Analise Swot - A origem - Artigo

223 visualizações

Publicada em

Uma breve história sobre a criação da analise swot, também conhecida como matriz swot.
Leia o artigo completo em: http://www.institutomontanari.com.br/analise-swot-origem
Baixe o e-book gratuito em: http://www.institutomontanari.com.br/analise-swot-origem-ebook
Assista o vídeo em:
https://www.youtube.com/watch?v=kpO8N8YaqPc

Publicada em: Negócios
0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
223
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
2
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
2
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Analise Swot - A origem - Artigo

  1. 1. http://www.institutomontanari.com.br Clique Aqui para Baixar o E-BOOK desse conteúdo. Analise SWOT - A Origem Disponível em: http://www.institutomontanari.com.br/analise-swot-origem SWOT é uma criação do Instituto de Pesquisa de Stanford (hoje, SRI International). Albert S. Humphrey tem sido considerado o principal autor da Matriz SWOT, mas a ferramenta é antes de qualquer coisa, fruto de um trabalho coletivo que envolveu diversas pessoas, ao longo de décadas. Em 1949 a DuPont, companhia americana fundada em 1802, que atua no ramo da indústria química, resolveu criar um Plano Estratégico Corporativo para nortear a sua atuação no mercado. Nos anos seguintes, todas as demais companhias integrantes do Fortune 500 Companies, ranking das 500 maiores companhias norte-americanas, publicado anualmente pela revista Fortune, aderiram à iniciativa e,
  2. 2. http://www.institutomontanari.com.br até 1960, todas tinham um Plano Estratégico Corporativo. Embora a ideia acerca da necessidade de se ter um planejamento estratégico tenha se fixado, todas aquelas organizações enfrentavam dificuldades em implementar seus planos, por conta de dificuldades relativas à gestão. Entre 1960 e 1969, a equipe de Stanford pesquisou mais de 1000 (mil) empresas e concluiu que o CEO deve ser, em verdade, o estrategista e os diretores imediatos devem constituir a sua equipe de planejamento. Diversas pesquisas feitas por conta do desenvolvimento da SWOT revelaram que uma companhia pode ser dividida em duas áreas estratégicas: o negócio base e o desenvolvimento de negócios. O que é surpreendente é que a área de desenvolvimento de negócios se transforma a cada ciclo de 5 a 7 anos, exigindo muito planejamento e uma dinâmica especial de gestão da mudança. Outra constatação feita nos documentos referenciados no desenvolvimento da matriz swot é a de que todas as pessoas medem a relação recompensa/esforço no trabalho, comparando-a com outros. Se o resultado for baixo, a pessoa fica lenta. Em outras palavras, a análise swot nos revela o que parece bastante claro em qualquer organização: que um colaborador perde produtividade quando percebe que não ganhará nenhum tipo de recompensa pelo seu bom desempenho quando comparado ao desempenho de outras pessoas. Verificou-se ainda, que a inserção de um estrategista empresarial perturba o senso de fair play do pessoal de nível superior, o que torna o trabalho desse profissional impossível. Isso ocorre porque o staff de diretores tende a considerar injusto a nomeação de alguém externo quando existem profissionais competentes internamente.
  3. 3. http://www.institutomontanari.com.br Além disso, o aperfeiçoamento da matriz swot revelou um dado significativo. Existe um gap de 35% entre o que poderia ser feito e o que realmente é feito. Em termos práticos, de cada 100 itens planejados, apenas 65 seriam colocados em prática, enquanto outros 35 terminariam esquecidos. Quanto ao tempo de trabalho dos colaboradores, pesquisas prévias para a análise swot revelaram que um colaborador sênior tende a sobre supervisionar a área de onde vem, por questões de vínculo psicológico. A necessidade de documentação formal para aprovação de trabalho em desenvolvimento em nível estratégico também ficou clara. A companhia que registrava todos os avanços e discussões tinha sensível vantagem, inclusive nas discussões que capitaneavam o desenvolvimento da matriz swot específica da organização. Por fim, soando como uma advertência que não pode escapar a qualquer gestor digno desse nome, as origens da SWOT revelam que existem três fatores que separam a excelência da mediocridade: Atenção ostensiva à compra. Planos setoriais de melhora a curto prazo bem definidos e registrados. Educação continuada do Executivo Sênior. Disponível em: http://www.institutomontanari.com.br/analise-swot-origem

×