Como a Natura vem diminuindo seu custo de operação total com Drupal - DrupalCamp Campinas 2016

340 visualizações

Publicada em

Apresentação realizada por Handrus Nogueira (Taller) e Augusto Knijnik (Natura) na DrupalCamp Campinas 2016.

Publicada em: Software
0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
340
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
1
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
4
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Como a Natura vem diminuindo seu custo de operação total com Drupal - DrupalCamp Campinas 2016

  1. 1. Como a Natura vem diminuindo seu custo de operação total com Drupal Augusto Knijnik Líder do Núcleo de Produtos Digitais Natura Handrus Nogueira Business Developer Taller
  2. 2. Handrus Floripa! -SC / BR Business Developer / Consultant @ Taller Web & Open-Source & Agile ~12 anos de estrada Drupaleiro a ~8 anos Dev with Passion!
  3. 3. Augusto R. Knijnik São Paulo - SP / BR Engenheiro de Computação - UFSCar Líder do Núcleo de Produtos e Serviços Digitais @Natura 5 anos atuando em TI
  4. 4. Natura Acreditamos na inovação como um dos pilares para o alcance de um modelo de desenvolvimento sustentável. Mais de 2 milhões de CNs no mundo Mais de 6 mil colaboradores no mundo http://natura.com.br Taller Somos um ateliê de negócios digitais que transforma ideias em projetos inovadores. 55 modulos, 2 temas, 710 commits, 3 commits no Drupal 8 Core e 1 commit no Drupal 6 core. http://oqueedrupal.org http://drupaldeelite.com.br http://blog.taller.net.br
  5. 5. Agenda 1. Seleção de projetos na maioria das empresas 2. O que é T.C.O.? 3. Open-source Power 4. PaaS/SaaS Power 5. Drupal Power 6. Resultados 7. Por onde começo? 8. Materiais 9. Perguntas
  6. 6. Seleção de projetos em grandes empresas
  7. 7. Seleção de projetos em grandes empresas Inexperiente 1. Valor Homem-hora 2. Pesquisa superficial de expertise 3. Sem checagem de reputação Mais Experiente 1. Valor Homem-hora 2. Custo de Running a. Processos ágeis vs Cascata/Tradicional 3. Pesquisa de espertise a. Indicações, Comunicades etc 4. Reputação a. Cases, clientes, tempo de mercado, validação do curriculum dos colaboradores
  8. 8. Seleção de projetos em grandes empresas Inexperiente 1. Valor de aquisição 2. Valor de desenvolvimento 3. Quantidade de escopo 4. Parcelamento e condições de pagto Mais Experiente 1. Valor de aquisição 2. Valor de desenvolvimento 3. Quantidade de escopo 4. Cortes de escopo (explicações e sugestões) 5. Valor da operação 6. Aderência Arquitetural 7. Parcelamento e condições de pagto
  9. 9. Seleção de projetos em grandes empresas Inexperiente 1. Quantidade de bugs por história 2. Atrasos no projeto Mais Experiente 1. Quantidade de bugs por história 2. Quantidades de incidentes pós implantação 3. Uptime 4. Aderência ao Escopo 5. Capacidade de Flexibilizar escopo (desafios do escopo aberto) 6. Atrasos no projeto 7. Qualidade de comunicação 8. ROI a. Dificil medir b. E valores subjetivos?
  10. 10. Seleção de projetos em grandes empresas Inexperiente 1. Totalmente subjetivo 2. Avaliação de vários projetos Mais Experiente 1. Totalmente subjetivo 2. Avaliação de vários projetos 3. Melhor ROI
  11. 11. Seleção de projetos em grandes empresas Escolhi o fornecedor de menor preço! Vamos economizar MUITO! Hã?! Não tão rápido!
  12. 12. Seleção de projetos em grandes empresas O que tem de errado nessa abordagem? R: Não mensura pontos qualitativos e quantitativos importantes 1. Quantas pessoas se envolvem em incidentes? 2. Quantas horas são gastas em monitoramento? 3. Quantas horas são gastas para usar o software?
  13. 13. Seleção de projetos em grandes empresas O que tem de errado nessa abordagem? R: Mensuração rasa 1. Se a solução não é aderente, quanto custa para customizá-lo? 2. Realmente preciso de todos os requisitos? a. Investimento vs Retorno
  14. 14. Seleção de projetos em grandes empresas Como fazer isso certo? R: É preciso mensurar todo o ciclo de vida do software! T.C.O. Ou C.T.P.
  15. 15. O que é TCO? Calcula custos diretos e indiretos 1. Manutenção e treinamento 2. Custos associados com a falha ou o outage (planejada ou não) 3. Incidentes diminutivos do desempenho (por ex., se os usuários ficarem em espera) 4. Quebras de segurança (e custos por perda de reputação e recuperação) 5. Preparação para o desastre e recuperação 6. Espaço 7. Eletricidade 8. Desenvolvimento, infraestrutura teste 9. Garantia de qualidade, crescimento incremental, custo de desativação do equipamento, depreciação etc Total Cost of Ownership Custo Total da Posse
  16. 16. O que é TCO? Porque?? Compensa ter tanto trabalho?
  17. 17. O que é TCO? O que acontece quando compro focando somente em custo de aquisição?
  18. 18. O que é TCO?
  19. 19. O que é TCO?
  20. 20. O que é TCO?
  21. 21. O que é TCO? 1. Te força a focar no custo de todo o ciclo de vida do software 2. Te força a considerar todo o ecossistema necessário. Hardware, serviços, pessoas, aquisição, dustomização, depreciação etc 3. Te força a mapear todo o ciclo, ajudando a levar questões qualitativas a outro patamar. Total Cost of Ownership Custo Total da Posse
  22. 22. O que é TCO? Custos diretos Custos Indiretos
  23. 23. O que é TCO? NOT BAD! Compensa ter tanto trabalho!
  24. 24. Como calcular? Como calcular TCO?
  25. 25. Como calcular?
  26. 26. Análises Extingue o custo Diminui o custo Compatível com outras soluções que reduzem o custo
  27. 27. Open Source Power
  28. 28. Open Source Power 1. Economia na Aquisição a. Sem liçensas b. Customização possível e facilitada MAS… 1. Suporte a. Nem sempre existe uma empresa grande e estável suportando a solução b. Mais difícil calcular o valor do ativo vs investimento
  29. 29. PaaS/SaaS Power
  30. 30. PaaS/SaaS Power 1. Economia de escala para a. Manutenção b. Aquisição c. Manutenção d. Suporte 2. Qualidade a. Expertise b. Remedia dores de cabeça comuns (24x7, monitoramento, time para reção rápida…) MAS… Esqueça qualquer customização. SLAs fixos, e você não pode mudar isso.
  31. 31. Drupal Power
  32. 32. Drupal Power 1. Usabilidade a. Menor custo para uso da ferramenta 2. Baixo custo para customização a. Alta chance de encontrar a customização necessária pronta ou quase pronta 3. SaSS e PaaS focados a. Facilita a seleção, suporte… SaaS/PaaS Power! 4. Enterprise ready a. Segurança b. Escalabilidade
  33. 33. … e na Natura?
  34. 34. núcleode produtos e serviços digitais
  35. 35. Processo e Operação Ágil Estratégia Problemática Definição de Objetivo e proposta de valor de uso. Público Alvo e Jornada Definição de Métricas Mobilização das células Prototipação Priorização e desenvolvimento de protótipo. Pesquisa com o usuário e Teste de Usabilidade Analise de resultados APRENDIZADOS DO PROTÓTIPO E DIRECIONAMENTO DE ESCOPO, REFINAMENTO DA SOLUÇÃO PARA A ETAPA DE DESENVOLVIMENTO, ATIVAÇÃO E OPERAÇÃO DO NOVO PRODUTO OU SERVIÇO. Desenvolvimento Melhoria Contínua Desenvolvimento do MVP Testes Ajustes Release Feedbacks Insights Novas demandas Incidentes Acompanhamento de indicadores. Analise de performance.
  36. 36. Macroprocesso Dev Test Release Feedbacks, Insights, Novas Ideias & Incidentes EVOLUÇÕES E CORREÇÕES FLUXO ÚNICO Entregas
  37. 37. Case AdoroMaquiagem.com.br design que se adapta para smatphones e tablets +350 matérias publicadas Saving de TI e Negócios Melhoria Contínua Prova de conceito Drupal + Cloud Redução na taxa de rejeição Maior incidência de usuários mobile Prazo do projeto 50% menor em Drupal Economia com infraestrutura
  38. 38. Case Natura.com.br NOVA UX co-criação e testes com o consumidor final. design que se adapta para smatphones e tablets identidade visual nova Sacola de Compras CLOUD + disponibilidade, performance e suporte. PERFORMANCE 25% de melhoria no tempo de resposta SEO 7% de melhoria na busca orgânica Integração eCommerce Saving de TI e Negócios Melhoria Contínua Incidentes Críticos
  39. 39. Por onde começo? Calculando http://www.cio.com/article/3005705/software/calculating-the- total-cost-of-ownership-for-enterprise-software.html Evite Erros! http://www.appian.com/blog/bpm/avoiding-the-two-biggest- mistakes-in-software-tco-analysi Ignore aquilo que é impossível calcular 1. Não perca o sono, é dificil de calcular… 2. Vale o esforço ou você pode estimar? 3. Somente esse dado tem potencial de invalidar toda a análise?
  40. 40. Perguntas? Obrigado! Augusto Knijnik Líder do Núcleo de Produtos Digitais Natura Handrus Nogueira Diretor Comercial Taller @augusto455 augustoknijnik at natura.net @handrus handrus at taller.net.br https://br.linkedin.com/in/handrus https://branded.me/handrus

×