7806248.jpg
 Classificação:
São agentes químicos que, ao serem introduzidos no
organismo por inalação, absorção ou ingestão, podem
ca...
Os riscos químicos presentes nos locais de trabalho são
encontrados na forma sólida, líquida e gasosa.
E classificam-se em...
GASES
Estado natural das substâncias nas condições usuais de
temperatura e pressão.
Ex: GLP, hidrogênio, ácido nítrico, bu...
FUMOS
Partículas sólidas produzidas por
condensação de vapores metálicos.
Ex: fumos de óxido de zinco nas
operações de sol...
NÉVOAS
Partículas líquidas resultantes da condensação de
vapores ou da dispersão mecânica de líquidos.
Ex: névoa resultant...
São partículas sólidas geradas mecanicamente por ruptura
de partículas maiores. As poeiras são classificadas em:
poeiras m...
Penetração dos Agentes Químicos
• Via cutânea (pele).
• Via digestiva (boca).
• Via respiratória (nariz).
• A penetração d...
As medidas sugeridas abaixo pretendem dar apenas
uma ideia do que pode ser adotado, pois existe uma
grande quantidade de p...
Efeitos Tóxicos
Danos sobre o organismo humano:
Após penetrar no organismo, os agentes químicos
podem provocar uma varieda...
Medidas gerais de prevenção e proteção
• Conceber e organizar métodos de trabalho adequados;
• Substituir os agentes ...
Turma: Eletrotécnica 157
Alunos:
Sérgio de Souza
Adilson Alves
Fagner Paiva
Paulo Cesar Coreia
Professora:
Ariane Portugal
Próximos SlideShares
Carregando em…5
×

Trabalho de sms

245 visualizações

Publicada em

RISCOS QUÍMICOS

Publicada em: Educação
0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
245
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
7
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
2
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Trabalho de sms

  1. 1. 7806248.jpg
  2. 2.  Classificação: São agentes químicos que, ao serem introduzidos no organismo por inalação, absorção ou ingestão, podem causar efeitos graves e/ou mortais.  Precaução: Evitar qualquer contato com o corpo humano e observar cuidados especiais com produtos cancerígenos, teratogênicos ou mutagênicos.
  3. 3. Os riscos químicos presentes nos locais de trabalho são encontrados na forma sólida, líquida e gasosa. E classificam-se em: poeiras, fumos, névoas, gases, vapores, neblinas e substâncias, compostos e produtos químicos em geral.
  4. 4. GASES Estado natural das substâncias nas condições usuais de temperatura e pressão. Ex: GLP, hidrogênio, ácido nítrico, butano, ozona, etc.
  5. 5. FUMOS Partículas sólidas produzidas por condensação de vapores metálicos. Ex: fumos de óxido de zinco nas operações de soldagem com ferro. Consequências: doença pulmonar obstrutiva, febre de fumos metálicos intoxicação específica de acordo como metal.
  6. 6. NÉVOAS Partículas líquidas resultantes da condensação de vapores ou da dispersão mecânica de líquidos. Ex: névoa resultante do processo de pintura a revólver, monóxido de carbono liberado pelos escapamentos dos carros.
  7. 7. São partículas sólidas geradas mecanicamente por ruptura de partículas maiores. As poeiras são classificadas em: poeiras minerais Ex: sílica, asbesto, carvão mineral. POEIRAS
  8. 8. Penetração dos Agentes Químicos • Via cutânea (pele). • Via digestiva (boca). • Via respiratória (nariz). • A penetração dos agentes químicos no organismo depende de sua forma de utilização.
  9. 9. As medidas sugeridas abaixo pretendem dar apenas uma ideia do que pode ser adotado, pois existe uma grande quantidade de produtos químicos em uso e as medidas de proteção devem ser adaptadas a cada tipo. MEDIDAS DE CONTROLE
  10. 10. Efeitos Tóxicos Danos sobre o organismo humano: Após penetrar no organismo, os agentes químicos podem provocar uma variedade de efeitos tóxicos, incluindo efeitos imediatos (agúdos) ou os efeitos a longo prazo (crônicos), dependendo da natureza do produto químico e da via de exposição. As partes do corpo mais afetadas são os pulmões, a pele, sistema nervoso (cérebro e nervos), a medula óssea, o fígado e os rins.
  11. 11. Medidas gerais de prevenção e proteção • Conceber e organizar métodos de trabalho adequados; • Substituir os agentes químicos perigosos por outros menos perigosos ou isentos de perigo, reduzindo ao mínimo a quantidade de agentes químicos perigosos usados; • Utilizar equipamento adequado para trabalhar com agentes químicos; • Utilizar, nas operações de manutenção, processos que garantam a saúde e segurança dos trabalhadores;
  12. 12. Turma: Eletrotécnica 157 Alunos: Sérgio de Souza Adilson Alves Fagner Paiva Paulo Cesar Coreia Professora: Ariane Portugal

×