SlideShare uma empresa Scribd logo

Diálogo entre as áreas do conhecimento escolar

Diálogo Entre as áreas do Conhecimento Escolar: Princípios e Proposições Pedagógico-Curriculares

1 de 27
Baixar para ler offline
DIÁLOGO ENTRE AS ÁREAS DO
CONHECIMENTO ESCOLAR:
PRINCÍPIOS E PROPOSIÇÕES
PEDAGÓGICO-CURRICULARESCLAUDIA PICININI ADONA
CLEOMARA ROSSETTI
ELIETE MORONA MARCOLINA
LILIANE TERESINHAPETZHOLD POLEZ
ROSICLEI MARTINI
SIMONE MARIA PETZHOLD FERRI
COMO COLOCAR NA PRÁTICA DE ATIVIDADES ESCOLARES A
PESQUISA COMO PRINCÍPIO PEDAGÓGICO?
MAIS AINDA, QUAL É O PAPEL DOS PROFESSORE EM TAIS
ATIVIDADES?
NÃO HÁ RECEITA INFALÍVEL PARA TANTO. ASSUMIR A
PESQUISA COMO PRINCÍPIO PEDAGÓGICO SIGNIFICA
BUSCAR SITUAÇÕES DE INTERESSE QUE CONTEMPLEM A
DIVERSIDADE DOS ESTUDANTES E PERMITAM
QUESTIONAMENTOS.
CABE AOS PROFESSORES SEREM MEDIADORES DESSE
PROCESSO, POSSIBILITANDO AOS ESTUDANTES
ATINGIREM NÍVEIS DE DESEMPENHO E PENSAMENTO
QUE NÃO CONSEGUIRIAM POR CONTA PRÓPRIA
INCENTIVANDO-OS A SE CONFRONTAREM COM
OUTROS PONTOS DE VISTA E ASSIM RECONSTRUÍREM
SEUS ENTENDIMENTOS E A COMPREENSÃO DO QUE
INVESTIGAM.
A MEDIAÇÃO DO PROFESSOR É CRUCIAL NO SENTIDO DE
PERCEBER O GRAU DE DIFICULDADE.
COMO REALIZAR UM PROJETO DE PESQUISA INTEGRADOR?

Recomendados

Web quest - História afro-brasileira
Web quest - História afro-brasileiraWeb quest - História afro-brasileira
Web quest - História afro-brasileiraWelton Fontes
 
Projeto BraGeo: O Brasil sob um olhar geográfico
Projeto BraGeo: O Brasil sob um olhar geográficoProjeto BraGeo: O Brasil sob um olhar geográfico
Projeto BraGeo: O Brasil sob um olhar geográficopibidgeo
 
Meu bairro, minha identidade, meus valores
Meu bairro, minha identidade, meus valoresMeu bairro, minha identidade, meus valores
Meu bairro, minha identidade, meus valoresProf. Noe Assunção
 
Diversidade brasileira apresentação c lick
Diversidade brasileira apresentação c lickDiversidade brasileira apresentação c lick
Diversidade brasileira apresentação c lickRodrigo Fernandes
 
ESTUDANDO AS REGIÕES BRASILEIRAS
ESTUDANDO AS REGIÕES BRASILEIRASESTUDANDO AS REGIÕES BRASILEIRAS
ESTUDANDO AS REGIÕES BRASILEIRASIamaravaz
 
Vf edital bibliotecário fapemig 2014 vf
Vf edital bibliotecário fapemig 2014 vfVf edital bibliotecário fapemig 2014 vf
Vf edital bibliotecário fapemig 2014 vfDayenne Souza
 
Projeto de aprendizagem
Projeto de aprendizagemProjeto de aprendizagem
Projeto de aprendizagemNuno
 
Projeto uso hagaquê
Projeto uso hagaquêProjeto uso hagaquê
Projeto uso hagaquêheloinna
 

Mais conteúdo relacionado

Mais procurados

Ação cultural na bpe niterói.
Ação cultural na bpe niterói.Ação cultural na bpe niterói.
Ação cultural na bpe niterói.Elisângela Morais
 
Relatório Final do Projeto Viver Diversidade 2012 - EMEFs Caucásica e Capistr...
Relatório Final do Projeto Viver Diversidade 2012 - EMEFs Caucásica e Capistr...Relatório Final do Projeto Viver Diversidade 2012 - EMEFs Caucásica e Capistr...
Relatório Final do Projeto Viver Diversidade 2012 - EMEFs Caucásica e Capistr...imagemdavida
 
Projeto "Conhecendo meu bairro"
Projeto "Conhecendo meu bairro"Projeto "Conhecendo meu bairro"
Projeto "Conhecendo meu bairro"EMEFEzequiel
 
ENSINO E PESQUISA: O PRINCIPIO FORMATIVO DA PESQUISA NA FORMAÇÃO DOCENTE EM H...
ENSINO E PESQUISA: O PRINCIPIO FORMATIVO DA PESQUISA NA FORMAÇÃO DOCENTE EM H...ENSINO E PESQUISA: O PRINCIPIO FORMATIVO DA PESQUISA NA FORMAÇÃO DOCENTE EM H...
ENSINO E PESQUISA: O PRINCIPIO FORMATIVO DA PESQUISA NA FORMAÇÃO DOCENTE EM H...PIBID-H
 
1 6 projeto_de_literatura- nov
1 6 projeto_de_literatura- nov1 6 projeto_de_literatura- nov
1 6 projeto_de_literatura- novbatalhadorarejane
 
Diversidade brasileira apresentacao
Diversidade brasileira   apresentacaoDiversidade brasileira   apresentacao
Diversidade brasileira apresentacaomirtes_vieira
 
Projeto arte e africanidades
Projeto arte e africanidadesProjeto arte e africanidades
Projeto arte e africanidadescampacheco
 
Colegio estadual-centenario
Colegio estadual-centenarioColegio estadual-centenario
Colegio estadual-centenarioErica Borges
 
APRENDER COM A BIBLIOTECA ESCOLAR
APRENDER COM A BIBLIOTECA ESCOLARAPRENDER COM A BIBLIOTECA ESCOLAR
APRENDER COM A BIBLIOTECA ESCOLARculturalmente
 
Jornal Escolar + Educação
Jornal Escolar + EducaçãoJornal Escolar + Educação
Jornal Escolar + EducaçãoBrenna Carvalho'
 

Mais procurados (13)

Ação cultural na bpe niterói.
Ação cultural na bpe niterói.Ação cultural na bpe niterói.
Ação cultural na bpe niterói.
 
Relatório Final do Projeto Viver Diversidade 2012 - EMEFs Caucásica e Capistr...
Relatório Final do Projeto Viver Diversidade 2012 - EMEFs Caucásica e Capistr...Relatório Final do Projeto Viver Diversidade 2012 - EMEFs Caucásica e Capistr...
Relatório Final do Projeto Viver Diversidade 2012 - EMEFs Caucásica e Capistr...
 
Minha cidade
Minha cidadeMinha cidade
Minha cidade
 
Projeto "Conhecendo meu bairro"
Projeto "Conhecendo meu bairro"Projeto "Conhecendo meu bairro"
Projeto "Conhecendo meu bairro"
 
ENSINO E PESQUISA: O PRINCIPIO FORMATIVO DA PESQUISA NA FORMAÇÃO DOCENTE EM H...
ENSINO E PESQUISA: O PRINCIPIO FORMATIVO DA PESQUISA NA FORMAÇÃO DOCENTE EM H...ENSINO E PESQUISA: O PRINCIPIO FORMATIVO DA PESQUISA NA FORMAÇÃO DOCENTE EM H...
ENSINO E PESQUISA: O PRINCIPIO FORMATIVO DA PESQUISA NA FORMAÇÃO DOCENTE EM H...
 
1 6 projeto_de_literatura- nov
1 6 projeto_de_literatura- nov1 6 projeto_de_literatura- nov
1 6 projeto_de_literatura- nov
 
Diversidade brasileira apresentacao
Diversidade brasileira   apresentacaoDiversidade brasileira   apresentacao
Diversidade brasileira apresentacao
 
Projeto cultura e culinária
Projeto cultura e culináriaProjeto cultura e culinária
Projeto cultura e culinária
 
Projeto arte e africanidades
Projeto arte e africanidadesProjeto arte e africanidades
Projeto arte e africanidades
 
Colegio estadual-centenario
Colegio estadual-centenarioColegio estadual-centenario
Colegio estadual-centenario
 
APRENDER COM A BIBLIOTECA ESCOLAR
APRENDER COM A BIBLIOTECA ESCOLARAPRENDER COM A BIBLIOTECA ESCOLAR
APRENDER COM A BIBLIOTECA ESCOLAR
 
Projeto vidas em conexao
Projeto vidas em conexaoProjeto vidas em conexao
Projeto vidas em conexao
 
Jornal Escolar + Educação
Jornal Escolar + EducaçãoJornal Escolar + Educação
Jornal Escolar + Educação
 

Destaque

PCN FÍSICA
PCN FÍSICAPCN FÍSICA
PCN FÍSICA23568921
 
O conhecimento pedagógico - Correntes e Parametros
O conhecimento pedagógico - Correntes e ParametrosO conhecimento pedagógico - Correntes e Parametros
O conhecimento pedagógico - Correntes e Parametrosminizao
 
Fesurv - Educação Básica LDB
Fesurv - Educação Básica LDBFesurv - Educação Básica LDB
Fesurv - Educação Básica LDBvaldivina
 
RelaçãO Professor Aluno
RelaçãO Professor AlunoRelaçãO Professor Aluno
RelaçãO Professor Alunoguest1c37d0
 
PCN de Ciencias Naturais e Biologia
PCN de Ciencias Naturais e BiologiaPCN de Ciencias Naturais e Biologia
PCN de Ciencias Naturais e BiologiaMario Amorim
 
VARIAÇÕES ANATÔMICAS VASCULARES: ARTÉRIA RENAL DIREITA E ARTÉRIAS TESTICULARE...
VARIAÇÕES ANATÔMICAS VASCULARES: ARTÉRIA RENAL DIREITA E ARTÉRIAS TESTICULARE...VARIAÇÕES ANATÔMICAS VASCULARES: ARTÉRIA RENAL DIREITA E ARTÉRIAS TESTICULARE...
VARIAÇÕES ANATÔMICAS VASCULARES: ARTÉRIA RENAL DIREITA E ARTÉRIAS TESTICULARE...jorge luiz dos santos de souza
 
Estímulo e motivação no processo de aprendizagem
Estímulo e motivação no processo de aprendizagemEstímulo e motivação no processo de aprendizagem
Estímulo e motivação no processo de aprendizagemDalila Melo
 
Parâmetros Curriculares Nacionais
Parâmetros Curriculares NacionaisParâmetros Curriculares Nacionais
Parâmetros Curriculares NacionaisMarcelo Assis
 
Universidade Federal da Fronteira Sul Núcleo Extensionista Rondon
Universidade Federal da Fronteira Sul Núcleo Extensionista Rondon Universidade Federal da Fronteira Sul Núcleo Extensionista Rondon
Universidade Federal da Fronteira Sul Núcleo Extensionista Rondon jorge luiz dos santos de souza
 
A CULTURA COMO POTENCIALIZADOR DA PRODUÇÃO ACADÊMICA NO CAMPUS PASSO FUNDO: U...
A CULTURA COMO POTENCIALIZADOR DA PRODUÇÃO ACADÊMICA NO CAMPUS PASSO FUNDO: U...A CULTURA COMO POTENCIALIZADOR DA PRODUÇÃO ACADÊMICA NO CAMPUS PASSO FUNDO: U...
A CULTURA COMO POTENCIALIZADOR DA PRODUÇÃO ACADÊMICA NO CAMPUS PASSO FUNDO: U...jorge luiz dos santos de souza
 
Apresentações 1º dia VI SEPE UFFS - Campus Passo Fundo
Apresentações 1º dia VI SEPE UFFS - Campus Passo FundoApresentações 1º dia VI SEPE UFFS - Campus Passo Fundo
Apresentações 1º dia VI SEPE UFFS - Campus Passo Fundojorge luiz dos santos de souza
 
Apresentações 2º dia VI SEPE UFFS - Campus Passo Fundo
Apresentações 2º dia VI SEPE UFFS - Campus Passo FundoApresentações 2º dia VI SEPE UFFS - Campus Passo Fundo
Apresentações 2º dia VI SEPE UFFS - Campus Passo Fundojorge luiz dos santos de souza
 
Apresentações 3º dia VI SEPE UFFS Campus Passo Fundo
Apresentações 3º dia VI SEPE UFFS Campus Passo FundoApresentações 3º dia VI SEPE UFFS Campus Passo Fundo
Apresentações 3º dia VI SEPE UFFS Campus Passo Fundojorge luiz dos santos de souza
 

Destaque (20)

PCN FÍSICA
PCN FÍSICAPCN FÍSICA
PCN FÍSICA
 
Grandes pedagogos
Grandes pedagogosGrandes pedagogos
Grandes pedagogos
 
2027753 ldb-resumaoo
2027753 ldb-resumaoo2027753 ldb-resumaoo
2027753 ldb-resumaoo
 
O conhecimento pedagógico - Correntes e Parametros
O conhecimento pedagógico - Correntes e ParametrosO conhecimento pedagógico - Correntes e Parametros
O conhecimento pedagógico - Correntes e Parametros
 
LDB - Prof. Amábile
LDB - Prof. AmábileLDB - Prof. Amábile
LDB - Prof. Amábile
 
Fesurv - Educação Básica LDB
Fesurv - Educação Básica LDBFesurv - Educação Básica LDB
Fesurv - Educação Básica LDB
 
RelaçãO Professor Aluno
RelaçãO Professor AlunoRelaçãO Professor Aluno
RelaçãO Professor Aluno
 
Eca E Ldb
Eca E LdbEca E Ldb
Eca E Ldb
 
PCN de Ciencias Naturais e Biologia
PCN de Ciencias Naturais e BiologiaPCN de Ciencias Naturais e Biologia
PCN de Ciencias Naturais e Biologia
 
VARIAÇÕES ANATÔMICAS VASCULARES: ARTÉRIA RENAL DIREITA E ARTÉRIAS TESTICULARE...
VARIAÇÕES ANATÔMICAS VASCULARES: ARTÉRIA RENAL DIREITA E ARTÉRIAS TESTICULARE...VARIAÇÕES ANATÔMICAS VASCULARES: ARTÉRIA RENAL DIREITA E ARTÉRIAS TESTICULARE...
VARIAÇÕES ANATÔMICAS VASCULARES: ARTÉRIA RENAL DIREITA E ARTÉRIAS TESTICULARE...
 
RELAÇÃO PROFESSOR X ALUNO
RELAÇÃO PROFESSOR X ALUNORELAÇÃO PROFESSOR X ALUNO
RELAÇÃO PROFESSOR X ALUNO
 
Estímulo e motivação no processo de aprendizagem
Estímulo e motivação no processo de aprendizagemEstímulo e motivação no processo de aprendizagem
Estímulo e motivação no processo de aprendizagem
 
Eca
EcaEca
Eca
 
PROJETO DE EXTENSÃO: CONHECENDO O CORPO HUMANO
PROJETO DE EXTENSÃO: CONHECENDO O CORPO HUMANOPROJETO DE EXTENSÃO: CONHECENDO O CORPO HUMANO
PROJETO DE EXTENSÃO: CONHECENDO O CORPO HUMANO
 
Parâmetros Curriculares Nacionais
Parâmetros Curriculares NacionaisParâmetros Curriculares Nacionais
Parâmetros Curriculares Nacionais
 
Universidade Federal da Fronteira Sul Núcleo Extensionista Rondon
Universidade Federal da Fronteira Sul Núcleo Extensionista Rondon Universidade Federal da Fronteira Sul Núcleo Extensionista Rondon
Universidade Federal da Fronteira Sul Núcleo Extensionista Rondon
 
A CULTURA COMO POTENCIALIZADOR DA PRODUÇÃO ACADÊMICA NO CAMPUS PASSO FUNDO: U...
A CULTURA COMO POTENCIALIZADOR DA PRODUÇÃO ACADÊMICA NO CAMPUS PASSO FUNDO: U...A CULTURA COMO POTENCIALIZADOR DA PRODUÇÃO ACADÊMICA NO CAMPUS PASSO FUNDO: U...
A CULTURA COMO POTENCIALIZADOR DA PRODUÇÃO ACADÊMICA NO CAMPUS PASSO FUNDO: U...
 
Apresentações 1º dia VI SEPE UFFS - Campus Passo Fundo
Apresentações 1º dia VI SEPE UFFS - Campus Passo FundoApresentações 1º dia VI SEPE UFFS - Campus Passo Fundo
Apresentações 1º dia VI SEPE UFFS - Campus Passo Fundo
 
Apresentações 2º dia VI SEPE UFFS - Campus Passo Fundo
Apresentações 2º dia VI SEPE UFFS - Campus Passo FundoApresentações 2º dia VI SEPE UFFS - Campus Passo Fundo
Apresentações 2º dia VI SEPE UFFS - Campus Passo Fundo
 
Apresentações 3º dia VI SEPE UFFS Campus Passo Fundo
Apresentações 3º dia VI SEPE UFFS Campus Passo FundoApresentações 3º dia VI SEPE UFFS Campus Passo Fundo
Apresentações 3º dia VI SEPE UFFS Campus Passo Fundo
 

Semelhante a Diálogo entre as áreas do conhecimento escolar

Resumo revisado dos cadernos do PACTO DO ENSINO MEDIO segunda etapa
Resumo revisado dos cadernos do PACTO DO ENSINO MEDIO segunda etapaResumo revisado dos cadernos do PACTO DO ENSINO MEDIO segunda etapa
Resumo revisado dos cadernos do PACTO DO ENSINO MEDIO segunda etapaSoraya Tolentino
 
Resumorevisadodoscadernossegundaetapaa2 141205052525-conversion-gate01
Resumorevisadodoscadernossegundaetapaa2 141205052525-conversion-gate01Resumorevisadodoscadernossegundaetapaa2 141205052525-conversion-gate01
Resumorevisadodoscadernossegundaetapaa2 141205052525-conversion-gate01Lais Lopes da silva pereira
 
Plano de Ação Intel 10
Plano de Ação Intel 10Plano de Ação Intel 10
Plano de Ação Intel 10Lúcia Peres
 
Concurso Cidades Criativas
Concurso Cidades CriativasConcurso Cidades Criativas
Concurso Cidades CriativasJose Carlos Mota
 
Profª Graça:PNAIC 2014 - Apresentação 1º encontro - Orientadora :Prof² Graça
Profª Graça:PNAIC 2014 - Apresentação 1º encontro - Orientadora :Prof² GraçaProfª Graça:PNAIC 2014 - Apresentação 1º encontro - Orientadora :Prof² Graça
Profª Graça:PNAIC 2014 - Apresentação 1º encontro - Orientadora :Prof² GraçaGraça Sousa
 
A cultura digital e Educacao Basica XX ENDIPE RIO 2020
A cultura digital e Educacao Basica XX ENDIPE RIO 2020A cultura digital e Educacao Basica XX ENDIPE RIO 2020
A cultura digital e Educacao Basica XX ENDIPE RIO 2020AdrianaBruno9
 
ep-panorama-do-mdulo-papel-social-da-escola-no-sculo-xxi_-vf_17-07-2020.pptx
ep-panorama-do-mdulo-papel-social-da-escola-no-sculo-xxi_-vf_17-07-2020.pptxep-panorama-do-mdulo-papel-social-da-escola-no-sculo-xxi_-vf_17-07-2020.pptx
ep-panorama-do-mdulo-papel-social-da-escola-no-sculo-xxi_-vf_17-07-2020.pptxAiltonEmbaixador
 
ep-panorama-do-mdulo-papel-social-da-escola-no-sculo-xxi_-vf_17-07-2020.pptx
ep-panorama-do-mdulo-papel-social-da-escola-no-sculo-xxi_-vf_17-07-2020.pptxep-panorama-do-mdulo-papel-social-da-escola-no-sculo-xxi_-vf_17-07-2020.pptx
ep-panorama-do-mdulo-papel-social-da-escola-no-sculo-xxi_-vf_17-07-2020.pptxCristiana Reis
 
ep-panorama-do-mdulo-papel-social-da-escola-no-sculo-xxi_-vf_17-07-2020.pptx
ep-panorama-do-mdulo-papel-social-da-escola-no-sculo-xxi_-vf_17-07-2020.pptxep-panorama-do-mdulo-papel-social-da-escola-no-sculo-xxi_-vf_17-07-2020.pptx
ep-panorama-do-mdulo-papel-social-da-escola-no-sculo-xxi_-vf_17-07-2020.pptxrenatacolbeich1
 
Pcns bases resumo geral
Pcns bases resumo geralPcns bases resumo geral
Pcns bases resumo geralcoordmsantos
 
Encontro do dia 1 e 3 de novembro de 2016 PNAIC- Município de Biguaçu
Encontro do dia 1 e 3 de novembro de 2016 PNAIC- Município de BiguaçuEncontro do dia 1 e 3 de novembro de 2016 PNAIC- Município de Biguaçu
Encontro do dia 1 e 3 de novembro de 2016 PNAIC- Município de BiguaçuSoleducador1
 
Exame qualificacao RSE
Exame qualificacao RSEExame qualificacao RSE
Exame qualificacao RSEAntonia Alves
 
Práticas e Saberes Populares Interações com Diferentes Espaços
Práticas e Saberes Populares Interações com Diferentes EspaçosPráticas e Saberes Populares Interações com Diferentes Espaços
Práticas e Saberes Populares Interações com Diferentes Espaçospetconexoes
 
EDUCAÇÃO MATEMATICA E EDUCAÇÃO DO CAMPO.pptx
EDUCAÇÃO MATEMATICA E EDUCAÇÃO DO CAMPO.pptxEDUCAÇÃO MATEMATICA E EDUCAÇÃO DO CAMPO.pptx
EDUCAÇÃO MATEMATICA E EDUCAÇÃO DO CAMPO.pptxClovislisboadosSanto
 
Orientações curriculares 2011
Orientações curriculares 2011Orientações curriculares 2011
Orientações curriculares 2011lucavao2010
 
PLANO DE CURSO - LINGUAGENS - LÍNGUA PÓRTUGUESA - 3 ANO.pdf
PLANO DE CURSO - LINGUAGENS - LÍNGUA PÓRTUGUESA - 3 ANO.pdfPLANO DE CURSO - LINGUAGENS - LÍNGUA PÓRTUGUESA - 3 ANO.pdf
PLANO DE CURSO - LINGUAGENS - LÍNGUA PÓRTUGUESA - 3 ANO.pdfWagner Costa
 

Semelhante a Diálogo entre as áreas do conhecimento escolar (20)

Resumo revisado dos cadernos do PACTO DO ENSINO MEDIO segunda etapa
Resumo revisado dos cadernos do PACTO DO ENSINO MEDIO segunda etapaResumo revisado dos cadernos do PACTO DO ENSINO MEDIO segunda etapa
Resumo revisado dos cadernos do PACTO DO ENSINO MEDIO segunda etapa
 
Agenda atividades transliteracia
Agenda atividades transliteraciaAgenda atividades transliteracia
Agenda atividades transliteracia
 
Resumorevisadodoscadernossegundaetapaa2 141205052525-conversion-gate01
Resumorevisadodoscadernossegundaetapaa2 141205052525-conversion-gate01Resumorevisadodoscadernossegundaetapaa2 141205052525-conversion-gate01
Resumorevisadodoscadernossegundaetapaa2 141205052525-conversion-gate01
 
Plano de Ação Intel 10
Plano de Ação Intel 10Plano de Ação Intel 10
Plano de Ação Intel 10
 
Concurso Cidades Criativas
Concurso Cidades CriativasConcurso Cidades Criativas
Concurso Cidades Criativas
 
Profª Graça:PNAIC 2014 - Apresentação 1º encontro - Orientadora :Prof² Graça
Profª Graça:PNAIC 2014 - Apresentação 1º encontro - Orientadora :Prof² GraçaProfª Graça:PNAIC 2014 - Apresentação 1º encontro - Orientadora :Prof² Graça
Profª Graça:PNAIC 2014 - Apresentação 1º encontro - Orientadora :Prof² Graça
 
A cultura digital e Educacao Basica XX ENDIPE RIO 2020
A cultura digital e Educacao Basica XX ENDIPE RIO 2020A cultura digital e Educacao Basica XX ENDIPE RIO 2020
A cultura digital e Educacao Basica XX ENDIPE RIO 2020
 
Olhares de São Paulo 2011
Olhares de São Paulo 2011Olhares de São Paulo 2011
Olhares de São Paulo 2011
 
Acompanhamento pedagogico
Acompanhamento pedagogicoAcompanhamento pedagogico
Acompanhamento pedagogico
 
Quimica em quadrinhos
Quimica em quadrinhosQuimica em quadrinhos
Quimica em quadrinhos
 
ep-panorama-do-mdulo-papel-social-da-escola-no-sculo-xxi_-vf_17-07-2020.pptx
ep-panorama-do-mdulo-papel-social-da-escola-no-sculo-xxi_-vf_17-07-2020.pptxep-panorama-do-mdulo-papel-social-da-escola-no-sculo-xxi_-vf_17-07-2020.pptx
ep-panorama-do-mdulo-papel-social-da-escola-no-sculo-xxi_-vf_17-07-2020.pptx
 
ep-panorama-do-mdulo-papel-social-da-escola-no-sculo-xxi_-vf_17-07-2020.pptx
ep-panorama-do-mdulo-papel-social-da-escola-no-sculo-xxi_-vf_17-07-2020.pptxep-panorama-do-mdulo-papel-social-da-escola-no-sculo-xxi_-vf_17-07-2020.pptx
ep-panorama-do-mdulo-papel-social-da-escola-no-sculo-xxi_-vf_17-07-2020.pptx
 
ep-panorama-do-mdulo-papel-social-da-escola-no-sculo-xxi_-vf_17-07-2020.pptx
ep-panorama-do-mdulo-papel-social-da-escola-no-sculo-xxi_-vf_17-07-2020.pptxep-panorama-do-mdulo-papel-social-da-escola-no-sculo-xxi_-vf_17-07-2020.pptx
ep-panorama-do-mdulo-papel-social-da-escola-no-sculo-xxi_-vf_17-07-2020.pptx
 
Pcns bases resumo geral
Pcns bases resumo geralPcns bases resumo geral
Pcns bases resumo geral
 
Encontro do dia 1 e 3 de novembro de 2016 PNAIC- Município de Biguaçu
Encontro do dia 1 e 3 de novembro de 2016 PNAIC- Município de BiguaçuEncontro do dia 1 e 3 de novembro de 2016 PNAIC- Município de Biguaçu
Encontro do dia 1 e 3 de novembro de 2016 PNAIC- Município de Biguaçu
 
Exame qualificacao RSE
Exame qualificacao RSEExame qualificacao RSE
Exame qualificacao RSE
 
Práticas e Saberes Populares Interações com Diferentes Espaços
Práticas e Saberes Populares Interações com Diferentes EspaçosPráticas e Saberes Populares Interações com Diferentes Espaços
Práticas e Saberes Populares Interações com Diferentes Espaços
 
EDUCAÇÃO MATEMATICA E EDUCAÇÃO DO CAMPO.pptx
EDUCAÇÃO MATEMATICA E EDUCAÇÃO DO CAMPO.pptxEDUCAÇÃO MATEMATICA E EDUCAÇÃO DO CAMPO.pptx
EDUCAÇÃO MATEMATICA E EDUCAÇÃO DO CAMPO.pptx
 
Orientações curriculares 2011
Orientações curriculares 2011Orientações curriculares 2011
Orientações curriculares 2011
 
PLANO DE CURSO - LINGUAGENS - LÍNGUA PÓRTUGUESA - 3 ANO.pdf
PLANO DE CURSO - LINGUAGENS - LÍNGUA PÓRTUGUESA - 3 ANO.pdfPLANO DE CURSO - LINGUAGENS - LÍNGUA PÓRTUGUESA - 3 ANO.pdf
PLANO DE CURSO - LINGUAGENS - LÍNGUA PÓRTUGUESA - 3 ANO.pdf
 

Último

1. Solicitar ao entrevistado uma breve apresentação da organização, mencionan...
1. Solicitar ao entrevistado uma breve apresentação da organização, mencionan...1. Solicitar ao entrevistado uma breve apresentação da organização, mencionan...
1. Solicitar ao entrevistado uma breve apresentação da organização, mencionan...azulassessoriaacadem3
 
Planejamento do 1º semestre de Ciências 2024 9º ano.pdf
Planejamento do 1º semestre  de Ciências 2024 9º ano.pdfPlanejamento do 1º semestre  de Ciências 2024 9º ano.pdf
Planejamento do 1º semestre de Ciências 2024 9º ano.pdfJanielleCristina1
 
a. Cite e explique os três princípios básicos da progressão do treinamento de...
a. Cite e explique os três princípios básicos da progressão do treinamento de...a. Cite e explique os três princípios básicos da progressão do treinamento de...
a. Cite e explique os três princípios básicos da progressão do treinamento de...excellenceeducaciona
 
1. Solicitar ao entrevistado uma breve apresentação da organização, mencionan...
1. Solicitar ao entrevistado uma breve apresentação da organização, mencionan...1. Solicitar ao entrevistado uma breve apresentação da organização, mencionan...
1. Solicitar ao entrevistado uma breve apresentação da organização, mencionan...azulassessoriaacadem3
 
Atividades sobre as Fontes Históricas e Patrimônio.
Atividades sobre as Fontes Históricas e Patrimônio.Atividades sobre as Fontes Históricas e Patrimônio.
Atividades sobre as Fontes Históricas e Patrimônio.Jean Carlos Nunes Paixão
 
Desafie-se Como Estabelecer Metas de Fitness Realistas e Alcançáveis em Casa ...
Desafie-se Como Estabelecer Metas de Fitness Realistas e Alcançáveis em Casa ...Desafie-se Como Estabelecer Metas de Fitness Realistas e Alcançáveis em Casa ...
Desafie-se Como Estabelecer Metas de Fitness Realistas e Alcançáveis em Casa ...manoelaarmani
 
1) Cite os componentes que devem fazer parte de uma sessão de treinamento.
1) Cite os componentes que devem fazer parte de uma sessão de treinamento.1) Cite os componentes que devem fazer parte de uma sessão de treinamento.
1) Cite os componentes que devem fazer parte de uma sessão de treinamento.azulassessoriaacadem3
 
Slides Lição 8, Betel, Família, uma Obra em permanente construção, 1Tr24.pptx
Slides Lição 8, Betel, Família, uma Obra em permanente construção, 1Tr24.pptxSlides Lição 8, Betel, Família, uma Obra em permanente construção, 1Tr24.pptx
Slides Lição 8, Betel, Família, uma Obra em permanente construção, 1Tr24.pptxLuizHenriquedeAlmeid6
 
2) Descreva os princípios fundamentais para uma prescrição de exercícios físi...
2) Descreva os princípios fundamentais para uma prescrição de exercícios físi...2) Descreva os princípios fundamentais para uma prescrição de exercícios físi...
2) Descreva os princípios fundamentais para uma prescrição de exercícios físi...azulassessoriaacadem3
 
Slides Lição 9, CPAD, O Batismo – A Primeira Ordenança da Igreja, 1Tr24.pptx
Slides Lição 9, CPAD, O Batismo – A Primeira Ordenança da Igreja, 1Tr24.pptxSlides Lição 9, CPAD, O Batismo – A Primeira Ordenança da Igreja, 1Tr24.pptx
Slides Lição 9, CPAD, O Batismo – A Primeira Ordenança da Igreja, 1Tr24.pptxLuizHenriquedeAlmeid6
 
O Guia Definitivo para Investir em Bitcoin: Domine o Mercado Hoje!
O Guia Definitivo para Investir em Bitcoin: Domine o Mercado Hoje!O Guia Definitivo para Investir em Bitcoin: Domine o Mercado Hoje!
O Guia Definitivo para Investir em Bitcoin: Domine o Mercado Hoje!Psyc company
 
Minimalismo Fitness Simplifique sua Rotina de Exercícios e Maximize Resultado...
Minimalismo Fitness Simplifique sua Rotina de Exercícios e Maximize Resultado...Minimalismo Fitness Simplifique sua Rotina de Exercícios e Maximize Resultado...
Minimalismo Fitness Simplifique sua Rotina de Exercícios e Maximize Resultado...manoelaarmani
 
2° ENSINO MÉDIO PLANO ANUAL ARTES 2024.pdf
2° ENSINO MÉDIO PLANO ANUAL ARTES 2024.pdf2° ENSINO MÉDIO PLANO ANUAL ARTES 2024.pdf
2° ENSINO MÉDIO PLANO ANUAL ARTES 2024.pdfkelvindasilvadiasw
 
Sobre os princípios da teoria burocrática de Max Weber e com base em suas exp...
Sobre os princípios da teoria burocrática de Max Weber e com base em suas exp...Sobre os princípios da teoria burocrática de Max Weber e com base em suas exp...
Sobre os princípios da teoria burocrática de Max Weber e com base em suas exp...azulassessoriaacadem3
 
2) Descreva os princípios fundamentais para uma prescrição de exercícios físi...
2) Descreva os princípios fundamentais para uma prescrição de exercícios físi...2) Descreva os princípios fundamentais para uma prescrição de exercícios físi...
2) Descreva os princípios fundamentais para uma prescrição de exercícios físi...azulassessoriaacadem3
 
ATIVIDADE PROPOSTA: Considerando o "estudo de caso" apresentado na disciplina...
ATIVIDADE PROPOSTA: Considerando o "estudo de caso" apresentado na disciplina...ATIVIDADE PROPOSTA: Considerando o "estudo de caso" apresentado na disciplina...
ATIVIDADE PROPOSTA: Considerando o "estudo de caso" apresentado na disciplina...azulassessoriaacadem3
 
Ficha de trabalho | EURO - 25 anos do lançamento da moeda única
Ficha de trabalho | EURO - 25 anos do lançamento da moeda únicaFicha de trabalho | EURO - 25 anos do lançamento da moeda única
Ficha de trabalho | EURO - 25 anos do lançamento da moeda únicaCentro Jacques Delors
 
3° ENSINO MÉDIO PLANO ANUAL ARTES 2024.pdf
3° ENSINO MÉDIO PLANO ANUAL ARTES 2024.pdf3° ENSINO MÉDIO PLANO ANUAL ARTES 2024.pdf
3° ENSINO MÉDIO PLANO ANUAL ARTES 2024.pdfkelvindasilvadiasw
 

Último (20)

1. Solicitar ao entrevistado uma breve apresentação da organização, mencionan...
1. Solicitar ao entrevistado uma breve apresentação da organização, mencionan...1. Solicitar ao entrevistado uma breve apresentação da organização, mencionan...
1. Solicitar ao entrevistado uma breve apresentação da organização, mencionan...
 
Planejamento do 1º semestre de Ciências 2024 9º ano.pdf
Planejamento do 1º semestre  de Ciências 2024 9º ano.pdfPlanejamento do 1º semestre  de Ciências 2024 9º ano.pdf
Planejamento do 1º semestre de Ciências 2024 9º ano.pdf
 
a. Cite e explique os três princípios básicos da progressão do treinamento de...
a. Cite e explique os três princípios básicos da progressão do treinamento de...a. Cite e explique os três princípios básicos da progressão do treinamento de...
a. Cite e explique os três princípios básicos da progressão do treinamento de...
 
1. Solicitar ao entrevistado uma breve apresentação da organização, mencionan...
1. Solicitar ao entrevistado uma breve apresentação da organização, mencionan...1. Solicitar ao entrevistado uma breve apresentação da organização, mencionan...
1. Solicitar ao entrevistado uma breve apresentação da organização, mencionan...
 
Atividades sobre as Fontes Históricas e Patrimônio.
Atividades sobre as Fontes Históricas e Patrimônio.Atividades sobre as Fontes Históricas e Patrimônio.
Atividades sobre as Fontes Históricas e Patrimônio.
 
Desafie-se Como Estabelecer Metas de Fitness Realistas e Alcançáveis em Casa ...
Desafie-se Como Estabelecer Metas de Fitness Realistas e Alcançáveis em Casa ...Desafie-se Como Estabelecer Metas de Fitness Realistas e Alcançáveis em Casa ...
Desafie-se Como Estabelecer Metas de Fitness Realistas e Alcançáveis em Casa ...
 
1) Cite os componentes que devem fazer parte de uma sessão de treinamento.
1) Cite os componentes que devem fazer parte de uma sessão de treinamento.1) Cite os componentes que devem fazer parte de uma sessão de treinamento.
1) Cite os componentes que devem fazer parte de uma sessão de treinamento.
 
Slides Lição 8, Betel, Família, uma Obra em permanente construção, 1Tr24.pptx
Slides Lição 8, Betel, Família, uma Obra em permanente construção, 1Tr24.pptxSlides Lição 8, Betel, Família, uma Obra em permanente construção, 1Tr24.pptx
Slides Lição 8, Betel, Família, uma Obra em permanente construção, 1Tr24.pptx
 
2) Descreva os princípios fundamentais para uma prescrição de exercícios físi...
2) Descreva os princípios fundamentais para uma prescrição de exercícios físi...2) Descreva os princípios fundamentais para uma prescrição de exercícios físi...
2) Descreva os princípios fundamentais para uma prescrição de exercícios físi...
 
GABARITO CRUZADINHA PATRIM E FONTES.docx
GABARITO CRUZADINHA PATRIM E FONTES.docxGABARITO CRUZADINHA PATRIM E FONTES.docx
GABARITO CRUZADINHA PATRIM E FONTES.docx
 
Slides Lição 9, CPAD, O Batismo – A Primeira Ordenança da Igreja, 1Tr24.pptx
Slides Lição 9, CPAD, O Batismo – A Primeira Ordenança da Igreja, 1Tr24.pptxSlides Lição 9, CPAD, O Batismo – A Primeira Ordenança da Igreja, 1Tr24.pptx
Slides Lição 9, CPAD, O Batismo – A Primeira Ordenança da Igreja, 1Tr24.pptx
 
O Guia Definitivo para Investir em Bitcoin: Domine o Mercado Hoje!
O Guia Definitivo para Investir em Bitcoin: Domine o Mercado Hoje!O Guia Definitivo para Investir em Bitcoin: Domine o Mercado Hoje!
O Guia Definitivo para Investir em Bitcoin: Domine o Mercado Hoje!
 
Minimalismo Fitness Simplifique sua Rotina de Exercícios e Maximize Resultado...
Minimalismo Fitness Simplifique sua Rotina de Exercícios e Maximize Resultado...Minimalismo Fitness Simplifique sua Rotina de Exercícios e Maximize Resultado...
Minimalismo Fitness Simplifique sua Rotina de Exercícios e Maximize Resultado...
 
2° ENSINO MÉDIO PLANO ANUAL ARTES 2024.pdf
2° ENSINO MÉDIO PLANO ANUAL ARTES 2024.pdf2° ENSINO MÉDIO PLANO ANUAL ARTES 2024.pdf
2° ENSINO MÉDIO PLANO ANUAL ARTES 2024.pdf
 
Sobre os princípios da teoria burocrática de Max Weber e com base em suas exp...
Sobre os princípios da teoria burocrática de Max Weber e com base em suas exp...Sobre os princípios da teoria burocrática de Max Weber e com base em suas exp...
Sobre os princípios da teoria burocrática de Max Weber e com base em suas exp...
 
Slides Lição 8, Betel, Família, uma Obra em permanente construção, 1Tr24.pptx
Slides Lição 8, Betel, Família, uma Obra em permanente construção, 1Tr24.pptxSlides Lição 8, Betel, Família, uma Obra em permanente construção, 1Tr24.pptx
Slides Lição 8, Betel, Família, uma Obra em permanente construção, 1Tr24.pptx
 
2) Descreva os princípios fundamentais para uma prescrição de exercícios físi...
2) Descreva os princípios fundamentais para uma prescrição de exercícios físi...2) Descreva os princípios fundamentais para uma prescrição de exercícios físi...
2) Descreva os princípios fundamentais para uma prescrição de exercícios físi...
 
ATIVIDADE PROPOSTA: Considerando o "estudo de caso" apresentado na disciplina...
ATIVIDADE PROPOSTA: Considerando o "estudo de caso" apresentado na disciplina...ATIVIDADE PROPOSTA: Considerando o "estudo de caso" apresentado na disciplina...
ATIVIDADE PROPOSTA: Considerando o "estudo de caso" apresentado na disciplina...
 
Ficha de trabalho | EURO - 25 anos do lançamento da moeda única
Ficha de trabalho | EURO - 25 anos do lançamento da moeda únicaFicha de trabalho | EURO - 25 anos do lançamento da moeda única
Ficha de trabalho | EURO - 25 anos do lançamento da moeda única
 
3° ENSINO MÉDIO PLANO ANUAL ARTES 2024.pdf
3° ENSINO MÉDIO PLANO ANUAL ARTES 2024.pdf3° ENSINO MÉDIO PLANO ANUAL ARTES 2024.pdf
3° ENSINO MÉDIO PLANO ANUAL ARTES 2024.pdf
 

Diálogo entre as áreas do conhecimento escolar

  • 1. DIÁLOGO ENTRE AS ÁREAS DO CONHECIMENTO ESCOLAR: PRINCÍPIOS E PROPOSIÇÕES PEDAGÓGICO-CURRICULARESCLAUDIA PICININI ADONA CLEOMARA ROSSETTI ELIETE MORONA MARCOLINA LILIANE TERESINHAPETZHOLD POLEZ ROSICLEI MARTINI SIMONE MARIA PETZHOLD FERRI
  • 2. COMO COLOCAR NA PRÁTICA DE ATIVIDADES ESCOLARES A PESQUISA COMO PRINCÍPIO PEDAGÓGICO? MAIS AINDA, QUAL É O PAPEL DOS PROFESSORE EM TAIS ATIVIDADES?
  • 3. NÃO HÁ RECEITA INFALÍVEL PARA TANTO. ASSUMIR A PESQUISA COMO PRINCÍPIO PEDAGÓGICO SIGNIFICA BUSCAR SITUAÇÕES DE INTERESSE QUE CONTEMPLEM A DIVERSIDADE DOS ESTUDANTES E PERMITAM QUESTIONAMENTOS.
  • 4. CABE AOS PROFESSORES SEREM MEDIADORES DESSE PROCESSO, POSSIBILITANDO AOS ESTUDANTES ATINGIREM NÍVEIS DE DESEMPENHO E PENSAMENTO QUE NÃO CONSEGUIRIAM POR CONTA PRÓPRIA INCENTIVANDO-OS A SE CONFRONTAREM COM OUTROS PONTOS DE VISTA E ASSIM RECONSTRUÍREM SEUS ENTENDIMENTOS E A COMPREENSÃO DO QUE INVESTIGAM.
  • 5. A MEDIAÇÃO DO PROFESSOR É CRUCIAL NO SENTIDO DE PERCEBER O GRAU DE DIFICULDADE.
  • 6. COMO REALIZAR UM PROJETO DE PESQUISA INTEGRADOR?
  • 7. PODE SE PROPOR A ESCOLHA, POR PARTE DO GRUPO DE ESTUDANTES, UM TEMA DE INTERESSE PARA O ENGAJAMENTO DA ESCOLA EM ALGUMA CAMPANHA DE ESCLARECIMENTO JUNTO À COMUNIDADE.
  • 8. A MATEMÁTICA É UMA DAS TREZE DISCIPLINAS COMPONENTES CURRICULARES OBRIGATÓRIAS DE ACORDO COM AS DIRETRIZES CURRICULARES PARA O ENSINO MÉDIO (BRASIL, 2012). Este componente curricular está ligado à atividade escolar, mas é necessário problematizar e garantir que estes conhecimentos possibilitem a integração dos mesmos à prática do aluno.
  • 9. O ESTUDO DE MATEMÁTICA NÃO É SEGUNDO A PRÓPRIA CONTEXTUALIZAÇÃO DO CADERNO NÃO É TRIVIAL POR MAIS QUE QUEIRAMOS, COM SEUS PRINCÍPIOS LÓGICOS E MOBILIZANDO QUATRO DIFERENTES TIPOS DE RACIOCÍNIOS OU INTUIÇÕES.
  • 10. ELABORAR SUBPROJETOS OU AÇÕES QUE INTEGREM LÍNGUA PORTUGUESA À MATEMÁTICA, PERGUNTA-SE O QUE, POR QUÊ, COMO SUAS DIMENSÕES E COMO FAZÊ-LAS. CONCLUO QUE A TAREFA É ÁRDUA E ESPINHOSA, COMO O ATO DE ENSINAR, PORÉM ANALISANDO AS POSSIBILIDADES, ESTAS QUESTÕES, PERCEBE-SE QUE OS COMPONENTES CURRICULARES PODEM SER DESENVOLVIDOS ATRAVÉS DE ATIVIDADES COM O INTUITO DE CONTRIBUIR COM O CRESCIMENTO INTELECTUAL DO ALUNO, TORNANDO-O PROTAGONISTA DE SUA PRÓPRIA VIDA.
  • 11. A LÍNGUA PORTUGUESA E SUAS LINGUAGENS PODE DESENVOLVER TAREFAS INTEGRADORAS COMO: UMA PESQUISA NA COMUNIDADE, USANDO A LÍNGUA PORTUGUESA PARA ELABORAR UM QUESTIONÁRIO E A MATEMÁTICA, VALORIZANDO O INTERESSE DOS JOVENS; PROPOR A REALIZAÇÃO DE UM CONCURSO DE LOGOTIPOS INCENTIVANDO A EXPRESSÃO GRÁFICA, PROPICIANDO UM CONTEXTO INSTIGANTE PARA CONCEITUAR A FUNÇÃO; ELABORAR UM ESPETÁCULO DE APRESENTAÇÃO DAS BANDAS, EM GERAL DEVE PEDIR UMA PESQUISA JUNTO À COMUNIDADE SOBRE A IMPORTÂNCIA DAS MESMAS PARA A COMUNIDADE, APÓS CATALOGÁ-LOS ESTATISTICAMENTE OS RESULTADOS E CONCLUIR COM UM RELATÓRIO.
  • 13. TODAS AS ATIVIDADES APRESENTADAS NO TEXTO SÃO VIÁVEIS E POSSIBILITEM ASPECTOS POSITIVOS, ALÉM DE SER INTEGRADORAS COM TODAS AS DEMAIS ÁREAS, ATINGINDO O OBJETIVO DOS COMPONENTES CURRICULARES.
  • 15. Subprojeto Por Que? O Que? Como? Dimensões Evento: Show de talentos com a banda(s) - Valorizar os interesses dos jovens; - Incentivar e aperfeiçoar as habilidades musicais ou artísticas; - Interagir e divertir. Apresentação da(s) banda(s) em evento interno na escola. -Promover os ensaios; Organizar a montagem de uma apresentação (Palco, som, iluminação ....) Trabalho Cultura Ciência Tecnologia. Logotipo: Desenvolvimento de logotipo(s) para a banda(s) da escola. - Incentivar a expressão gráfica; - desenvolver visão geométrico-espacial; -Propiciar contexto instigante para o conceito de função. -Estudar funções com o uso de ferramentas computacionais; - Criar logotipo (ideias). - Gráfico de funções com software gráfico; - Desenho e edição gráfica por computador. Trabalho Cultura Ciência Tecnologia Concurso de logotipos: Organização e realização, aberto a participação da comunidade. - Incentivar a participação da comunidade na comissão julgadora e outras funções. - Estimular a expressão escrita. - Convites para a participação; - Regulamento do concurso (definição de comissão julgadora e crité-rios de avaliação). - Debate, análise e redação escrita. - Organização de espaços e modos de apresentação. Trabalho Cultura Ciência Tecnologia Evento: Espetáculo de apresentação da(s) banda(s) aberto a comunidade da região da escola. - Incentivar a participação da comunidade; - Produzir e incentivar a expres-são cultural e artísti-ca dos estudantes; - Compartilhar e divertir. - Convites para a participação; - produção do cartaz para o evento, cada banda com logotipo; - Apresentacão da(s) banda(s) para a comunidade. - Promover ensaios; - Desenho e edição gráfica dos cartazes por computar; - Organizar, divulgar e realizar o evento. Trabalho Cultura Ciência Tecnologia. Tabela: Como podemos incentivar e divulgar o trabalho da Matemática na escola?
  • 16. O PRIMEIRO, COMO PODEMOS INCENTIVAR A DIVULGAÇÃO DO TRABALHO DAS BANDAS DA ESCOLA? ESTA DIVIDIDO EM QUATRO ETAPAS E SE TORNA BASTANTE VIÁVEL A REALIDADE DA NOSSA ESCOLA, VISTO QUE TEMOS VÁRIOS ALUNOS QUE INTERESSAM-SE POR MÚSICA E QUE PRECISAM DE DIVULGAÇÃO E ATINGINDO TODAS AS DIMENSÕES DA MATEMÁTICA.
  • 18. O SEGUNDO, O TRANSPORTE PÚBLICO ATENDE À COMUNIDADE DE MANEIRA ADEQUADA ÀS NECESSIDADES DA REGIÃO? MOBILIZA COMPONENTES CURRICULARES DE GEOGRAFIA, SOCIOLOGIA, ESTATÍSTICA BEM COMO OS EIXOS DE TRABALHO, CULTURA, CIÊNCIA E TECNOLOGIA.
  • 20. USANDO OS RECURSOS TECNOLÓGICO (GOOGLE MAPS), DEFINIR A COLETA DE DADOS, O ESPAÇO AMOSTRAL, DIAGNOSTICAR OS PROBLEMAS E ELABORAR QUESTIONÁRIOS COM O PÚBLICO-ALVO, ORGANIZAR CAMPANHAS INFORMATIVAS, ELABORAR PETIÇÕES PARA O PODER PÚBLICO, ENFIM, EXISTEM MUITOS MEIOS DE SE DESENVOLVER E ENGLOBAR OUTRAS DISCIPLINAS.
  • 22. O TERCEIRO, COMO A MATEMÁTICA PODE AJUDAR A SER VITORIOSO EM JOGOS ELETRÔNICOS? OS JOGOS EM ESPECIAL ANGRY BIRDS É POSSÍVEL DISCUTIR A MATEMÁTICA E A FÍSICA. PODE SER VIÁVEL PORQUE OS ALUNOS USAM O SMARTPHONE NO SEU USO DIÁRIO (NA SUA MAIORIA) SERIA UM ASPECTO A SE EXPLORAR OU OUTRO JOGO QUE UTILIZE COM MAIS FREQUÊNCIA E ANALISÁ-LA COMO PROPOSTA INTEGRADORA.
  • 24. O QUARTO, A VIOLÊNCIA É UM ASSUNTO QUE LHE PREOCUPA? COM ORIENTAÇÕES DA ÁREA DE MATEMÁTICA E CIÊNCIAS HUMANAS PODEM PLANEJAR E REALIZAR PESQUISA PARA A OBTENÇÃO DE INFORMAÇÕES QUE PERMITAM ARGUMENTAR SOBRE DIFERENTES ASPECTOS DA VIOLÊNCIA, NO SENTIDO DE ELABORAR PROPOSTAS DE AÇÕES PREVENTIVAS.
  • 26. TODAVIA, É URGENTE QUE REINVENTEMOS ATIVIDADE PARA ENSINO MÉDIO QUE CUMPRA UM PAPEL INTEGRADOR NA FORMAÇÃO INTEGRAL OS ESTUDANTES. TEMOS QUE SER OUSADOS, DETERMINADOS PARA ENFRENTAR OS DESAFIOS QUE ESSA BUSCA COLOCA. A PARTIR DESSE APROFUNDAMENTO ELABORAMOS ALGUNS TEMAS DE PESQUISA, COMO: A QUESTÃO DA EDUCAÇÃO AMBIENTAL; A INCLUSÃO SOCIAL, A ACESSIBILIDADE NAS ESCOLAS; O LIXO E A RECICLAGEM COMO PRÁTICAS SUSTENTÁVEIS, ENTRE OUTROS.