28-11-2013

OBRA
TEATRAL

SITUAÇÕES DA
MINHA VIDA

O AUTOR: FELICIANO

VALÉRIO TCHIWILA

REESCRITA AOS 30 E 31 DE JANEIRO ...
PERSONAGENS DA OBRA

LEU

(PERSONAGEM
PRINCIPAL)
NAMORADO DA
LINDA

TAMODA

(PERSONAGEM
SECUNDÁRIA)- IRMÃO
NO QUAL SEGUE O...
LINDA

PEDROCAS

JULIÃO

JORNALEIRO

(PERSONAGEM
SECUNDÁRIA)NAMORADA DO LEU

(PERSONAGEM TIPO)BRASILEIRO,AMIGO DO
LEU E GE...
(Para prólogo entra em palco o Leu, depois é encontrado pelo Gingubinha e Tamoda)
LEU- Ai meu Deus, agora que estou jovem ...
Tens razão, não me esqueci; então eu praticamente tive que ir ao encontro dos
sapatos, pedir as pessoas que tinham sapatos...
LINDA
Ai brigada! Quem é a única mulher nesse mundo que te ama?
LEU
Voçé minha conquilhazinha!
LINDA
Quem é o único homem ...
LEU
É o quê?
LINDA
Ainda estás mauzinho?
LEU
Como querias que eu ficasse?
LINDA
Desculpa.
LEU
Vem cá minha conquilhazinha,...
E isso aí cara, o Leu ontem ligou pra mim. Assim agora já somos dois à espera
do Leu não é?
Pedrocas
É isso mano.
JULIANO
...
PEDROCAS
Meu e nosso amigo Leu, estamos aqui para te ajudar né? Então vamos esperar
que passe um vendedor de jornais.
(Ent...
GINGUBINHA
A mãe 2x, caiu, caiu, vamos levar a mãe no Hospital, a mãe trombosa! 2X.
LEU
Olha amigos tenho que ir, é a minh...
Ok, estou vendo que em termos físicos e de ambição profissional para ajudar a
nossa empresa é muito boa. Só falta mesmo a ...
LINDA
Ok! Para além de tua senhorita, agora também é tua chefe, mas que caras de
pau os homens têm. Leu!…
GESTORA
Afinal d...
GESTORA
Espero que sim, tchau fique bem.
LEU
Muito obrigado chefe, tchau até amanhã.
(Fica em palco a gestora revendo a do...
Puto Leu me explica ainda, isso de impotência sexual que falaste é quê?
LEU
É quando um homem não consegue satisfazer sexu...
LEU
Manos, para este desafio vocês sabem que contam com a minha ajuda, ainda
vão contar com a ajuda dos meus irmãos da igr...
Até que em fim! Minha mãe já tá ao nosso lado e está bem de saúde. Tenho meu
próprio emprego graças a Deus. O quê que me f...
Próximos SlideShares
Carregando em…5
×

SITUAÇÕES DA MINHA VIDA (COLECTIVO DE ARTES ANDRÉ MINGAS)

154 visualizações

Publicada em

O RETRATO DE DIFICULDADES QUE A MAIORIA DE CERTOS JOVENS PASSAM E PRETENDEM ALCANÇAR A FELICIDADE.

Publicada em: Diversão e humor
0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
154
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
3
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
1
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

SITUAÇÕES DA MINHA VIDA (COLECTIVO DE ARTES ANDRÉ MINGAS)

  1. 1. 28-11-2013 OBRA TEATRAL SITUAÇÕES DA MINHA VIDA O AUTOR: FELICIANO VALÉRIO TCHIWILA REESCRITA AOS 30 E 31 DE JANEIRO DE 2012-BENGUELA |
  2. 2. PERSONAGENS DA OBRA LEU (PERSONAGEM PRINCIPAL) NAMORADO DA LINDA TAMODA (PERSONAGEM SECUNDÁRIA)- IRMÃO NO QUAL SEGUE O LEU GINGUBINHA (PERSONAGEM SECUNDÁRIA)- IRMÃO MAIS VELHO DO GINGUBINHA E DO LEU
  3. 3. LINDA PEDROCAS JULIÃO JORNALEIRO (PERSONAGEM SECUNDÁRIA)NAMORADA DO LEU (PERSONAGEM TIPO)BRASILEIRO,AMIGO DO LEU E GESTOR DA EMPRESA ODEBRECHT EM ANGOLA (PERSONAGEM TIPO)BRASILEIRO,AMIGO DO LEU E CONTABILISTA
  4. 4. (Para prólogo entra em palco o Leu, depois é encontrado pelo Gingubinha e Tamoda) LEU- Ai meu Deus, agora que estou jovem sinto que a minha vida está a pesar. Puxas não tenho pai, minha mãe já está velha, meus irmãos mais velhos não têm uma profissão condigna. E o mais agravante é que são todos bêbados e eu, simplesmente ainda um estudante do Instituto Médio Industrial de Benguela no curso de construção civil, falta-me apenas um ano pra terminar. A verdade é uma, tá complicado conseguir um emprego! (Tamoda e Gingubinha: entram e Gingubinha pega a deixa a partir dos bastidores) GINGUBINHA O que? Tá complicado conseguir um emprego? LEU Mas mano Gingubinha quem aqui disse isso? TAMODA Ai! Você tá querer dizer que nós somos surdos? Olha aqui puto Leu, o fato de estarmos um pouquinho chupados não implica que nós somos surdos, ouvimos muito bem o que disseste. LEU Mano Tamoda não complica e não inventa! Eu não disse nada o que falaste agora. GINGUBINHA O rapaz é que assim? Tamoda é teu irmão mais velho. TAMODA Ouviste bem? Sou teu irmão mais velo depois do cota Gingubinha, não confarta meu puto. GINGUBINHA Mas voltando ao assunto, você acha que o emprego vai-te encontrar, onde voçé está? Você sabe que eu para ser sapateiro… TAMODA Nós, Mano Gingubinha! Porque sou teu ajudante, tá se esquecer mano. GINGUBINHA
  5. 5. Tens razão, não me esqueci; então eu praticamente tive que ir ao encontro dos sapatos, pedir as pessoas que tinham sapatos furados pra que me dessem e, eu cozer e me darem dinheiro. Puto Leu, praticamente o dinheiro que a mãe recebe da reforma só dá para aguentar os teus estudos, fascículos e o resto. Rapaz Leu ouve o que vou-te dizer, não espera tali curso que voçé tá fazer no Industrial terminar. Faça como os outros jovens então! Estudam e trabalham ao mesmo tempo; eu sei que é difícil, mas tem que ser assim. Amanhã mesmo vai a procura de emprego. LEU Eu estudo no período da manhã e não dá estudar e trabalhar. TAMODA Rapaz Leu não tem problema, nós vamos te pôr a estudar de noite, tchau 2x. (Leu liga para seus dois amigos e depois entra a Linda) LEU Alô meu camba de São Paulo! Puro Gestor de empresas. Epá, é o seguinte amanhã quero que me leves naquele lugar onde se vende jornais yá? Yá lá mesmo, ok, tchau! Agora vou ligar para o meu camba Pedrocas. Alô Pedrocas, grande a contabilista! Wepás, amanhã vou precisar de conversar contigo; se onde? Ok, Naquele sítio dos jornais, ok, amanhã então tchau. LINDA Oi Leu! LEU Oi minha doce de coco, parte que completa o meu ser, ainda bem que veio, dáme um beijo. Linda Úi! 2 x, estás com muito fogo hoje Leu. LEU Eu sempre fui tive fogo pra ti Linda. LINDA Tá bom, então já que é assim, Leu? LEU Sim, fala minha conquilha.
  6. 6. LINDA Ai brigada! Quem é a única mulher nesse mundo que te ama? LEU Voçé minha conquilhazinha! LINDA Quem é o único homem que eu amo? LEU Eu, apenas eu porque se houver um outro, eu mato ele minha conquilha! LINDA Ai seu agressivo! Não te preocupes não há mais ninguém além de ti. LEU Assim é que é. LINDA Leu é assim, já estamos juntos há dois anos e nunca compraste nada pra mim Leu! Um telefone, vestido nada! eu preciso ficar bonita pra ti Leu. LEU Linda pára! Mas Linda voçé sabe que eu ainda não trabalho, como queres que eu te compre alguma coisa? E mesmo se eu trabalhasse não era preciso tu pedires Linda! LINDA Então trabalha. LEU Porquê que tem que ser assim, tudo hoje comigo? Eu aqui a pensar que podias tornar meu dia bonito, afinal só vieste piorar. LINDA Ai, também não é pra tanto Leu, desculpa não era minha intenção te deixar assim. LINDA Leu?
  7. 7. LEU É o quê? LINDA Ainda estás mauzinho? LEU Como querias que eu ficasse? LINDA Desculpa. LEU Vem cá minha conquilhazinha, eu agora é que te pergunto- Quem é o único macho que te ama nesse mundo? Linda- Voçé. LEU Quem é a única conquilha que eu amo? LINDA Eu, tua conquilhazinha. LEU Então ajuda-me a ter um dia diferente, vamos a praia morena? LINDA Vamos, vamos a praia morena. (Entra o Pedrocas e depois segue o Juliano esperando pelo encontro marcado com o Leu) JULIANO Pedrocas! PEDROCAS Óh! Juliano que consciência pá! O Leu também disse-te ontem que queria falar contigo? JULIANO
  8. 8. E isso aí cara, o Leu ontem ligou pra mim. Assim agora já somos dois à espera do Leu não é? Pedrocas É isso mano. JULIANO Olha, aí vem o cara. LEU Então meus bradas já cá estão? PEDROCAS Yá! JULIANO Então cara o que vem daí? Porque precisamos de jornais? LEU Meus bradas, preciso de conseguir emprego! PEDROCAS A família já esta a chatear né? LEU Yá a família manos, mas a minha conquilha também já tá a chatear. PEDROCAS Olha, eu também já passei por essa voçé sabe. Felizmente consegui terminar o médio no Industrial dois anos atrás e, hoje tenho meu emprego, como voçé sabe trabalho no Banco BESA, não foi nada fácil mano, pra alcançar a felicidade as vezes é preciso sofrer e acreditar que isto um dia pode mudar, sacrifício, visão e acreditar que com Deus ao lado tudo é possível acima de tudo, agente vence na vida mano. JULIANO Olha Leu, a vida é assim quando chegamos nesta fase da juventude. Meus pais morreram quando tinha apenas 6 anos, felizmente meus irmãos ajudaram-me muito na minha formação e, hoje estou aqui em Angola como responsável da ODEBRECHT-ANGOLA. A vida é assim meu amigo, nem sempre podemos terminar a formação para começar a trabalhar.
  9. 9. PEDROCAS Meu e nosso amigo Leu, estamos aqui para te ajudar né? Então vamos esperar que passe um vendedor de jornais. (Entra o jornaleiro) JORNALEIRO Olha a notícia 2x, é o Jornal de Angola. LEU Vem cá, quanto é? Quero procurar emprego. JORANLEIRO É 100 kwanzas cota. Mó cota tá procura de que tipo de emprego? LEU Construção civil puto. JORNALEIRO Deixa ver… é esse encontrei, tá lí o aviso. Leu- Obrigado puto! Consegui manos, olha deixa ler: precisamos nas nossas instalações de um trabalhador que tenha noção de construção, esteja com a classe a partir da 10ª. PEDROCAS Grande sorte mano. LEU JULIANO Amanhã mesmo vou lá. JULIANO Tem que ser assim mano, tem que ter ânimo. Gingubinha Wá Wé 2X, Lewé, a mãe… LEU A mãe fez o que mano Gingubinha?
  10. 10. GINGUBINHA A mãe 2x, caiu, caiu, vamos levar a mãe no Hospital, a mãe trombosa! 2X. LEU Olha amigos tenho que ir, é a minha mãe. (Ficam no palco somente Juliano e Pedrocas) JULIANO Óh Pedrocas! que foi aquilo cara? É daquela maneira que se dá uma notícia triste? PEDROCAS Óh Juliano! Voçé não deu sociologia na escola? Eu quando estudei sociologia a minha professora Cátia Matos e Peres, tinha-nos ensinado que essa maneira de dar aviso é própria da nossa cultura, nós povo africano sabe? JULIANO Ok, é um padrão da vossa cultura né. Eu tinha-me esquecido que a minha cultura é diferente da vossa, ok são alguns traços culturais do vosso povo. (Saem do palco os dois, Leu já no outro dia vai ao local aonde se está a fazer a entrevista para o emprego) LEU Bom dia senhorita? GESTORA Bom dia, é voçé o outro candidato não é? LEU Sim sou eu. Estou a precisar muito desse emprego, é o meu primeiro e justamente corresponde com o curso que estou a seguir que é construção civil. GESTORA És muito otimista, gostamos de trabalhadores com este espírito. LEU Obrigado. GESTORA
  11. 11. Ok, estou vendo que em termos físicos e de ambição profissional para ajudar a nossa empresa é muito boa. Só falta mesmo a assinatura do contrato e que é a termo certo ok? Tá todo ele de acordo a Lei Geral do Trabalho ainda vigente em Angola e com o Regulamento Interno da nossa empresa. Já amanhã começas a trabalhar, mas antes vamos fazer o teu acolhimento, mostrar-te onde vais trabalhar, a direcção e teus colegas. LEU Muito obrigado. Desculpe só é que eu estou muito emocionado com tudo isso que acaba de acontecer em minha vida, meu primeiro emprego! Posso-te agradecer de forma muito especial? GESTORA Está bem. Só porque pedes. (De repente aparece a Linda zangada com certa) LINDA Com que então, já não sou a única conquilha que voçé tem Leuzinho? LEU Linda! (surpreso) LINDA É o que acabei de ver. LEU Linda o que estas a quere dizer? LINDA Não é o que eu estou a querer dizer, é o que eu estou a dizer. LEU Não fales assim Linda, esta senhorita é a minha…. LINDA O quê? Chamas de tua senhorita, ok! Estás de parabéns Leu, evoluíste muito. Agora é tua quê? LEU Minha chefe.
  12. 12. LINDA Ok! Para além de tua senhorita, agora também é tua chefe, mas que caras de pau os homens têm. Leu!… GESTORA Afinal de contas quem é esta moça senhor Leu? LEU Chefe!? LINDA Olha aqui óh conquilha, óh chefe do Leu seja como for, isto aqui não é da sua conta ouviu? LEU Linda para não fales assim. Queres que eu perca ….? LINDA Aié, ainda estás com medo de perder ela, não há problema não vais perder ela. Eu sabia que não eras diferentes dos outros homens, é tudo farinha do mesmo saco, são todos iguais. Mas Leu olha aqui, isso não vai ficar assim. LEU Chefe as minhas sinceras desculpas, eu não sabia que ela ia aparecer aqui. Por favor desculpa. GESTORA Não, não tem problema, só quero saber quem é ela, é sua namorada não? LEU Sim chefe é minha namorada, mas eu juro que eu não queria que ela fizesse isso. GESTORA Eu já disse que não tem problemas, agora só espero que voltes amanhã e começares a trabalhar. E olha, aproveita quando chegares em casa esclarecer bem a tua namorada, porque pela próxima meu caro amigo não perdoo, tá bom LEU Num haverá a próxima vez chefe.
  13. 13. GESTORA Espero que sim, tchau fique bem. LEU Muito obrigado chefe, tchau até amanhã. (Fica em palco a gestora revendo a documentação do dia) GESTORA Muito bem, muto bem, conseguimos atingir o número de trabalhadores que a empresa esta a precisar, tá todo documento em dia. Agora deixa-me avisar ao supervisor dos trabalhadores- Alo senhor Mendonça, sim é a chefe, olha amanhã os novos funcionários s começam a trabalhar. Sim, como de costume não esqueças de primeiro mostrares os nossos compartimentos. Ok, amanhã (Entra em palco o Leu, Gingubinha e Tamoda) LEU Cota Gingubinha a mãe agora esta no Hospital por trombose. Eu pergunto a vocês os dois, será que não é tempo de voçé e o mano Tamoda pensarem para deixarem de beber? TAMODA O que rapaz! Você quer que deixemos de beber? LEU Sim é isso mesmo, mano Tamoda o uso de bebidas alcoólicas e outras drogas como o tabaco fazem mal a saúde, podem provocar cancro do fígado, cancro do pulmão, debilidade física do corpo e não só, impotência sexual nos homens e frigidez nas damas e etc. TAMODA Puto Leu, quem te contou isso tudo? GINGUBINHA Ele estuda, aprendeu na escola! LEU E não é só na escola onde eu aprendo essas dicas! Eu leio muito e gosto de ouvir a rádio quando falam dessas dicas. TAMODA
  14. 14. Puto Leu me explica ainda, isso de impotência sexual que falaste é quê? LEU É quando um homem não consegue satisfazer sexualmente uma mulher e nem a si mesmo… TAMODA Satisfazer a dama de satisfazer mesmo né? LEU Sim. TAMODA Satisfazer né Leu, a mboa né…? GINGUBINHA Risos… TAMODA Tá rir o quê Tamoda, eu tó a tirar as minhas dúvidas. LEU Sim mano Gingubinha é isso mesmo, as coisas devem ser ditas como são para se entender melhor. Manos por favor, em relação ao que eu vos pedi vê se procuram já pensar nisso. Isso é para o vosso bem e da nossa mãe. Tamoda Porquê pela mãe, se ela mesmo já está habituada a nos ver bêbados? LEU Manos imaginem uma só uma coisa: Vocês não acham que se deixarem de beber por causa da mãe ela pode recuperar por ouvir essa novidade? Não se esqueçam o que o médico da mãe disse: Quanto menos problemas ela ouvir, mais chances de recuperação rapidamente ela terá? GINGUBINHA Mas ó rapaz, voçé fala tão bonito que te parece tudo fácil: entrar no mundo das drogas é mais que a palavra fácil, o sair é ainda mais que a palavra difícil. Eu não sei se vou conseguir ficar sem umas cucazinhas. Agora então que já temos as mini-cucas, uhm! Num sei puto…!
  15. 15. LEU Manos, para este desafio vocês sabem que contam com a minha ajuda, ainda vão contar com a ajuda dos meus irmãos da igreja, com ajuda da Rede dos Alcoólicos Anónimos e com ajuda dos meus amigos. GINGUBINHA Tá bom puto, tens toda a razão. Tamoda, o rapaz nos ama mesmo, pela saúde da nossa mãe e acima de tudo pela nossa saúde, puto Leu… Hoje decidimos que nunca mais vamos por um golo de álcool na boca, daqui em diante é só muita água e muito sumo, tudo o que nos pode fazer bem, nem cum, nem cuã não é Tamoda? TAMODA Não 3 X! Puto Leu tá mesmo garantido que vamos contar com todas as ajudas que voçé falou e acima de tudo da tua ajuda? LEU Com certeza, contam comigo acima de tudo… TAMODA Agora sim, num tem maka. LEU Vamos visitar a mãe e contar essa grande novidade? GINGUBINHA Com certeza que sim, conta sempre comigo… TAMODA E comigo também!... Risos. (PARA O EXODO ENTRA A LINDA, QUE DEVERÁ DIVIDIR O PALCO MAIS TARDE COM O LEU TORNANDO-O NUM SÓ; NUM MOMENTO EM QUE A ILUMINAÇÃO FOCA À QUEM ESTIVER A FALAR E MAIS TARDE AOS DOIS) LINDA Leu meu verdadeiro amor, Leu parte da verdade do meu mundo hoje eu não te tenho… tudo isso por causa do meu ciúme malandro incontrolado, sinto sua falta Leu… LEU
  16. 16. Até que em fim! Minha mãe já tá ao nosso lado e está bem de saúde. Tenho meu próprio emprego graças a Deus. O quê que me falta? Acho que não me falta nada. Mas eu não fui feito pra viver sozinho! Falta-me a Linda meu Deus do Amor, minha Linda. (ACENDEM-SE AS LUZES BRANCAS PRA TODO O PALCO) LINDA Leu, Leu. (ABRAÇOS) LEU Minha conquilhazinha! LINDA Leu me perdoa por não acreditar em ti, eu não consigo viver sem ti minha vida. LEU Linda, minha conquilha, eu te amo 2 x. FIM!

×