Ambv4 1 t11

153 visualizações

Publicada em

Relatório da Ambev (AMBV4) referente ao primeiro trimestre de 2011.

Publicada em: Negócios
0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
153
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
5
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
1
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Ambv4 1 t11

  1. 1. Ambev 01 JUN 2011Oscilação (%): AMBV4 IBOV A Companhia de Bebidas das AméricasNo mês (Maio) (2,8%) (2,3%) (Ambev) integra a maior plataforma deNo ano (2,2%) (6,8%) produção e comercialização de cervejas do mundo. Individualmente, é a quarta maiorEm 12 meses 46,9% 2,5% cervejaria do mundo e líderes do mercado latino-americano, produzindo e comercializandoValor de Mercado R$ 138,4 Bilhões cervejas, refrigerantes e bebidas nãoPatrimônio Líquido R$ 24,1 Bilhões carbonatadas. A empresa é líder no mercado brasileiro de cervejas e está presente em 14Código da Ação AMBV4 países das Américas e tem aproximadamentePreço Alvo R$ 57,90 70% do mercado brasileiro.Recomendação Manter A receita liquida da AmBev apresentou um crescimento de 10,5%. Passando de R$ 6.1Preço (31/05/2011) R$48,70 bilhões no primeiro trimestre de 2010 para R$ 6.5 bilhões no primeiro trimestre de 2011, esseR$ milhões 1T10 1T11 ∆% crescimento conforme a companhia é devidoReceita principalmente aos ajustes de preços nas 6.121 6.562 10,5%Líquida operações, que geram um aumento da receitaMargem líquida por hectolitro de 10,4% no período. 67,38 67,89 0,51p.p.Bruta % O custo de produto vendido (CPV) consolidadoEbitda 2.806 3.098 12,4% teve um aumento de 9,0% no trimestre, no Brasil também houve um aumento de 9,7% daLucro 1.650 2.088 26,57% passagem do primeiro trimestre de 2010 paraLíquido 2011, segundo a companhia o aumento do CPV foi principalmente devido a maiores custos de matérias primas e de embalagens, parcialmente compensados no trimestre por ganhos nos hedges de moeda e por iniciativas de produtividade. O crescimento de 10,5% das despesas com vendas, gerais e administrativas, excluindo depreciação e amortização, foi conseqüência segundo a Ambev principalmente da inflação e dos maiores custos logísticos no Brasil, devido Gráfico dos últimos três meses da ação. Fonte: Economática. ao aumento da distribuição direta e pelas Rua Líbero Badaró, 293 – 23º andar – Centro – São Paulo/SP – CEP 01009-907 www.souzabarros.com.br – tel.: (11) 3292-6900
  2. 2. Ambev 01 JUN 2011transferências de produtos entre unidades, bilhões, comparado a um lucro líquido de R$anterior ao aumento na capacidade do parque 1.6 bilhão no mesmo período do ano anterior,fabril esperada com nossos investimentos em representando um aumento de 26,6%.CAPEX. As despesas com vendas, gerais e O EBITDA da Ambev foi de R$ 3.1 bilhões noadministrativas totais foram de R$1.8 bilhão, trimestre com um crescimento de 12,4%um valor 4,9% maior que o mesmo período de enquanto a margem expandiu 80 pontos-base no2010. período para 47,2%. Já a geração de caixaO resultado financeiro líquido no primeiro operacional foi de R$ 1.98 bilhão no trimestre,trimestre de 2011 melhorou em R$ 141,1 apresentando uma redução de 17,9% em relaçãomilhões, porém continua negativo em R$ 45,5 ao mesmo período de 2010.milhões. A Ambev apresentou alguns motivos A dívida total da AmBev teve uma redução,para esta melhora, são elas: menores despesas passando de R$ 6.8 bilhões que estavam emlíquidas com juros, e ganhos com dezembro de 2010 para R$ 6.6 bilhões eminstrumentos derivativos relacionados à março de 2011.política de hedge da Companhia.No primeiro trimestre de 2011 a AmBevapresentou um lucro liquido de R$ 2.0Indicadores de Mercado Setor Alimentos e Bebidas - Ibovespa Nome Classe LPA 1T10 LPA 1T11 P/L P/VPA Ambev PN 0,54 0,67 19,10 6,30 BRF Foods ON 0,07 0,44 22,60 1,80 Cosan ON 0,76 - 12,20 1,80 JBS ON 0,04 0,06 -53,10 0,80 Marfrig ON -0,14 0,07 22,70 0,80Dentre as ações do índice Ibovespa do setor de Alimentos e Bebidas com destaque para a Ambev: Lucro por Ação (LPA) que representa a divisão do lucro líquido pelo número total de ações da Ambev teve uma variação positiva de 26% do primeiro trimestre de 2010 para o de 20011. Preço/Lucro (P/L) indica o tempo de retorno do investimento, partindo-se da premissa que o lucro apurado se repetirá nos próximos anos, o P/L da Ambev é de 19,10. Preço/Valor Patrimonial Ajustado (P/VPA) que compara o valor de mercado da empresa com seu valor contábil. Em tese, quanto mais baixo este índice, mais barata é a empresa, portanto dentre as empresas do setor de Alimentos e Bebidas citadas a cima a Ambev é a mais cara do setor.Mantivemos a nossa recomendação de compra. Rua Líbero Badaró, 293 – 23º andar – Centro – São Paulo/SP – CEP 01009-907 www.souzabarros.com.br – tel.: (11) 3292-6900
  3. 3. Ambev 01 JUN 2011Clodoir Vieira - CNPI(i) - Economista daCorretora Souza Barros e professor na pós-graduação na IPOG-Goiania e Senac-SP. iDisclaimer - ( ) Declaração do analista de valoresmobiliários de investimento, nos termos do art. 17 daICVM 483 - As informações financeiras utilizadas neste relatórioforam obtidas diretamente das empresas. Todas as informaçõesforam obtidas de fontes públicas que acreditamos confiáveis e deboa fé, mas não foram independentemente conferidas e nenhumagarantia, expressa ou implícita, é feita sobre sua exatidão, ou se ainformação é completa.Este documento foi preparado pelo analista da Souza Barros eestá sendo fornecido exclusivamente com o objetivo de informar.As informações, opiniões, estimativas e projeções referem-se àdata presente e estão sujeitas a mudanças como resultado dealterações nas condições de mercado, sem aviso prévio.O analista de investimento ou de valores mobiliários, envolvido naelaboração deste relatório “Clodoir Gabriel Vieira” ousimplesmente “Clodoir Vieira”, declara que as recomendaçõescontidas neste refletem exclusivamente suas opiniões pessoaissobre a companhia e seus valores mobiliários e foram elaboradasde forma independente e autônoma, inclusive em relação àCorretora Souza Barros Câmbio e Títulos S.A. e demais empresasdo Grupo.O analista de investimentos, envolvido na elaboração desterelatório, tem vínculo como cotista do “Clube de investimentoSB”, porém não participa da administração. A empresa analisadapode fazer ou não parte da carteira. As operações realizadaspodem ou não seguir a tendência da recomendação. Rua Líbero Badaró, 293 – 23º andar – Centro – São Paulo/SP – CEP 01009-907 www.souzabarros.com.br – tel.: (11) 3292-6900

×