Providencia

248 visualizações

Publicada em

Relatório providência por Clodoir Vieira para a corretora Souza Barros.

Publicada em: Negócios, Tecnologia
0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
248
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
4
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
2
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Providencia

  1. 1. Providência A companhia, que iniciou suas atividades com a Oscilação (%): PRIV3 IBOV marca Providência produzindo embalagens No mês (3,88%) 1,41% plásticas para a indústria de alimentos, expandiu seus negócios, entrando no segmento de tubos e No ano (23,01%) (6,78 %) conexões em PVC, com a marca Provinil. Em 1988 iniciou sua produção de não-tecidos com a Em 12 meses 15,68 % 28,72 % marca Kami tornando-se, então, o foco principal da companhia. Valor de Mercado R$ 476 Milhões A constante atualização tecnológica da Kami Patrimônio Líquido R$ 511 Milhões permitiu à empresa ser líder do mercado na Código da Ação PRIV3 América Latina. A Kami ocupa uma posição de destaque entre as maiores empresas do mundo, Preço Alvo R$ 9,30 sendo reconhecida nacional e Recomendação Compra internacionalmente. A empresa exporta grande parte de sua produção para vários continentes, Potencial de Valorização 56,30 % tendo em vista a proximidade dos grandes Preço (24/06/2010) R$ 5,95 portos e aeroportos do Brasil. A linha de produtos Kami engloba, atualmente, R$ milhões 1T09 1T10 L% a produção de não-tecidos com diferentes características, cada uma adequada à melhor Receita 100,11 104,49 4,38 % aplicação junto ao mercado final, com destaque Líquida para os segmentos de descartáveis higiênicos, Margem 40,99 35,92 (12,36 %) médico-hospitalar e duráveis. O segmento de Bruta % descartáveis higiênicos é usado principalmente Margem 29,07 18,06 (11,01%) para a fabricação de fraldas descartáveis e Ebitda absorventes higiênicos e no segmento não Lucro 10,94 4,52 (58,70 %) tecido Kami é usado na indústria de colchões, Líquido produtos de cama e mesa, embalagens diversas, na indústria automobilística, agricultura, construção civil e muitas outras. Rua Líbero Badaró, 293 – 23º andar – Centro – São Paulo/SP – CEP 01009-907 www.souzabarros.com.br – tel.: (11) 3292-6900
  2. 2. Providência A receita líquida da Providência nesse teve impacto diretamente no custo logístico primeiro trimestre de 2010 atingiu R$ 104,5 sobre as vendas para o mercado externo. milhões, representando aumento de 4,4% quando comparada com a de R$ 100,1 As despesas administrativas nesse primeiro milhões em igual período de 2009. Quando trimestre de 2010 atingiram R$ 14,1 milhões, comparado com o quarto trimestre de 2009, um aumento de 48,9% quando comparados com houve uma redução de 8,4% por conta do os R$ 9,5 milhões atingidos no primeiro menos volume de vendas e do efeito do trimestre de 2009. O resultado financeiro câmbio. líquido foi negativo em R$ 7,3 milhões mas quando comparado com o de R$ 5,6 milhões, O Custos com Produtos Vendidos (CPV) também negativo, teve aumento de 30% entre nesse primeiro trimestre de 2010 totalizou R$ os dois período. Esse resultado negativo está 67,0 milhões, o que representa aumento de diretamente relacionado à variação cambial 24,8% quando comparado com os R$ 53,6 ocorrida sobre o ativo em moeda estrangeira. O milhões que a Providência tinha obtido no impacto das atuais oscilações nas cotações da primeiro trimestre de 2009. Quando moeda norte-americana sobre o endividamento comparado com o quarto trimestre de 2009, é parcialmente reduzido pela carteira de clientes houve redução de 5,2% onde a empresa tinha em moeda estrangeira. atingido R$ 70,6 milhões. Quando calculado o custo com produtos vendidos, são analisados No primeiro trimestre de 2010, a Providência os principais componentes onde nesse caso é o apresentou lucro líquido de R$ 4,5 milhões, polipropileno que teve um aumento médio queda de 68,9% quando comparado com o de nesse primeiro trimestre de 30% quando R$ 14,5 milhões atingido no primeiro trimestre comparado com o mesmo período do ano de 2009. O Ebitda apresentado pela Providência passado. no primeiro trimestre de 2010 alcançou R$ 22,8 milhões, uma queda de 27,8% quando As despesas e as receitas operacionais nesse comparamos com os R$ 31,5 milhões atingidos primeiro trimestre de 2010 totalizaram R$ no primeiro trimestre de 2009. 21,7 milhões, o que representa um aumento de 10,6% quando comparados com os R$ 19,6 As vendas brutas no mercado interno nesse milhões atingidos nos primeiro trimestre de primeiro trimestre atingirem a R$ 66,8 milhões, 2009. uma redução de 4,1% quando comparada com os R$ 69,7 milhões no primeiro trimestre 2009. As despesas com vendas nesse primeiro As vendas brutas no mercado externo cresceram trimestre de 2010 totalizaram R$ 8,0 milhões, 11,5% ao passarem de R$ 46,3 milhões para R$ uma queda de 19,9% quando comparados com 51,7 milhões verificadas nos dois períodos. os R$ 10,0 milhões que a Providência tinha atingido no primeiro trimestre de 2009. Essa A dívida líquida da Providência teve redução de desvalorização ocorreu por conta da 32,7% em relação ao primeiro trimestre de desvalorização do dólar frente ao real onde 2009, em função da diminuição da dívida total em R$ 65,3 milhões, resultado do pagamento de Rua Líbero Badaró, 293 – 23º andar – Centro – São Paulo/SP – CEP 01009-907 www.souzabarros.com.br – tel.: (11) 3292-6900
  3. 3. Providência juros semestrais e de principal, além da variação cambial. O caixa teve aumento de não possui(em) remuneração, ou esquema de 7,1% e tem como principal fator a geração compensação atrelados à precificação de quaisquer valores mobiliários emitidos pela(s) companhia(s) operacional do período. analisada(s), ou à receitas provenientes nos negócios e operações financeiras realizadas pela Souza Barros. A companhia possui 71% de seu endividamento baseado em moeda local e 29% em moeda estrangeira. A nossa recomendação é de compra para carteiras diversificadas. A companhia deve recuperar suas margens operacionais no segundo trimestre de 2010, onde deve ter melhores condições de repassar o aumento do polipropileno. A demanda por não-tecido segue aquecida. Clodoir Vieira - CNPI(i) - Economista da Corretora Souza Barros e professor de Mercado de Capitais na FIB e na pós-graduação na IPOG-Goiânia. i () Disclaimer - Sua(s) recomendação(ões), aqui expressa(s), refletem única e exclusivamente sua(s) opinião(ões) pessoal(is) e foram elaboradas de forma independente e autônoma, inclusive em relação à Corretora Souza Barros Câmbio e títulos S.A - (Souza Barros), a quem estão vinculados; 2- Não mantém vínculo com pessoa(s) natural(is) que atuem no âmbito da(s) companhia(s) analisada(s); 3- A Souza Barros, para a qual trabalha(m), não possui participação acionária igual ou superior a 1% do capital social da(s) companhia(s) analisada(s); 4- Não possui(em) valores mobiliários da(s) companhia(s) analisada(s) que ultrapassem 5% de seu patrimônio pessoal, nem estão envolvidos na negociação de seus valores mobiliários; 5- ele(s) e a Souza Barros não recebem remuneração por serviços prestados, ou apresenta(m) relações comerciais com a(s) companhia(s) analisada(s), ou com pessoas naturais, ou jurídicas, fundos, ou universalidade de direitos que atuem representando o mesmo interesse desta(s); 6- Rua Líbero Badaró, 293 – 23º andar – Centro – São Paulo/SP – CEP 01009-907 www.souzabarros.com.br – tel.: (11) 3292-6900

×