Semanal 26 07 10

218 visualizações

Publicada em

0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
218
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
3
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
0
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Semanal 26 07 10

  1. 1. Relatório Semanal 26 de Julho de 2010 Cenário Econômico A decisão do Copom de aumentar em 0,5% a taxa base fizeram os analistas repensarem as projeções da taxa para próxima reunião que vai ser no dia primeiro de setembro. A estimativa é que suba 0,25% ou até mesmo não aumente. Existem ainda focus de pressões inflacionarias, principalmente em função de crédito fácil e gastos do governo central. A pesquisa focus desta semana mostrou expectativa de queda no IPCA de 5,42% para 5,35% e para 2011 foi mantido em 4,80%. A semana começou com dados do setor imobiliário norte-americano. A Associação Nacional dos Construtores de Casas (NAHB, na sigla em inglês) e o Wells Fargo informaram que o índice de preços de casas caiu em julho para 14 pontos, contra 17 pontos do levantamento de junho. O índice de indicadores antecedentes dos EUA recuou 0,2% em junho, depois de subir 0,5% em maio, resultado dentro do esperado pelo mercado. A queda do índice mostra que uma lenta recuperação da 1/4
  2. 2. Relatório Semanal 26 de Julho de 2010 economia é esperada durante os próximos meses, com melhorias moderadas no núcleo industrial e lenta recuperação do setor de serviços, segundo relatório do Conference Board. A semana também foi marcada pela temporada de balanços de empresas do país. Destaque para os balanços dos bancos, como o Morgan Staley, dono da maior corretora do mundo, que registrou lucro líquido no segundo trimestre do ano de US$ 1,96 bilhão, ou US$ 1,09 ação. No mesmo período do ano passado, a instituição teve prejuízo de US$ 149 milhões. Com isso, o lucro das operações continuadas foi de US$ 0,80 por ação. Já o lucro do Goldman Sachs caiu 82% no segundo trimestre, para US$ 613 milhões, ou US$ 0,78 por ação, contra US$ 3,44 bilhões do mesmo período do ano passado. O mercado estimava um lucro por ação de US$ 1,99. O presidente do Federal Reserve, Ben Bernanke, afirmou durante discurso no Congresso que o panorama econômico do país continua "extremamente incerto" e que o Fed está pronto para tomar novas medidas para sustentar a recuperação caso a economia piore ainda mais. De acordo com ele, as taxas baixas de juros ainda serão mantidas e são importantes para movimentar a máquina econômica. Apesar disso, o Chairman descartou que haverá deflação no país. Todas as atenções ficaram focadas nos testes de estresse dos bancos europeus. Trata-se de um exercício, que envolve 91 bancos de 20 países da União Européia. Sete dos 91 bancos europeus avaliados foram reprovados, de acordo com o Comitê de Supervisão de Bancos Europeu. Destaque de alta na semana MMX Miner PNA (+15,24 %), Vale PNA (+12,50%), Bradespar PN (+14,47%) A mudança na percepção do investidor em relação aos preços do minério de ferro foi o grande motor da semana das ações ligadas a commodities e da reversão de posições vendidas nos setores de mineração e siderurgia. 2/4
  3. 3. Relatório Semanal 26 de Julho de 2010 A recuperação dos preços do minério de ferro no mercado à vista chinês contribuiu para a expressiva alta das ações das mineradoras. Depois de beirar US$ 190 em maio, a tonelada da commodity despencou para a casa dos US$ 116. Nesta última semana, contudo, foi nítida a retomada, com os preços sendo negociados a US$ 125. No campo dos fundamentos, a inflação menos pressionada sugere que o aperto monetário na China chegou ao fim. Isto reflete direto nas commodities bastante dependentes da China. Gerdau PN (+12,71%), Gerdau Met PN (+10,60%), Sid Nacional ON (+14,31%), Usiminas PNA (+12,60%). No grupo das siderúrgicas, além da demanda por aço no mercado interno permanecer aquecida, notícias veiculadas na imprensa chinesa deram conta de que centenas de siderúrgicas no País podem ser fechadas, deixando ativas apenas às de maior capacidade, que foi interpretado como sinal de possível aumento das importações chinesas de aço, favorecendo as siderúrgicas brasileiras. Em particular, a Companhia Siderúrgica Nacional, empresa com a maior divisão de mineração, também foi beneficiada pelas notícias do setor de mineração. No caso da Usiminas, a forte valorização das ações pode ser explicada pelo fato da Companhia ter anunciado reajuste entre 3,5% e 6% no preço de seus produtos a partir de 1º de agosto. Segundo a nota, a revisão de preços visa recuperar parcialmente o aumento das principais matérias-primas, como minério de ferro e carvão metalúrgico. Magnesita ON (+10,23%) A forte demanda dos setores siderúrgicos e cimenteiro, principais clientes da Magnesita, contribuiu para a valorização das ações da Companhia. Além disso, a indústria cerâmica, outro setor demandante dos refratários produzidos pela Companhia, já volta a investir em aumento da capacidade produtiva e em tecnologia para agregar valor aos seus produtos. Todos estes fatores, provavelmente, contribuirão para melhora expressiva dos resultados da Magnesita, com reflexos positivos na performance dos seus títulos. 3/4
  4. 4. Relatório Semanal 26 de Julho de 2010 Destaque de queda na semana Cielo ON (3,85%) - Redecard ON (-2,56%) A queda destes títulos na semana reflete as incertezas de curto prazo por conta do novo modelo concorrencial no setor de cartões, cujo inicio se deu em 01 de julho de 2010. Se por um lado a Cielo e a Redecard estão dando indicações de quês estão bem preparadas para se ajustar ao novo cenário, já tendo efetuado nos últimos vinte dias diversas parcerias para diversificarem seus portfólios de “bandeiras” de cartões ofertadas aos clientes, fato que deve propiciar aumento no volume de transações capturadas, por outro lado ainda são incertos os impactos de curto e médio prazo sobre as taxas de administração cobradas. Tal aspecto relevante, visto que as taxas de administração afetam diretamente a velocidade de incremento no faturamento e também as margem operacional das empresas credenciadoras de cartões de crédito. Outro aspecto que pode ter contribuído para aumentar a incerteza em relação ao desempenho destas companhias foram as noticias veiculadas nos meios de comunicação sobre a possibilidade da Secretaria de Direito Econômico vir a sugerir a adoção de medidas mais restritivas para o setor de cartões. Disclaimer i Atendimento Souza Barros São Paulo (11) 32492-6900 - 0800 77 123 00 www.souzabarros.com.br Analista CNPI: Clodoir Vieira Trainee: Renato Heidorn e Larissa Gatti Nappo i Disclaimer - Sua(s) recomendação(ões), aqui expressa(s), refletem única e exclusivamente sua(s) opinião(ões) pessoal(is) e foram elaboradas de forma independente e autônoma, inclusive em relação à Corretora Souza Barros Câmbio e títulos S.A - (Souza Barros), a quem estão vinculados; 2- Não mantém vínculo com pessoa(s) natural(is) que atuem no âmbito da(s) companhia(s) analisada(s); 3- A Souza Barros, para a qual trabalha(m), não possui participação acionária igual ou superior a 1% do capital social da(s) companhia(s) analisada(s); 4- Não possui(em) valores mobiliários da(s) companhia(s) analisada(s) que ultrapassem 5% de seu patrimônio pessoal, nem estão envolvidos na negociação de seus valores mobiliários; 5- ele(s) e a Souza Barros não recebem remuneração por serviços prestados, ou apresenta(m) relações comerciais com a(s) companhia(s) analisada(s), ou com pessoas naturais, ou jurídicas, fundos, ou universalidade de direitos que atuem representando o mesmo interesse desta(s); 6- não possui(em) remuneração, ou esquema de compensação atrelados à precificação de quaisquer valores mobiliários emitidos pela(s) companhia(s) analisada(s), ou à receitas provenientes nos negócios e operações financeiras realizadas pela Souza Barros. 4/4

×