Capítulo 05 entre guerras

266 visualizações

Publicada em

Capítulo 05

Publicada em: Educação
0 comentários
1 gostou
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
266
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
2
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
8
Comentários
0
Gostaram
1
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Capítulo 05 entre guerras

  1. 1. Professor: Suelem Disciplina: História Temas: 9º anos O mundo depois da Primeira Guerra MundialO mundo depois da Primeira Guerra Mundial
  2. 2. A situação mundial – Período entreguerras Europa – situação difícil; EUA – ocuparam a posição de grande potência mundial, tornaram-se credores e exportadores; Ascenção norte-americana; Aumento na capacidade industrial: crescimento na produção do carvão, ferro, aço e petróleo e na indústria química, elétrica e automobilística;
  3. 3. O fordismo Henry Ford (1863-1947) - Primeira linha de montagem de automóveis; Fordismo – sistema de trabalho, onde cada trabalhador exercia uma tarefa específica com o auxílio de máquinas; Momento de grande prosperidade refletida em abertura de estradas, a construção de moradias, o crescimento das cidades e o aumento no consumo de automóveis, telefones, fogões, entre outros.
  4. 4. Os Estados Unidos na década de 1920 American way of life; O consumismo – a ideologia do consumismo se consolidou e se tornou uma das principais características do american way of life; A cultura de massa e o novo estilo de vida.
  5. 5. A intolerância nos Estados Unidos No período entreguerras, ganhou força nos EUA um nacionalismo extremado que resultou em intolerância e perseguição a grupos sociais considerados “antiamericanos”; Nacionalismo – forte preconceito em relação a negros, socialistas, anarquistas, judeus, católicos e imigrantes, vistos como “antiamericanos”; Ku Klux Klan; A Lei Seca (1920).
  6. 6. A crise de 1929 A quebra da Bolsa; Crise de superprodução X subconsumo; Outubro/1929 – Grande depressão; Recessão econômica (1929-1939); Crise nas sociedades liberais – Inglaterra e França.
  7. 7. O New Deal  O Keynesianismo;  Plano econômico lançado pelo presidente Franklin Delano Roosevelt (1932), o plano consistia em grandes investimentos em obras públicas (usinas hidrelétricas, pontes, estradas), com a finalidade de reduzir o desemprego que assolava o país;  Todos os investimentos vieram acompanhados pela interferência do Estado no mercado, controlando e limitando a produção de mercadorias, a fim de evitar novas crises de superprodução;  Welfare State.
  8. 8. Os regimes autoritários tomam conta da Europa •Crises pós primeira guerra mundial; •Crise econômica, o liberalismo não oferecia resposta para crise; •Trabalhadores denunciavam o capitalismo como responsável pela crise e pregavam a revolução socialista; •Setores da classe média e a grande burguesia apoiavam propostas autoritárias; •Em muitos países, as propostas autoritárias venceram a revolução e o liberalismo. •Características dos regimes totalitários •O autoritarismo e o totalitarismo são regimes de governo que se caracterizam pelo abuso da autoridade no exercício do poder; •O totalitarismo, porém, é um regime extremo, em que a vontade do grupo governante se confunde com o direcionamento do Estado; •Controle do governo sobre imprensa, educação, cultura.
  9. 9. A Itália às vésperas do fascismo • Impulso da economia durante a Primeira Guerra; • Indústria de armamentos, produção de aço e ferro; • Após a guerra: • Inflação; • Desemprego; • Perdas Humanas; • Sentimento de traição. • Os fascistas marcham sobre Roma • Pós-Guerra: • Fortalecimento das organizações operárias, ameaça para monarquia italiana; • Fundação do fasci di combattimento, grupos paramilitares liderados por Benito Mussolini; • 1921 – Fundação do Partido Fascista.
  10. 10. • Em 1922, Mussolini e seu grupo atacavam as organizações operárias e socialistas; • Com apoio dos latifundiários, comerciantes, banqueiros, e industriais, para impedir o avanço da Revolução Socialista; • Em outubro de 1922, os fascistas promoveram a Marcha sobre Roma; • Exigiam a entrega a Mussolini, o rei (Vítor Emanuel III) pressionado, convocou o líder fascista (que a partir daí ficou conhecido como Duce, “o condutor”) a ocupar o cargo de primeiro –ministro, começando a censura. • O fascio “feixe” símbolo do fascismo italiano
  11. 11. O nazismo alemão • A ascensão dos nazistas ao poder na Alemanha colocou em ação a política de expansão territorial e preparou o país para a Segunda Guerra Mundial; • República alemã foi proclamada em 1918 “República de Weimar”; • Após primeira guerra: • Governo alemão assume dividas; • Crises nos anos de 1920: desemprego, concentração de renda, empobrecimento das classes sociais; • A burguesia e a classe média, acusavam o governo de ser responsável pela derrota alemã e de favorecer o movimento operário e socialista; • Uma “solução” extrema: o partido nazista: • Doutrina da superioridade “raça ariana”; • Para os nazistas, a tarefa de expandir a supremacia ariana exigia a destruição dos principais inimigos da Alemanha.
  12. 12. *A ideologia nazista articulou-se politicamente em torno do Partido Nacional Socialista dos Trabalhadores Alemães, fundado em 1919; • Os nazistas responsabilizavam os judeus, os comunistas e o governo republicano e liberal de Weimar pela situação da Alemanha; • Em novembro de 1923, na cidade de Munique, um grupo de nazistas, liderado por Adolf Hitler, tentou dar um golpe (putsch) de Estado e Hitler se proclamou chefe de governo; • Hitler foi preso e na prisão escreveu
  13. 13. • Os nazistas tomam o poder • Em junho de 1932, o Partido Nazista conseguiu vencer as eleições para o Reichstag, o Parlamento alemão; • Em janeiro de 1933, Adolf Hitler assume a chefia do poder alemão (como primeiro-ministro), estava instalada a ditadura nazista na Alemanha; • 1934 – com a morte do presidente Paul von Hindenburg, Hitler assumiu a presidência. • A ideologia nazista • Pangermanismo: o Estado alemão deveria reunir todos os alemães que viviam em outros países em uma mesma nação e, em seguida, estender seu domínio sobre outros territórios para assegurar sua permanência como potência mundial; • O espaço vital: os “povos inferiores” deveriam ser dominados garantindo-se territórios onde os alemães, a “raça superior”, pudessem se multiplicar e viver adequadamente.
  14. 14. Uma análise da sociedade europeia após o fim da Primeira Guerra • Sigmund Freud – Desenvolveu estudos sobre o funcionamento da mente humana; • Analisando o comportamento de seus pacientes, Freud percebeu que muitas doenças físicas eram provocadas por distúrbios psicológicos. Por meio da análise dessas doenças físicas, chamadas de sintomas, Freud fundamentou sua teoria sobre os níveis de consciência; • Teoria da psicanálise – Segundo sua teoria a mente humana é dividida em três níveis: • O consciente (razão); • Pré-consciente – Oscila entre consciência e inconsciência; • Inconsciente – Engloba a maior parte do psiquismo humano e contém elementos intoleráveis à consciência, que são reprimidos;
  15. 15. A influência da Psicanálise na arte europeia • 1924 – o escritor francês André Breton publicou o Manifesto do Surrealismo; • Os artistas privilegiavam os conteúdos oníricos e buscavam expressar elementos do inconsciente; • O surrealismo é considerado a última vanguarda europeia;
  16. 16. Salvador Dalí René Magritte O Terapeuta - 1937 Aparição de um rosto e de uma compota de fruta numa praia - 1938
  17. 17. • Fonte: Livro Vontade de saber História (9° ano) – Capítulo 05 • Editora: FTD • Vídeo Complementar: • https://www.youtube.com/watch?v=9EGoeeOHlLs

×