Edifício Simpatia 236

7.088 visualizações

Publicada em

0 comentários
3 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
7.088
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
4
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
172
Comentários
0
Gostaram
3
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Edifício Simpatia 236

  1. 1. 2007-2011Grupo SP: João Sodré, Álvaro Puntoni e Jonathan DaviesVila Madalena, São Paulo, SP.
  2. 2. UNIVERSIDADE PAULISTA EDIFÍCIO SIMPATIA 236 – GRUPO SP ARQUITETURATrabalho de GraduaçãoUniversidade Paulista – UNIPCurso: Arquitetura e UrbanismoTurma: AU3A/B12Disciplina: P.A. Habitação ColetivaData: 29 de Fevereiro de 2012. Integrantes da equipe: Rosany Albuquerque Biffi R.A.: B0320F-4 Thais Vasconcellos Jirschik R.A.: A94610-1 CAMPINAS 2011
  3. 3. INTRODUÇÃO O projeto do Edifício Simpatia 236 foi encomendado aoGrupo SP pela incorporadora Movimento Um com parceria daIdea Zarvos e a construtora CP3, com a intenção de obter aproposta de um edifício inovador, tanto na forma daimplantação, uso de materiais e programa arquitetônico. O resultado foi um prédio habitacional de layoutpersonalizável, com uma agradável área social que propicia oconvívio entre os moradores, com espelhos d’água, piscinacoletiva e vegetação, além de ter sido inserido na paisagemurbana (Vila Madalena) de forma harmônica e sútil.
  4. 4. IMPLANTAÇÃO “O Edifício se inseriu bem na paisagem e na escala das casinhas em volta. Não é agressivo”; Foi assim que observando o entorno, João Sodré, um dos sócios do Grupo SP, definiu o edifício que acabara de ficar pronto. •Implantação em terreno com topografia acidentada. •Área do terreno: 820 m2 •Área construída: 3.000 m2 •Testa maior na Rua Simpatia. •Testa menor e mais estreita na Rua Medeiros de Albuquerque. •Predomínio no entorno de residências unifamiliares.Desenho de situação da Villa Mairea, emdestaque. Escala indisponível.Fonte: WESTON, R. livro Alvar Aalto. Fotos do entorno do Edifício Simpatia Fonte:Google Earth
  5. 5. IMPLANTAÇÃOFoto da implantação do Ed. Simpatia Fotos Vista Rua Simpatia e Rua Medeiros de AlbuquerqueFonte:http://www.maisamarra.blogspot.com/ Fonte:http://gruposp.arq.br/
  6. 6. IMPLANTAÇÃO Com a intenção de não apenas proporcionar o ato de residir e sim de “viver na cidade”, os arquitetos recuaram o fechamento da divisa do edifício com a Rua Medeiros e criaram uma pequena praça. Uma árvore e um banco que substituem de forma generosa um gelado muro. Através das grades o edifício se incorporou na paisagem e permitiu uma saudável integração com o entorno. Fotos Vista Rua Simpatia e Rua Medeiros de Albuquerqu Fonte:Google Maps
  7. 7. ACESSO É por meio de rampas que pessoas e veículos são convidados a entrar no Edifício. Esse acesso se da pela Rua Simpatia, que recebe de presente um lindo painel com 2,80 m x 10 m composto de nove placas montadas no local pelo artista Andrés Sandoval. Fotos Vista Rua Simpatia e Rua Medeiros deVista frontal do Ed. Simpatia AlbuquerquFonte:http://www.maisamarra.blogspot.com/ Fonte:Google Maps Vista frontal do Ed. Simpatia Fonte:http://gruposp.arq.br/
  8. 8. ACESSO/CIRCULAÇÃO Com a intenção de trazer o espaço urbano para dentro do edifício grande parte das áreas de acesso, circulação e convívio receberam como piso o mosaico português. É uma circulação intuitiva, sem obstáculos visuais, que através da presença da água e do verde traz um convite ao olhar.Áreas de circulação e acessoFonte:Esquerda e direita abaixo; Revista AU no 207 Junho 2011. Foto superior: Fonte:http://www.arqbacana.com.br
  9. 9. CIRCULAÇÃO A circulação vertical do edifício funciona como uma coluna vertebral, e dela se ramificam as circulações horizontais. Nesta coluna estão o elevador e as escadas.Corte transversal e longitudinal do Ed. Simpatia. Fonte:http://gruposp.arq.br/
  10. 10. CIRCULAÇÃO Escada de ligação entre o pavimento da rua Medeiros ao primeiro nível de garagens. Há LAVANDERIA suspeitas que o nível da rua Medeiros não seja acessível a pessoas com dificuldade de locomoção. Escada de ligação entre o segundo pavimento de garagens e o térreo.ESTACIONAMENTO Fonte:http://www.arqbacana.com.br
  11. 11. CIRCULAÇÃO Coluna de escadas e elevadores que proporcionam a circulação vertical do primeiro pavimento de garagens até a cobertura. Circulação entre apartamento e zeladoria. Fonte:http://www.arqbacana.com.br
  12. 12. CIRCULAÇÃO Circulação entre apartamentos.Fonte:http://www.arqbacana.com.br Coluna de escadas e elevadores que proporcionam a circulação vertical do primeiro pavimento de garagens até a cobertura. Fonte: Revista AU no 207 Junho 2011
  13. 13. CIRCULAÇÃO A circulaçãovertical no interiordas unidades decobertura. Corte longitudinal e plantas unidade cobertura do Ed. Simpatia Fonte:http://www.maisamarra.blogspot.com/ ACESSO
  14. 14. VOLUMETRIA Maquete do Ed. Simpatia. Fonte:http://gruposp.arq.br/Maquete eletrônica do Ed. Simpatia. Fonte:http://gruposp.arq.br/ • 2 blocos habitacionais interligados por corredor central de convívio e circulação; • Área social e estacionamento até o nível da rua e a habitacional totalmente aérea. Fonte: Revista AU no 207 Junho 2011
  15. 15. VOLUMETRIA • Varanda metálica que se projeta na parte posterior do edifício.Maquete do Ed. Simpatia. Fonte:http://gruposp.arq.br/ Foto à esquerda e acima: Fonte:http://www.arqbacana.com.br
  16. 16. VOLUMETRIA Jogo dos brises na fachada: Fonte:http://www.arqbacana.com.brFonte: Revista AU no 207 Junho 2011• Brises de bambu na fachada, posição das janelas e disposição da tubulção hidráulica refletem a flexibilização do layout das unidades habitacionais.• Placas cimentícias sobre espelho d’água acompanham a forma do corredor central. Fonte: Revista AU no 207 Junho 2011
  17. 17. TIPOLOGIASIMPATIA MEDEIROS Maquete eletrônica do Pavimento Tipo. Fonte:http://www.maisamarra.blogspot.com/ • 13 apartamentos distribuídos em 8 andares; • 2 blocos: um com unidades de 95 m2(Simpatia) e outro com unidades de 112 m2 (Medeiros de Albuquerque). • 2 coberturas com piscina privativa, de 275 m2 e 316 m2. Maquetes eletrônicas da cobertura menor (ao lado) e maior (acima). Fonte:http://www.maisamarra.blogspot.com/
  18. 18. TIPOLOGIAFonte:http://gruposp.arq.br/
  19. 19. TIPOLOGIA ACESSO ABERTURAS PILARES (MODULAÇÃO)Fonte:http://www.arqbacana.com.br • A Modulação do Edifício, feita através de pilares no interior das unidades reflete a planta livre dos pavimentos, já que não há paredes estruturais divisórias.
  20. 20. TIPOLOGIAFonte:http://www.arqbacana.com.br
  21. 21. TIPOLOGIAVista para a varanda do interior do apartamento maior.Fonte:http://www.arqbacana.com.br • Aberturas nas faces leste e oeste através de panos de vidro que dão acesso às varandas; • Demais aberturas (janelas) das faces norte e sul estão dispostas aleatoriamente de acordo com a escolha de cada morador. Vista dos brises do interior do apartamento menor. Fonte:http://www.arqbacana.com.br
  22. 22. UNIDADE HABITACIONALMaquete eletrônica de proposta para layout do apartamento menor.Fonte:http://gruposp.arq.br/Maquete eletrônica de proposta para layout do apartamento maior.Fonte:http://gruposp.arq.br/• Planta livre para usuário adaptar suas necessidades habitacionais:- Divisões dos ambientes feita através de dry-wall, mobiliário ou divisórias móveis,- Laje no osso,- Teto sem forro,- Infraestrutura e hidráulica externa estão junto aos pilares,o que libera a posição das áreas molháveis.
  23. 23. UNIDADE HABITACIONALUnidade menor:- Casal ou solteiro;-Apenas WC isolado;-Ambientes setorizados com móveis;-Cozinha em ilha no lado Norte. ACESSO Unidade menor: - Casal e filho: 2 quartos; - Cozinha e sala integradas; - Ambientes setorizados com dry-wall; - Cozinha linear no lado Sul. ACESSO Exemplos de plantas humanizadas do apartamento menor. Fonte:http://www.maisamarra.blogspot.com/
  24. 24. UNIDADE HABITACIONAL Unidade maior: - Casal e filho: 2 quartos; - Cozinha, sala e varanda integradas; - Ambientes setorizados com dry-wall; - Cozinha linear no lado Norte. ACESSOExemplos de plantas humanizadas do apartamento maior.Fonte:http://www.maisamarra.blogspot.com/ Unidade maior: - Casal ou solteiro - Layout mais integrado: - Quarto parcialmente integrado com WC; ACESSO - Cozinha, sala, home e varanda integradas; - Ambientes setorizados com dry-wall; - Cozinha em ilha no lado Sul. - Lavabo.
  25. 25. UNIDADE HABITACIONAL Cobertura menor: •Pavimento de acesso: -Cozinha, sala e varanda integradas; -Ambientes setorizados com dry-wall; -Cozinha em ilha no lado Norte; -Área de estudo; -Lavanderia maior e quarto para doméstica; •Pavimento inferior: -Casal e 2 filhos: 3 quartos e 2 WCs -Setorização com dry-wall e mobiliário; •Cobertura: ACESSO -Piscina privativa; -Área de lazer com cozinha gourmet.Exemplos de plantas humanizadas da cobertura menor.Fonte:http://www.maisamarra.blogspot.com/
  26. 26. REFERÊNCIAS• Revista AU no 207 Junho 2011 – Edifícios Residenciais.•Blog http://www.maisamarra.blogspot.com•Site do Grupo SP: http://www.gruposp.arq.br• Site Arq Bacana:http://www.arqbacana.com.br• Portal AU: http://www.revistaau.com.br• Portal Arcoweb: http://www.arcoweb.com.br• Google Images/Earth: http://www.google.com.br• Site Idea Zarvos: http://www.ideazarvos.com.br

×