VIVÊNCIA DAS ACADÊMICAS DE
ENFERMAGEM NO TOLDO
CHIMBANGUE
Francieli Somensi
Hellen Barella
Jéssica Silveira
Luana Noronha
...
Plano de Ensino
 Identificar práticas corporais tidas como naturais;
 Desenvolver capacidade de trabalhar em equipe;
 R...
Plano de Ensino
 Compreender a situação de saúde da população,
reconhecendo seu perfil epidemiológico e seu
caráter histó...
Objetivos
 Conhecer novas culturas;
 Valorização das potencialidades individuais;
 Analisar o papel da enfermagem nos d...
Vivência
 Dia 19 de Abril de 2013;
 Saída
 Unochapecó;
 8 horas da manhã;
 Chegada
 9:15 da manhã;
 Escola de Educa...
Expectativas sobre os povos indígenas;
 “Andam nus sem nenhuma cobertura, nem estimam nenhuma
cousa de cobrir nem mostrar...
Realidade sobre os povos indígenas;
 Casas de alvenaria/madeira;
 Alimentos industrializados;
 Sem pinturas;
 Corpos c...
Educação
 As crianças são alfabetizadas em português e em
kaingang;
 A língua faz parte da grade curricular do primeiro
...
Agricultura
 Agricultura de subsistência;
 Vivem pensando no hoje, não no amanhã;
Oficinas
 Sala da mitologia sobre o surgimento kaingang e
guarani;
 Sala da saúde;
 Campanhas de Promoção da Saúde Indí...
Próximos SlideShares
Carregando em…5
×

Socialização do artigo sobre a vivencia na comunidade indigena

550 visualizações

Publicada em

Publicada em: Saúde e medicina
0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
550
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
1
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
3
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Socialização do artigo sobre a vivencia na comunidade indigena

  1. 1. VIVÊNCIA DAS ACADÊMICAS DE ENFERMAGEM NO TOLDO CHIMBANGUE Francieli Somensi Hellen Barella Jéssica Silveira Luana Noronha Maiara Lussani Mariana Mendes Rosangela Schneider Thayline Cardoso Tutora: Teresinha Rita Boufleuer
  2. 2. Plano de Ensino  Identificar práticas corporais tidas como naturais;  Desenvolver capacidade de trabalhar em equipe;  Reconhecer e conhecer ações de cuidado à saúde de indivíduos, famílias e grupos sociais;  Reconhecer e conhecer estilos de vida saudáveis, conciliando as necessidades dos usuários e da comunidade.
  3. 3. Plano de Ensino  Compreender a situação de saúde da população, reconhecendo seu perfil epidemiológico e seu caráter histórico e social;  Reconhecer o papel social do enfermeiro em atividades de política e planejamento em saúde;  Refletir sobre o modo de ser e viver na atualidade;
  4. 4. Objetivos  Conhecer novas culturas;  Valorização das potencialidades individuais;  Analisar o papel da enfermagem nos diferentes meios;
  5. 5. Vivência  Dia 19 de Abril de 2013;  Saída  Unochapecó;  8 horas da manhã;  Chegada  9:15 da manhã;  Escola de Educação Indígena Fen’nó;
  6. 6. Expectativas sobre os povos indígenas;  “Andam nus sem nenhuma cobertura, nem estimam nenhuma cousa de cobrir nem mostrar suas vergonhas e estão acerca disso com tanta inocência como têm de mostrar no rosto. (...) Eles porém contudo andam muito bem curados e muito limpos e naquilo me parece ainda mais que são como as aves ou alimárias monteses que lhes faz o ar melhor pena e melhor cabelo que as mansas, porque os corpos seus são tão limpos e tão gordos e tão fremosos que não pode mais ser. (...) Ali andavam entre eles três ou quatro moças bem novinhas e gentis, com cabelo mui pretos e compridos pelas costas e suas vergonhas tão altas e tão saradinhas e tão limpas das cabeleiras que de as nós muito bem olharmos não tínhamos nenhuma vergonha.” (Trecho da Carta de Pero Vaz de Caminha ao Rei D. Emanuel)
  7. 7. Realidade sobre os povos indígenas;  Casas de alvenaria/madeira;  Alimentos industrializados;  Sem pinturas;  Corpos cobertos com roupas;  Aparelhos eletrônicos;
  8. 8. Educação  As crianças são alfabetizadas em português e em kaingang;  A língua faz parte da grade curricular do primeiro ao nono ano do Ensino Fundamental;  Período de negação;  Manter a Cultura em meio a modernidade; Desafios da Cultura Indígena
  9. 9. Agricultura  Agricultura de subsistência;  Vivem pensando no hoje, não no amanhã;
  10. 10. Oficinas  Sala da mitologia sobre o surgimento kaingang e guarani;  Sala da saúde;  Campanhas de Promoção da Saúde Indígena;  Campanhas de Conscientização sobre o uso de Chás;

×