SlideShare uma empresa Scribd logo

Aula 02e03 instrumentação

O documento apresenta símbolos utilizados em projetos de automação industrial de acordo com a norma ANSI/ISA-S5.1. Ele descreve tabelas com letras de identificação para variáveis e funções, símbolos para linhas de instrumentação, localização de instrumentos e atuadores.

1 de 30
Baixar para ler offline
AULA 02: Simbologias
OBJETIVO:
Apresentar e trabalhar os símbolos mais
utilizados nos projetos de automação.
Prof. Eduardo Bento Pereira Departamento de Engenharia elétrica 1/2013
Automação Industrial
Contextualização:
Nível 1:
Nível 2:
Nível 3:
Nível 4:
Nível 5:
Dispositivos de campo, sensores e atuadores
Controle
Gerenciamento de “planta”
Gerenciamento
corporativo
Supervisão
Sensores digitais e analógicos
Atuadores (válvulas, cilindros,
inversores de frequência, servo
motores )
Prof. Eduardo Bento Pereira Departamento de Engenharia elétrica 1/2013
Automação Industrial
Norma ANSI/ISA-S5.1
A norma ANSI/ISA-S5.1-1984 (R1992) Instrumentation Symbols and
Identification foi idealizada com o intuito de ser uma padronização de
simbologia e identificação de instrumentos e equipamentos de processo.
Prof. Eduardo Bento Pereira Departamento de Engenharia elétrica 1/2013
Automação Industrial
Norma
ANSI/ISA-S5.1
Tabela de letras de
identificação:
Primeiro grupo de letras Segundo grupo de letras
Variável Medida ou iniciadora Função
1ª letra Modificadora Passiva ou
informação
Ativa ou de
saída
Modificadora
A Análise Alarme
C Controlador
D Diferencial
F Vazão Razão
H Comando
manual
Alto
I Corrente
Elétrica
Indicador
L Nível Lâmpada
piloto
Baixo
P Pressão,
vácuo
Conexão para
ponto de teste
Q Quantidade Totalização
S Velocidade ou
frequência
Segurança Chave
T Temperatura Transmissor
V Vibração Válvula
Z Posição Eixo z Elemento final
de controle
Prof. Eduardo Bento Pereira Departamento de Engenharia elétrica 1/2013
Automação Industrial
Norma
ANSI/ISA-S5.1
Tabela de letras de
identificação:
Primeiro grupo de letras Segundo grupo de letras
Variável Medida ou iniciadora Função
1ª letra Modificadora Passiva ou
informação
Ativa ou de
saída
Modificadora
A Análise Alarme
C Controlador
D Diferencial
F Vazão Razão
H Comando
manual
Alto
I Corrente
Elétrica
Indicador
L Nível Lâmpada
piloto
Baixo
P Pressão,
vácuo
Conexão para
ponto de teste
Q Quantidade Totalização
S Velocidade ou
frequência
Segurança Chave
T Temperatura Transmissor
V Vibração Válvula
Z Posição Eixo z Elemento final
de controle
Em vermelho
estão os mais
utilizados
Prof. Eduardo Bento Pereira Departamento de Engenharia elétrica 1/2013
Automação Industrial
Norma
ANSI/ISA-S5.1
Tabela de letras de
identificação:
Primeiro grupo de letras Segundo grupo de letras
Variável Medida ou iniciadora Função
1ª letra Modificadora Passiva ou
informação
Ativa ou de
saída
Modificadora
A Análise Alarme
C Controlador
D Diferencial
F Vazão Razão
H Comando
manual
Alto
I Corrente
Elétrica
Indicador
L Nível Lâmpada
piloto
Baixo
P Pressão,
vácuo
Conexão para
ponto de teste
Q Quantidade Totalização
S Velocidade ou
frequência
Segurança Chave
T Temperatura Transmissor
V Vibração Válvula
Z Posição Eixo z Elemento final
de controle
http://www.eletronicosforum.com/cursos/Eletronica/cursos/Simbologia_de_instrumentacao
.pdf
Versão completa:
Prof. Eduardo Bento Pereira Departamento de Engenharia elétrica 1/2013
Automação Industrial

Recomendados

Mais conteúdo relacionado

Mais procurados

Instrumentaçao Industrial - Introduçao
Instrumentaçao Industrial - IntroduçaoInstrumentaçao Industrial - Introduçao
Instrumentaçao Industrial - IntroduçaoAnderson Pontes
 
97792047 n-0059-simbolos-graficos-para-desenhos-de-tubulacao (2)
97792047 n-0059-simbolos-graficos-para-desenhos-de-tubulacao (2)97792047 n-0059-simbolos-graficos-para-desenhos-de-tubulacao (2)
97792047 n-0059-simbolos-graficos-para-desenhos-de-tubulacao (2)Jupira Silva
 
Apostila petrobras-bombas
Apostila petrobras-bombasApostila petrobras-bombas
Apostila petrobras-bombastabVlae
 
57768 1289 28.02.2012 13.36.09_03_nomenclatura_simbologia_r1
57768 1289 28.02.2012 13.36.09_03_nomenclatura_simbologia_r157768 1289 28.02.2012 13.36.09_03_nomenclatura_simbologia_r1
57768 1289 28.02.2012 13.36.09_03_nomenclatura_simbologia_r1Tuane Paixão
 
válvulas de instrumentação
válvulas de instrumentaçãoválvulas de instrumentação
válvulas de instrumentaçãoRafael Bruno
 
Industria de processos
Industria de processosIndustria de processos
Industria de processosWillams Vitor
 
Simbologia pneumatica
Simbologia pneumaticaSimbologia pneumatica
Simbologia pneumaticaGleiton Kunde
 
Instrumentação Industrial - Medição de Pressão
Instrumentação Industrial - Medição de PressãoInstrumentação Industrial - Medição de Pressão
Instrumentação Industrial - Medição de PressãoAnderson Pontes
 
Manual de manutenção industrial do senai
Manual de manutenção industrial do senaiManual de manutenção industrial do senai
Manual de manutenção industrial do senaiizaudaMonteiro
 
Apostila de-valvulas-industriais-petrobras
Apostila de-valvulas-industriais-petrobrasApostila de-valvulas-industriais-petrobras
Apostila de-valvulas-industriais-petrobrasMarcio Parente
 

Mais procurados (20)

Aula 08 pneumatica-unifei
Aula 08 pneumatica-unifeiAula 08 pneumatica-unifei
Aula 08 pneumatica-unifei
 
Instrumentaçao Industrial - Introduçao
Instrumentaçao Industrial - IntroduçaoInstrumentaçao Industrial - Introduçao
Instrumentaçao Industrial - Introduçao
 
97792047 n-0059-simbolos-graficos-para-desenhos-de-tubulacao (2)
97792047 n-0059-simbolos-graficos-para-desenhos-de-tubulacao (2)97792047 n-0059-simbolos-graficos-para-desenhos-de-tubulacao (2)
97792047 n-0059-simbolos-graficos-para-desenhos-de-tubulacao (2)
 
Simbologia
Simbologia Simbologia
Simbologia
 
02 aula - simbologia
02   aula - simbologia02   aula - simbologia
02 aula - simbologia
 
Simbologia isa
Simbologia isaSimbologia isa
Simbologia isa
 
instrumentação industrial
instrumentação industrialinstrumentação industrial
instrumentação industrial
 
Apostila petrobras-bombas
Apostila petrobras-bombasApostila petrobras-bombas
Apostila petrobras-bombas
 
57768 1289 28.02.2012 13.36.09_03_nomenclatura_simbologia_r1
57768 1289 28.02.2012 13.36.09_03_nomenclatura_simbologia_r157768 1289 28.02.2012 13.36.09_03_nomenclatura_simbologia_r1
57768 1289 28.02.2012 13.36.09_03_nomenclatura_simbologia_r1
 
válvulas de instrumentação
válvulas de instrumentaçãoválvulas de instrumentação
válvulas de instrumentação
 
3 1 simbologia
3 1   simbologia3 1   simbologia
3 1 simbologia
 
Industria de processos
Industria de processosIndustria de processos
Industria de processos
 
Clp logo e s7 200
Clp logo e s7 200Clp logo e s7 200
Clp logo e s7 200
 
Simbologia pneumatica
Simbologia pneumaticaSimbologia pneumatica
Simbologia pneumatica
 
Reatores químicos 2
Reatores químicos 2Reatores químicos 2
Reatores químicos 2
 
Compressores
CompressoresCompressores
Compressores
 
Instrumentação Industrial - Medição de Pressão
Instrumentação Industrial - Medição de PressãoInstrumentação Industrial - Medição de Pressão
Instrumentação Industrial - Medição de Pressão
 
Manual de manutenção industrial do senai
Manual de manutenção industrial do senaiManual de manutenção industrial do senai
Manual de manutenção industrial do senai
 
Medidores e sensores de vazão
Medidores e sensores de vazãoMedidores e sensores de vazão
Medidores e sensores de vazão
 
Apostila de-valvulas-industriais-petrobras
Apostila de-valvulas-industriais-petrobrasApostila de-valvulas-industriais-petrobras
Apostila de-valvulas-industriais-petrobras
 

Destaque

Destaque (9)

Controle de processo senai
Controle de processo   senaiControle de processo   senai
Controle de processo senai
 
2 Simbologia
2 Simbologia2 Simbologia
2 Simbologia
 
Instrumentos para medição de nível
Instrumentos para medição de nívelInstrumentos para medição de nível
Instrumentos para medição de nível
 
Simbologia
SimbologiaSimbologia
Simbologia
 
Metrologia
MetrologiaMetrologia
Metrologia
 
Instrumentos de medida
Instrumentos de medidaInstrumentos de medida
Instrumentos de medida
 
Instrumentacion normas isa sesion i
Instrumentacion normas isa   sesion iInstrumentacion normas isa   sesion i
Instrumentacion normas isa sesion i
 
Operações unitárias
Operações unitáriasOperações unitárias
Operações unitárias
 
Tubulações industriais senai rj
Tubulações industriais senai rjTubulações industriais senai rj
Tubulações industriais senai rj
 

Semelhante a Aula 02e03 instrumentação

Aula_03_Simbologia_ISA.pptx
Aula_03_Simbologia_ISA.pptxAula_03_Simbologia_ISA.pptx
Aula_03_Simbologia_ISA.pptxssuser7f7a9a
 
Capitulo 3 - Identificacao de Instrumentos.pptx
Capitulo 3 - Identificacao de Instrumentos.pptxCapitulo 3 - Identificacao de Instrumentos.pptx
Capitulo 3 - Identificacao de Instrumentos.pptxRafaelSodr6
 
Simbologia_Operador Industrial (1).pdf
Simbologia_Operador Industrial (1).pdfSimbologia_Operador Industrial (1).pdf
Simbologia_Operador Industrial (1).pdfCleberson24
 
Simbologia e Nomenclatura.pdf
Simbologia e Nomenclatura.pdfSimbologia e Nomenclatura.pdf
Simbologia e Nomenclatura.pdfAdemilsonCaetano2
 
2ª Aula_EPO_Simbologia.ppt
2ª Aula_EPO_Simbologia.ppt2ª Aula_EPO_Simbologia.ppt
2ª Aula_EPO_Simbologia.pptSousaSmithSandra
 
02-aula-simbologia-151211191839.pdf
02-aula-simbologia-151211191839.pdf02-aula-simbologia-151211191839.pdf
02-aula-simbologia-151211191839.pdfCleberSalvaterra2
 
Símbolos e Identificação
Símbolos e IdentificaçãoSímbolos e Identificação
Símbolos e IdentificaçãoRicardo Akerman
 
Automação de Processos Industriais
Automação de Processos IndustriaisAutomação de Processos Industriais
Automação de Processos IndustriaisRicardo Akerman
 
como_ler_diagramas_eletricos.pdf
como_ler_diagramas_eletricos.pdfcomo_ler_diagramas_eletricos.pdf
como_ler_diagramas_eletricos.pdfJohnnyBatistela
 
Catálogo de Instrumentos Elétricos RENZ 2014
Catálogo de Instrumentos Elétricos RENZ 2014Catálogo de Instrumentos Elétricos RENZ 2014
Catálogo de Instrumentos Elétricos RENZ 2014Luis Renz
 
SRP 4100 FLEX 380V DANFOSS FC101 CONTROL NET.pdf
SRP 4100 FLEX 380V DANFOSS FC101 CONTROL NET.pdfSRP 4100 FLEX 380V DANFOSS FC101 CONTROL NET.pdf
SRP 4100 FLEX 380V DANFOSS FC101 CONTROL NET.pdfDanieldesouza64
 
Apostila%20 %20 plc%20-%20siemens%20step%207
Apostila%20 %20 plc%20-%20siemens%20step%207Apostila%20 %20 plc%20-%20siemens%20step%207
Apostila%20 %20 plc%20-%20siemens%20step%207Roberto Sousa
 
Apostila plc - siemens step 7
Apostila   plc - siemens step 7Apostila   plc - siemens step 7
Apostila plc - siemens step 7Fabio Roberto
 
Apostila plc - siemens step 7
Apostila   plc - siemens step 7Apostila   plc - siemens step 7
Apostila plc - siemens step 7Roberto Sousa
 
Analisador paramétrico de Transístores com controlo de temperatura
Analisador paramétrico de Transístores com controlo de temperaturaAnalisador paramétrico de Transístores com controlo de temperatura
Analisador paramétrico de Transístores com controlo de temperaturaFernando Rui Campos
 
Apostila de instrumentação_industrial_-_senai
Apostila de instrumentação_industrial_-_senaiApostila de instrumentação_industrial_-_senai
Apostila de instrumentação_industrial_-_senaijeff1989
 

Semelhante a Aula 02e03 instrumentação (20)

Aula_03_Simbologia_ISA.pptx
Aula_03_Simbologia_ISA.pptxAula_03_Simbologia_ISA.pptx
Aula_03_Simbologia_ISA.pptx
 
Simbologia isa
Simbologia isaSimbologia isa
Simbologia isa
 
Capitulo 3 - Identificacao de Instrumentos.pptx
Capitulo 3 - Identificacao de Instrumentos.pptxCapitulo 3 - Identificacao de Instrumentos.pptx
Capitulo 3 - Identificacao de Instrumentos.pptx
 
Simbologia_Operador Industrial (1).pdf
Simbologia_Operador Industrial (1).pdfSimbologia_Operador Industrial (1).pdf
Simbologia_Operador Industrial (1).pdf
 
Guia lide 1.1
Guia lide 1.1Guia lide 1.1
Guia lide 1.1
 
3 aula2 definicoes-terminologias-1
3 aula2 definicoes-terminologias-13 aula2 definicoes-terminologias-1
3 aula2 definicoes-terminologias-1
 
Simbologia e Nomenclatura.pdf
Simbologia e Nomenclatura.pdfSimbologia e Nomenclatura.pdf
Simbologia e Nomenclatura.pdf
 
2ª Aula_EPO_Simbologia.ppt
2ª Aula_EPO_Simbologia.ppt2ª Aula_EPO_Simbologia.ppt
2ª Aula_EPO_Simbologia.ppt
 
02-aula-simbologia-151211191839.pdf
02-aula-simbologia-151211191839.pdf02-aula-simbologia-151211191839.pdf
02-aula-simbologia-151211191839.pdf
 
Símbolos e Identificação
Símbolos e IdentificaçãoSímbolos e Identificação
Símbolos e Identificação
 
Automação de Processos Industriais
Automação de Processos IndustriaisAutomação de Processos Industriais
Automação de Processos Industriais
 
como_ler_diagramas_eletricos.pdf
como_ler_diagramas_eletricos.pdfcomo_ler_diagramas_eletricos.pdf
como_ler_diagramas_eletricos.pdf
 
Catálogo de Instrumentos Elétricos RENZ 2014
Catálogo de Instrumentos Elétricos RENZ 2014Catálogo de Instrumentos Elétricos RENZ 2014
Catálogo de Instrumentos Elétricos RENZ 2014
 
SRP 4100 FLEX 380V DANFOSS FC101 CONTROL NET.pdf
SRP 4100 FLEX 380V DANFOSS FC101 CONTROL NET.pdfSRP 4100 FLEX 380V DANFOSS FC101 CONTROL NET.pdf
SRP 4100 FLEX 380V DANFOSS FC101 CONTROL NET.pdf
 
Apostila%20 %20 plc%20-%20siemens%20step%207
Apostila%20 %20 plc%20-%20siemens%20step%207Apostila%20 %20 plc%20-%20siemens%20step%207
Apostila%20 %20 plc%20-%20siemens%20step%207
 
Apostila plc - siemens step 7
Apostila   plc - siemens step 7Apostila   plc - siemens step 7
Apostila plc - siemens step 7
 
Apostila plc - siemens step 7
Apostila   plc - siemens step 7Apostila   plc - siemens step 7
Apostila plc - siemens step 7
 
Analisador paramétrico de Transístores com controlo de temperatura
Analisador paramétrico de Transístores com controlo de temperaturaAnalisador paramétrico de Transístores com controlo de temperatura
Analisador paramétrico de Transístores com controlo de temperatura
 
Apostila de instrumentação_industrial_-_senai
Apostila de instrumentação_industrial_-_senaiApostila de instrumentação_industrial_-_senai
Apostila de instrumentação_industrial_-_senai
 
Resumo instrumentação
Resumo instrumentaçãoResumo instrumentação
Resumo instrumentação
 

Mais de Tiago Oliveira

Opc e book_2021_3rd_edition_lay06
Opc e book_2021_3rd_edition_lay06Opc e book_2021_3rd_edition_lay06
Opc e book_2021_3rd_edition_lay06Tiago Oliveira
 
Transformation of simulink models to iec 61499 function blocks for verificati...
Transformation of simulink models to iec 61499 function blocks for verificati...Transformation of simulink models to iec 61499 function blocks for verificati...
Transformation of simulink models to iec 61499 function blocks for verificati...Tiago Oliveira
 
Software engineering in industrial automation state of-the-art review
Software engineering in industrial automation state of-the-art reviewSoftware engineering in industrial automation state of-the-art review
Software engineering in industrial automation state of-the-art reviewTiago Oliveira
 
Integration of distributed enterprise applications a survey
Integration of distributed enterprise applications a surveyIntegration of distributed enterprise applications a survey
Integration of distributed enterprise applications a surveyTiago Oliveira
 
Implementing multiloop control_strategy_using_iec61131
Implementing multiloop control_strategy_using_iec61131Implementing multiloop control_strategy_using_iec61131
Implementing multiloop control_strategy_using_iec61131Tiago Oliveira
 
Enterprise integration and interoperability in manufacturing systems trends ...
Enterprise integration and interoperability in manufacturing systems  trends ...Enterprise integration and interoperability in manufacturing systems  trends ...
Enterprise integration and interoperability in manufacturing systems trends ...Tiago Oliveira
 
Communication in industrial automation what is going on
Communication in industrial automation what is going onCommunication in industrial automation what is going on
Communication in industrial automation what is going onTiago Oliveira
 
Applications of agent based systems in intelligent manufacturing - review
Applications of agent based systems in intelligent manufacturing - reviewApplications of agent based systems in intelligent manufacturing - review
Applications of agent based systems in intelligent manufacturing - reviewTiago Oliveira
 
A review of soa modeling approaches for enterprise information systems
A review of soa modeling approaches for enterprise information systemsA review of soa modeling approaches for enterprise information systems
A review of soa modeling approaches for enterprise information systemsTiago Oliveira
 
Centro universitário jorge amado curso de engenharia de petróleo e gás pdf
Centro universitário jorge amado curso de engenharia de petróleo e gás   pdfCentro universitário jorge amado curso de engenharia de petróleo e gás   pdf
Centro universitário jorge amado curso de engenharia de petróleo e gás pdfTiago Oliveira
 
Engenharia de reservatorios de petroleo 2006
Engenharia de reservatorios de petroleo 2006Engenharia de reservatorios de petroleo 2006
Engenharia de reservatorios de petroleo 2006Tiago Oliveira
 
Engenharia de perfuração_e_completação_em_poços_de_petróleo
Engenharia de perfuração_e_completação_em_poços_de_petróleoEngenharia de perfuração_e_completação_em_poços_de_petróleo
Engenharia de perfuração_e_completação_em_poços_de_petróleoTiago Oliveira
 
Ether cat introduction_pt
Ether cat introduction_ptEther cat introduction_pt
Ether cat introduction_ptTiago Oliveira
 
T48313 d gl 240 m - v2.0
T48313 d   gl 240 m - v2.0T48313 d   gl 240 m - v2.0
T48313 d gl 240 m - v2.0Tiago Oliveira
 

Mais de Tiago Oliveira (14)

Opc e book_2021_3rd_edition_lay06
Opc e book_2021_3rd_edition_lay06Opc e book_2021_3rd_edition_lay06
Opc e book_2021_3rd_edition_lay06
 
Transformation of simulink models to iec 61499 function blocks for verificati...
Transformation of simulink models to iec 61499 function blocks for verificati...Transformation of simulink models to iec 61499 function blocks for verificati...
Transformation of simulink models to iec 61499 function blocks for verificati...
 
Software engineering in industrial automation state of-the-art review
Software engineering in industrial automation state of-the-art reviewSoftware engineering in industrial automation state of-the-art review
Software engineering in industrial automation state of-the-art review
 
Integration of distributed enterprise applications a survey
Integration of distributed enterprise applications a surveyIntegration of distributed enterprise applications a survey
Integration of distributed enterprise applications a survey
 
Implementing multiloop control_strategy_using_iec61131
Implementing multiloop control_strategy_using_iec61131Implementing multiloop control_strategy_using_iec61131
Implementing multiloop control_strategy_using_iec61131
 
Enterprise integration and interoperability in manufacturing systems trends ...
Enterprise integration and interoperability in manufacturing systems  trends ...Enterprise integration and interoperability in manufacturing systems  trends ...
Enterprise integration and interoperability in manufacturing systems trends ...
 
Communication in industrial automation what is going on
Communication in industrial automation what is going onCommunication in industrial automation what is going on
Communication in industrial automation what is going on
 
Applications of agent based systems in intelligent manufacturing - review
Applications of agent based systems in intelligent manufacturing - reviewApplications of agent based systems in intelligent manufacturing - review
Applications of agent based systems in intelligent manufacturing - review
 
A review of soa modeling approaches for enterprise information systems
A review of soa modeling approaches for enterprise information systemsA review of soa modeling approaches for enterprise information systems
A review of soa modeling approaches for enterprise information systems
 
Centro universitário jorge amado curso de engenharia de petróleo e gás pdf
Centro universitário jorge amado curso de engenharia de petróleo e gás   pdfCentro universitário jorge amado curso de engenharia de petróleo e gás   pdf
Centro universitário jorge amado curso de engenharia de petróleo e gás pdf
 
Engenharia de reservatorios de petroleo 2006
Engenharia de reservatorios de petroleo 2006Engenharia de reservatorios de petroleo 2006
Engenharia de reservatorios de petroleo 2006
 
Engenharia de perfuração_e_completação_em_poços_de_petróleo
Engenharia de perfuração_e_completação_em_poços_de_petróleoEngenharia de perfuração_e_completação_em_poços_de_petróleo
Engenharia de perfuração_e_completação_em_poços_de_petróleo
 
Ether cat introduction_pt
Ether cat introduction_ptEther cat introduction_pt
Ether cat introduction_pt
 
T48313 d gl 240 m - v2.0
T48313 d   gl 240 m - v2.0T48313 d   gl 240 m - v2.0
T48313 d gl 240 m - v2.0
 

Último

Gestão de obras e projetos - Associação Nacional de Hospitais Privados
Gestão de obras e projetos - Associação Nacional de Hospitais PrivadosGestão de obras e projetos - Associação Nacional de Hospitais Privados
Gestão de obras e projetos - Associação Nacional de Hospitais PrivadosGuilhermeLucio9
 
Na espiral do conhecimento, temos uma conversão que é a transmissão imediata ...
Na espiral do conhecimento, temos uma conversão que é a transmissão imediata ...Na espiral do conhecimento, temos uma conversão que é a transmissão imediata ...
Na espiral do conhecimento, temos uma conversão que é a transmissão imediata ...homeyab951
 
B600005060130-Manual-Eco-Garden-Inverter-12.02.2020-V12.pdf
B600005060130-Manual-Eco-Garden-Inverter-12.02.2020-V12.pdfB600005060130-Manual-Eco-Garden-Inverter-12.02.2020-V12.pdf
B600005060130-Manual-Eco-Garden-Inverter-12.02.2020-V12.pdfPedroRocha294899
 
PROJETO DE ENSINO - PLÁGIO NÃO ROLA! SEJA O PROTAGONISTA DA SUA IDEIA - 51202...
PROJETO DE ENSINO - PLÁGIO NÃO ROLA! SEJA O PROTAGONISTA DA SUA IDEIA - 51202...PROJETO DE ENSINO - PLÁGIO NÃO ROLA! SEJA O PROTAGONISTA DA SUA IDEIA - 51202...
PROJETO DE ENSINO - PLÁGIO NÃO ROLA! SEJA O PROTAGONISTA DA SUA IDEIA - 51202...homeyab951
 
O ciclo de instrução é um conceito crucial na Arquitetura e Organização de Co...
O ciclo de instrução é um conceito crucial na Arquitetura e Organização de Co...O ciclo de instrução é um conceito crucial na Arquitetura e Organização de Co...
O ciclo de instrução é um conceito crucial na Arquitetura e Organização de Co...homeyab951
 
(43)98816 5388 ASSESSORIA ATIVIDADE 1 - CONCEITOS DA ADMINISTRAÇÃO E ÉTICA E...
(43)98816 5388 ASSESSORIA  ATIVIDADE 1 - CONCEITOS DA ADMINISTRAÇÃO E ÉTICA E...(43)98816 5388 ASSESSORIA  ATIVIDADE 1 - CONCEITOS DA ADMINISTRAÇÃO E ÉTICA E...
(43)98816 5388 ASSESSORIA ATIVIDADE 1 - CONCEITOS DA ADMINISTRAÇÃO E ÉTICA E...daimonkonicz35
 
Biossegurança é definida como o conjunto de procedimentos, ações, técnicas, m...
Biossegurança é definida como o conjunto de procedimentos, ações, técnicas, m...Biossegurança é definida como o conjunto de procedimentos, ações, técnicas, m...
Biossegurança é definida como o conjunto de procedimentos, ações, técnicas, m...DL assessoria 29
 
Spiroflex - Industria de Tubos Lda - AVAC
Spiroflex - Industria de Tubos Lda - AVACSpiroflex - Industria de Tubos Lda - AVAC
Spiroflex - Industria de Tubos Lda - AVACsandracesteves71
 
Sobre a espiral do conhecimento, analise as afirmativas a seguir I. O conheci...
Sobre a espiral do conhecimento, analise as afirmativas a seguir I. O conheci...Sobre a espiral do conhecimento, analise as afirmativas a seguir I. O conheci...
Sobre a espiral do conhecimento, analise as afirmativas a seguir I. O conheci...homeyab951
 
Na espiral do conhecimento temos uma conversão que é percebida como uma ação ...
Na espiral do conhecimento temos uma conversão que é percebida como uma ação ...Na espiral do conhecimento temos uma conversão que é percebida como uma ação ...
Na espiral do conhecimento temos uma conversão que é percebida como uma ação ...homeyab951
 
A política é tratada como ciência, isto é, um campo específico do conheciment...
A política é tratada como ciência, isto é, um campo específico do conheciment...A política é tratada como ciência, isto é, um campo específico do conheciment...
A política é tratada como ciência, isto é, um campo específico do conheciment...dowak84168
 
Presente nas discussões de quase todas as áreas das atividades humanas, a Bio...
Presente nas discussões de quase todas as áreas das atividades humanas, a Bio...Presente nas discussões de quase todas as áreas das atividades humanas, a Bio...
Presente nas discussões de quase todas as áreas das atividades humanas, a Bio...dl assessoria9
 
Comumente, o cidadão tem dificuldade para compreender o cotidiano da política...
Comumente, o cidadão tem dificuldade para compreender o cotidiano da política...Comumente, o cidadão tem dificuldade para compreender o cotidiano da política...
Comumente, o cidadão tem dificuldade para compreender o cotidiano da política...dowak84168
 
(43)98816 5388 ASSESSORIA ATIVIDADE 1 - MENTALIDADE CRIATIVA E EMPREENDEDORA ...
(43)98816 5388 ASSESSORIA ATIVIDADE 1 - MENTALIDADE CRIATIVA E EMPREENDEDORA ...(43)98816 5388 ASSESSORIA ATIVIDADE 1 - MENTALIDADE CRIATIVA E EMPREENDEDORA ...
(43)98816 5388 ASSESSORIA ATIVIDADE 1 - MENTALIDADE CRIATIVA E EMPREENDEDORA ...daimonkonicz35
 
O presidencialismo é mais comum no Brasil – seja no governo ou nas instituiçõ...
O presidencialismo é mais comum no Brasil – seja no governo ou nas instituiçõ...O presidencialismo é mais comum no Brasil – seja no governo ou nas instituiçõ...
O presidencialismo é mais comum no Brasil – seja no governo ou nas instituiçõ...homeyab951
 
1) O valor de aceleração da gravidade terrestre é dependente da altitude, ou ...
1) O valor de aceleração da gravidade terrestre é dependente da altitude, ou ...1) O valor de aceleração da gravidade terrestre é dependente da altitude, ou ...
1) O valor de aceleração da gravidade terrestre é dependente da altitude, ou ...homeyab951
 
(43)98816 5388 ASSESSORIA ATIVIDADE 1 - ENGENHARIA DO PRODUTO - 51 2024.docx
(43)98816 5388 ASSESSORIA ATIVIDADE 1 - ENGENHARIA DO PRODUTO - 51 2024.docx(43)98816 5388 ASSESSORIA ATIVIDADE 1 - ENGENHARIA DO PRODUTO - 51 2024.docx
(43)98816 5388 ASSESSORIA ATIVIDADE 1 - ENGENHARIA DO PRODUTO - 51 2024.docxdaimonkonicz35
 
O horário político obrigatório suscitou inúmeros questionamentos em D. Matild...
O horário político obrigatório suscitou inúmeros questionamentos em D. Matild...O horário político obrigatório suscitou inúmeros questionamentos em D. Matild...
O horário político obrigatório suscitou inúmeros questionamentos em D. Matild...homeyab951
 
a) Busca da Instrução ( FETCH ). b) Decodificação da Instrução ( DECODE ). c)...
a) Busca da Instrução ( FETCH ). b) Decodificação da Instrução ( DECODE ). c)...a) Busca da Instrução ( FETCH ). b) Decodificação da Instrução ( DECODE ). c)...
a) Busca da Instrução ( FETCH ). b) Decodificação da Instrução ( DECODE ). c)...homeyab951
 
ATIVIDADE 1 - ESTUDO CONTEMPORÂNEO E TRANSVERSAL INTELIGÊNCIA EMOCIONAL - 512...
ATIVIDADE 1 - ESTUDO CONTEMPORÂNEO E TRANSVERSAL INTELIGÊNCIA EMOCIONAL - 512...ATIVIDADE 1 - ESTUDO CONTEMPORÂNEO E TRANSVERSAL INTELIGÊNCIA EMOCIONAL - 512...
ATIVIDADE 1 - ESTUDO CONTEMPORÂNEO E TRANSVERSAL INTELIGÊNCIA EMOCIONAL - 512...dowak84168
 

Último (20)

Gestão de obras e projetos - Associação Nacional de Hospitais Privados
Gestão de obras e projetos - Associação Nacional de Hospitais PrivadosGestão de obras e projetos - Associação Nacional de Hospitais Privados
Gestão de obras e projetos - Associação Nacional de Hospitais Privados
 
Na espiral do conhecimento, temos uma conversão que é a transmissão imediata ...
Na espiral do conhecimento, temos uma conversão que é a transmissão imediata ...Na espiral do conhecimento, temos uma conversão que é a transmissão imediata ...
Na espiral do conhecimento, temos uma conversão que é a transmissão imediata ...
 
B600005060130-Manual-Eco-Garden-Inverter-12.02.2020-V12.pdf
B600005060130-Manual-Eco-Garden-Inverter-12.02.2020-V12.pdfB600005060130-Manual-Eco-Garden-Inverter-12.02.2020-V12.pdf
B600005060130-Manual-Eco-Garden-Inverter-12.02.2020-V12.pdf
 
PROJETO DE ENSINO - PLÁGIO NÃO ROLA! SEJA O PROTAGONISTA DA SUA IDEIA - 51202...
PROJETO DE ENSINO - PLÁGIO NÃO ROLA! SEJA O PROTAGONISTA DA SUA IDEIA - 51202...PROJETO DE ENSINO - PLÁGIO NÃO ROLA! SEJA O PROTAGONISTA DA SUA IDEIA - 51202...
PROJETO DE ENSINO - PLÁGIO NÃO ROLA! SEJA O PROTAGONISTA DA SUA IDEIA - 51202...
 
O ciclo de instrução é um conceito crucial na Arquitetura e Organização de Co...
O ciclo de instrução é um conceito crucial na Arquitetura e Organização de Co...O ciclo de instrução é um conceito crucial na Arquitetura e Organização de Co...
O ciclo de instrução é um conceito crucial na Arquitetura e Organização de Co...
 
(43)98816 5388 ASSESSORIA ATIVIDADE 1 - CONCEITOS DA ADMINISTRAÇÃO E ÉTICA E...
(43)98816 5388 ASSESSORIA  ATIVIDADE 1 - CONCEITOS DA ADMINISTRAÇÃO E ÉTICA E...(43)98816 5388 ASSESSORIA  ATIVIDADE 1 - CONCEITOS DA ADMINISTRAÇÃO E ÉTICA E...
(43)98816 5388 ASSESSORIA ATIVIDADE 1 - CONCEITOS DA ADMINISTRAÇÃO E ÉTICA E...
 
Biossegurança é definida como o conjunto de procedimentos, ações, técnicas, m...
Biossegurança é definida como o conjunto de procedimentos, ações, técnicas, m...Biossegurança é definida como o conjunto de procedimentos, ações, técnicas, m...
Biossegurança é definida como o conjunto de procedimentos, ações, técnicas, m...
 
Spiroflex - Industria de Tubos Lda - AVAC
Spiroflex - Industria de Tubos Lda - AVACSpiroflex - Industria de Tubos Lda - AVAC
Spiroflex - Industria de Tubos Lda - AVAC
 
Sobre a espiral do conhecimento, analise as afirmativas a seguir I. O conheci...
Sobre a espiral do conhecimento, analise as afirmativas a seguir I. O conheci...Sobre a espiral do conhecimento, analise as afirmativas a seguir I. O conheci...
Sobre a espiral do conhecimento, analise as afirmativas a seguir I. O conheci...
 
Na espiral do conhecimento temos uma conversão que é percebida como uma ação ...
Na espiral do conhecimento temos uma conversão que é percebida como uma ação ...Na espiral do conhecimento temos uma conversão que é percebida como uma ação ...
Na espiral do conhecimento temos uma conversão que é percebida como uma ação ...
 
A política é tratada como ciência, isto é, um campo específico do conheciment...
A política é tratada como ciência, isto é, um campo específico do conheciment...A política é tratada como ciência, isto é, um campo específico do conheciment...
A política é tratada como ciência, isto é, um campo específico do conheciment...
 
Presente nas discussões de quase todas as áreas das atividades humanas, a Bio...
Presente nas discussões de quase todas as áreas das atividades humanas, a Bio...Presente nas discussões de quase todas as áreas das atividades humanas, a Bio...
Presente nas discussões de quase todas as áreas das atividades humanas, a Bio...
 
Comumente, o cidadão tem dificuldade para compreender o cotidiano da política...
Comumente, o cidadão tem dificuldade para compreender o cotidiano da política...Comumente, o cidadão tem dificuldade para compreender o cotidiano da política...
Comumente, o cidadão tem dificuldade para compreender o cotidiano da política...
 
(43)98816 5388 ASSESSORIA ATIVIDADE 1 - MENTALIDADE CRIATIVA E EMPREENDEDORA ...
(43)98816 5388 ASSESSORIA ATIVIDADE 1 - MENTALIDADE CRIATIVA E EMPREENDEDORA ...(43)98816 5388 ASSESSORIA ATIVIDADE 1 - MENTALIDADE CRIATIVA E EMPREENDEDORA ...
(43)98816 5388 ASSESSORIA ATIVIDADE 1 - MENTALIDADE CRIATIVA E EMPREENDEDORA ...
 
O presidencialismo é mais comum no Brasil – seja no governo ou nas instituiçõ...
O presidencialismo é mais comum no Brasil – seja no governo ou nas instituiçõ...O presidencialismo é mais comum no Brasil – seja no governo ou nas instituiçõ...
O presidencialismo é mais comum no Brasil – seja no governo ou nas instituiçõ...
 
1) O valor de aceleração da gravidade terrestre é dependente da altitude, ou ...
1) O valor de aceleração da gravidade terrestre é dependente da altitude, ou ...1) O valor de aceleração da gravidade terrestre é dependente da altitude, ou ...
1) O valor de aceleração da gravidade terrestre é dependente da altitude, ou ...
 
(43)98816 5388 ASSESSORIA ATIVIDADE 1 - ENGENHARIA DO PRODUTO - 51 2024.docx
(43)98816 5388 ASSESSORIA ATIVIDADE 1 - ENGENHARIA DO PRODUTO - 51 2024.docx(43)98816 5388 ASSESSORIA ATIVIDADE 1 - ENGENHARIA DO PRODUTO - 51 2024.docx
(43)98816 5388 ASSESSORIA ATIVIDADE 1 - ENGENHARIA DO PRODUTO - 51 2024.docx
 
O horário político obrigatório suscitou inúmeros questionamentos em D. Matild...
O horário político obrigatório suscitou inúmeros questionamentos em D. Matild...O horário político obrigatório suscitou inúmeros questionamentos em D. Matild...
O horário político obrigatório suscitou inúmeros questionamentos em D. Matild...
 
a) Busca da Instrução ( FETCH ). b) Decodificação da Instrução ( DECODE ). c)...
a) Busca da Instrução ( FETCH ). b) Decodificação da Instrução ( DECODE ). c)...a) Busca da Instrução ( FETCH ). b) Decodificação da Instrução ( DECODE ). c)...
a) Busca da Instrução ( FETCH ). b) Decodificação da Instrução ( DECODE ). c)...
 
ATIVIDADE 1 - ESTUDO CONTEMPORÂNEO E TRANSVERSAL INTELIGÊNCIA EMOCIONAL - 512...
ATIVIDADE 1 - ESTUDO CONTEMPORÂNEO E TRANSVERSAL INTELIGÊNCIA EMOCIONAL - 512...ATIVIDADE 1 - ESTUDO CONTEMPORÂNEO E TRANSVERSAL INTELIGÊNCIA EMOCIONAL - 512...
ATIVIDADE 1 - ESTUDO CONTEMPORÂNEO E TRANSVERSAL INTELIGÊNCIA EMOCIONAL - 512...
 

Aula 02e03 instrumentação

  • 1. AULA 02: Simbologias OBJETIVO: Apresentar e trabalhar os símbolos mais utilizados nos projetos de automação. Prof. Eduardo Bento Pereira Departamento de Engenharia elétrica 1/2013 Automação Industrial
  • 2. Contextualização: Nível 1: Nível 2: Nível 3: Nível 4: Nível 5: Dispositivos de campo, sensores e atuadores Controle Gerenciamento de “planta” Gerenciamento corporativo Supervisão Sensores digitais e analógicos Atuadores (válvulas, cilindros, inversores de frequência, servo motores ) Prof. Eduardo Bento Pereira Departamento de Engenharia elétrica 1/2013 Automação Industrial
  • 3. Norma ANSI/ISA-S5.1 A norma ANSI/ISA-S5.1-1984 (R1992) Instrumentation Symbols and Identification foi idealizada com o intuito de ser uma padronização de simbologia e identificação de instrumentos e equipamentos de processo. Prof. Eduardo Bento Pereira Departamento de Engenharia elétrica 1/2013 Automação Industrial
  • 4. Norma ANSI/ISA-S5.1 Tabela de letras de identificação: Primeiro grupo de letras Segundo grupo de letras Variável Medida ou iniciadora Função 1ª letra Modificadora Passiva ou informação Ativa ou de saída Modificadora A Análise Alarme C Controlador D Diferencial F Vazão Razão H Comando manual Alto I Corrente Elétrica Indicador L Nível Lâmpada piloto Baixo P Pressão, vácuo Conexão para ponto de teste Q Quantidade Totalização S Velocidade ou frequência Segurança Chave T Temperatura Transmissor V Vibração Válvula Z Posição Eixo z Elemento final de controle Prof. Eduardo Bento Pereira Departamento de Engenharia elétrica 1/2013 Automação Industrial
  • 5. Norma ANSI/ISA-S5.1 Tabela de letras de identificação: Primeiro grupo de letras Segundo grupo de letras Variável Medida ou iniciadora Função 1ª letra Modificadora Passiva ou informação Ativa ou de saída Modificadora A Análise Alarme C Controlador D Diferencial F Vazão Razão H Comando manual Alto I Corrente Elétrica Indicador L Nível Lâmpada piloto Baixo P Pressão, vácuo Conexão para ponto de teste Q Quantidade Totalização S Velocidade ou frequência Segurança Chave T Temperatura Transmissor V Vibração Válvula Z Posição Eixo z Elemento final de controle Em vermelho estão os mais utilizados Prof. Eduardo Bento Pereira Departamento de Engenharia elétrica 1/2013 Automação Industrial
  • 6. Norma ANSI/ISA-S5.1 Tabela de letras de identificação: Primeiro grupo de letras Segundo grupo de letras Variável Medida ou iniciadora Função 1ª letra Modificadora Passiva ou informação Ativa ou de saída Modificadora A Análise Alarme C Controlador D Diferencial F Vazão Razão H Comando manual Alto I Corrente Elétrica Indicador L Nível Lâmpada piloto Baixo P Pressão, vácuo Conexão para ponto de teste Q Quantidade Totalização S Velocidade ou frequência Segurança Chave T Temperatura Transmissor V Vibração Válvula Z Posição Eixo z Elemento final de controle http://www.eletronicosforum.com/cursos/Eletronica/cursos/Simbologia_de_instrumentacao .pdf Versão completa: Prof. Eduardo Bento Pereira Departamento de Engenharia elétrica 1/2013 Automação Industrial
  • 7. Norma ANSI/ISA-S5.1 Tabela de letras de identificação. Combinação típica de letras. Combinação Significado AIC Controlador indicador de análise FCV Válvula de controle de vazão FIC Controlador indicador de vazão PSH Chave de pressão alta FE Elemento final de vazão (ex.: placa de orifício) LT Transmissor de nível LIC PCV TRC Prof. Eduardo Bento Pereira Departamento de Engenharia elétrica 1/2013 Automação Industrial
  • 8. Norma ANSI/ISA-S5.1 Tabela de letras de identificação. Combinação típica de letras. Combinação Significado AIC Controlador indicador de análise FCV Válvula de controle de vazão FIC Controlador indicador de vazão PSH Chave de pressão alta FE Elemento final de vazão (ex.: placa de orifício) LT Transmissor de nível LIC PCV TRC Primeiro grupo de letras Segundo grupo de letras Variável Medida ou iniciadora Função 1ª letra Modificadora Passiva ou informação Ativa ou de saída Modificadora C Controlador Prof. Eduardo Bento Pereira Departamento de Engenharia elétrica 1/2013 Automação Industrial
  • 9. Norma ANSI/ISA-S5.1 Tabela de letras de identificação. Combinação típica de letras. Combinação Significado AIC Controlador indicador de análise FCV Válvula de controle de vazão FIC Controlador indicador de vazão PSH Chave de pressão alta FE Elemento final de vazão (ex.: placa de orifício) LT Transmissor de nível LIC PCV TRC Primeiro grupo de letras Segundo grupo de letras Variável Medida ou iniciadora Função 1ª letra Modificadora Passiva ou informação Ativa ou de saída Modificadora I Corrente Elétrica Indicador Prof. Eduardo Bento Pereira Departamento de Engenharia elétrica 1/2013 Automação Industrial
  • 10. Norma ANSI/ISA-S5.1 Tabela de letras de identificação. Combinação típica de letras. Combinação Significado AIC Controlador indicador de análise FCV Válvula de controle de vazão FIC Controlador indicador de vazão PSH Chave de pressão alta FE Elemento final de vazão (ex.: placa de orifício) LT Transmissor de nível LIC PCV TRC Primeiro grupo de letras Segundo grupo de letras Variável Medida ou iniciadora Função 1ª letra Modificadora Passiva ou informação Ativa ou de saída Modificadora L Nível Lâmpada piloto Baixo Prof. Eduardo Bento Pereira Departamento de Engenharia elétrica 1/2013 Automação Industrial
  • 11. Norma ANSI/ISA-S5.1 Tabela de letras de identificação. Combinação típica de letras. Combinação Significado AIC Controlador indicador de análise FCV Válvula de controle de vazão FIC Controlador indicador de vazão PSH Chave de pressão alta FE Elemento final de vazão (ex.: placa de orifício) LT Transmissor de nível LIC Controlador indicador de nível PCV TRC Prof. Eduardo Bento Pereira Departamento de Engenharia elétrica 1/2013 Automação Industrial
  • 12. Tabela de letras de identificação. Combinação típica de letras. Combinação Significado AIC Controlador indicador de análise FCV Válvula de controle de vazão FIC Controlador indicador de vazão PSH Chave de pressão alta FE Elemento final de vazão (ex.: placa de orifício) LT Transmissor de nível LIC Controlador indicador de nível PCV TRC Norma ANSI/ISA-S5.1 Prof. Eduardo Bento Pereira Departamento de Engenharia elétrica 1/2013 Automação Industrial
  • 13. Tabela de letras de identificação. Combinação típica de letras. Combinação Significado AIC Controlador indicador de análise FCV Válvula de controle de vazão FIC Controlador indicador de vazão PSH Chave de pressão alta FE Elemento final de vazão (ex.: placa de orifício) LT Transmissor de nível LIC Controlador indicador de nível PCV Válvula de controle de pressão TRC Norma ANSI/ISA-S5.1 Prof. Eduardo Bento Pereira Departamento de Engenharia elétrica 1/2013 Automação Industrial
  • 14. Tabela de letras de identificação. Combinação típica de letras. Combinação Significado AIC Controlador indicador de análise FCV Válvula de controle de vazão FIC Controlador indicador de vazão PSH Chave de pressão alta FE Elemento final de vazão (ex.: placa de orifício) LT Transmissor de nível LIC Controlador indicador de nível PCV Válvula de controle de pressão TRC Norma ANSI/ISA-S5.1 Prof. Eduardo Bento Pereira Departamento de Engenharia elétrica 1/2013 Automação Industrial
  • 15. Tabela de letras de identificação. Exemplo A7.1: Combinação típica de letras. Combinação Significado AIC Controlador indicador de análise FCV Válvula de controle de vazão FIC Controlador indicador de vazão PSH Chave de pressão alta FE Elemento final de vazão (ex.: placa de orifício) LT Transmissor de nível LIC Controlador indicador de nível PCV Válvula de controle de pressão TRC Controlador registrador de temperatura Norma ANSI/ISA-S5.1 Prof. Eduardo Bento Pereira Departamento de Engenharia elétrica 1/2013 Automação Industrial
  • 16. Combinação Significado PC PSL TIC FY FQI AT LE IT ZT Tabela de letras de identificação. Exercício A7.1: Combinação típica de letras. Norma ANSI/ISA-S5.1 Prof. Eduardo Bento Pereira Departamento de Engenharia elétrica 1/2013 Automação Industrial
  • 17. Combinação Significado PC Controlador de pressão PSL Chave de pressão baixa TIC Controlador indicador de temperatura FY Conversor de vazão FQI Indicador totalizador de vazão AT Transmissor de análise LE Elemento final de nível IT Transmissor de corrente elétrica ZT Transmissor de posição Tabela de letras de identificação. Exercício A7.1: Combinação típica de letras. Norma ANSI/ISA-S5.1 Prof. Eduardo Bento Pereira Departamento de Engenharia elétrica 1/2013 Automação Industrial
  • 18. Tabela de símbolos de linha para instrumentação: Combinação Significado Suprimento ou conexão ao processo Sinal pneumático Sinal elétrico Link interno ao sistema Norma ANSI/ISA-S5.1 Prof. Eduardo Bento Pereira Departamento de Engenharia elétrica 1/2013 Automação Industrial
  • 19. Combinação Significado Suprimento ou conexão ao processo Sinal pneumático Sinal elétrico Link interno ao sistema Tabela de Símbolos para linha de instrumentação. Exercício A7.2: Símbolos para linha de instrumentação. Norma ANSI/ISA-S5.1 Prof. Eduardo Bento Pereira Departamento de Engenharia elétrica 1/2013 Automação Industrial
  • 20. Tabela de símbolos de linha para instrumentação: Combinação Significado Suprimento ou conexão ao processo Sinal pneumático Sinal elétrico Link interno ao sistema http://www.eletronicosforum.com/cursos/Eletronica/cursos/Simbologia_de_instrumentacao .pdf Versão completa: Norma ANSI/ISA-S5.1 Prof. Eduardo Bento Pereira Departamento de Engenharia elétrica 1/2013 Automação Industrial
  • 21. Tabela de símbolos para instrumentos ou funções programadas: Tipo/Localização Locação principal (Normalmente acessível ao operador) Montado no campo Locação auxiliar (Normalmente acessível ao operador) Instrumentos discretos Instrumentos compartilhados Computador de processo Controlador programável Norma ANSI/ISA-S5.1 Prof. Eduardo Bento Pereira Departamento de Engenharia elétrica 1/2013 Automação Industrial
  • 22. Tabela de símbolos para instrumentos ou funções programadas: Exercício A7.3: Símbolos para instrumentos ou funções programadas. Símbolo Tipo Localização Norma ANSI/ISA-S5.1 Prof. Eduardo Bento Pereira Departamento de Engenharia elétrica 1/2013 Automação Industrial
  • 23. Tabela de símbolos para instrumentos ou funções programadas: Exercício A7.3: Símbolos para instrumentos ou funções programadas. Símbolo Tipo Localização Instrumento compartilhado Locação auxiliar Instrumento discreto Montado no campo Controlador lógico Montado no campo Computador de processo Locação principal Instrumento discreto Locação principal Norma ANSI/ISA-S5.1 Prof. Eduardo Bento Pereira Departamento de Engenharia elétrica 1/2013 Automação Industrial
  • 24. Tabela de símbolos para corpo de válvulas: Símbolo Significado Símbolo geral Válvula esfera Válvula globo Damper Norma ANSI/ISA-S5.1 Prof. Eduardo Bento Pereira Departamento de Engenharia elétrica 1/2013 Automação Industrial
  • 25. Tabela de símbolos para corpo de válvulas: Símbolo Significado Símbolo geral Válvula esfera Válvula globo Damper Exercício A7.4: Símbolos para corpo de válvulas. Norma ANSI/ISA-S5.1 Prof. Eduardo Bento Pereira Departamento de Engenharia elétrica 1/2013 Automação Industrial
  • 26. Tabela de símbolos para corpo de válvulas: Símbolo Significado Símbolo geral Válvula esfera Válvula globo Damper Válvula borboleta Válvula de três vias Exercício A7.4: Símbolos para corpo de válvulas. Norma ANSI/ISA-S5.1 Prof. Eduardo Bento Pereira Departamento de Engenharia elétrica 1/2013 Automação Industrial
  • 27. Tabela de símbolos para atuadores: Símbolo Significado Diafragma com retorno por mola Cilindro de dupla ação Motor rotativo M Norma ANSI/ISA-S5.1 Prof. Eduardo Bento Pereira Departamento de Engenharia elétrica 1/2013 Automação Industrial
  • 28. Tabela de símbolos para atuadores: Símbolo Significado Diafragma com retorno por mola Cilindro de dupla ação Motor rotativo M Exercício A7.5: Símbolos para atuadores. Símbolo Significado S Norma ANSI/ISA-S5.1 Prof. Eduardo Bento Pereira Departamento de Engenharia elétrica 1/2013 Automação Industrial
  • 29. Tabela de símbolos para atuadores: Símbolo Significado Diafragma com retorno por mola Cilindro de dupla ação Motor rotativo M Exercício A7.5: Símbolos para atuadores. Símbolo Significado Atuador manual local ou volante Cilindro com retorno por mola Solenoide S Norma ANSI/ISA-S5.1 Prof. Eduardo Bento Pereira Departamento de Engenharia elétrica 1/2013 Automação Industrial
  • 30. Obrigado! “Tudo posso naquEle que me fortalece” Fl 4, 13 Prof. Eduardo Bento Pereira Departamento de Engenharia elétrica 1/2013 Automação Industrial