SlideShare uma empresa Scribd logo
1 de 43
ESTILO
BARROCO
Significado da Palavra
O termo Barroco
surgiu do português
antigo e significa
pérola malformada
(irregular);
Refere-se a algo
exagerado.
Período
 Surgiu na Itália nos
séculos XVII e XVIII, se
espalhou por toda a
Europa presente em
todas as linguagens
artísticas (artes visuais,
dança, teatro e
música), além da
literatura.
Contexto Histórico
 No século XVI houve a reforma
protestante, liderada por Martin
Lutero, onde a oposição à Igreja
Católica provocou
transformações em toda a
sociedade europeia;
 Lutero propunha a libertação das
influências do Papa;
 A Igreja Católica iniciou uma luta
para resgatar os fiéis, a chamada
Contrarreforma, sendo a arte
barroca uma forma de propagar
este movimento.
Características da Pintura
Forte apelo emocional;
Contraste de claro-escuro;
Dramático;
Exuberância;
Luz na diagonal;
Foco no elemento principal;
Não há tanta preocupação
com o fundo.
Principais Artistas
Caravaggio – Itália
Bernini – Itália
Andrea Pozzo – Itália
Artemisia Gentilleschi – Itália
Nicolas Paussin – França
Rembrandt – Holanda
Johannes Vermeer – Holanda
Velásquez – Espanha
Aleijadinho – Brasil
Michelangelo Merisi da Caravaggio
(Milão, 29 de Setembro de 1571 – Porto Ercole,
comuna de Monte Argentario, 18 de Julho de 1610) foi
um pintor Italiano atuante em Roma, Nápoles, Malta e
Sicília, entre 1593 e 1610. É normalmente identificado
como um artista Barroco, estilo do qual ele é o
primeiro grande representante. Caravaggio era o nome
da aldeia natal de sua família, que ele adotou como
nome artístico.
Baco – 1595
Caracterizada pelo realismo das representações e pelo
vigor dos contrastes de sombra e luz. Caravaggio pintou
versões de passagens bíblicas, natureza-morta e alguns
retratos. Exceto em suas primeiras obras, Caravaggio
pintou fundamentalmente temas religiosos. No entanto,
foram várias as vezes em que as suas pinturas feriam a
dignidade de seus clientes. Nos seus quadros, em vez de
adotar nas suas pinturas belas figuras etéreas, delicadas,
para representar acontecimentos e personagens da Bíblia,
preferia escolher por entre o povo, modelos humanos tais
como prostitutas, crianças de ruas e mendigos, que
posavam como personagens para as suas obras
A Dúvida de Tomé – 1599
Considerado um farrista inconsequente, ele vivia com
problemas com a polícia, sem dinheiro e buscava brigas nos
pulgueiros da cidade. Em 1606, matou um jovem durante uma
briga e fugiu de Roma, com a cabeça a prêmio. Passou
por Nápoles, depois por Malta e pela Sicília, onde pintou
algumas telas, em temas como a ressurreição de Lázaro
(Messina), na qual, sob o pavor de um imenso espaço vazio,
um raio de luz rasante parece imobilizar o drama sagrado. Em
Malta (1608) envolveu-se em outra briga, e mais outra em
Nápoles (1609), possivelmente um atentado premeditado
contra a sua vida devido suas ações, por inimigos nunca
identificados.
A Ressureição de Lázaro - 1609
Após uma carreira de pouco mais de uma década,
Caravaggio morreu em circunstâncias desconhecidas, em
julho de 1610, aos 38 anos. Seu corpo permaneceu em local
desconhecido por séculos.
Somente em 16 de junho de 2010, uma equipe de cientistas
e universitários italianos do "Comitê Caravaggio" anunciou
a identificação dos restos mortais do pintor, graças a
análises de DNA e de carbono-14, no pequeno cemitério
da frazione de Porto Ercole, na comunidade de de Monte
Argentario, na Toscana. A probabilidade de certeza desta
descoberta, divulgada pelos pesquisadores é de 85%.
Os músicos – 1595
Narciso – 1594/1596
O MITO
Segundo Ovídio, Narciso era um rapaz plenamente dotado de beleza. Seus pais
eram o deus do rio Cefiso e da ninfa Liríope. Dias antes de seu nascimento, seus
pais resolveram consultar o oráculo Tirésias para saber qual seria o destino do
menino. E a revelação do oráculo foi que ele teria uma longa vida, desde que
visse seu próprio rosto.
Narciso cresceu, e se transformou um jovem bonito de Beócia, que despertava
tanto em homens e mulheres, mas era muito orgulhoso e tinha uma arrogância
ninguém conseguia quebrar. Até as ninfas se apaixonaram por ele, incluindo uma
chamada Eco que o amava incondicionalmente, mas o rapaz a menosprezava. As
moças desprezadas pediram aos deuses para vingá-las. Para dar uma lição ao
frívolo, a deusa Némesis, (aqui como um aspecto de Afrodite) o condenou a
apaixonar-se pelo seu próprio reflexo na lagoa de Eco. Encantado pela sua
beleza, Narciso deitou-se no banco do rio e definhou, olhando-se na água e se
embelezando. Depois da sua morte, Afrodite o transformou numa flor, narciso.
Até em sua morte, ele tentava ver nas águas do Estige as feições pelas quais se
apaixonara.
Diego Velázquez
 Diego Velázquez nasceu em Sevilha, em 1599
e faleceu em Madrid em 1660, aos 61 anos;
 Foi um pintor e o principal artista da corte do
Rei Filipe IV da Espanha, onde assumiu o
cargo do artista Rodrigo de Villandrano, que
falecera, deixando o cargo para Velázquez;
 Sua família percebeu seu talento enquanto
ele ainda era jovem e o levou para estudar
com o artista Francisco Herrera;
 Os artistas de vanguarda como Picasso e
Salvador Dali denominavam Velázquez como
“o pintor dos pintores”.
As Meninas (1656)
A Infanta Margarita (1660)
A Crucificação de Cristo (1632)
Rembrandt Harmenszoon van Rijn
 Rembrandt nasceu em Leida, na Holanda em
1606 e faleceu em Amsterdã em 1669;
 Fez aulas de desenho desde criança e ficou
famoso e rico por fazer retratos de pessoas
importantes e influentes da época;
 O final de sua vida é marcado pela perda de
sua família (esposa e os cinco filhos), além
de parte de sua fortuna;
 A técnica consiste no contraste de luz e
sombra e direcionada na cena principal;
A Ronda Noturna (1642)
A Lição de Anatomia do Doutor Tulp (1632)
Sem título - 1647
Johannes Vermeer
 Vermeer nasceu em Delft, em 1632 e morreu em 1675, aos 43 anos;
 Era filho de Reynier Jansz e Dingenum Baltens. Casou-se
em 1653 com Catharina Bolenes e teve 15 filhos, dos quais morreram
4;
 Juntou-se à guilda de pintores de São Lucas e chegou a ser
presidente dela;
 Vivia com poucos rendimentos como comerciante de arte, e não pela
venda dos seus quadros;
 A sua viúva teve de vender todos os quadros que ainda estavam na
sua posse ao conselho municipal em troca de uma pequena pensão
(uma fonte diz que foi só um quadro: a última obra de Vermeer,
intitulada Clio);
 Depois da sua morte, Vermeer foi esquecido. Muitas vezes, os seus
quadros foram vendidos com a assinatura de outro pintor para lhe
aumentar o valor;
 Foi só muito recentemente que a grandeza de Vermeer foi
reconhecida: pelo historiador de arte Théophile Thoré fez uma
declaração, atribuindo 76 pinturas a Vermeer, número esse que foi
em breve reduzido por outros estudiosos.
Moça com brinco de pérola (1665/1666)
A Leiteira (1658/1660)
Jovem Adormecida (1657)
Artemisia Gentileschi
 Nasceu em Roma, em 1593 e faleceu em 1656, aos 60 anos em
Nápoles;
 Ela começou a pintar desde criança por influencia de seu pai,
que também era pintor Orazio Gentileschi;
 Foi aluna Agostino Tassi, que trabalhava com o pai de
Artemisia na decoração de cofres;
 Com mais de 20 anos, foi aceita na Academia de Belas Artes de
Florença, sendo a primeira mulher a ingressar na universidade
de Arte;
 É possível identificar características do estilo de Caravaggio
como o realismo e o uso dramático do claro e escuro,
contrastes, além do uso centralizado da luz;
 Em suas obras ficaram os reflexos de seus medos, mas também
de sua bravura e coragem.
Susana e os anciãos (1610)
Autorretrato (1615)
Salomé com a cabeça de João Batista (1610)
Ló e suas filhas (1610)
Nicolas Poussin
 Poussin nasceu em Normandia, na França
em 1594 e faleceu em 1665, em Roma;
 Sua obra é inspirada no artista renascentista
Rafael Sanzio;
 É considerado um artista transitório entre o
estilo barroco e o neoclássico;
 O artista acreditava que o mais elevado
objetivo da pintura era o de representar as
ações humanas nobres e sérias, que
deveriam ser retratadas de forma lógica
enfatizando a forma e a composição.
O rapto das sabinas (1637/1638)
Os pastores da Arcádia
Releitura Barroca
‘

Mais conteúdo relacionado

Mais procurados (20)

Trabalho arte
Trabalho arteTrabalho arte
Trabalho arte
 
Van Dyck
Van DyckVan Dyck
Van Dyck
 
Artemisia Gentileschi
Artemisia GentileschiArtemisia Gentileschi
Artemisia Gentileschi
 
Parnasianismo
ParnasianismoParnasianismo
Parnasianismo
 
Parnasianismo
ParnasianismoParnasianismo
Parnasianismo
 
Parnasianismo
 Parnasianismo Parnasianismo
Parnasianismo
 
Parnasianismo
Parnasianismo Parnasianismo
Parnasianismo
 
Caravaggio
CaravaggioCaravaggio
Caravaggio
 
Parnasianismo - Tudo em geral
Parnasianismo - Tudo em geralParnasianismo - Tudo em geral
Parnasianismo - Tudo em geral
 
Jacques Louis David
Jacques Louis DavidJacques Louis David
Jacques Louis David
 
Trabalho de artes
Trabalho de artesTrabalho de artes
Trabalho de artes
 
Unid 3 2gerlane
Unid 3 2gerlaneUnid 3 2gerlane
Unid 3 2gerlane
 
Fragonard
FragonardFragonard
Fragonard
 
Arte Barroca - Peter Paul Rubens
Arte Barroca - Peter Paul RubensArte Barroca - Peter Paul Rubens
Arte Barroca - Peter Paul Rubens
 
Parnasianismo
ParnasianismoParnasianismo
Parnasianismo
 
Michelangelo merisi da_caravaggio clc 6
Michelangelo merisi da_caravaggio clc 6Michelangelo merisi da_caravaggio clc 6
Michelangelo merisi da_caravaggio clc 6
 
Apresentação arte m oderna até início contemporânea
Apresentação  arte m oderna até início contemporâneaApresentação  arte m oderna até início contemporânea
Apresentação arte m oderna até início contemporânea
 
Rubens
RubensRubens
Rubens
 
Ingres
IngresIngres
Ingres
 
Parnasianismo slide
Parnasianismo slideParnasianismo slide
Parnasianismo slide
 

Semelhante a Estilo barroco

Eugène Delacroix
Eugène  DelacroixEugène  Delacroix
Eugène Delacroixhcaslides
 
Trabalho de Literatura #AGENITA
Trabalho de Literatura #AGENITATrabalho de Literatura #AGENITA
Trabalho de Literatura #AGENITAEye Graphic
 
Literatura do Romantismo e Pré Rafaelitas
Literatura do Romantismo e Pré RafaelitasLiteratura do Romantismo e Pré Rafaelitas
Literatura do Romantismo e Pré Rafaelitashcaslides
 
rimas-de-luis-de-camoes_compress (1).pdf
rimas-de-luis-de-camoes_compress (1).pdfrimas-de-luis-de-camoes_compress (1).pdf
rimas-de-luis-de-camoes_compress (1).pdfInesVilela3
 
8o Ano- A Arte Barroca na Europa
8o Ano- A Arte Barroca na Europa8o Ano- A Arte Barroca na Europa
8o Ano- A Arte Barroca na EuropaArtesElisa
 
Pré renascimento
 Pré renascimento Pré renascimento
Pré renascimentogreghouse48
 
Língua portuguesa
Língua portuguesaLíngua portuguesa
Língua portuguesaLucas Alan
 
Destaques Enciclopédia 08-09-2014 a 14-09-2014
Destaques Enciclopédia   08-09-2014 a 14-09-2014Destaques Enciclopédia   08-09-2014 a 14-09-2014
Destaques Enciclopédia 08-09-2014 a 14-09-2014Umberto Neves
 
SLIDE ARTE RENASCENTISTA HUMANISMO RACIONALISMO
SLIDE ARTE RENASCENTISTA HUMANISMO RACIONALISMOSLIDE ARTE RENASCENTISTA HUMANISMO RACIONALISMO
SLIDE ARTE RENASCENTISTA HUMANISMO RACIONALISMOMoniqueSousa25
 

Semelhante a Estilo barroco (20)

Eugène Delacroix
Eugène  DelacroixEugène  Delacroix
Eugène Delacroix
 
Revista forma monalisa
Revista forma   monalisaRevista forma   monalisa
Revista forma monalisa
 
Humanismo português
Humanismo portuguêsHumanismo português
Humanismo português
 
Trabalho de Literatura #AGENITA
Trabalho de Literatura #AGENITATrabalho de Literatura #AGENITA
Trabalho de Literatura #AGENITA
 
Literatura do Romantismo e Pré Rafaelitas
Literatura do Romantismo e Pré RafaelitasLiteratura do Romantismo e Pré Rafaelitas
Literatura do Romantismo e Pré Rafaelitas
 
rimas-de-luis-de-camoes_compress (1).pdf
rimas-de-luis-de-camoes_compress (1).pdfrimas-de-luis-de-camoes_compress (1).pdf
rimas-de-luis-de-camoes_compress (1).pdf
 
Renascimento e barroco
Renascimento e barrocoRenascimento e barroco
Renascimento e barroco
 
As mulheres e a arte.
As mulheres  e a arte.As mulheres  e a arte.
As mulheres e a arte.
 
Quinhentismo
QuinhentismoQuinhentismo
Quinhentismo
 
8o Ano- A Arte Barroca na Europa
8o Ano- A Arte Barroca na Europa8o Ano- A Arte Barroca na Europa
8o Ano- A Arte Barroca na Europa
 
Pré renascimento
 Pré renascimento Pré renascimento
Pré renascimento
 
Barroco
BarrocoBarroco
Barroco
 
Língua portuguesa
Língua portuguesaLíngua portuguesa
Língua portuguesa
 
Destaques Enciclopédia 08-09-2014 a 14-09-2014
Destaques Enciclopédia   08-09-2014 a 14-09-2014Destaques Enciclopédia   08-09-2014 a 14-09-2014
Destaques Enciclopédia 08-09-2014 a 14-09-2014
 
SLIDE ARTE RENASCENTISTA HUMANISMO RACIONALISMO
SLIDE ARTE RENASCENTISTA HUMANISMO RACIONALISMOSLIDE ARTE RENASCENTISTA HUMANISMO RACIONALISMO
SLIDE ARTE RENASCENTISTA HUMANISMO RACIONALISMO
 
Renascimento
RenascimentoRenascimento
Renascimento
 
Barroco 2019ok
Barroco 2019okBarroco 2019ok
Barroco 2019ok
 
Barroco 2019ok
Barroco 2019okBarroco 2019ok
Barroco 2019ok
 
Aleijadinho
AleijadinhoAleijadinho
Aleijadinho
 
Mistura 2
Mistura 2Mistura 2
Mistura 2
 

Estilo barroco

  • 2. Significado da Palavra O termo Barroco surgiu do português antigo e significa pérola malformada (irregular); Refere-se a algo exagerado.
  • 3. Período  Surgiu na Itália nos séculos XVII e XVIII, se espalhou por toda a Europa presente em todas as linguagens artísticas (artes visuais, dança, teatro e música), além da literatura.
  • 4. Contexto Histórico  No século XVI houve a reforma protestante, liderada por Martin Lutero, onde a oposição à Igreja Católica provocou transformações em toda a sociedade europeia;  Lutero propunha a libertação das influências do Papa;  A Igreja Católica iniciou uma luta para resgatar os fiéis, a chamada Contrarreforma, sendo a arte barroca uma forma de propagar este movimento.
  • 5. Características da Pintura Forte apelo emocional; Contraste de claro-escuro; Dramático; Exuberância; Luz na diagonal; Foco no elemento principal; Não há tanta preocupação com o fundo.
  • 6. Principais Artistas Caravaggio – Itália Bernini – Itália Andrea Pozzo – Itália Artemisia Gentilleschi – Itália Nicolas Paussin – França Rembrandt – Holanda Johannes Vermeer – Holanda Velásquez – Espanha Aleijadinho – Brasil
  • 7. Michelangelo Merisi da Caravaggio (Milão, 29 de Setembro de 1571 – Porto Ercole, comuna de Monte Argentario, 18 de Julho de 1610) foi um pintor Italiano atuante em Roma, Nápoles, Malta e Sicília, entre 1593 e 1610. É normalmente identificado como um artista Barroco, estilo do qual ele é o primeiro grande representante. Caravaggio era o nome da aldeia natal de sua família, que ele adotou como nome artístico.
  • 9. Caracterizada pelo realismo das representações e pelo vigor dos contrastes de sombra e luz. Caravaggio pintou versões de passagens bíblicas, natureza-morta e alguns retratos. Exceto em suas primeiras obras, Caravaggio pintou fundamentalmente temas religiosos. No entanto, foram várias as vezes em que as suas pinturas feriam a dignidade de seus clientes. Nos seus quadros, em vez de adotar nas suas pinturas belas figuras etéreas, delicadas, para representar acontecimentos e personagens da Bíblia, preferia escolher por entre o povo, modelos humanos tais como prostitutas, crianças de ruas e mendigos, que posavam como personagens para as suas obras
  • 10. A Dúvida de Tomé – 1599
  • 11. Considerado um farrista inconsequente, ele vivia com problemas com a polícia, sem dinheiro e buscava brigas nos pulgueiros da cidade. Em 1606, matou um jovem durante uma briga e fugiu de Roma, com a cabeça a prêmio. Passou por Nápoles, depois por Malta e pela Sicília, onde pintou algumas telas, em temas como a ressurreição de Lázaro (Messina), na qual, sob o pavor de um imenso espaço vazio, um raio de luz rasante parece imobilizar o drama sagrado. Em Malta (1608) envolveu-se em outra briga, e mais outra em Nápoles (1609), possivelmente um atentado premeditado contra a sua vida devido suas ações, por inimigos nunca identificados.
  • 12. A Ressureição de Lázaro - 1609
  • 13. Após uma carreira de pouco mais de uma década, Caravaggio morreu em circunstâncias desconhecidas, em julho de 1610, aos 38 anos. Seu corpo permaneceu em local desconhecido por séculos. Somente em 16 de junho de 2010, uma equipe de cientistas e universitários italianos do "Comitê Caravaggio" anunciou a identificação dos restos mortais do pintor, graças a análises de DNA e de carbono-14, no pequeno cemitério da frazione de Porto Ercole, na comunidade de de Monte Argentario, na Toscana. A probabilidade de certeza desta descoberta, divulgada pelos pesquisadores é de 85%.
  • 16. O MITO Segundo Ovídio, Narciso era um rapaz plenamente dotado de beleza. Seus pais eram o deus do rio Cefiso e da ninfa Liríope. Dias antes de seu nascimento, seus pais resolveram consultar o oráculo Tirésias para saber qual seria o destino do menino. E a revelação do oráculo foi que ele teria uma longa vida, desde que visse seu próprio rosto. Narciso cresceu, e se transformou um jovem bonito de Beócia, que despertava tanto em homens e mulheres, mas era muito orgulhoso e tinha uma arrogância ninguém conseguia quebrar. Até as ninfas se apaixonaram por ele, incluindo uma chamada Eco que o amava incondicionalmente, mas o rapaz a menosprezava. As moças desprezadas pediram aos deuses para vingá-las. Para dar uma lição ao frívolo, a deusa Némesis, (aqui como um aspecto de Afrodite) o condenou a apaixonar-se pelo seu próprio reflexo na lagoa de Eco. Encantado pela sua beleza, Narciso deitou-se no banco do rio e definhou, olhando-se na água e se embelezando. Depois da sua morte, Afrodite o transformou numa flor, narciso. Até em sua morte, ele tentava ver nas águas do Estige as feições pelas quais se apaixonara.
  • 17. Diego Velázquez  Diego Velázquez nasceu em Sevilha, em 1599 e faleceu em Madrid em 1660, aos 61 anos;  Foi um pintor e o principal artista da corte do Rei Filipe IV da Espanha, onde assumiu o cargo do artista Rodrigo de Villandrano, que falecera, deixando o cargo para Velázquez;  Sua família percebeu seu talento enquanto ele ainda era jovem e o levou para estudar com o artista Francisco Herrera;  Os artistas de vanguarda como Picasso e Salvador Dali denominavam Velázquez como “o pintor dos pintores”.
  • 20. A Crucificação de Cristo (1632)
  • 21. Rembrandt Harmenszoon van Rijn  Rembrandt nasceu em Leida, na Holanda em 1606 e faleceu em Amsterdã em 1669;  Fez aulas de desenho desde criança e ficou famoso e rico por fazer retratos de pessoas importantes e influentes da época;  O final de sua vida é marcado pela perda de sua família (esposa e os cinco filhos), além de parte de sua fortuna;  A técnica consiste no contraste de luz e sombra e direcionada na cena principal;
  • 22. A Ronda Noturna (1642)
  • 23. A Lição de Anatomia do Doutor Tulp (1632)
  • 25. Johannes Vermeer  Vermeer nasceu em Delft, em 1632 e morreu em 1675, aos 43 anos;  Era filho de Reynier Jansz e Dingenum Baltens. Casou-se em 1653 com Catharina Bolenes e teve 15 filhos, dos quais morreram 4;  Juntou-se à guilda de pintores de São Lucas e chegou a ser presidente dela;  Vivia com poucos rendimentos como comerciante de arte, e não pela venda dos seus quadros;  A sua viúva teve de vender todos os quadros que ainda estavam na sua posse ao conselho municipal em troca de uma pequena pensão (uma fonte diz que foi só um quadro: a última obra de Vermeer, intitulada Clio);  Depois da sua morte, Vermeer foi esquecido. Muitas vezes, os seus quadros foram vendidos com a assinatura de outro pintor para lhe aumentar o valor;  Foi só muito recentemente que a grandeza de Vermeer foi reconhecida: pelo historiador de arte Théophile Thoré fez uma declaração, atribuindo 76 pinturas a Vermeer, número esse que foi em breve reduzido por outros estudiosos.
  • 26. Moça com brinco de pérola (1665/1666)
  • 29. Artemisia Gentileschi  Nasceu em Roma, em 1593 e faleceu em 1656, aos 60 anos em Nápoles;  Ela começou a pintar desde criança por influencia de seu pai, que também era pintor Orazio Gentileschi;  Foi aluna Agostino Tassi, que trabalhava com o pai de Artemisia na decoração de cofres;  Com mais de 20 anos, foi aceita na Academia de Belas Artes de Florença, sendo a primeira mulher a ingressar na universidade de Arte;  É possível identificar características do estilo de Caravaggio como o realismo e o uso dramático do claro e escuro, contrastes, além do uso centralizado da luz;  Em suas obras ficaram os reflexos de seus medos, mas também de sua bravura e coragem.
  • 30. Susana e os anciãos (1610)
  • 32. Salomé com a cabeça de João Batista (1610)
  • 33. Ló e suas filhas (1610)
  • 34. Nicolas Poussin  Poussin nasceu em Normandia, na França em 1594 e faleceu em 1665, em Roma;  Sua obra é inspirada no artista renascentista Rafael Sanzio;  É considerado um artista transitório entre o estilo barroco e o neoclássico;  O artista acreditava que o mais elevado objetivo da pintura era o de representar as ações humanas nobres e sérias, que deveriam ser retratadas de forma lógica enfatizando a forma e a composição.
  • 35. O rapto das sabinas (1637/1638)
  • 36. Os pastores da Arcádia
  • 38.
  • 39.
  • 40.
  • 41.
  • 42.
  • 43.