SlideShare uma empresa Scribd logo
Melhoria Continua
Requisito da Norma ISO 9001
UFCD: 0594- Noções e
normas de qualidade
Curso: Técnico de Apoio à Gestão Realizado por: Soraia Torres
Indice
Get a modern PowerPoint Presentation that is beautifully
designed. I hope and I believe that this Template will your Time.
Contents
01
Get a modern PowerPoint Presentation that is beautifully
designed. I hope and I believe that this Template will your Time.
Contents
02
Get a modern PowerPoint Presentation that is beautifully
designed. I hope and I believe that this Template will your Time.
Contents
03
Get a modern PowerPoint Presentation that is beautifully
designed. I hope and I believe that this Template will your Time.
Contents
04
O que é
a ISO
9001?
“International Organization for
Standardization” (Organização Internacional
de Normalização)
É uma entidade que tem como principal objetivo
aprovar normas internacionais em todos os campos
técnicos, para manter a qualidade permanente.
ISO
A principal norma é a 9001
Estabelece requisitos para sistemas de gestão da
qualidade, ou seja, uma lista com os tipos de
práticas de gestão realizadas por empresas
mundiais de renome, compiladas de forma a
representar o que elas melhor fazem.
A ISO juntou todas essas informações e criou esta
norma, adaptável a qualquer tipo de empresa (de
qualquer tamanho ou finalidade).
Melhoria Contínua
Os requisitos estabelecidos pela
norma são 7, em que aquele que
vamos abordar detalhadamente é o
da melhoria contínua.
ISO 9001 : Melhoria
“A organização deve melhorar continuamente a eficácia
do Sistema de Gestão da Qualidade através da utilização
da política da qualidade, dos objetivos da qualidade, dos
resultados das auditorias, da análise dos dados, das
ações corretivas e preventivas e da revisão pela gestão”
MELHORIA: GENERALIDADE
A organização deve determinar e selecionar oportunidades
para a melhoria e implementar ações necessárias para
atender a requisitos do cliente e aumentar a sua satisfação.
Estas devem incluir:
• Melhorar produtos e serviços para atender a requisitos
assim como para abordar futuras necessidades e
expectativas
• Corrigir, prevenir ou reduzir efeitos indesejados
• Melhorar o desempenho e a eficácia do sistema de
gestão da qualidade
Melhoria: Ação Corretiva
Tem como objetivo eliminar ou diminuir as causas de uma não conformidade ocorrida
ou de uma situação indesejável (se o impacto for relevante). Caso ocorra uma não-
conformidade a organização deve:
• Analisar criticamente e analisando a não conformidade
• Determinar as causas
• Determinar se existem não conformidades similares, ou se poderiam vir
a ocorrer.
Avaliar a necessidade de ação para eliminar a(s) causa(s), a
fim de que não se repita:
Implementar qualquer ação necessária
• Identificar a ação para controla-la e corrigi-la
• Lidar com as consequências
Reagir à não conformidade:
Analisar criticamente a eficácia da ação(s) corretiva(s) tomada
Caso necessário, atualizar riscos e oportunidades,
determinados durante o planeamento
Caso necessário, Realizar mudanças no sistema de gestão
da qualidade
Melhoria: Ação Preventiva
Tem como objetivo prevenir o acontecimento da não conformidade, eliminando a
recorrência de problemas.
Avaliação da necessidade de ações para evitar a ocorrência
de não conformidades
Determinação e implementação de ações necessárias
(apropriadas aos efeitos das não conformidades encontradas)
Determinação de não conformidades potenciais e de suas
causas
Registros de resultados de ações executadas
Análise crítica da eficácia da ação preventiva executada
• Da natureza das não conformidades e das ações subsequentes
tomadas
• Dos resultados da ação corretiva
A organização deve ter informação documentada:
MELHORIA: CONTÍNUA
A organização deve :
• Melhorar continuamente a adequação, suficiência e
eficácia do sistema de gestão da qualidade
• Considerar os resultados de análise e avaliação e as
saídas de análise crítica pela direção para determinar
se existem necessidades ou oportunidades que
devem ser abordadas como parte de melhoria
contínua.
• Determinar o objetivo para a
melhoria de processos
• Formar uma equipa especifica de
profissionais para o ciclo PDCA
• Estipular prazos
• Criar um plano de ação detalhado
com todas as tarefas a serem
executadas
Plan (Planear)
• Executar as atividades que
compõem o plano de ação
• Comunicar a evolução do
processo a todos os envolvidos
• Cumprir o calendário de prazos
• Evidenciar todas as ações que
afastem do plano inicialmente
traçado
Do (Fazer)
• Analisar os resultados e avaliar o que
pode ser melhorado
• Conforme o êxito das ações
planeadas, voltar para a etapa
anterior (FAZER) e identificar outras
possibilidades de melhorias
• Ao executar uma tarefa, analisar se o
resultado alcançado era o pretendido
• Anotar todas as variações
imprevistas encontradas
• Reconhecer as principais causas dos
problemas
Check (Verificar)
É um método que se foca melhoria
contínua. Através de 4 passos é
possível desenvolver um planeamento
a com o objetivo de alcançar resultados
satisfatórios de forma contínua.
PDCA
• Corrigir defeitos
• Criar ações de prevenção para as
causas identificadas
• Implementar as ações
preventivas e analisar se o
resultado é o esperado
• Repetir as etapas do ciclo até
que todos os objetivos sejam
alcançados
Act (Agir)
Exemplos
de
Melhoria
GTA IIl GTA V
Exemplos de Melhoria
Exemplos de Melhoria
Windows 5 Windows 10
Matthews & Marzec: Dimensões da Melhoria
Redução dos custos de qualidade
Mudanças como resposta a
reclamações e a mudanças das
especificações de clientes
Conformidade com especificações
Satisfação do cliente
Mudanças nas especificações do produto
Redução dos defeitos
Melhorias nas políticas e nos
procedimentos
Melhorias tangíveis
Bibliografia
http://gestaoefficaz.com.br/2016/10/02/entendendo-a-iso-90012015-requisito-10-melhoria/
https://slideplayer.com.br/slide/8847169/
https://blogdaqualidade.com.br/iso-90012015-requisito-10-melhoria-nao-conformidade-e-
acao-corretiva-parte-1/
http://gestaoefficaz.com.br/2016/10/02/entendendo-a-iso-90012015-requisito-10-melhoria/
Google imagens
Obrigada!

Mais conteúdo relacionado

Mais procurados

Apresentação Ferramentas da Qualidade Hospital
Apresentação Ferramentas da Qualidade Hospital Apresentação Ferramentas da Qualidade Hospital
Apresentação Ferramentas da Qualidade Hospital
Rubia Soraya Rabello
 
Mapeamento de Processos
Mapeamento de ProcessosMapeamento de Processos
Mapeamento de Processos
Templum Consultoria Online
 
Gestão da qualidade - ISO 9001:2015
Gestão da qualidade - ISO 9001:2015Gestão da qualidade - ISO 9001:2015
Gestão da qualidade - ISO 9001:2015
Alisson Sena, MBA
 
Qualidade
QualidadeQualidade
Qualidade
Eduardo Cardoso
 
PDCA - Treinamento completo
PDCA - Treinamento completoPDCA - Treinamento completo
PDCA - Treinamento completo
Vinícius Toledo França de Nader
 
Diagrama de ishikawa
Diagrama de ishikawaDiagrama de ishikawa
Diagrama de ishikawa
AgnaldoBarbosa
 
Ferramentas da qualidade
Ferramentas da qualidadeFerramentas da qualidade
Ferramentas da qualidade
Sergio Dias
 
Manufatura Enxuta (Lean) - Slides - Profª Silene Seibel
Manufatura Enxuta (Lean) - Slides - Profª Silene SeibelManufatura Enxuta (Lean) - Slides - Profª Silene Seibel
Manufatura Enxuta (Lean) - Slides - Profª Silene Seibel
Sustentare Escola de Negócios
 
Matriz GUT - Gravidade, Urgência e Tendência
Matriz GUT - Gravidade, Urgência e TendênciaMatriz GUT - Gravidade, Urgência e Tendência
Matriz GUT - Gravidade, Urgência e Tendência
Orlando Lima Treinamentos
 
Six Sigma Metodologia DMAIC
Six Sigma Metodologia DMAICSix Sigma Metodologia DMAIC
Six Sigma Metodologia DMAIC
CLT Valuebased Services
 
Lean Manufacturing
Lean ManufacturingLean Manufacturing
Lean Manufacturing
Daisy Marschalk
 
Gestão da qualidade
Gestão da qualidadeGestão da qualidade
Gestão da qualidade
Carlos Sousa
 
Modelagem de Processos
Modelagem de ProcessosModelagem de Processos
Modelagem de Processos
Thiago Andress
 
Gestão de Serviços de TI com a ITIL. Uma introdução
Gestão de Serviços de TI com a ITIL. Uma introduçãoGestão de Serviços de TI com a ITIL. Uma introdução
Gestão de Serviços de TI com a ITIL. Uma introdução
Rildo (@rildosan) Santos
 
Semana da qualidade
Semana da qualidadeSemana da qualidade
Semana da qualidade
kaueprata
 
Gestão de processos e qualidade
Gestão de processos e qualidadeGestão de processos e qualidade
Gestão de processos e qualidade
Gerisval Pessoa
 
Diagrama de causa efeito
Diagrama de causa  efeitoDiagrama de causa  efeito
Diagrama de causa efeito
Antonio Virgilho
 
Gestão da qualidade
Gestão da qualidadeGestão da qualidade
Gestão da qualidade
Laura Inafuko
 
Just in time (jit)
Just in time (jit)Just in time (jit)
Just in time (jit)
Robson Costa
 
Adm Producao
Adm ProducaoAdm Producao

Mais procurados (20)

Apresentação Ferramentas da Qualidade Hospital
Apresentação Ferramentas da Qualidade Hospital Apresentação Ferramentas da Qualidade Hospital
Apresentação Ferramentas da Qualidade Hospital
 
Mapeamento de Processos
Mapeamento de ProcessosMapeamento de Processos
Mapeamento de Processos
 
Gestão da qualidade - ISO 9001:2015
Gestão da qualidade - ISO 9001:2015Gestão da qualidade - ISO 9001:2015
Gestão da qualidade - ISO 9001:2015
 
Qualidade
QualidadeQualidade
Qualidade
 
PDCA - Treinamento completo
PDCA - Treinamento completoPDCA - Treinamento completo
PDCA - Treinamento completo
 
Diagrama de ishikawa
Diagrama de ishikawaDiagrama de ishikawa
Diagrama de ishikawa
 
Ferramentas da qualidade
Ferramentas da qualidadeFerramentas da qualidade
Ferramentas da qualidade
 
Manufatura Enxuta (Lean) - Slides - Profª Silene Seibel
Manufatura Enxuta (Lean) - Slides - Profª Silene SeibelManufatura Enxuta (Lean) - Slides - Profª Silene Seibel
Manufatura Enxuta (Lean) - Slides - Profª Silene Seibel
 
Matriz GUT - Gravidade, Urgência e Tendência
Matriz GUT - Gravidade, Urgência e TendênciaMatriz GUT - Gravidade, Urgência e Tendência
Matriz GUT - Gravidade, Urgência e Tendência
 
Six Sigma Metodologia DMAIC
Six Sigma Metodologia DMAICSix Sigma Metodologia DMAIC
Six Sigma Metodologia DMAIC
 
Lean Manufacturing
Lean ManufacturingLean Manufacturing
Lean Manufacturing
 
Gestão da qualidade
Gestão da qualidadeGestão da qualidade
Gestão da qualidade
 
Modelagem de Processos
Modelagem de ProcessosModelagem de Processos
Modelagem de Processos
 
Gestão de Serviços de TI com a ITIL. Uma introdução
Gestão de Serviços de TI com a ITIL. Uma introduçãoGestão de Serviços de TI com a ITIL. Uma introdução
Gestão de Serviços de TI com a ITIL. Uma introdução
 
Semana da qualidade
Semana da qualidadeSemana da qualidade
Semana da qualidade
 
Gestão de processos e qualidade
Gestão de processos e qualidadeGestão de processos e qualidade
Gestão de processos e qualidade
 
Diagrama de causa efeito
Diagrama de causa  efeitoDiagrama de causa  efeito
Diagrama de causa efeito
 
Gestão da qualidade
Gestão da qualidadeGestão da qualidade
Gestão da qualidade
 
Just in time (jit)
Just in time (jit)Just in time (jit)
Just in time (jit)
 
Adm Producao
Adm ProducaoAdm Producao
Adm Producao
 

Semelhante a Melhoria Continua - ISO 9001

ISO 9001
ISO 9001ISO 9001
Rjv cursos
Rjv cursosRjv cursos
Rjv cursos
Richard Vasques
 
BENEFÍCIOS ORGANIZACIONAIS ATRAVÉS DA ISO 9001
BENEFÍCIOS ORGANIZACIONAIS ATRAVÉS DA ISO 9001BENEFÍCIOS ORGANIZACIONAIS ATRAVÉS DA ISO 9001
BENEFÍCIOS ORGANIZACIONAIS ATRAVÉS DA ISO 9001
Adriano Pereira
 
Gerenciamento da Qualidade
Gerenciamento da QualidadeGerenciamento da Qualidade
Solução de EQMS
Solução de EQMSSolução de EQMS
Solução de EQMS
Paulo Henrique Pinhão
 
ISO 9001:2015 - O que vem por aí?
ISO 9001:2015 - O que vem por aí?ISO 9001:2015 - O que vem por aí?
ISO 9001:2015 - O que vem por aí?
Q2 Management
 
Gestão da Qualidade
Gestão da QualidadeGestão da Qualidade
Gestão da Qualidade
ProfessorRogerioSant
 
Concepção e desenvolvimento de projectos 6 sigma
Concepção e desenvolvimento de projectos 6 sigmaConcepção e desenvolvimento de projectos 6 sigma
Concepção e desenvolvimento de projectos 6 sigma
Carlos Neves
 
PDCA E FERRAMENTAS DE QUALIDADE
PDCA E FERRAMENTAS DE QUALIDADEPDCA E FERRAMENTAS DE QUALIDADE
PDCA E FERRAMENTAS DE QUALIDADE
Acies Consultoria Empresarial
 
Qualidade
QualidadeQualidade
Qualidade
José Luismar
 
Palestra - Como a qualidade contribui pra o seu negócio
Palestra - Como a qualidade contribui pra o seu negócioPalestra - Como a qualidade contribui pra o seu negócio
Palestra - Como a qualidade contribui pra o seu negócio
Michelle Raimundo dos Santos
 
Apresentação sobre a Ferramenta da Qualidade Ciclo PDCA
Apresentação sobre a Ferramenta da Qualidade  Ciclo PDCAApresentação sobre a Ferramenta da Qualidade  Ciclo PDCA
Apresentação sobre a Ferramenta da Qualidade Ciclo PDCA
PauloEdisonAtaides
 
Apresentacao_CAF
Apresentacao_CAFApresentacao_CAF
Treinamento Introdutório em Gestão da Qualidade
Treinamento Introdutório em Gestão da QualidadeTreinamento Introdutório em Gestão da Qualidade
Treinamento Introdutório em Gestão da Qualidade
LaraMorais20
 
Modulo 3 -Análise, Controle e Performance de processos
Modulo 3 -Análise, Controle e Performance de processosModulo 3 -Análise, Controle e Performance de processos
Modulo 3 -Análise, Controle e Performance de processos
Tsiane Poppe Araujo
 
Conseguimos o certificado. e agora, o que fazer
Conseguimos o certificado. e agora, o que fazerConseguimos o certificado. e agora, o que fazer
Conseguimos o certificado. e agora, o que fazer
Mectrol HIWIN do Brasil
 
Manual ufcd-1122-nocoes-e-normas-da-qualidade
Manual ufcd-1122-nocoes-e-normas-da-qualidadeManual ufcd-1122-nocoes-e-normas-da-qualidade
Manual ufcd-1122-nocoes-e-normas-da-qualidade
Cristina Fernandes
 
Gestao da qualidade definicoes
Gestao da qualidade definicoesGestao da qualidade definicoes
Gestao da qualidade definicoes
João Rafael Lopes
 
Ciclo pdca
Ciclo pdcaCiclo pdca
5167 melhoria-da-qualidade 2
5167 melhoria-da-qualidade 25167 melhoria-da-qualidade 2
5167 melhoria-da-qualidade 2
Camipf
 

Semelhante a Melhoria Continua - ISO 9001 (20)

ISO 9001
ISO 9001ISO 9001
ISO 9001
 
Rjv cursos
Rjv cursosRjv cursos
Rjv cursos
 
BENEFÍCIOS ORGANIZACIONAIS ATRAVÉS DA ISO 9001
BENEFÍCIOS ORGANIZACIONAIS ATRAVÉS DA ISO 9001BENEFÍCIOS ORGANIZACIONAIS ATRAVÉS DA ISO 9001
BENEFÍCIOS ORGANIZACIONAIS ATRAVÉS DA ISO 9001
 
Gerenciamento da Qualidade
Gerenciamento da QualidadeGerenciamento da Qualidade
Gerenciamento da Qualidade
 
Solução de EQMS
Solução de EQMSSolução de EQMS
Solução de EQMS
 
ISO 9001:2015 - O que vem por aí?
ISO 9001:2015 - O que vem por aí?ISO 9001:2015 - O que vem por aí?
ISO 9001:2015 - O que vem por aí?
 
Gestão da Qualidade
Gestão da QualidadeGestão da Qualidade
Gestão da Qualidade
 
Concepção e desenvolvimento de projectos 6 sigma
Concepção e desenvolvimento de projectos 6 sigmaConcepção e desenvolvimento de projectos 6 sigma
Concepção e desenvolvimento de projectos 6 sigma
 
PDCA E FERRAMENTAS DE QUALIDADE
PDCA E FERRAMENTAS DE QUALIDADEPDCA E FERRAMENTAS DE QUALIDADE
PDCA E FERRAMENTAS DE QUALIDADE
 
Qualidade
QualidadeQualidade
Qualidade
 
Palestra - Como a qualidade contribui pra o seu negócio
Palestra - Como a qualidade contribui pra o seu negócioPalestra - Como a qualidade contribui pra o seu negócio
Palestra - Como a qualidade contribui pra o seu negócio
 
Apresentação sobre a Ferramenta da Qualidade Ciclo PDCA
Apresentação sobre a Ferramenta da Qualidade  Ciclo PDCAApresentação sobre a Ferramenta da Qualidade  Ciclo PDCA
Apresentação sobre a Ferramenta da Qualidade Ciclo PDCA
 
Apresentacao_CAF
Apresentacao_CAFApresentacao_CAF
Apresentacao_CAF
 
Treinamento Introdutório em Gestão da Qualidade
Treinamento Introdutório em Gestão da QualidadeTreinamento Introdutório em Gestão da Qualidade
Treinamento Introdutório em Gestão da Qualidade
 
Modulo 3 -Análise, Controle e Performance de processos
Modulo 3 -Análise, Controle e Performance de processosModulo 3 -Análise, Controle e Performance de processos
Modulo 3 -Análise, Controle e Performance de processos
 
Conseguimos o certificado. e agora, o que fazer
Conseguimos o certificado. e agora, o que fazerConseguimos o certificado. e agora, o que fazer
Conseguimos o certificado. e agora, o que fazer
 
Manual ufcd-1122-nocoes-e-normas-da-qualidade
Manual ufcd-1122-nocoes-e-normas-da-qualidadeManual ufcd-1122-nocoes-e-normas-da-qualidade
Manual ufcd-1122-nocoes-e-normas-da-qualidade
 
Gestao da qualidade definicoes
Gestao da qualidade definicoesGestao da qualidade definicoes
Gestao da qualidade definicoes
 
Ciclo pdca
Ciclo pdcaCiclo pdca
Ciclo pdca
 
5167 melhoria-da-qualidade 2
5167 melhoria-da-qualidade 25167 melhoria-da-qualidade 2
5167 melhoria-da-qualidade 2
 

Último

Seminário para saúde: Sistema Tegumentar
Seminário para saúde: Sistema TegumentarSeminário para saúde: Sistema Tegumentar
Seminário para saúde: Sistema Tegumentar
PatrciaOliveiraPat
 
tccemmodelodeslideparaparesentacaotcc2.pptx
tccemmodelodeslideparaparesentacaotcc2.pptxtccemmodelodeslideparaparesentacaotcc2.pptx
tccemmodelodeslideparaparesentacaotcc2.pptx
DvilaSoares1
 
01 INTRODUÇÃO AO ESTUDO DA ANATOMIA HUMANA (1).pptx
01 INTRODUÇÃO AO ESTUDO DA ANATOMIA HUMANA (1).pptx01 INTRODUÇÃO AO ESTUDO DA ANATOMIA HUMANA (1).pptx
01 INTRODUÇÃO AO ESTUDO DA ANATOMIA HUMANA (1).pptx
danielecarvalho75
 
Seminário Aleitamento Materno em PDF disponivel gratuitamente
Seminário Aleitamento Materno em PDF disponivel gratuitamenteSeminário Aleitamento Materno em PDF disponivel gratuitamente
Seminário Aleitamento Materno em PDF disponivel gratuitamente
LasAraujo12
 
Tuberculose manual modulo 1 micobacterias
Tuberculose manual modulo 1 micobacteriasTuberculose manual modulo 1 micobacterias
Tuberculose manual modulo 1 micobacterias
CarolLopes74
 
Conferência de saúde - Fpolis.pptx01fabi
Conferência de saúde - Fpolis.pptx01fabiConferência de saúde - Fpolis.pptx01fabi
Conferência de saúde - Fpolis.pptx01fabi
FabianeOlegario2
 
Vitamina K2 e a Pele Saudável: Descubra os Segredos para uma Aparência Jovem ...
Vitamina K2 e a Pele Saudável: Descubra os Segredos para uma Aparência Jovem ...Vitamina K2 e a Pele Saudável: Descubra os Segredos para uma Aparência Jovem ...
Vitamina K2 e a Pele Saudável: Descubra os Segredos para uma Aparência Jovem ...
balmeida871
 
Aula PNAB.... curso técnico de enfermagem
Aula PNAB.... curso técnico de enfermagemAula PNAB.... curso técnico de enfermagem
Aula PNAB.... curso técnico de enfermagem
Jssica597589
 
02. Alimentação saudável Autor Biblioteca Virtual em Saúde MS.pdf
02. Alimentação saudável Autor Biblioteca Virtual em Saúde MS.pdf02. Alimentação saudável Autor Biblioteca Virtual em Saúde MS.pdf
02. Alimentação saudável Autor Biblioteca Virtual em Saúde MS.pdf
NanandorMacosso
 

Último (9)

Seminário para saúde: Sistema Tegumentar
Seminário para saúde: Sistema TegumentarSeminário para saúde: Sistema Tegumentar
Seminário para saúde: Sistema Tegumentar
 
tccemmodelodeslideparaparesentacaotcc2.pptx
tccemmodelodeslideparaparesentacaotcc2.pptxtccemmodelodeslideparaparesentacaotcc2.pptx
tccemmodelodeslideparaparesentacaotcc2.pptx
 
01 INTRODUÇÃO AO ESTUDO DA ANATOMIA HUMANA (1).pptx
01 INTRODUÇÃO AO ESTUDO DA ANATOMIA HUMANA (1).pptx01 INTRODUÇÃO AO ESTUDO DA ANATOMIA HUMANA (1).pptx
01 INTRODUÇÃO AO ESTUDO DA ANATOMIA HUMANA (1).pptx
 
Seminário Aleitamento Materno em PDF disponivel gratuitamente
Seminário Aleitamento Materno em PDF disponivel gratuitamenteSeminário Aleitamento Materno em PDF disponivel gratuitamente
Seminário Aleitamento Materno em PDF disponivel gratuitamente
 
Tuberculose manual modulo 1 micobacterias
Tuberculose manual modulo 1 micobacteriasTuberculose manual modulo 1 micobacterias
Tuberculose manual modulo 1 micobacterias
 
Conferência de saúde - Fpolis.pptx01fabi
Conferência de saúde - Fpolis.pptx01fabiConferência de saúde - Fpolis.pptx01fabi
Conferência de saúde - Fpolis.pptx01fabi
 
Vitamina K2 e a Pele Saudável: Descubra os Segredos para uma Aparência Jovem ...
Vitamina K2 e a Pele Saudável: Descubra os Segredos para uma Aparência Jovem ...Vitamina K2 e a Pele Saudável: Descubra os Segredos para uma Aparência Jovem ...
Vitamina K2 e a Pele Saudável: Descubra os Segredos para uma Aparência Jovem ...
 
Aula PNAB.... curso técnico de enfermagem
Aula PNAB.... curso técnico de enfermagemAula PNAB.... curso técnico de enfermagem
Aula PNAB.... curso técnico de enfermagem
 
02. Alimentação saudável Autor Biblioteca Virtual em Saúde MS.pdf
02. Alimentação saudável Autor Biblioteca Virtual em Saúde MS.pdf02. Alimentação saudável Autor Biblioteca Virtual em Saúde MS.pdf
02. Alimentação saudável Autor Biblioteca Virtual em Saúde MS.pdf
 

Melhoria Continua - ISO 9001

  • 1. Melhoria Continua Requisito da Norma ISO 9001 UFCD: 0594- Noções e normas de qualidade Curso: Técnico de Apoio à Gestão Realizado por: Soraia Torres
  • 2. Indice Get a modern PowerPoint Presentation that is beautifully designed. I hope and I believe that this Template will your Time. Contents 01 Get a modern PowerPoint Presentation that is beautifully designed. I hope and I believe that this Template will your Time. Contents 02 Get a modern PowerPoint Presentation that is beautifully designed. I hope and I believe that this Template will your Time. Contents 03 Get a modern PowerPoint Presentation that is beautifully designed. I hope and I believe that this Template will your Time. Contents 04
  • 3. O que é a ISO 9001? “International Organization for Standardization” (Organização Internacional de Normalização) É uma entidade que tem como principal objetivo aprovar normas internacionais em todos os campos técnicos, para manter a qualidade permanente. ISO A principal norma é a 9001 Estabelece requisitos para sistemas de gestão da qualidade, ou seja, uma lista com os tipos de práticas de gestão realizadas por empresas mundiais de renome, compiladas de forma a representar o que elas melhor fazem. A ISO juntou todas essas informações e criou esta norma, adaptável a qualquer tipo de empresa (de qualquer tamanho ou finalidade). Melhoria Contínua Os requisitos estabelecidos pela norma são 7, em que aquele que vamos abordar detalhadamente é o da melhoria contínua.
  • 4. ISO 9001 : Melhoria “A organização deve melhorar continuamente a eficácia do Sistema de Gestão da Qualidade através da utilização da política da qualidade, dos objetivos da qualidade, dos resultados das auditorias, da análise dos dados, das ações corretivas e preventivas e da revisão pela gestão”
  • 5. MELHORIA: GENERALIDADE A organização deve determinar e selecionar oportunidades para a melhoria e implementar ações necessárias para atender a requisitos do cliente e aumentar a sua satisfação. Estas devem incluir: • Melhorar produtos e serviços para atender a requisitos assim como para abordar futuras necessidades e expectativas • Corrigir, prevenir ou reduzir efeitos indesejados • Melhorar o desempenho e a eficácia do sistema de gestão da qualidade
  • 6. Melhoria: Ação Corretiva Tem como objetivo eliminar ou diminuir as causas de uma não conformidade ocorrida ou de uma situação indesejável (se o impacto for relevante). Caso ocorra uma não- conformidade a organização deve: • Analisar criticamente e analisando a não conformidade • Determinar as causas • Determinar se existem não conformidades similares, ou se poderiam vir a ocorrer. Avaliar a necessidade de ação para eliminar a(s) causa(s), a fim de que não se repita: Implementar qualquer ação necessária • Identificar a ação para controla-la e corrigi-la • Lidar com as consequências Reagir à não conformidade: Analisar criticamente a eficácia da ação(s) corretiva(s) tomada Caso necessário, atualizar riscos e oportunidades, determinados durante o planeamento Caso necessário, Realizar mudanças no sistema de gestão da qualidade
  • 7. Melhoria: Ação Preventiva Tem como objetivo prevenir o acontecimento da não conformidade, eliminando a recorrência de problemas. Avaliação da necessidade de ações para evitar a ocorrência de não conformidades Determinação e implementação de ações necessárias (apropriadas aos efeitos das não conformidades encontradas) Determinação de não conformidades potenciais e de suas causas Registros de resultados de ações executadas Análise crítica da eficácia da ação preventiva executada • Da natureza das não conformidades e das ações subsequentes tomadas • Dos resultados da ação corretiva A organização deve ter informação documentada:
  • 8. MELHORIA: CONTÍNUA A organização deve : • Melhorar continuamente a adequação, suficiência e eficácia do sistema de gestão da qualidade • Considerar os resultados de análise e avaliação e as saídas de análise crítica pela direção para determinar se existem necessidades ou oportunidades que devem ser abordadas como parte de melhoria contínua.
  • 9. • Determinar o objetivo para a melhoria de processos • Formar uma equipa especifica de profissionais para o ciclo PDCA • Estipular prazos • Criar um plano de ação detalhado com todas as tarefas a serem executadas Plan (Planear) • Executar as atividades que compõem o plano de ação • Comunicar a evolução do processo a todos os envolvidos • Cumprir o calendário de prazos • Evidenciar todas as ações que afastem do plano inicialmente traçado Do (Fazer) • Analisar os resultados e avaliar o que pode ser melhorado • Conforme o êxito das ações planeadas, voltar para a etapa anterior (FAZER) e identificar outras possibilidades de melhorias • Ao executar uma tarefa, analisar se o resultado alcançado era o pretendido • Anotar todas as variações imprevistas encontradas • Reconhecer as principais causas dos problemas Check (Verificar) É um método que se foca melhoria contínua. Através de 4 passos é possível desenvolver um planeamento a com o objetivo de alcançar resultados satisfatórios de forma contínua. PDCA • Corrigir defeitos • Criar ações de prevenção para as causas identificadas • Implementar as ações preventivas e analisar se o resultado é o esperado • Repetir as etapas do ciclo até que todos os objetivos sejam alcançados Act (Agir)
  • 13. Matthews & Marzec: Dimensões da Melhoria Redução dos custos de qualidade Mudanças como resposta a reclamações e a mudanças das especificações de clientes Conformidade com especificações Satisfação do cliente Mudanças nas especificações do produto Redução dos defeitos Melhorias nas políticas e nos procedimentos Melhorias tangíveis