SlideShare uma empresa Scribd logo
1 de 7
Baixar para ler offline
"O SENHOR, teu Deus, circuncidará o
teu coração e o coração de tua
descendência, para amares o SENHOR,
teu Deus, de todo o coração e de toda a
tua alma, para que vivas.."
(Deuteronômio 30.6)
O objetivo da santidade é que possamos
"viver"; e a obra principal de santidade
é "amar o Senhor nosso Deus com todo
o nosso coração e alma." Isto é o efeito
de Deus "circuncidar nossos corações",
sem o qual não ocorrerá. Cada ato de
amor e temor e, consequentemente,
todo dever de santidade, é
consequência da circuncisão de Deus
em nossos corações.
Para esse fim, Deus escreve sua lei em
nossos corações: Jer 31.33, "Porque esta
é a aliança que firmarei com a casa de
Israel, depois daqueles dias, diz o
SENHOR: Na mente, lhes imprimirei as
minhas leis, também no coração lhas
2
inscreverei; eu serei o seu Deus, e eles
serão o meu povo." O hábito ou
princípio que temos descrito, nada mais
é do que uma transcrição da lei de Deus
implantada e permanecendo em nossos
corações, pela qual cumprimos e
respondemos a toda a vontade de Deus
nisto. Isso é santidade em seu hábito e
princípio. Isso é mais plenamente
expressado em Ezequiel 36.26,27, "Dar-
vos-ei coração novo e porei dentro de
vós espírito novo; tirarei de vós o
coração de pedra e vos darei coração de
carne. Porei dentro de vós o meu
Espírito e farei que andeis nos meus
estatutos, guardeis os meus juízos e os
observeis." Toda essa obediência real e
todos os deveres de santidade que Deus
exige de nós, está contido nestas
expressões: "farei que andeis nos meus
estatutos, guardeis os meus juízos e os
observeis." Antecedente a isso, e como o
princípio e por causa disso, Deus dá um
"novo coração" e um "novo espírito".
Este novo coração é um coração com a
lei de Deus escrita nele, como
3
mencionado antes; e este novo espírito
é a inclinação habitual desse coração
para a vida de Deus, ou todos os
deveres de obediência. Há pelo Espírito
Santo um novo princípio ou hábito
espiritual da graça comunicada a nós e
habitando em nós, do qual somos feitos
e designados santos. É ainda mais
expressamente revelado e declarado no
Novo Testamento, João 3.6. Há uma
obra do Espírito de Deus sobre nós em
nossa regeneração: nós "nascemos
novamente do Espírito." É algo
existente em nós que é de natureza
espiritual e eficácia espiritual. É algo
habitando em nós, agindo em oposição
contínua contra a carne ou o pecado (Gl
5.17), e agindo com todos os deveres de
obediência a Deus. E até que este
espírito seja formado em nós - isto é,
até que toda a nossa alma tenha sido
fornecida com poder espiritual e
capacidade - não podemos realizar
qualquer ato que seja espiritualmente
bom, nem qualquer ato de obediência
vital a Deus. Este espírito, ou natureza
4
espiritual, que nasce do Espírito, e pelo
qual somos capazes de viver para Deus,
é esse hábito da graça ou princípio da
santidade que pretendemos. E por isso
também é chamado de nova criatura:
"Se alguém está em Cristo, é uma nova
criatura," 2 Cor 5.17. É algo que, por um
ato de criação todo-poderoso do poder
de Deus pelo seu Espírito, tem a
natureza de uma criatura viva,
produzida nas almas de todos os que
estão em Cristo Jesus. E assim como é
chamada de "nova criatura", é também
chamada de "natureza divina", 2 Pedro
1.4 - e uma natureza é o princípio de
todas as operações. É isso que pedimos:
O Espírito de Deus cria uma nova
natureza em nós, que é o princípio e a
próxima causa de todos os atos da vida
de Deus. Onde isso não se encontra,
seja o que for que haja, não há
santidade evangélica. Isto é aquilo pelo
qual somos capazes de viver para Deus,
de temê-lo, de andar em seus caminhos,
e para render obediência de acordo com
5
sua mente e vontade. Veja Ef 4.23,24;
Col 3.10.
Certamente não é para o propósito de
nos deixar em dúvidas quanto ao que
seja a santidade ou esta nova natureza
que ela não pode ser discernida
facilmente. O motivo disso está em que
Deus é espírito, e esta natureza também
é espírito, e coisas espirituais só podem
ser discernidas espiritualmente. E
assim, se não andarmos no Espírito, se
não formos espirituais, de modo
nenhum poderemos conhecer a Deus e
a Sua vontade, ou pelo menos progredir
neste conhecimento. Muitos pensam
que Deus deveria se manifestar de
forma visível para que fosse crido por
eles, mas como Jesus disse a Tomé
bem-aventurado é aquele que não vê
mas que crê, porque é pelo progresso na
fé que se aumenta mais e mais em nós a
expressão da vida e realidade de Deus.
Por isso Jesus diz que o mundo
(incrédulos) não pode receber tal
manifestação do Espírito Santo, porque
6
não o conhece. Deus só pode ser
conhecido em espírito, e daí que todo
aquele que faz progresso na vida
espiritual, terá cada vez mais um maior
conhecimento da pessoa de Deus. E
podemos dizer que a realidade e
intimidade deste conhecimento será
muito maior até mesmo do que aquele
que podemos ter de alguém que nos
seja próximo, pois Deus tem prazer em
abrir para aqueles que Lhe obedecem,
os segredos do Seu coração, uma vez
que almeja que cheguemos à plenitude
da Sua imagem e semelhança.
7

Mais conteúdo relacionado

Mais procurados

Deus requer santificação aos cristãos 7
Deus requer santificação aos cristãos 7Deus requer santificação aos cristãos 7
Deus requer santificação aos cristãos 7Silvio Dutra
 
Deus requer santificação aos cristãos 16
Deus requer santificação aos cristãos 16Deus requer santificação aos cristãos 16
Deus requer santificação aos cristãos 16Silvio Dutra
 
Deus requer santificação aos cristãos 13
Deus requer santificação aos cristãos 13Deus requer santificação aos cristãos 13
Deus requer santificação aos cristãos 13Silvio Dutra
 
Deus requer santificação aos cristãos 57
Deus requer santificação aos cristãos 57Deus requer santificação aos cristãos 57
Deus requer santificação aos cristãos 57Silvio Dutra
 
Deus requer santificação aos cristãos 19
Deus requer santificação aos cristãos 19Deus requer santificação aos cristãos 19
Deus requer santificação aos cristãos 19Silvio Dutra
 
Deus requer santificação aos cristãos 60
Deus requer santificação aos cristãos 60Deus requer santificação aos cristãos 60
Deus requer santificação aos cristãos 60Silvio Dutra
 
Deus requer santificação aos cristãos 56
Deus requer santificação aos cristãos 56Deus requer santificação aos cristãos 56
Deus requer santificação aos cristãos 56Silvio Dutra
 
Deus requer santificação aos cristãos 11
Deus requer santificação aos cristãos 11Deus requer santificação aos cristãos 11
Deus requer santificação aos cristãos 11Silvio Dutra
 
Santificação – Uma Obra Vitalícia - John Owern
Santificação – Uma Obra Vitalícia - John OwernSantificação – Uma Obra Vitalícia - John Owern
Santificação – Uma Obra Vitalícia - John OwernSilvio Dutra
 
Deus requer santificação aos cristãos 20
Deus requer santificação aos cristãos 20Deus requer santificação aos cristãos 20
Deus requer santificação aos cristãos 20Silvio Dutra
 
Deus requer santificação aos cristãos 12
Deus requer santificação aos cristãos 12Deus requer santificação aos cristãos 12
Deus requer santificação aos cristãos 12Silvio Dutra
 
Deus requer santificação aos cristãos 17
Deus requer santificação aos cristãos 17Deus requer santificação aos cristãos 17
Deus requer santificação aos cristãos 17Silvio Dutra
 
Deus requer santificação aos cristãos 40
Deus requer santificação aos cristãos 40Deus requer santificação aos cristãos 40
Deus requer santificação aos cristãos 40Silvio Dutra
 

Mais procurados (20)

Deus requer santificação aos cristãos 7
Deus requer santificação aos cristãos 7Deus requer santificação aos cristãos 7
Deus requer santificação aos cristãos 7
 
Deus requer santificação aos cristãos 16
Deus requer santificação aos cristãos 16Deus requer santificação aos cristãos 16
Deus requer santificação aos cristãos 16
 
Deus requer santificação aos cristãos 13
Deus requer santificação aos cristãos 13Deus requer santificação aos cristãos 13
Deus requer santificação aos cristãos 13
 
Deus requer santificação aos cristãos 57
Deus requer santificação aos cristãos 57Deus requer santificação aos cristãos 57
Deus requer santificação aos cristãos 57
 
Deus requer santificação aos cristãos 19
Deus requer santificação aos cristãos 19Deus requer santificação aos cristãos 19
Deus requer santificação aos cristãos 19
 
Deus requer santificação aos cristãos 60
Deus requer santificação aos cristãos 60Deus requer santificação aos cristãos 60
Deus requer santificação aos cristãos 60
 
Deus requer santificação aos cristãos 56
Deus requer santificação aos cristãos 56Deus requer santificação aos cristãos 56
Deus requer santificação aos cristãos 56
 
Deus requer santificação aos cristãos 11
Deus requer santificação aos cristãos 11Deus requer santificação aos cristãos 11
Deus requer santificação aos cristãos 11
 
Espiritualidade crista
Espiritualidade cristaEspiritualidade crista
Espiritualidade crista
 
A GRAÇA SANTIFICADORA
A GRAÇA SANTIFICADORAA GRAÇA SANTIFICADORA
A GRAÇA SANTIFICADORA
 
Santificação – Uma Obra Vitalícia - John Owern
Santificação – Uma Obra Vitalícia - John OwernSantificação – Uma Obra Vitalícia - John Owern
Santificação – Uma Obra Vitalícia - John Owern
 
Deus requer santificação aos cristãos 20
Deus requer santificação aos cristãos 20Deus requer santificação aos cristãos 20
Deus requer santificação aos cristãos 20
 
Deus requer santificação aos cristãos 12
Deus requer santificação aos cristãos 12Deus requer santificação aos cristãos 12
Deus requer santificação aos cristãos 12
 
Deus requer santificação aos cristãos 17
Deus requer santificação aos cristãos 17Deus requer santificação aos cristãos 17
Deus requer santificação aos cristãos 17
 
Família de Discipulos
Família de DiscipulosFamília de Discipulos
Família de Discipulos
 
A GRAÇA TRANSFORMADORA
A GRAÇA TRANSFORMADORAA GRAÇA TRANSFORMADORA
A GRAÇA TRANSFORMADORA
 
A GRAÇA JUSTIFICADORA
A GRAÇA JUSTIFICADORAA GRAÇA JUSTIFICADORA
A GRAÇA JUSTIFICADORA
 
Obediência
ObediênciaObediência
Obediência
 
Deus requer santificação aos cristãos 40
Deus requer santificação aos cristãos 40Deus requer santificação aos cristãos 40
Deus requer santificação aos cristãos 40
 
Santidade
SantidadeSantidade
Santidade
 

Semelhante a A santidade como um novo coração e espírito criado por Deus

O Batismo no Espírito.docx
O Batismo no Espírito.docxO Batismo no Espírito.docx
O Batismo no Espírito.docxssusercf733f2
 
Só se vê a deus com santificação - livro
Só se vê a deus com santificação - livroSó se vê a deus com santificação - livro
Só se vê a deus com santificação - livroSilvio Dutra
 
Deus Requer Santificação aos Cristãos 75.pdf
Deus Requer Santificação aos Cristãos 75.pdfDeus Requer Santificação aos Cristãos 75.pdf
Deus Requer Santificação aos Cristãos 75.pdfSilvio Dutra
 
Tratado sobre o Espirito Santo livro iv - parte 1 - John Owen
Tratado sobre o Espirito Santo   livro iv - parte 1 - John OwenTratado sobre o Espirito Santo   livro iv - parte 1 - John Owen
Tratado sobre o Espirito Santo livro iv - parte 1 - John OwenSilvio Dutra
 
Discernimento: a salvaguarda do reavivamento_Lição_original com textos_832013
Discernimento: a salvaguarda do reavivamento_Lição_original com textos_832013Discernimento: a salvaguarda do reavivamento_Lição_original com textos_832013
Discernimento: a salvaguarda do reavivamento_Lição_original com textos_832013Gerson G. Ramos
 
ebd-2o-trimestre-2018-licao-5-vivendo-uma-santa.pptx
ebd-2o-trimestre-2018-licao-5-vivendo-uma-santa.pptxebd-2o-trimestre-2018-licao-5-vivendo-uma-santa.pptx
ebd-2o-trimestre-2018-licao-5-vivendo-uma-santa.pptxKARINEVONEYVIEIRABAR
 
Andrew murray-espirito-de-habitacao
Andrew murray-espirito-de-habitacaoAndrew murray-espirito-de-habitacao
Andrew murray-espirito-de-habitacaoFrancisco Deuzilene
 
As marcas do nascimento john wesley
As marcas do nascimento   john wesleyAs marcas do nascimento   john wesley
As marcas do nascimento john wesleyCarla Lopes da Silva
 
John wesley as marcas do nascimento
John wesley   as marcas do nascimentoJohn wesley   as marcas do nascimento
John wesley as marcas do nascimentoFrancisco Deuzilene
 
Creio no Espirito Santo
Creio no Espirito SantoCreio no Espirito Santo
Creio no Espirito SantoJMVSobreiro
 
Creio no Espirito Santo
Creio no Espirito SantoCreio no Espirito Santo
Creio no Espirito SantoJMVSobreiro
 
Andrew murray-espirito-de-habitacao-prefacio
Andrew murray-espirito-de-habitacao-prefacioAndrew murray-espirito-de-habitacao-prefacio
Andrew murray-espirito-de-habitacao-prefacioFrancisco Deuzilene
 
As marcas do nascimento _John Wesley
As marcas do nascimento _John WesleyAs marcas do nascimento _John Wesley
As marcas do nascimento _John WesleyAdriana Nacif
 

Semelhante a A santidade como um novo coração e espírito criado por Deus (20)

O Batismo no Espírito.docx
O Batismo no Espírito.docxO Batismo no Espírito.docx
O Batismo no Espírito.docx
 
Só se vê a deus com santificação - livro
Só se vê a deus com santificação - livroSó se vê a deus com santificação - livro
Só se vê a deus com santificação - livro
 
Deus Requer Santificação aos Cristãos 75.pdf
Deus Requer Santificação aos Cristãos 75.pdfDeus Requer Santificação aos Cristãos 75.pdf
Deus Requer Santificação aos Cristãos 75.pdf
 
Manual do-discipulado
Manual do-discipuladoManual do-discipulado
Manual do-discipulado
 
Tratado sobre o Espirito Santo livro iv - parte 1 - John Owen
Tratado sobre o Espirito Santo   livro iv - parte 1 - John OwenTratado sobre o Espirito Santo   livro iv - parte 1 - John Owen
Tratado sobre o Espirito Santo livro iv - parte 1 - John Owen
 
As dez ações do espírito santo na vida do crente
As dez ações do espírito santo na vida do crenteAs dez ações do espírito santo na vida do crente
As dez ações do espírito santo na vida do crente
 
Discernimento: a salvaguarda do reavivamento_Lição_original com textos_832013
Discernimento: a salvaguarda do reavivamento_Lição_original com textos_832013Discernimento: a salvaguarda do reavivamento_Lição_original com textos_832013
Discernimento: a salvaguarda do reavivamento_Lição_original com textos_832013
 
Poder
PoderPoder
Poder
 
Espirito Santo
Espirito SantoEspirito Santo
Espirito Santo
 
ebd-2o-trimestre-2018-licao-5-vivendo-uma-santa.pptx
ebd-2o-trimestre-2018-licao-5-vivendo-uma-santa.pptxebd-2o-trimestre-2018-licao-5-vivendo-uma-santa.pptx
ebd-2o-trimestre-2018-licao-5-vivendo-uma-santa.pptx
 
Andrew murray-espirito-de-habitacao
Andrew murray-espirito-de-habitacaoAndrew murray-espirito-de-habitacao
Andrew murray-espirito-de-habitacao
 
As marcas do nascimento john wesley
As marcas do nascimento   john wesleyAs marcas do nascimento   john wesley
As marcas do nascimento john wesley
 
John wesley as marcas do nascimento
John wesley   as marcas do nascimentoJohn wesley   as marcas do nascimento
John wesley as marcas do nascimento
 
Os meios da graça
Os meios da graçaOs meios da graça
Os meios da graça
 
Lição 01
Lição 01Lição 01
Lição 01
 
Creio no Espirito Santo
Creio no Espirito SantoCreio no Espirito Santo
Creio no Espirito Santo
 
Creio no Espirito Santo
Creio no Espirito SantoCreio no Espirito Santo
Creio no Espirito Santo
 
Andrew murray-espirito-de-habitacao-prefacio
Andrew murray-espirito-de-habitacao-prefacioAndrew murray-espirito-de-habitacao-prefacio
Andrew murray-espirito-de-habitacao-prefacio
 
Estudo sobre os Batismos.pdf
Estudo sobre os Batismos.pdfEstudo sobre os Batismos.pdf
Estudo sobre os Batismos.pdf
 
As marcas do nascimento _John Wesley
As marcas do nascimento _John WesleyAs marcas do nascimento _John Wesley
As marcas do nascimento _John Wesley
 

Mais de Silvio Dutra

A Vida Alcançada por uma Aliança
A Vida Alcançada por uma AliançaA Vida Alcançada por uma Aliança
A Vida Alcançada por uma AliançaSilvio Dutra
 
AJUSTE CRONOLÓGICO DAS VISÕES DO APOCALIPSE (segunda edição corrigida e ampli...
AJUSTE CRONOLÓGICO DAS VISÕES DO APOCALIPSE (segunda edição corrigida e ampli...AJUSTE CRONOLÓGICO DAS VISÕES DO APOCALIPSE (segunda edição corrigida e ampli...
AJUSTE CRONOLÓGICO DAS VISÕES DO APOCALIPSE (segunda edição corrigida e ampli...Silvio Dutra
 
Sinais e Ameaças de Julgamentos de um Povo, Igreja ou Nação – Parte 4.pdf
Sinais e Ameaças de Julgamentos  de um Povo, Igreja ou Nação – Parte 4.pdfSinais e Ameaças de Julgamentos  de um Povo, Igreja ou Nação – Parte 4.pdf
Sinais e Ameaças de Julgamentos de um Povo, Igreja ou Nação – Parte 4.pdfSilvio Dutra
 
Sinais e Ameaças de Julgamentos de um Povo, Igreja ou Nação – Parte 3.pdf
Sinais e Ameaças de Julgamentos  de um Povo, Igreja ou Nação – Parte 3.pdfSinais e Ameaças de Julgamentos  de um Povo, Igreja ou Nação – Parte 3.pdf
Sinais e Ameaças de Julgamentos de um Povo, Igreja ou Nação – Parte 3.pdfSilvio Dutra
 
Sinais e Ameaças de Julgamentos de um Povo, Igreja ou Nação – Parte 2
Sinais e Ameaças de Julgamentos  de um Povo, Igreja ou Nação – Parte 2Sinais e Ameaças de Julgamentos  de um Povo, Igreja ou Nação – Parte 2
Sinais e Ameaças de Julgamentos de um Povo, Igreja ou Nação – Parte 2Silvio Dutra
 
Sinais e Ameaças de Julgamentos de um Povo, Igreja ou Nação – Parte 1.pdf
Sinais e Ameaças de Julgamentos  de um Povo, Igreja ou Nação – Parte 1.pdfSinais e Ameaças de Julgamentos  de um Povo, Igreja ou Nação – Parte 1.pdf
Sinais e Ameaças de Julgamentos de um Povo, Igreja ou Nação – Parte 1.pdfSilvio Dutra
 
Deus Requer Santificação aos Cristãos 76.pdf
Deus Requer Santificação aos Cristãos 76.pdfDeus Requer Santificação aos Cristãos 76.pdf
Deus Requer Santificação aos Cristãos 76.pdfSilvio Dutra
 
O Pecado Inviabiliza a Paz Mundial
O Pecado Inviabiliza a Paz MundialO Pecado Inviabiliza a Paz Mundial
O Pecado Inviabiliza a Paz MundialSilvio Dutra
 
A firmeza das promessas e a pecaminosidade de cambalear -John Owen
A firmeza das promessas e a pecaminosidade de cambalear -John OwenA firmeza das promessas e a pecaminosidade de cambalear -John Owen
A firmeza das promessas e a pecaminosidade de cambalear -John OwenSilvio Dutra
 
Deus requer santificação aos cristãos 74
Deus requer santificação aos cristãos 74Deus requer santificação aos cristãos 74
Deus requer santificação aos cristãos 74Silvio Dutra
 
Deus requer santificação aos cristãos 73
Deus requer santificação aos cristãos 73Deus requer santificação aos cristãos 73
Deus requer santificação aos cristãos 73Silvio Dutra
 
Deus requer santificação aos cristãos 70
Deus requer santificação aos cristãos 70Deus requer santificação aos cristãos 70
Deus requer santificação aos cristãos 70Silvio Dutra
 
Deus requer santificação aos cristãos 69
Deus requer santificação aos cristãos 69Deus requer santificação aos cristãos 69
Deus requer santificação aos cristãos 69Silvio Dutra
 
Deus requer santificação aos cristãos 68
Deus requer santificação aos cristãos 68Deus requer santificação aos cristãos 68
Deus requer santificação aos cristãos 68Silvio Dutra
 
Deus requer santificação aos cristãos 67
Deus requer santificação aos cristãos 67Deus requer santificação aos cristãos 67
Deus requer santificação aos cristãos 67Silvio Dutra
 
Deus requer santificação aos cristãos 66
Deus requer santificação aos cristãos 66Deus requer santificação aos cristãos 66
Deus requer santificação aos cristãos 66Silvio Dutra
 
Deus requer santificação aos cristãos 65
Deus requer santificação aos cristãos 65Deus requer santificação aos cristãos 65
Deus requer santificação aos cristãos 65Silvio Dutra
 
Deus requer santificação aos cristãos 64
Deus requer santificação aos cristãos 64Deus requer santificação aos cristãos 64
Deus requer santificação aos cristãos 64Silvio Dutra
 
Deus requer santificação aos cristãos 63
Deus requer santificação aos cristãos 63Deus requer santificação aos cristãos 63
Deus requer santificação aos cristãos 63Silvio Dutra
 

Mais de Silvio Dutra (20)

A Vida Alcançada por uma Aliança
A Vida Alcançada por uma AliançaA Vida Alcançada por uma Aliança
A Vida Alcançada por uma Aliança
 
AJUSTE CRONOLÓGICO DAS VISÕES DO APOCALIPSE (segunda edição corrigida e ampli...
AJUSTE CRONOLÓGICO DAS VISÕES DO APOCALIPSE (segunda edição corrigida e ampli...AJUSTE CRONOLÓGICO DAS VISÕES DO APOCALIPSE (segunda edição corrigida e ampli...
AJUSTE CRONOLÓGICO DAS VISÕES DO APOCALIPSE (segunda edição corrigida e ampli...
 
Sinais e Ameaças de Julgamentos de um Povo, Igreja ou Nação – Parte 4.pdf
Sinais e Ameaças de Julgamentos  de um Povo, Igreja ou Nação – Parte 4.pdfSinais e Ameaças de Julgamentos  de um Povo, Igreja ou Nação – Parte 4.pdf
Sinais e Ameaças de Julgamentos de um Povo, Igreja ou Nação – Parte 4.pdf
 
Sinais e Ameaças de Julgamentos de um Povo, Igreja ou Nação – Parte 3.pdf
Sinais e Ameaças de Julgamentos  de um Povo, Igreja ou Nação – Parte 3.pdfSinais e Ameaças de Julgamentos  de um Povo, Igreja ou Nação – Parte 3.pdf
Sinais e Ameaças de Julgamentos de um Povo, Igreja ou Nação – Parte 3.pdf
 
Sinais e Ameaças de Julgamentos de um Povo, Igreja ou Nação – Parte 2
Sinais e Ameaças de Julgamentos  de um Povo, Igreja ou Nação – Parte 2Sinais e Ameaças de Julgamentos  de um Povo, Igreja ou Nação – Parte 2
Sinais e Ameaças de Julgamentos de um Povo, Igreja ou Nação – Parte 2
 
Sinais e Ameaças de Julgamentos de um Povo, Igreja ou Nação – Parte 1.pdf
Sinais e Ameaças de Julgamentos  de um Povo, Igreja ou Nação – Parte 1.pdfSinais e Ameaças de Julgamentos  de um Povo, Igreja ou Nação – Parte 1.pdf
Sinais e Ameaças de Julgamentos de um Povo, Igreja ou Nação – Parte 1.pdf
 
Deus Requer Santificação aos Cristãos 76.pdf
Deus Requer Santificação aos Cristãos 76.pdfDeus Requer Santificação aos Cristãos 76.pdf
Deus Requer Santificação aos Cristãos 76.pdf
 
O Pecado Inviabiliza a Paz Mundial
O Pecado Inviabiliza a Paz MundialO Pecado Inviabiliza a Paz Mundial
O Pecado Inviabiliza a Paz Mundial
 
O Começo e o Fim
O Começo e o FimO Começo e o Fim
O Começo e o Fim
 
A firmeza das promessas e a pecaminosidade de cambalear -John Owen
A firmeza das promessas e a pecaminosidade de cambalear -John OwenA firmeza das promessas e a pecaminosidade de cambalear -John Owen
A firmeza das promessas e a pecaminosidade de cambalear -John Owen
 
Deus requer santificação aos cristãos 74
Deus requer santificação aos cristãos 74Deus requer santificação aos cristãos 74
Deus requer santificação aos cristãos 74
 
Deus requer santificação aos cristãos 73
Deus requer santificação aos cristãos 73Deus requer santificação aos cristãos 73
Deus requer santificação aos cristãos 73
 
Deus requer santificação aos cristãos 70
Deus requer santificação aos cristãos 70Deus requer santificação aos cristãos 70
Deus requer santificação aos cristãos 70
 
Deus requer santificação aos cristãos 69
Deus requer santificação aos cristãos 69Deus requer santificação aos cristãos 69
Deus requer santificação aos cristãos 69
 
Deus requer santificação aos cristãos 68
Deus requer santificação aos cristãos 68Deus requer santificação aos cristãos 68
Deus requer santificação aos cristãos 68
 
Deus requer santificação aos cristãos 67
Deus requer santificação aos cristãos 67Deus requer santificação aos cristãos 67
Deus requer santificação aos cristãos 67
 
Deus requer santificação aos cristãos 66
Deus requer santificação aos cristãos 66Deus requer santificação aos cristãos 66
Deus requer santificação aos cristãos 66
 
Deus requer santificação aos cristãos 65
Deus requer santificação aos cristãos 65Deus requer santificação aos cristãos 65
Deus requer santificação aos cristãos 65
 
Deus requer santificação aos cristãos 64
Deus requer santificação aos cristãos 64Deus requer santificação aos cristãos 64
Deus requer santificação aos cristãos 64
 
Deus requer santificação aos cristãos 63
Deus requer santificação aos cristãos 63Deus requer santificação aos cristãos 63
Deus requer santificação aos cristãos 63
 

Último

Lição 2 - A Escolha entre a Porta Estreita e a Porta Larga.pptx
Lição 2 - A Escolha entre a Porta Estreita e a Porta Larga.pptxLição 2 - A Escolha entre a Porta Estreita e a Porta Larga.pptx
Lição 2 - A Escolha entre a Porta Estreita e a Porta Larga.pptxCelso Napoleon
 
Oração Alma De Cristo
Oração Alma De CristoOração Alma De Cristo
Oração Alma De CristoNilson Almeida
 
Lição 1 - O início da caminhada - CPAD.pptx
Lição 1 - O início da caminhada - CPAD.pptxLição 1 - O início da caminhada - CPAD.pptx
Lição 1 - O início da caminhada - CPAD.pptxCelso Napoleon
 
O concílio de Jerusalém Cap 14 e 15.pptx
O concílio de Jerusalém  Cap 14 e 15.pptxO concílio de Jerusalém  Cap 14 e 15.pptx
O concílio de Jerusalém Cap 14 e 15.pptxPIB Penha
 
RESOLVENDO CONFLITOS NO CASAMENTOe na familia
RESOLVENDO CONFLITOS NO CASAMENTOe na familiaRESOLVENDO CONFLITOS NO CASAMENTOe na familia
RESOLVENDO CONFLITOS NO CASAMENTOe na familiamaysa997520
 
Ebook - Mentoria Ministério com Jovens - Introdução
Ebook - Mentoria Ministério com Jovens - IntroduçãoEbook - Mentoria Ministério com Jovens - Introdução
Ebook - Mentoria Ministério com Jovens - IntroduçãoInsituto Propósitos de Ensino
 
Ebook - Mentoria Ministério com Jovens - Aula ao vivo
Ebook - Mentoria Ministério com Jovens - Aula ao vivoEbook - Mentoria Ministério com Jovens - Aula ao vivo
Ebook - Mentoria Ministério com Jovens - Aula ao vivoInsituto Propósitos de Ensino
 

Último (11)

O Livro dos Espiritos - Allan Kardec.pdf
O Livro dos Espiritos - Allan Kardec.pdfO Livro dos Espiritos - Allan Kardec.pdf
O Livro dos Espiritos - Allan Kardec.pdf
 
Lição 2 - A Escolha entre a Porta Estreita e a Porta Larga.pptx
Lição 2 - A Escolha entre a Porta Estreita e a Porta Larga.pptxLição 2 - A Escolha entre a Porta Estreita e a Porta Larga.pptx
Lição 2 - A Escolha entre a Porta Estreita e a Porta Larga.pptx
 
Oração Alma De Cristo
Oração Alma De CristoOração Alma De Cristo
Oração Alma De Cristo
 
Lição 1 - O início da caminhada - CPAD.pptx
Lição 1 - O início da caminhada - CPAD.pptxLição 1 - O início da caminhada - CPAD.pptx
Lição 1 - O início da caminhada - CPAD.pptx
 
Ebook - Mentoria Ministério com Jovens - Aula 01
Ebook - Mentoria Ministério com Jovens - Aula 01Ebook - Mentoria Ministério com Jovens - Aula 01
Ebook - Mentoria Ministério com Jovens - Aula 01
 
O concílio de Jerusalém Cap 14 e 15.pptx
O concílio de Jerusalém  Cap 14 e 15.pptxO concílio de Jerusalém  Cap 14 e 15.pptx
O concílio de Jerusalém Cap 14 e 15.pptx
 
RESOLVENDO CONFLITOS NO CASAMENTOe na familia
RESOLVENDO CONFLITOS NO CASAMENTOe na familiaRESOLVENDO CONFLITOS NO CASAMENTOe na familia
RESOLVENDO CONFLITOS NO CASAMENTOe na familia
 
Ebook - Mentoria Ministério com Jovens - Introdução
Ebook - Mentoria Ministério com Jovens - IntroduçãoEbook - Mentoria Ministério com Jovens - Introdução
Ebook - Mentoria Ministério com Jovens - Introdução
 
Ebook - Mentoria Ministério com Jovens - Aula 02
Ebook - Mentoria Ministério com Jovens - Aula 02Ebook - Mentoria Ministério com Jovens - Aula 02
Ebook - Mentoria Ministério com Jovens - Aula 02
 
Ebook - Mentoria Ministério com Jovens - Aula ao vivo
Ebook - Mentoria Ministério com Jovens - Aula ao vivoEbook - Mentoria Ministério com Jovens - Aula ao vivo
Ebook - Mentoria Ministério com Jovens - Aula ao vivo
 
Ebook - Mentoria Ministério com Jovens - Aula 03
Ebook - Mentoria Ministério com Jovens - Aula 03Ebook - Mentoria Ministério com Jovens - Aula 03
Ebook - Mentoria Ministério com Jovens - Aula 03
 

A santidade como um novo coração e espírito criado por Deus

  • 1.
  • 2. "O SENHOR, teu Deus, circuncidará o teu coração e o coração de tua descendência, para amares o SENHOR, teu Deus, de todo o coração e de toda a tua alma, para que vivas.." (Deuteronômio 30.6) O objetivo da santidade é que possamos "viver"; e a obra principal de santidade é "amar o Senhor nosso Deus com todo o nosso coração e alma." Isto é o efeito de Deus "circuncidar nossos corações", sem o qual não ocorrerá. Cada ato de amor e temor e, consequentemente, todo dever de santidade, é consequência da circuncisão de Deus em nossos corações. Para esse fim, Deus escreve sua lei em nossos corações: Jer 31.33, "Porque esta é a aliança que firmarei com a casa de Israel, depois daqueles dias, diz o SENHOR: Na mente, lhes imprimirei as minhas leis, também no coração lhas 2
  • 3. inscreverei; eu serei o seu Deus, e eles serão o meu povo." O hábito ou princípio que temos descrito, nada mais é do que uma transcrição da lei de Deus implantada e permanecendo em nossos corações, pela qual cumprimos e respondemos a toda a vontade de Deus nisto. Isso é santidade em seu hábito e princípio. Isso é mais plenamente expressado em Ezequiel 36.26,27, "Dar- vos-ei coração novo e porei dentro de vós espírito novo; tirarei de vós o coração de pedra e vos darei coração de carne. Porei dentro de vós o meu Espírito e farei que andeis nos meus estatutos, guardeis os meus juízos e os observeis." Toda essa obediência real e todos os deveres de santidade que Deus exige de nós, está contido nestas expressões: "farei que andeis nos meus estatutos, guardeis os meus juízos e os observeis." Antecedente a isso, e como o princípio e por causa disso, Deus dá um "novo coração" e um "novo espírito". Este novo coração é um coração com a lei de Deus escrita nele, como 3
  • 4. mencionado antes; e este novo espírito é a inclinação habitual desse coração para a vida de Deus, ou todos os deveres de obediência. Há pelo Espírito Santo um novo princípio ou hábito espiritual da graça comunicada a nós e habitando em nós, do qual somos feitos e designados santos. É ainda mais expressamente revelado e declarado no Novo Testamento, João 3.6. Há uma obra do Espírito de Deus sobre nós em nossa regeneração: nós "nascemos novamente do Espírito." É algo existente em nós que é de natureza espiritual e eficácia espiritual. É algo habitando em nós, agindo em oposição contínua contra a carne ou o pecado (Gl 5.17), e agindo com todos os deveres de obediência a Deus. E até que este espírito seja formado em nós - isto é, até que toda a nossa alma tenha sido fornecida com poder espiritual e capacidade - não podemos realizar qualquer ato que seja espiritualmente bom, nem qualquer ato de obediência vital a Deus. Este espírito, ou natureza 4
  • 5. espiritual, que nasce do Espírito, e pelo qual somos capazes de viver para Deus, é esse hábito da graça ou princípio da santidade que pretendemos. E por isso também é chamado de nova criatura: "Se alguém está em Cristo, é uma nova criatura," 2 Cor 5.17. É algo que, por um ato de criação todo-poderoso do poder de Deus pelo seu Espírito, tem a natureza de uma criatura viva, produzida nas almas de todos os que estão em Cristo Jesus. E assim como é chamada de "nova criatura", é também chamada de "natureza divina", 2 Pedro 1.4 - e uma natureza é o princípio de todas as operações. É isso que pedimos: O Espírito de Deus cria uma nova natureza em nós, que é o princípio e a próxima causa de todos os atos da vida de Deus. Onde isso não se encontra, seja o que for que haja, não há santidade evangélica. Isto é aquilo pelo qual somos capazes de viver para Deus, de temê-lo, de andar em seus caminhos, e para render obediência de acordo com 5
  • 6. sua mente e vontade. Veja Ef 4.23,24; Col 3.10. Certamente não é para o propósito de nos deixar em dúvidas quanto ao que seja a santidade ou esta nova natureza que ela não pode ser discernida facilmente. O motivo disso está em que Deus é espírito, e esta natureza também é espírito, e coisas espirituais só podem ser discernidas espiritualmente. E assim, se não andarmos no Espírito, se não formos espirituais, de modo nenhum poderemos conhecer a Deus e a Sua vontade, ou pelo menos progredir neste conhecimento. Muitos pensam que Deus deveria se manifestar de forma visível para que fosse crido por eles, mas como Jesus disse a Tomé bem-aventurado é aquele que não vê mas que crê, porque é pelo progresso na fé que se aumenta mais e mais em nós a expressão da vida e realidade de Deus. Por isso Jesus diz que o mundo (incrédulos) não pode receber tal manifestação do Espírito Santo, porque 6
  • 7. não o conhece. Deus só pode ser conhecido em espírito, e daí que todo aquele que faz progresso na vida espiritual, terá cada vez mais um maior conhecimento da pessoa de Deus. E podemos dizer que a realidade e intimidade deste conhecimento será muito maior até mesmo do que aquele que podemos ter de alguém que nos seja próximo, pois Deus tem prazer em abrir para aqueles que Lhe obedecem, os segredos do Seu coração, uma vez que almeja que cheguemos à plenitude da Sua imagem e semelhança. 7