SlideShare uma empresa Scribd logo
Há mais de um ano que ouço falar neste estudo…
20 Jul, 2015 in Escola Disciplina by Alexandre Henriques
No dia 18 de julho saiu esta notícia no DN.
PROFESSORES NÃO TÊM FORMAÇÃO
PARA LIDAR COM A INDISCIPLINA NAS
SALAS DE AULA
Há um défice de formação para lidar com a indisciplina em Portugal, de acordo com
um estudo que está a ser desenvolvido pela Universidade do Minho e que contou com a
colaboração de três mil professores. 60% dos participantes, muitos no ensino há várias
décadas, afirmaram nunca ter tido qualquer formação específica para lidar com este
problema, que até ao 25 de Abril de 1974 era resolvido através da aplicação de
castigos severos com réguas e canas-da-índia. A situação agrava-se quando 85% dos
participantes consideram que a indisciplina “aumentou significativamente, ou muito
significativamente”, nas salas de aula nos últimos cinco anos.
Este estudo começou a ser feito há mais de
um ano e foi apresentado na Assembleia da República no passado mês de maio, numa
conferência sobre “Indisciplina em Meio Escolar”. A mesma conferência onde o ComRegras foi
citado pelo Vice-Presidente da ANDAEP, Filinto Lima, e que foi publicada aqui. Portanto, a
notícia de 18 de julho do DN é uma não notícia, o que não é novidade, pois basta estarmos
atentos aos telejornais para assistirmos a várias notícias em loop. A novidade neste caso foi
dar uma não notícia com mais de um mês e meio de atraso…
Sobre o estudo propriamente dito, eu vi o seu inquérito e respondi ao mesmo. Em maio
já tinham respondido aproximadamente 3500 professores, uma amostragem curta tendo
em conta o universo docente, mas infelizmente a adesão voluntária para responder a
inquéritos desta natureza está pelas ruas da amargura… Se este estudo continua a ser
desenvolvido, certamente que não deve ser à custa do mesmo inquérito, tal não faria
sentido tendo em conta que já passou um ano desde o seu início. Continuo a aguardar as
conclusões finais deste estudo, que considero muito relevante, mas infelizmente
tarda em terminar.
Ao menos esta notícia serviu para que o blogue Atenta Inquietude, fizesse uma análise
bastante lúcida sobre a indisciplina em Portugal e que vale a pena ler.
INDISCIPLINA ESCOLAR. PROBLEMAS NOVOS,
SOLUÇÕES NOVAS
Segundo um estudo em curso realizado pela Universidade do Minho envolvendo 3000
professores, 60 % dos participantes revela não ter recebido formação específica para
lidar com problemas de indisciplina na sala de aula. Cerca de 85 % considera que a
ocorrência de episódios de indisciplina aumentou nos últimos cinco anos.
Os professores inquiridos referem (por esta ordem) a família, as políticas educativas, os
alunos, as direcções de escola e os próprios professores como factores contributivos
para situações de indisciplina
Outros estudos sugerem que uma parte bastante significativa do tempo dos professores
em sala de aula é gasta na gestão do comportamento dos alunos em detrimento das
tarefas de ensino.
Algumas notas.
Em primeiro lugar julgo que importa clarificar o que está em causa. Permitir, por
exemplo, que um telemóvel toque na sala de aula ou outros comportamentos
desadequados em sala de aula ou na escola serão indisciplina, insultar, humilhar,
confrontar fisicamente um professor, comportamentos frequentes de agressão ou roubos
a colegas configuram pré-delinquência ou delinquência e comportamentos disruptivos
podem ainda estar ligados a perturbações de natureza psicológica.
A escola não pode ser responsabilizada e considerada competente por e para todo este
universo de problemas nos comportamentos dos mais novos. Para situações de pré-
delinquência ou perturbações do comportamento pode, evidentemente, dar contributos
mas não assumir a responsabilidade pelo que importa clarificar a análise.
Centremo-nos então na indisciplina escolar que considero matéria de competência da
escola e matéria de responsabilidade de toda a comunidade, incluindo os pais,
naturalmente, e todas as figuras com relevância social, por exemplo, não se riam,
políticos ou jogadores de futebol.
O Estatuto do Aluno, no qual o MEC depositava públicas esperanças que me pareceram,
desde sempre, sobrevalorizadas e desadequadas face aos seus conteúdos e à realidade
das escolas e comunidades actuais, qualquer que seja, é um regulador, melhor ou pior,
mas nunca A solução e, pela mesma razão, nunca será A causa da indisciplina. Daí a
minha reserva face aos discursos do MEC acreditando que do lado de fora da escola os
problemas se resolverão.
Parece-me também de referir que todas as figuras sociais a que se colam traços de
autoridade por exemplo, pais, professores, médicos, polícias, idosos, etc., viram alterada
a representação social sobre esses traços. Dito de outra maneira, o facto de ser velho,
polícia, professor ou médico, já não basta, só por si, para inibir comportamentos de
desrespeito pelo que importa perceber o impacto destas alterações nas relações entre
professores e alunos.
As mudanças significativas no quadro de valores e nos comportamentos criam
dimensões novas em torno de um problema velho, a indisciplina. Daqui decorre, por
exemplo, que restaurar a autoridade dos professores, tal como era percebida há décadas,
é uma impossibilidade porque os tempos mudaram e não voltam para trás. Pela mesma
razão, não se fala em restaurar a relação pais – filhos nos termos em que se processava
antigamente e falar da “responsabilização” dos pais é interessante, mas é outro nada.
Um professor ganha tanta mais autoridade quanto mais competente e apoiado se sentir.
O apoio aos professores é um problema central no que respeita à indisciplina mas não
só.
Assim sendo, o MEC não pode desenvolver políticas que socialmente deixem o
professor desapoiado, que comprometam o clima e a qualidade de trabalho nas escolas
e, simultaneamente, afirmar que vai restaurar a sua autoridade e promover a sua
valorização social. Também por isto se questiona a incompetente constituição de mega-
agrupamentos e de escolas e turmas com dimensões excessivas, variável associada à
indisciplina escolar.
É também importante reajustar a formação de professores. As escolas de formação de
professores não podem “ensinar” só o que sabem ensinar, mas o que é necessário ser
aprendido pelos novos professores e pelos professores em serviço. Problemas “novos”
carecem também de abordagens “novas”.
Parece também importante a existência de estruturas de mediação entre a escola e a
família o que implica a existência de recursos humanos qualificados e disponíveis.
Veja-se o trabalho dos GAAFs apoiados pelo IAC, experiências no âmbito da
intervenção da Associação EPIS ou iniciativas que algumas escolas conseguem
desenvolver e que permitam apoiar os pais dos miúdos maus que querem ter miúdos
bons e identificar as situações para as quais, a comprovada negligência dos pais exigirá
outras medidas que envolvam, eficazmente e em tempo oportuno as CPCJ.
Um caminho de autonomia, com a alteração desejável dos modelos de organização e
funcionamento das escolas e na gestão curricular, deveriam permitir que as escolas,
algumas escolas, mais problemáticas tivessem menos alunos por turma, mais assistentes
operacionais com formação em mediação e gestão de conflitos ou ainda que se
utilizassem, existindo, professores em dispositivos de apoio a alunos em dificuldades.
Por outro lado, os estudos e as boas práticas mostram que a presença simultânea de dois
professores é um excelente contributo para o sucesso na aprendizagem e para a
minimização de problemas de comportamento bem como se conhece o efeito do apoio
precoce às dificuldades dos alunos.
As dificuldades dos alunos estão com muita frequência na base do absentismo e da
indisciplina, os alunos com sucesso, em princípio, não faltam e não apresentam grandes
problemas de indisciplina.
Os professores também sabem que na maior parte das vezes, os alunos indisciplinados
não mudam os seus comportamentos por mais suspensões que sofram. É evidente que
importa admitir sanções, no entanto, fazer assentar o combate à indisciplina nos castigos
aos alunos e, eventualmente, nas multas e retirada de apoios aos pais, é ineficaz, é
facilitista na medida em que é a medida mais fácil e mais barata, é demagógica porque
vai ao encontro dos discursos populistas que aplaudem a ideia do “prender” do
“expulsar” até ficarem só os nossos filhos.
O problema é quando também nos toca a nós, aí clamamos por apoios.
Os discursos demagógicos e populistas, ainda que bem-intencionados, não são um bom
serviço à minimização dos muito frequentes incidentes de indisciplina que minam a
qualidade cívica da nossa vida além, naturalmente, da qualidade e sucesso do trabalho
educativo de alunos, professores e pais.
Zé Morgado (2015). “INDISCIPLINA ESCOLAR. PROBLEMAS NOVOS, SOLUÇÕES
NOVAS”. http://atentainquietude.blogspot.pt/, 18 de julho.

Mais conteúdo relacionado

Mais procurados

Escola da ponte
Escola da ponteEscola da ponte
Escola da ponte
DaniSFog
 
Brochura educadores 2012_2
Brochura educadores 2012_2Brochura educadores 2012_2
Brochura educadores 2012_2
José Matias Alves
 
Evasão escolar
Evasão escolar Evasão escolar
Evasão escolar
Sônia Laide Lacerda Neves
 
Regulação da Educação: medidas de combate ao insucesso escolar, Docente: Prof...
Regulação da Educação: medidas de combate ao insucesso escolar, Docente: Prof...Regulação da Educação: medidas de combate ao insucesso escolar, Docente: Prof...
Regulação da Educação: medidas de combate ao insucesso escolar, Docente: Prof...
A. Rui Teixeira Santos
 
Dn indisciplina escola
Dn indisciplina escolaDn indisciplina escola
Dn indisciplina escola
pr_afsalbergaria
 
Educação de jovens e adultos
Educação de jovens e adultosEducação de jovens e adultos
Educação de jovens e adultos
marcelle55
 
O insucesso escolar
O insucesso escolarO insucesso escolar
O insucesso escolar
Pedro Kangombe
 
Projeto de pesquisaii p email
Projeto de pesquisaii p emailProjeto de pesquisaii p email
Projeto de pesquisaii p email
rupisiland
 
Sucesso e insucesso escolar
Sucesso e insucesso escolarSucesso e insucesso escolar
Sucesso e insucesso escolar
Tania Alexandra Martins
 
3.9 os professores problematica_luciano_campos
3.9 os professores  problematica_luciano_campos3.9 os professores  problematica_luciano_campos
3.9 os professores problematica_luciano_campos
José Fernando Souza
 
Espaços formais de Educação Sexual na escola.
Espaços formais de Educação Sexual na escola.Espaços formais de Educação Sexual na escola.
Espaços formais de Educação Sexual na escola.
Fábio Fernandes
 
ADOLESCENTES GRÁVIDAS: OS DESAFIOS E AS PERSPECTIVAS NO CONTEXTO ESCOLAR
ADOLESCENTES GRÁVIDAS: OS DESAFIOS E AS PERSPECTIVAS NO CONTEXTO ESCOLARADOLESCENTES GRÁVIDAS: OS DESAFIOS E AS PERSPECTIVAS NO CONTEXTO ESCOLAR
ADOLESCENTES GRÁVIDAS: OS DESAFIOS E AS PERSPECTIVAS NO CONTEXTO ESCOLAR
Janaina Silveira
 
PROEJA-FIC - Evasão Escolar dos Alunos do Curso PROEJA-FIC da EMEF Leopoldina...
PROEJA-FIC - Evasão Escolar dos Alunos do Curso PROEJA-FIC da EMEF Leopoldina...PROEJA-FIC - Evasão Escolar dos Alunos do Curso PROEJA-FIC da EMEF Leopoldina...
PROEJA-FIC - Evasão Escolar dos Alunos do Curso PROEJA-FIC da EMEF Leopoldina...
Alexandre da Rosa
 
Evasão Escolar
Evasão EscolarEvasão Escolar
Evasão Escolar
Carla Brígida
 
entrevista com a Professora Maria Malta
entrevista com a Professora Maria Maltaentrevista com a Professora Maria Malta
entrevista com a Professora Maria Malta
Miriam Camargo
 
Indisciplina escolar sentidos_atribuidos_alunos_ensino_fundamental
Indisciplina escolar sentidos_atribuidos_alunos_ensino_fundamentalIndisciplina escolar sentidos_atribuidos_alunos_ensino_fundamental
Indisciplina escolar sentidos_atribuidos_alunos_ensino_fundamental
elianabizarro
 
Trabalho insucesso escolar
Trabalho insucesso escolar Trabalho insucesso escolar
Trabalho insucesso escolar
Raquel Camacho
 
Resenha revista exitus v4 n1 p275-279
Resenha   revista exitus v4 n1 p275-279Resenha   revista exitus v4 n1 p275-279
Resenha revista exitus v4 n1 p275-279
Carlos Alberto Monteiro
 
Freitas, luiz carlos de ciclo, seriacao, avaliacao
Freitas, luiz carlos de   ciclo, seriacao, avaliacaoFreitas, luiz carlos de   ciclo, seriacao, avaliacao
Freitas, luiz carlos de ciclo, seriacao, avaliacao
marcaocampos
 
O Insucesso Escolar
O Insucesso EscolarO Insucesso Escolar
O Insucesso Escolar
MARISE VON FRUHAUF HUBLARD
 

Mais procurados (20)

Escola da ponte
Escola da ponteEscola da ponte
Escola da ponte
 
Brochura educadores 2012_2
Brochura educadores 2012_2Brochura educadores 2012_2
Brochura educadores 2012_2
 
Evasão escolar
Evasão escolar Evasão escolar
Evasão escolar
 
Regulação da Educação: medidas de combate ao insucesso escolar, Docente: Prof...
Regulação da Educação: medidas de combate ao insucesso escolar, Docente: Prof...Regulação da Educação: medidas de combate ao insucesso escolar, Docente: Prof...
Regulação da Educação: medidas de combate ao insucesso escolar, Docente: Prof...
 
Dn indisciplina escola
Dn indisciplina escolaDn indisciplina escola
Dn indisciplina escola
 
Educação de jovens e adultos
Educação de jovens e adultosEducação de jovens e adultos
Educação de jovens e adultos
 
O insucesso escolar
O insucesso escolarO insucesso escolar
O insucesso escolar
 
Projeto de pesquisaii p email
Projeto de pesquisaii p emailProjeto de pesquisaii p email
Projeto de pesquisaii p email
 
Sucesso e insucesso escolar
Sucesso e insucesso escolarSucesso e insucesso escolar
Sucesso e insucesso escolar
 
3.9 os professores problematica_luciano_campos
3.9 os professores  problematica_luciano_campos3.9 os professores  problematica_luciano_campos
3.9 os professores problematica_luciano_campos
 
Espaços formais de Educação Sexual na escola.
Espaços formais de Educação Sexual na escola.Espaços formais de Educação Sexual na escola.
Espaços formais de Educação Sexual na escola.
 
ADOLESCENTES GRÁVIDAS: OS DESAFIOS E AS PERSPECTIVAS NO CONTEXTO ESCOLAR
ADOLESCENTES GRÁVIDAS: OS DESAFIOS E AS PERSPECTIVAS NO CONTEXTO ESCOLARADOLESCENTES GRÁVIDAS: OS DESAFIOS E AS PERSPECTIVAS NO CONTEXTO ESCOLAR
ADOLESCENTES GRÁVIDAS: OS DESAFIOS E AS PERSPECTIVAS NO CONTEXTO ESCOLAR
 
PROEJA-FIC - Evasão Escolar dos Alunos do Curso PROEJA-FIC da EMEF Leopoldina...
PROEJA-FIC - Evasão Escolar dos Alunos do Curso PROEJA-FIC da EMEF Leopoldina...PROEJA-FIC - Evasão Escolar dos Alunos do Curso PROEJA-FIC da EMEF Leopoldina...
PROEJA-FIC - Evasão Escolar dos Alunos do Curso PROEJA-FIC da EMEF Leopoldina...
 
Evasão Escolar
Evasão EscolarEvasão Escolar
Evasão Escolar
 
entrevista com a Professora Maria Malta
entrevista com a Professora Maria Maltaentrevista com a Professora Maria Malta
entrevista com a Professora Maria Malta
 
Indisciplina escolar sentidos_atribuidos_alunos_ensino_fundamental
Indisciplina escolar sentidos_atribuidos_alunos_ensino_fundamentalIndisciplina escolar sentidos_atribuidos_alunos_ensino_fundamental
Indisciplina escolar sentidos_atribuidos_alunos_ensino_fundamental
 
Trabalho insucesso escolar
Trabalho insucesso escolar Trabalho insucesso escolar
Trabalho insucesso escolar
 
Resenha revista exitus v4 n1 p275-279
Resenha   revista exitus v4 n1 p275-279Resenha   revista exitus v4 n1 p275-279
Resenha revista exitus v4 n1 p275-279
 
Freitas, luiz carlos de ciclo, seriacao, avaliacao
Freitas, luiz carlos de   ciclo, seriacao, avaliacaoFreitas, luiz carlos de   ciclo, seriacao, avaliacao
Freitas, luiz carlos de ciclo, seriacao, avaliacao
 
O Insucesso Escolar
O Insucesso EscolarO Insucesso Escolar
O Insucesso Escolar
 

Destaque

A escola não se pode dar ao luxo de ser permissiva
A escola não se pode dar ao luxo de ser permissivaA escola não se pode dar ao luxo de ser permissiva
A escola não se pode dar ao luxo de ser permissiva
Do outro lado da barricada
 
Somos amadores no que à indisciplina diz respeito
Somos amadores no que à indisciplina diz respeitoSomos amadores no que à indisciplina diz respeito
Somos amadores no que à indisciplina diz respeito
Do outro lado da barricada
 
Guia escolas
Guia escolasGuia escolas
Folheto infor ir_smod3_2016
Folheto infor ir_smod3_2016Folheto infor ir_smod3_2016
Folheto infor ir_smod3_2016
Do outro lado da barricada
 
Portaria 260-2014-ingles
Portaria 260-2014-inglesPortaria 260-2014-ingles
Portaria 260-2014-ingles
Do outro lado da barricada
 
Publicitação do início do procedimento relativo à alteração à Portaria n.º 26...
Publicitação do início do procedimento relativo à alteração à Portaria n.º 26...Publicitação do início do procedimento relativo à alteração à Portaria n.º 26...
Publicitação do início do procedimento relativo à alteração à Portaria n.º 26...
Do outro lado da barricada
 
Trabalho de educação física corrida de estadio
Trabalho de educação física corrida de estadioTrabalho de educação física corrida de estadio
Trabalho de educação física corrida de estadio
Márcia Barnabe
 
Informações aos alunos DT
Informações aos alunos DTInformações aos alunos DT
Informações aos alunos DT
Isabel Moura
 
Alunos realizando atividades_Escola G. V.
Alunos realizando atividades_Escola G. V.Alunos realizando atividades_Escola G. V.
Alunos realizando atividades_Escola G. V.
Maria do Carmo Lira silva
 
ATIVIDADES FÍSICAS
ATIVIDADES FÍSICASATIVIDADES FÍSICAS
ATIVIDADES FÍSICAS
Elaine-Santana
 
Deficiencia fisica
Deficiencia fisicaDeficiencia fisica
Deficiencia fisica
sandra de araujo cardoso
 
Indisciplina escolar: diferentes olhares teóricos
Indisciplina escolar: diferentes olhares teóricosIndisciplina escolar: diferentes olhares teóricos
Indisciplina escolar: diferentes olhares teóricos
primeiraopcao
 
Indisciplina reflexão
Indisciplina reflexãoIndisciplina reflexão
Indisciplina reflexão
Marilene Rangel Rangel
 
Avaliação em ed. física
Avaliação em ed. físicaAvaliação em ed. física
Avaliação em ed. física
Marcos Dieison
 
Ludicidade na educaçao infantil
Ludicidade na educaçao infantilLudicidade na educaçao infantil
Ludicidade na educaçao infantil
maxsoelia almeida
 
Atividades de Educação Física
Atividades de Educação FísicaAtividades de Educação Física
Atividades de Educação Física
Hernani1
 
Educação inclusiva
Educação inclusivaEducação inclusiva
Educação inclusiva
Edigleuma Vieira dos Santos
 
Aprendei de mim primarios e menores (1)
Aprendei de mim primarios e menores (1)Aprendei de mim primarios e menores (1)
Aprendei de mim primarios e menores (1)
Marilene Rangel Rangel
 
Educacao Fisica Escolar
Educacao Fisica EscolarEducacao Fisica Escolar
Educacao Fisica Escolar
teixeirajuciane
 
Educacao fisica-adaptada
Educacao fisica-adaptadaEducacao fisica-adaptada
Educacao fisica-adaptada
Diego Augusto
 

Destaque (20)

A escola não se pode dar ao luxo de ser permissiva
A escola não se pode dar ao luxo de ser permissivaA escola não se pode dar ao luxo de ser permissiva
A escola não se pode dar ao luxo de ser permissiva
 
Somos amadores no que à indisciplina diz respeito
Somos amadores no que à indisciplina diz respeitoSomos amadores no que à indisciplina diz respeito
Somos amadores no que à indisciplina diz respeito
 
Guia escolas
Guia escolasGuia escolas
Guia escolas
 
Folheto infor ir_smod3_2016
Folheto infor ir_smod3_2016Folheto infor ir_smod3_2016
Folheto infor ir_smod3_2016
 
Portaria 260-2014-ingles
Portaria 260-2014-inglesPortaria 260-2014-ingles
Portaria 260-2014-ingles
 
Publicitação do início do procedimento relativo à alteração à Portaria n.º 26...
Publicitação do início do procedimento relativo à alteração à Portaria n.º 26...Publicitação do início do procedimento relativo à alteração à Portaria n.º 26...
Publicitação do início do procedimento relativo à alteração à Portaria n.º 26...
 
Trabalho de educação física corrida de estadio
Trabalho de educação física corrida de estadioTrabalho de educação física corrida de estadio
Trabalho de educação física corrida de estadio
 
Informações aos alunos DT
Informações aos alunos DTInformações aos alunos DT
Informações aos alunos DT
 
Alunos realizando atividades_Escola G. V.
Alunos realizando atividades_Escola G. V.Alunos realizando atividades_Escola G. V.
Alunos realizando atividades_Escola G. V.
 
ATIVIDADES FÍSICAS
ATIVIDADES FÍSICASATIVIDADES FÍSICAS
ATIVIDADES FÍSICAS
 
Deficiencia fisica
Deficiencia fisicaDeficiencia fisica
Deficiencia fisica
 
Indisciplina escolar: diferentes olhares teóricos
Indisciplina escolar: diferentes olhares teóricosIndisciplina escolar: diferentes olhares teóricos
Indisciplina escolar: diferentes olhares teóricos
 
Indisciplina reflexão
Indisciplina reflexãoIndisciplina reflexão
Indisciplina reflexão
 
Avaliação em ed. física
Avaliação em ed. físicaAvaliação em ed. física
Avaliação em ed. física
 
Ludicidade na educaçao infantil
Ludicidade na educaçao infantilLudicidade na educaçao infantil
Ludicidade na educaçao infantil
 
Atividades de Educação Física
Atividades de Educação FísicaAtividades de Educação Física
Atividades de Educação Física
 
Educação inclusiva
Educação inclusivaEducação inclusiva
Educação inclusiva
 
Aprendei de mim primarios e menores (1)
Aprendei de mim primarios e menores (1)Aprendei de mim primarios e menores (1)
Aprendei de mim primarios e menores (1)
 
Educacao Fisica Escolar
Educacao Fisica EscolarEducacao Fisica Escolar
Educacao Fisica Escolar
 
Educacao fisica-adaptada
Educacao fisica-adaptadaEducacao fisica-adaptada
Educacao fisica-adaptada
 

Semelhante a Há mais de um ano que ouço falar neste estudo

Indisciplina na sala de aula
Indisciplina na sala de aulaIndisciplina na sala de aula
Indisciplina na sala de aula
oficinadeaprendizagemace
 
Artigo opiniao - Cristiana Carvalho
Artigo opiniao -  Cristiana CarvalhoArtigo opiniao -  Cristiana Carvalho
Artigo opiniao - Cristiana Carvalho
Ana Leite
 
Jennifer alyne maria
Jennifer alyne mariaJennifer alyne maria
Jennifer alyne maria
Fernando Pissuto
 
Ver e Viver Indisciplina _MariaCéuRibeiro.pdf
Ver e Viver Indisciplina _MariaCéuRibeiro.pdfVer e Viver Indisciplina _MariaCéuRibeiro.pdf
Ver e Viver Indisciplina _MariaCéuRibeiro.pdf
Joana Faria
 
Slide da apresentação
Slide da apresentaçãoSlide da apresentação
Slide da apresentação
Teresa Cristina Gonçalves Leopoldo
 
Indisciplina
IndisciplinaIndisciplina
Indisciplina
Docência "in loco"
 
Artigo10 didatica-na-relacao-professor-aluno
Artigo10 didatica-na-relacao-professor-alunoArtigo10 didatica-na-relacao-professor-aluno
Artigo10 didatica-na-relacao-professor-aluno
UFRJ
 
Artigo ana angélica
Artigo   ana angélicaArtigo   ana angélica
Artigo ana angélica
Fátima Noronha
 
Causas de indisciplina
Causas de indisciplinaCausas de indisciplina
Causas de indisciplina
ceriberto
 
Causas de indisciplina
Causas de indisciplinaCausas de indisciplina
Causas de indisciplina
ceriberto
 
Indisciplina na Sala de Aula
Indisciplina na Sala de AulaIndisciplina na Sala de Aula
Indisciplina na Sala de Aula
Raquel Camacho
 
A indisciplina no contexto escolar
A indisciplina no contexto escolarA indisciplina no contexto escolar
A indisciplina no contexto escolar
Tamiris Cerqueira
 
Tcc heterogeneidade no ambiente escolar
Tcc heterogeneidade no ambiente escolarTcc heterogeneidade no ambiente escolar
Tcc heterogeneidade no ambiente escolar
AlanWillianLeonioSil
 
CONSIDERAÇÕES ENTRE INDISCIPLINA E PRÁTICA PEDAGÓGICA NO COTIDIANO ESCOLAR ...
CONSIDERAÇÕES ENTRE INDISCIPLINA  E PRÁTICA PEDAGÓGICA NO COTIDIANO ESCOLAR  ...CONSIDERAÇÕES ENTRE INDISCIPLINA  E PRÁTICA PEDAGÓGICA NO COTIDIANO ESCOLAR  ...
CONSIDERAÇÕES ENTRE INDISCIPLINA E PRÁTICA PEDAGÓGICA NO COTIDIANO ESCOLAR ...
christianceapcursos
 
Cc (2) perronou
Cc (2) perronouCc (2) perronou
Cc (2) perronou
johnbank1
 
Ana Picanco. ee e escola tese de mestrado
Ana Picanco. ee e escola  tese de mestradoAna Picanco. ee e escola  tese de mestrado
Ana Picanco. ee e escola tese de mestrado
Maria Pedro Pinho
 
A GESTAO DEMOCRATICA E A RELAÇÃO FAMILIA E ESCOLA: DESAFIOS E PESPECTIVAS
A GESTAO DEMOCRATICA E A RELAÇÃO FAMILIA E ESCOLA: DESAFIOS E PESPECTIVASA GESTAO DEMOCRATICA E A RELAÇÃO FAMILIA E ESCOLA: DESAFIOS E PESPECTIVAS
A GESTAO DEMOCRATICA E A RELAÇÃO FAMILIA E ESCOLA: DESAFIOS E PESPECTIVAS
RafaelaNascimento86
 
DISCALCULIA NO ENSINO MÉDIO: DAS CONDIÇÕES DE CONTORNAR O DISTÚRBIO - Relatório
DISCALCULIA NO ENSINO MÉDIO: DAS CONDIÇÕES DE CONTORNAR O DISTÚRBIO - Relatório DISCALCULIA NO ENSINO MÉDIO: DAS CONDIÇÕES DE CONTORNAR O DISTÚRBIO - Relatório
DISCALCULIA NO ENSINO MÉDIO: DAS CONDIÇÕES DE CONTORNAR O DISTÚRBIO - Relatório
Elisângela Feitosa
 
Sucesso e insucesso escolar
Sucesso e insucesso escolarSucesso e insucesso escolar
Sucesso e insucesso escolar
Tânia Martins
 
Artigo sobre evasão
Artigo sobre evasãoArtigo sobre evasão
Artigo sobre evasão
mdemiguel
 

Semelhante a Há mais de um ano que ouço falar neste estudo (20)

Indisciplina na sala de aula
Indisciplina na sala de aulaIndisciplina na sala de aula
Indisciplina na sala de aula
 
Artigo opiniao - Cristiana Carvalho
Artigo opiniao -  Cristiana CarvalhoArtigo opiniao -  Cristiana Carvalho
Artigo opiniao - Cristiana Carvalho
 
Jennifer alyne maria
Jennifer alyne mariaJennifer alyne maria
Jennifer alyne maria
 
Ver e Viver Indisciplina _MariaCéuRibeiro.pdf
Ver e Viver Indisciplina _MariaCéuRibeiro.pdfVer e Viver Indisciplina _MariaCéuRibeiro.pdf
Ver e Viver Indisciplina _MariaCéuRibeiro.pdf
 
Slide da apresentação
Slide da apresentaçãoSlide da apresentação
Slide da apresentação
 
Indisciplina
IndisciplinaIndisciplina
Indisciplina
 
Artigo10 didatica-na-relacao-professor-aluno
Artigo10 didatica-na-relacao-professor-alunoArtigo10 didatica-na-relacao-professor-aluno
Artigo10 didatica-na-relacao-professor-aluno
 
Artigo ana angélica
Artigo   ana angélicaArtigo   ana angélica
Artigo ana angélica
 
Causas de indisciplina
Causas de indisciplinaCausas de indisciplina
Causas de indisciplina
 
Causas de indisciplina
Causas de indisciplinaCausas de indisciplina
Causas de indisciplina
 
Indisciplina na Sala de Aula
Indisciplina na Sala de AulaIndisciplina na Sala de Aula
Indisciplina na Sala de Aula
 
A indisciplina no contexto escolar
A indisciplina no contexto escolarA indisciplina no contexto escolar
A indisciplina no contexto escolar
 
Tcc heterogeneidade no ambiente escolar
Tcc heterogeneidade no ambiente escolarTcc heterogeneidade no ambiente escolar
Tcc heterogeneidade no ambiente escolar
 
CONSIDERAÇÕES ENTRE INDISCIPLINA E PRÁTICA PEDAGÓGICA NO COTIDIANO ESCOLAR ...
CONSIDERAÇÕES ENTRE INDISCIPLINA  E PRÁTICA PEDAGÓGICA NO COTIDIANO ESCOLAR  ...CONSIDERAÇÕES ENTRE INDISCIPLINA  E PRÁTICA PEDAGÓGICA NO COTIDIANO ESCOLAR  ...
CONSIDERAÇÕES ENTRE INDISCIPLINA E PRÁTICA PEDAGÓGICA NO COTIDIANO ESCOLAR ...
 
Cc (2) perronou
Cc (2) perronouCc (2) perronou
Cc (2) perronou
 
Ana Picanco. ee e escola tese de mestrado
Ana Picanco. ee e escola  tese de mestradoAna Picanco. ee e escola  tese de mestrado
Ana Picanco. ee e escola tese de mestrado
 
A GESTAO DEMOCRATICA E A RELAÇÃO FAMILIA E ESCOLA: DESAFIOS E PESPECTIVAS
A GESTAO DEMOCRATICA E A RELAÇÃO FAMILIA E ESCOLA: DESAFIOS E PESPECTIVASA GESTAO DEMOCRATICA E A RELAÇÃO FAMILIA E ESCOLA: DESAFIOS E PESPECTIVAS
A GESTAO DEMOCRATICA E A RELAÇÃO FAMILIA E ESCOLA: DESAFIOS E PESPECTIVAS
 
DISCALCULIA NO ENSINO MÉDIO: DAS CONDIÇÕES DE CONTORNAR O DISTÚRBIO - Relatório
DISCALCULIA NO ENSINO MÉDIO: DAS CONDIÇÕES DE CONTORNAR O DISTÚRBIO - Relatório DISCALCULIA NO ENSINO MÉDIO: DAS CONDIÇÕES DE CONTORNAR O DISTÚRBIO - Relatório
DISCALCULIA NO ENSINO MÉDIO: DAS CONDIÇÕES DE CONTORNAR O DISTÚRBIO - Relatório
 
Sucesso e insucesso escolar
Sucesso e insucesso escolarSucesso e insucesso escolar
Sucesso e insucesso escolar
 
Artigo sobre evasão
Artigo sobre evasãoArtigo sobre evasão
Artigo sobre evasão
 

Mais de Do outro lado da barricada

Barcaça16.pdf
Barcaça16.pdfBarcaça16.pdf
BARCAÇA_01
BARCAÇA_01BARCAÇA_01
BARCAÇA_01
BARCAÇA_01BARCAÇA_01
BARCAÇA
BARCAÇABARCAÇA
BARCAÇA
BARCAÇABARCAÇA
Barcaça 15 ago 2021
Barcaça 15 ago 2021Barcaça 15 ago 2021
Barcaça 15 ago 2021
Do outro lado da barricada
 
BARCAÇA
BARCAÇABARCAÇA
BARCAÇA
BARCAÇABARCAÇA
Liberdade de imprensa
Liberdade de imprensaLiberdade de imprensa
Liberdade de imprensa
Do outro lado da barricada
 
A CEE e o PREC
A CEE e o PRECA CEE e o PREC
Roa x2 x5
Roa x2 x5Roa x2 x5
PIEPE-ESCOLAS
PIEPE-ESCOLASPIEPE-ESCOLAS
Manual PIEPE 2020/2021
Manual PIEPE 2020/2021Manual PIEPE 2020/2021
Manual PIEPE 2020/2021
Do outro lado da barricada
 
Assassinato de delgado
Assassinato de  delgadoAssassinato de  delgado
Assassinato de delgado
Do outro lado da barricada
 
Sorteio 500 miragem
Sorteio 500 miragemSorteio 500 miragem
Sorteio 500 miragem
Do outro lado da barricada
 
Guia requerimento online subsidio desemprego 19-05-2020
Guia requerimento online subsidio desemprego 19-05-2020Guia requerimento online subsidio desemprego 19-05-2020
Guia requerimento online subsidio desemprego 19-05-2020
Do outro lado da barricada
 
Perguntas frequentes matriculas_2020_21
Perguntas frequentes matriculas_2020_21Perguntas frequentes matriculas_2020_21
Perguntas frequentes matriculas_2020_21
Do outro lado da barricada
 
Despacho n.º 6608-B/2020
Despacho n.º 6608-B/2020Despacho n.º 6608-B/2020
Despacho n.º 6608-B/2020
Do outro lado da barricada
 
REGRESSO ÀS AULAS COMO?
REGRESSO ÀS AULAS COMO?REGRESSO ÀS AULAS COMO?
REGRESSO ÀS AULAS COMO?
Do outro lado da barricada
 
Limpeza e desinfeção de superfícies em ambiente escolar
Limpeza e desinfeção de superfícies em ambiente escolarLimpeza e desinfeção de superfícies em ambiente escolar
Limpeza e desinfeção de superfícies em ambiente escolar
Do outro lado da barricada
 

Mais de Do outro lado da barricada (20)

Barcaça16.pdf
Barcaça16.pdfBarcaça16.pdf
Barcaça16.pdf
 
BARCAÇA_01
BARCAÇA_01BARCAÇA_01
BARCAÇA_01
 
BARCAÇA_01
BARCAÇA_01BARCAÇA_01
BARCAÇA_01
 
BARCAÇA
BARCAÇABARCAÇA
BARCAÇA
 
BARCAÇA
BARCAÇABARCAÇA
BARCAÇA
 
Barcaça 15 ago 2021
Barcaça 15 ago 2021Barcaça 15 ago 2021
Barcaça 15 ago 2021
 
BARCAÇA
BARCAÇABARCAÇA
BARCAÇA
 
BARCAÇA
BARCAÇABARCAÇA
BARCAÇA
 
Liberdade de imprensa
Liberdade de imprensaLiberdade de imprensa
Liberdade de imprensa
 
A CEE e o PREC
A CEE e o PRECA CEE e o PREC
A CEE e o PREC
 
Roa x2 x5
Roa x2 x5Roa x2 x5
Roa x2 x5
 
PIEPE-ESCOLAS
PIEPE-ESCOLASPIEPE-ESCOLAS
PIEPE-ESCOLAS
 
Manual PIEPE 2020/2021
Manual PIEPE 2020/2021Manual PIEPE 2020/2021
Manual PIEPE 2020/2021
 
Assassinato de delgado
Assassinato de  delgadoAssassinato de  delgado
Assassinato de delgado
 
Sorteio 500 miragem
Sorteio 500 miragemSorteio 500 miragem
Sorteio 500 miragem
 
Guia requerimento online subsidio desemprego 19-05-2020
Guia requerimento online subsidio desemprego 19-05-2020Guia requerimento online subsidio desemprego 19-05-2020
Guia requerimento online subsidio desemprego 19-05-2020
 
Perguntas frequentes matriculas_2020_21
Perguntas frequentes matriculas_2020_21Perguntas frequentes matriculas_2020_21
Perguntas frequentes matriculas_2020_21
 
Despacho n.º 6608-B/2020
Despacho n.º 6608-B/2020Despacho n.º 6608-B/2020
Despacho n.º 6608-B/2020
 
REGRESSO ÀS AULAS COMO?
REGRESSO ÀS AULAS COMO?REGRESSO ÀS AULAS COMO?
REGRESSO ÀS AULAS COMO?
 
Limpeza e desinfeção de superfícies em ambiente escolar
Limpeza e desinfeção de superfícies em ambiente escolarLimpeza e desinfeção de superfícies em ambiente escolar
Limpeza e desinfeção de superfícies em ambiente escolar
 

Último

Sinais de pontuação
Sinais de pontuaçãoSinais de pontuação
Sinais de pontuação
Mary Alvarenga
 
Pintura Romana .pptx
Pintura Romana                     .pptxPintura Romana                     .pptx
Pintura Romana .pptx
TomasSousa7
 
Funções e Progressões - Livro completo prisma
Funções e Progressões - Livro completo prismaFunções e Progressões - Livro completo prisma
Funções e Progressões - Livro completo prisma
djincognito
 
759-fortaleza-resultado-definitivo-prova-objetiva-2024-05-28.pdf
759-fortaleza-resultado-definitivo-prova-objetiva-2024-05-28.pdf759-fortaleza-resultado-definitivo-prova-objetiva-2024-05-28.pdf
759-fortaleza-resultado-definitivo-prova-objetiva-2024-05-28.pdf
MessiasMarianoG
 
Caça-palavras - ortografia S, SS, X, C e Z
Caça-palavras - ortografia  S, SS, X, C e ZCaça-palavras - ortografia  S, SS, X, C e Z
Caça-palavras - ortografia S, SS, X, C e Z
Mary Alvarenga
 
Leonardo da Vinci .pptx
Leonardo da Vinci                  .pptxLeonardo da Vinci                  .pptx
Leonardo da Vinci .pptx
TomasSousa7
 
iNTRODUÇÃO À Plantas terrestres e Plantas aquáticas. (1).pdf
iNTRODUÇÃO À Plantas terrestres e Plantas aquáticas. (1).pdfiNTRODUÇÃO À Plantas terrestres e Plantas aquáticas. (1).pdf
iNTRODUÇÃO À Plantas terrestres e Plantas aquáticas. (1).pdf
andressacastro36
 
APOSTILA DE TEXTOS CURTOS E INTERPRETAÇÃO.pdf
APOSTILA DE TEXTOS CURTOS E INTERPRETAÇÃO.pdfAPOSTILA DE TEXTOS CURTOS E INTERPRETAÇÃO.pdf
APOSTILA DE TEXTOS CURTOS E INTERPRETAÇÃO.pdf
RenanSilva991968
 
socialização faculdade uniasselvi 2024 matea
socialização faculdade uniasselvi 2024 mateasocialização faculdade uniasselvi 2024 matea
socialização faculdade uniasselvi 2024 matea
ILDISONRAFAELBARBOSA
 
O que é um Ménage a Trois Contemporâneo .pdf
O que é um Ménage a Trois Contemporâneo .pdfO que é um Ménage a Trois Contemporâneo .pdf
O que é um Ménage a Trois Contemporâneo .pdf
Pastor Robson Colaço
 
347018542-PAULINA-CHIZIANE-Balada-de-Amor-ao-Vento-pdf.pdf
347018542-PAULINA-CHIZIANE-Balada-de-Amor-ao-Vento-pdf.pdf347018542-PAULINA-CHIZIANE-Balada-de-Amor-ao-Vento-pdf.pdf
347018542-PAULINA-CHIZIANE-Balada-de-Amor-ao-Vento-pdf.pdf
AntnioManuelAgdoma
 
CADERNO DE CONCEITOS E ORIENTAÇÕES DO CENSO ESCOLAR 2024.pdf
CADERNO DE CONCEITOS E ORIENTAÇÕES DO CENSO ESCOLAR 2024.pdfCADERNO DE CONCEITOS E ORIENTAÇÕES DO CENSO ESCOLAR 2024.pdf
CADERNO DE CONCEITOS E ORIENTAÇÕES DO CENSO ESCOLAR 2024.pdf
NatySousa3
 
Aula 1 do livro de Ciências do aluno - sons
Aula 1 do livro de Ciências do aluno - sonsAula 1 do livro de Ciências do aluno - sons
Aula 1 do livro de Ciências do aluno - sons
Érika Rufo
 
0002_matematica_6ano livro de matemática
0002_matematica_6ano livro de matemática0002_matematica_6ano livro de matemática
0002_matematica_6ano livro de matemática
Giovana Gomes da Silva
 
Rimas, Luís Vaz de Camões. pptx
Rimas, Luís Vaz de Camões.          pptxRimas, Luís Vaz de Camões.          pptx
Rimas, Luís Vaz de Camões. pptx
TomasSousa7
 
Slides Lição 10, Central Gospel, A Batalha Do Armagedom, 1Tr24.pptx
Slides Lição 10, Central Gospel, A Batalha Do Armagedom, 1Tr24.pptxSlides Lição 10, Central Gospel, A Batalha Do Armagedom, 1Tr24.pptx
Slides Lição 10, Central Gospel, A Batalha Do Armagedom, 1Tr24.pptx
LuizHenriquedeAlmeid6
 
Atividades de Inglês e Espanhol para Imprimir - Alfabetinho
Atividades de Inglês e Espanhol para Imprimir - AlfabetinhoAtividades de Inglês e Espanhol para Imprimir - Alfabetinho
Atividades de Inglês e Espanhol para Imprimir - Alfabetinho
MateusTavares54
 
Redação e Leitura_7º ano_58_Produção de cordel .pptx
Redação e Leitura_7º ano_58_Produção de cordel .pptxRedação e Leitura_7º ano_58_Produção de cordel .pptx
Redação e Leitura_7º ano_58_Produção de cordel .pptx
DECIOMAURINARAMOS
 
Famílias Que Contribuíram Para O Crescimento Do Assaré
Famílias Que Contribuíram Para O Crescimento Do AssaréFamílias Que Contribuíram Para O Crescimento Do Assaré
Famílias Que Contribuíram Para O Crescimento Do Assaré
profesfrancleite
 
- TEMPLATE DA PRATICA - Psicomotricidade.pptx
- TEMPLATE DA PRATICA - Psicomotricidade.pptx- TEMPLATE DA PRATICA - Psicomotricidade.pptx
- TEMPLATE DA PRATICA - Psicomotricidade.pptx
LucianaCristina58
 

Último (20)

Sinais de pontuação
Sinais de pontuaçãoSinais de pontuação
Sinais de pontuação
 
Pintura Romana .pptx
Pintura Romana                     .pptxPintura Romana                     .pptx
Pintura Romana .pptx
 
Funções e Progressões - Livro completo prisma
Funções e Progressões - Livro completo prismaFunções e Progressões - Livro completo prisma
Funções e Progressões - Livro completo prisma
 
759-fortaleza-resultado-definitivo-prova-objetiva-2024-05-28.pdf
759-fortaleza-resultado-definitivo-prova-objetiva-2024-05-28.pdf759-fortaleza-resultado-definitivo-prova-objetiva-2024-05-28.pdf
759-fortaleza-resultado-definitivo-prova-objetiva-2024-05-28.pdf
 
Caça-palavras - ortografia S, SS, X, C e Z
Caça-palavras - ortografia  S, SS, X, C e ZCaça-palavras - ortografia  S, SS, X, C e Z
Caça-palavras - ortografia S, SS, X, C e Z
 
Leonardo da Vinci .pptx
Leonardo da Vinci                  .pptxLeonardo da Vinci                  .pptx
Leonardo da Vinci .pptx
 
iNTRODUÇÃO À Plantas terrestres e Plantas aquáticas. (1).pdf
iNTRODUÇÃO À Plantas terrestres e Plantas aquáticas. (1).pdfiNTRODUÇÃO À Plantas terrestres e Plantas aquáticas. (1).pdf
iNTRODUÇÃO À Plantas terrestres e Plantas aquáticas. (1).pdf
 
APOSTILA DE TEXTOS CURTOS E INTERPRETAÇÃO.pdf
APOSTILA DE TEXTOS CURTOS E INTERPRETAÇÃO.pdfAPOSTILA DE TEXTOS CURTOS E INTERPRETAÇÃO.pdf
APOSTILA DE TEXTOS CURTOS E INTERPRETAÇÃO.pdf
 
socialização faculdade uniasselvi 2024 matea
socialização faculdade uniasselvi 2024 mateasocialização faculdade uniasselvi 2024 matea
socialização faculdade uniasselvi 2024 matea
 
O que é um Ménage a Trois Contemporâneo .pdf
O que é um Ménage a Trois Contemporâneo .pdfO que é um Ménage a Trois Contemporâneo .pdf
O que é um Ménage a Trois Contemporâneo .pdf
 
347018542-PAULINA-CHIZIANE-Balada-de-Amor-ao-Vento-pdf.pdf
347018542-PAULINA-CHIZIANE-Balada-de-Amor-ao-Vento-pdf.pdf347018542-PAULINA-CHIZIANE-Balada-de-Amor-ao-Vento-pdf.pdf
347018542-PAULINA-CHIZIANE-Balada-de-Amor-ao-Vento-pdf.pdf
 
CADERNO DE CONCEITOS E ORIENTAÇÕES DO CENSO ESCOLAR 2024.pdf
CADERNO DE CONCEITOS E ORIENTAÇÕES DO CENSO ESCOLAR 2024.pdfCADERNO DE CONCEITOS E ORIENTAÇÕES DO CENSO ESCOLAR 2024.pdf
CADERNO DE CONCEITOS E ORIENTAÇÕES DO CENSO ESCOLAR 2024.pdf
 
Aula 1 do livro de Ciências do aluno - sons
Aula 1 do livro de Ciências do aluno - sonsAula 1 do livro de Ciências do aluno - sons
Aula 1 do livro de Ciências do aluno - sons
 
0002_matematica_6ano livro de matemática
0002_matematica_6ano livro de matemática0002_matematica_6ano livro de matemática
0002_matematica_6ano livro de matemática
 
Rimas, Luís Vaz de Camões. pptx
Rimas, Luís Vaz de Camões.          pptxRimas, Luís Vaz de Camões.          pptx
Rimas, Luís Vaz de Camões. pptx
 
Slides Lição 10, Central Gospel, A Batalha Do Armagedom, 1Tr24.pptx
Slides Lição 10, Central Gospel, A Batalha Do Armagedom, 1Tr24.pptxSlides Lição 10, Central Gospel, A Batalha Do Armagedom, 1Tr24.pptx
Slides Lição 10, Central Gospel, A Batalha Do Armagedom, 1Tr24.pptx
 
Atividades de Inglês e Espanhol para Imprimir - Alfabetinho
Atividades de Inglês e Espanhol para Imprimir - AlfabetinhoAtividades de Inglês e Espanhol para Imprimir - Alfabetinho
Atividades de Inglês e Espanhol para Imprimir - Alfabetinho
 
Redação e Leitura_7º ano_58_Produção de cordel .pptx
Redação e Leitura_7º ano_58_Produção de cordel .pptxRedação e Leitura_7º ano_58_Produção de cordel .pptx
Redação e Leitura_7º ano_58_Produção de cordel .pptx
 
Famílias Que Contribuíram Para O Crescimento Do Assaré
Famílias Que Contribuíram Para O Crescimento Do AssaréFamílias Que Contribuíram Para O Crescimento Do Assaré
Famílias Que Contribuíram Para O Crescimento Do Assaré
 
- TEMPLATE DA PRATICA - Psicomotricidade.pptx
- TEMPLATE DA PRATICA - Psicomotricidade.pptx- TEMPLATE DA PRATICA - Psicomotricidade.pptx
- TEMPLATE DA PRATICA - Psicomotricidade.pptx
 

Há mais de um ano que ouço falar neste estudo

  • 1. Há mais de um ano que ouço falar neste estudo… 20 Jul, 2015 in Escola Disciplina by Alexandre Henriques No dia 18 de julho saiu esta notícia no DN. PROFESSORES NÃO TÊM FORMAÇÃO PARA LIDAR COM A INDISCIPLINA NAS SALAS DE AULA Há um défice de formação para lidar com a indisciplina em Portugal, de acordo com um estudo que está a ser desenvolvido pela Universidade do Minho e que contou com a colaboração de três mil professores. 60% dos participantes, muitos no ensino há várias décadas, afirmaram nunca ter tido qualquer formação específica para lidar com este problema, que até ao 25 de Abril de 1974 era resolvido através da aplicação de castigos severos com réguas e canas-da-índia. A situação agrava-se quando 85% dos participantes consideram que a indisciplina “aumentou significativamente, ou muito significativamente”, nas salas de aula nos últimos cinco anos. Este estudo começou a ser feito há mais de um ano e foi apresentado na Assembleia da República no passado mês de maio, numa conferência sobre “Indisciplina em Meio Escolar”. A mesma conferência onde o ComRegras foi citado pelo Vice-Presidente da ANDAEP, Filinto Lima, e que foi publicada aqui. Portanto, a notícia de 18 de julho do DN é uma não notícia, o que não é novidade, pois basta estarmos atentos aos telejornais para assistirmos a várias notícias em loop. A novidade neste caso foi dar uma não notícia com mais de um mês e meio de atraso… Sobre o estudo propriamente dito, eu vi o seu inquérito e respondi ao mesmo. Em maio já tinham respondido aproximadamente 3500 professores, uma amostragem curta tendo em conta o universo docente, mas infelizmente a adesão voluntária para responder a inquéritos desta natureza está pelas ruas da amargura… Se este estudo continua a ser desenvolvido, certamente que não deve ser à custa do mesmo inquérito, tal não faria sentido tendo em conta que já passou um ano desde o seu início. Continuo a aguardar as
  • 2. conclusões finais deste estudo, que considero muito relevante, mas infelizmente tarda em terminar. Ao menos esta notícia serviu para que o blogue Atenta Inquietude, fizesse uma análise bastante lúcida sobre a indisciplina em Portugal e que vale a pena ler. INDISCIPLINA ESCOLAR. PROBLEMAS NOVOS, SOLUÇÕES NOVAS Segundo um estudo em curso realizado pela Universidade do Minho envolvendo 3000 professores, 60 % dos participantes revela não ter recebido formação específica para lidar com problemas de indisciplina na sala de aula. Cerca de 85 % considera que a ocorrência de episódios de indisciplina aumentou nos últimos cinco anos. Os professores inquiridos referem (por esta ordem) a família, as políticas educativas, os alunos, as direcções de escola e os próprios professores como factores contributivos para situações de indisciplina Outros estudos sugerem que uma parte bastante significativa do tempo dos professores em sala de aula é gasta na gestão do comportamento dos alunos em detrimento das tarefas de ensino. Algumas notas. Em primeiro lugar julgo que importa clarificar o que está em causa. Permitir, por exemplo, que um telemóvel toque na sala de aula ou outros comportamentos desadequados em sala de aula ou na escola serão indisciplina, insultar, humilhar, confrontar fisicamente um professor, comportamentos frequentes de agressão ou roubos a colegas configuram pré-delinquência ou delinquência e comportamentos disruptivos podem ainda estar ligados a perturbações de natureza psicológica. A escola não pode ser responsabilizada e considerada competente por e para todo este universo de problemas nos comportamentos dos mais novos. Para situações de pré- delinquência ou perturbações do comportamento pode, evidentemente, dar contributos mas não assumir a responsabilidade pelo que importa clarificar a análise. Centremo-nos então na indisciplina escolar que considero matéria de competência da escola e matéria de responsabilidade de toda a comunidade, incluindo os pais, naturalmente, e todas as figuras com relevância social, por exemplo, não se riam, políticos ou jogadores de futebol. O Estatuto do Aluno, no qual o MEC depositava públicas esperanças que me pareceram, desde sempre, sobrevalorizadas e desadequadas face aos seus conteúdos e à realidade das escolas e comunidades actuais, qualquer que seja, é um regulador, melhor ou pior, mas nunca A solução e, pela mesma razão, nunca será A causa da indisciplina. Daí a minha reserva face aos discursos do MEC acreditando que do lado de fora da escola os problemas se resolverão. Parece-me também de referir que todas as figuras sociais a que se colam traços de autoridade por exemplo, pais, professores, médicos, polícias, idosos, etc., viram alterada a representação social sobre esses traços. Dito de outra maneira, o facto de ser velho, polícia, professor ou médico, já não basta, só por si, para inibir comportamentos de desrespeito pelo que importa perceber o impacto destas alterações nas relações entre professores e alunos.
  • 3. As mudanças significativas no quadro de valores e nos comportamentos criam dimensões novas em torno de um problema velho, a indisciplina. Daqui decorre, por exemplo, que restaurar a autoridade dos professores, tal como era percebida há décadas, é uma impossibilidade porque os tempos mudaram e não voltam para trás. Pela mesma razão, não se fala em restaurar a relação pais – filhos nos termos em que se processava antigamente e falar da “responsabilização” dos pais é interessante, mas é outro nada. Um professor ganha tanta mais autoridade quanto mais competente e apoiado se sentir. O apoio aos professores é um problema central no que respeita à indisciplina mas não só. Assim sendo, o MEC não pode desenvolver políticas que socialmente deixem o professor desapoiado, que comprometam o clima e a qualidade de trabalho nas escolas e, simultaneamente, afirmar que vai restaurar a sua autoridade e promover a sua valorização social. Também por isto se questiona a incompetente constituição de mega- agrupamentos e de escolas e turmas com dimensões excessivas, variável associada à indisciplina escolar. É também importante reajustar a formação de professores. As escolas de formação de professores não podem “ensinar” só o que sabem ensinar, mas o que é necessário ser aprendido pelos novos professores e pelos professores em serviço. Problemas “novos” carecem também de abordagens “novas”. Parece também importante a existência de estruturas de mediação entre a escola e a família o que implica a existência de recursos humanos qualificados e disponíveis. Veja-se o trabalho dos GAAFs apoiados pelo IAC, experiências no âmbito da intervenção da Associação EPIS ou iniciativas que algumas escolas conseguem desenvolver e que permitam apoiar os pais dos miúdos maus que querem ter miúdos bons e identificar as situações para as quais, a comprovada negligência dos pais exigirá outras medidas que envolvam, eficazmente e em tempo oportuno as CPCJ. Um caminho de autonomia, com a alteração desejável dos modelos de organização e funcionamento das escolas e na gestão curricular, deveriam permitir que as escolas, algumas escolas, mais problemáticas tivessem menos alunos por turma, mais assistentes operacionais com formação em mediação e gestão de conflitos ou ainda que se utilizassem, existindo, professores em dispositivos de apoio a alunos em dificuldades. Por outro lado, os estudos e as boas práticas mostram que a presença simultânea de dois professores é um excelente contributo para o sucesso na aprendizagem e para a minimização de problemas de comportamento bem como se conhece o efeito do apoio precoce às dificuldades dos alunos. As dificuldades dos alunos estão com muita frequência na base do absentismo e da indisciplina, os alunos com sucesso, em princípio, não faltam e não apresentam grandes problemas de indisciplina. Os professores também sabem que na maior parte das vezes, os alunos indisciplinados não mudam os seus comportamentos por mais suspensões que sofram. É evidente que importa admitir sanções, no entanto, fazer assentar o combate à indisciplina nos castigos aos alunos e, eventualmente, nas multas e retirada de apoios aos pais, é ineficaz, é facilitista na medida em que é a medida mais fácil e mais barata, é demagógica porque vai ao encontro dos discursos populistas que aplaudem a ideia do “prender” do “expulsar” até ficarem só os nossos filhos. O problema é quando também nos toca a nós, aí clamamos por apoios.
  • 4. Os discursos demagógicos e populistas, ainda que bem-intencionados, não são um bom serviço à minimização dos muito frequentes incidentes de indisciplina que minam a qualidade cívica da nossa vida além, naturalmente, da qualidade e sucesso do trabalho educativo de alunos, professores e pais. Zé Morgado (2015). “INDISCIPLINA ESCOLAR. PROBLEMAS NOVOS, SOLUÇÕES NOVAS”. http://atentainquietude.blogspot.pt/, 18 de julho.