575 A.C.
ORIGEM E CULTIVO
• A planta do café é originária da
Etiópia. Usada como alimento, é
em 575 a.C. que passa a ser
c...
1600 / 1645 / 1649
INTRODUÇÃO DO CAFÉ NA EUROPA
• A introdução na Europa do café comercial
deu-se através de Veneza, onde ...
Séc. XVIII-1800
O café em Portugal
• No século XVIII, em Portugal, com Francisco
de Melo Palheta, durante o reinado do rei...
SÉC. XVIII XIX
PRIMEIROS CAFÉS PÚBLICOS EM
PORTUGAL
• Durante o séc. XVIII
apareceram os primeiros
cafés públicos inspirad...
1963
Criação da Organização Internacional
do Café (ICO)
• Foi então criada, em 1963, a
Organização Internacional do
Café (...
ORIGENS - O CAFÉ
• O café é o factor fundamental para a
economia de mais de 50 países produtores.
• Os países produtores d...
Países Produtores
• O café é o factor fundamental para a economia de mais de 50 países
produtores. Ocupa o segundo lugar d...
Existem 2 tipos de café:
 Robusta
 Arábica
Robusta
Arábica
PROCESSO PRODUTIVO DO CAFÉ
PROCESSO PRODUTIVO DO CAFÉ
O processo de fabricação do pó de café consiste basicamente
nas seguintes etapas:
Composição do...
PROCESSO PRODUTIVO DO CAFÉ
Composição do “Blend”
“A composição do “Blend” envolve a mistura correta das variedades de grão...
PROCESSO PRODUTIVO DO CAFÉ
Torrefação
“É o processo em que o café já misturado para a formação do “Blend” é aquecido até o...
PROCESSO PRODUTIVO DO CAFÉ
Moagem
“É o processo em que os grãos torrados são triturados até se transformarem
em pó fino”.
PROCESSO PRODUTIVO DO CAFÉ
Embalagem
“O produto pó de café é então empacotado por processo a vácuo ou não, em embalagens d...
PROCESSO PRODUTIVO DO CAFÉ
Armazenagem
“As caixas de papelão são então guardadas na área de armazenagem onde ficam aguarda...
Trabalho realizado por:
Nádia Conceição nº16
Rafaela Loução nº19
Thales Morais nº20
História do café
História do café
Próximos SlideShares
Carregando em…5
×

História do café

3.054 visualizações

Publicada em

Publicada em: Educação
0 comentários
4 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
3.054
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
4
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
192
Comentários
0
Gostaram
4
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

História do café

  1. 1. 575 A.C. ORIGEM E CULTIVO • A planta do café é originária da Etiópia. Usada como alimento, é em 575 a.C. que passa a ser cultivada pelos árabes com o objectivo de a utilizarem na preparação de uma bebida. Segundo as primeiras referências, o café foi classificado na família dos evónimos e logo depois na família dos jasmins. Mais tarde, o café foi incorporado por Linneo e, posteriormente por De Jussie, como pertencente à família das Rubiáceas, género coffea. • A história mais generalizada atribui a descoberta das propriedades do café a um prior de um mosteiro cristão, no qual um pastor de cabras, de nome Kaldi, se teria apercebido de que os animais confiados à sua guarda, após haverem comido de “uma certa planta” não podiam conciliar o sono e ficavam em grande agitação. O prior certificou-se do facto e utilizando os grãos dessa planta fez beber a decocção obtida aos seus monges, os quais, graças a ele, ficavam mais despertos durante os ofícios religiosos da noite.
  2. 2. 1600 / 1645 / 1649 INTRODUÇÃO DO CAFÉ NA EUROPA • A introdução na Europa do café comercial deu-se através de Veneza, onde o primeiro café público "Café Florian" abriu em 1645. O café chegou pouco depois a França (1659), tendo o seu consumo expandindo-se rapidamente e em grande escala. • As "casas de café" na Europa tornaram- se, desde então, lugares influentes, frequentados por artistas, intelectuais, mercadores, banqueiros, etc., sendo um fórum para actividades políticas e desenvolvimento da sociedade. • Surgiram vários opositores ao café em todos os lugares. Na Itália, por volta do ano de 1600 os padres pediram ao Papa Clemente VIII para proibir a bebida favorita do Império Otomano considerando-a parte da infiel ameaça, porém após o Papa beber um gole achou- a deliciosa e a baptizou-a como uma aceitável bebida aos cristãos de todo o mundo.
  3. 3. Séc. XVIII-1800 O café em Portugal • No século XVIII, em Portugal, com Francisco de Melo Palheta, durante o reinado do rei D. João V, conseguiu introduzir o café na ex- colónia do Brasil e transformá-lo no maior produtor de café mundial. A partir do Brasil o café foi levado para as ex-colónias Cabo Verde e S. Tomé e Príncipe. • Em Angola o café surgiu anteriormente, pensa-se que foi introduzido pelos missionários portugueses. Em Timor o café deu entrada por via de Java com os holandeses. • O cafeeiro Arábica foi introduzido em S. Tomé a partir do Brasil por volta de 1800. Pela mesma época, o cafeeiro foi introduzido pelos portugueses em Cabo Verde. • Em Angola, o grupo dos cafeeiros dominante era o Robusta, responsável por 90-95% da produção de café comercial deste território.
  4. 4. SÉC. XVIII XIX PRIMEIROS CAFÉS PÚBLICOS EM PORTUGAL • Durante o séc. XVIII apareceram os primeiros cafés públicos inspirados nas tertúlias francesas do séc. XVII, tornaram-se espaços de animação cultural e artística. Surgiram assim, vários cafés em Lisboa, entre eles o Martinho da Arcada, Café Tavares, Café Nicola, Botequim Parras. Já no princípio do séc. XIX abriram os famosos cafés Marrare fundados por António Marrare, siciliano de origem, negociante de vinhos engarrafados, licores e café. Tal como era referido na altura "Lisboa era Chiado, o Chiado era o Marrare e o Marrare ditava a lei". Com Júlio Castilho, Almeida Garrett, Alexandre Herculano, entre outros, estes cafés públicos foram autênticas academias de moda e de pensamento.
  5. 5. 1963 Criação da Organização Internacional do Café (ICO) • Foi então criada, em 1963, a Organização Internacional do Café (ICO) sediada em Londres. • Foram estabelecidas quotas de café tanto a países produtores como importadores de forma a evitar uma contínua variação dos parâmetros em jogo. Esta organização é sustentada por verbas provenientes dos seus membros, distribuídas proporcionalmente à posição que ocupam no mercado internacional. Assim, o Brasil e a Colômbia por um lado e os EUA e alguns países da Europa ocidental por outro, são o sustentáculo económico da organização. Sob o controlo da ICO, os preços permaneceram relativamente estáveis durante quase 25 anos. Em finais dos anos 80 o acordo começou a não funcionar convenientemente. Produzia-se um excesso global de café e muitos países não estavam de acordo com as quotas que lhes eram atribuídas pela ICO.
  6. 6. ORIGENS - O CAFÉ • O café é o factor fundamental para a economia de mais de 50 países produtores. • Os países produtores dividem-se em duas categorias: arábicas e robustas.
  7. 7. Países Produtores • O café é o factor fundamental para a economia de mais de 50 países produtores. Ocupa o segundo lugar dentro dos principais produtos de valor comercial, sendo superado somente pelo petróleo.
  8. 8. Existem 2 tipos de café:  Robusta  Arábica
  9. 9. Robusta
  10. 10. Arábica
  11. 11. PROCESSO PRODUTIVO DO CAFÉ
  12. 12. PROCESSO PRODUTIVO DO CAFÉ O processo de fabricação do pó de café consiste basicamente nas seguintes etapas: Composição do “Blend” do Café Torrefação Moagem Embalagem Armazenagem
  13. 13. PROCESSO PRODUTIVO DO CAFÉ Composição do “Blend” “A composição do “Blend” envolve a mistura correta das variedades de grãos de café e a obtenção de um pó de café, que tenha um padrão de cor e de sabor que seja bem aceito pelos mercados que se queira atingir.”
  14. 14. PROCESSO PRODUTIVO DO CAFÉ Torrefação “É o processo em que o café já misturado para a formação do “Blend” é aquecido até o ponto de torra. Neste caso deve-se buscar um equipamento para processar a torra do café que seja mais ou menos compatível com a escala de mercado que se queira produzir. Depois de torrado o café precisa passar por um processo de desgaseificação e, depois deste descanso, ele será moído ou apenas embalado (café em grãos) dependendo do tipo de utilização a que se destina”
  15. 15. PROCESSO PRODUTIVO DO CAFÉ Moagem “É o processo em que os grãos torrados são triturados até se transformarem em pó fino”.
  16. 16. PROCESSO PRODUTIVO DO CAFÉ Embalagem “O produto pó de café é então empacotado por processo a vácuo ou não, em embalagens de polietileno, ou polipropileno bi-orientado, em unidades de 250 e 500 gramas. Após seu enchimento no peso determinado esses sacos são fechados por uma máquina seladora. Para facilidade de estocagem assim como de distribuição essas pequenas unidades são então acondicionadas em caixas de papelão contendo em média 10 quilos”.
  17. 17. PROCESSO PRODUTIVO DO CAFÉ Armazenagem “As caixas de papelão são então guardadas na área de armazenagem onde ficam aguardando a hora de embarque para o estabelecimento do cliente comprador”.
  18. 18. Trabalho realizado por: Nádia Conceição nº16 Rafaela Loução nº19 Thales Morais nº20

×