SlideShare uma empresa Scribd logo
1 de 2
Baixar para ler offline
SETEMBRO AMARELO: MÊS DE PREVENÇÃO AO SUICÍDIO
DIRETORIA DE VIGILÂNCIA EPIDEMIOLÓGICA
COORDENAÇÃO DE DOENÇAS E AGRAVOS NÃO TRANSMISSÍVEIS
divep.dant@saude.ba.gov.br divep.dant@gmail.com
71- 3103-7733 71 – 3103-7705
O Setembro Amarelo é uma campanha de conscientização sobre a prevenção
do suicídio. No Brasil, foi criado em 2015 pelo CVV (Centro de Valorização da
Vida), CFM (Conselho Federal de Medicina) e ABP (Associação Brasileira de
Psiquiatria), com a proposta de associar à cor ao mês que marca o Dia Mundial de
Prevenção do Suicídio (10 de setembro).
O suicídio é o resultado de uma convergência de fatores de risco genéticos,
psicológicos, sociais e culturais e outros, às vezes combinados com experiências
de trauma e perda. Pessoas que tiram a própria vida representam um grupo
heterogêneo, com influências causais únicas, complexas e multifacetadas que
precedem seu ato final. Essa heterogeneidade apresenta desafios para os
especialistas em prevenção de suicídio. Esses desafios podem ser superados pela
adoção de uma abordagem multinível e coesa para a sua prevenção.
(https://www.setembroamarelo.org.br)
Todos os anos, o suicídio aparece entre as 20 principais causas de morte em
todo o mundo para pessoas de todas as idades. É responsável por mais de
800.000 mortes, o que equivale a um suicídio a cada 40 segundos. Cada
vida perdida representa um parceiro, filho, pai, mãe, amigo ou colega de
alguém. Para cada suicídio, aproximadamente 135 pessoas sofrem
intenso luto ou são afetadas de outra forma. Isso equivale a 108 milhões
de pessoas por ano que são profundamente afetadas pelo comportamento
suicida. O comportamento suicida inclui suicídio e também engloba ideação
suicida e tentativas de suicídio. Para cada suicídio, 25 pessoas fazem uma
tentativa de suicídio e muitas outras têm pensamentos sérios de
suicídio. (https://www.setembroamarelo.org.br)
No Brasil são registrados cerca de 12 mil suicídios todos os anos. Cerca de 96,8% dos casos estão relacionados a
transtornos mentais. Em primeiro lugar está a depressão, seguida do transtorno bipolar e do abuso de substâncias. Com
esses números, o suicídio encontra-se entre as três principais causas de morte em indivíduos com idade entre 15 e 29
anos no mundo. (https://www.setembroamarelo.org.br)
Na Bahia no período de 2009 a 2021* foram notificados no Sistema de Informação de Agravo de Notificação (SINAN) 12.416
casos de lesão autoprovocada (autoagressões e tentativas de suicídio) e no Sistema de Informação de Mortalidade
(SIM) 6.698 suicídios. Quanto ao sexo, o feminino apresentou maior percentual 65% (8.088) das lesões autoprovocadas e o
masculino o maior percentual 82% (5.487) dos suicídios (Figura 1).
Figura 1. Número de lesões autoprovocadas e suicídios de acordo
com sexo. Bahia, 2009-2021*
Fonte: SESAB/SUVISA/DIVEP/SINAN e SIM.
*Dados preliminares atualizados em 19/08/2021.
Figura 2. Número e proporção de lesões autoprovocadas e
suicídios de acordo com a faixa etária. Bahia, 2009-2021*
Fonte: SESAB/SUVISA/DIVEP/SINAN e SIM.
*Dados preliminares atualizados em 19/08/2021.
DIRETORIA DE VIGILÂNCIA EPIDEMIOLÓGICA
COORDENAÇÃO DE DOENÇAS E AGRAVOS NÃO TRANSMISSÍVEIS
divep.dant@saude.ba.gov.br divep.dant@gmail.com
71- 3103-7733 71 – 3103-7705
Figura 3. Número de suicídios de acordo com o local de ocorrência. Bahia,
2009-2021*
Quanto ao local de ocorrência do óbito,
observa-se que o maior número 3.784
(56,0 %) dos suicídios foi no domicílio,
seguido de outros locais não
especificados com 1.386 (21,0%).
Figura 3.
No Brasil, 51% dos casos de suicídio
acontecem dentro de casa. Estima-se
que apenas um em cada três casos de
tentativa de suicídio chegue aos
serviços de saúde, de forma que os
dados sobre o comportamento suicida
são bastante incipientes. (Brasil, 2020)
Fonte: SESAB/SUVISA/DIVEP/SINAN e SIM.
*Dados preliminares atualizados em 19/08/2021.
Fonte: SESAB/SUVISA/DIVEP/SINAN e SIM.
*Dados preliminares atualizados em 19/08/2021.
Negros (pretos+pardos)/IBGE:
Lesão autoprovocada 60,6% (7.533)
Suicídio 82,9% (5.554)
Figura 4. Proporção de lesões autoprovocadas e suicídios de
acordo com a raça/cor. Bahia, 2009-2021*
Figura 5. Distribuição espacial dos suicídios segundo
a macrorregião de residência. Bahia, 2009-2021*
Fonte: SESAB/SUVISA/DIVEP/SIM.
*Dados preliminares atualizados em 19/08/2021.
A variável raça/cor possui Portarias específicas ( a Nº
344/GM/MS de 1º /02/2017 e a Portaria/GM/MS 1.320
de 30/05/2018) quanto ao seu preenchimento nos
formulários utilizados nos serviços de saúde. Nas
notificações da lesão autoprovocada o percentual de
ignorados/branco foi de 29,5% e para os suicídios foi
de 3,5% demonstrando que as declarações de óbitos
tem menos incompletude desta variável que a ficha de
notificação da violência interpessoal e autoprovocada.
Os negros tanto para lesões autoprovocadas quanto
para os suicídios foram a maioria com 60,6% (7.533) e
82,2% (5.554). Figura 4
Quanto à macrorregião de residência da vítima as com maior número de suicídios foram a Leste com 1.506 (22,6%),
seguida da Sudoeste com 1.171 (17,5%). Figura 5.
O Setembro Amarelo de 2021 acontecerá em um contexto
singular da pandemia de COVID-19. Em quase dois anos
foram muitas vidas perdidas, aliadas ao desemprego e todas
as consequências deste. Com isso, observamos cada vez
mais relatos de quadros de ansiedade, depressão, síndrome
de Burnout e demais transtornos que podem levar ao
aumento de casos de suicídio. É fundamental, pois, o
fortalecimento da rede de atenção às pessoas que tentam
o suicídio e às suas famílias.³
Falar é a melhor solução!
Quer conversar?
Ligue grátis 188 Centro de Valorização da Vida
Referências
1- Setembro Amarelo. Disponível em https:www.setembroamarelo.org.br
2- Brasil, Ministério da Saúde. Cartilha prevenção do suicídio Fiocruz _ suicídios na
pandemia.
3 – UNIFEI, Universidade Federal de Itajubá. Disponível em
https://unifei.edu.br/evento/setembro-amarelo-campus-itabira/2021.
Elaboração
Edna Pereira Rezende
GT-Causas Externas
Ana de Fátima Cardoso Nunes
Coordenadora da CODANT
No QR - Code acesse a
ficha de notificação da
violência interpessoal
e autoprovocada.

Mais conteúdo relacionado

Semelhante a INFOGRAFICO-SETEMBRO-AMARELO-2021-CODANT.pdf

SLIDE TURMA 8º ANO ECAGL IBIMIRIM - GEOGRAFIA
SLIDE TURMA 8º ANO ECAGL IBIMIRIM - GEOGRAFIASLIDE TURMA 8º ANO ECAGL IBIMIRIM - GEOGRAFIA
SLIDE TURMA 8º ANO ECAGL IBIMIRIM - GEOGRAFIAClísthennes Américo
 
Detecção do risco suicida nos serviços de emergência psiquiátrica
Detecção do risco suicida nos serviços de emergência psiquiátricaDetecção do risco suicida nos serviços de emergência psiquiátrica
Detecção do risco suicida nos serviços de emergência psiquiátricaGisele Spinosa
 
Campanha Setembro Amarelo - 190922 .pdf
Campanha Setembro Amarelo - 190922 .pdfCampanha Setembro Amarelo - 190922 .pdf
Campanha Setembro Amarelo - 190922 .pdfJssicaRibeiroMarques2
 
O suicídio no distrito de massinga
O suicídio no distrito de massingaO suicídio no distrito de massinga
O suicídio no distrito de massingaRogerio EADMassinga
 
O suicídio no distrito de massinga
O suicídio no distrito de massingaO suicídio no distrito de massinga
O suicídio no distrito de massingaRogerio EADMassinga
 
Causas para explicar a Violência Urbana
Causas para explicar a Violência UrbanaCausas para explicar a Violência Urbana
Causas para explicar a Violência UrbanaThiago Rodrigues
 
SetembroAmarelo_Vamos-falar-sobre-suicídio.pptx
SetembroAmarelo_Vamos-falar-sobre-suicídio.pptxSetembroAmarelo_Vamos-falar-sobre-suicídio.pptx
SetembroAmarelo_Vamos-falar-sobre-suicídio.pptxLourdesGomes14
 
Factos e mitos associados ao suicídio
Factos e mitos associados ao suicídioFactos e mitos associados ao suicídio
Factos e mitos associados ao suicídioOficina Psicologia
 
Mapa da Violência 2012 - A Cor dos Homicídios no Brasil
Mapa da Violência 2012 - A Cor dos Homicídios no BrasilMapa da Violência 2012 - A Cor dos Homicídios no Brasil
Mapa da Violência 2012 - A Cor dos Homicídios no BrasilRafael Silva
 
campanha para terceiro setor, gestão e mercado - Agência Wcom (projeto faculd...
campanha para terceiro setor, gestão e mercado - Agência Wcom (projeto faculd...campanha para terceiro setor, gestão e mercado - Agência Wcom (projeto faculd...
campanha para terceiro setor, gestão e mercado - Agência Wcom (projeto faculd...Lucas Barros
 
12.1 feminicídio o que é, tipos e exemplos! - blog do stoodi
12.1   feminicídio  o que é, tipos e exemplos! - blog do stoodi12.1   feminicídio  o que é, tipos e exemplos! - blog do stoodi
12.1 feminicídio o que é, tipos e exemplos! - blog do stoodiRafaelSoares42024
 
prevenção ao suicídio
prevenção ao suicídioprevenção ao suicídio
prevenção ao suicídioMadjaLdio
 

Semelhante a INFOGRAFICO-SETEMBRO-AMARELO-2021-CODANT.pdf (20)

Feminicidio.pptx
Feminicidio.pptxFeminicidio.pptx
Feminicidio.pptx
 
SLIDE TURMA 8º ANO ECAGL IBIMIRIM - GEOGRAFIA
SLIDE TURMA 8º ANO ECAGL IBIMIRIM - GEOGRAFIASLIDE TURMA 8º ANO ECAGL IBIMIRIM - GEOGRAFIA
SLIDE TURMA 8º ANO ECAGL IBIMIRIM - GEOGRAFIA
 
homicidios - saúde
homicidios - saúdehomicidios - saúde
homicidios - saúde
 
Detecção do risco suicida nos serviços de emergência psiquiátrica
Detecção do risco suicida nos serviços de emergência psiquiátricaDetecção do risco suicida nos serviços de emergência psiquiátrica
Detecção do risco suicida nos serviços de emergência psiquiátrica
 
Campanha Setembro Amarelo - 190922 .pdf
Campanha Setembro Amarelo - 190922 .pdfCampanha Setembro Amarelo - 190922 .pdf
Campanha Setembro Amarelo - 190922 .pdf
 
O suicídio no distrito de massinga
O suicídio no distrito de massingaO suicídio no distrito de massinga
O suicídio no distrito de massinga
 
O suicídio no distrito de massinga
O suicídio no distrito de massingaO suicídio no distrito de massinga
O suicídio no distrito de massinga
 
Causas para explicar a Violência Urbana
Causas para explicar a Violência UrbanaCausas para explicar a Violência Urbana
Causas para explicar a Violência Urbana
 
Apresentação soi
Apresentação   soiApresentação   soi
Apresentação soi
 
SetembroAmarelo_Vamos-falar-sobre-suicídio.pptx
SetembroAmarelo_Vamos-falar-sobre-suicídio.pptxSetembroAmarelo_Vamos-falar-sobre-suicídio.pptx
SetembroAmarelo_Vamos-falar-sobre-suicídio.pptx
 
Factos e mitos associados ao suicídio
Factos e mitos associados ao suicídioFactos e mitos associados ao suicídio
Factos e mitos associados ao suicídio
 
Apresentação Curso de Enfermagem
Apresentação Curso de EnfermagemApresentação Curso de Enfermagem
Apresentação Curso de Enfermagem
 
Mapa da violência 2013
Mapa da violência 2013Mapa da violência 2013
Mapa da violência 2013
 
Mapa da Violência 2012 - A Cor dos Homicídios no Brasil
Mapa da Violência 2012 - A Cor dos Homicídios no BrasilMapa da Violência 2012 - A Cor dos Homicídios no Brasil
Mapa da Violência 2012 - A Cor dos Homicídios no Brasil
 
campanha para terceiro setor, gestão e mercado - Agência Wcom (projeto faculd...
campanha para terceiro setor, gestão e mercado - Agência Wcom (projeto faculd...campanha para terceiro setor, gestão e mercado - Agência Wcom (projeto faculd...
campanha para terceiro setor, gestão e mercado - Agência Wcom (projeto faculd...
 
12.1 feminicídio o que é, tipos e exemplos! - blog do stoodi
12.1   feminicídio  o que é, tipos e exemplos! - blog do stoodi12.1   feminicídio  o que é, tipos e exemplos! - blog do stoodi
12.1 feminicídio o que é, tipos e exemplos! - blog do stoodi
 
Diga não a violência!
Diga não a violência!Diga não a violência!
Diga não a violência!
 
2011 suicidio
2011 suicidio2011 suicidio
2011 suicidio
 
livroPB.pdf
livroPB.pdflivroPB.pdf
livroPB.pdf
 
prevenção ao suicídio
prevenção ao suicídioprevenção ao suicídio
prevenção ao suicídio
 

Mais de Tecpreve Tecpreve

Mais de Tecpreve Tecpreve (12)

APRESENTAÇÃO SUICIDIO
APRESENTAÇÃO SUICIDIOAPRESENTAÇÃO SUICIDIO
APRESENTAÇÃO SUICIDIO
 
Suicidio - Palestra Comunidade.pptx
Suicidio - Palestra Comunidade.pptxSuicidio - Palestra Comunidade.pptx
Suicidio - Palestra Comunidade.pptx
 
Suicidio - Palestra Comunidade.pptx
Suicidio - Palestra Comunidade.pptxSuicidio - Palestra Comunidade.pptx
Suicidio - Palestra Comunidade.pptx
 
Curso nr 20
Curso nr 20Curso nr 20
Curso nr 20
 
Cursonr20 intermedirio-160514211313 (3)
Cursonr20 intermedirio-160514211313 (3)Cursonr20 intermedirio-160514211313 (3)
Cursonr20 intermedirio-160514211313 (3)
 
Ppt template-121
Ppt template-121Ppt template-121
Ppt template-121
 
Ppt template
Ppt templatePpt template
Ppt template
 
Template
TemplateTemplate
Template
 
Palestra faca dar_certo
Palestra faca dar_certoPalestra faca dar_certo
Palestra faca dar_certo
 
Ppra usina de açucar
Ppra usina de açucar Ppra usina de açucar
Ppra usina de açucar
 
Ppra usina de açucar
Ppra usina de açucar Ppra usina de açucar
Ppra usina de açucar
 
Radioatividade 120607221759-phpapp02
Radioatividade 120607221759-phpapp02Radioatividade 120607221759-phpapp02
Radioatividade 120607221759-phpapp02
 

INFOGRAFICO-SETEMBRO-AMARELO-2021-CODANT.pdf

  • 1. SETEMBRO AMARELO: MÊS DE PREVENÇÃO AO SUICÍDIO DIRETORIA DE VIGILÂNCIA EPIDEMIOLÓGICA COORDENAÇÃO DE DOENÇAS E AGRAVOS NÃO TRANSMISSÍVEIS divep.dant@saude.ba.gov.br divep.dant@gmail.com 71- 3103-7733 71 – 3103-7705 O Setembro Amarelo é uma campanha de conscientização sobre a prevenção do suicídio. No Brasil, foi criado em 2015 pelo CVV (Centro de Valorização da Vida), CFM (Conselho Federal de Medicina) e ABP (Associação Brasileira de Psiquiatria), com a proposta de associar à cor ao mês que marca o Dia Mundial de Prevenção do Suicídio (10 de setembro). O suicídio é o resultado de uma convergência de fatores de risco genéticos, psicológicos, sociais e culturais e outros, às vezes combinados com experiências de trauma e perda. Pessoas que tiram a própria vida representam um grupo heterogêneo, com influências causais únicas, complexas e multifacetadas que precedem seu ato final. Essa heterogeneidade apresenta desafios para os especialistas em prevenção de suicídio. Esses desafios podem ser superados pela adoção de uma abordagem multinível e coesa para a sua prevenção. (https://www.setembroamarelo.org.br) Todos os anos, o suicídio aparece entre as 20 principais causas de morte em todo o mundo para pessoas de todas as idades. É responsável por mais de 800.000 mortes, o que equivale a um suicídio a cada 40 segundos. Cada vida perdida representa um parceiro, filho, pai, mãe, amigo ou colega de alguém. Para cada suicídio, aproximadamente 135 pessoas sofrem intenso luto ou são afetadas de outra forma. Isso equivale a 108 milhões de pessoas por ano que são profundamente afetadas pelo comportamento suicida. O comportamento suicida inclui suicídio e também engloba ideação suicida e tentativas de suicídio. Para cada suicídio, 25 pessoas fazem uma tentativa de suicídio e muitas outras têm pensamentos sérios de suicídio. (https://www.setembroamarelo.org.br) No Brasil são registrados cerca de 12 mil suicídios todos os anos. Cerca de 96,8% dos casos estão relacionados a transtornos mentais. Em primeiro lugar está a depressão, seguida do transtorno bipolar e do abuso de substâncias. Com esses números, o suicídio encontra-se entre as três principais causas de morte em indivíduos com idade entre 15 e 29 anos no mundo. (https://www.setembroamarelo.org.br) Na Bahia no período de 2009 a 2021* foram notificados no Sistema de Informação de Agravo de Notificação (SINAN) 12.416 casos de lesão autoprovocada (autoagressões e tentativas de suicídio) e no Sistema de Informação de Mortalidade (SIM) 6.698 suicídios. Quanto ao sexo, o feminino apresentou maior percentual 65% (8.088) das lesões autoprovocadas e o masculino o maior percentual 82% (5.487) dos suicídios (Figura 1). Figura 1. Número de lesões autoprovocadas e suicídios de acordo com sexo. Bahia, 2009-2021* Fonte: SESAB/SUVISA/DIVEP/SINAN e SIM. *Dados preliminares atualizados em 19/08/2021. Figura 2. Número e proporção de lesões autoprovocadas e suicídios de acordo com a faixa etária. Bahia, 2009-2021* Fonte: SESAB/SUVISA/DIVEP/SINAN e SIM. *Dados preliminares atualizados em 19/08/2021.
  • 2. DIRETORIA DE VIGILÂNCIA EPIDEMIOLÓGICA COORDENAÇÃO DE DOENÇAS E AGRAVOS NÃO TRANSMISSÍVEIS divep.dant@saude.ba.gov.br divep.dant@gmail.com 71- 3103-7733 71 – 3103-7705 Figura 3. Número de suicídios de acordo com o local de ocorrência. Bahia, 2009-2021* Quanto ao local de ocorrência do óbito, observa-se que o maior número 3.784 (56,0 %) dos suicídios foi no domicílio, seguido de outros locais não especificados com 1.386 (21,0%). Figura 3. No Brasil, 51% dos casos de suicídio acontecem dentro de casa. Estima-se que apenas um em cada três casos de tentativa de suicídio chegue aos serviços de saúde, de forma que os dados sobre o comportamento suicida são bastante incipientes. (Brasil, 2020) Fonte: SESAB/SUVISA/DIVEP/SINAN e SIM. *Dados preliminares atualizados em 19/08/2021. Fonte: SESAB/SUVISA/DIVEP/SINAN e SIM. *Dados preliminares atualizados em 19/08/2021. Negros (pretos+pardos)/IBGE: Lesão autoprovocada 60,6% (7.533) Suicídio 82,9% (5.554) Figura 4. Proporção de lesões autoprovocadas e suicídios de acordo com a raça/cor. Bahia, 2009-2021* Figura 5. Distribuição espacial dos suicídios segundo a macrorregião de residência. Bahia, 2009-2021* Fonte: SESAB/SUVISA/DIVEP/SIM. *Dados preliminares atualizados em 19/08/2021. A variável raça/cor possui Portarias específicas ( a Nº 344/GM/MS de 1º /02/2017 e a Portaria/GM/MS 1.320 de 30/05/2018) quanto ao seu preenchimento nos formulários utilizados nos serviços de saúde. Nas notificações da lesão autoprovocada o percentual de ignorados/branco foi de 29,5% e para os suicídios foi de 3,5% demonstrando que as declarações de óbitos tem menos incompletude desta variável que a ficha de notificação da violência interpessoal e autoprovocada. Os negros tanto para lesões autoprovocadas quanto para os suicídios foram a maioria com 60,6% (7.533) e 82,2% (5.554). Figura 4 Quanto à macrorregião de residência da vítima as com maior número de suicídios foram a Leste com 1.506 (22,6%), seguida da Sudoeste com 1.171 (17,5%). Figura 5. O Setembro Amarelo de 2021 acontecerá em um contexto singular da pandemia de COVID-19. Em quase dois anos foram muitas vidas perdidas, aliadas ao desemprego e todas as consequências deste. Com isso, observamos cada vez mais relatos de quadros de ansiedade, depressão, síndrome de Burnout e demais transtornos que podem levar ao aumento de casos de suicídio. É fundamental, pois, o fortalecimento da rede de atenção às pessoas que tentam o suicídio e às suas famílias.³ Falar é a melhor solução! Quer conversar? Ligue grátis 188 Centro de Valorização da Vida Referências 1- Setembro Amarelo. Disponível em https:www.setembroamarelo.org.br 2- Brasil, Ministério da Saúde. Cartilha prevenção do suicídio Fiocruz _ suicídios na pandemia. 3 – UNIFEI, Universidade Federal de Itajubá. Disponível em https://unifei.edu.br/evento/setembro-amarelo-campus-itabira/2021. Elaboração Edna Pereira Rezende GT-Causas Externas Ana de Fátima Cardoso Nunes Coordenadora da CODANT No QR - Code acesse a ficha de notificação da violência interpessoal e autoprovocada.