Tema bastante atual, o interesse pela proteína relacionada àoncologia deve-se ao fato de, entre tantos avanços na ciência ...
• A proteína 53 (p53) é produto da transcrição do genesupressor tumoral p53, situado no braço curto do cromossomo17 (regiã...
Forma funcionalmente ativa: estrutura moleculartetramérica (com quatro subunidades básicas idênticas quese juntam) [5].A p...
Domínios, localização e funçõesDomínio                Localização                FunçãoDomínio de             Localizado n...
p53 ativa genes                  Suprime a ação dep53 verifica a eventual       Lesão     envolvidos no                   ...
Células com o                                    Não ocorre a parada do ciclo celular ou                     Alteração sig...
Bibliografia[1] http://seer.ucg.br/index.php/estudos/article/viewFile/564/449, acessado em10 de novembro de 2012[2] Explic...
Proteina p53
Próximos SlideShares
Carregando em…5
×

Proteina p53

10.289 visualizações

Publicada em

Alessandra Mayumi Honda e Julia Pacheco Fanton

  • Seja o primeiro a comentar

Proteina p53

  1. 1. Tema bastante atual, o interesse pela proteína relacionada àoncologia deve-se ao fato de, entre tantos avanços na ciência e namedicina, ainda haver muito em aberto no que diz respeito aosurgimento, desenvolvimento e controle de tal patologia. O quejá se sabe se torna, assim, a esperança de um ponto de partidapara descobertas de mecanismos de controle e prevenção docâncer.
  2. 2. • A proteína 53 (p53) é produto da transcrição do genesupressor tumoral p53, situado no braço curto do cromossomo17 (região p13.1) [1]. Figura 1: Centrômero ou constrição primária é a região estrangulada do cromossomo que o divide em dois braços: o curto e o longo [2].•A proteína p53, assim denominada devido à sua massamolecular: 53 quilodáltons (kD), é uma fosfoproteína(proteína que contem ácido fosfórico [3]) nuclear constituídapor 393 aminoácidos [1].•Seu código PDB é 1TUP [4].
  3. 3. Forma funcionalmente ativa: estrutura moleculartetramérica (com quatro subunidades básicas idênticas quese juntam) [5].A proteína p53 é conhecida como “guardiã do genoma”em decorrência de seu funciona mento tanto comosensor de danos no DNA e como no auxilio ao sistemade reparo [1].A p53 apresenta quatro regiões com funções distintas,chamadas domínios da proteína [1].
  4. 4. Domínios, localização e funçõesDomínio Localização FunçãoDomínio de Localizado na É responsável por regular atransativação extremidade amino- decodificação de genes (em proteínas) terminal (N-terminal) e que atuam na parada do ciclo celular e compreendido entre os na rota de apoptose (suicídio celular aminoácidos 28 e 42 programado [6]).Quatro domínios de Entre os aminoácidos Possibilitam a ligação de p53 em sítiosligação ao DNA na 102 e 292 específicos do DNAregião centralDomínio de Na extremidade carboxi- Responsável pela formação detetramerização. terminal (C-terminal), tetrâmeros de p53, que é a forma mais entre os aminoácidos 319 ativa (selvagem ou wild-type) em a 360 transativaçãoDomínio regulatório. Na extremidade carboxi- Ligar-se ao domínio central de ligação terminal (C-terminal), ao DNA, impedindo a interação desta entre os aminoácidos 364 região com promotores de genes a 393. relacionados com a supressão e morte celular programadaTabela 1: Domínios, suas funções e localização na p53 [1]
  5. 5. p53 ativa genes Suprime a ação dep53 verifica a eventual Lesão envolvidos no genes com açãoocorrência de mutações na extensa mecanismo de anti-apoptóticasequencia do genoma apoptoseMutação passível de correçãop53 selvagem se acumulano núcleo celular Causas de Mutações: replicação defeituosa doAtiva outros genes e DNA, lesões por agentesdetermina a parada do ciclo físicos, químicos oucelular até que se finde o biológicosreparo do DNA
  6. 6. Células com o Não ocorre a parada do ciclo celular ou Alteração significativagene p53 o disparo do mecanismo de apoptose da proteína p53mutado Formas mutadas da proteína Não ocorre o reparo do interagem com a proteína selvagem. DNA nem a apoptose. Veja mais em: •http://www.yout ube.com/watch?v Impedimento da supressão tumoral Essas células tendem a =w5bPn_f_nWI&f acumular mutações eature=related •http://www.yout ube.com/watch?v Clones de células com DNA mutado se =n_VDMKpxaXw proliferam rapidamente, gerando tumores &feature=related
  7. 7. Bibliografia[1] http://seer.ucg.br/index.php/estudos/article/viewFile/564/449, acessado em10 de novembro de 2012[2] Explicação contida na figura do cromossomo:http://www.virtual.epm.br/cursos/genetica/htm/base.htm, acessado em 10 denovembro de 2012[3]http://medicosdeportugal.saude.sapo.pt/glossario/fosfoproteina_ou_fosfoproteido, acessado em 10 de novembro de 2012[4] http://www.rcsb.org/pdb/explore/explore.do?structureId=1tup, acessado em10 de novembro de 2012 [5] http://www.inca.gov.br/rbc/n_48/v03/pdf/revisao3.pdf, acessado em 10 denovembro de 2012[6] http://www.miniweb.com.br/ciencias/artigos/Apoptose.html, acessado em10 de novembro de 2012Imagem do cromossomo:http://bioglossario2.wikispaces.com/file/view/Centromero.jpg/64596570/Centromero.jpg, acessado em 10 de novembro de 2012Figuras das proteínas: http://www.ebi.ac.uk/thornton-srv/databases/cgi-bin/pdbsum/GetPage.pl?pdbcode=1tup, acessado em 10 de novembro de 2012

×