Julia Boto, Mariana Brasil, Pedro Kassouf e RicardoMonteiro                                        =182=     Inversão Térm...
Inversão térmica    E s t e f e n ô m e n o c lim á t ic o é      r e s u lt a d o d a c a m a d a d e        p o lu iç ã ...
Como ocorre A camada de ar frio por ser mais pesada, acaba  descendo e ficando próxima a superfície da  terra retendo os p...
Onde ocorreO c o r r e g e r a lm e n t e n a s g r a n d e s  c id a d e s . O n d e p o d e m o s  o b s e r v a r , n o...
Consequências Este fenômeno afeta diretamente a saúdedas pessoas, principalmente as crianças,causando doenças respiratória...
Possíveis soluções• As soluções para esse problema estão  ligadas á substituição de derivados de  petróleo por biocombustí...
Ilhas de CalorIlh a s d e c a lo r é onome que s e a umf e n ô m e n o c lim á t ic oque oc orrep r in c ip a lm e n t e n...
ilh a d e c a lo r . C o m o e s t a c id a d e  te m g ra nd e c o nc e ntra ç ã o d e      a s f a lt o ( r u a s , a v ...
Quais são as causas?E x is t e m v á r ia s c a u s a s q u e e x p lic a m a f o r m a ç ã o   d e ilh a d e c a lo r n a...
Consequências• A s ilh a s d e c a lo r a g r a v a m a s   o n d a s  d e c a lo r   , c o m c o n s e q u ê n c ia s s o...
Possíveis soluçõesH á m u it a s c o is a s q u e p o d e m       s e r f e it a s , c o m o :                • P la n t i...
Próximos SlideShares
Carregando em…5
×

Inversão Térmica e Ilhas de Calor

6.165 visualizações

Publicada em

0 comentários
3 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
6.165
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
3
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
291
Comentários
0
Gostaram
3
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Inversão Térmica e Ilhas de Calor

  1. 1. Julia Boto, Mariana Brasil, Pedro Kassouf e RicardoMonteiro =182= Inversão Térmica e Ilhas de Calor
  2. 2. Inversão térmica E s t e f e n ô m e n o c lim á t ic o é r e s u lt a d o d a c a m a d a d e p o lu iç ã o m u it o e le v a d a fa z e nd o c o m q u e a s c a m a d a sd e a r q u e n t e e a r f r io , t r o q u e m d e p o s iç ã o . A in v e r s ã o t é r m ic a p o r s e r u m fe n ô m e no d e c u rta d u ra ç ã o , v a r ia n d o t ip ic a m e n t e d e a lg u m a s h o r a s à a lg u n s d ia s , e s t á in t im a m e n t e r e la c io n a d a àsv a r ia ç õ e s   c lim á t ic a s   d o   t e m po m e t e r e o ló g ic o . O f e n ô m e n o é m a is c o m u m a p ó s a p a s s a g e m d e u m a   f r e n t e f r ia   q u a n d o o
  3. 3. Como ocorre A camada de ar frio por ser mais pesada, acaba descendo e ficando próxima a superfície da terra retendo os poluentes. O ar quente por ser mais leve fica numa camada superior impedindo a dispersão dos poluentes.Acontece que em alguns dias, com mais frequência durante o inverno quando as noites são mais longas e a umidade cai, a superfície da terra sobre alguns locais resfria muito rápido criando uma camada de ar frio abaixo da primeira camada de ar quente.
  4. 4. Onde ocorreO c o r r e g e r a lm e n t e n a s g r a n d e s c id a d e s . O n d e p o d e m o s o b s e r v a r , n o h o r iz o n t e à o lh o n u u m a c a m a d a d e c o r c in z a , f o r m a d a p o r p o lu e n t e s , e s t e s s ã o r e s u lt a d o d a q u e im a d e c o m b u s t ív e is f ó s s e is p o r c a r r o s , m o t o s e f á b r ic a s .A p r im e ir a in v e r s ã o t é r m ic a a s s o c ia d a a g r a n d e s p r o p o r ç õ e s d e c o n c e n t r a ç ã o d e p o lu e n t e s n o a r oc orre u e m de ze mbro d e   19 5 2   e m   L o n d r e s , s e n d o
  5. 5. Consequências Este fenômeno afeta diretamente a saúdedas pessoas, principalmente as crianças,causando doenças respiratórias, cansaçoentre outros problemas.Irritação nos olhos e intoxicações tambémsão algumas das consequências daconcentração de poluentes na camada dear próxima ao solo. 
  6. 6. Possíveis soluções• As soluções para esse problema estão ligadas á substituição de derivados de petróleo por biocombustíveis e energia elétrica. E a arborização das ruas da cidade.• Campanhas públicas conscientizando as pessoas sobre a necessidade de trocar o transporte individual (particular) pelo transporte público (ônibus e metrô) também ajudaria a amenizar o problema. A fiscalização nas regiões onde ocorrem queimadas irregulares também contribuiria neste sentido.
  7. 7. Ilhas de CalorIlh a s d e c a lo r é onome que s e a umf e n ô m e n o c lim á t ic oque oc orrep r in c ip a lm e n t e n a sc id a d e s c o m e le v a d og r a u d e u r b a n iz a ç ã o .N e s t a s c id a d e s , at e m p e r a t u r a m é d iac o s t u m a s e r m a is
  8. 8. ilh a d e c a lo r . C o m o e s t a c id a d e te m g ra nd e c o nc e ntra ç ã o d e a s f a lt o ( r u a s , a v e n id a s ) e c o n c r e t o ( c a s a s , p r é d io s e o u t r a s c o n s t r u ç õ e s ) , e la c o n c e n t r a m a is c a lo r , f a z e n d o c o m q u e a t e m p e r a t u r a f iq u ea c im a d a m é d ia d o s m u n ic íp io s . A u m id a d e r e la t iv a d o a r t a m b é m f ic a b a ix a n e s t a s á re a s .
  9. 9. Quais são as causas?E x is t e m v á r ia s c a u s a s q u e e x p lic a m a f o r m a ç ã o d e ilh a d e c a lo r n a s c id a d e s , c o m o :  R e d u ç ã o d a s á r e a s v e r d e sU s o d e m a t e r i a i s m u i t o a b s o r v e d o r e s d a r a d ia ç ã o s o la r ( d e b a ix a r e f le t iv id a d e )  F o n t e s a n t r ó p i c a s d e c a l o r .
  10. 10. Consequências• A s ilh a s d e c a lo r a g r a v a m a s   o n d a s d e c a lo r   , c o m c o n s e q u ê n c ia s s o b r e o a u m e n t o d a m o r t a lid a d e d e id o s o s e d o e nte s q u e a p re s e nte m re d u ç ã o e m s u a c a p a c id a d e d e t e r m o r r e g u la ç ã o c orpóre a e de pe rc e pç ã o da n e c e s s id a d e c o r p ó r e a d e h id r a t a ç ã o ( id o s o s e p a c ie n t e s c o m d o e n ç a s m e n t a is o u d e m o b ilid a d e ) . U m a c a n íc u la m u it o in t e n s a s e a b a t e u n a E u r o p a e m 2 0 0 3 . A p o p u la ç ã o d a F r a n ç a f o i m u it o a t in g id a e m a is d e 15 0 0 p e s s o a s m o r r e r a m n o s d i a s d e
  11. 11. Possíveis soluçõesH á m u it a s c o is a s q u e p o d e m s e r f e it a s , c o m o : • P la n t io d e á rvo re s e m g ra nde q u a n t id a d e n a s g ra nde s c id a d e s , c r ia ç ã o de pa rque s e p re s e rva ç ã o da s á re a s ve rd e s ; • M e d id a s p a r a d im in u ir a p o lu iç ã o d o a r :

×