O slideshow foi denunciado.
Utilizamos seu perfil e dados de atividades no LinkedIn para personalizar e exibir anúncios mais relevantes. Altere suas preferências de anúncios quando desejar.

Case Campanha de Vacinação FIESC/SESI SC

Taller e FIESC/SC desenvolvem juntos sistema online para facilitar a campanha anual de vacinação dos trabalhadores das indústrias de SC.

  • Entre para ver os comentários

Case Campanha de Vacinação FIESC/SESI SC

  1. 1. Nós somos o que fazemos e o que compartilhamos Case Projeto Vacinação
  2. 2. A Taller é uma Drupal Shop altamente especializada no desenvolvimento de soluções digitais que ajudam a empoderar seus clientes. Em 2014 começou a parceria entre a Taller e a FIESC/SESI Muitos desafios e projetos desafiadores estavam no roadmap desta parceria. Hoje vamos falar sobre um projeto muito importante e de grande sucesso que desenvolvemos: O PROJETO VACINAÇÃO SESI A FIESC/SESI representa a força da indústria, composta por mais de 50 mil empresas, nas quais trabalham mais 800 mil pessoas e é responsável por um terço da riqueza gerada em solo catarinense.
  3. 3. Para começar, é preciso entender que a gripe é uma doença respiratória causada pelo vírus influenza que provoca diversas complicações e até o óbito. Em todo o país, foram mais de 3.000 casos registados no ano de 2013. Fonte: Site da Secretária da Saúde do Brasil, 2013.
  4. 4. A eficácia da vacina contra a gripe varia de 70% a 90% E é por isso que há mais de 10 anos que o SESI realiza a Campanha de Vacinação como uma ação preventiva, um serviço de promoção da saúde e da qualidade de vida. Objetivo é contribuir com a redução das ausências decorrentes da gripe, além de melhorar a produtividade e competitividade da indústria.
  5. 5. Realizar uma campanha de vacinação com ampla abrangência dá muito trabalho! Gerenciar toda a informação e conseguir consolidar todos os dados para enviar ao Diretório Nacional é um verdadeiro desafio. Muitas regiões Muitas planilhas Muitos dados
  6. 6. A Solução Ter um sistema customizável que ajude a centralizar todas as informações das campanhas, minimizando a burocracia e otimizando o processo. E com isso, aumentar o engajamento das indústrias e de seus trabalhadores, trazendo benefícios financeiros e de saúde.
  7. 7. Com isso, nasceu o Sistema Campanha de Vacinação (SCV) Um sistema que auxilia na percepção e gestão de todas as etapas da campanha, consolidando as informações dos trabalhadores e da indústria, permitindo assim, a obtenção de bens de grande escala de forma ágil, trazendo benefícios para todos os envolvidos. + Informações + Engajamento + Benefícios
  8. 8. OBJETIVOS do projeto Consolidar informações Aprimorar os benefícios financeiros e de saúde para a Indústria Aumentar o engajamento
  9. 9. SOLUÇÃO tecnológica Tendo em vista as necessidades do clientes, o Drupal foi o escolhido como solução tecnológica mais adequada. Porque o Drupal? CMS Código Aberto/Livre Robusto e Seguro
  10. 10. Sistema operacional Ubuntu TEC GIAS NOLO PHP 5.x | Nginx 2.x Mariadb 10.x | Drupal 7.x
  11. 11. Drupal 7 com uma distribuição de base poderosa: Panopoly Também foram desenvolvidos 7 módulos sob medida para as necessidades do projeto
  12. 12. Funcionalidades do sistema O MVP do sistema começou a ser desenvolvido em 2014 tendo continuidade em 2015 para sua versão 2.0 As funcionalidades foram pensadas de acordo com o papel que cada um dos potenciais usuários podem assumir no sistema: Administrador Coordenador Indústria
  13. 13. Funcionalidades do sistema Administrador: 2014 Integração via LDAP para utilizar logins do diretório de usuários. Tabela de exportação dos usuários cadastrados em padrão de arquivo .csv para possibilitar enviar os dados em ferramentas de e-mail marketing. Alterar o logotipo do sistema. 2015 Importação de usuários e suas indústrias (múltiplos CNPJs) para permitir uma pré população do sistema. Edição da página de entrada do sistema para as indústrias. Gerenciamento de campanhas: criar campanhas e definir uma como ativa; definir um nome para a campanha; criar campanhas por faixa e período; definir preços das doses de vacina em uma campanha e em períodos diferentes; vincular um termo de adesão por campanha; definir quantidade de doses disponíveis por campanha; definir preço da dose não aplicada por campanha; entre outros.
  14. 14. Funcionalidades do sistema Coordenador: 2014 Relatório de indústrias em excel: CNPJ, razão social, cidade, região e unidade de atendimento. Controle de doses aplicadas (seguindo padrão da ANVISA) e de trabalhadores vacinados. Cadastro de arquivos de material de campanha. 2015 Exportação SMD (relatório que consolida as informações da campanha, para enviar no formato definido pela Departamento Nacional). Importação dos trabalhadores vacinados a partir de arquivo excel: no mesmo arquivo é possível adicionar novos colaboradores que não foram incluídos pela indústria; Interface de gestão dos trabalhadores (possível gerar listagem em padrão .csv): nome, CPF, empresa, por campanha.
  15. 15. Funcionalidades do sistema Indústria: 2014 Termo de adesão: Aderir, ou não, à campanha. Importar trabalhadores que serão vacinados. 2015 Cadastrar/atualizar uma ou mais empresas (filiais ou não): informar outras localidades de atendimento fora do endereço do CNPJ. Permite a indústria informar o total de trabalhadores que a indústria possui e estimativa de doses que serão aplicadas. Visualizar a todo momento a quantidade de doses disponíveis.
  16. 16. ➔ Carga inicial de indústrias ➔ Atualização em massa das informações das indústrias para uma próxima campanha ➔ Importação dos trabalhadores pelas indústrias ➔ Importação dos trabalhadores que foram vacinados pelas equipes regionais do SESI ➔ Por CNPJ e/ou Razão Social ➔ Por região e/ou unidade de atendimento ➔ Por Termo de adesão ➔ Trabalhadores Vacinados ➔ Controle de doses aplicadas por indústria Ferramentas de importação: Relatórios da Indústria:
  17. 17. O processo ágil ajuda a reduzir riscos e custos, além de tornar possível responder a todas as necessidades de mudança que surgem durante o caminho. Como o projeto foi executado? Desenvolvimento Ágil Lean Startup
  18. 18. Times pequenos e multifuncionais, unindo negócios, design e engenharia em um único time. Escopo funcional como uma proposição de valor a ser comprovada, ao invés de um requisito a ser atendido.
  19. 19. Criar o “Mínimo Produto Viável” (MVP). Um MVP é a menor experiência de entrega ao usuário, a qual já colocaria em evidência algum valor proposto. E continuamente colher feedbacks quantitativos e qualitativos dos usuários e utilizar o aprendizado para mudanças necessárias na estratégia e para guiar as melhorias contínuas que qualquer sistema precisa ter.
  20. 20. Colaboração com o cliente Negociação de contratos Responder à mudanças Seguir um plano APAIXONADOS pelo que fazemos e somos TALLERES nós somos A equipe que trabalhou no projeto possui mais de 15 anos de experiência em desenvolvimento de software, sendo aproximados 10 anos com Drupal: lucas.constantino rafaelcaceres sebas5384 revagomes denison xulispa ferrari aldodaquino diogoviannaaraujo recidive marioheber deivamagalhaes gneutzling edmargomes rodrigopf
  21. 21. Sucesso com desenvolvimento de um projeto ÁGIL & LEAN que possibilita a evolução contínua da solução. RESUL TADOS do SCRUM para o FLUXO CONTÍNUO + de 3.500 horas 2 anos de projeto*: SCV 2014 MVP SCV 2015 2.0 * Durante os 2 anos, cerca de 7 meses de desenvolvimento no total.
  22. 22. *M = meta de trabalhadores vacinados ; R = realizado **Surto de gripe A distorce o nº dentro da média realizada normalmente. Com o sistema foi possível aumentar o leque de métricas e KPI’s relevantes para a campanha. O sistema facilitou o processo de adesão, através de um processo online que aproximou a indústria do SESI/SC Aumento médio de no engajamento da Indústria 15 %
  23. 23. 2012 2013 2014 2015 M*: 131.550 R*: 62.184 M*: 167.100 R*: 251.073** M*: 219.876 R*: 244.468 M*: 242.011 R*: 229.892 *M = meta; R = realizado **Surto de gripe A distorce o nº dentro da média realizada normalmente. TRABALHADORES VACINADOS NAS ÚLTIMAS CAMPANHAS
  24. 24. Palavras do cliente "O sistema web também facilitou o processo de gestão da campanha, nos fornecendo dados em tempo real para o planejamento da execução dos atendimentos. Além disso, pudemos comparar o número de indústrias que aderiram à campanha, o número de atendimentos solicitados e o número de trabalhadores importados para o sistema, com o que foi efetivamente atendido. Conseguimos ainda visualizar as indústrias que não aderiram, o que nos permite analisar e traçar estratégias de abordagem para captar novas adesões para a próxima campanha.” FIESC/SESI, 2015
  25. 25. POR FIM SCV 2016 3.0 vem aí. Aguarde! O sistema desenvolvido pode ser utilizado para outras soluções que envolvem a obtenção de bens de grande escala. O sistema também pode suprir necessidades que não sejam apenas da Indústria, como as do Comércio, por exemplo. O melhor indicador de relevância e sucesso deste projeto é a sua continuação em 2016, garantindo a melhoria contínua através do desenvolvimento ÁGIL & LEAN.
  26. 26. Nós somos o que fazemos e o que compartilhamos comercial@taller.net.br (48) 3238 4598 taller.net.br

×