Rio      Grande curso de água doce que corre           por um leito em direcção ao mar. Leito       Espaço ocupado pelas á...
AS TRÊS FASES DE EROSÃO DE UM RIO Desgaste : desagregação das rochas; Transporte: deslocação dos materiais desagregados ...
1 – NO CURSO SUPERIOR(troço do rio mais próximo da nascente)                                No Curso Superior, domina a ac...
2 – NO CURSO MÉDIO              No Curso Médio, o declive é mais               suave, pelo que a velocidade das           ...
3 – NO CURSO INFERIOR(sessão mais próxima da foz)                               No Curso Inferior, o declive é,           ...
Montante           Sessão inicial do curso de água, corresponde à nascente.                                  Rio          ...
OS PRINCIPAIS RIOS DE PORTUGAL
Canal do rio onde, normalmente, as                      Corresponde à zona ocupada por                      Canal do rio o...
Baciashidrogrficas 110525150221-phpapp02
Próximos SlideShares
Carregando em…5
×

Baciashidrogrficas 110525150221-phpapp02

1.261 visualizações

Publicada em

1 comentário
2 gostaram
Estatísticas
Notas
Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
1.261
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
3
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
58
Comentários
1
Gostaram
2
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Baciashidrogrficas 110525150221-phpapp02

  1. 1. Rio Grande curso de água doce que corre por um leito em direcção ao mar. Leito Espaço ocupado pelas águas de um rio. Caudal Volume de água que passa numa dada secção de um rio, medido em m³/ s.RegimeVariação do caudal de um rio ao longo do ano.
  2. 2. AS TRÊS FASES DE EROSÃO DE UM RIO Desgaste : desagregação das rochas; Transporte: deslocação dos materiais desagregados da superfície, independentemente da sua dimensão; Acumulação de Sedimentos ou Sedimentação: deposição dos materiais transportados pelo rio.Estas três fases manifestam-se ao longo de todo o percursodo rio, embora cada uma delas seja predominante nasvárias secções (ou cursos).Visto o desgaste do leito do rio ser provocado pelo curso daságuas , dá-se o nome dessa erosão – Erosão Fluvial.
  3. 3. 1 – NO CURSO SUPERIOR(troço do rio mais próximo da nascente) No Curso Superior, domina a acção de desgaste, onde os rios correm geralmente entre montanhas, o declive dos terrenos é acentuado e a força das águas é muito significativa arrastando às margens e ao leito materiais rochosos que arrasta consigo, contribuindo para escavar um VALE EM “V” FECHADO São frequentes os rápidos e as cataratas (quedas de água).
  4. 4. 2 – NO CURSO MÉDIO No Curso Médio, o declive é mais suave, pelo que a velocidade das águas é menor, predominando a acção de transporte e o desgaste lateral, ou seja, a erosão das margens. O VALE EM “V” aberto
  5. 5. 3 – NO CURSO INFERIOR(sessão mais próxima da foz) No Curso Inferior, o declive é, em regra, muito fraco, pelo que a velocidade das águas é bastante reduzida. O vale é geralmente largo e as margens são baixas. Devido ao domínio da acção de acumulação de sedimentos, é frequente a formação de planicies aluviais mais ou menos extensas. As fases terminais do rio Tejo e Sado são um bom exemplo de planícies aluviais. VALE aberto de fundo plano  CURSO INFERIOR
  6. 6. Montante Sessão inicial do curso de água, corresponde à nascente. Rio Bacia Hidrográfica Superfície de terreno drenada por uma rede hidrográfica. Afluente Rede Hidrográfica Jusante Conjunto formado por um curso de água principal e todos osSessão final do curso de água, correspondente à foz. seus afluentes.
  7. 7. OS PRINCIPAIS RIOS DE PORTUGAL
  8. 8. Canal do rio onde, normalmente, as Corresponde à zona ocupada por Canal do rio ocupado pelas águas águas escoam. uma quantidade menor de água, em períodos de cheia. como acontece, por exemplo, no Verão. LEITO DE ESTIAGEM LEITO NORMALLEITO DE CHEIA OU DE INUNDAÇÃO

×