Semanal 20 09 10

301 visualizações

Publicada em

Relatório Semanal de 20/09 elaborado por Clodoir Vieira - CNPI - Economista da Corretora Souza Barros

Publicada em: Negócios
0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
301
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
3
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
1
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Semanal 20 09 10

  1. 1. Relatório Semanal 20 Setembro 2010 Cenário Econômico Em semana foi marcado por alta volatilidade dos mercados acionários globais, o índice da Bolsa de Valores de São Paulo fechou em queda na sexta-feira de 0,85%, descolado dos principais índices financeiros dos Estados Unidos, que terminaram o dia no azul. Apesar da queda, porém, a o índice Bovespa acumulou ganhos na semana de 0,42% e no ano queda de 2,19%. Dow Jones acumula alta de 1,72% no ano e Nasdaq 2,05%. Como podemos ver uma semana meio sem rumo para os principais mercados de renda variável no mundo. A China a principal locomotiva da recuperação mundial divulgou vários indicadores de conjuntura e que no geral vieram dentro do esperado pelos analistas ou acima. Esses indicadores mais a reunião de sobre Basiléia 3 do final de semana, deram um tom favorável. O Japão como era esperado pelo mercado resolveu intervir no câmbio para tentar controlar a fragilidade da moeda. A decisão do BC Japonês de intervir foi depois que o Yen chegou a negociar abaixo de 83 ienes por unidade de moeda. Ainda no mercado externo tivemos o vencimento quádruplo no mercado de derivativos na bolsa de Nova York. Alem disso, tivemos a divulgação do CPI (preço ao consumidor americano) que subiu 0,3% e o índice de confiança que veio abaixo do esperado 66,6 contra 68,9 de agosto. 1/4
  2. 2. Relatório Semanal 20 Setembro 2010 Destaque de alta na semana Ecodiesel ON – 4,4% - Essa alta reflete noticias que podem representar crescimento da demanda futura por biodiesel. O uso do biodiesel B20 poderá ser viabilizado durante os Jogos Olímpicos de 2016. A decisão foi tomada entre a ANP, a Fetranspor e de distribuidoras de combustível. O combustível é uma mistura de 20% biodiesel com 80% do diesel tradicional e polui menos o ambiente. A campanha pró-biodiesel começará nos Jogos Mundiais Militares, em 2011, e a Copa do mundo, em 2014. O intuito é chamar a atenção do Comitê Olímpico Internacional (COI) para o Rio de Janeiro. Outra noticia é que o setor aéreo certificará o 1º bioquerosene do mundo no início de 2011, um avanço que pode marcar uma nova era para os bicombustíveis e aeronaves. O primeiro combustível deve surgir a partir de alga e do pinhão manso, esse último está sendo uma das apostas da Brasil Ecodiesel. B2W Varejo ON – 8,8% e Lojas Americanas PN – 8,6% - Estes papéis são os que estão mais “atrasados” entre os representantes do setor varejo. Motivos para isso não faltaram ao longo de 2010, quais sejam: desempenho mais fraco comparativamente com as demais empresas do setor negociadas em Bolsa, fracos resultado financeiros em função da forte alavancagem em capital de terceiros e o aumento da concorrência no setor de varejo virtual. Neste sentido, atribuímos a valorização destes títulos na semana a um natural movimento de ajuste. Em paralelo, destacamos que existe expectativa de que o desempenho das empresas no segundo semestre de 2010 apresente melhora por conta dos seguintes aspectos: sazonalidade de alta por conta das festividades pelo Dia das Crianças e pelo Natal; a previsão de inauguração do novo centro de distribuição da B2W que deve ocorrer em 2010, fato que deve propiciar a redução das despesas com logística, e a maturação dos investimentos em novas lojas e na melhora da plataforma tecnológica da B2W, na qual a Lojas Americanas é majoritária, detendo 55% do total das ações. JBS ON – 4,3% - A valorização destes títulos reflete principalmente um movimento de ajuste, fato que fica mais nítido quando consideramos seus indicadores de Bolsa em 09/09/10: P/VPA de 0,5 a menor do setor, que já se situava em 1,2. Pelo lado fundamentalista destacamos que a JBS divulgou acordo com a companhia norte-americana Jack Link’s Beef Jerkey, para formar uma joint venture (empreendimento conjunto) para operar duas fábricas de beef jerkey (carne bovina 2/4
  3. 3. Relatório Semanal 20 Setembro 2010 defumada) da JBS no Brasil, localizadas em Santo Antônio de Posse e Lins, ambas no Estado de São Paulo. Este negócio está alinhado com a estratégia da JBS que, em linhas gerais, busca maximizar as sinergias entre seus vários negócios, reduzir custos e despesas no processo de produção e diversificar o mix de produtos ofertados. As instalações da JBS de Santo Antônio de Posse e de Lins, por sua vez, possuem tecnologia e equipamentos para produzir beef jerky e snacks a base de carne bovina de acordo com as necessidades dos consumidores ao redor do mundo. Outro fator que pode ter contribuído para a alta destes títulos foi a recente divulgação do desempenho da exportação de carne bovina até agosto/10, quando verificou-se melhora tanto dos preços médios como dos volumes exportados. Light ON – 6,4% - O conselho de Administração propôs no início de setembro convocação de AGE para discutir a distribuição de dividendos intermediários no valor de R$363 milhões. O dividend yield desse provento extraordinário é aproximadamente 8% atraindo investidores. Outro fator que pode ter favorecido o desempenho foi a subida nas pesquisas do candidato da situação ao governo de MG, já que a Light pertence à Cemig. Nesta semana, a Copasa e Cemig, empresas controlados pelo governo mineiro subiram, ambas com performance superior ao Ibovespa. Destaque de queda na semana LLX ON – (14,9%) – Desde o anúncio, por parte de seu acionista controlador, de que uma participação da MMX poderia ser vendida, e junto com esta participação iria um dos ativos da LLX, o Superporto Sudeste, as ações da companhia vinham acumulando sucessivas altas. No decorrer desta semana este fato se concretizou e houve uma cisão parcial dos ativos da LLX. SLC Agrícola ON – (4,5%) – Ainda que as perspectivas para o agronegócio sejam positivas por conta do recente repique nos preços das principais commodities agrícolas, da sazonalidade de alta para as atividades do agribusiness que ocorre em geral no segundo semestre de cada ano e da tendência de aumento da disponibilidade de crédito para o custeio e o financiamento da próxima safra agrícola, correspondente ao ano safra 2010/11, cujo cultivo deve se iniciou em julho e deve ir até outubro próximo, existem alguns fatores no curto prazo que geram incertezas para as decisões de investimentos dos agricultores. Dentre estes destacamos a tendência de aumento dos custos agrícolas e problemas climáticos. Disclaimer i 3/4
  4. 4. Relatório Semanal 20 Setembro 2010 Atendimento Souza Barros São Paulo (11) 32492-6900 - 0800 77 123 00 www.souzabarros.com.br – www.investtrader.com.br Analista CNPI: Clodoir Vieira Trainee: Larissa Gatti Nappo i Disclaimer - Sua(s) recomendação(ões), aqui expressa(s), refletem única e exclusivamente sua(s) opinião(ões) pessoal(is) e foram elaboradas de forma independente e autônoma, inclusive em relação à Corretora Souza Barros Câmbio e títulos S.A - (Souza Barros), a quem estão vinculados; 2- Não mantém vínculo com pessoa(s) natural(is) que atuem no âmbito da(s) companhia(s) analisada(s); 3- A Souza Barros, para a qual trabalha(m), não possui participação acionária igual ou superior a 1% do capital social da(s) companhia(s) analisada(s); 4- Não possui(em) valores mobiliários da(s) companhia(s) analisada(s) que ultrapassem 5% de seu patrimônio pessoal, nem estão envolvidos na negociação de seus valores mobiliários; 5- ele(s) e a Souza Barros não recebem remuneração por serviços prestados, ou apresenta(m) relações comerciais com a(s) companhia(s) analisada(s), ou com pessoas naturais, ou jurídicas, fundos, ou universalidade de direitos que atuem representando o mesmo interesse desta(s); 6- não possui(em) remuneração, ou esquema de compensação atrelados à precificação de quaisquer valores mobiliários emitidos pela(s) companhia(s) analisada(s), ou à receitas provenientes nos negócios e operações financeiras realizadas pela Souza Barros. 4/4

×