Semanal 13 09 10

245 visualizações

Publicada em

Relatório Semanal elaborado por Clodoir Vieira - CNPI - Economista da Corretora Souza Barros

0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
245
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
2
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
1
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Semanal 13 09 10

  1. 1. Relatório Semanal 13 Setembro 2010 Cenário Econômico A segunda semana de setembro foi marcada por uma agenda econômica fraca e feriados no Brasil e nos Estados Unidos. Os dados mais recentes sobre atividade industrial e de serviços, indicadores de confiança de consumidor Conference Bord, Michigan e outros, dados de produção e vendas, nível de estoque, desemprego crescente, crédito ao consumidor e, principalmente, os dados do segmento imobiliário mostrou que a economia vem perdendo força. Se fizermos uma análise mais profunda veremos que o dólar segue fraco no mercado internacional, desequilibrando as relações de comércio, prejudicando economias como a do Japão. O Livro Bege, documento elaborado pelos escritórios regionais do Federal Reserve sobre a atividade econômica no país, apontou para uma desaceleração da economia do país. O texto também fala de um menor custo com trabalho, que sinaliza pouca pressão inflacionária. Ainda na quarta-feira, o Fed informou também que uma nova queda no volume de crédito disponível no país. A China mostra sinais que não quer crescer tanto mais como vinha antes. Uma decisão acertada, mas mesmo assim deve crescer acima de 8% esse ano. A Índia, que está crescendo em taxa anualizada de 8,8% tem problemas para manter esse crescimento por mais tempo. 1/4
  2. 2. Relatório Semanal 13 Setembro 2010 Destaque de alta na semana Redecard ON – 5,4% - Na semana, a Redecard anunciou que intensificou sua parceria com a Caixa Econômica Federal. Vigente durante os próximos cinco anos, o objetivo do acordo é a expansão do credenciamento de estabelecimentos comerciais com domicilio na Caixa. Este fato foi bem recebido aos vários e agressivos movimentos estratégicos que vêm sendo realizados pela sua principal concorrente – a Cielo. Outro fator que pode ter contribuído para a alta destes títulos foi o anúncio dando conta que a companhia foi selecionada, pelo segundo ano consecutivo, para compor a carteira do Índice Dow Jones de Sustentabilidade (Dow Jones Sustainability World Index – DJSI). O DJSI reconhece as empresas capazes de criar valor para os acionistas no longo prazo, por meio de oportunidades de negócios e de ações vinculadas a fatores econômicos, ambientais e sociais. Rossi ON – 8,1% - As empresas do setor de construção civil foram favorecidas pelos dados positivos relativos ao crédito imobiliário. A CEF – Caixa Econômica Federal elevou a expectativa de crédito habitacional em 2010 de R$ 60 bilhões para R$ 70 bilhões. Até o inicio de setembro, o banco já havia concedido mais empréstimos para habilitação que o realizado em todo ano passado. A participação de merda da CEF no crédito imobiliário está atualmente, em aproximadamente, 80%. SLC Agrícola ON – 4,7% - A valorização destes títulos as perspectivas positivas para o setor agrícola, por conta dos seguintes fatores: recente repique de alta nos preços das principais commodities agrícolas; a sazonalidade de alta para as atividades do agribusiness, que ocorre em geral no segundo semestre de cada ano, e a tendência de aumento na disponibilidade de crédito para o custeio e financiamento da próxima safra agrícola, correspondente ao ano safra 2010/11, cujo cultivo deve se iniciou em julho e deve ir até outubro próximo. 2/4
  3. 3. Relatório Semanal 13 Setembro 2010 Destaque de queda na semana P. Açúcar-CBD ON – (4,3%) – A queda destes títulos reflete as incertezas no curto prazo por conta da agregação das atividades da Casas Bahia, visto que num primeiro momento deve acarretar em despesas maiores visando a reorganização das atividades e o aumento das despesas financeiras, visto que o negócio de varejo de eletroeletrônicos demanda uma alavancagem maior comparativamente com o varejo de alimentos. Eletropaulo PNB – (4,6%) – A Aneel propôs novo WACC (Custo Médio Ponderado de Capital) regulatório para as distribuidoras em 7,15% a ser aplicado no 3º Ciclo de Revisão Tarifária. O novo WACC ainda não é definitivo e poderá ser revisto nas audiências públicas, mas o valor proposto pela Aneel ficou cerca de 1,1 p.p. abaixo da estimativa média do mercado, desvalorizando as distribuidoras no setor elétrico. Vale PNA – (3,0%) – O fraco desempenho dos papéis da Vale pode ter sido um reflexo de realizações de lucros, uma vez que estas ações apresentaram bom desempenho na semana anterior. Além disso, creditamos as quedas também à capitalização da Petrobras, uma vez que muitos investidores estão se desfazendo de posições para participar daquela Oferta. Por fim, vale lembrar a diminuição do preço do minério de ferro, em 10% previsto para o 4º trimestre do ano. Disclaimer i 3/4
  4. 4. Relatório Semanal 13 Setembro 2010 Atendimento Souza Barros São Paulo (11) 32492-6900 - 0800 77 123 00 www.souzabarros.com.br – www.investtrader.com.br Analista CNPI: Clodoir Vieira Trainee: Larissa Gatti Nappo i Disclaimer - Sua(s) recomendação(ões), aqui expressa(s), refletem única e exclusivamente sua(s) opinião(ões) pessoal(is) e foram elaboradas de forma independente e autônoma, inclusive em relação à Corretora Souza Barros Câmbio e títulos S.A - (Souza Barros), a quem estão vinculados; 2- Não mantém vínculo com pessoa(s) natural(is) que atuem no âmbito da(s) companhia(s) analisada(s); 3- A Souza Barros, para a qual trabalha(m), não possui participação acionária igual ou superior a 1% do capital social da(s) companhia(s) analisada(s); 4- Não possui(em) valores mobiliários da(s) companhia(s) analisada(s) que ultrapassem 5% de seu patrimônio pessoal, nem estão envolvidos na negociação de seus valores mobiliários; 5- ele(s) e a Souza Barros não recebem remuneração por serviços prestados, ou apresenta(m) relações comerciais com a(s) companhia(s) analisada(s), ou com pessoas naturais, ou jurídicas, fundos, ou universalidade de direitos que atuem representando o mesmo interesse desta(s); 6- não possui(em) remuneração, ou esquema de compensação atrelados à precificação de quaisquer valores mobiliários emitidos pela(s) companhia(s) analisada(s), ou à receitas provenientes nos negócios e operações financeiras realizadas pela Souza Barros. 4/4

×