O OLHAR DE JESUS

3.679 visualizações

Publicada em

Jesus com um simples olhar passou uma mensagem para Pedro depois que esse negou ser discípulo de Jesus.

Publicada em: Espiritual
0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
3.679
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
3
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
42
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

O OLHAR DE JESUS

  1. 1. O OLHAR DE JESUS Lc 22:44-62
  2. 2. Lucas 22  44 E, estando em agonia, orava mais intensamente. E aconteceu que o seu suor se tornou como gotas de sangue caindo sobre a terra.  45 Levantando-se da oração, foi ter com os discípulos, e os achou dormindo de tristeza,  46 e disse-lhes: Por que estais dormindo? Levantai-vos e orai, para que não entreis em tentação.  47 Falava ele ainda, quando chegou uma multidão; e um dos doze, o chamado Judas, que vinha à frente deles, aproximou-se de Jesus para o beijar.  48 Jesus, porém, lhe disse: Judas, com um beijo trais o Filho do Homem?  49 Os que estavam ao redor dele, vendo o que ia suceder, perguntaram: Senhor, feriremos à espada?
  3. 3.  50 Um deles feriu o servo do sumo sacerdote e cortou-lhe a orelha direita.  51 Mas Jesus acudiu, dizendo: Deixai, basta. E, tocando-lhe a orelha, o curou.  52 Então, dirigindo-se Jesus aos principais sacerdotes, capitães do templo e anciãos que vieram prendê-lo, disse: Saístes com espadas e porretes como para deter um salteador?  53 Diariamente, estando eu convosco no templo, não pusestes as mãos sobre mim. Esta, porém, é a vossa hora e o poder das trevas.
  4. 4.  54 Então, prendendo-o, o levaram e o introduziram na casa do sumo sacerdote. Pedro seguia de longe.  55 E, quando acenderam fogo no meio do pátio e juntos se assentaram, Pedro tomou lugar entre eles.  56 Entrementes, uma criada, vendo-o assentado perto do fogo, fitando-o, disse: Este também estava com ele.  57 Mas Pedro negava, dizendo: Mulher, não o conheço.  58 Pouco depois, vendo-o outro, disse: Também tu és dos tais. Pedro, porém, protestava: Homem, não sou.  59 E, tendo passado cerca de uma hora, outro afirmava, dizendo: Também este, verdadeiramente, estava com ele, porque também é galileu.
  5. 5.  60 Mas Pedro insistia: Homem, não compreendo o que dizes. E logo, estando ele ainda a falar, cantou o galo.  61 Então, voltando-se o Senhor, fixou os olhos em Pedro, e Pedro se lembrou da palavra do Senhor, como lhe dissera: Hoje, três vezes me negarás, antes de cantar o galo.  62 Então, Pedro, saindo dali, chorou amargamente.
  6. 6. O CONTEXTO Os discípulos pareciam não estar focados;  Dormiam enquanto Jesus, em agonia, orava e derramava gotas de sangue;  Queriam ferir à espada os que vieram prender Jesus;  Pedro chega a sacar a espada e corta a orelha de Malco (Jo 18:1-13) 
  7. 7. O CONTEXTO • Jesus passou por seis julgamentos: o Três diante dos judeus:    Diante de Anás (Jo 18:12,13) Diante de Caifás (Mt 26:57) Diante do Sinédrio (Lc 22:66-71)
  8. 8. O CONTEXTO o Três diante das autoridades romanas:    Diante de Pilatos (Lc 23:1-4) Diante de Herodes (Lc 23:6-12) De volta a Pilatos (Lc 23:13-25)
  9. 9. O CONTEXTO • • No segundo julgamento (diante de Caifás) Pedro negou a Jesus três vezes Jesus havia dito: o Replicou-lhe Jesus: Em verdade te digo que hoje, nesta noite, antes que o galo cante duas vezes, três vezes tu me negarás. (Mc 14:30)
  10. 10. • O CONTEXTO Pedro se assentou com os servos de Caifás e os guardas: foi reconhecido por uma das servas do Sumo Sacerdote, negou a primeira vez (Lc 22:63-65); • Saiu e foi ao alpendre e foi reconhecido por outra serva, negou a segunda vez (Mt 26:71); • Foi reconhecido como um galileu, negou pela terceira vez e o galo cantou pela segunda vez .
  11. 11. MEDITAÇÕES SOBRE A EXPERIÊNCIA DE PEDRO COM O OLHAR DE JESUS
  12. 12. 1 - NOS LEMBRA QUÃO PROFUNDA É A EXPERIÊNCIA DE ENCONTRO PESSOAL COM JESUS Pedro foi impactado pelo olhar de Jesus porque já tinha uma experiência profunda com o Mestre;  Vários exemplos de encontros marcantes:  Os pescadores deixaram tudo para seguir a Jesus; ii. Zaqueu subiu em uma árvore para ver a Jesus iii. Bartimeu, o cego, gritou no meio da multidão pela misericórdia de Jesus iv. A mulher com fluxo de sangue toca nas vestes de Jesus i.
  13. 13. 1 - NOS LEMBRA QUÃO PROFUNDA É A EXPERIÊNCIA DE ENCONTRO PESSOAL COM JESUS A experiência mais marcante em nossas vidas: A Conversão  é mudança de direção, é tornar-se uma nova criatura  Nosso olhar se encontra com o olhar e Jesus: i. Lendo a Bíblia ii. Ouvindo uma pregação iii. Ouvindo um louvor 
  14. 14. 2 - VOCÊ NÃO PODE SE ESCONDER DE DEUS Pedro pensou poder ficar oculto entre os servos do sumo sacerdote e os guardas, queria acompanhar de longe;  O olhar de Jesus representa o nosso encontro com nossas limitações e pecados. Estamos nus na presença de Deus exibindo:  Egoísmo ii. Indiferença iii. Violência iv. Lascívia e impureza v. Mágoa e rancor vi. Maledicência i.
  15. 15. 2 - VOCÊ NÃO PODE SE ESCONDER DE DEUS  De tudo daremos conta diante de Deus no último dia Nossos atos acarretam consequências; ii. Nosso compromisso com Jesus requer uma postura aprovada por Deus iii. O mundo ao redor observa nosso testemunho i.
  16. 16. 2 - VOCÊ NÃO PODE SE ESCONDER DE DEUS Jesus olhou para Pedro não para reprimir;  Ele está no controle, é soberano  Um olhar de restauração ii. Deus quer nos moldar e formar em nós um caráter aprovado iii. Jesus olhava em Pedro o líder da Igreja, Apóstolo que ele viria a ser i.
  17. 17. 3 - ELE QUER A NOSSA SANTIDADE  É condição para a proclamação das Boas Novas i.  Assim brilhe também a vossa luz diante dos homens, para que vejam as vossas boas obras e glorifiquem a vosso Pai que está nos céus. (Mt 5:16) É condição para nosso crescimento espiritual i. “ Disse Josué também ao povo: Santificai-vos, porque amanhã o Senhor fará maravilhas no meio de vós.” (Js 3:5)
  18. 18. 3 - ELE QUER A NOSSA SANTIDADE  É condição para ter comunhão com Deus Não há comunhão entre a luz e as trevas ii. Como filhos obedientes, não vos conformeis às concupiscências que antes tínheis na vossa ignorância; mas, como é santo aquele que vos chamou, sede vós também santos em todo o vosso procedimento; porquanto está escrito: Sereis santos, porque eu sou santo. (I Pe 1:14-16) E sereis para mim santos; porque eu, o Senhor, sou santo, e vos separei dos povos, para serdes meus. (Lv 20:26) i.
  19. 19. O OLHAR DE JESUS 1 - Nos lembra quão profunda é a experiência de encontro pessoal com Jesus; 2 - Você não pode se esconder de Deus; 3 - Ele quer a nossa santidade

×