• Matriz cultural da
instituição
• Sentido de identidade
FACTORES
SIMBÓLICO-
CULTURAIS
• Rituais de trabalho
• Processos d...
GERENCIALISTA
Dimensões integradoras
e unificadoras da cultura
Impacto na produção de
resultados
REFLEXIVO
Compreensão dos...
 De que forma será possível abrir um espaço de inter-
conhecimento entre estes dois pólos de análise,
tradicionalmente ma...
• a cultura é um processo dinâmico resultante do jogo da
interacção social;
• a cultura desenvolve-se na longa duração, co...
Estudo de caso
(Escola secundária pública)
Análise documental
Inquérito por questionário
Público-alvo:
1) Alunos que integ...
 Género: Raparigas (64,5%)
 Domínio científico: Ciências e Tecnologias
(70,3%)
 Percurso escolar: escola de 2º e 3º cic...
Tipo de participação Fi %
Delegado de turma (n=172) 66 38,4
Conselho de Turma (n=69) 25 36,2
Projectos e clubes (n=175) 44...
Espaços da escola Muito frequente Frequente Raramente Nunca
Sala de convívio 74,1 17,2 8,6 0,0
Salas de estudo 8,6 32,4 36...
0.00% 20.00% 40.00% 60.00% 80.00% 100.00% 120.00%
Em casa
No café
Na biblioteca da escola
Na Biblioteca Municipal
Nas sala...
Proposições
N Min. Max. Mean Std. Dev.
A Escola E é uma escola bem organizada 169 1 5 4,24 ,684
A preocupação central é a ...
N Min Max Mean Std. Dev.
As qualidades dos professores 170 1 5 4,69 ,646
O clima pedagógico da escola 169 1 5 4,41 ,659
A ...
 No caso em estudo, os indícios empíricos apontam para a segunda
hipótese. A institucionalização de quadros de excelência...
Leonor Lima Torres
Leonor Lima Torres
Leonor Lima Torres
Próximos SlideShares
Carregando em…5
×

Leonor Lima Torres

339 visualizações

Publicada em



Leonor Lima Torres

0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
339
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
2
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
1
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Leonor Lima Torres

  1. 1. • Matriz cultural da instituição • Sentido de identidade FACTORES SIMBÓLICO- CULTURAIS • Rituais de trabalho • Processos de liderança escolar • Interacção com a comunidade CULTURA DE ESCOLA • Desempenho académico dos alunos • Percursos de excelência EXCELÊNCIA ESCOLAR
  2. 2. GERENCIALISTA Dimensões integradoras e unificadoras da cultura Impacto na produção de resultados REFLEXIVO Compreensão dos processos de construção do simbólico Identificação dos factores intervenientes no desenvolvimento da cultura das organizações
  3. 3.  De que forma será possível abrir um espaço de inter- conhecimento entre estes dois pólos de análise, tradicionalmente marcados por agendas opostas, sem que se incorra em análises teoricamente inconsistentes?  Como articular a análise crítica do processo de construção da cultura com o seu impacto ao nível da organização?  Ou, ao contrário, como perspectivar a obtenção de resultados a partir do desenvolvimento da cultura?
  4. 4. • a cultura é um processo dinâmico resultante do jogo da interacção social; • a cultura desenvolve-se na longa duração, com particular incidência nos espaços e tempos socialmente partilhados; • a cultura apresenta tanto regularidades como descontinuidades; • a cultura resulta de uma multiplicidade de factores internos e externos à organização escolar Focalização da cultura: pressupostos • Integradora, quando o grau de partilha e de identificação com a missão da organização é elevado; • Diferenciadora, quando o grau de partilha se confina ao grupo de referência, sendo previsível a eclosão de diversas subculturas no mesmo contexto escolar; • Fragmentadora, quando se constata o grau mínimo de partilha cultural, em muitos casos circunscrita à mera esfera individual Manifestações culturais
  5. 5. Estudo de caso (Escola secundária pública) Análise documental Inquérito por questionário Público-alvo: 1) Alunos que integraram o Quadro de Excelência da escola desde 2006 (médias iguais ou superiores a 18 valores)
  6. 6.  Género: Raparigas (64,5%)  Domínio científico: Ciências e Tecnologias (70,3%)  Percurso escolar: escola de 2º e 3º ciclo vizinha (85%)  Apoio económico: reduzido (9%)  Dimensão das famílias: 54,5% apenas tem um irmão e 37,6% é filho único  Profissão dos pais: 35,7% dos pais e 38,3% das mães exercem profissões intelectuais e científicas  Escolaridade dos pais: grau superior de escolaridade (35%); escolaridade obrigatória (37%)
  7. 7. Tipo de participação Fi % Delegado de turma (n=172) 66 38,4 Conselho de Turma (n=69) 25 36,2 Projectos e clubes (n=175) 44 25,1 Assembleia de Escola (n=57) 4 7,0 Conselho Geral (n=55) 3 5,5 Associação de Estudantes (n=172) 6 3,5 Grupo Coral (n=169) 4 2,4 Conselho Pedagógico (n=54) 1 1,9
  8. 8. Espaços da escola Muito frequente Frequente Raramente Nunca Sala de convívio 74,1 17,2 8,6 0,0 Salas de estudo 8,6 32,4 36,2 22,4 Laboratórios 27,6 43,1 3,4 25,9 Biblioteca 8,6 13,8 48,3 29,3 Serviços de Psicologia e Orientação 0,0 3,4 17,2 79,3 Recintos desportivos (fora das horas de aulas de EF) 5,2 10,3 44,8 39,7 Átrios exteriores 53,4 37,9 6,9 1,7 Clubes da escola 0,0 1,7 5,2 93,1 Núcleo de projectos e actividades 0,0 8,8 19,3 71,9 Núcleo de apoio educativo 0,0 5,2 12,1 82,8
  9. 9. 0.00% 20.00% 40.00% 60.00% 80.00% 100.00% 120.00% Em casa No café Na biblioteca da escola Na Biblioteca Municipal Nas salas de estudo da escola No local de trabalho dos meus pais
  10. 10. Proposições N Min. Max. Mean Std. Dev. A Escola E é uma escola bem organizada 169 1 5 4,24 ,684 A preocupação central é a preparação dos alunos para o ingresso no ensino superior 168 1 5 4,08 ,797 A Escola E é a melhor escola da região 168 1 5 4,07 1,036 Todos os alunos têm iguais oportunidades de sucesso 170 1 5 4,06 1,025 A Escola E propicia o estudo e a qualidade das aprendizagens 170 1 5 3,97 ,810 Promove-se a aprendizagem da democracia e cidadania 170 1 5 3,97 ,683 O importante é transmitir conteúdos e cumprir programas 170 1 5 3,67 ,882 Os profs têm uma elevada preparação científica e pedagógica 170 1 5 3,66 ,800 Principal missão é preparar os jovens para o mercado de trabalho 169 1 5 3,49 1,018 A qualidade da Escola E está relacionada com o estilo de liderança da Direcção 167 1 5 3,47 ,943 O mérito e a excelência constituem os valores máximos da Escola E 167 1 5 3,39 ,987 A Escola E incentiva a competição entre alunos e turmas 168 1 5 3,05 ,999 Na Escola E só devem entrar os melhores alunos 170 1 5 1,71 ,921
  11. 11. N Min Max Mean Std. Dev. As qualidades dos professores 170 1 5 4,69 ,646 O clima pedagógico da escola 169 1 5 4,41 ,659 A organização da escola 170 1 5 4,09 ,768 O projecto educativo da escola 169 1 5 4,05 ,808 O estilo de direcção e gestão da escola 169 1 5 3,92 ,886 As condições físicas e materiais da escola 170 1 5 3,83 ,884 As características intelectuais dos alunos 170 1 5 3,71 ,994 O envolvimento dos pais/encarregados de educação 168 1 5 3,63 1,031 A composição da turma 170 1 5 3,50 ,944 A participação em clubes, projectos e activ. extracurriculares 167 1 5 2,91 1,118 As origens sociais e culturais dos alunos 168 1 5 2,37 1,108
  12. 12.  No caso em estudo, os indícios empíricos apontam para a segunda hipótese. A institucionalização de quadros de excelência associada a outros cerimoniais de distinção inscreve-se no percurso identitário deste liceu, ajudando mesmo a reforçar a imagem socialmente difundida de diferenciação académica e de uma certa elitização do ensino. Por outro lado, a escola assume e legitima este referencial de “boas práticas”, quer para o interior do estabelecimento, quer para a comunidade local e regional, quer ainda para outras escolas e agrupamentos de escolas do sistema público de educação.  A centralidade, verificada nesta pesquisa, dos factores simbólicos e culturais no desenvolvimento de uma orientação escolar mais voltada para a produção de resultados, não significa de todo uma fatalidade sócio-organizacional.  Tendo por referência o projecto democratizador da escola pública, interessa analisar qual o impacto das práticas de distinção e de culto do mérito sobre o desenvolvimento da cidadania democrática entre os jovens, sobretudo quando a maioria destas práticas representam apenas uma concepção de sucesso centrada nas dimensões cognitivas e na performance individual.

×