SlideShare uma empresa Scribd logo
1 de 26
Baixar para ler offline
1
CFC
Brasília, Maio de 2013
Agenda
 Abrangência Atual
 Infraestrutura de TI
 Contingência
 Formas de Recepção
 Uso da Informação
 Estatísticas
 eSocial
 Perguntas?
2
NF-e
EFD PIS/Cofins
eSocial
NFS-e
Abrangência Atual
CT-e
EFD ICMS/IPI
ECD EFD IRPJFCont
Abrangência Atual
3
Infraestrutura de TI
2007 2008 2009 2010 2011 Dez / 2012
0
2.000.000.000
4.000.000.000
6.000.000.000
8.000.000.000
10.000.000.000
12.000.000.000
14.000.000.000
16.000.000.000
18.000.000.000
20.000.000.000
Evolução de Transações Mainframe
Qte. Transações
Período
QtdeTransações
03 Centros de Dados:
Brasília, São Paulo e Rio de Janeiro;
2 Mainframes c/ 15.761 MIPS (milhões de instruções por segundo);
5,5 bilhões de transações on-line processadas/ano
Infraestrutura de TI
2007 2008 2009 2010 2011 Dez / 2012
0
500
1.000
1.500
2.000
2.500
3.000
750
876
970
1.104
2.330
2.629
Evolução Servidores Plataforma Baixa
Período
QtdeServidores
4
Infraestrutura de TI
Infraestrutura de TI
2004 2005 2006 2007 2008 2009 2010 2011 2012
0
0,5
1
1,5
2
2,5
3
3,5
4
4,5
5
0,77
0,98 1
1,5 1,6
4,3
4,5
4,8 4,8
Vazão do Backbone (Gbps/Capacidade)
Período
Valores
5
Infraestrutura de TI
2004 2005 2006 2007 2008 2009 2010 2011 2012
5.000.000
10.000.000
15.000.000
20.000.000
25.000.000
30.000.000
35.000.000
Internet - Capacidade Instalada de Acessos Simultâneos
Infraestrutura de TI
Novo Centro de Dados da Regional Brasília
Benefícios: Maior autonomia; Aumento do espaço físico do Centro de Dados; Otimização da infra-
estrutura elétrica, lógica e de climatização; e Incremento dos níveis de segurança
6
Infraestrutura de TI
Infraestrutura de TI
7
Infraestrutura de TI
Cluster
Geográfico:
Espelhamento do
ambiente instalado
e funcionando em
outra região do
país, capaz de
continuar o serviço
oferecido ao usuário
em caso de falha no
ambiente.
Histórico de Falha - FALTA DE ENERGIA CPD em São PAULO
• Início: 12:50 do dia 24-02-2011
• Término: 03:00 do dia 25-02-2011
Resultado: As NF-es continuaram a ser autorizadas
para os estados da SVAN
Contingência
8
Contingência
Mecanismos de Contingência contra falhas
Permanência do Serviço
 Sefaz Virtual de Contingência em Ambiente Tecnológico
diferente (SVC-AN e SVC-RS)
 Cluster Geográfico – Nota Fiscal Eletrônica
Formas de Recepção
Recepção Centralizada:
 Amplamente utilizada pela RFB
 SPED: ECD, EFD ICMS-IPI, FCONT, EFD
Contribuições, EFD-IRPJ, e-Social
 Utilização de WebServices e Receitanet
 Distribuição para órgãos interessados feita pelo
Ambiente Nacional
9
Formas de Recepção
Recepção Distribuída:
NF-e – Nota Fiscal Eletrônica
 14 aplicações autorizadoras
 Documentos centralizados no Ambiente Nacional após
autorização
 Distribuição aos estados interessados feita pelo
Ambiente Nacional da RFB
Formas de Recepção
Recepção Distribuída Recepção Centralizada
Vantagens - Divisão dos custos - Menor esforço no
sincronismo
- Foco na utilização da
Informação por parte da Sefaz
- Simplicidade
Desvantagens - Maior esforço no
sincronismo
- Manter equipe técnica
especializada
- Maior complexidade para as
empresas e prestadores de
serviços de TI
- Divisão de custos através de
pacto/convênio
10
Uso da Informação
Promover a utilização das informações do
SPED no âmbito RFB:
 Planejamento fiscal;
 Auditoria fiscal;
 Arrecadação;
 Demais sistemas.
Definição DW
Sistema de computação utilizado para
armazenar informações relativas às atividades
de uma organização em bancos de dados, de
forma consolidada.
Uso da Informação
11
Ambiente SPED
HCP
SQLServer
NFE
Área de
Trabalho
Detalhe
RESUMO
NFe Original
XML
NFe
Postgres
Ambiente DW
Oracle
1
2
3
Uso da Informação
Uso da Informação
12
OBJETIVO:
Permitir o download seguro e eficiente de arquivos do sistema
SPED pelos contribuintes, entes conveniados e Receita
Federal.
Uso da Informação
Estatísticas
,0
50000,0
100000,0
150000,0
200000,0
250000,0
300000,0
350000,0
400000,0
450000,0
1900ral 1900ral 1900ral 1900ral 1900ral 1900ral 1900ral 1900ral 1900ral 1900ral 1900ral 1900ral
SPED FISCAL - Recepção mensal
EFD 2013 EFD 2012 EFD 2011 EFD 2010 EFD 2009
- Jan Fev Mar Abr Mai Jun Jul Ago Set Out Nov Dez TOT ano
EFD 2013 308.539 318.281 390.196 1.017.016
EFD 2012 154.152 165.380 184.680 162.706 224.983 245.769 323.798 268.045 274.981 277.113 299.115 314.648 2.895.370
EFD 2011 65.669 61.927 64.235 68.487 124.075 96.406 123.723 135.931 138.897 136.260 146.963 217.595 1.380.168
EFD 2010 22.393 21.118 26.654 27.439 63.419 39.762 50.179 45.733 51.469 41.518 52.112 54.721 496.517
EFD 2009 0 17 114 216 429 670 1.488 8.027 128.070 28.565 24.702 38.849 231.147
13
Estatísticas
Estatísticas
- Jan Fev Mar Abr Mai Jun Jul Ago Set Out Nov Dez TOT ano
ECD 2013 2.861 2.476 4.171 9.508
ECD 2012 2.911 2.535 3.781 4.983 16.720 182.475 8.695 5.570 3.318 4.227 3.504 3.808 242.527
ECD 2011 3.099 3.109 4.050 5.014 15.583 184.487 10.898 6.883 4.255 3.252 4.512 3.804 248.946
ECD 2010 1.657 1.133 2.227 3.332 11.630 171.439 27.355 6.932 5.175 4.192 3.776 4.203 243.051
ECD 2009 3 16 24 88 169 43.347 7.995 2.400 2.388 1.919 1.345 1.026 60.720
14
Estatísticas
1900ral
2447ral
2995ral
3542ral
4090ral
4637ral
5185ral
1900ral 1900ral 1900ral 1900ral
Contabil ECD - Tendencia Crescimento anual
2011 2014
Estatísticas
Jan Fev Mar Abr Mai Jun Jul Ago Set Out Nov Dez TOT ano
491 170 258 550 0 1.469
995 407 338 554 5.479 126.031 3.437 1.380 916 724 662 630 141.553
3 46 2 12 17 150 7 24 164 2.493 118.238 4.241 125.397
33 30 34 24 35 1.794 6.821 178 63 48 48 104 9.212
4.562 788 5.350
15
Estatísticas
Tendência FCONT
Estatísticas
,0
200000,0
400000,0
600000,0
800000,0
1000000,0
1200000,0
1900ral 1900ral 1900ral 1900ral 1900ral 1900ral 1900ral 1900ral 1900ral 1900ral 1900ral 1900ral
SPED PIS Contr - Recepção Mensal
PIS 2013 PIS 2012 PIS 2011
Jan Fev Mar Abr Mai Jun Jul Ago Set Out Nov Dez TOT ano
198.886 402.125 1.078.032 1.679.043
3.453 17.499 148.789 116.743 168.511 162.011 173.017 176.251 171.260 192.780 184.490 183.635 1.698.439
0 0 0 0 254 260 376 985 1.996 3.372 6.341 10.355 23.939
16
Estatísticas
20122011 FEV 2013
1.500.000
Estatísticas
17
Estatísticas
Domingo
Segunda-feira
Terça-feira
Quarta-feira
Quinta-feira
Sexta-feira
Sábado
0
1.000.000
2.000.000
3.000.000
4.000.000
5.000.000
6.000.000
7.000.000
8.000.000
Recepção de NF-e AN por dia da semana (maio/2011)
Coluna B
18
Estatísticas
NFe
 Média diária: 10 milhões/dia
 Mês: 210 milhões NFe em 2013.
 Desde o início do projeto: 6,7 bilhões NFe emitidas
 Quantidade de estabelecimentos emissores : ~ 950 mil
 Aumento na quantidade documentos – Novos Eventos.
Estatísticas
19
Estatísticas
Arquitetura Geral
Usuários SPED Entes
Sistema
Interno
WS
Aplicativo Web
Ou
Código Acesso
WS
Arquivo
ReceitanetBx
WS
Original
Web
Receitanet
WS
ReceitanetBx
DW
Aplicaçâo
Internet Internet
20
eSocial - Arquitetura
eSocial - Arquitetura
21
eSocial – Integração com o CNIS
eSocial
 Eventos Iniciais:
1. Cadastro do Contribuinte (Um único evento)
2. Estabelecimentos
3. Rubricas
4. Lotação
5. Cargos
6. Horário/turno de Trabalho
7. Funções
8. Processos (administrativos e Judiciais)
9. Cadastramento inicial de Vínculos - Legado
22
eSocial
 Eventos Trabalhistas Aleatórios:
1. Admissão
2. Afastamento temporário
3. Alteração Cadastral
4. Alteração Cadastral Sistema
5. Alteração de Contrato de Trabalho
6. Alteração de Contrato de Trabalho sem Vínculo
7. Motivo Afastamento
8. ASO – Atestado de Saúde Ocupacional
9. Atividades Desempenhadas
10. Aviso de Férias
11. Cancelamento Aviso de Férias
12. Aviso Prévio
13. Cancelamento Aviso Prévio
14. CAT – Comunicação de Acidente de Trabalho
15. Comunicação Fato Relevante
16. Desligamento
17. Exclusão
18. Início Condição de Trabalho Diferenciada
19. Término Condição de Trabalho Diferenciada
20. Início Estabelecimento
21. Término Estabelecimento
22. Início Trabalho sem Vínculo
23. Término Trabalho sem Vínculo
24. Reintegração
25. Retorno Afastamento
eSocial
 Eventos Mensais - Folha:
1. Abertura da Folha por Empresa
2. Remuneração
- Múltiplos Vínculos
- Alocação Trabalhador Simples
- Dissídios Coletivos
3. Serviços Prestados
4. Serviços Prestados Cooperativas
5. Serviços Tomados
6. Serviços Tomados Cooperativas
7. Aquisição de Produtos
8. Comercialização da Produção
9. Base de Cálculo e Contribuição
10.Fechamento da Folha
- Dados de controle e estatísticos da folha.
23
Eventos Folha
WS
Aplicativo Web
Informação
Complementar
REC
Contribuinte
Empregador
Rubrica
Cargo
Função
Lotação
Arquivos
Originais
RET
Trabalhador
Totalizador
FOLHA
Sistema
Interno
Usuários
Banco de Dados
Evento N
Remuneração
Protocolo de Entrega N Grava no BD
WS
Validar XML
-V1
- V2
- ...
- N
eSocial - Validação Eventos na Recepção
eSocial – Distribuição via WebService
24
eSocial – Distribuição via ReceitanetBx
eSocial – Requisitos não Funcionais
 Usabilidade
 Desempenho
 Confiabilidade
 Segurança
 Controle de Acesso
 Sigilo
 Auditoria
 Escalabilidade
 Confidencialidade
25
eSocial – Volumetria
Descrição 2009 2010 2012 2013 2014
Contribuinte individual * 2.882.498 3.069.860 3.269.401 3.481.912
Empregador doméstico 2.035.434 2.167.737 2.308.640 2.458.702
Segurado Especial 6.309 6.719 7.156 7.621 8.116
Outras Categorias
Descrição 2009 2010 2011 2012 2013
Empresas do Simples com até 2 empregados ¹ 3.244.876 3.455.793
Contribuintes MEI com empregados 45.438 48.391 51.537
Empregadores domésticos 2.167.737 2.308.640
Pessoa Física equiparada a empresa com até 2 empregados 1.441.249 1.534.930 1.634.701 1.740.956
Segurado Especial 6.309 6.719 7.156 7.621 8.116
Pequeno produtor rural 10.051 10.704 11.400 12.141
Obra de construção Civil da PF (vide planilha “Obras”) 32.596 34.715
Pessoa Física Intermediadora de produção rural ²
TOTAL 7.147.322 7.611.898
Quantidade *
RELAÇÃO DOS EMPREGADORES QUE TERÃO ACESSO POR SENHAS
eSocial – Volumetria
Conteúdo Estabelecimentos Empregados Estabelecimentos Empregados Estabelecimentos Empregados
Tamanho Estabelecimento 2011 2011 2010 2010 2009 2009
0 Empregado 4.707.209 - 4.589.812 - 4.572.209 -
De 1 a 4 1.992.270 3.839.970 1.907.315 3.669.698 1.814.753 3.484.001
De 5 a 9 575.601 3.759.170 543.619 3.546.585 511.058 3.331.941
De 10 a 19 317.205 4.258.590 299.846 4.022.658 280.769 3.764.578
De 20 a 49 184.195 5.516.317 172.916 5.177.935 159.054 4.757.238
De 50 a 99 55.835 3.843.344 52.993 3.649.726 48.704 3.351.908
De 100 a 249 31.891 4.887.520 30.234 4.637.845 27.573 4.236.164
De 250 a 499 11.412 3.945.094 11.115 3.854.345 10.348 3.581.931
De 500 a 999 5.627 3.920.885 5.406 3.769.090 5.070 3.548.183
1000 ou Mais 4.191 12.339.741 3.941 11.740.473 3.704 11.151.602
Total 7.885.436 46.310.631 7.617.197 44.068.355 7.433.242 41.207.546
DEMONSTRATIVO DA EVOLUÇÃO DO NUMERO DE ESTABELECIMENTOS E EMPREGADOS - BASE RAIS *
26
Obrigado!

Mais conteúdo relacionado

Destaque

Estética da recepção
Estética da recepçãoEstética da recepção
Estética da recepçãoAna Paula
 
A recepção coletiva e suas transformações: Da participação afetiva em salas d...
A recepção coletiva e suas transformações: Da participação afetiva em salas d...A recepção coletiva e suas transformações: Da participação afetiva em salas d...
A recepção coletiva e suas transformações: Da participação afetiva em salas d...Fernanda Gomes
 
Condições de produção e circulação
Condições de produção e circulaçãoCondições de produção e circulação
Condições de produção e circulaçãoEwerton Gindri
 
Mídia, consumo e música: um estudo de recepção da Banda Restart
Mídia, consumo e música: um estudo de recepção da Banda RestartMídia, consumo e música: um estudo de recepção da Banda Restart
Mídia, consumo e música: um estudo de recepção da Banda RestartEDILAINE AVILA
 
Curso de Produção de Texto e Leituras Brasileiras para o CACD 2013 - Profa. V...
Curso de Produção de Texto e Leituras Brasileiras para o CACD 2013 - Profa. V...Curso de Produção de Texto e Leituras Brasileiras para o CACD 2013 - Profa. V...
Curso de Produção de Texto e Leituras Brasileiras para o CACD 2013 - Profa. V...Vivian Müller
 
Curso de Produção de Texto e de Leituras Brasileiras para o CACD 2013 - Aula 7
Curso de Produção de Texto e de Leituras Brasileiras para o CACD 2013 - Aula 7Curso de Produção de Texto e de Leituras Brasileiras para o CACD 2013 - Aula 7
Curso de Produção de Texto e de Leituras Brasileiras para o CACD 2013 - Aula 7Vivian Müller
 
Segunda aplicação do enem 2009, internet
Segunda aplicação do enem 2009, internetSegunda aplicação do enem 2009, internet
Segunda aplicação do enem 2009, internetma.no.el.ne.ves
 
Curso de leitura e produção de texto: Regimento e Regulamento.
Curso de leitura e produção de texto: Regimento e Regulamento.Curso de leitura e produção de texto: Regimento e Regulamento.
Curso de leitura e produção de texto: Regimento e Regulamento.Aleksandra Sampaio
 
Palestra " A Carreira Profissional do Recepcionista"
Palestra " A Carreira Profissional do Recepcionista"Palestra " A Carreira Profissional do Recepcionista"
Palestra " A Carreira Profissional do Recepcionista"Benjamim Garcia Netto
 
Resumão de língua portuguesa 2º ano
Resumão de língua portuguesa   2º anoResumão de língua portuguesa   2º ano
Resumão de língua portuguesa 2º anoEwerton Gindri
 
LinkedIn SlideShare: Knowledge, Well-Presented
LinkedIn SlideShare: Knowledge, Well-PresentedLinkedIn SlideShare: Knowledge, Well-Presented
LinkedIn SlideShare: Knowledge, Well-PresentedSlideShare
 

Destaque (13)

Estética da recepção
Estética da recepçãoEstética da recepção
Estética da recepção
 
A recepção coletiva e suas transformações: Da participação afetiva em salas d...
A recepção coletiva e suas transformações: Da participação afetiva em salas d...A recepção coletiva e suas transformações: Da participação afetiva em salas d...
A recepção coletiva e suas transformações: Da participação afetiva em salas d...
 
Condições de produção e circulação
Condições de produção e circulaçãoCondições de produção e circulação
Condições de produção e circulação
 
Mídia, consumo e música: um estudo de recepção da Banda Restart
Mídia, consumo e música: um estudo de recepção da Banda RestartMídia, consumo e música: um estudo de recepção da Banda Restart
Mídia, consumo e música: um estudo de recepção da Banda Restart
 
Leitura e produção textual
Leitura e produção textualLeitura e produção textual
Leitura e produção textual
 
Teoria da Recepção
Teoria da RecepçãoTeoria da Recepção
Teoria da Recepção
 
Curso de Produção de Texto e Leituras Brasileiras para o CACD 2013 - Profa. V...
Curso de Produção de Texto e Leituras Brasileiras para o CACD 2013 - Profa. V...Curso de Produção de Texto e Leituras Brasileiras para o CACD 2013 - Profa. V...
Curso de Produção de Texto e Leituras Brasileiras para o CACD 2013 - Profa. V...
 
Curso de Produção de Texto e de Leituras Brasileiras para o CACD 2013 - Aula 7
Curso de Produção de Texto e de Leituras Brasileiras para o CACD 2013 - Aula 7Curso de Produção de Texto e de Leituras Brasileiras para o CACD 2013 - Aula 7
Curso de Produção de Texto e de Leituras Brasileiras para o CACD 2013 - Aula 7
 
Segunda aplicação do enem 2009, internet
Segunda aplicação do enem 2009, internetSegunda aplicação do enem 2009, internet
Segunda aplicação do enem 2009, internet
 
Curso de leitura e produção de texto: Regimento e Regulamento.
Curso de leitura e produção de texto: Regimento e Regulamento.Curso de leitura e produção de texto: Regimento e Regulamento.
Curso de leitura e produção de texto: Regimento e Regulamento.
 
Palestra " A Carreira Profissional do Recepcionista"
Palestra " A Carreira Profissional do Recepcionista"Palestra " A Carreira Profissional do Recepcionista"
Palestra " A Carreira Profissional do Recepcionista"
 
Resumão de língua portuguesa 2º ano
Resumão de língua portuguesa   2º anoResumão de língua portuguesa   2º ano
Resumão de língua portuguesa 2º ano
 
LinkedIn SlideShare: Knowledge, Well-Presented
LinkedIn SlideShare: Knowledge, Well-PresentedLinkedIn SlideShare: Knowledge, Well-Presented
LinkedIn SlideShare: Knowledge, Well-Presented
 

Semelhante a Estrutura e recepção de arquivos sped maio_2013_07 - arquitetura sistema eSocial

Projeto SPED - Infraestrutura atual, volumes de processamento, etc. 07.05.2013
Projeto SPED - Infraestrutura atual, volumes de processamento, etc. 07.05.2013Projeto SPED - Infraestrutura atual, volumes de processamento, etc. 07.05.2013
Projeto SPED - Infraestrutura atual, volumes de processamento, etc. 07.05.2013decision-it
 
SPED - Infraestrutura atual e Volumes de Processamento
SPED - Infraestrutura atual e Volumes de ProcessamentoSPED - Infraestrutura atual e Volumes de Processamento
SPED - Infraestrutura atual e Volumes de ProcessamentoJose Adriano Pinto
 
Sped infraestrutura - cfc sped-maio_2013_07
Sped   infraestrutura - cfc sped-maio_2013_07Sped   infraestrutura - cfc sped-maio_2013_07
Sped infraestrutura - cfc sped-maio_2013_07Jurânio Monteiro
 
Columnar Db Para Pequenas
Columnar Db Para PequenasColumnar Db Para Pequenas
Columnar Db Para PequenasMARCO RIBEIRO
 
Encontro com a TIM em Brasilia
Encontro com a TIM em BrasiliaEncontro com a TIM em Brasilia
Encontro com a TIM em BrasiliaTIM RI
 
Results presentation 1 q14 port
Results presentation 1 q14 portResults presentation 1 q14 port
Results presentation 1 q14 portTIM RI
 
G2KA NFS-e - Nota Fiscal de Servicos eletronica
G2KA NFS-e - Nota Fiscal de Servicos eletronicaG2KA NFS-e - Nota Fiscal de Servicos eletronica
G2KA NFS-e - Nota Fiscal de Servicos eletronicaNeoGrid Software S/A
 
BNDES - Organização e Desempenho
BNDES - Organização e DesempenhoBNDES - Organização e Desempenho
BNDES - Organização e DesempenhoBNDES
 
TIM Institucional 4T17
TIM Institucional 4T17TIM Institucional 4T17
TIM Institucional 4T17TIM RI
 
Introdução Splunk Brasil
Introdução Splunk BrasilIntrodução Splunk Brasil
Introdução Splunk BrasilSplunk
 
Results presentation 2 q14 port
Results presentation 2 q14 portResults presentation 2 q14 port
Results presentation 2 q14 portTIM RI
 
Apresentação apimec df (arquivada)
Apresentação apimec df (arquivada)Apresentação apimec df (arquivada)
Apresentação apimec df (arquivada)TIM RI
 
SPED: empreendedorismo e inovação - no mercado de serviços contábeis
SPED: empreendedorismo e inovação - no mercado de serviços contábeisSPED: empreendedorismo e inovação - no mercado de serviços contábeis
SPED: empreendedorismo e inovação - no mercado de serviços contábeisRoberto Dias Duarte
 
G2KA NF-e - Nota Fiscal eletronica
G2KA NF-e - Nota Fiscal eletronicaG2KA NF-e - Nota Fiscal eletronica
G2KA NF-e - Nota Fiscal eletronicaNeoGrid Software S/A
 
Apresentação dos Resultados 3T14
Apresentação dos Resultados 3T14Apresentação dos Resultados 3T14
Apresentação dos Resultados 3T14TIM RI
 
Atuação do BNDES na Região Nordeste - Denor
Atuação do BNDES na Região Nordeste - DenorAtuação do BNDES na Região Nordeste - Denor
Atuação do BNDES na Região Nordeste - DenorBNDES
 
Pesquisa sobre o setor de TI-RJ
Pesquisa sobre o setor de TI-RJPesquisa sobre o setor de TI-RJ
Pesquisa sobre o setor de TI-RJtirionoticias
 
Aula Marketing Digital
Aula Marketing DigitalAula Marketing Digital
Aula Marketing DigitalFabio Lira
 
Clientes Splunk Brasil
Clientes Splunk BrasilClientes Splunk Brasil
Clientes Splunk BrasilSplunk
 

Semelhante a Estrutura e recepção de arquivos sped maio_2013_07 - arquitetura sistema eSocial (20)

Projeto SPED - Infraestrutura atual, volumes de processamento, etc. 07.05.2013
Projeto SPED - Infraestrutura atual, volumes de processamento, etc. 07.05.2013Projeto SPED - Infraestrutura atual, volumes de processamento, etc. 07.05.2013
Projeto SPED - Infraestrutura atual, volumes de processamento, etc. 07.05.2013
 
SPED - Infraestrutura atual e Volumes de Processamento
SPED - Infraestrutura atual e Volumes de ProcessamentoSPED - Infraestrutura atual e Volumes de Processamento
SPED - Infraestrutura atual e Volumes de Processamento
 
Sped infraestrutura - cfc sped-maio_2013_07
Sped   infraestrutura - cfc sped-maio_2013_07Sped   infraestrutura - cfc sped-maio_2013_07
Sped infraestrutura - cfc sped-maio_2013_07
 
Columnar Db Para Pequenas
Columnar Db Para PequenasColumnar Db Para Pequenas
Columnar Db Para Pequenas
 
Encontro com a TIM em Brasilia
Encontro com a TIM em BrasiliaEncontro com a TIM em Brasilia
Encontro com a TIM em Brasilia
 
Results presentation 1 q14 port
Results presentation 1 q14 portResults presentation 1 q14 port
Results presentation 1 q14 port
 
Fiesp - Encontro Internacional de Energia - Agenda Positiva do Mercado
Fiesp - Encontro Internacional de Energia - Agenda Positiva do MercadoFiesp - Encontro Internacional de Energia - Agenda Positiva do Mercado
Fiesp - Encontro Internacional de Energia - Agenda Positiva do Mercado
 
G2KA NFS-e - Nota Fiscal de Servicos eletronica
G2KA NFS-e - Nota Fiscal de Servicos eletronicaG2KA NFS-e - Nota Fiscal de Servicos eletronica
G2KA NFS-e - Nota Fiscal de Servicos eletronica
 
BNDES - Organização e Desempenho
BNDES - Organização e DesempenhoBNDES - Organização e Desempenho
BNDES - Organização e Desempenho
 
TIM Institucional 4T17
TIM Institucional 4T17TIM Institucional 4T17
TIM Institucional 4T17
 
Introdução Splunk Brasil
Introdução Splunk BrasilIntrodução Splunk Brasil
Introdução Splunk Brasil
 
Results presentation 2 q14 port
Results presentation 2 q14 portResults presentation 2 q14 port
Results presentation 2 q14 port
 
Apresentação apimec df (arquivada)
Apresentação apimec df (arquivada)Apresentação apimec df (arquivada)
Apresentação apimec df (arquivada)
 
SPED: empreendedorismo e inovação - no mercado de serviços contábeis
SPED: empreendedorismo e inovação - no mercado de serviços contábeisSPED: empreendedorismo e inovação - no mercado de serviços contábeis
SPED: empreendedorismo e inovação - no mercado de serviços contábeis
 
G2KA NF-e - Nota Fiscal eletronica
G2KA NF-e - Nota Fiscal eletronicaG2KA NF-e - Nota Fiscal eletronica
G2KA NF-e - Nota Fiscal eletronica
 
Apresentação dos Resultados 3T14
Apresentação dos Resultados 3T14Apresentação dos Resultados 3T14
Apresentação dos Resultados 3T14
 
Atuação do BNDES na Região Nordeste - Denor
Atuação do BNDES na Região Nordeste - DenorAtuação do BNDES na Região Nordeste - Denor
Atuação do BNDES na Região Nordeste - Denor
 
Pesquisa sobre o setor de TI-RJ
Pesquisa sobre o setor de TI-RJPesquisa sobre o setor de TI-RJ
Pesquisa sobre o setor de TI-RJ
 
Aula Marketing Digital
Aula Marketing DigitalAula Marketing Digital
Aula Marketing Digital
 
Clientes Splunk Brasil
Clientes Splunk BrasilClientes Splunk Brasil
Clientes Splunk Brasil
 

Mais de Tania Gurgel

Programa Emergencial 01_04_2020 #taniagurgel
Programa Emergencial 01_04_2020 #taniagurgelPrograma Emergencial 01_04_2020 #taniagurgel
Programa Emergencial 01_04_2020 #taniagurgelTania Gurgel
 
Medidas do grupo de monitoramento dos impactos econômicos da pandemia do COVI...
Medidas do grupo de monitoramento dos impactos econômicos da pandemia do COVI...Medidas do grupo de monitoramento dos impactos econômicos da pandemia do COVI...
Medidas do grupo de monitoramento dos impactos econômicos da pandemia do COVI...Tania Gurgel
 
Plano de fiscalizacao 2019 #taniagurgel
Plano de fiscalizacao 2019 #taniagurgelPlano de fiscalizacao 2019 #taniagurgel
Plano de fiscalizacao 2019 #taniagurgelTania Gurgel
 
Refeições em forma de ticket incidência de INSS Resposta Cosit nº 288 de 26 d...
Refeições em forma de ticket incidência de INSS Resposta Cosit nº 288 de 26 d...Refeições em forma de ticket incidência de INSS Resposta Cosit nº 288 de 26 d...
Refeições em forma de ticket incidência de INSS Resposta Cosit nº 288 de 26 d...Tania Gurgel
 
Ferramentas Digitais da Receita Federal 2018 e o compliance das informações #...
Ferramentas Digitais da Receita Federal 2018 e o compliance das informações #...Ferramentas Digitais da Receita Federal 2018 e o compliance das informações #...
Ferramentas Digitais da Receita Federal 2018 e o compliance das informações #...Tania Gurgel
 
Optantes simples retenção de 11% empresas de serviços de construção civil, an...
Optantes simples retenção de 11% empresas de serviços de construção civil, an...Optantes simples retenção de 11% empresas de serviços de construção civil, an...
Optantes simples retenção de 11% empresas de serviços de construção civil, an...Tania Gurgel
 
EFD REINF Insalubridade e Periculosidade na prestação de serviço_ Tânia Gurgel
EFD REINF  Insalubridade e Periculosidade na prestação de serviço_ Tânia GurgelEFD REINF  Insalubridade e Periculosidade na prestação de serviço_ Tânia Gurgel
EFD REINF Insalubridade e Periculosidade na prestação de serviço_ Tânia GurgelTania Gurgel
 
Manual de Orientação para o Empregador e Desenvolvedor geração de Guias relat...
Manual de Orientação para o Empregador e Desenvolvedor geração de Guias relat...Manual de Orientação para o Empregador e Desenvolvedor geração de Guias relat...
Manual de Orientação para o Empregador e Desenvolvedor geração de Guias relat...Tania Gurgel
 
Reforma trabalhista e e social 5 principais desafios do dp em 2018
Reforma trabalhista e e social 5 principais desafios do dp em 2018Reforma trabalhista e e social 5 principais desafios do dp em 2018
Reforma trabalhista e e social 5 principais desafios do dp em 2018Tania Gurgel
 
Plano anual de Fiscalização da Receita Federal 2018 e resultados 2017 #taniag...
Plano anual de Fiscalização da Receita Federal 2018 e resultados 2017 #taniag...Plano anual de Fiscalização da Receita Federal 2018 e resultados 2017 #taniag...
Plano anual de Fiscalização da Receita Federal 2018 e resultados 2017 #taniag...Tania Gurgel
 
Manual DCTFWEB 2018 #TANIAGURGEL #DCTF #DARF #DCTFWEB
Manual DCTFWEB 2018 #TANIAGURGEL #DCTF #DARF #DCTFWEBManual DCTFWEB 2018 #TANIAGURGEL #DCTF #DARF #DCTFWEB
Manual DCTFWEB 2018 #TANIAGURGEL #DCTF #DARF #DCTFWEBTania Gurgel
 
Perguntas e respostas sobre a contribuição de autonomo inss valores lançado n...
Perguntas e respostas sobre a contribuição de autonomo inss valores lançado n...Perguntas e respostas sobre a contribuição de autonomo inss valores lançado n...
Perguntas e respostas sobre a contribuição de autonomo inss valores lançado n...Tania Gurgel
 
Apresentação do Simples Nacional alterações para 2018 #taniagurgel
Apresentação do Simples Nacional alterações para 2018 #taniagurgelApresentação do Simples Nacional alterações para 2018 #taniagurgel
Apresentação do Simples Nacional alterações para 2018 #taniagurgelTania Gurgel
 
eSocial faseamento,tabelas, cronograma, eventos extemporâneos #taniagurgel
eSocial    faseamento,tabelas, cronograma, eventos extemporâneos  #taniagurgeleSocial    faseamento,tabelas, cronograma, eventos extemporâneos  #taniagurgel
eSocial faseamento,tabelas, cronograma, eventos extemporâneos #taniagurgelTania Gurgel
 
Compliance Tributário no Mundo Digital do SPED
Compliance Tributário no Mundo Digital do SPEDCompliance Tributário no Mundo Digital do SPED
Compliance Tributário no Mundo Digital do SPEDTania Gurgel
 
Cartilha fraudes-titulos-rfb-pgfn-stn-mpu
Cartilha fraudes-titulos-rfb-pgfn-stn-mpuCartilha fraudes-titulos-rfb-pgfn-stn-mpu
Cartilha fraudes-titulos-rfb-pgfn-stn-mpuTania Gurgel
 
Julgamento pelo Carf direito de imagem Neymar por Tania Gurgel
Julgamento pelo Carf direito de imagem Neymar por Tania GurgelJulgamento pelo Carf direito de imagem Neymar por Tania Gurgel
Julgamento pelo Carf direito de imagem Neymar por Tania GurgelTania Gurgel
 
EFD REINF E OS REFLEXOS NA CONTRATAÇÃO DE TERCEIROS, BY TANIA GURGEL - VOCE E...
EFD REINF E OS REFLEXOS NA CONTRATAÇÃO DE TERCEIROS, BY TANIA GURGEL - VOCE E...EFD REINF E OS REFLEXOS NA CONTRATAÇÃO DE TERCEIROS, BY TANIA GURGEL - VOCE E...
EFD REINF E OS REFLEXOS NA CONTRATAÇÃO DE TERCEIROS, BY TANIA GURGEL - VOCE E...Tania Gurgel
 
Tânia Gurgel e o Plano anual-de-fiscalizacao-2017-e-resultados-2016
Tânia Gurgel e o Plano anual-de-fiscalizacao-2017-e-resultados-2016Tânia Gurgel e o Plano anual-de-fiscalizacao-2017-e-resultados-2016
Tânia Gurgel e o Plano anual-de-fiscalizacao-2017-e-resultados-2016Tania Gurgel
 
Seguro responsabilidade civil, posição do STJ para os atos de administração.
Seguro responsabilidade civil, posição do STJ para os atos de administração.Seguro responsabilidade civil, posição do STJ para os atos de administração.
Seguro responsabilidade civil, posição do STJ para os atos de administração.Tania Gurgel
 

Mais de Tania Gurgel (20)

Programa Emergencial 01_04_2020 #taniagurgel
Programa Emergencial 01_04_2020 #taniagurgelPrograma Emergencial 01_04_2020 #taniagurgel
Programa Emergencial 01_04_2020 #taniagurgel
 
Medidas do grupo de monitoramento dos impactos econômicos da pandemia do COVI...
Medidas do grupo de monitoramento dos impactos econômicos da pandemia do COVI...Medidas do grupo de monitoramento dos impactos econômicos da pandemia do COVI...
Medidas do grupo de monitoramento dos impactos econômicos da pandemia do COVI...
 
Plano de fiscalizacao 2019 #taniagurgel
Plano de fiscalizacao 2019 #taniagurgelPlano de fiscalizacao 2019 #taniagurgel
Plano de fiscalizacao 2019 #taniagurgel
 
Refeições em forma de ticket incidência de INSS Resposta Cosit nº 288 de 26 d...
Refeições em forma de ticket incidência de INSS Resposta Cosit nº 288 de 26 d...Refeições em forma de ticket incidência de INSS Resposta Cosit nº 288 de 26 d...
Refeições em forma de ticket incidência de INSS Resposta Cosit nº 288 de 26 d...
 
Ferramentas Digitais da Receita Federal 2018 e o compliance das informações #...
Ferramentas Digitais da Receita Federal 2018 e o compliance das informações #...Ferramentas Digitais da Receita Federal 2018 e o compliance das informações #...
Ferramentas Digitais da Receita Federal 2018 e o compliance das informações #...
 
Optantes simples retenção de 11% empresas de serviços de construção civil, an...
Optantes simples retenção de 11% empresas de serviços de construção civil, an...Optantes simples retenção de 11% empresas de serviços de construção civil, an...
Optantes simples retenção de 11% empresas de serviços de construção civil, an...
 
EFD REINF Insalubridade e Periculosidade na prestação de serviço_ Tânia Gurgel
EFD REINF  Insalubridade e Periculosidade na prestação de serviço_ Tânia GurgelEFD REINF  Insalubridade e Periculosidade na prestação de serviço_ Tânia Gurgel
EFD REINF Insalubridade e Periculosidade na prestação de serviço_ Tânia Gurgel
 
Manual de Orientação para o Empregador e Desenvolvedor geração de Guias relat...
Manual de Orientação para o Empregador e Desenvolvedor geração de Guias relat...Manual de Orientação para o Empregador e Desenvolvedor geração de Guias relat...
Manual de Orientação para o Empregador e Desenvolvedor geração de Guias relat...
 
Reforma trabalhista e e social 5 principais desafios do dp em 2018
Reforma trabalhista e e social 5 principais desafios do dp em 2018Reforma trabalhista e e social 5 principais desafios do dp em 2018
Reforma trabalhista e e social 5 principais desafios do dp em 2018
 
Plano anual de Fiscalização da Receita Federal 2018 e resultados 2017 #taniag...
Plano anual de Fiscalização da Receita Federal 2018 e resultados 2017 #taniag...Plano anual de Fiscalização da Receita Federal 2018 e resultados 2017 #taniag...
Plano anual de Fiscalização da Receita Federal 2018 e resultados 2017 #taniag...
 
Manual DCTFWEB 2018 #TANIAGURGEL #DCTF #DARF #DCTFWEB
Manual DCTFWEB 2018 #TANIAGURGEL #DCTF #DARF #DCTFWEBManual DCTFWEB 2018 #TANIAGURGEL #DCTF #DARF #DCTFWEB
Manual DCTFWEB 2018 #TANIAGURGEL #DCTF #DARF #DCTFWEB
 
Perguntas e respostas sobre a contribuição de autonomo inss valores lançado n...
Perguntas e respostas sobre a contribuição de autonomo inss valores lançado n...Perguntas e respostas sobre a contribuição de autonomo inss valores lançado n...
Perguntas e respostas sobre a contribuição de autonomo inss valores lançado n...
 
Apresentação do Simples Nacional alterações para 2018 #taniagurgel
Apresentação do Simples Nacional alterações para 2018 #taniagurgelApresentação do Simples Nacional alterações para 2018 #taniagurgel
Apresentação do Simples Nacional alterações para 2018 #taniagurgel
 
eSocial faseamento,tabelas, cronograma, eventos extemporâneos #taniagurgel
eSocial    faseamento,tabelas, cronograma, eventos extemporâneos  #taniagurgeleSocial    faseamento,tabelas, cronograma, eventos extemporâneos  #taniagurgel
eSocial faseamento,tabelas, cronograma, eventos extemporâneos #taniagurgel
 
Compliance Tributário no Mundo Digital do SPED
Compliance Tributário no Mundo Digital do SPEDCompliance Tributário no Mundo Digital do SPED
Compliance Tributário no Mundo Digital do SPED
 
Cartilha fraudes-titulos-rfb-pgfn-stn-mpu
Cartilha fraudes-titulos-rfb-pgfn-stn-mpuCartilha fraudes-titulos-rfb-pgfn-stn-mpu
Cartilha fraudes-titulos-rfb-pgfn-stn-mpu
 
Julgamento pelo Carf direito de imagem Neymar por Tania Gurgel
Julgamento pelo Carf direito de imagem Neymar por Tania GurgelJulgamento pelo Carf direito de imagem Neymar por Tania Gurgel
Julgamento pelo Carf direito de imagem Neymar por Tania Gurgel
 
EFD REINF E OS REFLEXOS NA CONTRATAÇÃO DE TERCEIROS, BY TANIA GURGEL - VOCE E...
EFD REINF E OS REFLEXOS NA CONTRATAÇÃO DE TERCEIROS, BY TANIA GURGEL - VOCE E...EFD REINF E OS REFLEXOS NA CONTRATAÇÃO DE TERCEIROS, BY TANIA GURGEL - VOCE E...
EFD REINF E OS REFLEXOS NA CONTRATAÇÃO DE TERCEIROS, BY TANIA GURGEL - VOCE E...
 
Tânia Gurgel e o Plano anual-de-fiscalizacao-2017-e-resultados-2016
Tânia Gurgel e o Plano anual-de-fiscalizacao-2017-e-resultados-2016Tânia Gurgel e o Plano anual-de-fiscalizacao-2017-e-resultados-2016
Tânia Gurgel e o Plano anual-de-fiscalizacao-2017-e-resultados-2016
 
Seguro responsabilidade civil, posição do STJ para os atos de administração.
Seguro responsabilidade civil, posição do STJ para os atos de administração.Seguro responsabilidade civil, posição do STJ para os atos de administração.
Seguro responsabilidade civil, posição do STJ para os atos de administração.
 

Estrutura e recepção de arquivos sped maio_2013_07 - arquitetura sistema eSocial

  • 1. 1 CFC Brasília, Maio de 2013 Agenda  Abrangência Atual  Infraestrutura de TI  Contingência  Formas de Recepção  Uso da Informação  Estatísticas  eSocial  Perguntas?
  • 2. 2 NF-e EFD PIS/Cofins eSocial NFS-e Abrangência Atual CT-e EFD ICMS/IPI ECD EFD IRPJFCont Abrangência Atual
  • 3. 3 Infraestrutura de TI 2007 2008 2009 2010 2011 Dez / 2012 0 2.000.000.000 4.000.000.000 6.000.000.000 8.000.000.000 10.000.000.000 12.000.000.000 14.000.000.000 16.000.000.000 18.000.000.000 20.000.000.000 Evolução de Transações Mainframe Qte. Transações Período QtdeTransações 03 Centros de Dados: Brasília, São Paulo e Rio de Janeiro; 2 Mainframes c/ 15.761 MIPS (milhões de instruções por segundo); 5,5 bilhões de transações on-line processadas/ano Infraestrutura de TI 2007 2008 2009 2010 2011 Dez / 2012 0 500 1.000 1.500 2.000 2.500 3.000 750 876 970 1.104 2.330 2.629 Evolução Servidores Plataforma Baixa Período QtdeServidores
  • 4. 4 Infraestrutura de TI Infraestrutura de TI 2004 2005 2006 2007 2008 2009 2010 2011 2012 0 0,5 1 1,5 2 2,5 3 3,5 4 4,5 5 0,77 0,98 1 1,5 1,6 4,3 4,5 4,8 4,8 Vazão do Backbone (Gbps/Capacidade) Período Valores
  • 5. 5 Infraestrutura de TI 2004 2005 2006 2007 2008 2009 2010 2011 2012 5.000.000 10.000.000 15.000.000 20.000.000 25.000.000 30.000.000 35.000.000 Internet - Capacidade Instalada de Acessos Simultâneos Infraestrutura de TI Novo Centro de Dados da Regional Brasília Benefícios: Maior autonomia; Aumento do espaço físico do Centro de Dados; Otimização da infra- estrutura elétrica, lógica e de climatização; e Incremento dos níveis de segurança
  • 7. 7 Infraestrutura de TI Cluster Geográfico: Espelhamento do ambiente instalado e funcionando em outra região do país, capaz de continuar o serviço oferecido ao usuário em caso de falha no ambiente. Histórico de Falha - FALTA DE ENERGIA CPD em São PAULO • Início: 12:50 do dia 24-02-2011 • Término: 03:00 do dia 25-02-2011 Resultado: As NF-es continuaram a ser autorizadas para os estados da SVAN Contingência
  • 8. 8 Contingência Mecanismos de Contingência contra falhas Permanência do Serviço  Sefaz Virtual de Contingência em Ambiente Tecnológico diferente (SVC-AN e SVC-RS)  Cluster Geográfico – Nota Fiscal Eletrônica Formas de Recepção Recepção Centralizada:  Amplamente utilizada pela RFB  SPED: ECD, EFD ICMS-IPI, FCONT, EFD Contribuições, EFD-IRPJ, e-Social  Utilização de WebServices e Receitanet  Distribuição para órgãos interessados feita pelo Ambiente Nacional
  • 9. 9 Formas de Recepção Recepção Distribuída: NF-e – Nota Fiscal Eletrônica  14 aplicações autorizadoras  Documentos centralizados no Ambiente Nacional após autorização  Distribuição aos estados interessados feita pelo Ambiente Nacional da RFB Formas de Recepção Recepção Distribuída Recepção Centralizada Vantagens - Divisão dos custos - Menor esforço no sincronismo - Foco na utilização da Informação por parte da Sefaz - Simplicidade Desvantagens - Maior esforço no sincronismo - Manter equipe técnica especializada - Maior complexidade para as empresas e prestadores de serviços de TI - Divisão de custos através de pacto/convênio
  • 10. 10 Uso da Informação Promover a utilização das informações do SPED no âmbito RFB:  Planejamento fiscal;  Auditoria fiscal;  Arrecadação;  Demais sistemas. Definição DW Sistema de computação utilizado para armazenar informações relativas às atividades de uma organização em bancos de dados, de forma consolidada. Uso da Informação
  • 11. 11 Ambiente SPED HCP SQLServer NFE Área de Trabalho Detalhe RESUMO NFe Original XML NFe Postgres Ambiente DW Oracle 1 2 3 Uso da Informação Uso da Informação
  • 12. 12 OBJETIVO: Permitir o download seguro e eficiente de arquivos do sistema SPED pelos contribuintes, entes conveniados e Receita Federal. Uso da Informação Estatísticas ,0 50000,0 100000,0 150000,0 200000,0 250000,0 300000,0 350000,0 400000,0 450000,0 1900ral 1900ral 1900ral 1900ral 1900ral 1900ral 1900ral 1900ral 1900ral 1900ral 1900ral 1900ral SPED FISCAL - Recepção mensal EFD 2013 EFD 2012 EFD 2011 EFD 2010 EFD 2009 - Jan Fev Mar Abr Mai Jun Jul Ago Set Out Nov Dez TOT ano EFD 2013 308.539 318.281 390.196 1.017.016 EFD 2012 154.152 165.380 184.680 162.706 224.983 245.769 323.798 268.045 274.981 277.113 299.115 314.648 2.895.370 EFD 2011 65.669 61.927 64.235 68.487 124.075 96.406 123.723 135.931 138.897 136.260 146.963 217.595 1.380.168 EFD 2010 22.393 21.118 26.654 27.439 63.419 39.762 50.179 45.733 51.469 41.518 52.112 54.721 496.517 EFD 2009 0 17 114 216 429 670 1.488 8.027 128.070 28.565 24.702 38.849 231.147
  • 13. 13 Estatísticas Estatísticas - Jan Fev Mar Abr Mai Jun Jul Ago Set Out Nov Dez TOT ano ECD 2013 2.861 2.476 4.171 9.508 ECD 2012 2.911 2.535 3.781 4.983 16.720 182.475 8.695 5.570 3.318 4.227 3.504 3.808 242.527 ECD 2011 3.099 3.109 4.050 5.014 15.583 184.487 10.898 6.883 4.255 3.252 4.512 3.804 248.946 ECD 2010 1.657 1.133 2.227 3.332 11.630 171.439 27.355 6.932 5.175 4.192 3.776 4.203 243.051 ECD 2009 3 16 24 88 169 43.347 7.995 2.400 2.388 1.919 1.345 1.026 60.720
  • 14. 14 Estatísticas 1900ral 2447ral 2995ral 3542ral 4090ral 4637ral 5185ral 1900ral 1900ral 1900ral 1900ral Contabil ECD - Tendencia Crescimento anual 2011 2014 Estatísticas Jan Fev Mar Abr Mai Jun Jul Ago Set Out Nov Dez TOT ano 491 170 258 550 0 1.469 995 407 338 554 5.479 126.031 3.437 1.380 916 724 662 630 141.553 3 46 2 12 17 150 7 24 164 2.493 118.238 4.241 125.397 33 30 34 24 35 1.794 6.821 178 63 48 48 104 9.212 4.562 788 5.350
  • 15. 15 Estatísticas Tendência FCONT Estatísticas ,0 200000,0 400000,0 600000,0 800000,0 1000000,0 1200000,0 1900ral 1900ral 1900ral 1900ral 1900ral 1900ral 1900ral 1900ral 1900ral 1900ral 1900ral 1900ral SPED PIS Contr - Recepção Mensal PIS 2013 PIS 2012 PIS 2011 Jan Fev Mar Abr Mai Jun Jul Ago Set Out Nov Dez TOT ano 198.886 402.125 1.078.032 1.679.043 3.453 17.499 148.789 116.743 168.511 162.011 173.017 176.251 171.260 192.780 184.490 183.635 1.698.439 0 0 0 0 254 260 376 985 1.996 3.372 6.341 10.355 23.939
  • 18. 18 Estatísticas NFe  Média diária: 10 milhões/dia  Mês: 210 milhões NFe em 2013.  Desde o início do projeto: 6,7 bilhões NFe emitidas  Quantidade de estabelecimentos emissores : ~ 950 mil  Aumento na quantidade documentos – Novos Eventos. Estatísticas
  • 19. 19 Estatísticas Arquitetura Geral Usuários SPED Entes Sistema Interno WS Aplicativo Web Ou Código Acesso WS Arquivo ReceitanetBx WS Original Web Receitanet WS ReceitanetBx DW Aplicaçâo Internet Internet
  • 21. 21 eSocial – Integração com o CNIS eSocial  Eventos Iniciais: 1. Cadastro do Contribuinte (Um único evento) 2. Estabelecimentos 3. Rubricas 4. Lotação 5. Cargos 6. Horário/turno de Trabalho 7. Funções 8. Processos (administrativos e Judiciais) 9. Cadastramento inicial de Vínculos - Legado
  • 22. 22 eSocial  Eventos Trabalhistas Aleatórios: 1. Admissão 2. Afastamento temporário 3. Alteração Cadastral 4. Alteração Cadastral Sistema 5. Alteração de Contrato de Trabalho 6. Alteração de Contrato de Trabalho sem Vínculo 7. Motivo Afastamento 8. ASO – Atestado de Saúde Ocupacional 9. Atividades Desempenhadas 10. Aviso de Férias 11. Cancelamento Aviso de Férias 12. Aviso Prévio 13. Cancelamento Aviso Prévio 14. CAT – Comunicação de Acidente de Trabalho 15. Comunicação Fato Relevante 16. Desligamento 17. Exclusão 18. Início Condição de Trabalho Diferenciada 19. Término Condição de Trabalho Diferenciada 20. Início Estabelecimento 21. Término Estabelecimento 22. Início Trabalho sem Vínculo 23. Término Trabalho sem Vínculo 24. Reintegração 25. Retorno Afastamento eSocial  Eventos Mensais - Folha: 1. Abertura da Folha por Empresa 2. Remuneração - Múltiplos Vínculos - Alocação Trabalhador Simples - Dissídios Coletivos 3. Serviços Prestados 4. Serviços Prestados Cooperativas 5. Serviços Tomados 6. Serviços Tomados Cooperativas 7. Aquisição de Produtos 8. Comercialização da Produção 9. Base de Cálculo e Contribuição 10.Fechamento da Folha - Dados de controle e estatísticos da folha.
  • 23. 23 Eventos Folha WS Aplicativo Web Informação Complementar REC Contribuinte Empregador Rubrica Cargo Função Lotação Arquivos Originais RET Trabalhador Totalizador FOLHA Sistema Interno Usuários Banco de Dados Evento N Remuneração Protocolo de Entrega N Grava no BD WS Validar XML -V1 - V2 - ... - N eSocial - Validação Eventos na Recepção eSocial – Distribuição via WebService
  • 24. 24 eSocial – Distribuição via ReceitanetBx eSocial – Requisitos não Funcionais  Usabilidade  Desempenho  Confiabilidade  Segurança  Controle de Acesso  Sigilo  Auditoria  Escalabilidade  Confidencialidade
  • 25. 25 eSocial – Volumetria Descrição 2009 2010 2012 2013 2014 Contribuinte individual * 2.882.498 3.069.860 3.269.401 3.481.912 Empregador doméstico 2.035.434 2.167.737 2.308.640 2.458.702 Segurado Especial 6.309 6.719 7.156 7.621 8.116 Outras Categorias Descrição 2009 2010 2011 2012 2013 Empresas do Simples com até 2 empregados ¹ 3.244.876 3.455.793 Contribuintes MEI com empregados 45.438 48.391 51.537 Empregadores domésticos 2.167.737 2.308.640 Pessoa Física equiparada a empresa com até 2 empregados 1.441.249 1.534.930 1.634.701 1.740.956 Segurado Especial 6.309 6.719 7.156 7.621 8.116 Pequeno produtor rural 10.051 10.704 11.400 12.141 Obra de construção Civil da PF (vide planilha “Obras”) 32.596 34.715 Pessoa Física Intermediadora de produção rural ² TOTAL 7.147.322 7.611.898 Quantidade * RELAÇÃO DOS EMPREGADORES QUE TERÃO ACESSO POR SENHAS eSocial – Volumetria Conteúdo Estabelecimentos Empregados Estabelecimentos Empregados Estabelecimentos Empregados Tamanho Estabelecimento 2011 2011 2010 2010 2009 2009 0 Empregado 4.707.209 - 4.589.812 - 4.572.209 - De 1 a 4 1.992.270 3.839.970 1.907.315 3.669.698 1.814.753 3.484.001 De 5 a 9 575.601 3.759.170 543.619 3.546.585 511.058 3.331.941 De 10 a 19 317.205 4.258.590 299.846 4.022.658 280.769 3.764.578 De 20 a 49 184.195 5.516.317 172.916 5.177.935 159.054 4.757.238 De 50 a 99 55.835 3.843.344 52.993 3.649.726 48.704 3.351.908 De 100 a 249 31.891 4.887.520 30.234 4.637.845 27.573 4.236.164 De 250 a 499 11.412 3.945.094 11.115 3.854.345 10.348 3.581.931 De 500 a 999 5.627 3.920.885 5.406 3.769.090 5.070 3.548.183 1000 ou Mais 4.191 12.339.741 3.941 11.740.473 3.704 11.151.602 Total 7.885.436 46.310.631 7.617.197 44.068.355 7.433.242 41.207.546 DEMONSTRATIVO DA EVOLUÇÃO DO NUMERO DE ESTABELECIMENTOS E EMPREGADOS - BASE RAIS *