SlideShare uma empresa Scribd logo

Exame Suficiência CFC 2018/1 Prova Branca Questão 34

Resolução Questão Exame de Suficiência Conselho Federal de Contabilidade 1º semestre de 2018 por Thiago Chaim

1 de 4
Baixar para ler offline
CRC 02/2018 – Questão nº32 da Prova Branca (nº da Prova
Verde, nº da Prova Amarela e nº da Prova Azul) – Matemática
Financeira e Estatística
Uma indústria produz um único produto e adota a análise de
regressão linear para estimar os custos indiretos de manutenção
fixos e variáveis. Ela fundamenta-se em dados históricos da sua
capacidade normal de produção e utiliza a seguinte Função de
Regressão Amostral (FRA):
Onde:
𝒀 = total dos custos indiretos de manutenção.
𝜷 𝟏 = intercepto.
𝜷 𝟐 = coeficiente angular.
𝒙 = volume de produção em unidades do produto.
𝒖̂ = termo de erro aleatório.
É sabido que o setor da indústria passa por um momento de
retração e a mesma vem produzindo, há vários meses, menos de
50% da capacidade normal, sem, no entanto, reduzir sua
estrutura de custos fixos. No mês de maio de 2018, a indústria
produziu 2.000 unidades de seu produto, equivalente a 40% da
capacidade normal de produção. O total dos custos indiretos de
manutenção incorridos no mesmo mês foi de R$ 1.700.000,00.
Em sua última estimação baseada em uma série histórica com
dados mensais de produção em nível de capacidade normal, a
indústria encontrou 𝜷 𝟏 = 𝟏.𝟎𝟎𝟎.𝟎𝟎𝟎 e 𝜷 𝟐 = 𝟑𝟓𝟎, sendo estes
dados utilizados para alocação de custos no mês de maio de
2018. Considerando-se apenas as informações apresentadas e de
acordo com a NBC TG 16 (R2) – Estoques, assinale, entre as
opções a seguir, o valor dos custos indiretos de manutenção
fixos não alocados aos produtos que deve ser reconhecido
diretamente como despesa no mês de maio de 2018.
A) R$ 0,00.
B) R$ 350.000,00.
C) R$ 600.000,00.
D) R$ 1.000.000,00.
Resolução em texto elaborada pela Profº Thiago:
1º) O que a questão pede?
Para identificar a alternativa que apresente o valor dos custos
indiretos de manutenção fixos não alocados aos produtos e que
deve ser reconhecido diretamente como despesa.
2º) Qual estratégia vamos usar para resolver?
O modelo Estatístico de Regressão Linear Simples pode ser
usado neste caso pois, é possível supor que a relação existente
entre o total dos custos indiretos, representado por Y e o
volume de produção em unidades do produto, representado por
x, é linear.
Nesse modelo temos que 𝜷 𝟏 e 𝜷 𝟐 definem a reta de regressão e
o x será a variável regressora.
O conceito de Intercepto na Matemática Estatística é o
momento em que a reta cruza o eixo y e nesse momento x = 0,
ou seja, se considerarmos o momento em que não há produção
nenhuma, o valor total dos custos indiretos será de R$
1.000.000,00, representado por 𝜷 𝟏, como não há produção,
podemos afirmar que esse valor é o dos custos indiretos fixos e
é nesse parâmetro que devemos observar a disposição da NBC
TG 16 - Estoques.
De acordo com a norma, o valor do custo fixo alocado a cada
unidade produzida não pode ser aumentado por causa de um
baixo volume de produção ou ociosidade. Os custos fixos não
alocados aos produtos devem ser reconhecidos diretamente
como despesa no período em que são incorridos.
Se nos níveis normais da capacidade de produção o valor dos
custos indiretos fixos é de R$ 1.000,000,00, quando a empresa
produz o equivalente a 40% da sua capacidade normal, teremos:
R$ 1.000.000,00 * 40% = R$ 400.000,00
Esse é o valor que teremos de usar na fórmula em substituição
ao valor de 𝜷 𝟏.
O enunciado nos forneceu todas as outras variáveis, com
exceção do termo de erro aleatório.
Conceitualmente, o erro aleatório é a diferença entre o
resultado da medição e a média que resultaria de um número
infinito de medições da mesma grandeza que queremos medir.
Os erros aleatórios são causados por flutuações desconhecidas
ou imprevisíveis e é essa variável que queremos achar, pois no
caso dessa questão, esse erro será o mesmo valor de custo fixo
que deverá ser reconhecido como despesa por conta da retração
da produção.
Sendo assim, vamos substituir as variáveis da fórmula com os
valores que temos:
1.700.000 = 400.000 + (350 * 2000) + 𝒖̂
1.700.000 = 400.000 + 700.000 + 𝒖̂�
1.700.000 – 400.000 – 700.000 = 𝒖̂
𝒖̂ = 600.000
Portanto, o valor que deverá ser reconhecido como despesa será
de R$ 600.000,00
Gabarito: “C”
Acesse outras questões resolvidas no link abaixo:
Questões_Exame_01_2018
Participe do nosso grupo no Facebook!
Se inscreva no nosso canal no Youtube!
Compartilhe com os amigos!
Deus abençoe!
Grande abraço!
Bons estudos!
Anúncio

Recomendados

Slide: Matrizes, Matemática.
Slide: Matrizes, Matemática.Slide: Matrizes, Matemática.
Slide: Matrizes, Matemática.agendab
 
Trigonometria ciclo e relações
Trigonometria  ciclo e relaçõesTrigonometria  ciclo e relações
Trigonometria ciclo e relaçõesISJ
 
Contagem que envolvem o princípio multiplicativo.ppt
Contagem que envolvem o princípio multiplicativo.pptContagem que envolvem o princípio multiplicativo.ppt
Contagem que envolvem o princípio multiplicativo.pptFlavioMarquesBacelar
 
Cadernão raciocínio lógico resolvido
Cadernão raciocínio lógico resolvidoCadernão raciocínio lógico resolvido
Cadernão raciocínio lógico resolvidoFABRÍCIO SANTOS
 
Conjuntos Finitos e Infinitos
Conjuntos Finitos e InfinitosConjuntos Finitos e Infinitos
Conjuntos Finitos e InfinitosMayra Henrique
 

Mais conteúdo relacionado

Mais procurados

Mat exercicios resolvidos 003
Mat exercicios resolvidos  003Mat exercicios resolvidos  003
Mat exercicios resolvidos 003trigono_metrico
 
Lista de Exercícios - Sistema de Numeração
Lista de Exercícios - Sistema de NumeraçãoLista de Exercícios - Sistema de Numeração
Lista de Exercícios - Sistema de NumeraçãoEverton Moraes
 
Uso de balança no estudo da equação do 1º grau
Uso de balança no estudo da equação do 1º grauUso de balança no estudo da equação do 1º grau
Uso de balança no estudo da equação do 1º grauGraciele Schulz Arnholz
 
Aula sobre triângulos
Aula sobre triângulosAula sobre triângulos
Aula sobre triângulosandreilson18
 
Cevianas notáveis de um triângulo
Cevianas notáveis de um triânguloCevianas notáveis de um triângulo
Cevianas notáveis de um triânguloFABRÍCIO SANTOS
 
Matemática financeira exercícios resolvidos pdf
Matemática financeira exercícios resolvidos pdfMatemática financeira exercícios resolvidos pdf
Matemática financeira exercícios resolvidos pdfGuilherme Yoshida
 
Noções de Funções
Noções de FunçõesNoções de Funções
Noções de FunçõesEquipe_FAETEC
 
Lista de exercícios de função afim
Lista de exercícios de função afimLista de exercícios de função afim
Lista de exercícios de função afimProfessoraIve
 
Estatística - Distribuição de Frequência - EXERCÍCIOS.pdf
Estatística - Distribuição de Frequência - EXERCÍCIOS.pdfEstatística - Distribuição de Frequência - EXERCÍCIOS.pdf
Estatística - Distribuição de Frequência - EXERCÍCIOS.pdfLucianeOliveira81
 
Conjuntos MATEMÁTICA
Conjuntos MATEMÁTICAConjuntos MATEMÁTICA
Conjuntos MATEMÁTICAM. Martins
 
2 lista-de-exercicios-de-angulos-7-serie-8-ano
2 lista-de-exercicios-de-angulos-7-serie-8-ano2 lista-de-exercicios-de-angulos-7-serie-8-ano
2 lista-de-exercicios-de-angulos-7-serie-8-anoGiovane Silva
 
5ª lista de exercícios complementares de matemática professora michelle - 8...
5ª lista de exercícios complementares de matemática   professora michelle - 8...5ª lista de exercícios complementares de matemática   professora michelle - 8...
5ª lista de exercícios complementares de matemática professora michelle - 8...Elizandra Freitas Moraes Borges
 
Lista de exercícios – Equação do 1° grau
Lista de exercícios – Equação do 1° grau  Lista de exercícios – Equação do 1° grau
Lista de exercícios – Equação do 1° grau Everton Moraes
 

Mais procurados (20)

Relações métricas no triângulo retângulo
Relações métricas no triângulo retânguloRelações métricas no triângulo retângulo
Relações métricas no triângulo retângulo
 
Mat exercicios resolvidos 003
Mat exercicios resolvidos  003Mat exercicios resolvidos  003
Mat exercicios resolvidos 003
 
Lista de Exercícios - Sistema de Numeração
Lista de Exercícios - Sistema de NumeraçãoLista de Exercícios - Sistema de Numeração
Lista de Exercícios - Sistema de Numeração
 
Atividades de matriz 2
Atividades de matriz 2Atividades de matriz 2
Atividades de matriz 2
 
Uso de balança no estudo da equação do 1º grau
Uso de balança no estudo da equação do 1º grauUso de balança no estudo da equação do 1º grau
Uso de balança no estudo da equação do 1º grau
 
Aula sobre triângulos
Aula sobre triângulosAula sobre triângulos
Aula sobre triângulos
 
Cevianas notáveis de um triângulo
Cevianas notáveis de um triânguloCevianas notáveis de um triângulo
Cevianas notáveis de um triângulo
 
Equação exponencial
Equação exponencialEquação exponencial
Equação exponencial
 
Função afim
Função afimFunção afim
Função afim
 
Matemática financeira exercícios resolvidos pdf
Matemática financeira exercícios resolvidos pdfMatemática financeira exercícios resolvidos pdf
Matemática financeira exercícios resolvidos pdf
 
Noções de Funções
Noções de FunçõesNoções de Funções
Noções de Funções
 
Kardinalitas
KardinalitasKardinalitas
Kardinalitas
 
Resumo conjuntos pdf
Resumo conjuntos pdfResumo conjuntos pdf
Resumo conjuntos pdf
 
Lista de exercícios de função afim
Lista de exercícios de função afimLista de exercícios de função afim
Lista de exercícios de função afim
 
Estatística - Distribuição de Frequência - EXERCÍCIOS.pdf
Estatística - Distribuição de Frequência - EXERCÍCIOS.pdfEstatística - Distribuição de Frequência - EXERCÍCIOS.pdf
Estatística - Distribuição de Frequência - EXERCÍCIOS.pdf
 
Conjuntos MATEMÁTICA
Conjuntos MATEMÁTICAConjuntos MATEMÁTICA
Conjuntos MATEMÁTICA
 
Progressão aritmética
Progressão aritméticaProgressão aritmética
Progressão aritmética
 
2 lista-de-exercicios-de-angulos-7-serie-8-ano
2 lista-de-exercicios-de-angulos-7-serie-8-ano2 lista-de-exercicios-de-angulos-7-serie-8-ano
2 lista-de-exercicios-de-angulos-7-serie-8-ano
 
5ª lista de exercícios complementares de matemática professora michelle - 8...
5ª lista de exercícios complementares de matemática   professora michelle - 8...5ª lista de exercícios complementares de matemática   professora michelle - 8...
5ª lista de exercícios complementares de matemática professora michelle - 8...
 
Lista de exercícios – Equação do 1° grau
Lista de exercícios – Equação do 1° grau  Lista de exercícios – Equação do 1° grau
Lista de exercícios – Equação do 1° grau
 

Semelhante a Exame Suficiência CFC 2018/1 Prova Branca Questão 34

Derivadas aplicações taxa de variação marginal _ máximos e mínimos_2016
Derivadas aplicações  taxa de  variação marginal _ máximos e mínimos_2016Derivadas aplicações  taxa de  variação marginal _ máximos e mínimos_2016
Derivadas aplicações taxa de variação marginal _ máximos e mínimos_2016Julio Cezar Wojciechowski
 
Apostila de matematica_ii
Apostila de matematica_iiApostila de matematica_ii
Apostila de matematica_iiJuliano Machado
 
Exame Suficiência CFC 2018/1 Prova Branca Questão 24
Exame Suficiência CFC 2018/1 Prova Branca Questão 24Exame Suficiência CFC 2018/1 Prova Branca Questão 24
Exame Suficiência CFC 2018/1 Prova Branca Questão 24Thiago Chaim
 
Analise de Ponto de Equilibrio
Analise de Ponto de EquilibrioAnalise de Ponto de Equilibrio
Analise de Ponto de EquilibrioFilipe Mello
 
Custos na pequena industria
Custos na pequena industriaCustos na pequena industria
Custos na pequena industriaclaudio moreno
 
Práticas Financeiras e Contábeis - Aulas 5 e 6
Práticas Financeiras e Contábeis - Aulas 5 e 6Práticas Financeiras e Contábeis - Aulas 5 e 6
Práticas Financeiras e Contábeis - Aulas 5 e 6Wandick Rocha de Aquino
 
Aula 7 - Fundamentos de Custos e Métodos de Custeio
Aula 7 - Fundamentos de Custos e Métodos de CusteioAula 7 - Fundamentos de Custos e Métodos de Custeio
Aula 7 - Fundamentos de Custos e Métodos de CusteioMestredaContabilidade
 
03 como administrar_os_custos_de_sua_empresa
03 como administrar_os_custos_de_sua_empresa03 como administrar_os_custos_de_sua_empresa
03 como administrar_os_custos_de_sua_empresaEliabe Denes
 
Capitulo 4 análise de custo volume _lucro
Capitulo 4   análise de custo  volume _lucroCapitulo 4   análise de custo  volume _lucro
Capitulo 4 análise de custo volume _lucroDaniel Moura
 
silo.tips_as-tecnicas-de-analise-do-ponto-de-equilibrio-e-sua-aplicaao-amanda...
silo.tips_as-tecnicas-de-analise-do-ponto-de-equilibrio-e-sua-aplicaao-amanda...silo.tips_as-tecnicas-de-analise-do-ponto-de-equilibrio-e-sua-aplicaao-amanda...
silo.tips_as-tecnicas-de-analise-do-ponto-de-equilibrio-e-sua-aplicaao-amanda...GalbertoGomesOliveir1
 
Exame Suficiência CFC 2017 Questão 29
Exame Suficiência CFC 2017 Questão 29Exame Suficiência CFC 2017 Questão 29
Exame Suficiência CFC 2017 Questão 29Thiago Chaim
 
Turma Qualifica CFC 2017.2 - Contabilidade de Custos
Turma Qualifica CFC 2017.2 - Contabilidade de CustosTurma Qualifica CFC 2017.2 - Contabilidade de Custos
Turma Qualifica CFC 2017.2 - Contabilidade de CustosMarta Chaves
 
Contabilidade decifrada 17
Contabilidade decifrada 17Contabilidade decifrada 17
Contabilidade decifrada 17simuladocontabil
 
Questões de contabilidade de custos
Questões de contabilidade de custosQuestões de contabilidade de custos
Questões de contabilidade de custoszeramento contabil
 
Capitulo 3 sistemas de custos
Capitulo 3   sistemas de custosCapitulo 3   sistemas de custos
Capitulo 3 sistemas de custosDaniel Moura
 
Aula 8 - Ponto de Equilíbrio e Alavancagem Operacional
Aula 8 - Ponto de Equilíbrio e Alavancagem Operacional Aula 8 - Ponto de Equilíbrio e Alavancagem Operacional
Aula 8 - Ponto de Equilíbrio e Alavancagem Operacional MestredaContabilidade
 
Apostila iv margem de contribuicao
Apostila iv   margem de contribuicaoApostila iv   margem de contribuicao
Apostila iv margem de contribuicaozeramento contabil
 
Matematica Financeira
Matematica FinanceiraMatematica Financeira
Matematica FinanceiraEstude Mais
 

Semelhante a Exame Suficiência CFC 2018/1 Prova Branca Questão 34 (20)

Derivadas aplicações taxa de variação marginal _ máximos e mínimos_2016
Derivadas aplicações  taxa de  variação marginal _ máximos e mínimos_2016Derivadas aplicações  taxa de  variação marginal _ máximos e mínimos_2016
Derivadas aplicações taxa de variação marginal _ máximos e mínimos_2016
 
Apostila de matematica_ii
Apostila de matematica_iiApostila de matematica_ii
Apostila de matematica_ii
 
Exame Suficiência CFC 2018/1 Prova Branca Questão 24
Exame Suficiência CFC 2018/1 Prova Branca Questão 24Exame Suficiência CFC 2018/1 Prova Branca Questão 24
Exame Suficiência CFC 2018/1 Prova Branca Questão 24
 
Analise de Ponto de Equilibrio
Analise de Ponto de EquilibrioAnalise de Ponto de Equilibrio
Analise de Ponto de Equilibrio
 
Custos na pequena industria
Custos na pequena industriaCustos na pequena industria
Custos na pequena industria
 
Práticas Financeiras e Contábeis - Aulas 5 e 6
Práticas Financeiras e Contábeis - Aulas 5 e 6Práticas Financeiras e Contábeis - Aulas 5 e 6
Práticas Financeiras e Contábeis - Aulas 5 e 6
 
Aula 7 - Fundamentos de Custos e Métodos de Custeio
Aula 7 - Fundamentos de Custos e Métodos de CusteioAula 7 - Fundamentos de Custos e Métodos de Custeio
Aula 7 - Fundamentos de Custos e Métodos de Custeio
 
03 como administrar_os_custos_de_sua_empresa
03 como administrar_os_custos_de_sua_empresa03 como administrar_os_custos_de_sua_empresa
03 como administrar_os_custos_de_sua_empresa
 
Capitulo 4 análise de custo volume _lucro
Capitulo 4   análise de custo  volume _lucroCapitulo 4   análise de custo  volume _lucro
Capitulo 4 análise de custo volume _lucro
 
silo.tips_as-tecnicas-de-analise-do-ponto-de-equilibrio-e-sua-aplicaao-amanda...
silo.tips_as-tecnicas-de-analise-do-ponto-de-equilibrio-e-sua-aplicaao-amanda...silo.tips_as-tecnicas-de-analise-do-ponto-de-equilibrio-e-sua-aplicaao-amanda...
silo.tips_as-tecnicas-de-analise-do-ponto-de-equilibrio-e-sua-aplicaao-amanda...
 
Aula 02 custeio
Aula 02 custeioAula 02 custeio
Aula 02 custeio
 
Estudo sobre pe
Estudo sobre peEstudo sobre pe
Estudo sobre pe
 
Exame Suficiência CFC 2017 Questão 29
Exame Suficiência CFC 2017 Questão 29Exame Suficiência CFC 2017 Questão 29
Exame Suficiência CFC 2017 Questão 29
 
Turma Qualifica CFC 2017.2 - Contabilidade de Custos
Turma Qualifica CFC 2017.2 - Contabilidade de CustosTurma Qualifica CFC 2017.2 - Contabilidade de Custos
Turma Qualifica CFC 2017.2 - Contabilidade de Custos
 
Contabilidade decifrada 17
Contabilidade decifrada 17Contabilidade decifrada 17
Contabilidade decifrada 17
 
Questões de contabilidade de custos
Questões de contabilidade de custosQuestões de contabilidade de custos
Questões de contabilidade de custos
 
Capitulo 3 sistemas de custos
Capitulo 3   sistemas de custosCapitulo 3   sistemas de custos
Capitulo 3 sistemas de custos
 
Aula 8 - Ponto de Equilíbrio e Alavancagem Operacional
Aula 8 - Ponto de Equilíbrio e Alavancagem Operacional Aula 8 - Ponto de Equilíbrio e Alavancagem Operacional
Aula 8 - Ponto de Equilíbrio e Alavancagem Operacional
 
Apostila iv margem de contribuicao
Apostila iv   margem de contribuicaoApostila iv   margem de contribuicao
Apostila iv margem de contribuicao
 
Matematica Financeira
Matematica FinanceiraMatematica Financeira
Matematica Financeira
 

Mais de Thiago Chaim

Exame Suficiência CFC 2018/2 Prova Branca Questão 42
Exame Suficiência CFC 2018/2 Prova Branca Questão 42Exame Suficiência CFC 2018/2 Prova Branca Questão 42
Exame Suficiência CFC 2018/2 Prova Branca Questão 42Thiago Chaim
 
Exame Suficiência CFC 2018/2 Prova Branca Questão 50
Exame Suficiência CFC 2018/2 Prova Branca Questão 50Exame Suficiência CFC 2018/2 Prova Branca Questão 50
Exame Suficiência CFC 2018/2 Prova Branca Questão 50Thiago Chaim
 
Exame Suficiência CFC 2018/2 Prova Branca Questão 48
Exame Suficiência CFC 2018/2 Prova Branca Questão 48Exame Suficiência CFC 2018/2 Prova Branca Questão 48
Exame Suficiência CFC 2018/2 Prova Branca Questão 48Thiago Chaim
 
Exame Suficiência CFC 2018/2 Prova Branca Questão 46
Exame Suficiência CFC 2018/2 Prova Branca Questão 46Exame Suficiência CFC 2018/2 Prova Branca Questão 46
Exame Suficiência CFC 2018/2 Prova Branca Questão 46Thiago Chaim
 
Exame Suficiência CFC 2018/2 Prova Branca Questão 44
Exame Suficiência CFC 2018/2 Prova Branca Questão 44Exame Suficiência CFC 2018/2 Prova Branca Questão 44
Exame Suficiência CFC 2018/2 Prova Branca Questão 44Thiago Chaim
 
Exame Suficiência CFC 2018/2 Prova Branca Questão 40
Exame Suficiência CFC 2018/2 Prova Branca Questão 40Exame Suficiência CFC 2018/2 Prova Branca Questão 40
Exame Suficiência CFC 2018/2 Prova Branca Questão 40Thiago Chaim
 
Exame Suficiência CFC 2018/2 Prova Branca Questão 38
Exame Suficiência CFC 2018/2 Prova Branca Questão 38Exame Suficiência CFC 2018/2 Prova Branca Questão 38
Exame Suficiência CFC 2018/2 Prova Branca Questão 38Thiago Chaim
 
Exame Suficiência CFC 2018/2 Prova Branca Questão 36
Exame Suficiência CFC 2018/2 Prova Branca Questão 36Exame Suficiência CFC 2018/2 Prova Branca Questão 36
Exame Suficiência CFC 2018/2 Prova Branca Questão 36Thiago Chaim
 
Exame Suficiência CFC 2018/2 Prova Branca Questão 34
Exame Suficiência CFC 2018/2 Prova Branca Questão 34Exame Suficiência CFC 2018/2 Prova Branca Questão 34
Exame Suficiência CFC 2018/2 Prova Branca Questão 34Thiago Chaim
 
Exame Suficiência CFC 2018/2 Prova Branca Questão 32
Exame Suficiência CFC 2018/2 Prova Branca Questão 32Exame Suficiência CFC 2018/2 Prova Branca Questão 32
Exame Suficiência CFC 2018/2 Prova Branca Questão 32Thiago Chaim
 
Exame Suficiência CFC 2018/2 Prova Branca Questão 30
Exame Suficiência CFC 2018/2 Prova Branca Questão 30Exame Suficiência CFC 2018/2 Prova Branca Questão 30
Exame Suficiência CFC 2018/2 Prova Branca Questão 30Thiago Chaim
 
Exame Suficiência CFC 2018/2 Prova Branca Questão 26
Exame Suficiência CFC 2018/2 Prova Branca Questão 26Exame Suficiência CFC 2018/2 Prova Branca Questão 26
Exame Suficiência CFC 2018/2 Prova Branca Questão 26Thiago Chaim
 
Exame Suficiência CFC 2018/2 Prova Branca Questão 22
Exame Suficiência CFC 2018/2 Prova Branca Questão 22Exame Suficiência CFC 2018/2 Prova Branca Questão 22
Exame Suficiência CFC 2018/2 Prova Branca Questão 22Thiago Chaim
 
Exame Suficiência CFC 2018/2 Prova Branca Questão 14
Exame Suficiência CFC 2018/2 Prova Branca Questão 14Exame Suficiência CFC 2018/2 Prova Branca Questão 14
Exame Suficiência CFC 2018/2 Prova Branca Questão 14Thiago Chaim
 
Exame Suficiência CFC 2018/2 Prova Branca Questão 06
Exame Suficiência CFC 2018/2 Prova Branca Questão 06Exame Suficiência CFC 2018/2 Prova Branca Questão 06
Exame Suficiência CFC 2018/2 Prova Branca Questão 06Thiago Chaim
 
Exame Suficiência CFC 2018/2 Prova Branca Questão 04
Exame Suficiência CFC 2018/2 Prova Branca Questão 04Exame Suficiência CFC 2018/2 Prova Branca Questão 04
Exame Suficiência CFC 2018/2 Prova Branca Questão 04Thiago Chaim
 
Exame Suficiência CFC 2018/2 Prova Branca Questão 02
Exame Suficiência CFC 2018/2 Prova Branca Questão 02Exame Suficiência CFC 2018/2 Prova Branca Questão 02
Exame Suficiência CFC 2018/2 Prova Branca Questão 02Thiago Chaim
 
Exame Suficiência CFC 2018/1 Prova Branca Questão 48
Exame Suficiência CFC 2018/1 Prova Branca Questão 48Exame Suficiência CFC 2018/1 Prova Branca Questão 48
Exame Suficiência CFC 2018/1 Prova Branca Questão 48Thiago Chaim
 
Exame Suficiência CFC 2018/1 Prova Branca Questão 44
Exame Suficiência CFC 2018/1 Prova Branca Questão 44Exame Suficiência CFC 2018/1 Prova Branca Questão 44
Exame Suficiência CFC 2018/1 Prova Branca Questão 44Thiago Chaim
 
Exame Suficiência CFC 2018/1 Prova Branca Questão 42
Exame Suficiência CFC 2018/1 Prova Branca Questão 42Exame Suficiência CFC 2018/1 Prova Branca Questão 42
Exame Suficiência CFC 2018/1 Prova Branca Questão 42Thiago Chaim
 

Mais de Thiago Chaim (20)

Exame Suficiência CFC 2018/2 Prova Branca Questão 42
Exame Suficiência CFC 2018/2 Prova Branca Questão 42Exame Suficiência CFC 2018/2 Prova Branca Questão 42
Exame Suficiência CFC 2018/2 Prova Branca Questão 42
 
Exame Suficiência CFC 2018/2 Prova Branca Questão 50
Exame Suficiência CFC 2018/2 Prova Branca Questão 50Exame Suficiência CFC 2018/2 Prova Branca Questão 50
Exame Suficiência CFC 2018/2 Prova Branca Questão 50
 
Exame Suficiência CFC 2018/2 Prova Branca Questão 48
Exame Suficiência CFC 2018/2 Prova Branca Questão 48Exame Suficiência CFC 2018/2 Prova Branca Questão 48
Exame Suficiência CFC 2018/2 Prova Branca Questão 48
 
Exame Suficiência CFC 2018/2 Prova Branca Questão 46
Exame Suficiência CFC 2018/2 Prova Branca Questão 46Exame Suficiência CFC 2018/2 Prova Branca Questão 46
Exame Suficiência CFC 2018/2 Prova Branca Questão 46
 
Exame Suficiência CFC 2018/2 Prova Branca Questão 44
Exame Suficiência CFC 2018/2 Prova Branca Questão 44Exame Suficiência CFC 2018/2 Prova Branca Questão 44
Exame Suficiência CFC 2018/2 Prova Branca Questão 44
 
Exame Suficiência CFC 2018/2 Prova Branca Questão 40
Exame Suficiência CFC 2018/2 Prova Branca Questão 40Exame Suficiência CFC 2018/2 Prova Branca Questão 40
Exame Suficiência CFC 2018/2 Prova Branca Questão 40
 
Exame Suficiência CFC 2018/2 Prova Branca Questão 38
Exame Suficiência CFC 2018/2 Prova Branca Questão 38Exame Suficiência CFC 2018/2 Prova Branca Questão 38
Exame Suficiência CFC 2018/2 Prova Branca Questão 38
 
Exame Suficiência CFC 2018/2 Prova Branca Questão 36
Exame Suficiência CFC 2018/2 Prova Branca Questão 36Exame Suficiência CFC 2018/2 Prova Branca Questão 36
Exame Suficiência CFC 2018/2 Prova Branca Questão 36
 
Exame Suficiência CFC 2018/2 Prova Branca Questão 34
Exame Suficiência CFC 2018/2 Prova Branca Questão 34Exame Suficiência CFC 2018/2 Prova Branca Questão 34
Exame Suficiência CFC 2018/2 Prova Branca Questão 34
 
Exame Suficiência CFC 2018/2 Prova Branca Questão 32
Exame Suficiência CFC 2018/2 Prova Branca Questão 32Exame Suficiência CFC 2018/2 Prova Branca Questão 32
Exame Suficiência CFC 2018/2 Prova Branca Questão 32
 
Exame Suficiência CFC 2018/2 Prova Branca Questão 30
Exame Suficiência CFC 2018/2 Prova Branca Questão 30Exame Suficiência CFC 2018/2 Prova Branca Questão 30
Exame Suficiência CFC 2018/2 Prova Branca Questão 30
 
Exame Suficiência CFC 2018/2 Prova Branca Questão 26
Exame Suficiência CFC 2018/2 Prova Branca Questão 26Exame Suficiência CFC 2018/2 Prova Branca Questão 26
Exame Suficiência CFC 2018/2 Prova Branca Questão 26
 
Exame Suficiência CFC 2018/2 Prova Branca Questão 22
Exame Suficiência CFC 2018/2 Prova Branca Questão 22Exame Suficiência CFC 2018/2 Prova Branca Questão 22
Exame Suficiência CFC 2018/2 Prova Branca Questão 22
 
Exame Suficiência CFC 2018/2 Prova Branca Questão 14
Exame Suficiência CFC 2018/2 Prova Branca Questão 14Exame Suficiência CFC 2018/2 Prova Branca Questão 14
Exame Suficiência CFC 2018/2 Prova Branca Questão 14
 
Exame Suficiência CFC 2018/2 Prova Branca Questão 06
Exame Suficiência CFC 2018/2 Prova Branca Questão 06Exame Suficiência CFC 2018/2 Prova Branca Questão 06
Exame Suficiência CFC 2018/2 Prova Branca Questão 06
 
Exame Suficiência CFC 2018/2 Prova Branca Questão 04
Exame Suficiência CFC 2018/2 Prova Branca Questão 04Exame Suficiência CFC 2018/2 Prova Branca Questão 04
Exame Suficiência CFC 2018/2 Prova Branca Questão 04
 
Exame Suficiência CFC 2018/2 Prova Branca Questão 02
Exame Suficiência CFC 2018/2 Prova Branca Questão 02Exame Suficiência CFC 2018/2 Prova Branca Questão 02
Exame Suficiência CFC 2018/2 Prova Branca Questão 02
 
Exame Suficiência CFC 2018/1 Prova Branca Questão 48
Exame Suficiência CFC 2018/1 Prova Branca Questão 48Exame Suficiência CFC 2018/1 Prova Branca Questão 48
Exame Suficiência CFC 2018/1 Prova Branca Questão 48
 
Exame Suficiência CFC 2018/1 Prova Branca Questão 44
Exame Suficiência CFC 2018/1 Prova Branca Questão 44Exame Suficiência CFC 2018/1 Prova Branca Questão 44
Exame Suficiência CFC 2018/1 Prova Branca Questão 44
 
Exame Suficiência CFC 2018/1 Prova Branca Questão 42
Exame Suficiência CFC 2018/1 Prova Branca Questão 42Exame Suficiência CFC 2018/1 Prova Branca Questão 42
Exame Suficiência CFC 2018/1 Prova Branca Questão 42
 

Último

c) A fosforilação oxidativa é a etapa da respiração celular que mais produz A...
c) A fosforilação oxidativa é a etapa da respiração celular que mais produz A...c) A fosforilação oxidativa é a etapa da respiração celular que mais produz A...
c) A fosforilação oxidativa é a etapa da respiração celular que mais produz A...azulassessoriaacadem3
 
Discuta as principais mudanças e desafios enfrentados pelos profissionais de ...
Discuta as principais mudanças e desafios enfrentados pelos profissionais de ...Discuta as principais mudanças e desafios enfrentados pelos profissionais de ...
Discuta as principais mudanças e desafios enfrentados pelos profissionais de ...azulassessoriaacadem3
 
Transforme seu Corpo em Casa_ Dicas e Estratégias de Rotinas de Exercícios Si...
Transforme seu Corpo em Casa_ Dicas e Estratégias de Rotinas de Exercícios Si...Transforme seu Corpo em Casa_ Dicas e Estratégias de Rotinas de Exercícios Si...
Transforme seu Corpo em Casa_ Dicas e Estratégias de Rotinas de Exercícios Si...manoelaarmani
 
5. Na sua opinião, em que medida os princípios da ORT de Taylor ainda são rel...
5. Na sua opinião, em que medida os princípios da ORT de Taylor ainda são rel...5. Na sua opinião, em que medida os princípios da ORT de Taylor ainda são rel...
5. Na sua opinião, em que medida os princípios da ORT de Taylor ainda são rel...azulassessoriaacadem3
 
Ainda nessa perspectiva, mencione ao menos três desafios associados à aplicaç...
Ainda nessa perspectiva, mencione ao menos três desafios associados à aplicaç...Ainda nessa perspectiva, mencione ao menos três desafios associados à aplicaç...
Ainda nessa perspectiva, mencione ao menos três desafios associados à aplicaç...apoioacademicoead
 
Quiz | EURO - 25 anos do lançamento da moeda única
Quiz | EURO - 25 anos do lançamento da moeda únicaQuiz | EURO - 25 anos do lançamento da moeda única
Quiz | EURO - 25 anos do lançamento da moeda únicaCentro Jacques Delors
 
1. Solicitar ao entrevistado uma breve apresentação da organização, mencionan...
1. Solicitar ao entrevistado uma breve apresentação da organização, mencionan...1. Solicitar ao entrevistado uma breve apresentação da organização, mencionan...
1. Solicitar ao entrevistado uma breve apresentação da organização, mencionan...azulassessoriaacadem3
 
2. Como o entrevistado descreve a gestão e execução dos principais processos ...
2. Como o entrevistado descreve a gestão e execução dos principais processos ...2. Como o entrevistado descreve a gestão e execução dos principais processos ...
2. Como o entrevistado descreve a gestão e execução dos principais processos ...excellenceeducaciona
 
Atividades sobre as Fontes Históricas e Patrimônio.
Atividades sobre as Fontes Históricas e Patrimônio.Atividades sobre as Fontes Históricas e Patrimônio.
Atividades sobre as Fontes Históricas e Patrimônio.Jean Carlos Nunes Paixão
 
5. Na sua opinião, em que medida os princípios da ORT de Taylor ainda são rel...
5. Na sua opinião, em que medida os princípios da ORT de Taylor ainda são rel...5. Na sua opinião, em que medida os princípios da ORT de Taylor ainda são rel...
5. Na sua opinião, em que medida os princípios da ORT de Taylor ainda são rel...azulassessoriaacadem3
 
5. ​Agora suponha que esse mesmo aluno é do sexo feminino, você irá utilizar ...
5. ​Agora suponha que esse mesmo aluno é do sexo feminino, você irá utilizar ...5. ​Agora suponha que esse mesmo aluno é do sexo feminino, você irá utilizar ...
5. ​Agora suponha que esse mesmo aluno é do sexo feminino, você irá utilizar ...azulassessoriaacadem3
 
Domínio da Linguagem Oral Classificação Sílaba Inicial
Domínio da Linguagem  Oral Classificação Sílaba InicialDomínio da Linguagem  Oral Classificação Sílaba Inicial
Domínio da Linguagem Oral Classificação Sílaba InicialTeresaCosta92
 
1. Considerando todas as informações que você obteve, descritas acima, calcul...
1. Considerando todas as informações que você obteve, descritas acima, calcul...1. Considerando todas as informações que você obteve, descritas acima, calcul...
1. Considerando todas as informações que você obteve, descritas acima, calcul...azulassessoriaacadem3
 
O Guia Definitivo para Investir em Bitcoin: Domine o Mercado Hoje!
O Guia Definitivo para Investir em Bitcoin: Domine o Mercado Hoje!O Guia Definitivo para Investir em Bitcoin: Domine o Mercado Hoje!
O Guia Definitivo para Investir em Bitcoin: Domine o Mercado Hoje!Psyc company
 
1) Cite os componentes que devem fazer parte de uma sessão de treinamento.
1) Cite os componentes que devem fazer parte de uma sessão de treinamento.1) Cite os componentes que devem fazer parte de uma sessão de treinamento.
1) Cite os componentes que devem fazer parte de uma sessão de treinamento.azulassessoriaacadem3
 
Minimalismo Fitness Simplifique sua Rotina de Exercícios e Maximize Resultado...
Minimalismo Fitness Simplifique sua Rotina de Exercícios e Maximize Resultado...Minimalismo Fitness Simplifique sua Rotina de Exercícios e Maximize Resultado...
Minimalismo Fitness Simplifique sua Rotina de Exercícios e Maximize Resultado...manoelaarmani
 
Acróstico - Maria da Penha Lei nº 11.340, de 7 de agosto de 2006
Acróstico - Maria da Penha    Lei nº 11.340, de 7 de agosto de 2006Acróstico - Maria da Penha    Lei nº 11.340, de 7 de agosto de 2006
Acróstico - Maria da Penha Lei nº 11.340, de 7 de agosto de 2006Mary Alvarenga
 
Sobre os princípios da teoria burocrática de Max Weber e com base em suas exp...
Sobre os princípios da teoria burocrática de Max Weber e com base em suas exp...Sobre os princípios da teoria burocrática de Max Weber e com base em suas exp...
Sobre os princípios da teoria burocrática de Max Weber e com base em suas exp...azulassessoriaacadem3
 

Último (20)

c) A fosforilação oxidativa é a etapa da respiração celular que mais produz A...
c) A fosforilação oxidativa é a etapa da respiração celular que mais produz A...c) A fosforilação oxidativa é a etapa da respiração celular que mais produz A...
c) A fosforilação oxidativa é a etapa da respiração celular que mais produz A...
 
Discuta as principais mudanças e desafios enfrentados pelos profissionais de ...
Discuta as principais mudanças e desafios enfrentados pelos profissionais de ...Discuta as principais mudanças e desafios enfrentados pelos profissionais de ...
Discuta as principais mudanças e desafios enfrentados pelos profissionais de ...
 
Transforme seu Corpo em Casa_ Dicas e Estratégias de Rotinas de Exercícios Si...
Transforme seu Corpo em Casa_ Dicas e Estratégias de Rotinas de Exercícios Si...Transforme seu Corpo em Casa_ Dicas e Estratégias de Rotinas de Exercícios Si...
Transforme seu Corpo em Casa_ Dicas e Estratégias de Rotinas de Exercícios Si...
 
5. Na sua opinião, em que medida os princípios da ORT de Taylor ainda são rel...
5. Na sua opinião, em que medida os princípios da ORT de Taylor ainda são rel...5. Na sua opinião, em que medida os princípios da ORT de Taylor ainda são rel...
5. Na sua opinião, em que medida os princípios da ORT de Taylor ainda são rel...
 
Ainda nessa perspectiva, mencione ao menos três desafios associados à aplicaç...
Ainda nessa perspectiva, mencione ao menos três desafios associados à aplicaç...Ainda nessa perspectiva, mencione ao menos três desafios associados à aplicaç...
Ainda nessa perspectiva, mencione ao menos três desafios associados à aplicaç...
 
Quiz | EURO - 25 anos do lançamento da moeda única
Quiz | EURO - 25 anos do lançamento da moeda únicaQuiz | EURO - 25 anos do lançamento da moeda única
Quiz | EURO - 25 anos do lançamento da moeda única
 
1. Solicitar ao entrevistado uma breve apresentação da organização, mencionan...
1. Solicitar ao entrevistado uma breve apresentação da organização, mencionan...1. Solicitar ao entrevistado uma breve apresentação da organização, mencionan...
1. Solicitar ao entrevistado uma breve apresentação da organização, mencionan...
 
2. Como o entrevistado descreve a gestão e execução dos principais processos ...
2. Como o entrevistado descreve a gestão e execução dos principais processos ...2. Como o entrevistado descreve a gestão e execução dos principais processos ...
2. Como o entrevistado descreve a gestão e execução dos principais processos ...
 
Atividades sobre as Fontes Históricas e Patrimônio.
Atividades sobre as Fontes Históricas e Patrimônio.Atividades sobre as Fontes Históricas e Patrimônio.
Atividades sobre as Fontes Históricas e Patrimônio.
 
5. Na sua opinião, em que medida os princípios da ORT de Taylor ainda são rel...
5. Na sua opinião, em que medida os princípios da ORT de Taylor ainda são rel...5. Na sua opinião, em que medida os princípios da ORT de Taylor ainda são rel...
5. Na sua opinião, em que medida os princípios da ORT de Taylor ainda são rel...
 
5. ​Agora suponha que esse mesmo aluno é do sexo feminino, você irá utilizar ...
5. ​Agora suponha que esse mesmo aluno é do sexo feminino, você irá utilizar ...5. ​Agora suponha que esse mesmo aluno é do sexo feminino, você irá utilizar ...
5. ​Agora suponha que esse mesmo aluno é do sexo feminino, você irá utilizar ...
 
Domínio da Linguagem Oral Classificação Sílaba Inicial
Domínio da Linguagem  Oral Classificação Sílaba InicialDomínio da Linguagem  Oral Classificação Sílaba Inicial
Domínio da Linguagem Oral Classificação Sílaba Inicial
 
Slides Lição 8, Betel, Família, uma Obra em permanente construção, 1Tr24.pptx
Slides Lição 8, Betel, Família, uma Obra em permanente construção, 1Tr24.pptxSlides Lição 8, Betel, Família, uma Obra em permanente construção, 1Tr24.pptx
Slides Lição 8, Betel, Família, uma Obra em permanente construção, 1Tr24.pptx
 
1. Considerando todas as informações que você obteve, descritas acima, calcul...
1. Considerando todas as informações que você obteve, descritas acima, calcul...1. Considerando todas as informações que você obteve, descritas acima, calcul...
1. Considerando todas as informações que você obteve, descritas acima, calcul...
 
O Guia Definitivo para Investir em Bitcoin: Domine o Mercado Hoje!
O Guia Definitivo para Investir em Bitcoin: Domine o Mercado Hoje!O Guia Definitivo para Investir em Bitcoin: Domine o Mercado Hoje!
O Guia Definitivo para Investir em Bitcoin: Domine o Mercado Hoje!
 
1) Cite os componentes que devem fazer parte de uma sessão de treinamento.
1) Cite os componentes que devem fazer parte de uma sessão de treinamento.1) Cite os componentes que devem fazer parte de uma sessão de treinamento.
1) Cite os componentes que devem fazer parte de uma sessão de treinamento.
 
Minimalismo Fitness Simplifique sua Rotina de Exercícios e Maximize Resultado...
Minimalismo Fitness Simplifique sua Rotina de Exercícios e Maximize Resultado...Minimalismo Fitness Simplifique sua Rotina de Exercícios e Maximize Resultado...
Minimalismo Fitness Simplifique sua Rotina de Exercícios e Maximize Resultado...
 
Acróstico - Maria da Penha Lei nº 11.340, de 7 de agosto de 2006
Acróstico - Maria da Penha    Lei nº 11.340, de 7 de agosto de 2006Acróstico - Maria da Penha    Lei nº 11.340, de 7 de agosto de 2006
Acróstico - Maria da Penha Lei nº 11.340, de 7 de agosto de 2006
 
Atividade sobre o anacronismo na HIstoria
Atividade sobre o anacronismo na HIstoriaAtividade sobre o anacronismo na HIstoria
Atividade sobre o anacronismo na HIstoria
 
Sobre os princípios da teoria burocrática de Max Weber e com base em suas exp...
Sobre os princípios da teoria burocrática de Max Weber e com base em suas exp...Sobre os princípios da teoria burocrática de Max Weber e com base em suas exp...
Sobre os princípios da teoria burocrática de Max Weber e com base em suas exp...
 

Exame Suficiência CFC 2018/1 Prova Branca Questão 34

  • 1. CRC 02/2018 – Questão nº32 da Prova Branca (nº da Prova Verde, nº da Prova Amarela e nº da Prova Azul) – Matemática Financeira e Estatística Uma indústria produz um único produto e adota a análise de regressão linear para estimar os custos indiretos de manutenção fixos e variáveis. Ela fundamenta-se em dados históricos da sua capacidade normal de produção e utiliza a seguinte Função de Regressão Amostral (FRA): Onde: 𝒀 = total dos custos indiretos de manutenção. 𝜷 𝟏 = intercepto. 𝜷 𝟐 = coeficiente angular. 𝒙 = volume de produção em unidades do produto. 𝒖̂ = termo de erro aleatório. É sabido que o setor da indústria passa por um momento de retração e a mesma vem produzindo, há vários meses, menos de 50% da capacidade normal, sem, no entanto, reduzir sua estrutura de custos fixos. No mês de maio de 2018, a indústria produziu 2.000 unidades de seu produto, equivalente a 40% da capacidade normal de produção. O total dos custos indiretos de manutenção incorridos no mesmo mês foi de R$ 1.700.000,00. Em sua última estimação baseada em uma série histórica com dados mensais de produção em nível de capacidade normal, a indústria encontrou 𝜷 𝟏 = 𝟏.𝟎𝟎𝟎.𝟎𝟎𝟎 e 𝜷 𝟐 = 𝟑𝟓𝟎, sendo estes dados utilizados para alocação de custos no mês de maio de 2018. Considerando-se apenas as informações apresentadas e de acordo com a NBC TG 16 (R2) – Estoques, assinale, entre as opções a seguir, o valor dos custos indiretos de manutenção fixos não alocados aos produtos que deve ser reconhecido diretamente como despesa no mês de maio de 2018.
  • 2. A) R$ 0,00. B) R$ 350.000,00. C) R$ 600.000,00. D) R$ 1.000.000,00. Resolução em texto elaborada pela Profº Thiago: 1º) O que a questão pede? Para identificar a alternativa que apresente o valor dos custos indiretos de manutenção fixos não alocados aos produtos e que deve ser reconhecido diretamente como despesa. 2º) Qual estratégia vamos usar para resolver? O modelo Estatístico de Regressão Linear Simples pode ser usado neste caso pois, é possível supor que a relação existente entre o total dos custos indiretos, representado por Y e o volume de produção em unidades do produto, representado por x, é linear. Nesse modelo temos que 𝜷 𝟏 e 𝜷 𝟐 definem a reta de regressão e o x será a variável regressora. O conceito de Intercepto na Matemática Estatística é o momento em que a reta cruza o eixo y e nesse momento x = 0, ou seja, se considerarmos o momento em que não há produção nenhuma, o valor total dos custos indiretos será de R$ 1.000.000,00, representado por 𝜷 𝟏, como não há produção, podemos afirmar que esse valor é o dos custos indiretos fixos e é nesse parâmetro que devemos observar a disposição da NBC TG 16 - Estoques. De acordo com a norma, o valor do custo fixo alocado a cada unidade produzida não pode ser aumentado por causa de um baixo volume de produção ou ociosidade. Os custos fixos não alocados aos produtos devem ser reconhecidos diretamente como despesa no período em que são incorridos.
  • 3. Se nos níveis normais da capacidade de produção o valor dos custos indiretos fixos é de R$ 1.000,000,00, quando a empresa produz o equivalente a 40% da sua capacidade normal, teremos: R$ 1.000.000,00 * 40% = R$ 400.000,00 Esse é o valor que teremos de usar na fórmula em substituição ao valor de 𝜷 𝟏. O enunciado nos forneceu todas as outras variáveis, com exceção do termo de erro aleatório. Conceitualmente, o erro aleatório é a diferença entre o resultado da medição e a média que resultaria de um número infinito de medições da mesma grandeza que queremos medir. Os erros aleatórios são causados por flutuações desconhecidas ou imprevisíveis e é essa variável que queremos achar, pois no caso dessa questão, esse erro será o mesmo valor de custo fixo que deverá ser reconhecido como despesa por conta da retração da produção. Sendo assim, vamos substituir as variáveis da fórmula com os valores que temos: 1.700.000 = 400.000 + (350 * 2000) + 𝒖̂ 1.700.000 = 400.000 + 700.000 + 𝒖̂� 1.700.000 – 400.000 – 700.000 = 𝒖̂ 𝒖̂ = 600.000 Portanto, o valor que deverá ser reconhecido como despesa será de R$ 600.000,00 Gabarito: “C” Acesse outras questões resolvidas no link abaixo:
  • 4. Questões_Exame_01_2018 Participe do nosso grupo no Facebook! Se inscreva no nosso canal no Youtube! Compartilhe com os amigos! Deus abençoe! Grande abraço! Bons estudos!