Capital pessoas e criação estratégica meta gestão

1.104 visualizações

Publicada em

CAPITAL PESSOAS - Prof. Dr. Dante R Quadros e CRIAÇÃO ESTRATÉGICA PERSPECTIVAS 2011 Prof. José Eduardo Nasser

Publicada em: Educação, Tecnologia
0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
1.104
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
3
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
23
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Capital pessoas e criação estratégica meta gestão

  1. 1. Fórum para estimular o debate sobre asustentabilidade e a competitividade dasorganizações diante dos novos paradigmas globais.Espaço para pensar e agir em busca de novasdiretrizes para o mundo corporativo brasileiro.
  2. 2. META GESTÃOCAPITAL PESSOAS Prof. Dr. Dante R Quadros
  3. 3. EMPRESAS HOJE AMEAÇAS INTERAÇÃO INTERESSES DIFERENÇAS DIFICULDADES ETC. Gary Hammel
  4. 4. CENÁRIO ATUALNEOCONSUMIDORConsumidor bem informado,massa crítica Consumidores 3.0EMERGENCIA DA CLASSE C90 Milhões de pessoas naClasse CPODER DAS MULHERESNo Brasil movimentam cercade 800 bilhões de reais/anoEXPANSÃO DE VENDAS: Imóveis (Minha casa, minhavida) e AutomóveisREDES SOCIAISExigências no atendimento
  5. 5. PERSPECTIVASNOVO CICLO Ciclo de Energia eECONÔMICO Infraestrutura Oportunidades:Empresas brasileiras: -Saindo da crise -Pré-sal -Cenário otimista -Agronegócio -Índices de confiança -Esportes -Novos consumidores (Copa / Olimpíadas) -Estabilidade econômica -Grandes obras -Busca por profissionais -Ascensão da Classe C qualificados -Megabancos
  6. 6. Para a Consultoria Bain & CompanyO Brasil hoje: EUA - décadas de 40/ 50: -Frota do país é equivalente à americana em 1940 -Presença de telefone e rádio (+82% de domicílios)EUA em 1960 -Número de aparelhos de TV se equipara ao dos EUA em 1970 -Expectativa de vida se equipara EUA 2008 BR em 72,9 anos -Consumo de energia per capita no BR equivale aos EUA na década de 40 (Folha de São Paulo 31.01.10) 7
  7. 7. CENÁRIO ATUALDESAFIOS:-Falta de qualificação profissional-Falta de formação técnica A questão agora-Intensa mobilidade do mercado é como-Dificuldade em planos de expansão-Número insuficiente de empregados ATRAIR,-Falta preparo da mão de obra MANTER e-Oportunidades fora da empresa DESENVOLVER TALENTOS.
  8. 8. TENDÊNCIAS NASEMPRESAS• ESTRUTURA Vertical Horizontal• TAREFAS Rotineiras Papéis• INFORMAÇÃO Controle Compartilhamento• ESTATÉGIA Competição Colaboração• CULTURA Rígida Adaptável (Richard Daft)
  9. 9. PESQUISA TMI1. 10% dos empregados andam à procura de emprego no maior silêncio2. 40% respondem, numa conversa franca, que não têm qualquer orgulho onde trabalham3. 80% manifestam-se completamente indiferentes (estão contaminados pela apatia)4. Só 20% mostram-se compromissados5. Mais de 25% dos empregados nunca abrem a boca para criticar a gestão (mas fazem facilmente nos corredores lançando intrigas e fofocas) Fonte: Pesquisa da TMI - na Europa e nos EUA e Suécia citadas por Claus Moller
  10. 10. PESQUISA GALLUPApenas 21% dos profissionais são considerados engajados79% não são “engajados“ em seu trabalho 61%- "não engajados", buscam apenas atingir os objetivos sem ousadia ou riscos, e podem deixar a empresa caso surja a oportunidade 18%- "ativamente desengajada” São funcionários que frequentemente mostram a sua atitude negativa com relação ao trabalho e ao empregador 84% dos profissionais que pedem demissão relatam que o principal motivo de sua saída é o relacionamento com seu SUPERIOR imediato. Pesquisa no Brasil realizada em julho de 2006
  11. 11. PesquisaAON HEWITT/VALORValor Carreira - outubro/2010EMPRESAS Fatores 86%-ÍNDICE DE ENGAJAMENTO CONTRABEM AVALIADAS 68%- demais 70%- Não procuram oportunidades Pontos CONTRA BÁSICOS 49%- demais1-Construção de uma relação de confiança2-Ênfase no desenvolvimento pessoal
  12. 12. AMCHAM-IBOPEPerspectivas GP/2011Os dados foram apresentados (07.out.2010), durante o evento"Business Round-Up – Perspectivas 2011",Pesquisa Amcham-Ibope São Paulo entre 500 empresas associadas Investimentos em RH: 61% dos respondentes informaram que os investimentos em RH irão crescer em 2011 Investimentos em Treinamento: 81% das companhias está previsto aumento de investimentos em treinamentos
  13. 13. AMCHAM-IBOPEPerspectivas para Gestão de Pessoas em 2011Folha de Pagamento: 77% A folha de pagamento irá aumentar: (67%), visando o aumento do quadro de colaboradores (25%) aportes em plano de retenção e (8%) condições de atratividade para enfrentar a guerra de talentos Apagão de Talentos: O apagão de talentos tem impacto expressivo para 35% das empresas, 48% que avaliou ser relativamente impactada e 16% que afirmou não sofrer com o problema.
  14. 14. Amcham/IbopeAlgumas alternativas para 2011: 1. Capacitação e desenvolvimento estratégico em todos os níveis da empresa; 2. Importação de mão-de-obra como solução a curto prazo; 3. Aplicação de endomarketing (estimular entre os colaboradores o sentimento de pertencer ao grupo), não investindo somente em remunerações;
  15. 15. Tendências e soluções : 4. Otimização do recrutamento interno; 5. Desenvolvimento de plataformas de treinamento virtual, (web training) destinadas aos colaboradores, porém com acompanhamento de uma liderança eficiente; 6. Promoção e incentivo à diversidade, criando uma cultura interna de valorização a este aspecto como fator de competitividade; Amcham/Ibope
  16. 16. ENGAJAMENTO HAY CONSULTING1-Vínculo afetivo com a atividade2-Intenção de permanecer na empresa3-Desejo de superaçãoCOMPONENTE 1- COMPONENTE 2- EFICÁCIA DA CONDIÇÕES COMPONENTE 3- EMPRESA PARA O SENTIMENTO DESEMPENHO DE JUSTIÇA 1. Alta liderança EFICAZ 2. Direcionamento 1-Carga de trabalho 3. Gestão de 1. Comunicação e equilíbrio talentos 2. Cooperação e 2- Carreira e 4. Cultura de Suporte desenvolvimento. inovação 3. Recursos 3-Reconhecimento 5. Reputação 4. Superior imediato 5. Autonomia e incentivos externa
  17. 17. RECURSOS FACILITADORES1- ENDOBRANDINGé a forma da empresa difundir, “contaminar” seusfuncionários com sua visão, sua missão e seusvalores.Manter o time trabalhando em sintonia ...L.Chiodi2- DIÁLOGO“Diálogo, reflexão conjunta, observação cooperativa da experiência, ... e aprodução de ideias novas e significados compartilhados”.Humberto Mariotti
  18. 18. 3- HEARTSTORMING • É possível soluções de alta qualidade: • 1- Situar-se fora da mente (razão) e dentro das emoções (coração) permitindo sentimentos • 2- Experimentar-se naquilo que é prazeroso buscando integrar as exigências do dia à dia.4- WIKINOMICSé a palavra criada para descrever um novo modo deorganização da produção, marcado pela abertura,transparência, colaboração entre pares e açãoglobal."wikis"-softwares ou páginas que podem ser editados por qualquerusuário.
  19. 19. 5- POSICIONAMENTO PESSOALVOCÊ ... Não é um simples funcionário VOCÊ É UMA MARCA: “ o que eu faço queNão é só um membro da equipe acrescenta valorNão é só um empregado notável ao trabalho?”Não é só um recurso humano COACH, MENTORING,Tom Peters COUNSELING 6- EMPOWERMENT O PODER DO EMPREGADO processo pelo qual os gerentes delegam e ajudam os empregados a adquirir e usar o poder em suas decisões Dante
  20. 20. 7 - FEEDFORWARD• O feedback é limitado e estático, ao invés de extenso e dinâmico. Marshal Goldsmith• É quase sempre visto como negativo, porque ele sempre vai envolver a discussão de erros, problemas e falhas que ocorreram no PASSADO. Feedforward é visto de forma positiva porque ele se baseia em soluções. Alternativas possíveis de sucesso. E não em situações, ocorrências já acontecidos. 8 – WELLNESS Mueller School of MedicineBem estar resultante da forte integraçãodos estados físico, mental, emocional e espiritual Dimensões: 1-Social 5-Ocupacional 2-Emocional 6-Intelectual 3-Espiritual 7-Física 4-Ambiental 8-Cultural
  21. 21. É PRECISO INTENSIFICAR 6- ATENDIMENTO AOS CLIENTES1- COMUNICAÇÃO Preocupação permanenteEncontros, Blogs, Pesquisas,Reuniões 7- MANEJO DA GERAÇÃO Y2- VALORIZAÇÃO Convivência diversificadaCompensação,Reconhecimento, Prêmios 8- APROVEITAMENTO DAS REDES SOCIAIS3- CULTURAPolíticas de RH, Bem-estar 9- OPEN INNOVATION Conhecimento compartilhado4- EQUIPESTrabalho, Recreação, Social,Comunitária 10- GERENCIAMENTO DAS MUDANÇAS5- LIDERANÇAEmpowerment, 11- DESENVOLVIMENTO DE EQUIPESAcompanhamento 12- VALORES – Princípios essenciais
  22. 22. OBRIGADO eATÉ LOGO !dantequadros@gmail.com41 9972 0671
  23. 23. CRIAÇÃO ESTRATÉGICA PERSPECTIVAS 2011 Prof. José Eduardo Nasser
  24. 24. A disputa pelo mesmo consumidor, o baixo grau dediferenciação entre os produtos e serviços ofertados,a ameaça de entrada de concorrentes potenciais, apressão por produtos e serviços substitutos fazemcom que a intensidade da competição seja alta.Obter vitórias estará, portanto, diretamenterelacionado à adoção de estratégias inovadoras esuperiores.As empresas devem romper as fronteiras vigentes quedefinem as formas de competição.
  25. 25. Estratégias 2011 • Reavaliação das Diretrizes do Negócio – Core competences • Atuação e Foco em segmentos determinados de mercado • Revisões Estratégicas e de investimento mais frequentes , Corporativas • Ampliação do Escopo do Negócio por meio de Parcerias ou Alianças Estratégicas • Necessidade de recuperar o conceito de performance de resultados, • Alinhamento, em todos os níveis da organização, • Estimular a cultura de resultados e de cumprimento de prazos, Desempenho • IPO Management - aplicação das melhores práticas. • Mudança de cultura departamental para cultura processual; • Eliminação de desperdícios, o que agrega custo e o que agrega valor ? Cadeia de • Um domínio completo sobre os processos, que propicie a melhoria Valor contínua da organização.
  26. 26. Estratégias 2011 • Analisar a concorrência, identificar suas vantagens - FCs, • Equilibrar a sua oferta e portfólio, crescer por alianças, • Arquitetura de marcas, buscar atributos de experiência, Equilíbrio • Encurtar ciclos de produtos e serviços – autocanibalização, da oferta • Estabelecer um novo ciclo de valor ( INOVAÇÃO ) • Tornar as operações mais eficientes, rápidas e com menos custos, • Tenho em casa ou devo alugar? • Otimizar Cadeia de Suprimentos, TI • A Informação como inteligência nos negócios. • Dar posse ao cliente, na sua estrutura organizacional, • Educar para a cultura de resultados e de cumprimento de prazos , • Reconhecimento,recompensa, e comemoração, Gente • Investimento na Formação e Retenção de Talentos
  27. 27. Estratégias 2011 • Reavaliação das Diretrizes do Negócio – Core competences • Atuação e Foco em segmentos determinados de mercado • Revisões Estratégicas e de investimento mais frequentes ,Corporativas • Ampliação do Escopo do Negócio por meio de Parcerias ou Alianças Estratégicas
  28. 28. A vantagem de trabalhar com o conceito de competência é que ele permitedirecionar o foco e concentrar energias no que é necessário para que aempresa alcance os seus objetivos operacionais e estratégicos EMPRESA COMPETÊNCIA ESSENCIAL3M INOVAÇÃOMC DONALDS IMÓVEIS E LOGÍSTICANIKE MARKETINGCOCA-COLA DISTRIBUIÇÃODISNEY CONTEÚDOS DE ENTRETENIMENTO.VALE DO RIO DOCE LOGÍSTICA TERRESTRE E MARÍTIMACANON ÓTICA E PROCESSAMENTO DE IMAGEMBLACK & DECKER PEQUENOS MOTORES ELÉTRICOSVOLVO SEGURANÇA
  29. 29. A melhor maneira de controlar o futuro é construí-lo Peter Druckernível de inovação Core competences tempo de vida da empresa
  30. 30. Estratégias 2011 • Necessidade de recuperar o conceito de performance de resultados, • Alinhamento, em todos os níveis da organização, • Estimular a cultura de resultados eDesempenho de cumprimento de prazos, • IPO Management - aplicação das melhores práticas.
  31. 31. ESTRATÉGICO CULTURAL O QUE... COMO... É necessário fazer As coisas devem ser feitas (Direcionamento) (Conduta,Dimensionamento) Missão/Visão Intenções da Organização Proporcionam a direção OBJETIVOS VALORES ao rumo desejado METAS PRÁTICAS São as decisões para a implementação dos objetivos TAREFAS COMPORTAMENTOS São a execuções das intenções RESULTADOS ESTRATÉGICO ALINHAMENTO CULTURAL
  32. 32. Estratégias 2011 • Mudança de cultura departamental para cultura processual; • Eliminação de desperdícios, o que agrega custo e o que agrega valor ?Cadeia de • Um domínio completo sobre os processos, que propicie a melhoria Valor contínua da organização.
  33. 33. Um Exemplo – Indústria de Microcomputadores Insumos Indústria IBM X X Distribuidor Revenda Consumidor Compaq HP O Modelo DELL GERAÇÃO DE VALOR (transformação enriquecedora)Questão:Qual o Futuro do Sistema de Valor?
  34. 34. Estratégias 2011 • Analisar a concorrência, identificar suas vantagens - FCs, • Equilibrar a sua oferta e portfólio, crescer por alianças, • Arquitetura de marcas, buscarEquilíbrio da oferta atributos de experiência, • Encurtar ciclos de produtos e serviços – autocanibalização, • Estabelecer um novo ciclo de valor ( INOVAÇÃO )
  35. 35. CONTROLÁVEIS Produto Preço Praça Promoção Physical Processos Percepção do Consumidor Pessoas ORGANIZAÇÃO
  36. 36. INOVAÇÃO DE VALOR MercadoInexplorado Demanda estacionada Inovação com Valor Concorrência Feroz
  37. 37. Estratégias 2011 • A Informação como inteligência nos negócios. • Tornar as operações mais eficientes, rápidas e com menos TI custos, • Tenho em casa ou devo alugar? • Otimizar Cadeia de Suprimentos.
  38. 38. As Redes de Inovação Além dos Limites da OrganizaçãoIntensificação daatuação em RedesSociaisExpansão eIntegração dosCanais de Vendas Novas Estratégiasde Relacionamentocom Clientes ePúblicos.Uso intenso doCRM e B.I.
  39. 39. Nova taxonomiaAntiga NovaProcesso InteraçõesProdutos e serviços Experiências Ambientes colaborativos (on-Tecnologia line e off-line)Colaborador Indivíduo ComunidadeStakeholder Indivíduo
  40. 40. Estratégias 2011 • Dar posse ao cliente, na sua estrutura organizacional, • Educar para a cultura de resultados e de cumprimento de prazos , • Reconhecimento,recompensa, e Gente comemoração, • Investimento na Formação e Retenção de Talentos.
  41. 41. Pergunte a um consumidor ENDOBRANDING Difusão da “alma”da empresa -“contaminar” seus funcionários com sua visão, sua missão e seus valores.
  42. 42. O nosso CONHECIMENTO ésobre o PASSADO e todas asnossas DECISÕES são sobre o FUTURO
  43. 43. ATITUDES FACE AS DECISÕES DO FUTURO Indiferença Reativo pró-ativo
  44. 44. Muito obrigado pela sua atenção !! Prof.Nasserjenasser@ecorporativa.com.br www.ecorporativa.com.br

×