Design Afetivo e Experiencia do Usuario

1.260 visualizações

Publicada em

Palestra proferida no ERI-MT 2011, em Cuiabá/MT

Publicada em: Tecnologia
2 comentários
2 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Boa tarde, André!
    Muito interessante sua linha de trabalho!
    Como funciona a sua empresa com relação aos aspectos emocionais? Consultoria? Projeto?
    Fiquei curiosa para saber mais a respeito.. =]
    Vamos interagir sim! É muito bom conhecer outras experiências e pontos de vista com relação a este assunto.
    []s
       Responder 
    Tem certeza que deseja  Sim  Não
    Insira sua mensagem aqui
  • Olá Soraia! Adoto uma abordagem de trabalho que prioriza os aspectos emocionais na relação empresa / cliente. Leio tudo o que encontro sobre o tema já há mais de quatro anos e vi muita coisa que não conhecia nessa sua apresentação. Obrigado pela oportunidade! Seria muito bom poder interagir com você sobre esse tema. Caso seja do seu interesse, por gentileza, entre em contato comigo através do e-mail andre.victoria@polluxconsultoria.com.br. De forma a dar-lhe alguma referência sobre meu trabalho recomendo essa apresentação sobre minha, que disponibilizo aqui no Slideshare: http://www.slideshare.net/AndreVictoriadaSilva/atendimento-emocional-apresentacao-geral-abordagem Cordialmente, André
       Responder 
    Tem certeza que deseja  Sim  Não
    Insira sua mensagem aqui
Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
1.260
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
3
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
26
Comentários
2
Gostaram
2
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Design Afetivo e Experiencia do Usuario

  1. 1. Doutoranda Soraia Silva PrietchOrientadora: Profª. Dra. Lucia Vilela Leite Filgueiras 18/ Nov/ 2011
  2. 2. Conceituando as Instrumentos de Considerações[1/2] Introdução abordagens avaliação finais Conceituar a abordagem de Design Afetivo no contexto da avaliação da Experiência de Usuário Apresentar instrumentos de avaliação da experiência emocional do usuário propostos por pesquisadores 2 Doutoranda Soraia Silva Prietch :: Design Emocional e Experiência do Usuário (18/ Nov/ 11, ERI-MT)
  3. 3. Conceituando as Instrumentos de Considerações[2/2] Introdução abordagens avaliação finais Comer chocolateMergulhar Encontrar seu Ídolo Saltar de paraquedas Ser mãe Assistir a um jogo do Pilotar um carro da Brasil ao vivo na Copa Stock-car 3 Doutoranda Soraia Silva Prietch :: Design Emocional e Experiência do Usuário (18/ Nov/ 11, ERI-MT)
  4. 4. Conceituando as Instrumentos de Considerações[1/7] Introdução abordagens avaliação finais 4 Doutoranda Soraia Silva Prietch :: Design Emocional e Experiência do Usuário (18/ Nov/ 11, ERI-MT)
  5. 5. Conceituando as Instrumentos de Considerações[2/7] Introdução abordagens avaliação finais Julgamento rápido Prazer e ao observar aeficácia de aparência uso de produtos Auto-imagem, memória, satisfação pessoal 5 Doutoranda Soraia Silva Prietch :: Design Emocional e Experiência do Usuário (18/ Nov/ 11, ERI-MT)
  6. 6. Conceituando as Instrumentos de Considerações[3/7] Introdução abordagens avaliação finais 6 Doutoranda Soraia Silva Prietch :: Design Emocional e Experiência do Usuário (18/ Nov/ 11, ERI-MT)
  7. 7. Conceituando as Instrumentos de Considerações[4/7] Introdução abordagens avaliação finais http://www.youtube.com/watch?v=FhQEGmz21QU Prof. Romero Tori divulgou no Facebook 7 Doutoranda Soraia Silva Prietch :: Design Emocional e Experiência do Usuário (18/ Nov/ 11, ERI-MT)
  8. 8. Conceituando as Instrumentos de Considerações [5/7] Introdução abordagens avaliação finais as pessoas estão dispostas a conhecer seu produto, mas não retornam depois as pessoas não adotaram o produto, conta com poucos usuários poucos registros no sistema, sendo que esta pode ser uma medida de verificação de sucesso o produto não apresenta muitas diferenças comparado ao da empresa concorrente as pessoas não estão recomendando o produto aos amigos as pessoas não estão acessando os links (e-mail marketing/e-mail campaigns) para se cadastrar em promoções ofertadas no site 8 Doutoranda Soraia Silva Prietch :: Design Emocional e Experiência do Usuário (18/ Nov/ 11, ERI-MT)
  9. 9. Conceituando as Instrumentos de Considerações[6/7] Introdução abordagens avaliação finais Ex.: Cerveja Hassenzahl e Tractinsky (2006) :: proporcionar uma experiência singular ao usuário A UX é uma consequência:  do estado interno do usuário  das características ofertadas pelo produto  do ambiente 9 Doutoranda Soraia Silva Prietch :: Design Emocional e Experiência do Usuário (18/ Nov/ 11, ERI-MT)
  10. 10. Conceituando as Instrumentos de Considerações [7/7] Introdução abordagens avaliação finais Atuação do Designer Design do produto Avaliação da experiência do usuário 10 Doutoranda Soraia Silva Prietch :: Design Emocional e Experiência do Usuário (18/ Nov/ 11, ERI-MT)
  11. 11. Conceituando as Instrumentos de Considerações[1/18] Introdução abordagens avaliação finais Explícita: o usuário é questionado por feedback, podendo ser através de respostas verbais ou não verbais Implícita: sinais corporais do usuário são automaticamente traduzidos para significados afetivos e emocionais  Uso de equipamentos para medição de: condutividade da pele, pressão sanguínea, atividade muscular, respiração, batimentos cardíacos, ... 11 Doutoranda Soraia Silva Prietch :: Design Emocional e Experiência do Usuário (18/ Nov/ 11, ERI-MT)
  12. 12. Conceituando as Instrumentos de Considerações[2/18] Introdução abordagens avaliação finais Área de Psicologia Wundt (1896) publicou a teoria tridimensional das emoções:  Valência/Prazer (agradável / desagradável)  Alerta (relaxado / tenso)  Dominância (submisso / dominante)  Podem ocorrer concorrentemente sem afetar um ao outro  O indivíduo sempre está vivenciando algum estado emocional Essa proposta tem sido utilizada/ampliada até hoje! Russell e Mehrabian (1974) criaram a sigla PAD 12 Doutoranda Soraia Silva Prietch :: Design Emocional e Experiência do Usuário (18/ Nov/ 11, ERI-MT)
  13. 13. Conceituando as Instrumentos de Considerações[3/18] Introdução abordagens avaliação finais Bradley e Lang (1994) utilizaram imagens não verbais para medir as três dimensões (PAD), associando a reação afetiva do participante a uma variada gama de estímulos 13 Doutoranda Soraia Silva Prietch :: Design Emocional e Experiência do Usuário (18/ Nov/ 11, ERI-MT)
  14. 14. Conceituando as Instrumentos de Considerações[4/18] Introdução abordagens avaliação finais Concebido por Lang, Bradley e Cuthbert (1997), consiste em um conjunto de centenas de fotografias que apresentam diversas situações cotidianas das pessoas, com finalidade de estudar a atenção e os variados estados emocionais dos participantes  http://csea.phhp.ufl.edu/index.html [Fonte das imagens: Isbister et al, 2007] 14 Doutoranda Soraia Silva Prietch :: Design Emocional e Experiência do Usuário (18/ Nov/ 11, ERI-MT)
  15. 15. Conceituando as Instrumentos de Considerações[5/18] Introdução abordagens avaliação finais Organiza um conjunto de dimensões de afeto inter- relacionadas, sendo este representado por um modelo espacial que os conceitos de afeto são arranjados em um círculo agradável (0°), tensão (45°), alerta (90°), angústia (135°), desagradável (180°), depressão (225°), sonolento (270°), e relaxado (315°) [Russell, 1980] 15 Doutoranda Soraia Silva Prietch :: Design Emocional e Experiência do Usuário (18/ Nov/ 11, ERI-MT)
  16. 16. Conceituando as Instrumentos de Considerações[6/18] Introdução abordagens avaliação finais Procura explorar o significado de atributos de softwares aplicativos específicos em contexto de uso específico O conjunto de atributos cobre desde aspectos de usabilidade (como, por exemplo, controlável) até de qualidade hedônica (como, por exemplo, inovador) Nível de atributo Nível de contexto Nível de design [Hassenzahl, Beu e Burmester, 2001] 16 Doutoranda Soraia Silva Prietch :: Design Emocional e Experiência do Usuário (18/ Nov/ 11, ERI-MT)
  17. 17. Conceituando as Instrumentos de Considerações[7/18] Introdução abordagens avaliação finais Medida de auto-relato não verbal associada a um conjunto de quatorze tipos de emoção: sete com características agradáveis e sete desagradáveis Um personagem animado foi criado, o qual representa os vários tipos de emoções [Desmet, 2003] 17 Doutoranda Soraia Silva Prietch :: Design Emocional e Experiência do Usuário (18/ Nov/ 11, ERI-MT)
  18. 18. Conceituando as Instrumentos de Considerações[8/18] Introdução abordagens avaliação finais GALC: arquivo Excel contendo um macro analisador, o qual permite que os participantes respondam livremente, através da escolha de 36 categorias, o que melhor caracteriza a natureza da emoção GEW: protótipo, aplicado com o uso do computador, que apresenta 16 famílias de emoções, distribuídas em quatro quadrantes, e permite selecionar, de forma dinâmica, a intensidade da GEW [Scherer, 2005] emoção 18 Doutoranda Soraia Silva Prietch :: Design Emocional e Experiência do Usuário (18/ Nov/ 11, ERI-MT)
  19. 19. Conceituando as Instrumentos de Considerações[9/18] Introdução abordagens avaliação finais São analisadas respostas emocionais no contexto  dos conteúdos de TV,  das interfaces de usuário Foram considerados os três níveis emocionais propostos por Norman (2004), onde para cada um dos níveis foram identificadas emoções específicas que, por sua vez, foram relacionadas a um ou mais instrumentos [Chorianopoulos e Spinellis, 2006] 19 Doutoranda Soraia Silva Prietch :: Design Emocional e Experiência do Usuário (18/ Nov/ 11, ERI-MT)
  20. 20. Conceituando as Instrumentos de Considerações[10/18] Introdução abordagens avaliação finais 04 avaliações foram realizadas:  IAPS  Objetos artesanais biomórficos que contemplam contornos de qualidade afetiva  Chat posterior à experiência de jogo  Questionário sobre os objetos artesanais [Isbister et al, 2007] 20 Doutoranda Soraia Silva Prietch :: Design Emocional e Experiência do Usuário (18/ Nov/ 11, ERI-MT)
  21. 21. Conceituando as Instrumentos de Considerações [11/18] Introdução abordagens avaliação finais Foi realizada a combinação de métricas verbais e não- verbais:  a escala de Diferencial Semântico PAD alterada  os Emocards [Desmet, 2000] As duas técnicas foram reunidas e disponibilizadas em um questionário online, cujas perguntas eram relativas a algumas tarefas que deveriam ser desempenhadas pelos [Agarwal e Meyer, 2009] participantes 21 Doutoranda Soraia Silva Prietch :: Design Emocional e Experiência do Usuário (18/ Nov/ 11, ERI-MT)
  22. 22. Conceituando as Instrumentos de Considerações[12/18] Introdução abordagens avaliação finais Uma versão do PAD foi utilizada para identificar as emoções, sendo que, a partir do movimento do mouse sobre o rosto apresentado na tela, diferentes emoções são representadas, assim, o participante pode escolher dentre um grande intervalo de valores afetivos entre -1 e1 [Broekens, Pronker e Neuteboom, 2010] 22 Doutoranda Soraia Silva Prietch :: Design Emocional e Experiência do Usuário (18/ Nov/ 11, ERI-MT)
  23. 23. Conceituando as Instrumentos de Considerações[13/18] Introdução abordagens avaliação finais Método para interpretação e medida anterior e corrente da interação (Kansei) do usuário com um produto, no caso uma cafeteira As seguintes medidas foram utilizadas: respostas físicas e não- verbais (Kansei sheet), expressão facial (câmera digital) e respostas verbais (entrevista) [Elokla, Hirai e Morita, 2010] 23 Doutoranda Soraia Silva Prietch :: Design Emocional e Experiência do Usuário (18/ Nov/ 11, ERI-MT)
  24. 24. Conceituando as Instrumentos de Considerações[14/18] Introdução abordagens avaliação finais Combina fotografias e escala de Diferencial Semântico Apropriada para avaliar as emoções de crianças durante a interação com produtos, assim, as fotografias utilizadas também são de crianças No FSDS são apresentadas poucas opções de [Yusoff, Ruthven e Landoni, 2011] respostas para facilitar o entendimento pela criança 24 Doutoranda Soraia Silva Prietch :: Design Emocional e Experiência do Usuário (18/ Nov/ 11, ERI-MT)
  25. 25. Conceituando as Instrumentos de Considerações[15/18] Introdução abordagens avaliação finais Captura somente estados Sentimentos subjetivos, como emocionais conscientes dos sentir-se feliz ou inspirado, são participantes estados emocionais conscientes, e para medir esses sentimentos Ao ser aplicada a participantes só é possível através de auto- de diferentes culturas é relato enfrentada a dificuldade com alíngua, pois a tradução de certas Verificação de emoções palavras pode ser difícil misturadas Agarwal e Meyer (2009) Desmet (2003) 25 Doutoranda Soraia Silva Prietch :: Design Emocional e Experiência do Usuário (18/ Nov/ 11, ERI-MT)
  26. 26. Conceituando as Instrumentos de Considerações[16/18] Introdução abordagens avaliação finais Possibilita decisão rápida, O conjunto de emoções minimizando desvios de básicas é limitado, atençãoimpedindo a possibilidade de distinguir emoções Pode ser aplicada emmisturadas ou de sentimento diferentes culturas, pois não subjetivos dependem de língua oral/escrita Desmet (2003) Agarwal e Meyer (2009); Desmet (2003) 26 Doutoranda Soraia Silva Prietch :: Design Emocional e Experiência do Usuário (18/ Nov/ 11, ERI-MT)
  27. 27. Conceituando as Instrumentos de Considerações[17/18] Introdução abordagens avaliação finais A forma de avaliação pode perturbar as atividades de terceiros presentes no local, se o instrumento não for do tipo escolha de opções no papel ou em meio digital, ex.:  Respostas Verbais: Oral  Respostas Não-Verbais: Gestos, feições, movimentos (faciais e/ou corporais) "Designing Gestures Contudo, existem pesquisas em que o for Affective Input" [Fagerberg, Ståhl e interesse é verificar se as pessoas Höök, 2003] mudam seu comportamento quando estão em grupo ou com seus amigos 27 Doutoranda Soraia Silva Prietch :: Design Emocional e Experiência do Usuário (18/ Nov/ 11, ERI-MT)
  28. 28. Conceituando as Instrumentos de Considerações[18/18] Introdução abordagens avaliação finais Conforme a ISO/IEC 25010 (2011), os critérios de avaliação da qualidade em uso são:  eficácia  eficiência  satisfação (utilidade, confiança, prazer e conforto)  ausência de risco (...)  cobertura de contexto (...) Bevan (2008) menciona que usabilidade se refere ao desempenho de uso de produtos e a satisfação está relacionada à experiência de usuário (CD) 28 Doutoranda Soraia Silva Prietch :: Design Emocional e Experiência do Usuário (18/ Nov/ 11, ERI-MT)
  29. 29. Conceituando as Instrumentos de Considerações[1/5] Introdução abordagens avaliação finais 29 Doutoranda Soraia Silva Prietch :: Design Emocional e Experiência do Usuário (18/ Nov/ 11, ERI-MT)
  30. 30. Conceituando as Instrumentos de Considerações[2/5] Introdução abordagens avaliação finais  The Mentalist , 3ª temporada, episódio 17: “Bloodstream”  “Carinhas” para definir o nível de dor do paciente, ex.: [Viana, Dupas e Pedreira, 2011]  Pontos a serem pensados...  Neste momento, o ser humano consegue fazer uma reflexão e avaliar a intensidade da dor?  Questões éticas 30 Doutoranda Soraia Silva Prietch :: Design Emocional e Experiência do Usuário (18/ Nov/ 11, ERI-MT)
  31. 31. Conceituando as Instrumentos de Considerações[3/5] Introdução abordagens avaliação finais A questão das relações sociais é um ponto bastante presente nos trabalhos levantados, visto que os diferentes tipos de emoção, sejam positivas ou negativas, podem ser acionados devido a comunicação ou interação com outras pessoas “CO2nfession: Engaging with values through urban conversations” [Leong e Brynskov, 2009] 31 Doutoranda Soraia Silva Prietch :: Design Emocional e Experiência do Usuário (18/ Nov/ 11, ERI-MT)
  32. 32. Conceituando as Instrumentos de Considerações[4/5] Introdução abordagens avaliação finais Algumas etiquetas do Método de Avaliação de Comunicabilidade (MAC) Ideias... [Minicurso MIS e MAC – ERI/MT 2011, Profa. Sílvia Amélia Bim] 32 Doutoranda Soraia Silva Prietch :: Design Emocional e Experiência do Usuário (18/ Nov/ 11, ERI-MT)
  33. 33. Conceituando as Instrumentos de Considerações[5/5] Introdução abordagens avaliação finais 1997 2004 2004 2008 2011 33 Doutoranda Soraia Silva Prietch :: Design Emocional e Experiência do Usuário (18/ Nov/ 11, ERI-MT)
  34. 34. soraia@ufmt.brhttp://soraiasp.blogspot.com

×