1 Introdução        O crescente número de adeptos às redes sociais, nos últimos anos, tem sidobastante significativo para ...
Para discutir essa problemática, será realizada uma análise desses personagens e ocenário político cearense comparando as ...
2.2 O governo Cid Gomes          Cid Ferreira Gomes, irmão de Ciro Gomes, revelou-se um habilidoso político debastidores, ...
escolas de ensino médio, 2.585 escolas de jovens e adultos, 58 escolas de ensinoprofissionalizante, 1.481,737 matrículas d...
continuidade e tivesse uma repercussão em todas as mídias do Brasil. Foi durante umevento sobre experiências com ensino pr...
Figura 2 - Outdoor com a frase em alusão da campanha do colégio Ari de Sá       O governador que aderiu a rede social Twit...
De acordo com a Lei nº 11.738 de 16 de julho de 2008 referente ao Piso SalarialProfissional Nacional determina que:       ...
repercussão na carreira; reserva de pelo menos um 1/3 da jornada de trabalho paraatividades; readequação do Plano de Carre...
descumprimento. Os magistrados tem como argumento de que as greves apresentamaspectos abusivos.                           ...
presidente da casa, Roberto Cláudio (PSB15) e o governador Cid Gomes(FONTENELLE, 2011).           No dia anterior, o proje...
A greve terminou no dia 5 de novembro de 2011 mesmo sem o governo tercolocado em prática o que a lei dispunha para a categ...
Essas charges servem também para demonstrar o modelo de governo ao qualestamos fazendo parte. E uma análise do que mudou a...
Figura 4 Adaptação da internauta Alice Teixeira para Cid Gomes com o jingle Pônei Maldito3.3 Valéria Vasques – Zorra Total...
3.4 Todo Mundo Odeia o Chris           O seriado americano “Todo mundo odeia o Chris” (Everybody rates Chris), queem Forta...
Porém, o investimento na educação e a desvalorização dos professores não estavam agradando a categoria. O último e único c...
geração cambeba de Tasso e Ciro. Cid teve essa associação devido ao modo de governaro estado e por diversas burocratizaçõe...
Figura 10 Cid Gomes comparado a um Ditador semelhante a HitlerFigura 11 Fora Cid! E Cumpra a Lei, respeite o Piso        O...
Figura 12 - Comentários no Facebook      Cid Gomes, que tem um perfil no Twitter atualizado, ás vezes por ele, geralmentep...
Figura 13 Twitter oficial do governador Cid Gomes       No Facebook, que não é oficial do governador, foi também evitado q...
(...) O que caracteriza de modo especifico a sociedade midiatizada e                                precisamente o fato de...
Porém, Nogueira (2003) destaca a diferença da charge no contexto prático:                      A charge, entretanto, se de...
Além da utilização da charge a campanha dos internautas a favor da greve dosprofessores estaduais no Facebook fez parte do...
para que esses atores dessem inicio aos diversos movimentos ocorridos em 2011.Apenas no Brasil, em 2011, foram 23 greves c...
Próximos SlideShares
Carregando em…5
×

Tcc taciana cid gomes greve professores

654 visualizações

Publicada em

Intridução e 1° capítulo

Publicada em: Educação
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Tcc taciana cid gomes greve professores

  1. 1. 1 Introdução O crescente número de adeptos às redes sociais, nos últimos anos, tem sidobastante significativo para o setor da comunicação. Ter um perfil em sites derelacionamento nunca foi tão importante e útil para as pessoas se comunicarem e seatualizarem sobre tudo o que ocorre no mundo ou em sua cidade. As facilidades de acesso à Internet móvel cada vez mais concorrida pelasoperadoras de telefonia, o barateamento dos computadores e as novas gerações em 3D 1,os novos celulares com configurações e aplicativos cada vez mais sofisticados emodernos, os lugares que disponibilizam internet wi-fi até em praças públicas etc, tudoisso tem contribuído para a adesão e participação das pessoas cada vez mais ativa dentrodo ciberespaço2. Em 2012, o Brasil ultrapassou a Índia no Facebook3, segundo o site SocialBakers,o Brasil possui 47. 011, 0604 usuários. A rede social criada por Mark Zuckerberg é umadas mais acessadas na internet e se inova periodicamente beneficiando aos usuários e asempresas. Devido a esse crescimento os usuários se articularam dentro dessa redesocial para defender diversos assuntos políticos, humanitários e ambientais já que agrande mídia não oferecia espaço. Dessa forma a televisão e os jornais passaram autilizar esses assuntos transformado-os em pautas para suas matérias em noticiários eprogramas de televisão. Em 2011, o Facebook foi palco de várias manifestações iniciada por usuárioscontra o governador do Ceará, Cid Ferreira Gomes, a partir de uma declaração feita emum evento educacional em Natal contra os professores. Em agosto do mesmo ano foideflagrada a greve geral e explodiram diversas campanhas contra Cid Gomes noFacebook com charges associadas a diversos personagens publicitários e televisivos daépoca.1 Através da utilização de óculos especiais para essa tecnologia é possível visualizar em três dimensões cenas dos filmes.2 [...] É o novo meio de comunicação que surge da interconexão mundial dos computadores. O termo especifica não apenas a infra-estrutura material da comunicação digital, mas também o universo oceânico de informações que ela abriga, assim como os sereshumanos que navegam e alimentam esse universo (LÉVI, 1999. p. 17)3 Originalmente chamado de Thefacebook, foi um projeto criado por Mark enquanto estudante de Harvard. A ideia era focar emalunos que estavam saindo do secundário (High School) e aqueles que estavam entrando na faculdade (RECUERO, 2009)4 http://www.socialbakers.com/facebook-statistics/brazil
  2. 2. Para discutir essa problemática, será realizada uma análise desses personagens e ocenário político cearense comparando as mudanças e semelhanças com os primeirosgovernadores do estado, o coronelismo, o perfil de Cid Gomes, as campanhas políticasque fizeram uso das redes sociais e as manifestações populares que utilizaram essasredes. No primeiro capítulo, discutiremos, ainda que brevemente, sobre a DitaduraMilitar (1964-1986) no estado do Ceará e o processo de indicação dos governadores queexerceram forte influência política no estado e seus principais governadores. Comreferências bibliográficas e de artigos. No segundo capítulo entraremos, de fato, nas principais campanhas e charges queforam compartilhadas durante a greve dos professores no Facebook desde o início emagosto de 2011. O perfil do governador e o uso feito por ele nessas redes. No terceiro e último capítulo serão expostas campanhas políticas que fizeram usodas mídias digitais com foco nas redes sociais. Iniciaremos com a Primavera Árabecomo uma revolução através do uso nas redes sociais para publicar todo o que ocorriadurante as manifestações. E ainda serão citados o presidente dos EUA Barack Obama, apresidente Dilma Rousseff e o governador do Ceará Cid Gomes. Para a realização desta monografia optamos pela metodologia de pesquisabibliográfica que segundo Duarte e Barros (2009) é um conjunto de procedimentos paraidentificar, selecionar, localizar e obter documentos de interesses para a realização detrabalhos acadêmicos e de pesquisa. Lakatos e Marconi (apud DUARTE e BARROS,2009, p. 54) acrescentam esta definição, dizendo que a pesquisa bibliográfica trata dolevantamento de algumas bibliografias já publicadas, visando colocar o pesquisador emcontato direto com tudo aquilo que foi escrito sobre determinado assunto.
  3. 3. 2.2 O governo Cid Gomes Cid Ferreira Gomes, irmão de Ciro Gomes, revelou-se um habilidoso político debastidores, agregando em seu primeiro mandato várias facções políticas. Formou umsecretariado eminentemente político, com tucanos, petistas e até comunistas (FARIAS,2009). Porém, tais estratégicas governamentais não se diferenciavam muito do modeloseguido pelas oligarquias locais. Os Ferreira Gomes mantiveram praticamente o mesmo modelo econômico adotado nos 20 anos de Cambeba. Um modelo de isenções fiscais para atrair indústrias, o que, por si, apenas, como vimos, não muda a realidade social dos cearenses. A economia do Estado continuou a crescer, mas a riqueza permaneceu nas mãos de alguns poucos (FARIAS, 2009, pg. 372). Durante a campanha para governador, foi atribuída a Cid Gomes a imagem de umpolítico brilhante e jovem. Com um novo modelo de política para o Ceará, coube a ele atarefa de encerrar o reinado de Tasso Jereissati que “desde 1987” governava o estadobeneficiando mais a burguesia do que a massa da classe trabalhadora. Com isso Tassodecidiu apoiar a campanha de Cid, já que o apoio e a influência de Lula na campanha deCid estavam dominando os eleitores do interior com os programas assistencialistas,atraindo dessa forma mais votos para a campanha e diminuindo a dependência dapopulação em relação às antigas lideranças locais, várias delas aliadas de Tasso(FARIAS, 2009, p. 371). Para fazer jus ao discurso de que a educação assume uma posição privilegiada emseu governo, Cid Ferreira Gomes, lança em 2009, o concurso para professor do estado5ofertando quatro mil vagas para diversas disciplinas com remuneração inicial mensalbruta de R$ 1.327,66 e carga horária de 40h/a semanais. Porém, a demora para que os selecionados no concurso fossem convocadoscausou revolta na categoria, que no segundo mandato de Cid Gomes fora cobradodurante as manifestações ocorridas no ano decorrente. As justificativas do governadornão impediu que os professores apoiassem as cobranças feitas pelos sindicalistas. É possível observar em dados no site do Governo do Estado, que no seu primeiromandato, Cid Gomes criou mais escolas do que contratou professores. Em relação aosavanços na educação: foram criadas em 2010 7.431 escolas de ensino fundamental, 8505 Concurso professor público do Ceará. http://www.cespe.unb.br/concursos/seducce2009/
  4. 4. escolas de ensino médio, 2.585 escolas de jovens e adultos, 58 escolas de ensinoprofissionalizante, 1.481,737 matrículas do ensino fundamental, 386.158 matrículas doensino médio, 183 matrículas de jovens e adultos e 51 instituições em 2009 de ensinosuperior6. Apesar da prefeita de Fortaleza Luizianne Lins apoiar Cid Gomes na primeira esegunda campanha em 20067, o relacionamento dos dois é marcado por pontosdissidentes. Em 2011, as obras do Titanzinho, pequena comunidade localizada naperiferia de Fortaleza que despertou o interesse político para ser instalado um estaleiro,foi uma das mais comentadas nos jornais locais. O comportamento e as posições pessoais do governador durante seu segundomandato surtiram efeitos e comentários em revistas e jornais nacionais. Azevedo (2011)destacou uma frase de Cid em seu blog sobre o exame de próstata: Cid Gomes é aquele governador do Ceará (PSB) que transpira masculinidade. A gente olha pra ele e pensa, assim, numa verdadeira bomba testosterônica. Mas sabem como é… O homem é um “Gomes”, e isso tem algumas implicações. Uma delas é falar primeiro e só pensar depois. Leiam o que informa O Globo. A coisa fala por si mesma. A seu lado, ninguém menos do que a presidente da República. Mas não tem jeito. Bateu a memória do macho, e Cid mandou brasa. Volto depois: Por Luiza Damé. O governador do Ceará, Cid Gomes, fez uma declaração polêmica nesta quinta-feira, durante a inauguração da Policlínica Regional de Pacajus e a ampliação do pólo do Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu) de Eusébio - um evento com a participação da presidente Dilma Rousseff e de ministros. Ao falar sobre a importância dos exames para detectar câncer de mama e câncer de próstata, o governador disse que, no caso dos homens, não há aparelho para detectar o tumor e o método “é o velho dedo”. “Para o homem, não inventaram um aparelhinho que possa detectar (o câncer de próstata). É o velho dedo”, disse Cid Gomes, acrescentando em seguida: “O danado é o cara se viciar e querer estar todo dia na porta do urologista”. Câncer de próstata é um problema grave de saúde no Brasil. Uma das dificuldades está relacionada justamente ao preconceito em relação ao exame. Este senhor é governador de estado. Mostra que a língua é mais comprida do que é denso o cérebro. Eu tenho uma hipótese, que alguns talvez achem preconceituosa: tinta de cabelo faz mal pra homem (AZEVEDO, Veja, 2011). As muitas declarações do governador surtiram efeitos negativos. Dentre estas,podemos citar a declaração de Cid sobre o trabalho dos professores na rede pública deensino que serviu de combustível para que a manifestação dos professores desse6 Ceará em números Governo do Estado do Ceará. Disponível em: http://www.ceara.gov.br/ceara-em-numeros Acesso em 12 de fevde 2012.7 CID Gomes garante mais quatro anos. Diário do nordeste. Fortaleza, 31 de dezembro de 2010. Disponível [online]:http://diariodonordeste.globo.com/materia.asp?codigo=909202 Acesso em: 05 de fev de 2012
  5. 5. continuidade e tivesse uma repercussão em todas as mídias do Brasil. Foi durante umevento sobre experiências com ensino profissionalizantes na cidade de Natal (RN)8. Cid Gomes teria falado no evento: “Quem quer dar aula faz isso por gosto e nãopelo salário. Se quer ganhar melhor, pede demissão e vai para o ensino privado. Elespagam mais? Não. O corporativismo é uma praga” (Figura 1). A inábel posição dogovernador não foi bem aceita pela categoria que, em processo de negociação, resolveudeflagrar a greve, cujo início se deu no dia cinco de agosto de 2011. Figura 1 Diário do Nordeste Caderno 3 (16.11.2011) A repercussão foi imediata, vários blogs e sites de Natal publicaram a frase e empouco tempo várias pessoas já estavam sabendo da frase provocando diversascampanhas contra o governador e dificultando as negociações para que a greveacabasse. Internautas, indignados com a declaração de Cid Gomes, criaram a frase:“Amor substitui salários. Cid, doe o seu salário e trabalhe por amor” (Figura 2)aproveitando a publicidade polêmica do colégio Ari de Sá9 e compartilharam nas redessociais.8 SUPOSTA frase de Cid Gomes causa polêmica com professores. Revista Nordeste. João Pessoa, 23 de agosto de 2011.Disponível [online]:http://www.revistanordeste.com.br/noticias/cear%E3%A1/suposta+frase+cid+gomes+causa+polemica+com+professores+-1517Acesso em: 10 de fev. de 2012.9 A campanha era para divulgar que o colégio iria utilizar tablets em sala de aula. Outdoors foram espalhados pela cidade com afrase: “Tablets substitui livros”.
  6. 6. Figura 2 - Outdoor com a frase em alusão da campanha do colégio Ari de Sá O governador que aderiu a rede social Twitter (20 de junho de 2009) durante a suacampanha eleitoral como reforço em sua reeleição, em nenhum momento ele sedefendeu ou se posicionou sobre a violência contra os professores e muito menos àcampanha que estava sendo compartilhada nas redes sociais. Na Assembleia Legislativa o deputado Roberto Mesquita (PV 10) chegou a fazerum apelo ao governado para que ele se retratasse junto aos professores. “Sua excelência poderia dar o exemplo. “Governador, para o senhor ser chamado de Dr. Cid, influíram na sua formação inicial, lá na cidade de Sobral, professores que até se orgulham da sua trajetória de sucesso, e lhe citam como exemplo.Hoje, esses mestres estão entristecidos e envergonhados com suas palavras carregadas de ingratidão e desprezo” (DIÁRIO DO NORDESTE, caderno POLÍTICA, 01/09/2011)11. A oposição aproveitou para destacar conforme publicado no Diário Oficial doEstado em fevereiro de 2010, que o Legislativo teria condições de pagar o PisoNacional aos professores já que o governo do Estado estaria pagando a uma empresa detáxi aéreo cerca de R$ 5 milhões por ano em um jatinho particular para o Cid Gomes,totalizando um custo mensal de R$ 430 mil.10 Partido Verde11 DEPUTADO cobra retratação de Cid. Diário do Nordeste. Fortaleza, 01 de setembro de 2011. Disponível [online]:http://diariodonordeste.globo.com/materia.asp?codigo=1035319 Acesso em: 10 de fev de 2012.
  7. 7. De acordo com a Lei nº 11.738 de 16 de julho de 2008 referente ao Piso SalarialProfissional Nacional determina que: Art. 2o O piso salarial profissional nacional para os profissionais do magistério público da educação básica será de R$ 950,00 (novecentos e cinqüenta reais) mensais, para a formação em nível médio, na modalidade Normal, prevista no art. 62 da Lei no 9.394, de 20 de dezembro de 1996, que estabelece as diretrizes e bases da educação nacional. Durantes as manifestações em 2011 a legislação estabelecia que o mínimo paraprofessores da educação básica pública por 40 horas semanais, exceto gratificações,fosse de R$ 1.187,00. A lei assegura, ainda, que os docentes passem 33% desse tempofora da sala para dar assistência aos estudantes e preparar as aulas. A regra visamelhorar as condições de trabalho dos docentes e atrair jovens mais bem preparadospara o magistério. O Ministério da Educação (MEC) definiu em R$ 1.451 o valor dopiso nacional do magistério para 2012, um aumento de 22,22% em relação a 201112.Conforme determina a lei que criou o piso, o reajuste foi calculado com base nocrescimento do valor mínimo por aluno do Fundo de Manutenção e Desenvolvimentoda Educação Básica (Fundeb) no mesmo período. Municípios e estados que não haviampago o valor estipulado iriam pagar retroativo a janeiro (DINIZ, 2012³). Rio Grande do Sul, Santa Catarina, Mato Grosso do Sul e Ceará ficaram contra oque a lei determina e pediram a aprovação de um projeto de lei que altere o critério decorreção do piso, que passaria a ser feito com base no Índice Nacional de Preços aoConsumidor (INPC), que mede a inflação13. Os sindicalistas pressionaram os governospara que o piso nacional fosse aprovado para evitar a greve, mas os estados continuamevitando para não pagar o que a lei pede. Cid Gomes foi o único governador donorte/nordeste que assinou o projeto. E como as negociações não tiveram avanços decidiram, após uma reunião dacategoria no Ginásio Paulo Sarassati, começar uma greve geral por tempoindeterminado e que ganhou força depois da reunião com Cid Gomes. Os professoresreivindicaram a implementação do piso nacional do magistério, conforme lei e sua12 PISO salarial profissional nacional para os profissionais do magistério público da educação básica. Disponível [online]:http://www.planalto.gov.br/ccivil_03/_ato2007-2010/2008/lei/l11738.htm Acesso em: 10 de fevereiro de 2012.13 ESTADOS não cumprem a lei do piso nacional para professor. Folha.com. São Paulo, 16 de novembro de 2011. Disponível[online]: http://www1.folha.uol.com.br/saber/1007195-estados-nao-cumprem-lei-do-piso-nacional-para-professor.shtml Acesso em:14 de fevereiro de 2012.
  8. 8. repercussão na carreira; reserva de pelo menos um 1/3 da jornada de trabalho paraatividades; readequação do Plano de Carreira; valorização de todos os servidores daeducação; respeito aos direitos trabalhistas e previdenciários dos professorestemporários; concurso Público; mais recursos para a educação; e, fim da criminalizaçãodo direito de greve (DINIZ, 2011¹). Uma semana antes da greve Cid Gomes ofereceu uma proposta em reunião comos representantes dos professores. A proposta era elevar em 45% a remuneração(base+regência) do professor em início de carreira com nível superior, em relação a2010, passando de R$ 1.461,50 para R$ 2.000,00. Já para os professores temporários, aproposta de Cid Gomes combinada à lei que recentemente equiparou a remuneração aonível 13, representando um incremento de até 60%. O governo defendeu que com estamedida, o Ceará saltarial do 23º para 15º maior salário entre os Estados do Brasil(DINIZ, 2011²). No dia 19 de agosto de 2011, foi realizada uma manifestação com professores ealunos da rede pública estadual em frente ao Palácio da Abolição em uma tentativa parareabrir o canal de negociação sobre o Plano de Cargos e Salários elaborado por CidGomes. Na Praça da Imprensa, os professores deram continuidade as manifestações epromoveram um ato público no dia 25 de agosto com uma passeata até a AssembleiaLegislativa de Fortaleza. O presidente da Assembleia recebeu os professores para iniciaras negociações entre a categoria e o Estado. No dia seguinte os professores foram surpreendidos com uma intimação doTribunal de Justiça do Ceará (TJ/CE) considerando ilegal a greve e determina asuspensão. Rebouças (2012) destaca que de 2009 pra cá todas as paralisações realizadasno Estado foram decretadas ilegais pela Justiça e que em lugar nenhum do mundo oJudiciário interfere dessa forma. Essa interferência acontece quando a categoria decideinterromper o trabalho. O Governo, indignado, recorre à Justiça para tentar fazer osfuncionários voltarem ás atividades. Juízes e desembargadores acatam o pedido, tornama greve ilegal e impõem multa diária em caso de descumprimento dos sindicatos. O desembargador Emanuel Leite Albuquerque, do Tribunal de Justiça do Estadodo Ceará, determinou que os professores deveriam retornar às atividades no prazo de 48horas e o sindicato sob pena de multa no valor de R$ 10 mil por dia em caso de
  9. 9. descumprimento. Os magistrados tem como argumento de que as greves apresentamaspectos abusivos. A chamada Lei da Greve (7.783/89), que regulamenta o movimento no setor privado e tem sido utilizada como parâmetro para o setor público, impõe limites à ferramenta trabalhista, como a proibição da interrupção de serviços considerados essenciais e o estabelecimento de um percentual mínimo de funcionários em atividade – número que varia de acordo com a categoria. Quando alguma dessas normas é desobedecida, a greve é ilegal (REBOUÇAS, 2012, p.35). A Lei tem pontos poucos objetivos e fazem com que o Estado através da Justiçainterfira no direito de greve dos funcionários públicos. O Estado precisa ter menosparticipação e mais amadurecimentos de quem está realmente envolvido no movimentosindical. Seria necessária uma reforma na Lei da Greve, mas nessa discussão o Ceará,tem sido referência nacional, colocando-se como um dos três estados do País a terem naOAB um grupo exclusivo para tratar desse e de outros temas relacionados aosindicalismo (REBOUÇAS, 2012). Em novembro de 2011 o senador Aloysio Nunes Ferreira (PSDB/SP14) entregou oProjeto de Lei nº 710/11 para regulamentar o direito de greve do servidor público. Começou a tramitar, em 2012, no Congresso Nacional, o Projeto de Lei 710/11, de autoria do senador Aloysio Nunes. A proposta prevê que, em caso de paralisação, um percentual de 50% a 80% dos servidores permaneça trabalhando, dependendo do tipo de atividade. Atualmente, as paralisações no serviço público são julgadas a partir de regras criadas especificamente para o setor privado. O projeto de Nunes abrange os servidores da administração pública direta, autarquia e fundacional, de todos os poderes (Executivo, Legislativo e Judiciário). De acordo com a matéria, os governos terão prazo de 30 dias para se pronunciar sobre as reivindicações apresentadas pela categoria, apresentando proposta de conciliação ou explicando o motivo de não atendê- las. A proposta também define como serviços essenciais aqueles que afetam o funcionamento dos três poderes e a vida, a saúde e a segurança do cidadão. São mencionados, especialmente, a assistência médico-hospitalar, a distribuição de equipamentos, o abastecimento e o tratamento de água, recolhimento de lixo, o pagamento de aposentadorias, a defesa civil, o controle de tráfego, o transporte coletivo e a produção e a distribuição de energia, gás e combustíveis (REBOUÇAS, 2012 p. 35). Mesmo intimados pela justiça os professores continuaram com a greve apósassembleia com o sindicato. Reunidos com pais e alunos da rede estadual de ensino, acategoria realizou mais uma manifestação no dia 1 de setembro de 2011 na Praça daImprensa em direção à Assembleia Legislativa para tentar uma mediação entre o14 Partido Socialista Democrático Brasileiro de São Paulo
  10. 10. presidente da casa, Roberto Cláudio (PSB15) e o governador Cid Gomes(FONTENELLE, 2011). No dia anterior, o projeto do governo que cria uma nova tabela vencimental paraos profissionais de nível médio do grupo ocupacional magistério da educação básica foiaprovado com menos de 24 horas após ter sido lido no plenário. Apenas quatro deputados, Augustinho Moreira (PV), Roberto Mesquita (PV), Heitor Férrer (PDT) e Eliane Novais (PSB), votaram contra o projeto do Executivo, que desagradou os professores. A matéria começou a tramitar na Assembleia quarta-feira, mesmo dia em que foi aprovada a urgência, diminuindo o tempo de tramitação do projeto. Ontem, em reunião conjunta das comissões, a proposta foi apreciada e votada, seguindo, então, para votação no plenário. Do lado de fora, professores gritavam pedindo para que a mensagem não fosse votada (DIÁRIO DO NORDESTE 30.09.2011)16. O que os professores não esperam era a repercussão que essa manifestação fossecausar após a chegada na Assembleia Legislativa. Os manifestantes foram recebidospelo Batalhão de Choque da Polícia Militar, acionados pela Assembleia por motivo deprevenção ao patrimônio público e segurança dos deputados. O clima ficou tenso e apresença do Batalhão de Choque incomodou os manifestantes, que reagiramintensificando a barulheira. A frase “Educação já!” chegou a ser pichada com tintavermelha dentro da Assembleia, o que teria causado a revolta do presidente da Casa,Roberto Cláudio (PSB) (O POVO 02.09.2011). Lima (2011) ressalta que um dos objetivos dessa manifestação era para que fosseassinado o Termo de Ajustamento de Conduta (TAC), garantindo assim o Plano deCargos e Carreiras (PCC) tendo como base a Lei 12/066, de 1993; a implantação doPiso Nacional e 1/3 de hora atividade. Lembra também das conquistas alcançadas pelacategoria como a suspensão da tabela da carreira do magistério, elaborada pelo governodo Estado, que para os professores “aniquilava a carreira da categoria”. Os professores ficaram receosos em continuar com a greve que se continuassealém de R$ 10 mil por dia, seria feito o corte do cartão de ponto dos professores e após30 dias fora da sala de aula seriam processados por abandono de emprego. Dessa formao temor e a desarticulação do sindicato APEOC contribuíram para que os professoresoptassem pelo término da greve (ALMEIDA, 2011).15 Partido Socialista Brasileiro16 AL aprova mensagem apesar dos protestos. Diário do nordeste, Fortaleza, 30 de setembro de 2011. Caderno Política, p, A-3.
  11. 11. A greve terminou no dia 5 de novembro de 2011 mesmo sem o governo tercolocado em prática o que a lei dispunha para a categoria. Todas as acusações contraCid Gomes tomaram repercussão em noticiários locais e nacionais, principalmente, como ocorrido na Assembleia Legislativa no final de setembro em que professores foramatacados por policiais que faziam a segurança do local. Vídeos e fotos circularamrapidamente pela internet, mas foi no Facebook que diversas charges tiveram forteapelação e levantou diversas acusações contra Cid Gomes.3 As charges de Cid Gomes no Facebook A rede social Facebook mostrou, em 2011, um crescimento bastante significativode novos usuários no Brasil. O número de usuários passou de 8,8 milhões no final de2010 para 35,2 milhões em dezembro de 2011, um crescimento de 298,5%17. Nessapesquisa usaremos a rede social Facebook como ferramenta de mobilização políticosocial da sociedade. O ano de 2011 foi marcado por várias mobilizações sociais através dos sites derelacionamentos. As facilidades de acesso à Internet e ao barateamento dos celularescom câmeras de vídeo em alta definição e fotos de boa resolução serviram como armascontra diversas discussões políticas que estavam incomodando determinados grupos decivis de todos os cantos do mundo. No Estado do Ceará as imagens dos professores sendo agredidos dentro daAssembleia Legislativa foram compartilhadas pelo Facebook e teve grande repercussão.Quem não estava acompanhando pela imprensa pôde tomar conhecimento através dasredes sociais sobre o que estava ocorrendo. Portanto, as redes sociais contribuíram paraque a greve e as agressões com os professores tivessem mais repercussão. No Facebook essas charges foram compartilhadas pelos usuários, originando aassociação aos mais diversos personagens da publicidade na época da campanha assimcomo o resgate da figura do coronel e um dos mais compartilhados Adolf Hittler18.17 Revista Época. Disponível em : http://epocanegocios.globo.com/Revista/Common/0,,EMI287869-16355,00-BRASIL+E+O+PAIS+COM+MAIOR+CRESCIMENTO+NO+FACEBOOK+EM.html Acesso em 12 de abril de 201218 Adolf Hitler era austríaco. Sua cidade natal era Braunau, onde o pai trabalhava como funcionário da alfândega. Pelos padrõesdaquela época, Hitler teve oportunidades de educação acima da média. Sua ambição era belas-artes quando chegou a Viena aos 16anos de idade. Após anos como pintor de pouca expressão, mudou-se para Munique, onde, no inicio da guerra, alistou-se no exército(BLAINEY, 2008).
  12. 12. Essas charges servem também para demonstrar o modelo de governo ao qualestamos fazendo parte. E uma análise do que mudou ao longo dos anos no Ceará apóscada governador que tentava se desvincular da imagem de coronel mesmo exercendoações e tomando posturas que lembravam o sistema antigo de governo.3.2 Pônei Maldito A empresa de carros japonesa Nissan no dia 29 de julho de 2011, lançou umapropaganda utilizando animais coloridos e um jingle bem marcante. Era o comercial dosPôneis Malditos, que teve como um dos canais de comunicação as redes sociais para serdivulgada. O comercial consiste numa analogia, na qual, ao invés de cavalos o carro da concorrência possuiria a potência de pôneis. Os pôneis em questão são animais fofinhos e coloridos, aparentemente retirados do desenho animado infantil My Little Pônei. Os animaizinhos cantam uma música exclusiva e exaustiva. A música é cantada por vozes infantis, tendo com refrão: “Pôneis Malditos/ Pôneis Malditos/ lálálálálá...” [...] Segundo um levantamento realizado pela montadora e divulgado no portal de notícias UOL, na página do Portal Imprensa, até a tarde do dia 04 de agosto, a campanha já havia sido comentada em 640 blogs e citada em 80 fóruns. Sendo que o vídeo oficial contava com mais de 6 milhões de visualizações no Youtube. Ainda de acordo com a Exame.com foram criadas 500 comunidades no Orkut, 8 perfis no Twitter, somando 34 mil seguidores, e mil vídeos foram reproduzidos no Youtube (RICARDO, 2011, p. 2). Na Figura 3, Cid Gomes foi comparado ao Pônei Maldito da campanha de carrosda empresa Nissan. Os internautas não perderam tempo e criaram também um jingle(Figura 4) para Cid que estava contra o Plano de Cargos e Carreira (PCC) dosprofessores. Figura 3 Cid Maldito em alusão a Campanha do comercial Pônei Maldito da Nissan
  13. 13. Figura 4 Adaptação da internauta Alice Teixeira para Cid Gomes com o jingle Pônei Maldito3.3 Valéria Vasques – Zorra Total O bordão “Ai como eu tô bandida!” da personagem Valéria Vasques,interpretado pelo ator Rodrigo Sant’Anna do programa humorístico Zorra Total, daRede Globo, é um travesti que não gosta de ser chamado de Valdemar, seu nome denascimento, por sua colega Janete dentro do metrô do Zorra Brazil. Tornou-seconhecido nacionalmente e com a utilização das redes sociais ficou mais conhecido epolêmico. Cid Gomes teve sua imagem associada ao bordão (Figura 5).Figura 5 – Com o bordão de Valéria Vasques do Zorra Total
  14. 14. 3.4 Todo Mundo Odeia o Chris O seriado americano “Todo mundo odeia o Chris” (Everybody rates Chris), queem Fortaleza exibido às tardes de segunda a sexta no canal 8 da TV Cidade, conta ahistória de um garoto que tem mania de perseguição com amigos e familiares, imaginavárias situações do seu dia a dia na escola sem que muita delas não acontecem. CidGomes foi comparado com Chris sem querer ceder o aumento dos professores (Figura6). Nessa charge Cid Gomes está com uma bolsa cheia de dinheiro simulando seusalário e o balão está como se fosse de pensamento com a frase “Meu salário não...”Figura 6 Julius (pai), Rochelle (mãe ), Greg (amigo de infância), Drew (irmão mais velho), Tonya (irmã maisnova) e Cid Gomes como personagem principal (Chris) do seriado Todo mundo odeia Chris3.5 O encantador do PIB menos da educação Durante seu segundo mandado como governador, Cid Gomes contribuiu para oaumento do Produto Interno Bruto (PIB)19 no Estado. A economia cearense, medida pelo Produto Interno Bruto (PIB) a preços de mercado, cresceu 4,3% em 2011, isso em relação a 2010, e superou o desempenho da economia brasileira no ano passado, que foi de 2,7%. Com o resultado, o PIB do Ceará totalizou, em 2011, um valor de R$ 84 bilhões, resultando em uma renda per capita de R$ 9.865,00. Os números foram divulgados nesta terça-feira (20) pela Secretaria de Planejamento e Gestão (Seplag) do Governo do Estado e pelo Instituto de Pesquisa e Estratégia Econômica do Ceará (Ipece) (DINIZ, 2012, Polítika com K).19 O Produto Interno Bruto (PIB), que é a soma de todos os bens e serviços produzidos no país.
  15. 15. Porém, o investimento na educação e a desvalorização dos professores não estavam agradando a categoria. O último e único concurso realizado fora em 2009 e mesmo assim houve uma demora para que todos os candidatos fossem convocados. Mais motivos de protestos para os professores que lutam também por 10% do PIB para ser investido na educação, mas o governador foi totalmente irrevogável em suas propostas sem mostrar flexibilidade com a categoria. Figura 7 - Cid Gomes o encantador do Produto Interno Bruto (PIB) menos da educaçãoFigura 8 - Cid de ouvidos tapados para as reinvidicações dos professores 3.6 Coronel Cid Gomes A Figura 7 faz uma referência ao modelo de governo predominante no Estado durante a gestão dos coronéis Virgílio Távora, Marcos Cals e Adauto Bezerra até a
  16. 16. geração cambeba de Tasso e Ciro. Cid teve essa associação devido ao modo de governaro estado e por diversas burocratizações no estado. Ele foi culpado por autorizar o vice-presidente da Assembleia Legislativa a acionar o Batalhão de choque no dia da passeataque terminou na Assembleia e que teve professores agredidos. Cid Gomes nesseepisódio estava no exterior.Figura 9 - Coronel Cid Gomes3.7 Cid O Ditador Vários personagens foram atribuídos ao governador Cid e uma das comparaçõesmais fortes que circularam no Facebook fora a de Adolf Hitler (Figura 8). “Uma pessoacom uma imagem negativa, um ditador cínico e agressor, culpado do genocídio, doentemental, criminoso social e um dotado orador (PAIS, 1999)”. Em passeatas, no períododa greve, estudantes e professores seguram cartazes comparando Cid a um ditador.
  17. 17. Figura 10 Cid Gomes comparado a um Ditador semelhante a HitlerFigura 11 Fora Cid! E Cumpra a Lei, respeite o Piso O modelo de governo praticado por Cid Gomes incomodava diversas classes detrabalhadores assim como os professores do Estado. E devido aos diversos mandados,muitos deles contra as manifestações, ele ficava cada vez mais parecido com o tipo degoverno desenvolvido por Hitler. No governo de Hitler a juventude e os trabalhadores foram enquadrados em organizações controladas pelos nazistas, ao mesmo tempo em que se fundavam corporações de patrões e empregados, sendo a greve proibida. A educação voltou-se basicamente para os esportes. Realizaram-se grandes obras publicas, visando a dar o “pleno emprego” prometido (AQUINO et al, 2003, pg 419). Usuários com perfis no Facebook participaram através de comentários em apoio àgreve dos professores e não pouparam acusações sobre as atitudes e o comportamentode Cid Gomes. Além de comentar as charges, os usuários fizeram comparações comoutros personagens da história mundial como foi ocaso de Luiz XIV 20 (Figura 12).Reacendendo a indignação dos fortalezenses perante o modo de governo exercido porCid.20 Luís XIV foi o homem que batizou o papa, pois foi um religioso muito convicto que se tornou rei com a morte do pai. Conhecidotambém como o rei do sol.
  18. 18. Figura 12 - Comentários no Facebook Cid Gomes, que tem um perfil no Twitter atualizado, ás vezes por ele, geralmentepara anunciar alguma obra do Governo do Estado, em nenhum momento fez uso doperfil para se defender ou até mesmo explicar-se diante das acusações de ter sido oresponsável pela agressão aos professores. A figura 13 mostra o Twitter do governadorque, no decorrer de dois meses da greve (de agosto à outubro de 2011), Cid evitou usaro microblog.
  19. 19. Figura 13 Twitter oficial do governador Cid Gomes No Facebook, que não é oficial do governador, foi também evitado qualquerdefesa ou esclarecimento, reforçando ainda mais as acusações dos usuários em relação àimagem dele. Os perfis dessa rede social foram mais pertinentes e visíveis devido aofato das pessoas que publicavam as fotos irem marcando outras pessoas ecompartilhando com amigos e familiares de cada rede pessoal. O fato do Facebook do governador não ser oficial e do microblog Twitter seratualizado e oficial do governador, todas as postagens feitas por ele tem um tom pessoalao invés de um discurso formal já que o backgroud (imagem de fundo) do perfil noTwitter tem uma logomarca com o nome Governo do Estado e o brasão. Esse discursotalvez tenha como objetivo uma aproximação com seus eleitores ou não. Charaudeau discorre sobre a mídia e a política quando se misturam:
  20. 20. (...) O que caracteriza de modo especifico a sociedade midiatizada e precisamente o fato de ela embaralhar as cartas ao confundir os espaços e que, do mesmo modo, toda ação política encontra-se sob a dependência da midiatização da opinião, a ponto de ela mesma ter de entrar no jogo se quiser obter algum resultado. (Miege apud Charaudeau, 2008, p. 26). Fortaleza não foi a primeira e nem será a última a utilizar as redes sociais paraprotestar contra uma autoridade pública. Temos como exemplo a Primavera Árabe21 quese destacou em 2011 com a utilização dessas redes. Esses movimentos todos – que usaram canais como Youtube, Twitter e Facebook para se articular e ganhar massa – mostram uma nova forma de ativismo. Ele não se baseia no instinto de combate e rebeldia das passeatas contra a Ditadura ou a Guerra do Vietnã, nos anos 60, mas em se sentir parte de um todo. A internet e as redes sociais fortaleceram nossa necessidade de compartilhar idéias e colaborar uns com os outros[...] Essa vontade de se unir para defender ideais vale não apenas para causas de peso, como derrubar presidentes ou protestar contra a selvageria do capitalismo. Por trás dessas grandes bandeiras, há milhares de outras, menores mais segmentadas, até mesmo pessoais – como fazer uma viagem, defender as bicicletas como meio de transporte ou conseguir dinheiro para uma instituição – que também encontram seus seguidores. Mesmo que não sejam milhares, eles podem ser suficientes para uma transformação (GALILEU, 2012, pg. 38). A trajetória política no Ceará sempre foi muito passiva e pouco atuante comomovimento sindical. A cada quatro anos entra um novo governador no poder e asmudanças ocorrem em passos lentos. Em 2011 não poderia ser diferente, com o usodessas plataformas digitais os usuários deixaram essa passividade de lado epromoveram diversas manifestações contra Cid Gomes como o Fora Cid GomesDitador22, Fora – Cid Ferreira Gomes23, Um milhão de vozes contra Cid Gomes!24 EFora Cid Hitler Gomes25. A utilização do humor em relação aos personagens associados a Cid Gomescontribuiu para popularização da manifestação dentro do Facebook. O humor que todocearense tem e pelo fato de rir da própria desgraça. Esse humor pode-se comparartambém à Charge e Caricatura26 devido ao uso de imagens com uma mensagem política.21 Movimento político-social que teve a utilização das redes sociais para protestar contra os presidentes que governavam por váriosanos países do Oriente Médio como Síria, Egito, Iêmen etc.22 http://www.facebook.com/pages/FORA-CID-GOMES-DITADOR/15446478798029923 http://www.facebook.com/pages/Fora-Cid-Ferreira-Gomes/18484779828002724 http://www.facebook.com/groups/1milhaodevozes/25 http://www.facebook.com/groups/279641802055324/26 Usualmente empregada no sentido de gênero, a caricatura envolve e constitui o elemento formal da charge. O significado que estetermo adquiriu no Brasil acabou incorporando o sinônimo francês da caricatura, numa ligação íntima com a imprensa, como umasátira gráfica a um acontecimento político. Enquanto manifestação comunicativa baseada na condensação de idéias, a suacompreensão requer um entendimento contemporâneo ao momento exposto na relação dos personagens (NOGUEIRA, Intercom2003).
  21. 21. Porém, Nogueira (2003) destaca a diferença da charge no contexto prático: A charge, entretanto, se desprende da função de apenas ilustrar o cotidiano [...] Com uma síntese dos acontecimentos filtrados pelo olhar de seus atentos produtores e a utilização de recursos visuais e linguisticos, a charge transforma a intenção artística, nem sempre objetivando o riso - embora o tenha como atrativo - em uma prática política, como uma forma de resistência aos acontecimentos. O desgaste das intenções de sua temática, centrada na atualidade, é inevitável, entretanto, dentro de um contexto histórico, poderá por diversas vezes repetir-se, ou seja, permanecer atual enquanto crítica ao stablishment econômico ou social de um país. E para Miani (2001, p. 2) apud Cagnin, caricatura seria: [...] um retrato, uma representação humorística da cara, em que se ressaltam os traços característicos, sobretudo os defeitos faciais, para provocar o riso, quando não ferir com a sátira mordaz e o deboche. (...) Certamente a cara, o rosto, presente em quase todos os desenhos de humor, por ser a figura humana extremamente familiar. Miani (2001, p. 3) explica a diferença entre o que se pensa sobre a origem donome caricatura. No sentido de desfazer essa associação grosseira, lembramos que a palavra “caricatura” não vem de cara e sim de “caricare” que, em italiano, quer dizer a ação material de “carregar”, pôr, ou impor um grande peso sobre alguma coisa, pessoa, ou animal; significa também exagerar, aumentar de coisas e atos além da medida. Por esta interpretação, a caricatura seria então aquela imagem em que se "carregam" os traços mais evidentes e destacados de um fato ou pessoa, principalmente os seus defeitos, com a finalidade de levar ao riso (Miani, 2001, pg. 03). Portanto, para Miani (2001, pg.03), a charge é “herdeira da caricatura” mesmocom outro nome ela continua com seu significado e função. Utilizando-se do humor eesquecida quando o acontecimento a que se refere se apaga de nossa memóriaindividual ou social, porém, ela permanece viva enquanto memória histórica. Agostinho (1993) defende que existe uma função social atribuída à charge pois,“ela se constitui realidade inquestionável no universo da comunicação, dentro do qualnão pretende apenas distrair, mas, ao contrário, alertar, denunciar, coibir e levar àreflexão”. Ela ainda “dirige-se à ação do indivíduo dentro do social e, como conseqüência,necessita de vários elementos gráficos para se materializar, tais como: cenário, espaço,perspectiva, movimento, onomatopéias e, às vezes, texto verbal para completar a açãoou para dar voz aos personagens (AGOSTINHO, 1993, p. 228)”.
  22. 22. Além da utilização da charge a campanha dos internautas a favor da greve dosprofessores estaduais no Facebook fez parte do que é conhecido como Ciberativismo,que é a utilização do ciberespaço para realizar manifestações com o uso das novastecnologias e redes sociais. Um espaço onde há democracia e todos fala sobre o quequer sobre determinado assunto. Existe um resgate de pertencimento dentro dessas redes; mais pessoas têm voz para falar de assuntos que lhes interessam com maior ou menor conhecimento de causa, sem hierarquia e com pluralidade de olhares. Uma vez parte de um grupo, mais forte e mais ligada a uma determinada causa a pessoa fica. Se tudo começa com pequenos passos como mudanças no avatar, tweets e assinaturas de petições online, alguns seguem adiante, participam de discussões, aprofundam no tema e promovem ações ainda maiores e chegam a incluir essas lutas no seu dia‐a‐dia (BARRETO, 2011, p.163 para entender as mídias sociais). De acordo com Ugarte (2008), ciberativismo pode ser definido como toda estratégica que persegue a mudança da agenda pública, a inclusão de um novo tema na ordem do dia da grande discussão social, mediante a difusão de uma determinada mensagem e sua propagação através do “boca a boa” multiplicada pelos meios de comunicação e publicação eletrônico pessoal. O ciberativismo não é uma técnica, mas uma estratégica. É a identificação em uma causa que irá mobilizar outras pessoas e assim formargrupos em torno da defesa dessa causa. Foi assim que se deu inicio a Primavera Árabe ea campanha no Facebook para o governador do estado Cid Gomes. Não queremos aquicomparar, mas sim encontrar identidades em torno dessas manifestações que teve comocenário o ciberespaço. Assuntos políticos discutidos em rede por jovens que seimportam pelo crescimento e melhores condições em seu país ou estado. Apesar dos desafios postos, a web desempenha um papel significativo para os grupos organizados É possível ser dito que a Internet se constitui uma ferramenta imprescindível para as lutas sociais contemporâneas, já que facilita as atividades (em termos de tempo e custo), pode unir e mobilizar pessoas e entidades de diferentes localidades em prol de uma causa local ou transnacional, bem como quebrar o monopólio da emissão e divulgar informações “alternativas” sobre qualquer assunto (RIGITANO 2003, p. 02). Ou seja, a internet passou a ser uma ferramenta para reivindicar e mudar arealidade de grupos que não tinham espaço na grande mídia e que conseguiram atravésdo conhecimento em diversas plataformas, como as redes sociais, a tornar favorávelessa ferramenta para publicar suas visões e realidades. A política foi o principal motivo
  23. 23. para que esses atores dessem inicio aos diversos movimentos ocorridos em 2011.Apenas no Brasil, em 2011, foram 23 greves com duração média de 39,2 dias, nos doisanos anteriores, a duração e o número de paralisações haviam recuado (Rebouças, 2012,p.33).

×