SlideShare uma empresa Scribd logo
1 de 14
Baixar para ler offline
Profa. Msc. Carolina Uchôa
Conceitos básicos
           • Genética

           • Cromossomos

           • Genes
H
E
R
E
D
I
T
A
R
I
E
D
A
D
E
Conceitos básicos
           • Células diplóides

           • Células haplóides

           • Genes alelos
Conceitos básicos
           • Alelo dominante

           • Genótipo

           • Fenótipo

           • Homozigose / heterozigose
LEI DE MENDEL
Quem foi Mendel
 Gregor Johann Mendel nasceu a 20 de Julho
de 1822,na Silésia, sendo batizado a 22 de
julho de 1822, o que gera confusão em
relação ao dia de seu nascimento. Segundo
consta, era pobre, e aos 21 anos de idade
entrou      para     um       convento     da
Ordem de Santo Agostinho, de onde seus
superiores o enviaram a Viena a fim de
estudar história natural. Indicado depois para
professor-substituto dessa matéria, jamais
conseguiu, entretanto, a aprovação nos
exames para se tornar efetivo no cargo. Seu
trabalho genial colocou-o no nível dos
maiores cientistas da humanidade.
Quem foi Mendel
• O monge Gregor Mendel (1822 – 1884)
  realizou experimentações com ervilhas
  cultivadas em seu jardim, no mosteiro
  de Brunn, na Áustria.
• O trabalho de Mendel, apresentado em
  1865, passou despercebido pelo mundo
  científico, pois na mesma época Darwin
  apresentava sua terioria da seleção
  natural.
1º Lei de Mendel – Lei da segregação ou Lei
           da pureza dos gametas
A pesquisa



Mendel usou as variedades de Pisum
sativum, (sub espécie da ervilha de jardim).
Esta planta tinha sido recomendada por
outros biólogos,por causa de suas flores
significativamente grandes e escala de
variações larga, tais como o comprimento e
a cor da haste, etc...


Além disso o Pisum sativum (ervilha) é
uma planta de fácil polinização.
A pesquisa
Mendel utilizou alguns pés de ervilha de
semente amarela e lisa e outros de semente
verde e rugosa


Quando as flores estavam maduras,
polinizou as flores de ervilha amarela com o
pólen das flores de ervilha verde e vice-
versa  LINHAGEM PARENTAIS


LINHAGEM  descendentes de um ancestral
comum


Os descendentes do cruzamento constituem
a primeira geração em estudo (F1), em
seguida teve F2, F3...
Importância dos estudos de Mendel

       Embora as conclusões de Mendel tenham
       se baseado em trabalhos com uma única
       espécie de planta, os princípios
       enunciados na lei aplica-se a
       todos os organismos de reprodução
       sexuada. Pode-se tomar como
       exemplo um caso de herança animal.
Importãncia dos estudos de Mendel

       • A importância do trabalho de Mendel
         foi reconhecida somente trinta anos
         após a publicação de seu papel
         seminal, quando Hugo de Vries em
         1900, William Bateson em 1902,
         Franz Correns em 1900 e em Erich
         Tschermak em 1901, reconheceram o
         legado de Mendel, como o pai
         verdadeiro do genética clássica.

Mais conteúdo relacionado

Mais procurados

Heredogramas genetica
Heredogramas genetica Heredogramas genetica
Heredogramas genetica Raissa Araujo
 
Biotecnologia clonagem e células tronco
Biotecnologia clonagem e células troncoBiotecnologia clonagem e células tronco
Biotecnologia clonagem e células troncoSilvana Sanches
 
Alterações cromossomiais
Alterações cromossomiaisAlterações cromossomiais
Alterações cromossomiaisDalu Barreto
 
Biotecnologia e Engenharia Genética (Power Point)
Biotecnologia e Engenharia Genética (Power Point)Biotecnologia e Engenharia Genética (Power Point)
Biotecnologia e Engenharia Genética (Power Point)Bio
 
Noções básicas de hereditariedade
Noções básicas de hereditariedadeNoções básicas de hereditariedade
Noções básicas de hereditariedadeCarlos Moutinho
 
Genética de populações
Genética de populaçõesGenética de populações
Genética de populaçõesCésar Milani
 
Compostos inorgânicos e orgânicos [modo de compatibilidade]
Compostos inorgânicos e orgânicos  [modo de compatibilidade]Compostos inorgânicos e orgânicos  [modo de compatibilidade]
Compostos inorgânicos e orgânicos [modo de compatibilidade]César Milani
 
Engenharia genética
Engenharia genéticaEngenharia genética
Engenharia genéticapaulober
 
Biologia (lamarckismo e darwinismo)
Biologia  (lamarckismo e darwinismo)Biologia  (lamarckismo e darwinismo)
Biologia (lamarckismo e darwinismo)Vanessa Anzolin
 
Aula 07 núcleo e cromossomos
Aula 07   núcleo e cromossomosAula 07   núcleo e cromossomos
Aula 07 núcleo e cromossomosHamilton Nobrega
 
Introdução à genética
Introdução à genética Introdução à genética
Introdução à genética nielimaia
 
Genetica
GeneticaGenetica
Geneticaemanuel
 
Aula lei de mendel mendelismo sandra
Aula lei de mendel  mendelismo sandraAula lei de mendel  mendelismo sandra
Aula lei de mendel mendelismo sandraSandra Afonso Afonso
 
Introdução a genetica
Introdução a geneticaIntrodução a genetica
Introdução a geneticaUERGS
 
Genetica de populações
Genetica de populaçõesGenetica de populações
Genetica de populaçõesUERGS
 

Mais procurados (20)

Heredogramas genetica
Heredogramas genetica Heredogramas genetica
Heredogramas genetica
 
Biotecnologia clonagem e células tronco
Biotecnologia clonagem e células troncoBiotecnologia clonagem e células tronco
Biotecnologia clonagem e células tronco
 
Alterações cromossomiais
Alterações cromossomiaisAlterações cromossomiais
Alterações cromossomiais
 
Genética aula I
Genética aula IGenética aula I
Genética aula I
 
Biotecnologia e Engenharia Genética (Power Point)
Biotecnologia e Engenharia Genética (Power Point)Biotecnologia e Engenharia Genética (Power Point)
Biotecnologia e Engenharia Genética (Power Point)
 
Noções básicas de hereditariedade
Noções básicas de hereditariedadeNoções básicas de hereditariedade
Noções básicas de hereditariedade
 
1ª lei de mendel
1ª lei de mendel1ª lei de mendel
1ª lei de mendel
 
Engenharia genética
Engenharia genéticaEngenharia genética
Engenharia genética
 
Genética de populações
Genética de populaçõesGenética de populações
Genética de populações
 
Compostos inorgânicos e orgânicos [modo de compatibilidade]
Compostos inorgânicos e orgânicos  [modo de compatibilidade]Compostos inorgânicos e orgânicos  [modo de compatibilidade]
Compostos inorgânicos e orgânicos [modo de compatibilidade]
 
Engenharia genética
Engenharia genéticaEngenharia genética
Engenharia genética
 
Biologia (lamarckismo e darwinismo)
Biologia  (lamarckismo e darwinismo)Biologia  (lamarckismo e darwinismo)
Biologia (lamarckismo e darwinismo)
 
Aula 07 núcleo e cromossomos
Aula 07   núcleo e cromossomosAula 07   núcleo e cromossomos
Aula 07 núcleo e cromossomos
 
Introdução à genética
Introdução à genética Introdução à genética
Introdução à genética
 
Genética
GenéticaGenética
Genética
 
Genetica
GeneticaGenetica
Genetica
 
Aula lei de mendel mendelismo sandra
Aula lei de mendel  mendelismo sandraAula lei de mendel  mendelismo sandra
Aula lei de mendel mendelismo sandra
 
Conceitos básicos de Genética
Conceitos básicos de GenéticaConceitos básicos de Genética
Conceitos básicos de Genética
 
Introdução a genetica
Introdução a geneticaIntrodução a genetica
Introdução a genetica
 
Genetica de populações
Genetica de populaçõesGenetica de populações
Genetica de populações
 

Destaque

Destaque (20)

Slide Genética
Slide GenéticaSlide Genética
Slide Genética
 
Genética
GenéticaGenética
Genética
 
Genética introdução
Genética introduçãoGenética introdução
Genética introdução
 
Introduçao a genetica
Introduçao a geneticaIntroduçao a genetica
Introduçao a genetica
 
Aula 1 fundamentos de genética
Aula 1   fundamentos de genética  Aula 1   fundamentos de genética
Aula 1 fundamentos de genética
 
História da Genética em Quadrinhos
História da Genética em QuadrinhosHistória da Genética em Quadrinhos
História da Genética em Quadrinhos
 
Conceitos básicos em genetica
Conceitos básicos em geneticaConceitos básicos em genetica
Conceitos básicos em genetica
 
Genética introdução
Genética introduçãoGenética introdução
Genética introdução
 
Aula - introdução à genética molecular
Aula - introdução à genética molecularAula - introdução à genética molecular
Aula - introdução à genética molecular
 
Historico da genetica
Historico da geneticaHistorico da genetica
Historico da genetica
 
Genética: introdução e 1ª lei de Mendel
Genética: introdução e 1ª lei de MendelGenética: introdução e 1ª lei de Mendel
Genética: introdução e 1ª lei de Mendel
 
Conceitos básicos de genética
Conceitos básicos de genéticaConceitos básicos de genética
Conceitos básicos de genética
 
Genética 3 ano
Genética   3 anoGenética   3 ano
Genética 3 ano
 
Genética Introdução
Genética   IntroduçãoGenética   Introdução
Genética Introdução
 
1 Leis De Mendel
1  Leis De Mendel1  Leis De Mendel
1 Leis De Mendel
 
GenéTica
GenéTicaGenéTica
GenéTica
 
Genética
GenéticaGenética
Genética
 
3 s aula 3_introd. genética_março 2014
3 s  aula 3_introd. genética_março 20143 s  aula 3_introd. genética_março 2014
3 s aula 3_introd. genética_março 2014
 
Primeira Aula Genética
Primeira Aula GenéticaPrimeira Aula Genética
Primeira Aula Genética
 
Genética 2 aula
Genética 2 aulaGenética 2 aula
Genética 2 aula
 

Semelhante a Genética básica: conceitos de Mendel sobre herança e genes

II_Os primórdios de uma nova disciplina - Genética Mendeliana - UCB
II_Os primórdios de uma nova disciplina - Genética Mendeliana - UCBII_Os primórdios de uma nova disciplina - Genética Mendeliana - UCB
II_Os primórdios de uma nova disciplina - Genética Mendeliana - UCBRinaldo Pereira
 
3 mendelismo as leis da segregação e da segregação independente
3   mendelismo as leis da segregação e da segregação independente3   mendelismo as leis da segregação e da segregação independente
3 mendelismo as leis da segregação e da segregação independentePatricia Azevedo
 
O renascimento da_genetica
O renascimento da_geneticaO renascimento da_genetica
O renascimento da_geneticaPoliana Genovese
 
9_ano_atividade_de_ciencias_007.pdf
9_ano_atividade_de_ciencias_007.pdf9_ano_atividade_de_ciencias_007.pdf
9_ano_atividade_de_ciencias_007.pdfssuserfae471
 
Mendel e hereditariedade
Mendel e hereditariedadeMendel e hereditariedade
Mendel e hereditariedadeAdila Trubat
 
Artigo Mendel, nos jardins do mosteiro
Artigo Mendel, nos jardins do mosteiroArtigo Mendel, nos jardins do mosteiro
Artigo Mendel, nos jardins do mosteiroDiogo Maciel
 
Hereditariedade_BIOLOGIA 9 ANO.pptx
Hereditariedade_BIOLOGIA 9 ANO.pptxHereditariedade_BIOLOGIA 9 ANO.pptx
Hereditariedade_BIOLOGIA 9 ANO.pptxAnnaKaroline28
 
II_A genética antes e depois de Mendel
II_A genética antes e depois de MendelII_A genética antes e depois de Mendel
II_A genética antes e depois de MendelRinaldo Pereira
 
A teoria sintética da evolução
A teoria sintética da evoluçãoA teoria sintética da evolução
A teoria sintética da evoluçãoMikael Oliveira
 
Teorias pre mendelianas e leis de mendel primeira e segunda
Teorias pre mendelianas e leis de mendel primeira e segundaTeorias pre mendelianas e leis de mendel primeira e segunda
Teorias pre mendelianas e leis de mendel primeira e segundaPhoenixSportFitness
 

Semelhante a Genética básica: conceitos de Mendel sobre herança e genes (20)

1º lei de mendel
1º lei de mendel1º lei de mendel
1º lei de mendel
 
Trabalho biologia
Trabalho biologiaTrabalho biologia
Trabalho biologia
 
Resumo de biologia
Resumo de biologiaResumo de biologia
Resumo de biologia
 
II_Os primórdios de uma nova disciplina - Genética Mendeliana - UCB
II_Os primórdios de uma nova disciplina - Genética Mendeliana - UCBII_Os primórdios de uma nova disciplina - Genética Mendeliana - UCB
II_Os primórdios de uma nova disciplina - Genética Mendeliana - UCB
 
3 mendelismo as leis da segregação e da segregação independente
3   mendelismo as leis da segregação e da segregação independente3   mendelismo as leis da segregação e da segregação independente
3 mendelismo as leis da segregação e da segregação independente
 
O renascimento da_genetica
O renascimento da_geneticaO renascimento da_genetica
O renascimento da_genetica
 
Gregor mendel
Gregor mendelGregor mendel
Gregor mendel
 
9_ano_atividade_de_ciencias_007.pdf
9_ano_atividade_de_ciencias_007.pdf9_ano_atividade_de_ciencias_007.pdf
9_ano_atividade_de_ciencias_007.pdf
 
As descobertas de Mendel 8°ano
As descobertas de Mendel 8°anoAs descobertas de Mendel 8°ano
As descobertas de Mendel 8°ano
 
Mendel e hereditariedade
Mendel e hereditariedadeMendel e hereditariedade
Mendel e hereditariedade
 
Genetica 2a
Genetica 2aGenetica 2a
Genetica 2a
 
Artigo Mendel, nos jardins do mosteiro
Artigo Mendel, nos jardins do mosteiroArtigo Mendel, nos jardins do mosteiro
Artigo Mendel, nos jardins do mosteiro
 
LEIS DE MENDEL.pptx
LEIS DE MENDEL.pptxLEIS DE MENDEL.pptx
LEIS DE MENDEL.pptx
 
Hereditariedade_BIOLOGIA 9 ANO.pptx
Hereditariedade_BIOLOGIA 9 ANO.pptxHereditariedade_BIOLOGIA 9 ANO.pptx
Hereditariedade_BIOLOGIA 9 ANO.pptx
 
II_A genética antes e depois de Mendel
II_A genética antes e depois de MendelII_A genética antes e depois de Mendel
II_A genética antes e depois de Mendel
 
A teoria sintética da evolução
A teoria sintética da evoluçãoA teoria sintética da evolução
A teoria sintética da evolução
 
Mendel
MendelMendel
Mendel
 
Teorias pre mendelianas e leis de mendel primeira e segunda
Teorias pre mendelianas e leis de mendel primeira e segundaTeorias pre mendelianas e leis de mendel primeira e segunda
Teorias pre mendelianas e leis de mendel primeira e segunda
 
Genética
GenéticaGenética
Genética
 
GENÉTICA.pptx
GENÉTICA.pptxGENÉTICA.pptx
GENÉTICA.pptx
 

Mais de Thais Benicio

Diabetes mellitus gestacional
Diabetes mellitus gestacionalDiabetes mellitus gestacional
Diabetes mellitus gestacionalThais Benicio
 
Slide síndrome de burnout e suas influências na vida pessoal desses profissi...
Slide  síndrome de burnout e suas influências na vida pessoal desses profissi...Slide  síndrome de burnout e suas influências na vida pessoal desses profissi...
Slide síndrome de burnout e suas influências na vida pessoal desses profissi...Thais Benicio
 
Princípios físicos da água
Princípios físicos da águaPrincípios físicos da água
Princípios físicos da águaThais Benicio
 
Neuralgia do Trigêmeo
Neuralgia do TrigêmeoNeuralgia do Trigêmeo
Neuralgia do TrigêmeoThais Benicio
 
Reabilitação através da Hidroterapia em paciente com AVE Isquêmico: Relato de...
Reabilitação através da Hidroterapia em paciente com AVE Isquêmico: Relato de...Reabilitação através da Hidroterapia em paciente com AVE Isquêmico: Relato de...
Reabilitação através da Hidroterapia em paciente com AVE Isquêmico: Relato de...Thais Benicio
 
Sinalizacoes cerebrais: apetite
Sinalizacoes cerebrais: apetiteSinalizacoes cerebrais: apetite
Sinalizacoes cerebrais: apetiteThais Benicio
 
Enfermidades específicas do joelho
Enfermidades específicas do joelhoEnfermidades específicas do joelho
Enfermidades específicas do joelhoThais Benicio
 
Ciclo celular mitose e meiose
Ciclo celular mitose e meiose  Ciclo celular mitose e meiose
Ciclo celular mitose e meiose Thais Benicio
 
Introducao histologia
Introducao histologia Introducao histologia
Introducao histologia Thais Benicio
 
Ciclo do ácido cítrico
Ciclo do ácido cítricoCiclo do ácido cítrico
Ciclo do ácido cítricoThais Benicio
 

Mais de Thais Benicio (19)

Diabetes mellitus gestacional
Diabetes mellitus gestacionalDiabetes mellitus gestacional
Diabetes mellitus gestacional
 
Slide síndrome de burnout e suas influências na vida pessoal desses profissi...
Slide  síndrome de burnout e suas influências na vida pessoal desses profissi...Slide  síndrome de burnout e suas influências na vida pessoal desses profissi...
Slide síndrome de burnout e suas influências na vida pessoal desses profissi...
 
Acessibilidade
AcessibilidadeAcessibilidade
Acessibilidade
 
Hidrostática
HidrostáticaHidrostática
Hidrostática
 
Princípios físicos da água
Princípios físicos da águaPrincípios físicos da água
Princípios físicos da água
 
Neuralgia do Trigêmeo
Neuralgia do TrigêmeoNeuralgia do Trigêmeo
Neuralgia do Trigêmeo
 
Reabilitação através da Hidroterapia em paciente com AVE Isquêmico: Relato de...
Reabilitação através da Hidroterapia em paciente com AVE Isquêmico: Relato de...Reabilitação através da Hidroterapia em paciente com AVE Isquêmico: Relato de...
Reabilitação através da Hidroterapia em paciente com AVE Isquêmico: Relato de...
 
Sinalizacoes cerebrais: apetite
Sinalizacoes cerebrais: apetiteSinalizacoes cerebrais: apetite
Sinalizacoes cerebrais: apetite
 
Febre reumática
Febre reumáticaFebre reumática
Febre reumática
 
Enfermidades específicas do joelho
Enfermidades específicas do joelhoEnfermidades específicas do joelho
Enfermidades específicas do joelho
 
Ciclo celular mitose e meiose
Ciclo celular mitose e meiose  Ciclo celular mitose e meiose
Ciclo celular mitose e meiose
 
Cinética
CinéticaCinética
Cinética
 
Ciclos da marcha
Ciclos da marchaCiclos da marcha
Ciclos da marcha
 
Reflexos
ReflexosReflexos
Reflexos
 
Bobath
BobathBobath
Bobath
 
Anos escolares
Anos escolaresAnos escolares
Anos escolares
 
Histologia
HistologiaHistologia
Histologia
 
Introducao histologia
Introducao histologia Introducao histologia
Introducao histologia
 
Ciclo do ácido cítrico
Ciclo do ácido cítricoCiclo do ácido cítrico
Ciclo do ácido cítrico
 

Último

v19n2s3a25.pdfgcbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbb
v19n2s3a25.pdfgcbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbv19n2s3a25.pdfgcbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbb
v19n2s3a25.pdfgcbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbyasminlarissa371
 
parte indígena.pptxzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzz
parte indígena.pptxzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzparte indígena.pptxzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzz
parte indígena.pptxzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzAlexandrePereira818171
 
DIGNITAS INFINITA - DIGNIDADE HUMANA -Declaração do Dicastério para a Doutrin...
DIGNITAS INFINITA - DIGNIDADE HUMANA -Declaração do Dicastério para a Doutrin...DIGNITAS INFINITA - DIGNIDADE HUMANA -Declaração do Dicastério para a Doutrin...
DIGNITAS INFINITA - DIGNIDADE HUMANA -Declaração do Dicastério para a Doutrin...Martin M Flynn
 
Free-Netflix-PowerPoint-Template-pptheme-1.pptx
Free-Netflix-PowerPoint-Template-pptheme-1.pptxFree-Netflix-PowerPoint-Template-pptheme-1.pptx
Free-Netflix-PowerPoint-Template-pptheme-1.pptxkarinasantiago54
 
atividades diversas 1° ano alfabetização
atividades diversas 1° ano alfabetizaçãoatividades diversas 1° ano alfabetização
atividades diversas 1° ano alfabetizaçãodanielagracia9
 
A população Brasileira e diferença de populoso e povoado
A população Brasileira e diferença de populoso e povoadoA população Brasileira e diferença de populoso e povoado
A população Brasileira e diferença de populoso e povoadodanieligomes4
 
Slide de exemplo sobre o Sítio do Pica Pau Amarelo.pptx
Slide de exemplo sobre o Sítio do Pica Pau Amarelo.pptxSlide de exemplo sobre o Sítio do Pica Pau Amarelo.pptx
Slide de exemplo sobre o Sítio do Pica Pau Amarelo.pptxconcelhovdragons
 
A Inteligência Artificial na Educação e a Inclusão Linguística
A Inteligência Artificial na Educação e a Inclusão LinguísticaA Inteligência Artificial na Educação e a Inclusão Linguística
A Inteligência Artificial na Educação e a Inclusão LinguísticaFernanda Ledesma
 
Gametogênese, formação dos gametas masculino e feminino
Gametogênese, formação dos gametas masculino e femininoGametogênese, formação dos gametas masculino e feminino
Gametogênese, formação dos gametas masculino e femininoCelianeOliveira8
 
As Viagens Missionária do Apostolo Paulo.pptx
As Viagens Missionária do Apostolo Paulo.pptxAs Viagens Missionária do Apostolo Paulo.pptx
As Viagens Missionária do Apostolo Paulo.pptxAlexandreFrana33
 
Baladão sobre Variação Linguistica para o spaece.pptx
Baladão sobre Variação Linguistica para o spaece.pptxBaladão sobre Variação Linguistica para o spaece.pptx
Baladão sobre Variação Linguistica para o spaece.pptxacaciocarmo1
 
AULA-06---DIZIMA-PERIODICA_9fdc896dbd1d4cce85a9fbd2e670e62f.pptx
AULA-06---DIZIMA-PERIODICA_9fdc896dbd1d4cce85a9fbd2e670e62f.pptxAULA-06---DIZIMA-PERIODICA_9fdc896dbd1d4cce85a9fbd2e670e62f.pptx
AULA-06---DIZIMA-PERIODICA_9fdc896dbd1d4cce85a9fbd2e670e62f.pptxGislaineDuresCruz
 
POETAS CONTEMPORANEOS_TEMATICAS_explicacao.pptx
POETAS CONTEMPORANEOS_TEMATICAS_explicacao.pptxPOETAS CONTEMPORANEOS_TEMATICAS_explicacao.pptx
POETAS CONTEMPORANEOS_TEMATICAS_explicacao.pptxJMTCS
 
organizaao-do-clube-de-lideres-ctd-aamar_compress.pdf
organizaao-do-clube-de-lideres-ctd-aamar_compress.pdforganizaao-do-clube-de-lideres-ctd-aamar_compress.pdf
organizaao-do-clube-de-lideres-ctd-aamar_compress.pdfCarlosRodrigues832670
 
LIVRO A BELA BORBOLETA. Ziraldo e Zélio.
LIVRO A BELA BORBOLETA. Ziraldo e Zélio.LIVRO A BELA BORBOLETA. Ziraldo e Zélio.
LIVRO A BELA BORBOLETA. Ziraldo e Zélio.HildegardeAngel
 
Mini livro sanfona - Diga não ao bullying
Mini livro sanfona - Diga não ao  bullyingMini livro sanfona - Diga não ao  bullying
Mini livro sanfona - Diga não ao bullyingMary Alvarenga
 
Slides Lição 3, CPAD, O Céu - o Destino do Cristão, 2Tr24,.pptx
Slides Lição 3, CPAD, O Céu - o Destino do Cristão, 2Tr24,.pptxSlides Lição 3, CPAD, O Céu - o Destino do Cristão, 2Tr24,.pptx
Slides Lição 3, CPAD, O Céu - o Destino do Cristão, 2Tr24,.pptxLuizHenriquedeAlmeid6
 
Apresentação sobre o Combate a Dengue 2024
Apresentação sobre o Combate a Dengue 2024Apresentação sobre o Combate a Dengue 2024
Apresentação sobre o Combate a Dengue 2024GleyceMoreiraXWeslle
 
Slides Lição 2, Central Gospel, A Volta Do Senhor Jesus , 1Tr24.pptx
Slides Lição 2, Central Gospel, A Volta Do Senhor Jesus , 1Tr24.pptxSlides Lição 2, Central Gospel, A Volta Do Senhor Jesus , 1Tr24.pptx
Slides Lição 2, Central Gospel, A Volta Do Senhor Jesus , 1Tr24.pptxLuizHenriquedeAlmeid6
 
Minha Luta (Mein Kampf), A História do País que Lutou contra a União Soviétic...
Minha Luta (Mein Kampf), A História do País que Lutou contra a União Soviétic...Minha Luta (Mein Kampf), A História do País que Lutou contra a União Soviétic...
Minha Luta (Mein Kampf), A História do País que Lutou contra a União Soviétic...nexocan937
 

Último (20)

v19n2s3a25.pdfgcbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbb
v19n2s3a25.pdfgcbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbv19n2s3a25.pdfgcbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbb
v19n2s3a25.pdfgcbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbb
 
parte indígena.pptxzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzz
parte indígena.pptxzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzparte indígena.pptxzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzz
parte indígena.pptxzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzz
 
DIGNITAS INFINITA - DIGNIDADE HUMANA -Declaração do Dicastério para a Doutrin...
DIGNITAS INFINITA - DIGNIDADE HUMANA -Declaração do Dicastério para a Doutrin...DIGNITAS INFINITA - DIGNIDADE HUMANA -Declaração do Dicastério para a Doutrin...
DIGNITAS INFINITA - DIGNIDADE HUMANA -Declaração do Dicastério para a Doutrin...
 
Free-Netflix-PowerPoint-Template-pptheme-1.pptx
Free-Netflix-PowerPoint-Template-pptheme-1.pptxFree-Netflix-PowerPoint-Template-pptheme-1.pptx
Free-Netflix-PowerPoint-Template-pptheme-1.pptx
 
atividades diversas 1° ano alfabetização
atividades diversas 1° ano alfabetizaçãoatividades diversas 1° ano alfabetização
atividades diversas 1° ano alfabetização
 
A população Brasileira e diferença de populoso e povoado
A população Brasileira e diferença de populoso e povoadoA população Brasileira e diferença de populoso e povoado
A população Brasileira e diferença de populoso e povoado
 
Slide de exemplo sobre o Sítio do Pica Pau Amarelo.pptx
Slide de exemplo sobre o Sítio do Pica Pau Amarelo.pptxSlide de exemplo sobre o Sítio do Pica Pau Amarelo.pptx
Slide de exemplo sobre o Sítio do Pica Pau Amarelo.pptx
 
A Inteligência Artificial na Educação e a Inclusão Linguística
A Inteligência Artificial na Educação e a Inclusão LinguísticaA Inteligência Artificial na Educação e a Inclusão Linguística
A Inteligência Artificial na Educação e a Inclusão Linguística
 
Gametogênese, formação dos gametas masculino e feminino
Gametogênese, formação dos gametas masculino e femininoGametogênese, formação dos gametas masculino e feminino
Gametogênese, formação dos gametas masculino e feminino
 
As Viagens Missionária do Apostolo Paulo.pptx
As Viagens Missionária do Apostolo Paulo.pptxAs Viagens Missionária do Apostolo Paulo.pptx
As Viagens Missionária do Apostolo Paulo.pptx
 
Baladão sobre Variação Linguistica para o spaece.pptx
Baladão sobre Variação Linguistica para o spaece.pptxBaladão sobre Variação Linguistica para o spaece.pptx
Baladão sobre Variação Linguistica para o spaece.pptx
 
AULA-06---DIZIMA-PERIODICA_9fdc896dbd1d4cce85a9fbd2e670e62f.pptx
AULA-06---DIZIMA-PERIODICA_9fdc896dbd1d4cce85a9fbd2e670e62f.pptxAULA-06---DIZIMA-PERIODICA_9fdc896dbd1d4cce85a9fbd2e670e62f.pptx
AULA-06---DIZIMA-PERIODICA_9fdc896dbd1d4cce85a9fbd2e670e62f.pptx
 
POETAS CONTEMPORANEOS_TEMATICAS_explicacao.pptx
POETAS CONTEMPORANEOS_TEMATICAS_explicacao.pptxPOETAS CONTEMPORANEOS_TEMATICAS_explicacao.pptx
POETAS CONTEMPORANEOS_TEMATICAS_explicacao.pptx
 
organizaao-do-clube-de-lideres-ctd-aamar_compress.pdf
organizaao-do-clube-de-lideres-ctd-aamar_compress.pdforganizaao-do-clube-de-lideres-ctd-aamar_compress.pdf
organizaao-do-clube-de-lideres-ctd-aamar_compress.pdf
 
LIVRO A BELA BORBOLETA. Ziraldo e Zélio.
LIVRO A BELA BORBOLETA. Ziraldo e Zélio.LIVRO A BELA BORBOLETA. Ziraldo e Zélio.
LIVRO A BELA BORBOLETA. Ziraldo e Zélio.
 
Mini livro sanfona - Diga não ao bullying
Mini livro sanfona - Diga não ao  bullyingMini livro sanfona - Diga não ao  bullying
Mini livro sanfona - Diga não ao bullying
 
Slides Lição 3, CPAD, O Céu - o Destino do Cristão, 2Tr24,.pptx
Slides Lição 3, CPAD, O Céu - o Destino do Cristão, 2Tr24,.pptxSlides Lição 3, CPAD, O Céu - o Destino do Cristão, 2Tr24,.pptx
Slides Lição 3, CPAD, O Céu - o Destino do Cristão, 2Tr24,.pptx
 
Apresentação sobre o Combate a Dengue 2024
Apresentação sobre o Combate a Dengue 2024Apresentação sobre o Combate a Dengue 2024
Apresentação sobre o Combate a Dengue 2024
 
Slides Lição 2, Central Gospel, A Volta Do Senhor Jesus , 1Tr24.pptx
Slides Lição 2, Central Gospel, A Volta Do Senhor Jesus , 1Tr24.pptxSlides Lição 2, Central Gospel, A Volta Do Senhor Jesus , 1Tr24.pptx
Slides Lição 2, Central Gospel, A Volta Do Senhor Jesus , 1Tr24.pptx
 
Minha Luta (Mein Kampf), A História do País que Lutou contra a União Soviétic...
Minha Luta (Mein Kampf), A História do País que Lutou contra a União Soviétic...Minha Luta (Mein Kampf), A História do País que Lutou contra a União Soviétic...
Minha Luta (Mein Kampf), A História do País que Lutou contra a União Soviétic...
 

Genética básica: conceitos de Mendel sobre herança e genes

  • 2. Conceitos básicos • Genética • Cromossomos • Genes
  • 4. Conceitos básicos • Células diplóides • Células haplóides • Genes alelos
  • 5. Conceitos básicos • Alelo dominante • Genótipo • Fenótipo • Homozigose / heterozigose
  • 7. Quem foi Mendel Gregor Johann Mendel nasceu a 20 de Julho de 1822,na Silésia, sendo batizado a 22 de julho de 1822, o que gera confusão em relação ao dia de seu nascimento. Segundo consta, era pobre, e aos 21 anos de idade entrou para um convento da Ordem de Santo Agostinho, de onde seus superiores o enviaram a Viena a fim de estudar história natural. Indicado depois para professor-substituto dessa matéria, jamais conseguiu, entretanto, a aprovação nos exames para se tornar efetivo no cargo. Seu trabalho genial colocou-o no nível dos maiores cientistas da humanidade.
  • 8. Quem foi Mendel • O monge Gregor Mendel (1822 – 1884) realizou experimentações com ervilhas cultivadas em seu jardim, no mosteiro de Brunn, na Áustria. • O trabalho de Mendel, apresentado em 1865, passou despercebido pelo mundo científico, pois na mesma época Darwin apresentava sua terioria da seleção natural.
  • 9. 1º Lei de Mendel – Lei da segregação ou Lei da pureza dos gametas
  • 10. A pesquisa Mendel usou as variedades de Pisum sativum, (sub espécie da ervilha de jardim). Esta planta tinha sido recomendada por outros biólogos,por causa de suas flores significativamente grandes e escala de variações larga, tais como o comprimento e a cor da haste, etc... Além disso o Pisum sativum (ervilha) é uma planta de fácil polinização.
  • 11. A pesquisa Mendel utilizou alguns pés de ervilha de semente amarela e lisa e outros de semente verde e rugosa Quando as flores estavam maduras, polinizou as flores de ervilha amarela com o pólen das flores de ervilha verde e vice- versa  LINHAGEM PARENTAIS LINHAGEM  descendentes de um ancestral comum Os descendentes do cruzamento constituem a primeira geração em estudo (F1), em seguida teve F2, F3...
  • 12.
  • 13. Importância dos estudos de Mendel Embora as conclusões de Mendel tenham se baseado em trabalhos com uma única espécie de planta, os princípios enunciados na lei aplica-se a todos os organismos de reprodução sexuada. Pode-se tomar como exemplo um caso de herança animal.
  • 14. Importãncia dos estudos de Mendel • A importância do trabalho de Mendel foi reconhecida somente trinta anos após a publicação de seu papel seminal, quando Hugo de Vries em 1900, William Bateson em 1902, Franz Correns em 1900 e em Erich Tschermak em 1901, reconheceram o legado de Mendel, como o pai verdadeiro do genética clássica.