Manual de serviço c 100 dream - 00 x6b-gn5-710 bateria

724 visualizações

Publicada em

0 comentários
2 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
724
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
1
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
23
Comentários
0
Gostaram
2
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Manual de serviço c 100 dream - 00 x6b-gn5-710 bateria

  1. 1. 14. SISTEMA DE CARGA/ BATERIA 14-1 C 100 DREAM LOCALIZAÇÃO DOS COMPONENTES 14-0 DIAGRAMA DO SISTEMA 14-0 INFORMAÇÕES DE SERVIÇO 14-1 DIAGNOSE DE DEFEITOS 14-2 BATERIA 14-3 SISTEMA DE CARGA 14-5 REGULADOR/RETIFICADOR 14-6 BOBINA DE CARGA DO ALTERNADOR 14-6 INFORMAÇÕES DE SERVIÇO INSTRUÇÕES GERAIS c c • O nível de eletrólito da bateria deve ser verificado regularmente. Abasteça a bateria com água destilada, se necessário. • Para recarregar a bateria recomenda-se o uso de carga lenta. Cargas rápidas deverão ser usadas somente em casos de emergência. • Retire a bateria da motocicleta para carregá-la. • Todos os componentes do sistema de carga podem ser testados na motocicleta. • Quando inspecionar o sistema de carga, verifique os componentes do sistema e a fiação etapa por etapa, de acordo com a diagnose de defeitos da pág. 14-2. • A remoção do alternador é descrita no capítulo 9. Não exceda a corrente de carga da bateria especificada abaixo. O uso de corrente de carga excessiva pode danificar a bateria. Não fume e mantenha a bateria longe de chamas ou faíscas e em local ventilado durante a carga. O gás produzido pela bateria pode provocar explosões se estiver próximo de chamas ou faíscas. Bateria Capacidade 12 V -4 AH Densidade especifica Totalmente carregada 1,270- 1.290 (20°C) Necessitando carga abaixo de 1.260 (20°C) Corrente de carga 0,4 ampères máximo Alternador Potência 0,08 W/5.000 r.p.m. Resistência da bobina de carga 0,1 - 0,8 Ω (à 20°C) Resistência da bobina de iluminação 0,1 - 1,0 Ω (à 20°C) Regulador/retificador Tipo Monofásico/transistorizado Voltagem do regulador 13,5 - 15,5 V (5.000 r.p.m.) Fusível 7A ESPECIFICAÇÕES
  2. 2. 14-0 SISTEMA DE CARGA/BATERIA C 100 DREAM LOCALIZAÇÃO DOS COMPONENTES BATERIA DIAGRAMA DO SISTEMA REGULADOR/RETIFICADOR FUSÍVEL 7A BATERIA 12V 4AH INTERRUPTOR DE ILUMINAÇÃOCOMUTADOR LÂMPADA DO FAROL 12V 25/25 W LÂMPADA DE POSIÇÃO DIANTEIRA DIREITA 12V/3,4W LÂMPADA DE POSIÇÃO DIANTEIRA ESQUERDA 12V/3,4W LÂMPADA DA LANTERNA TRASEIRA 12V/5W LÂMPADA DE ILUMINAÇÃO 12V/1,7 W X 2 REGULADOR/ RETIFICADOR ALTERNADOR
  3. 3. SISTEMA DE CARGA/BATERIA 14-2 C 100 DREAM DIAGNOSE DE DEFEITOS Bateria sobrecarregada: • Regulador/retificador defeituoso. (Substitua o regulador/retificador) Bateria sem carga: Verifique a bateria de acordo com as instruções da pág. 14-4. Substitua a bateria, se necessário. Efetue o teste de fuga de corrente (pág. 14-5). Ligue o motor e verifique a voltagem e a emperagem do regulador/retificador (pág. 14-6). Desacople o conector 4P do regulador/retificador e verifique a resistência da bobina de carga (pág. 14-6). Verifique a bobina de carga do alternador (pág. 14-6) Usando o conector 4P do regulador/retificador, meça a voltagem (pág. 14-6). Verifique o regulador/retificador (pág. 14-6). • Regulador/retificador danificado. • Conector solto ou com mal contato • Fiação partida ANORMAL NORMAL VOLTAGEM CHEGA A BATERIA VOLTAGEM BAIXA NÃO HÁ FUGA DE CORRENTE NÃO HÁ VOLTAGEM • bateria danificada NORMAL • curto-circuito na fiação • bateria danificada FUGA DE CORRENTE NORMAL • Fiação partida • Conectores soltos ou com mal contato ANORMAL • Bobina de carga da bateria danificada ANORMAL
  4. 4. SISTEMA DE CARGA/BATERIA 14-3 C 100 DREAM BATERIA REMOÇÃO/INSPEÇÃO DO SISTEMA Remova a tampa lateral direita. Desconecte o tubo de respiro da bateria. Remova a caixa de fusíveis do suporte. Remova a porca, abra o suporte e puxe a bateria. PORCA DO SUPORTE TUBO DE RESPIRO Desconecte o terminal negativo da bateria e em seguida o terminal positivo. Remova a bateria do suporte. VERIFICAÇÃO DA DENSIDADE ESPECÍFICA Verifique a densidade do eletrólito em cada uma das células da bateria com um densímetro. DENSIDADE ESPECÍFICA (20°C) TERMINAL POSITIVO BATERIA CAIXA DE FUSÍVEIS SUPORTE DA BATERIA TERMINAL NEGATIVO NOTA c A bateria contém ácido sulfúrico. Evite contato com os olhos, pele e roupas. Antídoto: Lave o local atingido com água em abundância e procure assistência médica imediatamente. • A bateria deverá ser carregada se a densidade estiver abaixo de 1260. • A densidade específica varia de acordo com a temperatura como indica a tabela da pág. 14-4. • Substitua a bateria se houver evidências de sulfatação ou depósitos no fundo das células. DENSÍMETRO ELETRÓLITO 1270-1290 Carga total abaixo de 1260 Descarregada
  5. 5. SISTEMA DE CARGA/BATERIA 14-4 CARGA DA BATERIA Remova as tampas das células da bateria. Abasteça as células da bateria com água destilada até o nível superior, se necessário. Conecte o cabo positivo (+) do carregador no terminal positivo (+) da bateria. Conecte o cabo negativo (-) do carregador no terminal negativo (-) da bateria. Corrente de carga = 0,4 Ampére máximo. Carregue a bateria até obter a densidade específica de 1270 a 1290 g/I à 20°C. (68°F). c a • Cargas rápidas devem ser usadas somente em casos de emergência. Recomenda-se o uso de carga lenta. • Antes de carregar a bateria, remova as tampas das células. • Mantenha a bateria distante de chamas ou faíscas durante a carga. • Ligue ou desligue a corrente sempre no carregador e nunca nos terminais da bateria para evitar faíscas. • Desligue o carregador se a temperatura do eletrólito exceder 45°C (113°F). C 100 DREAM TEMPERATURA DO ELETRÓLITO DENSIDADE ESPECÍFICA TEMPERATURA DO ELETRÓLITO (°C) DENSIDADEESPECÍFICA INSTALAÇÃO Instale a bateria na ordem inversa da remoção. NOTA Após a instalação da bateria, cubra os terminais com graxa limpa. a Instale o tubo de respiro da bateria como é mostrado na etiqueta de precaução ao lado. Conecte primeiro o terminal positivo e posteriormente o terminal negativo. CONECTOR DO TUBO DE RESPIRO TUBO DE RESPIRO DA BATERIA FIXE O TUBO DA BATERIA CORRETAMENTE
  6. 6. SISTEMA DE CARGA/BATERIA 14-5 C 100 DREAM SISTEMA DE CARGA TESTE DE FUGA DA CORRENTE NOTA Verifique se há fugas de corrente da bateria antes de inspecionar o regulador/retificador. Desligue o interruptor de ignição (posição OFF) e desconecte o terminal negativo da bateria. Conecte o amperímetro entre o cabo negativo e o terminal negativo da bateria. O amperímetro deve indicar 0 mA com interruptor de ignição na posição OFF. FUGA DA CORRENTE: 0 mA TESTE DE SAÍDA DA BATERIA NOTA Ligue e aqueça o motor. Desligue o motor e conecte o voltímetro como indica a ilustração. a Ligue o motor e mantenha-o em rotação de marcha lenta. Aumente em seguida a rotação do motor lentamente. A voltagem e a amperagem devem permanecer entre 13,5- 15,5V a 5.000 r.p.m. • Tenha cuidado para não provocar curto- circuitos. • Tenha cuidado para não encostar o cabo positivo da bateria no chassi durante o teste. Certifique-se que a bateria esteja em boas condições antes de efetuar este teste. • Os amperímetros possuem fusíveis que podem queimar caso a amperagem que está sendo verificada exceda a faixa de amperagem selecionada no aparelho. Meça a amperagem em etapas, mudando o seletor do amperímetro da faixa de maior para menor amperagem. • Não coloque o interruptor de ignição na posição ON durante o teste. O fusível do amperímetro pode queimar. CABO DO TERMINAL NEGATIVO TERMINAL NEGATIVO
  7. 7. SISTEMA DE CARGA/BATERIA 14-6 REGULADOR/RETIFICADOR INSPEÇÃO DO SISTEMA Desacople o conector 4P do regulador/retificador e verifique se os terminais estão soltos ou oxidados. Meça a resistência e a voltagem entre os terminais do conector no lado da fiação. NOTA SUBSTITUIÇÃO DO REGULADOR/RETIFICADOR Desconecte o conector 4P do regulador/retificador. Remova o parafuso e o regulador/retificador. Instale o novo regulador/retificador na ordem inversa da remoção. BOBINA DE CARGA DO ALTERNADOR INSPEÇÃO NOTA Remova a tampa dianteira. Meça a resistência entre os seguintes terminais. Para a remoção e instalação do alternador verifique o capítulo 9. Não é necessário remover a bobina do estator para realizar este teste. • Você obterá leituras incorretas se os seus dedos tocarem na ponta do teste. • Caso o ponteiro do ohmímetro oscile a zero quando o botão de ajuste for girado totalmente para a direita ou para a esquerda, substitua a bateria do ohmímetro. C 100 DREAM (CONECTOR 4P) REGULADOR RETIFICADOR ENCAIXE DA TAMPA LATERAL (CONECTOR 4P) TERMINAL TERRA Item Terminal Especificação Linha de carga Vermelho (+) Deve registrar a da bateria e terra (verde) voltagem da bateria Resistência da Branco e verde 0,1 -0,8 Ω bobina de carga Resistência da Amarelo e Verde 0,1 - 1,0 Ω bobina de iluminação Item Terminal Especificação Resistência da Branco e verde 0,1 -0,8 Ω (20° C) bobina de carga Resistência da Amarelo e Verde 0,1 - 1,0 Ω (20° C) bobina de iluminação
  8. 8. SISTEMA DE CARGA/BATERIAC 100 DREAM NOTAS
  9. 9. COMO USAR ESTE MANUAL Este Manual de Serviço descreve as características técnicas e os procedimentos de serviço da motocicleta HONDA C 100 DREAM. Os capítulos 1 a 3 referem-se à motocicleta em geral, enquanto os capítulos 4 a 17, referem-se às partes da motocicleta, agrupadas de acordo com a localização. Localize o capítulo que você pretende consultar nesta página (Índice Geral). Na primeira página do capítulo você encontrará um índice específico. A maior parte dos capítulos começa com uma ilustração do conjunto do sistema, informações de serviços e diagnose de defeitos para o capítulo em questão. As páginas seguintes detalham os procedimentos de serviços. Caso você não consiga localizar a origem de algum defeito, consulte o capítulo 18 “DIAGNOSE DE DEFEITOS”, para obter uma orientação adicional. HTA INDÚSTRIA E COMÉRCIO LTDA. Departamento de Serviços Setor de Publicações Técnicas C 100 DREAM Todas as informações, ilustrações e especificadas incluídas nesta publicação são baseadas nas informações mais recentes disponíveis sobre o produto na ocasião em que a impressão do manual foi autorizada. A HTA INDÚSTRIA E COMÉRCIO LTDA. se reserva o direito de alterar a características da motocicleta a qualquer momento e sem prévio aviso, não incorrendo por isso em obrigações de qualquer espécie. Nenhuma parte desta publicação pode ser reproduzida sem autorização por escrito. 1INFORMAÇÕES GERAIS 2LUBRIFICAÇÃO 3MANUTENÇÃO 4SISTEMA DE ALIMENTAÇÃO 5REMOÇÃO/INSTALAÇÃO DO MOTOR 6CABEÇOTE/VÁLVULAS 7CILINDRO/PISTÃO 8EMBREAGEM/SELETOR DE MARCHAS 9ALTERNADOR/EMBREAGEM DO SISTEMA DE PARTIDA 10TRANSMISSÃO/ÁRVORE DE MANIVELAS/PEDAL DE PARTIDA 11RODA DIANTEIRA/SUSPENSÃO/ SISTEMA DE DIREÇÃO 12RODA TRASEIRA/FREIO/SUSPENSÃO 13PARALAMA TRASEIRO/ TUBO DE ESCAPE 14BATERIA/SISTEMA DE CARGA 15SISTEMA DE IGNIÇÃO 16INTERRUPTORES/SISTEMA DE ILUMI- NAÇÃO/MEDIDOR DE COMBUSTÍVEL 17DIAGRAMA ELÉTRICO 18DIAGNOSE DE DEFEITOS ÍNDICE GERAL SISTEMA ELÉTRICO CHASSIMOTORETRANSMISSÃO

×