Lab ect 02 pt

509 visualizações

Publicada em

Conhecimentos básicos de Linux: laboratório 2.

Publicada em: Tecnologia
0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
509
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
5
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
42
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Lab ect 02 pt

  1. 1. Lab-2Linux para administradores ElastixLaboratório 2.1Descrição: Neste laboratório aprenderemos alguns comandos e operações de Linux para obter as bases decomo trabalhar o nosso sistema operativo a baixo nível.Objetivo: Familiarizasse com a interface de comando de Linux.Tempo máximo: 30 minutos.Nota:Máquinas com sistema operativo Linux tem a capacidade nativa para entrar na consola de comandos doElastix. Utilizadores Windows podem aceder a linha de comandos a través da máquina virtual instalada nolaboratório 1, contudo é melhor utilizar um cliente SSH.Se é um utilizador de Windows recomendamos que descarregue o PuTTY:http://www.putty.org/Descarregado o programa pode entrar no servidor Elastix com a sua direção IP:Coloque a direção IP do seu Elastix em “Host Name (or IP address)”. Depois, clicaremos em “open”.Devemos entrar como utilizador “root”. Utilize a sua password que colocou durante a instalação de Elastix.  
  2. 2. Lab-2Depois de entrar, esta pronto para trabalhar na consola do seu Elastix.Instruções:Este laboratório deve ser executado numa consola de linha de comandos do Linux. Comandos básicos dodia a dia do manuseio do Elastix serão mencionados. Tem que utilizar na consola todo o texto que esta emazul para cada exemplo. Quando possível, uma imagem será mostrada para permitirem comparar osresultados.Lista de ficheiros e diretórios- ls: comando de lista§ Lista os conteúdo do diretório atual   ls§ Lista os conteúdo do diretório com informação adicional   ls -l§ Lista os conteúdos do diretórios /etc com informação adicional   ls -l /etc  
  3. 3. Lab-2§ Lista os conteúdo do diretório /etc e mostra os ficheiros e diretórios que contenham a palavra “asterisk” ls -l /etc/ | grep asterisk§ Utilize o comando pwd para ver em que diretório se encontra atualmente.   pwdCriando ficheiros e diretórios§ Cria o diretório /tmp/test   mkdir /tmp/test§ Entra no diretório /tmp/test   cd /tmp/test§ A partir do diretório /tmp/test vá para o diretório /tmp na forma absoluta e relativa.   cd ..  
  4. 4. Lab-2§ No diretório tmp/test cria um ficheiros chamado: test.txt. Poderá fazer de duas maneiras: 1. A partir do diretório atual (tmp) touch test/test.txt 2. Entrando no diretório test e criando o ficheiro cd test logo touch test.txt Poderá revisar se o ficheiro está listado no diretório ls- Edição de ficheiros:§ Edite e guarde o ficheiro test.txt com a aplicação de edição: vim. vim test.txt§ Uma vez que esteja no vim, pressione a tecla “INSERT” (a tecla “i” é também uma alternativa) para habilitar o modo de edição, logo escreva o seu nome.§ Para gravar e sair pressione a tecla “ESC” e escreva: :wq. se quer continuar a trabalhar no ficheiro e grava-lo sem sair, somente escreva: :w§ Exibir o conteúdo de test.txt (Digite no diretório onde se encontra test.txt primeiro, se não se encontra aqui) cat test.txt  
  5. 5. Lab-2§ Revise a ajuda para vários comandos man ls Para regressar a linha da consola somente pressione q Experimente agora com man yum o man scpCrie manuseie utilizadoresEste ponto deveria estar no diretório “tmp”, vá para o diretório root (/) com cd ..§ Crie os utilizadores elx1 y elx2 adduser elx1 passwd elx1 adduser elx2 passwd elx2§ Entre com o utilizador elx1 Utilize o comando login  
  6. 6. Lab-2Nota: Este comando encerra a sessão atual e inicia uma nova. Se este a utilizar um cliente SSH, sua janelaprovavelmente se fecha. Inicie novamente o cliente e entre com outro utilizador.- chmod: comando change mode, permite modificar as permissões num ficheiro ou diretório§ Crie o diretório /home/elx1/private que somente pode ser lido pelo utilizador elx1 mkdir /home/elx1/private Crie o diretório “private” somente pode ser lido pelo utilizador elx1 chmod 700 /home/elx1/private§ Verifique o proprietário do diretório /home/elx1/private e suas permissões: ls -l /home/elx1§ Entre como utilizador elx2 e tente entrar no diretório /home/elx1/private (não deveria poder entrar).         cd /home/elx1/privateCopiar e mover ficheiros- cp: comando utilizado para copiar um ficheiro; mv: comando utilizado para mover um ficheiroEntre como utilizador root novamente.§ Copie o ficheiro test.txt no mesmo diretório e altere o seu nome para test2.txt Para levar a cabo esta ação, é necessário indicar a localização atual do ficheiro. Se a nova localização é a mesma, é necessário alterar o nome do ficheiro, caso contrario Linux perguntará se quer sobrescrever. Neste exemplo vamos a colocar o ficheiro no mesmo diretório, poderá copiar o ficheiro e coloca-lo em qualquer localização com o mesmo comando. Depois de copiar o ficheiro execute ls –l para listar todos os ficheiros disponíveis no diretório. cp /tmp/test/test.txt /tmp/test/test2.txt  
  7. 7. Lab-2 ls –l /tmp/test Nota: Este exercício é importante para fazer copias de segurança, isto é útil quando configura o seu hardware de telefonia em Elastix, assim como para outros casos.§ Mova um ficheiro para outra localização. Crie o diretório /tmp/test2. Uma vez criado mova o ficheiro “test2.txt” a partir do diretório /tmp/test a /tmp/test2. Depois que mover o ficheiro, execute a – l para listar os ficheiros disponíveis no diretório /tmp/test2 mkdir /tmp/test2 mv /tmp/test/test2.txt /tmp/test2/test2.txt ls –l /tmp/test2 O comando move permite alterar o nome do ficheiro em processo, necessita unicamente escrever o Novo nome na nova localização. Tente mover o ficheiro “test.txt” localizado em /tmp/test a /tmp/test2 e altere o seu nome para “test3.txt” mv /tmp/test/test.txt /tmp/test2/test3.txt§ Remova o ficheiro “test3.txt” da sua localização atual e execute ls para confirmar que foi apagado. rm /tmp/test2/test3.txt ls –l /tmp/test2§ Copia de um ficheiro a partir de uma localização remota utilizando um ssh port túnel.  
  8. 8. Lab-2 Este processo permite que envie um ficheiro de uma localização a outra, basicamente de um servidor a outro. No seguinte exemplo enviamos o ficheiro install.log, desde a direção IP 192.168.1.65 a direção IP 192.168.1.66. É necessário ter a password do utilizador root do servidor que receberá o ficheiro. scp install.log root@192.168.1.66:/opt Envie o ficheiro /tmp/test2/test2.txt desde seu servidor ao diretório /tmp/test de outro estudante. Lembre-se de pedir a password do utilizador root. scp /tmp/test2/test2.txt root@IP_address:/tmp/test Nota: Este processo tem a mesma lógica do processo de copiar e mover ficheiros, pelo qual quer trocar o nome do ficheiro (e.g. test4.txt), então a linha correta deveria ser: scp /tmp/test2/test2.txt root@IP_address:/tmp/test/test4.txtInstalação de PacotesEntre como utilizador root. Instale e desinstale o paquete “screen” Instalação: yum install screenSolicitará que confirme algumas ações, como descarregar pacotes, somente coloque yes (y) e pressioneenter.  
  9. 9. Lab-2Desinstalação: yum remove screen Deverá confirmar esta ação, unicamente coloque yes (y)e pressione enter.§ Descarregue e instale um pacote rpm wget http://apt.sw.be/redhat/el5/en/i386/rpmforge/RPMS/rkhunter-1.2.9- 1.el5.rf.noarch.rpmTexto do link: http://apt.sw.be/redhat/el5/en/i386/rpmforge/RPMS/rkhunter-1.2.9-1.el5.rf.noarch.rpm  
  10. 10. Lab-2Uma vez completo o download procedemos a instalação do pacote: rkhunter-1.2.9-1.el5.rf.noarch.rpm rpm -ivh rkhunter-1.2.9-1.el5.rf.noarch.rpm§ Desinstale um pacote rpm rpm -e rkhunter rpm -q rkhunterConfigurações de RedeExistem varias maneiras de configurar a direção IP e a configuração de rede em seu servidor. Utilizaremosa funcionalidade gráfica para este curso. A configuração também poderá ser realizada na interface deadministração web do Elastix.§ Revisando a interface de rede ifconfig –a  
  11. 11. Lab-2 Neste exemplo podemos observar que a nossa interface é eth0 e a direção IP que temos assignada.§ Alterando a sua direção IP setupApresentará a seguinte janelaVá em “Configuração da rede” e pressione enter – (utilize as setas)Para configurar a sua direção IP vá em “Edit Devices” e pressione enter.  
  12. 12. Lab-2Selecionamos o dispositivo correto e pressionamos enter. eth0 (eth0) - (Esto pode variar dependendo doseu hardware).Coloque a configuração de acordo a sua rede, para isto desseleccione “Utilizar DHCP” (use a barraespaço). Pressione Ok quando estiver concluído.Vamos um nível acima e configuramos para a configuração de DNS  
  13. 13. Lab-2Aqui podemos configurar o Hostname (Nome do equipamento) e os DNS’s. Pressione Ok quando estiverconcluído.Una vez que hemos finalizado, pressionamos “Guardar e Sair”Se modificamos qualquer parâmetro é necessário reiniciar o serviço de rede para aplicar as alterações. service network restart  

×