Problemas nas relações entre mídia e processos educacionais <ul><li>A tecnologia , apesar de ser essencial à educação, muitas vezes pode levar a projetos chatos e pouco eficazes. Mas por que isso acontece? </li></ul><ul><li>Um dos motivos é a não-adequação da tecnologia ao conteúdo que vai se ensinado e aos propósitos do ensino. </li></ul>
  13. 13. Se de perto é complicado, de longe então... <ul><li>Cursos realizados a distância muitas vezes acabam sendo o “vilão da História!” </li></ul><ul><li>Sem conhecimento muitas vezes dos conteúdos que pretendem ensinar, eles oferecem cursos que não atendem às necessidades de aprendizagem dos alunos. </li></ul>
  14. 14. Considerações finais <ul><li>Em suma, observa-se que as tecnologias auxiliam e são utilizadas de um modo geral como uma forte ferrramenta de ensino, apesar de suas contradições,auxiliando ao indivíduo uma melhor integração individual e social, onde é necessário em alguns casos, aprender e se qualificar para o uso das mesmas. </li></ul>
  15. 15. Referências <ul><li>Imagens:http://www.google.com.br/search?q=fotos+de+computador </li></ul><ul><li>Educação e tecnologia: O novo ritmo da informação/ Vani Moreira Kenski – Campinas, SP: Papirus, 2007 – (Coleção Papirus Educação) </li></ul>

×