Direitos Humanos
Histórico
Todos os projetos e atividades de extensão, nas modalidades de curso, eventos
ou ações contínuas fazem parte do ...
SOBRE O NEX							01
SUMÁRIO								02
ARTIGO 1								04
ARTIGO 2								06
ARTIGO 3								08
ARTIGO 4								10
ARTIGO ...
ART. 1
Os homens nascem e são livres e iguais em direitos.
As distinções sociais só podem fundamentar­-se na utilidade com...
1
ART. 2
06
2
A finalidade de toda associação política é a conservação dos direitos
naturais e imprescritíveis do homem. Esses direito...
O princípio de toda a soberania reside, essencialmente, na nação.
Nenhum corpo, nenhum indivíduo pode exercer autoridade q...
ART. 4
10
A liberdade consiste em poder fazer tudo que não prejudique o próximo:
assim, o exercício dos direitos naturais de cada ho...
ART. 5
A lei proíbe senão as ações nocivas à sociedade. Tudo que não é vedado
pela lei não pode ser obstado e ninguém pode...
5
ART. 6
14
6
A lei é a expressão da vontade geral. Todos os cidadãos têm o direito de
concorrer, pessoalmente ou através de mandatári...
ART. 7
Ninguém pode ser acusado, preso ou detido senão nos casos determinados
pela lei e de acordo com as formas por esta ...
7
A lei apenas deve estabelecer penas estrita e evidentemente necessárias
e ninguém pode ser punido senão por força de uma l...
Todo acusado é considerado inocente até ser declarado culpado e, se julgar
indispensável prendê-lo, todo o rigor desnecess...
ART. 10
Ninguém pode ser molestado por suas opiniões, incluindo opiniões
religiosas, desde que sua manifestação não pertur...
0
A livre comunicação das ideias e das opiniões é um dos mais preciosos direitos do homem;
todo cidadão pode, portanto, fala...
A garantia dos direitos do homem e do cidadão necessita de uma força
pública; esta força é, pois, instituída para fruição ...
ART. 13
Para a manutenção da força pública e para as despesas de administração
é indispensável uma contribuição comum que ...
3
ART. 14
Todos os cidadãos têm direito de verificar, por si ou pelos seus representantes, da
necessidade da contribuição pú...
4
ART. 15
32
A sociedade tem o direito de pedir contas a todo
agente público pela sua administração.
A população tem por direito à tran...
A sociedade em que não esteja assegurada a garantia dos direitos
nem estabelecida a separação dos poderes não tem Constitu...
ART. 17
Como a propriedade é um direito inviolável e sagrado, ninguém dela pode ser
privado, a não ser quando a necessidad...
7
Criação do Tema
Charles Lima, Develis Junio, Felipe Bomfim, José Paulo e Thauany Cristini
Conceito das Fotos
Charles Lima,...
Taguatinga Guará Ceilândia Sobradinho
Catálogo finalizado+logo+sumário (1)
Catálogo finalizado+logo+sumário (1)
Catálogo finalizado+logo+sumário (1)
Catálogo finalizado+logo+sumário (1)
Catálogo finalizado+logo+sumário (1)
Catálogo finalizado+logo+sumário (1)
Catálogo finalizado+logo+sumário (1)
Próximos SlideShares
Carregando em…5
×

Catálogo finalizado+logo+sumário (1)

141 visualizações

Publicada em

Direitos Humanos

Publicada em: Educação
0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
141
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
2
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
2
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Catálogo finalizado+logo+sumário (1)

  1. 1. Direitos Humanos
  2. 2. Histórico Todos os projetos e atividades de extensão, nas modalidades de curso, eventos ou ações contínuas fazem parte do NEX. O NEX possui dois programas - Programa de integração comunitária, responsabilidade social e desenvolvimento sustentável: ações de extensão com ênfase no envolvimento da comunidade acadêmica com a sociedade e no compromisso com as causas sociais, culturais e ambientais. - Programa de educação continuada e vivenciada acadêmica: ações de extensão com ênfase na extensão curricular e no complexo de conteúdos, visando á formação do aluno e da sociedade, além da qualidade no ambiente interno e na melhoria dos relacionamentos. A extensão publicitária é a forma que o estudante tem de colaborar com a nação, socializando o conhecimento, estreitando as barreiras existentes entre a comunidade e a universidade. NEX (Núcleo de Extensão)
  3. 3. SOBRE O NEX 01 SUMÁRIO 02 ARTIGO 1 04 ARTIGO 2 06 ARTIGO 3 08 ARTIGO 4 10 ARTIGO 5 12 ARTIGO 6 14 ARTIGO 7 16 ARTIGO 8 18 ARTIGO 9 20 ARTIGO 10 22 ARTIGO 11 24 ARTIGO 12 26 ARTIGO 13 28 ARTIGO 14 30 ARTIGO 15 32 ARTIGO 16 34 ARTIGO 17 36 FICHA TÉCNICA 38 SUMÁRIO 02
  4. 4. ART. 1 Os homens nascem e são livres e iguais em direitos. As distinções sociais só podem fundamentar­-se na utilidade comum. A liberdade e os direitos que você tem qualquer pessoa ao seu lado também têm.
  5. 5. 1
  6. 6. ART. 2 06
  7. 7. 2 A finalidade de toda associação política é a conservação dos direitos naturais e imprescritíveis do homem. Esses direitos são a liberdade, a propriedade, a segurança e a resistência à opressão. Independente de partidos políticos, a obrigação deles é de zelar pelos direitos humanos de cada individuo da sociedade.
  8. 8. O princípio de toda a soberania reside, essencialmente, na nação. Nenhum corpo, nenhum indivíduo pode exercer autoridade que dela não emane expressamente. Ninguém pode exercer um poder sem ter a autoridade necessária para isso. A sociedade é a única que pode designar tal responsabilidade para alguém.
  9. 9. ART. 4 10
  10. 10. A liberdade consiste em poder fazer tudo que não prejudique o próximo: assim, o exercício dos direitos naturais de cada homem não tem por limites senão aqueles que asseguram aos outros membros da sociedade o gozo dos mesmos direitos. Estes limites apenas podem ser determinados pela lei. A sua liberdade não pode perturbar a do outro, ou seja, quando a liberdade de um termina a do outro começa.
  11. 11. ART. 5 A lei proíbe senão as ações nocivas à sociedade. Tudo que não é vedado pela lei não pode ser obstado e ninguém pode ser constrangido a fazer o que ela não ordene. É proibido qualquer ato que prejudique ou afete a sociedade.
  12. 12. 5
  13. 13. ART. 6 14
  14. 14. 6 A lei é a expressão da vontade geral. Todos os cidadãos têm o direito de concorrer, pessoalmente ou através de mandatários, para a sua formação. Ela deve ser a mesma para todos, seja para proteger, seja para punir. Todos os cidadãos são iguais a seus olhos e igualmente admissíveis a todas as dignidades, lugares e empregos públicos, segundo a sua capacidade e sem outra distinção que não seja a das suas virtudes e dos seus talentos. Todos os cidadãos têm por direito receber uma boa formação.
  15. 15. ART. 7 Ninguém pode ser acusado, preso ou detido senão nos casos determinados pela lei e de acordo com as formas por esta prescritas. Os que solicitam, expedem, executam ou mandam executar ordens arbitrárias devem ser punidos; mas qualquer cidadão convocado ou detido em virtude da lei deve obedecer imediatamente, caso contrário torna-se culpado de resistência. Ninguém pode ser detido sem justificativa legal.
  16. 16. 7
  17. 17. A lei apenas deve estabelecer penas estrita e evidentemente necessárias e ninguém pode ser punido senão por força de uma lei estabelecida e promulgada antes do delito e legalmente aplicada. A pena só pode ser aplicada baseada em leis que estejam em vigor.
  18. 18. Todo acusado é considerado inocente até ser declarado culpado e, se julgar indispensável prendê-lo, todo o rigor desnecessário à guarda da sua pessoa deverá ser severamente reprimido pela lei. Ser acusado não significa que é culpado. Enquanto não se comprovar que seja inocente, o preso precisa ter sua vida resguardada.
  19. 19. ART. 10 Ninguém pode ser molestado por suas opiniões, incluindo opiniões religiosas, desde que sua manifestação não perturbe a ordem pública estabelecida pela lei. Temos a liberdade de expressão sobre qualquer assunto, desde que não agrida outras pessoas. 22
  20. 20. 0
  21. 21. A livre comunicação das ideias e das opiniões é um dos mais preciosos direitos do homem; todo cidadão pode, portanto, falar, escrever, imprimir livremente, respondendo, todavia, pelos abusos desta liberdade nos termos previstos na lei. A liberdade de expressão é valida, mas cada pessoa é responsável por aquilo que diz.
  22. 22. A garantia dos direitos do homem e do cidadão necessita de uma força pública; esta força é, pois, instituída para fruição por todos, e não para utilidade particular daqueles a quem é confiada. Qualquer cidadão ao fazer exercício dos seus direitos deve estar protegido pelo poder governamental e ninguém pode ser privado disso.
  23. 23. ART. 13 Para a manutenção da força pública e para as despesas de administração é indispensável uma contribuição comum que deve ser dividida entre os cidadãos de acordo com suas possibilidades. Os impostos são divididos entre todos os cidadãos para pagar custos administrativos. 28
  24. 24. 3
  25. 25. ART. 14 Todos os cidadãos têm direito de verificar, por si ou pelos seus representantes, da necessidade da contribuição pública, de consenti-la livremente, de observar o seu emprego e de lhe fixar a repartição, a coleta, a cobrança e a duração. É dever de todo cidadão cobrar e ver o retorno do seu dinheiro para sociedade.
  26. 26. 4
  27. 27. ART. 15 32
  28. 28. A sociedade tem o direito de pedir contas a todo agente público pela sua administração. A população tem por direito à transparência de toda e qualquer ação administrativa.
  29. 29. A sociedade em que não esteja assegurada a garantia dos direitos nem estabelecida a separação dos poderes não tem Constituição. A constituição é para todos os cidadãos numa sociedade em que os poderes políticos não sejam concentrados.
  30. 30. ART. 17 Como a propriedade é um direito inviolável e sagrado, ninguém dela pode ser privado, a não ser quando a necessidade pública legalmente comprovada o exigir e sob condição de justa e prévia indenização. Ninguém deve ser privado em ter uma moradia. E só pode ser expulso se houver razão legal e justificável para isso.
  31. 31. 7
  32. 32. Criação do Tema Charles Lima, Develis Junio, Felipe Bomfim, José Paulo e Thauany Cristini Conceito das Fotos Charles Lima, Develis Junio, Felipe Bomfim, José Paulo e Thauany Cristini Layout Felipe Bomfim Fotografia Develis Junio e José Paulo Briefing e Atendimento Charles Lima e Thauany Cristini Produção Geral Charles Lima, Develis Junio, Felipe Bomfim, José Paulo e Thauany Cristini Edição de Fotos José Paulo Textos dos Artigos Develis Junio Específicações Técnicas Impressão Digital Formato: 21,0 cm x 29,7cm Papel Couché Fosco 150g Gráfica: LM Copiadora Fontes tipográficas utilizadas Calibri Impact Bodoni Bd BT Fotografia Câmera: Canon PowerShot SX160 IS Softwares de Edição: Adobe InDesign CC 2014 Adobe Illustrator CC 2014 Adobe Photoshop CC 2014 FICHA TÉCNICA 38
  33. 33. Taguatinga Guará Ceilândia Sobradinho

×