Revista 540

346 visualizações

Publicada em

Revista 540 - Profº Rodrigo da Silva Lima - Técnico em Marketing | Novembro de 2012

Matérias escritas por:
Bruna de Oliveira Pereira
Cleverson dos Santos Costa
Danilo Carlos Pereira
Tiago José de Sousa

Diagramação: Tiago Sousa

Publicada em: Educação
0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
346
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
3
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
1
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Revista 540

  1. 1. Moda e Skate Rampas proibição do skate em São paulo Manobras
  2. 2. Sumario oiramuS oiramuS 8 Moda eo Skate Escrito por Cleverson 10 8 8 Mega Rampa 16 01 01 Escrito por Danilo Role por Sp! Entrevista Gabriel Saqui Escrito por Tiago Sousa 24 61 61 As barreiras do skate brasileiro 42 Escrito por bruna 03
  3. 3. Anuncio_revista_tribo_45,4x28cm.pdf 1 23/08/2012 16:13:17
  4. 4. Skate eo A nalizando um contexto geral, a moda tem passado por grandes evoluções e constantes mudanças, dias após dias, novas tendências surgem, o gosto das pessoas torna-se cada vez mais aguçado e exigente, e não é diferente com as tendências das ruas, o visual dos skatistas - da mesma forma que roqueiros, góticos e punks, em outro tempo - influencia agora o guarda-roupa masculino, independentemente da idade. E ela vem renovada. Há uns 15 anos, a turma do skate gostava de usar roupas bem largas, calças imensas e não se preocupavam tanto com a aparência. Isso mudou completamente. Hoje a galera do Skate esta muito mais vaidosa, de olho no que há de mais moderno e atual, peças coloridas, de cortes ousados e versáteis fazem parte do guarda-roupa da galera, tênis despojados e com uma grande variedade de cores e design tomam gosto a cada dia, calças um pouco mais justas, com cintos folgados ou então um cadarço ocupando o lugar do mesmo, cuecas a mostra e camisetas compridas, mais não muito folgadas nas laterais, de estampas das mais variadas possíveis e com frases. O Xadrez e a manga longa esta super em alta, principalmente quando for a um local um pouco mais descolado com a galera da pista, para temperaturas mais baixas, invista em uma boa camisa de flanela manga longa, se estiver calor, manga curta é uma boa!!
  5. 5. Calça Folgada ou 07 Junta Muito forte há mais de 15 anos, a tendência da calça ‘big’ era unânime entre os skatistas. Era difícil ver alguém sobre a prancha de quatro rodas que não estivesse usando esse tipo de peça. Os anos passaram e a moda evoluiu. Assim como existe a turma que não consegue abrir mão do conforto e da praticidade dos maxibolsos e das roupas folgadonas, há uma nova tendência em alta: a calça skinny. Justa do começo ao fim, modela o corpo e faz com que o movimento das pernas (por meio das manobras) seja visto de maneira mais clara. Para quem quer começar a inserir esse tipo de tendência em seu visual, invista em algo mais solto na região da cintura e afunilado do joelho para baixo. Coloque uma camiseta ou polo mais larga, vire a barra e aposte num tênis descolado. Avezdosbonés Um típico acessório que esta presente no armário das pessoas há muito tempo, hoje faz também a cabeça dos Skatistas que não abrem mão de estar sempre antenados com o que há de mais moderno e estiloso, além de proteger do sol, o acessório torna o Look muito mais fashion e despojado, nos mais diversos formatos, cores e estampas, o boné esta presente tanto no visual masculino, quanto feminino, veja abaixo alguns exemplos desse acessório descolado e moderno . Engana-se quem pensa que eles não fazem a cabeça das meninas também, como já dissemos antes, elas estão super atentas e aderindo cada vez mais ao estilo Skate, confira abaixo alguns modelos desenvolvidos exclusivamente para elas. Acessórios para arrematar o look Há uma variedade enorme de acessórios que finalizam o visual do skatista. Começando pelos bonés, a marca registrada de quem pratica o esporte, eles têm de ter algo que chame a atenção: nome de uma marca voltada para esse público, desenhos divertidos ou frases de efeito são algumas das alternativas. O preto continua como o tom favorito e, dificilmente, será substituído. Se você não está acostumado, tente usar um boné estampado com uma camiseta lisa no fim de semana, sem acrescentar outros elementos novos. Depois, procure por um cinto de lona. É básico e funcional, já que segura a calça. Ou não! Afinal, skatista que é skatista gosta de deixar a cueca à mostra. Se quiser arriscar, opte pelo modelo boxer. Para arrematar o look, encontre um tênis com solado pesado e, de preferência, de cano alto. Selecionamos algumas fotos, para mostrar aos nossos leitores o quão modernos estão os Skatitas e antenados no que diz respeito á moda e suas tendências, confira abaixo alguns looks e inspire-se para investir no seu também !!
  6. 6. S do Skate e você pensa que Skate foi feito apenas para meninos, está muito enganada. É hora de quebrar esse tabu! Muita gente ainda pensa preconceituosamente que esse esporte está voltado apenas para os meninos, o que é um grande engano, é sim possível andar de Skate e acompanhar as tendências da moda sem perder a feminilidade. Vejam aqui, algumas dicas de como ser uma Skatista super fashion e feminina... Camisetas e Regatas Shorts Camisetas e regatas com estampas legais e estilosas (camisetas de bandas é um ótimo exemplo), camisa xadrez também pode ser uma boa opção para fazer um look legal, a manga longa tanto comprida auxiliam para um look despejado, flanela esta super em alta!! Acessórios e Calças Calça jeans muito justa não é recomendado, pois pode atrapalhar e ser desconfortável, calça do tamanho ideal (nem apertada ou larga demais) é a melhor opção. Shorts estilo boyfriend são bem legais, mas também pode usar shorts mais justos. Para dar um estilo mais rock n’ roll, calças e shorts com taxas, rasgados e desgastados são bem vindos. São diversos acessórios que você pode usar para ficar mais feminina e linda. Exemplos: Bonés femininos, anéis, pulseiras, correntinha, óculos, a variedade é muito grande e está liberado usar e abusar dos acessórios.
  7. 7. Sneakers São confortáveis, estilosos e existem vários estilos e cores. Marcas que recomendo: Vans, Nike, Mad Rats, é importante ressaltar que além dessas marcas em especial, existem inúmeras outras com modelos dos mais variáveis possível, cabe a você abusar e ousar na hora da escolha. 09 Marcas Sem referência de Marca para fazer suas compras? Não se preocupe! Preparamos um guia das marcas mais procuradas pela galera do Skate, para lhe auxiliar no momento da compra. Agora é só conferir e correr paras as compras! São Elas: Quiksilver, Billabong,Element, Oakley, Volcom, Onbongo, Okdok, DC, Converse All Star, Rusty. Essas são apenas algumas referências, entre muitas existentes, o intuito é auxiliar e facilitar as suas compras e com o dia a dia, você conhecerá muitas outras marcas que surgem dia após dia. As cores Além do estilo retrô que está super em alta e vem com força nos anos de 2012 e 2013, está super em alta também o Color Block, que são as peças e acessórios com cores quentes e vivas, chamativas e despojadas, que está sendo adotada também pela galera do Skate. Fashion e estilosas elas estão conquistando cada vez mais o gosto da galera e está mais presente do que podíamos imaginar. O roxo, verde, vermelho, amarelo, mostarda, melancia e bordô estão vindo com tudo! Confira algumas peças e sinta-se livre para usar e abusar, mais claro que, com moderação para não extravasar demais.
  8. 8. Mega A Mega Ra m 106 Tudo tem uma base e o skate não seria diferente. Antes de falarmos das rampas de skate, vamos conhecer a mais temida de todas, conhecida como o “monstro”, ou melhor dizendo a MegaRampa. A MegaRampa surgiu nos Estados Unidos onde é chamada de Big Air(Grande Aereo), mede 105 metros de extensão e 27 metros de altura, sendo a maior rampa do mundo. A primeira vez que ela foi trazida para a América do Sul foi em 2008, no Brasil, montada no Sambódromo do Anhembi. O Brasileiro Bob Burnquist é bicampeão da MegaRampa, inclusive foi ele um dos responsáveis por trazer a rampa ao Brasil. Um pouco menor que o campo do Morumbi, a rampa faz com que os skatistas cheguem a velocidade de 70km/hora. Eles encerram a descida em uma outra rampa de 8 metros onde podem chegar à 16 metros de altura. É preciso muita coragem, ela possui 27 metros de altura, o equivalente a um prédio de 9 andares, e além disso, tem uma visão de dar medo em qualquer um. Até skatistas mais experientes acabam caindo, e para tentar amenizar os tombos, os equipamentos de segurança - como coletes, cotoveleiras e joelheiras - estão mais grossos. A MegaRampa é um evento pra quem realmente gosta de esportes radicais.
  9. 9. 13 mpa 27 Metros * Medidas da Megarampa montada no Sambódromo do Anhembi Metros As estruturas são feitas geralmente de madeira e aço, dividida em duas ou três partes. As mais usadas são de três partes, parte onde atleta desce rampa uma queda de 12m (40’) ou mais acima, um salto em distância, os saltos variam em distância 7.5m (25’) a 21m (70’) entre o lançamento eo pouso seções e uma rampa no vertical metade de um (Half-Pipe) essa metade pode ser 5.4m (18’) ou mais de altura e serve tanto para diminuir velocidade ou para fazer Manobras e voltar na mesma transição. Ao longo dos anos foi adicionado um corrimão na parte do salto em distância, este obstáculo tem formato de um Arco-íris. O comprimento total destas estruturas variam de cerca de 60m (200 ‘) a 108m (360’) de comprimento.
  10. 10. Chorão Skate Park é uma pista de skate indoor do Brasil. Fica localizada em Santos, litoral do estado de São Paulo. O prenome “chorão” vem do pseudônimo do proprietário da pista, o vocalista da banda Charlie Brown Jr., o Chorão. Em 2004 a pista foi aberta ao público mas só no dia 6 de Novembro de 2005 que houve a inauguração. A festa de abertura foi realizada com shows da A Filial, Parte Um, Dead Fish e Charlie Brown Jr. Muitos fãs do Charlie Brown de várias partes do Brasil compareceram na inauguração do Chorão Skate Park e puderam assistir ao vivo aos shows e a uma sessão de skate com representantes do esporte. A pista já sediou algumas etapas do Circuito Brasileiro de Freestyle e do Campeonato Mundial de Skateboard Freestyle do Brasil em 27 de Outubro de 2008. Não só existem campeonatos mas algumas apresentações da banda Charlie Brown Jr, também. Atualmente o acesso à pista é restrita aos amigos do Chorão e para a Equipe Plata e Doce.
  11. 11. Uma veterana na cidade de pedra A pista pública de São Bernardo do Campo foi inaugurada no dia 14 de fevereiro de 1982. Cinco anos depois, recebeu sua primeira ampliação com a construção de um half pipe, composto por uma área de street, o tribanks, e uma área com obstáculos menores. Em 2004 o complexo foi fechado para uma grande reforma, reabrindo três anos mais tarde, desta vez como Parque da Juventude Città di Maróstica. O espaço que passou a ser considerado o complexo de esportes radicais com a maior pista de skate da América Latina e a terceira do mundo, oferece aos praticantes uma completa infraestrutura, colocando a cidade como um exemplo de gestão do esporte, atendendo skatistas de todas as idades, em várias modalidades. O que fez de São Bernardo do Campo uma referência do esporte. Com mais de 21 mil metros quadrados, o parque abriga de forma inédita no País, diferentes modalidades de esportes radicais, entre elas, skate, patins in line, bicicleta, tirolesa, rapel e escalada, além de contar com a pista de skate mirim (para crianças até 12 anos). O Parque da Juventude Città di Maróstica está localizado na Avenida Armando Ítalo Setti, 65 no centro de São Bernardo do Campo.
  12. 12. S Gabriel (sagui) Nascido: São Paulo Idade: 28 anos Anda de skate há: 18 anos Conheceu o skate: Um muleque passou do outro lado da rua de casa subiu um degrauzinho com o skate logo olhei, vi, me apaixonei. Primeiro contato com o skate: Esse mesmo muleque passava direto na rua com o skate, conversei com ele e troquei minha coleção de Playmobil pelo skate velho que ele tinha na casa dele, bem coisa de criança mesmo. Detalhe que o skate do cara que era um tubarão. Aqueles skates das antigas. Quando: 1994 na copa do mundo quando Brasil foi campeão com Romário, Bebeto. Melhor pico: Todos são tenham meus parceiros andando comigo. Isso me motiva e eu motivo os outros a andar tb.. Não existe nada melhor do que ver seus amigos andando e acertando as manobras. isso te inspira Melhor manobra: Aquela que na hora que você acerta a está tudo mudo, tudo para, som, tempo, aquele único momento de intimidade que o skatista tem junto com o seu skate Melhor musica para um role: Hip hop bem gangstar, Notorius BIG, Dj format, James Brow, nossa tem muitos .... Pior rola: Voltando pra casa depois de uma sessão de skate, estava chovendo, fui mandar um slide de back escorregou cai coloquei a mão escorregou meti a testa no chão que abriu uma BU!@#$%, e pra ajudar eu sangrando pra carai o cara do busão não queria me deixar passar por baixo, depois de insistir muito ele deixo. Consequência de 7 pontos na testa !!! alve, Salve, a Revista 540º faz um role com os skatistas Gabriel (sagui), Nego Vila Mada e Rafael Alves (Bosão), por alguns picos de Sampa no feriado prolongado. Demos uma volta pela cidade em um Nissan Prata, ao melhor som do rap e do hipohop. Primeiramente passamos na recém-inaugurada Praça Rooselvelt onde depois da reforma o piso ficou perfeitamente liso, com escada e canteiros com uma bela borda de madeira, “um verdadeiro playground para os skatistas “Diz Sagui “ depois passamos pelo pátio do Estádio do Pacaembu aonde tem escada enormes com um muro nos cantos perfeitos para uma descida do melhor estilo, também conhecemos uma escadinha com um pequeno corrimão para algumas manobras na antiga Ladeira da Morte (Hj em dia conhecida como Blue Square). Para finalizar em grande estilo passamos na Pista do Sumaré. Nós tivemos um bate-papo com Saqui para contar como foi o role. 540º- Gabriel conte como descobriu o talento para o skate? Gabriel- Percebi logo cedo que tinha facilidade para acertar as manobras, tentava e não demorava muito já acertava, mais rápido que meus amigos, não me pergunte o porque, DEUS quis assim e assim eu fiz por merecer dando o máximo de mim!!! 540º- O que mais te inspira na hora da session de skate? Gabriel- Meus amigos andando comigo, acertando as manobras, isso me inspira demais.
  13. 13. 540º- A Praça Roosevelt está sendo um pico onde muitos skatistas estão pirando, o que você achou da reforma que fizeram? Gabriel - Achei muito foda, tem tudo para um skatista, um verdadeiro Playground para os Skatólatras, até porque o primeiro campeonato que eu ganhei foi lá, que foi o primeiro Campeonato Street Rousevelt que teve. Então voltar a andar lá em um pico de grande estilo é sensacional... 540º- O ultimamente a praça tem sido alvo de muita polêmica, os moradores envolta tem reclamado muito do uso indevido da praça pelos skatistas, o que você acha disso? Gabriel- Não tiro a razão mas também não sou a favor. Se querem reclamar deem algo em troca, já que é uma praça publica podemos ir lá, se for para tirar nos deem outra em troca rssrsr “ Gabriel- Isso há muito tempo atrás quando eu colava lá com um GRANDE amigo meu e outra lenda do skate também o JEFFINHO (falecido). Isso há uns 15 anos atrás. Há praça era completamente zuada. Hoje em dia podemos dizer também, que viro um parquinho de diversões para os skatistas 540º- por último e para fechar a tarde de role, demos uma volta na Pista do Sumaré. O que está pista agrego para o skate da região? um verdadeiro Playground para os Skatólatras 540º- Logo depois da Praça colamos em um “escadão” no Estádio do Pacaembu aonde rendeu boas fotos, como foi a primeira vez que você desceu aquele monstro? rs ” Gabriel- MUITO, pois ela só foi conquistada depois que colocaram paralelepípedos em uma praça que tinha ali do lado onde os skatista se reunião para o role (Praça do ALVES) depois que desapropriaram a ladeira do ALVES fizeram a pista.. Deveriam ter deixado a ladeira e a pista, mais a pistinha tira muita gente da rua, sendo assim ela agregou muito para o skate!! 540º- Deixa o seu recado para os leitores da revista 540 Graus?! Gabriel- Nunca tenha medo de nada, você pode tudo, porém tudo o que você fizer vai ter suas Gabriel- Foi vendo um velho amigo do skate fazendo consequências, por isso faça tudo consciente sempre isso, a lenda Luciano PT rs, ele me inspirou, fui tentei sabendo o que fazer, deixe que a sua emoção venha depois da razão, você verá que depois de um acerto, algumas vezes e quando vi já estava acertando. de uma palavra, de um conselho, de uma ajuda, tudo 540º- Em seguida passamos em um pico onde tinha aquilo foi pensado POR VC e com razão, da e depois uma escada de 5 degraus e um pequeno corrimão, meu filho, pode se EMOCIONAR a vontade rsrsrs, aonde tinha outros skatistas, desde quando vocês tem essa mistura sendo bem dosada fará de você um usado o lugar para a pratica do skate? HOMEM FELIZ. “PRA ONDE VOU FUI E VIM”
  14. 14. NEGO PISTA DO sUMARÉ FLIP sAQUI - pRAÇA rOOSEVELT noSE sLIDE SAQUI ESCADINHA FLIP RAFAEL - pRAÇA rOOSEVELT FLIP
  15. 15. sAQUI - pRAÇA rOOSEVELT blunstlide NEGO escadinha FLIP sAQUI pRAÇA rOOSEVELT FS grind Gabriel (saqui) NEgo Rafael
  16. 16. As barreiras que o skate brasileiro enfrentou O skate tem origem na Califórnia na década de 60. Inventado por surfistas que queriam se divertir quando as ondas não estivessem tão altas e na época do frio. Depois disso foi surgindo várias pessoas que gostavam de praticar o skate, e com isso em 1965, surgiram os primeiros campeonatos. Q uando o skate chegou no Brasil, foi uma revolução. A maioria das pessoas se interessaram por esse novo esporte que e stava surgindo e começaram a praticá-lo com frequência. Mas na década de 70 o skate foi desaparencendo do Brasil por conta do futebol. Era um esporte que vinha crescendo cada vez mais por conta de títulos mundiais ganhos pelo país. Foi quando eskatistas americanos vieram para o Brasil e perceberam que realmente a prática do skate tinha se apagado. Christian Hosoi, um dos principas nomes do esporte nesse período, foi o responsável por trazer o skate de volta ao nosso país. Como todos sabem, os skatistas nunca foram de levar desaforo para casa. Por conta disso e de o skate ter nascido pelos surfistas - que tinham fama de maconheiros - , eles sempre foram vistos como vândalos, malandros, bandidos e maconheiros também, como se a prática do skate fosse um crime. A primeira revista que lançou a matéria “Andar de Skate não é crime” foi a revista Yea! Hoje em dia esse preconceito está diminuindo bastante, mais ainda existe em nossa sociedade. A história do skate no Brasil, resume-se na Pista de São Bernardo, conhecida mundialmente pelos skatistas, era o Maracanã do skate, muitas pessoas
  17. 17. Manifestação no Parque do Ibirapuera iam lá só para admirar quem praticava essa modalidade. Uma curiosidade: quem reformava a pista de skate, ou seja tapava os buracos que lá surgiam, eram os próprios skatistas, que não recebiam nenhuma ajuda e muito menos incentivo da prefeitura ou de qualquer outro órgão. Outro local que era e ainda é bem frequentado por eles é o Parque do Ibirapuera. Na posse de Jânio Quadros como prefeito da cidade de São Paulo em 1988, ele proibiu a prática do skate no Parque. Isso tornou uma revolução na cidade de enorme proporção. Os Skatistas fizeram uma manifestação anti-Jânio na ruas, com a finalidade de ele voltar atrás e liberar o “Ibira” para eles. Isso não deu muito certo, ele acabou fechando os portões do parque para que ninguém pudesse entrar. Depois de bater boca com um skatista que estava presente na manifestação, Jânio proibiu o skate na cidade de São Paulo inteira. Na época, o que mais tinha nas delagacias da cidade, eram skates, pois o skatistas não respeitavam, achavam um absurdo essa lei que ele fez, e por conta disso o skates eram apreendidos. A imprensa caiu pesado sobre essa proibição, várias matérias de jornais, contando o absurdo que acabava de acontecer. Essa foi a época em que o skate teve mais mídia em todo o mundo. A lei da proibição era muito clara, só foi derrubada quando Luíza Erundina entrou no poder da prefeitura. Mas pelo skate ela nunca fez nada. Depois disso, surgiram as marcas brasileiras. Foi quando skatistas que iam para a Califórnia descobriram que essas marcas eram cópias das marcas estrangeiras. Como por exemplo, a Mad Rats, o tênis que essa marca fabricava era totalmente igual ao da Vans. Mas fazer o que? Os skatistas brasileiros precisavam de patrocínios, até mesmo para participar de campeonatos fora do país. Foi quando a equipe brasileira (Bob Burnquist, Sandro Dias, Lincoln Ueda, entre outros) foi participar de um campeonato na Califónia, e por conta dessa marcas copiadas, os brasileiros tornaram-se alvo de piada para os americanos. Sem se deixar abater, a equipe brasileira foi para o campeonato com muita garra, até que Ueda foi para final e ficou em quarto lugar, o que era impossível naquela época. O Ueda trouxe o impossível para os brasileiros; abriu a porta para as possibilidades acontecerem, mostrando ainda, que assim como os estrangeiros, eles mandavam muito bem nas pistas. E isso não tem preço. Desde então, o Brasil vem fazendo nomes brilhar cada vez mais neste esporte. Lincon Ueda
  18. 18. 26
  19. 19. 27

×