Semanal 14 03 11

187 visualizações

Publicada em

relatório semanal de 14/03

Publicada em: Negócios
0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
187
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
5
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
0
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Semanal 14 03 11

  1. 1. Relatório Semanal 14 Março 2011Destaque de alta na semanaRossi Resid ON – 5,18% – As ações das empresas do setor de construção civil reagiramfavoravelmente à divulgação da Ata da Reunião do Copom. O Banco Central sinalizou que o ciclode alta nas taxas de juros poderia estar chegando ao fim após a próxima reunião. Nesse cenáriode recuperação das ações do setor, a Rossi destacou-se, função de suas boas perspectivas. Elapossui elevada diversificação geográfica e exposição ao segmento econômico, o qual conta comprojetos e processos de construção padronizados, que devem gerar ganhos de escala e reduçãodo ciclo operacional.Natura ON – 5,3% – As fortes quedas verificadas nas ações de empresas atreladas acommodities diante do anuncio de números fracos sobre as economias norte-americana e chinesae a continuidade dos conflitos políticos na Líbia, levaram os investidores a se refugiarem empapéis ligados ao consumo, até porque apresentavam preço atraentes. Estes fatores podemexplicar a valorização dos títulos na Natura. Lembramos que o investimento nas ações daCompanhia possui perfil defensivo, por conta de características com pouca dependência decredito, atividade ligada ao mercado interno e situação financeira bastante confortável,apresentando boa liquidez. 1/3
  2. 2. Relatório Semanal 14 Março 2011Destaque de queda na semanaGerdau PN (5,4%) e Gerdau Met PN (5,4%) – Noticias ruins vindas de três continentes, Américado Norte, Ásia e Europa, durante a semana, minaram a confiança dos investidores em todo omundo e trouxeram aversão ao risco. Este cenário contribuiu para a desvalorização dos papéis demaior relevância no Ibovespa, entre eles os ligados a commodities metálicas. Na manhã da últimasexta-feira, o temor dos investidores aumentou impulsionado pelo maior terremoto já registrado nahistória do Japão, que assusta em um primeiro momento, até que se tenha a real dimensão doque o abalo significará na economia mundial.Bradespar PN (5,4%) e Vale PNA (4,7%) – Vários fatores contribuíram para a desvalorização dasações da Vale nesta semana. Um dos motivos da queda é o movimento de correção nos preçosdo minério de ferro. Para se ter uma idéia, em 16 de fevereiro o minério atingiu Os US$ 192 portonelada no mercado à vista e, em duas semanas, caiu para a casa dos US$170. O plano defundo para esse recente comportamento negativo é a expectativa de que ocorra arrefecimento nademanda chinesa pela commodity. Durante a semana o governo chinês divulgou déficit comercialde US$7,3 bilhões em fevereiro, o primeiro saldo negativo desde março de 2010 e o maior desdefevereiro de 2004. Parte dessa queda dos títulos da mineradora também é reflexo da noticiapublicada de que o Governo cobra da Companhia uma dívida de quase R$4 bilhões de royaltiespela exploração do minério de ferro. A Bradespar, por sua vez, acompanhou a desvalorização dasua principal investida.Disclaimer iAtendimento Souza BarrosSão Paulo (11) 32492-6900 - 0800 77 123 00www.souzabarros.com.br – www.investtrader.com.brClodoir Vieira - CNPILarissa Gatti Nappo 2/3
  3. 3. Relatório Semanal 14 Março 2011i Declaração do analista de valores mobiliários de investimento, nos termos do art. 17 da ICVM 483 -As informações financeiras utilizadas neste relatório foram obtidas diretamente das empresas. Todas asinformações foram obtidas de fontes públicas que acreditamos confiáveis e de boa fé, mas não foramindependentemente conferidas e nenhuma garantia expressa ou implícita, é feita sobre sua exatidão, ou se ainformação é completa. Este documento foi preparado pelo analista da Souza Barros e está sendo fornecidoexclusivamente com o objetivo de informar. As informações, opiniões, estimativas e projeções referem-se à datapresente e estão sujeitas a mudanças como resultado de alterações nas condições de mercado, sem aviso prévio.O analista de investimento ou de valores mobiliários, envolvido na elaboração deste relatório “Clodoir GabrielVieira” ou simplesmente “Clodoir Vieira”, declara que as recomendações contidas neste refletem exclusivamentesuas opiniões pessoais sobre a companhia e seus valores mobiliários e foram elaboradas de forma independente eautônoma, inclusive em relação à Corretora Souza Barros Câmbio e Títulos S.A. e demais empresas do Grupo.O analista de investimentos, envolvido na elaboração deste relatório, tem vínculo como cotista do “Clube deinvestimento SB”, porém não participa da administração. A empresa analisada pode fazer ou não parte da carteira.As operações realizadas podem ou não seguir a tendência da recomendação. 3/3

×