Flâneur

201 visualizações

Publicada em

Publicada em: Educação
0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
201
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
3
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
0
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Flâneur

  1. 1. Na cidade contemporânea , temos a construção e a transformação de uma variedade de locais culturais para as pessoas andarem na cidade: os centros restaurados e renovados, com seus lugares de turismos, os novos shoppings centers, monumentos, museu, exposições. Tendo em vista uma crescente industria cultural e turismo dentro da cidade. <br />
  2. 2. As novas formas de locomoção da cidade, trem, metrô, ônibus e carros, passaram a dominar a paisagem urbana e a velocidade e o perigo das novas formas de tráfego.<br />
  3. 3. A substituição da janela pela televisão ou pelo monitor do computador, é de tal forma que o telespectador não esteja num veiculo que atravessa uma paisagem, mas sentado diante de uma tela que é utilizado para transportar imagens e informações ao receptor?<br />Até que ponto assistir televisão provoca novos fluxos experienciais semelhante ao de Flâneur?<br />
  4. 4. O surgimento do automóvel e o estreitamento e o desaparecimento de calçadas, é visto como marco do fim do passeio despreocupado pela cidade. Afirma-se que é impossível ser uma Flâneur quando se precisa ficar de olho no trânsito.<br />
  5. 5. Fazer compras é uma atividade há muito tempo associada principalmente às mulheres e que, portanto, ainda traz o estigma de suas origens. Está claro também que há uma continuidade de atividades que podem ser incluídas sobre o titulo “ir às compras” que vão de comprar artigos essenciais a olhar vitrines e se divertir.<br />Dessa perspectiva, pode-se apenas argumentar que ir às compras é tudo, menos uma experiência trival e fortuita, e que arriscamos nosso valores e identidade quando vamos às compras.<br />
  6. 6. O cinema combinou esse olhar virtual com o olhar móvel do Flâneur; permitindo que o telespectador sucumbisse à ilusão da mobilidade espacial (uma representação de estar lá) e, eventualidade, temporal (o cinema como máquina do tempo)<br />
  7. 7. Em um determinado nível, a internet fornece uma cidade de dados, no sentido de que se pode convocar imagens e textos que possuem princípios de organização e modos de classificação, os quais apresentam alguma semelhança com a ordem e desordem de uma cidade física.<br />

×