Exercícios de geografia demografia 3ano_2015

1.658 visualizações

Publicada em

educação

Publicada em: Educação
0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
1.658
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
30
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
39
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Exercícios de geografia demografia 3ano_2015

  1. 1. QUESTÃO 1: (PUC-RIO) Desde a década de 1970, as transformações ocorridas na estrutura produtiva dos países mais industrializados vêm alterando a dinâmica social e econômica mundiais. Sobre essas alterações analise as afirmativas a seguir: I) os países centrais estabelecem barreiras rigorosas aos fluxos migratórios procedentes dos países periféricos; II) as indústrias de ponta substituem cada vez mais o aço e o cobre pelos chamados novos materiais; III) os processos produtivos robotizados utilizam equipamentos de propósitos múltiplos e versáteis; IV) as mudanças na organização do trabalho vão substituindo as práticas do modelo fordista/taylorista; V) os agrupamentos de países em blocos econômicos diluem os controles territoriais dos Estados nacionais. Assinale a alternativa correta. a) Apenas as afirmativas I, III e V estão corretas. b) Apenas as afirmativas II, III e IV estão corretas. c) Apenas as afirmativas I, II e IV estão corretas. d) Todas as afirmativas estão corretas. QUESTÃO 2: (UFPE) O Relatório do Desenvolvimento Humano da Organização das Nações Unidas (ONU), divulgado neste ano de 2005, revela diferenças alarmantes de IDH (Índice do Desenvolvimento Humano), entre os vários países do mundo. Países africanos, em geral, - como o Níger (0,281), Moçambique (0,379), Nigéria (0,453) - apresentam valores muito baixos, enquanto países como Noruega (0,963), Austrália (0,955), EUA (0,944) e Japão (0,943), por exemplo, apresentam valores elevados de IDH. A respeito deste assunto, pode-se afirmar que: ( ) índices de IDH mais altos estão quase sempre no Hemisfério Norte. ( ) enormes reservas minerais, tais como o petróleo, asseguram altos índices de desenvolvimento humano para os países que as contêm. ( ) as potências atômicas todas apresentam os mais elevados índices de IDH. ( ) as diferenças contrastantes de IDH entre a África, por exemplo, e a Europa, e a persistente reprodução destas desigualdades, não têm relações histórico-causais com as interações espaciais ou geográficas que se desenvolveram nos quadros do Colonialismo Europeu, uma vez que os EUA, o Chile, o Uruguai e a Argentina, por exemplo, são ex-colônias. A seqüência correta é a) V, F, F, F. b) V, F, V, F. c) F, V, F, V. d) F, F, V, V. ESCOLA DE FORMAÇÃO GERENCIAL SEBRAE-PL THEOTONIO BAPTISTA DE FREITAS Fundação Pedro Leopoldo Conteúdo: Demografia ATIVIDADE EM SALA - GEOGRAFIA 3ª série Entregar no dia 01/09/15 Professor(a): Suely Takahashi 3ª Etapa Aluno(a): GABARITO nº
  2. 2. QUESTÃO 3: (UFLA) Uma análise recente do comportamento da população mundial tem demonstrado duas evidências: a primeira é a diminuição da taxa de fecundidade global (o número de filhos que uma mulher tem ao longo de sua vida); a segunda evidência é a elevação da expectativa de vida da população, o que significa na prática que as pessoas estão efetivamente vivendo mais no planeta e isso vale para as pessoas dos países mais pobres (50 para 67 anos), dos países mais ricos (76 para 86 anos) e dos países menos desenvolvidos (63 para 73 anos). Em termos populacionais, a relação entre as evidências: elevação da expectativa de vida e redução dos níveis de fertilidade gera: a) o aumento do número de idosos. b) a diminuição das taxas de natalidade. c) o aumento das taxas de mortalidade infantil. d) o aumento das médias de densidade demográfica. QUESTÃO 4: (PUC-PR) "O governo francês irá pagar uma licença de 750 euros (cerca de R$ 2.050,00) por mês, durante um ano, a famílias que decidirem ter um terceiro filho, anunciou ontem o primeiro-ministro do país, Dominique de Villepin." ("Folha de S. Paulo", 23.09.2005) A reportagem acima ilustra uma política cada vez mais comum entre os países europeus. As alternativas abaixo contém possíveis causas que motivam a adoção de tais medidas, EXCETO: a) as baixas taxas de natalidade de muitos países europeus. b) as altas taxas de mortalidade européias, que resultam na diminuição da PEA - população economicamente ativa. c) a tentativa de evitar que num futuro a médio prazo a população nativa possa tornar-se minoritária diante da população imigrante - cujas taxas decrescimento vegetativo são bem mais altas. d) o impacto que a diminuição da mão de obra ativa está causando ao sistema previdenciário europeu. QUESTÃO 5: (PUCRS) Responda a questão com base nas pirâmides etárias e nas afirmativas, que tratam do tema população. I) A pirâmide B apresenta uma configuração que demonstra o aumento das taxas de natalidade nas três últimas décadas. II) A pirâmide D evidencia uma estrutura estável, embora deva ter passado por uma situação de guerra, pois há uma diminuição considerável no número de homens adultos. III) A pirâmide A apresenta uma contradição típica de países pobres: alta natalidade e mortalidade infantil, acompanhadas de uma elevada expectativa de vida da população. IV) A pirâmide C indica elevado índice de expectativa de vida e a pirâmide A, elevada taxa de mortalidade.
  3. 3. Com base nas pirâmides e nas afirmativas, conclui-se que somente estão corretas a) I e IV b) I e III c) II e IV d) II e III QUESTÃO 6: (UFPEL) Um jovem que chega hoje ao mercado de trabalho, em qualquer parte do globo, tende a sofrer bem mais que seu pai para obter um emprego formal. Grandes mudanças vêm ocorrendo, nos últimos anos, no mundo do trabalho, por causa do impacto da globalização na economia, com sua acirrada concorrência entre as empresas dos continentes. A situação retratada nos remete a uma evidente crise empregatícia no mundo. Com base nos textos e em seus conhecimentos, analise as seguintes afirmativas. I) O "fantasma" do desemprego sempre rondou os países em época de crise econômica; é o chamado desemprego conjuntural, conseqüência de mau desempenho da economia local. II) A crescente automação da produção, que substitui a mão-de-obra humana, provoca o desemprego estrutural, que é circunstancial e temporário, atingindo principalmente os jovens (dificultando o acesso ao primeiro emprego) e os trabalhadores de pouca qualificação técnica. III) Os avanços tecnológicos e as modernas formas de administração com vistas à diminuição de custos provocaram, em nível mundial, o desemprego estrutural e o crescimento do trabalho informal. IV) As corporações multinacionais instalam-se em todo o planeta e criam uma feroz concorrência, levando cada país a reduzir custos, enxugar o quadro de funcionários públicos e privados e a evitar a formação de blocos econômicos para fortalecer o mercado formal e enfrentar melhor o mercado mundial. Estão corretas apenas as afirmativas a) I e II. b) II e IV. c) I e III. d) II e IV.
  4. 4. QUESTÃO 7: (FATEC) Observe o mapa. Trata-se da representação das: a) áreas de maior fluxo turístico. b) principais áreas de concentração populacional. c) áreas de maior industrialização. d) áreas de maior crescimento vegetativo. QUESTÃO 8: (UERJ) Radiografia do século XX no seu final Metade da população do mundo - cerca de 3 bilhões de pessoas - vive subalimentada, enquanto outros 10% sofrem graves deficiências alimentícias, totalizando 60% dos habitantes com algum tipo de problema de nutrição. De outro lado, 15% das pessoas do mundo estão superalimentadas. Alimentos não faltam, há excedentes agrícolas - conforme os critérios de mercado, não das necessidades humanas - de 15%. (Adaptado de SADER, Emir. In: MOCELLIN, R. e CAMARGO, R. de. "Passaporte para a História". São Paulo: Editora do Brasil, 2004.) Com base nos dados apresentados no texto, um aspecto marcante da conjuntura macroeconômica mundial do final do século passado e início deste milênio é: a) aumento da desigualdade social, devido ao desenvolvimento diferenciado entre os países. b) elevação das taxas do desemprego estrutural, em decorrência da concentração industrial nos países desenvolvidos. c) diminuição produtividade agrícola, em função do acelerado crescimento demográfico nos países do hemisfério sul. d) distribuição desigual de alimentos, pelo esgotamento de áreas agriculturáveis nos países subdesenvolvidos. QUESTÃO 9: (UNESP) Segundo a Organização Internacional do Trabalho (OIT), o número de pessoas sem emprego no mundo, em 2003, era equivalente à população do Brasil, atingindo 6,2% da população economicamente ativa. Observe o gráfico. Utilizando seus conhecimentos geográficos, assinale a alternativa que contém as causas conjunturais do contínuo crescimento do desemprego mundial. a) Menor crescimento da economia mundial desde 2000; muitos países industrializados dominando o comércio global; efeitos negativos da globalização. b) Elevado crescimento da economia mundial desde 1995; vários países emergentes dominando o comércio global; efeitos positivos da globalização. c) Menor crescimento da economia mundial a partir de 1990; poucos países industrializados dominando metade do comércio global; efeitos negativos da globalização.
  5. 5. d) Moderado crescimento da economia mundial desde 1990; muitos países industrializados e emergentes dominando, igualmente, o comércio global; efeitos positivos da globalização. QUESTÃO 10: (FGV) Um companheiro morto, 6 horas enclausurado dentro de um caminhão sob o sol do deserto e mais 8 dias preso em cadeias americanas sem falar inglês. Esse é o saldo da desastrada jornada de um grupo de 29 imigrantes brasileiros rumo ao sonho americano, com escala na fronteira mexicana. ("Folha de S.Paulo", 16.07.2004) O depoimento do brasileiro deportado para o Brasil e seus conhecimentos sobre as migrações internacionais permitem afirmar que a) a maior parte dos países da União Européia e mesmo o Japão têm dado mostras de que a imigração é fundamental para a renovação da mão-de-obra, pois já se deram conta de que suas populações tendem ao envelhecimento, fatos que não ocorrem nos Estados Unidos. b) apesar do número crescente de imigrantes oriundos dos países pobres nas décadas finais do século XX, há forte tendência de que, à medida que o processo de globalização for se aprofundando, os atuais países de emigração não forneçam mais mão-de-obra. c) da mesma forma como atualmente, nos países ricos, há grandes debates em relação aos casos de intolerância contra minorias, discriminação racial e/ou religiosa, são cada vez mais freqüentes as discussões sobre a imigração, que deve ser mais estimulada em futuro próximo. d) embora um grande grupo de países se manifeste no sentido de que a migração seja tratada como um assunto de destaque no âmbito das Nações Unidas, as nações ricas têm controles cada vez mais rígidos em relação à imigração, incluindo a xenofobia. QUESTÃO 11: (UFU) No mundo inteiro, especialmente nos países mais desenvolvidos, a expectativa de vida cresceu muito nas últimas décadas, conforme quadro a seguir: Adaptado de: ALMEIDA, M. L. de; MÉDICI, M. de C. "Geografia - a população mundial". São Paulo: Nova Geração, 2000, p. 42; IBGE, 2000. Com relação ao envelhecimento da população e às taxas de natalidade no mundo, é correto afirmar que: a) todos os países citados no quadro apresentam um grande número de idosos devido, principalmente, aos programas de saúde e previdência social, à assistência à terceira idade e à valorização da mulher no mercado de trabalho.
  6. 6. b) países europeus como a França e a Alemanha têm apresentado um aumento da população jovem, alterando o antigo perfil de países com taxas decrescentes de natalidade e alta expectativa de vida. c) a exemplo dos países citados no quadro, as mulheres apresentam esperança de vida, em média, superior à dos homens, o que justifica o predomínio feminino na faixa etária acima de 65 anos. d) na maioria dos países, as mulheres correspondem a menos de 50% da população idosa, fato que ocorre em função da expectativa de vida, que é menor entre as mulheres, e do número de nascimentos femininos, que é inferior aos masculinos. Questão 12 - (PUC-RIO) A taxa de crescimento populacional atual da Rússia é negativa: a população do país diminuiu em 286 mil pessoas no primeiro quadrimestre deste ano. O número de mortes no país é, em média, 70% superior ao número de nascimentos. A diminuição vem ocorrendo desde o desmantelamento da União Soviética, em 1991. Essa situação é decorrência: a) dos fluxos migratórios em direção à Europa Ocidental; b) da rigorosa política de governo de controle da natalidade; c) do aumento da mortalidade na base e no corpo da pirâmide etária; d) do elevado número de idosos e da baixa taxa de fecundidade. Questão 13 - (Pucmg) Observe as figuras a seguir. Ao analisar as pirâmides etárias (1980 e 2000) e outras informações, particularmente sobre a transição demográfica da população brasileira, é possível estabelecer importantes considerações. Entre as tendências observadas, é INCORRETO afirmar a percepção de: a) uma tendência de redução nos índices de natalidade e mortalidade, aumentando a proporção de adultos e idosos em relação aos jovens. b) uma lenta queda no crescimento demográfico e na elevação no número de idosos, se comparado ao processo ocorrido na Europa. c) uma redução nas taxas de mortalidade, devido à melhoria nas condições médico-sanitárias. d) um declínio nas taxas de natalidade, associado ao processo de urbanização e à queda da taxa de mortalidade. GABARITO 01 02 03 04 05 06 07 08 09 10 11 12 A B C D

×