Como seria a vida sem electricidade e sem tecnologias?

2.082 visualizações

Publicada em

já imaginaram como viveríamos se não houvesse eletricidade?
seria possível? será que nos adaptávamos?
exemplos de vida, etc

Publicada em: Ciências
0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
2.082
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
1
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
8
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Como seria a vida sem electricidade e sem tecnologias?

  1. 1. Como seria a vida sem electricidade? Seria possível vivermos sem eletricidade, sem tecnologias? Logo á partida basta a gente pensar no assunto para logo como que automaticamente dizer NÃO! É muito difícil, para não dizer impossível, vivermos sem eletricidade, sem tecnologias. Mesmo que fossemos viver numa casa construída só com materiais da natureza, sem luz, sem esgoto tratado, água encanada, até mesmo ai iriamos estar a aplicar tecnologias, (não de material mas no sentido de beneficiar ou modificar a natureza). Precisaremos sempre de ferramentas, mesmo sendo um simples martelo rústico. Isto pode ser lido/apreendido na obra do autor Kevin Kelly, (“What technology wants?), que nos alerta para o domínio da tecnologia sobre humanidade. Mas agora voltando á parte principal deste trabalho, a vida sem eletricidade! Só de pensar no fato de não haver eletricidade nas ruas, nas casas… Sem eletricidade a internet não tinha sido inventada, por exemplo, e ai seria bastante diferente. Mas falando de casos mais importantes, mais essenciais, porque a internet, computadores, tablets, telemóveis, etc… são coisas ”extras”. Pensemos no caso da alimentação; Como sobreviver sem um simples frigorífico, que conserva a maior parte dos alimentos. Como sobreviver-mo-íamos sem as máquinas dos hospitais, sem esses equipamentos que salvam tantas vidas, se não houvesse energia elétrica? Já imaginaram quantos doentes morreriam? Quantas vidas se perderiam? A desgraça que seria? Nem consigo imaginar, é muito mau esse cenário! Para não falar que se o sistema informático falhasse e já não houvesse mais controlo das portas, se estas fossem automáticas, se houvesse um acidente, por exemplo fogo, como sairiam dali? Quantos sairiam dali? Provavelmente seria cada qual por si, talvez os médicos e os doentes que estivessem minimamente bem pudessem saltar de uma janela, quem sabe! Mas e todos os outros restantes? As crianças, os doentes acamados, os deficientes e muitos mais que não poderiam fazer esta proeza? Não, não, não. Impensável mesmo!
  2. 2. Sinceramente e tenho consciência que talvez seja possível viver sem tecnologias não consigo pensar sequer nessa hipótese. Tirando coisas básicas ia ser um caos total. Ia ser muito difícil para sobrevivermos, principalmente nos dias em que vivemos em que as pessoas estão habituadas a ter a “papinha toda feita” e tudo ao seu dispor para usar quando quiserem e/ou precisarem. Teriam de ser reeducadas, ia ser bastante complicado e com certeza inaceitável pela maior parte da população. Normalmente não fazem nada, isto é, não pensam no geral no que poderá vir a acontecer, não se previnem, não fazem um plano, e depois dão-se os acidentes, acontece uma catástrofe e andam todos aflitos, a atropelar literalmente uns aos outros e só agem mesmo em caso de emergência. Agem no momento porque já não têm alternativa. Parece estúpido mas é a coisa mais normal que há. Típico da maior parte das pessoas, é triste, mas é verdade! Se bem que as pessoas é que estão mal habituadas porque se nos voltarmos para uns anos atrás, quando esta ainda nem existia, não digo que fosse fácil, mas o fato é que as pessoas viviam na mesma, arranjavam sempre maneira, conseguiam viver sem energia elétrica e claro, isto também quando as pessoas ainda viviam sem tecnologias! Porque falando de tecnologias, então se for novas tecnologias ai já piora tudo mas depois falarei um pouco mais á frente! Depois de umas pesquisas que andei a fazer constatei e embora tenha ficado bastante admirada confesso, visto que também sou um pouco dependente das tecnologias, que realmente é POSSÍVEL viver sem elas! É possível viver sem eletricidade! Neste site, embora esteja em inglês e peço desculpa por esse fato, mas achei bastante interessante e convidativo já que nos dá ideias de como viver sem eletricidade. Ensina-nos outras maneiras, ficamos com uma perspetiva diferente, mas boa! Depois se quiser verificar, ai está ele: http://www.wikihow.com/Live-Without-Electricity Vi também um caso de uma senhora que viveu 13 anos sem eletricidade! É admirável! Esta senhora chama-se Emma Orbach, mãe, 58 anos viveu durante todo este tempo, por escolha própria apesar de vir de uma família rica, numa cabana de barro redonda no fundo de um campo desconexo, sem ligação, no oeste rural do País de Gales, a 15 minutos a pé da estrada mais próxima.
  3. 3. É de admirar mesmo e muita gente pode achar idiota de parte dela. Eu não acho. De qualquer maneira aqui fica a história dela! http://www.dailymail.co.uk/news/article-2261862/So-Mrs-Bilbo-DO-live-like- Hobbit--The-Oxford-graduate-whos-lived-13-years-mud-hut--really-away- fairies.html Mas continuando e voltando á minha reflexão, como vi há uns dias num artigo, viver sem eletricidade é muito mais fácil do que muita gente acha. Temos tendência para pensar quase que automaticamente por exemplo, como viver sem televisão, ou computador, ou frigorifico ou mesmo luzes? Não é possível! Enganam-se, ainda há muitas pessoas que escolhem viver sem isto, sem problemas, contas de energia elétrica, etc. E obviamente que assim a vida torna-se muito mais fácil., mais leve, mais serena. Deitamo-nos mais cedo, assim podemos acordar tranquilos no início da manhã. Entramos em sintonia com a natureza, com o sol, com as estações do ano, com a nossa própria vida. Quer saber que tempo está hoje? Basta olharmos para fora! Que horas são? Hora de levantar na manhã e deitar na madrugada, enfim… É mesmo necessário ficarmos acordados até tarde a ver televisão ou no computador? NAO! Podemos optar por sentar á volta de uma fogueira, com a família ou amigos e olhar simplesmente o céu, observar as estrelas!
  4. 4. Há gente que vive há anos sem eletricidade, é só necessário fazer pequenos ajustes. Pode demorar um tempinho a habituarmo-nos a estar assim sem ligar a televisão e utilizar outras coisas que utilizávamos mas como se costuma dizer! Tudo se arranja e nós melhor do que ninguém sabemos adaptar-nos ás situações! E só de pensar na tranquilidade, na natureza, no silêncio de uma vida assim, não andaríamos com certeza tão stressados! Acho engraçado e também engraçado, no Japão o seguinte: A sua construção e “invenção” é do Japonês Yasuyuki Fujimura que dirige a empresa “Ateliê não elétrico” e defende um estilo de vida sem eletricidade. Há muita polémica e debates sobre este assunto, sobre como viver sem tecnologia, se seria ou não possível, ainda mais da maneira como está tão ‘entranhada’ nas nossas vidas. Muita gente pensa se podemos honestamente viver sem tecnologia de novo. Talvez alguns de nós sim mas acho que a maior parte, nos países que se tornaram usuários de tecnologia, pelo menos, não seriam capaz de fazer esta transição com facilidade. Nós e eu incluída também, que estamos tão dependentes da tecnologia, embora até muitas vezes não nos apercebamos disso, citemos o caso do Facebook por exemplo que é um dos maiores vícios dos últimos tempos, íamos demorar muito tempo a adaptar-nos a outro modo de vida onde não existisse nada disto a que fomos habituados. Como suportaríamos o calor dos verões sem ar condicionado por exemplo? Ou os invernos gelados sem calor? São muitas das perguntas que nos podemos colocar mas, há sempre solução para tudo senão como viviam as pessoas antigamente? Se não fosse possível então nunca teriam sobrevivido. Óbvio que a tecnologia torna as nossas vidas bem mais fáceis mas do mesmo
  5. 5. modo que o faz também traz graves problemas que nos podem prejudicar imenso. Acho que deveríamos todos tentar! Para terminar deixo algumas maneiras de contornar certas situações que teríamos de aprender caso vivêssemos sem eletricidade! Muita gente pode achar estúpido, nojento até, enfim… Mas o fato é que é muito mais simples do que se imagina. É uma questão de querer, de querer aprender, fazer. E SIM, já tinha chegado a esta conclusão há muito á medida que fui fazendo o trabalho e por isso mudo de ideias em relação ao que disse no início, se bem que o caso dos hospitais ainda me causa um pouco de aflição mas com certeza também se arranjaria solução! SIM, é possível vivermos sem eletricidade! E é esta a minha opinião. Sei que a minha reflexão está meio controversa principalmente comparando o início dela com o fim mas lá está, estamos sempre a aprender e somos passíveis e temos todo o direito de mudar de ideias caso assim se justifique. Até poderei ter razão nos dois pontos de vista que expus mas a verdade é que a minha última afirmação é a min há resposta final. Para terminar falarei então das tais maneiras de contornarmos o viver com eletricidade… Eletricidade: Podemos sempre optar por instalar um sistema fotovoltaico e obter a nossa eletricidade a partir do sol. Viver sem luzes, provavelmente é estranho pensar certo? Mas nem tanto, podemos sempre usar velas de cera de abelha como principal fonte de iluminação ou se precisam de luz ‘mais focada’, usa-se lâmpadas solares que incrivelmente podem adquirir no Ikea por um preço irrisório.
  6. 6. Tecnologia: Já pensaram em que é possível continuar a ter telemóveis? Smartphones, tal como temos agora? Provavelmente também não e muitos de nós esquecemo-nos de tal fato mas a verdade é que existem carregadores solares que fazem o mesmo trabalho que os que ligamos á corrente. Engraçado não é?
  7. 7. Outro dos ‘problemas grandes’ que poderia surgir em nossas mentes e que quase de certeza vai ser o que muitas pessoas podem achar ‘nojento’, é o dos Wc. Como faríamos sem água? Onde? Será que há alguma maneira? A resposta está aqui, na compostagem destes. Mas vocês perguntam-se logo com dúvida, mas o que é isso da compostagem?
  8. 8. Podemos verificar em que ela consiste neste site de ecologia: http://banheirosecoecologico.blogspot.pt/2010/12/desidracao-ou-compostagem- para.html Ou mesmo neste vídeo e desde já peço desculpa por ser brasileiro e tão ‘direto’ mas foi o que encontrei a explicar e pronto decidi deixa-lo aqui. https://www.youtube.com/watch?v=h_uo4Q3iNak De qualquer maneira o processo de utilização de cada um desses Wc de compostagem é relativamente simples e consistente como podemos constatar.
  9. 9. Fazemos o que fazemos certo, adicionamos um " agente de volume ", tal como serragem por exemplo, para fornecer o espaço aéreo para decomposição aeróbia e controlar odores e insetos. O que acontece a seguir varia de sistema para sistema. Por exemplo, uma família dos EUA usa baldes e o marido diz assim: “Quando o nosso balde enche, nós transferimos manualmente o conteúdo para uma pilha maior, onde o composto fica de forma isolada. Os micro-organismos, incluindo bactérias quebram o excremento humano num processo aeróbio relativamente rápido, semelhante a uma pilha de compostagem jardim. Nalguns sistemas comerciais, um ventilador fornece um fluxo de oxigénio e de odores e remove o excesso de humidade, e o resíduo decompõe-se na unidade, para ser removida quando tiver sido compostado. Agentes patogénicos presentes nos resíduos são mortos pelas altas temperaturas de decomposição, após compostagem por longos períodos de tempo. O resultado final é um material que é apropriado para o uso em árvores de fruto ou arbustos, ou até mesmo no jardim. E pronto, assim termino a minha reflexão! Susana Cardoso

×