O mundo romano no apogeu do império ii

909 visualizações

Publicada em

Publicada em: Educação, Tecnologia
0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
909
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
401
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
6
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

O mundo romano no apogeu do império ii

  1. 1. O Mundo Romano no apogeu do Império Parte II 7º ano Profª Teresa Maia
  2. 2. Como se caracterizava o poder imperial em Roma? • Século I a.C. – período de desordem, foram criados os triunviratos. • Júlio César fez parte do 1.º triunvirato, mas depois de se desentender com Crasso e Pompeio governou como ditador até 44 a.C. Júlio César Fonte: http://www.biografiasyvidas.com /biografia/c/fotos/cesar1.jpg • Depois do assassinato de Júlio César, formou-se o 2º triunvirato com Marco António, Lépido e Octávio (filho adotivo de Júlio César). Este tornou-se imperador em 27 a.C. depois de afastar os outros dois. Caio Júlio César Augusto Fonte: http://2.bp.blogspot.com/_GlOyXxPY20/UDuLfNozcvI/AAAAAAAACEI/mZM1 HdQmhQI/s400/400px-Statue-Augustus.jpg
  3. 3. Poderes do imperador e principais instituições imperiais Imperador Comandante supremo do exército Chefe religioso supremo – Pontifex Maximus Direito de veto e de decisão no Senado Controla a administração pública Nomeia os governadores das províncias Autoriza a cunhagem de moeda Conselho consultivo ou Conselho imperial Funções deliberativas, composto por altos funcionários e conselheiros do imperador Conselhos e magistrados das cidades São eleitos pelos cidadãos do império Senado As suas atribuições foram muito reduzidas. Ampliam o seu poder legislativo em detrimento dos comícios Magistrados Perdem importância em benefício dos novos funcionários Comícios Cidadãos do império Órgão consultivo Elegem os magistrados sob proposta do Imperador Concentra em si todos os poderes (legislativo, executivo e judicial) poder absoluto e com carácter divino (culto do imperador) Propõe as leis Como Princeps Senatus o imperador presidia ao Senado e nomeia os senadores e os membros do Conselho Imperial Os senadores controlam os magistrados. O Conselho Imperial controla os conselhos e magistrados das cidades
  4. 4. A Arte Romana Urbanismo Desenhavam as cidades tendo em conta as necessidades daqueles que nela habitavam. O plano urbanístico obedecia a um traçado geométrico, que definia o traçado das ruas, os edifícios, os espaços públicos, a rede de esgotos, o abastecimento de água e a construção de uma muralha. Principais edifícios públicos: aquedutos, pontes, teatros, templos, circos, arcos do triunfo, colunas comemorativas, termas, habitações (domus, villae, insulae) Planta tipo de uma cidade romana Fonte: http://historia10.files.wordpress.com/2008/11/plantacidade.jpg?w=470 Pont du Gard Fonte: http://upload.wikimedia.org/wi kipedia/commons/thumb/2/23 /Pont_du_gard.jpg/250pxPont_du_gard.jpg Principais características da arte romana (arquitetura): • • • • • Influência grega: Monumentalidade, robustez e durabilidade; Carácter prático e utilitário; Uso do arco de volta perfeita, da abóbada de berço e da cúpula; Decoração requintada e imaginativa. Panteão Romano Fonte: http://upload.wikimedia.org/wikipedia/ commons/thumb/6/69/Pantheonpanini.jpg/185px-Pantheon-panini.jpg
  5. 5. A Arte Romana Principais características da arte romana (pintura, escultura, artes decorativas): Escultura: influência grega, realismo , perfeição e criatividade perfeição das estátuas, dos altos e baixos-relevos. Pintura: utilizavam a pintura na decoração de interiores (pintura mural, frescos). Usavam cores vivas, jogos de luz e sombra e a perspetiva. Os temas eram as paisagens, os animais, a mitologia, as cenas do quotidiano e os retratos. Estátua de Lívia Drusa, esposa de Augusto. Fonte:http://upload.wikimedia.org/wikipedia/c ommons/thumb/9/93/Livia_statue.jpg/79pxLivia_statue.jpg Fresco da Villa dos Mistérios, Pompeia Fonte: http://upload.wikimedia.org/wikipedia/commons/thumb/a/ae/Villa-deimisteri-pannel.jp.jpg/750px-Villa-dei-misteri-pannel.jp.jpg Artes decorativas: destacaram–se na arte do mosaico, na cerâmica, no vidro e na ourivesaria. Mosaico de Conímbriga
  6. 6. A Cultura Romana Direito Toda a administração do Império funcionava com base num conjunto de leis que regiam as relações entre os cidadãos e a ação governativa. O direito romano inspirou a organização jurídica dos países europeus e revela o espírito prático dos romanos. Cícero Fonte: http://media2.web.britannica.com/ebmedia/95/32395-0045F7A8F54.jpg Língua e Literatura A língua utilizada na escrita era o latim, mas também o grego. Os principais autores foram: • Cícero, desenvolveu a prosa latina e a oratória. • Poesia: Virgílio (“Eneida”), Ovídio (“Metamorfoses”) e Horácio (“Odes”). • Teatro: comédias, tragédias e pantomimas (os atores representam através de gestos). • História: Tito Lívio. Virgílio Fonte: http://www.biografiasyvidas.com/bio grafia/v/fotos/virgilio.jpg Tto Lívio Fonte: http://www.metahistoria.com/image s/Tito-Livio.jpg
  7. 7. Religião romana Os Romanos eram politeístas e adotaram os deuses gregos e de outros povos conquistados, mas mudaram-lhe o nome. (Ex: Ísis –deusa egípcia e Mitra – deusa persa). Tipos de culto praticados no Império: Culto familiar; Culto público; Culto imperial (ler texto de autor do manual, pág.90) Deuses Gregos Deuses Romanos Atribuições Apolo Apolo Sol e artes Ares Marte Guerra Hera Juno Afrodite Vénus Beleza e amor Deméter Ceres Colheitas Héstia Vesta Lar Atena Minerva Artemis Diana caça Hefesto Vulcano Fogo Hermes Mercúrio Comunicações e comércio Poseídon Neptuno Mar Hades Plutão Dionísio Baco Zeus Júpiter Irmã e esposa de Zeus Sabedoria Reino dos mortos e inferno Vinho Céu e tempestades Fonte: http://www.freewebs.com/brown8080/64%20%20gods%20and%20goddesses.jpg
  8. 8. A presença romana na Península Ibérica 218 a 19 a.C. – Conquista da Península Ibérica pelos romanos • Alguns povos que habitavam a Península Ibérica, como os Lusitanos (chefiados por Viriato) resistiram a esta conquista. • A partir do século I a.C. as populações vão adotando progressivamente os usos e costumes romanos: Agricultura: introdução de novas técnicas e produtos (trigo, vinha, oliveira e árvores de fruto). Fonte: http://upload.wikimedia.org/wikipedia/commons/thu mb/f/fa/Iberian_Peninsula_in_125.svg/300pxIberian_Peninsula_in_125.svg.png Atividades artesanais: exploração mineira (fojos romanos de Valongo); atividades ligadas ao aproveitamento de recursos marinhos (sal, peixe e salmoura); cerâmica. Urbanismo: fundação de muitas cidades (ex: Braga – Bracara Augusta). Obras públicas: construção de aquedutos, fontes, cisternas, rede de estradas, pontes, termas, edifícios de espetáculos. Cultura: o latim deu origem ao português. Direito romano. Fojo romano de extração de ouro na Serra de Valongo
  9. 9. Fim

×