SlideShare uma empresa Scribd logo
1 de 10
Baixar para ler offline
“Rogo igualmente aos jovens: sede
submissos aos que são mais velhos;
outrossim, no trato de uns com os
outros, cingi-vos todos de humildade,
porque Deus resiste aos soberbos,
contudo, aos humildes concede a sua
graça. Humilhai-vos, portanto, sob a
poderosa mão de Deus, para que ele,
em tempo oportuno, vos exalte,
lançando sobre ele toda a vossa
ansiedade, porque ele tem cuidado de
vós. Sede sóbrios e vigilantes. O diabo,
vosso adversário, anda em derredor,
como leão que ruge procurando alguém
para devorar; resisti-lhe firmes na fé,
certos de que sofrimentos iguais aos
vossos estão-se cumprindo na vossa
irmandade espalhada pelo mundo. Ora,
o Deus de toda a graça, que em Cristo
vos chamou à sua eterna glória, depois
de terdes sofrido por um pouco, ele
mesmo vos há de aperfeiçoar, firmar,
fortificar e fundamentar. A ele seja o
domínio, pelos séculos dos séculos.
Amém!” (I Pedro 5.5-11)
2
Os soberbos não podem ter
participação na graça de Deus porque
Ele somente a concede aos que se
humilham. Somente estes que se
autonegam e tomam a sua cruz, são
aqueles que Ele aperfeiçoará, firmará,
fortificará e fundamentará, depois de
serem provados. A razão deste trabalho
ser exclusivo para eles está fundada na
eleição eterna, pela qual foram
conhecidos de Deus antes mesmo da
fundação do mundo. E vemos, ao longo
da história da humanidade, que esta
eleição não alcançou a muitos, porque o
Senhor, em Sua soberania, deixou e
ainda tem deixado muitas nações em
várias partes e épocas, sem a luz do Seu
conhecimento na face de Cristo. O
Espírito Santo é quem determina onde
deve ou não soprar o vento da vida que
transforma pecadores em santos, por
Ele regenerados, segundo a força do
Seu poder. Quem olha portanto, para a
existência de nações, como as do
Oriente, e Oriente Médio, que por
séculos têm negado a Cristo e ao
3
evangelho, e escolhido para Si outra
religião diferente daquela que se
encontra na Bíblia, como por exemplo
os muçulmanos, os animistas, os
confucionistas, os budistas etc, que em
sua grande maioria não foram
alcançados pela eleição eterna, e assim,
foram deixados em grande parte
naquele endurecimento que procede de
Deus, e sob o qual a própria nação de
Israel tem sido mantida, e que será
removido deles somente por ocasião do
retorno de Jesus, enganam-se ao
pensarem que isto os desobriga de crer
no evangelho, onde este tem sido
pregado, porque não lhes parece muito
lógico que um Deus de amor, deixasse a
tantos sob uma condição de perdição
eterna.
Mas, quando uma alma, cheia de auto-
humilhação sob um senso de suas
próprias contaminações, aplica-se a
Cristo pela fé para purificação, e faz isso
constantemente e continuamente com
um fervor que combina com seu sentido
4
e convicções, então está em seu curso e
maneira apropriados. Estou convencido
de que não é um verdadeiro crente no
mundo aquele que é um estranho para
este dever; e quanto mais alguém
abunda nisto, quanto mais genuína sua
fé for evidenciada, mais humilde será
sua caminhada diante do Senhor. Mas
depois de tudo o que discutimos sobre
este assunto a respeito da
contaminação de pecado, pode ser
justamente indagado: se for assim,
como os crentes podem ser unidos a
Jesus Cristo, ou ser membros desse
corpo místico do qual ele é o cabeça, ou
obter comunhão com ele? Porque ele é
absolutamente puro, santo e perfeito,
como ele pode ter união ou comunhão
com aqueles que estão contaminados
em alguma coisa? Não há comunhão
entre retidão e injustiça, e nenhuma
comunhão entre a luz e as trevas; 2 Cor
6.14, então o que pode haver entre
Cristo e aqueles que são contaminados
com o pecado? E porque ele é "santo,
inofensivo e imaculado", dele é dito ser
5
"separado dos pecadores". Heb 7.26.
Muitas coisas devem ser respondidas a
esta objeção, todas concorrendo para
tirar a aparente dificuldade nisso; tais
como -
1. Deve ser concedido que onde os
homens estão totalmente sob o poder
de sua contaminação original, eles não
têm, nem podem ter, união ou
comunhão com Cristo. Não há mais
comunhão entre eles e Jesus Cristo do
que existe entre a luz e as trevas, como
o apóstolo expressamente diz em 1 João
1.6. Qualquer que seja a profissão que
façam de seu nome, quaisquer
expectativas que eles possam
indevidamente levantar dele em suas
próprias mentes, ele dirá a eles no
último dia, "Afaste-se de mim, eu nunca
te conheci." Portanto, nenhuma pessoa,
que não se tornou participante da
lavagem da regeneração e da renovação
do Espírito Santo, pode possivelmente
ter qualquer união com Cristo.
6
O ato pelo qual ele nos une a si mesmo,
é o mesmo ato pelo qual ele limpa
nossas naturezas. E quão grande
diferença observamos em nossas
inclinações já na conversão inicial ao
Senhor. Em vez de nos inclinarmos
para o que é mundano, e sermos
dominados por nossas paixões
desenfreadas ou justificá-las, passamos
a ter uma inclinação para o que é santo
conforme descrito na Palavra, e
passamos a odiar todas aquelas coisas
pecaminosas que tanto amávamos
antes.
2. Mas quaisquer que sejam ou possam
ser nossas contaminações, que
remanesçam em nós como crente,
Cristo não é contaminado por elas. Elas
aderem apenas a um sujeito capaz, o
que Cristo não é. Ele era capaz de ter a
culpa de nossos pecados imputada a ele,
mas ele não era capaz de ter a sujeira de
até mesmo um pecado aderindo a ele.
Um membro de um corpo pode ter uma
ferida putrefata; a cabeça pode ser
7
perturbada por ele e entristecida com
ele, e ainda assim não é contaminada
por ele. É por isso que, onde há uma
limpeza original e radical pelo Espírito
de regeneração e santidade, pela qual
qualquer um é feito apto para a união e
comunhão com Cristo, no entanto, o
Espírito possa ser afetado por nossas
poluições parciais, ele não é
contaminado por elas. Ele é capaz de
simpatizar; ele sofre conosco em sua
compaixão; Heb 4.15 - mas ele não está
sujeito a ser contaminado conosco ou
por nós. O corpo visível de Cristo pode
ser contaminado por membros
corruptos, Heb 12.15; mas o corpo
místico não pode ser, muito menos a
Cabeça. O desígnio de Cristo, quando
ele leva os crentes em união com ele
mesmo, é purgar e limpá-los absoluta e
perfeitamente. E portanto os resquícios
presentes de algumas impurezas não
são absolutamente inconsistentes com
essa união. "Cristo amou a igreja e a si
mesmo se entregou por ela, para que a
santificasse, tendo-a purificado por
8
meio da lavagem de água pela palavra,
para a apresentar a si mesmo igreja
gloriosa, sem mácula, nem ruga, nem
coisa semelhante, porém santa e sem
defeito.", Ef 5.25-27. Isso é ao que ele
visa, e isso ele vai realizar
perfeitamente, à sua maneira e no seu
tempo. Mas não é tudo feito de uma vez
só; é uma obra progressiva que tem
muitos graus. Deus nunca santificou
qualquer alma de uma vez, exceto pela
morte. O corpo deve morrer por causa
do pecado. Todo crente é verdadeira e
realmente santificado de uma vez, mas
ninguém é perfeitamente santificado de
uma vez. Porque Deus decretou antes
da fundação do mundo, que deveríamos
ser aperfeiçoados por graus, para
termos a experiência de quão amargo é
o pecado, e de quão precioso é Cristo
para nós, para que sejamos
santificados. Além disso, deve ser
considerado que o povo santo que há de
herdar a Terra para sempre, e a quem
está sendo dado entrar no reino do Céu,
foi conhecido por Deus desde a
9
eternidade por Sua onisciência, e tendo-
o predestinado para a vida eterna por
meio de Jesus, o tem chamado para a
conversão, justificação, regeneração,
santificação e glorificação, que Ele
mesmo há de completar em cada um
dos Seus servos, e somente neles.
(Romanos 8.29,30).
10

Mais conteúdo relacionado

Mais procurados

Deus requer santificação aos cristãos 48
Deus requer santificação aos cristãos 48Deus requer santificação aos cristãos 48
Deus requer santificação aos cristãos 48Silvio Dutra
 
Deus requer santificação aos cristãos 36
Deus requer santificação aos cristãos 36Deus requer santificação aos cristãos 36
Deus requer santificação aos cristãos 36Silvio Dutra
 
Deus requer santificação aos cristãos 37
Deus requer santificação aos cristãos 37Deus requer santificação aos cristãos 37
Deus requer santificação aos cristãos 37Silvio Dutra
 
Deus requer santificação aos cristãos 60
Deus requer santificação aos cristãos 60Deus requer santificação aos cristãos 60
Deus requer santificação aos cristãos 60Silvio Dutra
 
Deus requer santificação aos cristãos 62
Deus requer santificação aos cristãos 62Deus requer santificação aos cristãos 62
Deus requer santificação aos cristãos 62Silvio Dutra
 
Deus requer santificação aos cristãos 50
Deus requer santificação aos cristãos 50Deus requer santificação aos cristãos 50
Deus requer santificação aos cristãos 50Silvio Dutra
 
Deus requer santificação aos cristãos 41
Deus requer santificação aos cristãos 41Deus requer santificação aos cristãos 41
Deus requer santificação aos cristãos 41Silvio Dutra
 
Deus requer santificação aos cristãos 42
Deus requer santificação aos cristãos 42Deus requer santificação aos cristãos 42
Deus requer santificação aos cristãos 42Silvio Dutra
 
Deus requer santificação aos cristãos 25
Deus requer santificação aos cristãos 25Deus requer santificação aos cristãos 25
Deus requer santificação aos cristãos 25Silvio Dutra
 
Deus requer santificação aos cristãos 49
Deus requer santificação aos cristãos 49Deus requer santificação aos cristãos 49
Deus requer santificação aos cristãos 49Silvio Dutra
 
Deus requer santificação aos cristãos 40
Deus requer santificação aos cristãos 40Deus requer santificação aos cristãos 40
Deus requer santificação aos cristãos 40Silvio Dutra
 
Avaliando conforme Deus avalia
Avaliando conforme Deus avaliaAvaliando conforme Deus avalia
Avaliando conforme Deus avaliaSilvio Dutra
 
Deus requer santificação aos cristãos 8
Deus requer santificação aos cristãos 8Deus requer santificação aos cristãos 8
Deus requer santificação aos cristãos 8Silvio Dutra
 
Avaliando Como Deus Avalia
Avaliando Como Deus AvaliaAvaliando Como Deus Avalia
Avaliando Como Deus AvaliaSilvio Dutra
 
Deus requer santificação aos cristãos 47
Deus requer santificação aos cristãos 47Deus requer santificação aos cristãos 47
Deus requer santificação aos cristãos 47Silvio Dutra
 
Deus requer santificação aos cristãos 11
Deus requer santificação aos cristãos 11Deus requer santificação aos cristãos 11
Deus requer santificação aos cristãos 11Silvio Dutra
 
As batalhas espirituais finais - parte 6
As batalhas espirituais finais  - parte 6As batalhas espirituais finais  - parte 6
As batalhas espirituais finais - parte 6Silvio Dutra
 
Deus requer santificação aos cristãos 46
Deus requer santificação aos cristãos 46Deus requer santificação aos cristãos 46
Deus requer santificação aos cristãos 46Silvio Dutra
 
Deus requer santificação aos cristãos 57
Deus requer santificação aos cristãos 57Deus requer santificação aos cristãos 57
Deus requer santificação aos cristãos 57Silvio Dutra
 
Deus requer santificação aos cristãos 22
Deus requer santificação aos cristãos 22Deus requer santificação aos cristãos 22
Deus requer santificação aos cristãos 22Silvio Dutra
 

Mais procurados (20)

Deus requer santificação aos cristãos 48
Deus requer santificação aos cristãos 48Deus requer santificação aos cristãos 48
Deus requer santificação aos cristãos 48
 
Deus requer santificação aos cristãos 36
Deus requer santificação aos cristãos 36Deus requer santificação aos cristãos 36
Deus requer santificação aos cristãos 36
 
Deus requer santificação aos cristãos 37
Deus requer santificação aos cristãos 37Deus requer santificação aos cristãos 37
Deus requer santificação aos cristãos 37
 
Deus requer santificação aos cristãos 60
Deus requer santificação aos cristãos 60Deus requer santificação aos cristãos 60
Deus requer santificação aos cristãos 60
 
Deus requer santificação aos cristãos 62
Deus requer santificação aos cristãos 62Deus requer santificação aos cristãos 62
Deus requer santificação aos cristãos 62
 
Deus requer santificação aos cristãos 50
Deus requer santificação aos cristãos 50Deus requer santificação aos cristãos 50
Deus requer santificação aos cristãos 50
 
Deus requer santificação aos cristãos 41
Deus requer santificação aos cristãos 41Deus requer santificação aos cristãos 41
Deus requer santificação aos cristãos 41
 
Deus requer santificação aos cristãos 42
Deus requer santificação aos cristãos 42Deus requer santificação aos cristãos 42
Deus requer santificação aos cristãos 42
 
Deus requer santificação aos cristãos 25
Deus requer santificação aos cristãos 25Deus requer santificação aos cristãos 25
Deus requer santificação aos cristãos 25
 
Deus requer santificação aos cristãos 49
Deus requer santificação aos cristãos 49Deus requer santificação aos cristãos 49
Deus requer santificação aos cristãos 49
 
Deus requer santificação aos cristãos 40
Deus requer santificação aos cristãos 40Deus requer santificação aos cristãos 40
Deus requer santificação aos cristãos 40
 
Avaliando conforme Deus avalia
Avaliando conforme Deus avaliaAvaliando conforme Deus avalia
Avaliando conforme Deus avalia
 
Deus requer santificação aos cristãos 8
Deus requer santificação aos cristãos 8Deus requer santificação aos cristãos 8
Deus requer santificação aos cristãos 8
 
Avaliando Como Deus Avalia
Avaliando Como Deus AvaliaAvaliando Como Deus Avalia
Avaliando Como Deus Avalia
 
Deus requer santificação aos cristãos 47
Deus requer santificação aos cristãos 47Deus requer santificação aos cristãos 47
Deus requer santificação aos cristãos 47
 
Deus requer santificação aos cristãos 11
Deus requer santificação aos cristãos 11Deus requer santificação aos cristãos 11
Deus requer santificação aos cristãos 11
 
As batalhas espirituais finais - parte 6
As batalhas espirituais finais  - parte 6As batalhas espirituais finais  - parte 6
As batalhas espirituais finais - parte 6
 
Deus requer santificação aos cristãos 46
Deus requer santificação aos cristãos 46Deus requer santificação aos cristãos 46
Deus requer santificação aos cristãos 46
 
Deus requer santificação aos cristãos 57
Deus requer santificação aos cristãos 57Deus requer santificação aos cristãos 57
Deus requer santificação aos cristãos 57
 
Deus requer santificação aos cristãos 22
Deus requer santificação aos cristãos 22Deus requer santificação aos cristãos 22
Deus requer santificação aos cristãos 22
 

Semelhante a Deus requer santificação aos cristãos 66

Breve forma de uma confissão de fé - João Calvino
Breve forma de uma confissão de fé - João CalvinoBreve forma de uma confissão de fé - João Calvino
Breve forma de uma confissão de fé - João CalvinoIgreja Vitória
 
As batalhas espirituais finais - parte 8
As batalhas espirituais finais  - parte 8As batalhas espirituais finais  - parte 8
As batalhas espirituais finais - parte 8Silvio Dutra
 
A cura das almas abatidas 2 - Christopher Love
A cura das almas abatidas 2  -  Christopher LoveA cura das almas abatidas 2  -  Christopher Love
A cura das almas abatidas 2 - Christopher LoveSilvio Dutra
 
O Velho e o Novo Homem em Crentes – Thomas Boston
O Velho e o Novo Homem em Crentes –  Thomas BostonO Velho e o Novo Homem em Crentes –  Thomas Boston
O Velho e o Novo Homem em Crentes – Thomas BostonSilvio Dutra
 
Deus requer santificação aos cristãos 6
Deus requer santificação aos cristãos 6Deus requer santificação aos cristãos 6
Deus requer santificação aos cristãos 6Silvio Dutra
 
Mortificação do pecado 4 - Christopher Love
Mortificação do pecado 4  - Christopher LoveMortificação do pecado 4  - Christopher Love
Mortificação do pecado 4 - Christopher LoveSilvio Dutra
 
Deus requer santificação aos cristãos 68
Deus requer santificação aos cristãos 68Deus requer santificação aos cristãos 68
Deus requer santificação aos cristãos 68Silvio Dutra
 
5 artigos da_remonstrancia
5 artigos da_remonstrancia5 artigos da_remonstrancia
5 artigos da_remonstranciaLuiza Dayana
 
20. a condição da igreja ii
20. a condição da igreja ii20. a condição da igreja ii
20. a condição da igreja iipohlos
 
25 artigos da_igreja_metodista
25 artigos da_igreja_metodista25 artigos da_igreja_metodista
25 artigos da_igreja_metodistaLuiza Dayana
 
10 pecados contra o espírito santo
10 pecados contra o espírito santo10 pecados contra o espírito santo
10 pecados contra o espírito santoAlex Olivindo
 
Deus Requer Santificação aos Cristãos 76.pdf
Deus Requer Santificação aos Cristãos 76.pdfDeus Requer Santificação aos Cristãos 76.pdf
Deus Requer Santificação aos Cristãos 76.pdfSilvio Dutra
 
As batalhas espirituais finais - parte 7
As batalhas espirituais finais  -  parte 7As batalhas espirituais finais  -  parte 7
As batalhas espirituais finais - parte 7Silvio Dutra
 
Deus requer santificação aos cristãos 1
Deus requer santificação aos cristãos 1Deus requer santificação aos cristãos 1
Deus requer santificação aos cristãos 1Silvio Dutra
 
A Verdade e a Realidade
A Verdade e a Realidade A Verdade e a Realidade
A Verdade e a Realidade Silvio Dutra
 
Deus requer santificação aos cristãos 26
Deus requer santificação aos cristãos 26Deus requer santificação aos cristãos 26
Deus requer santificação aos cristãos 26Silvio Dutra
 
Deus, a Causa Primeira - Negando a Autodependência. - Thomas Manton
Deus, a Causa Primeira - Negando a Autodependência. - Thomas MantonDeus, a Causa Primeira - Negando a Autodependência. - Thomas Manton
Deus, a Causa Primeira - Negando a Autodependência. - Thomas MantonSilvio Dutra
 
Para o p Pobre Cristão Duvidoso - Thomas Hooker
Para o p Pobre Cristão Duvidoso - Thomas HookerPara o p Pobre Cristão Duvidoso - Thomas Hooker
Para o p Pobre Cristão Duvidoso - Thomas HookerSilvio Dutra
 

Semelhante a Deus requer santificação aos cristãos 66 (20)

Breve forma de uma confissão de fé - João Calvino
Breve forma de uma confissão de fé - João CalvinoBreve forma de uma confissão de fé - João Calvino
Breve forma de uma confissão de fé - João Calvino
 
As batalhas espirituais finais - parte 8
As batalhas espirituais finais  - parte 8As batalhas espirituais finais  - parte 8
As batalhas espirituais finais - parte 8
 
A cura das almas abatidas 2 - Christopher Love
A cura das almas abatidas 2  -  Christopher LoveA cura das almas abatidas 2  -  Christopher Love
A cura das almas abatidas 2 - Christopher Love
 
O Velho e o Novo Homem em Crentes – Thomas Boston
O Velho e o Novo Homem em Crentes –  Thomas BostonO Velho e o Novo Homem em Crentes –  Thomas Boston
O Velho e o Novo Homem em Crentes – Thomas Boston
 
Deus requer santificação aos cristãos 6
Deus requer santificação aos cristãos 6Deus requer santificação aos cristãos 6
Deus requer santificação aos cristãos 6
 
Mortificação do pecado 4 - Christopher Love
Mortificação do pecado 4  - Christopher LoveMortificação do pecado 4  - Christopher Love
Mortificação do pecado 4 - Christopher Love
 
Deus requer santificação aos cristãos 68
Deus requer santificação aos cristãos 68Deus requer santificação aos cristãos 68
Deus requer santificação aos cristãos 68
 
5 artigos da_remonstrancia
5 artigos da_remonstrancia5 artigos da_remonstrancia
5 artigos da_remonstrancia
 
20. a condição da igreja ii
20. a condição da igreja ii20. a condição da igreja ii
20. a condição da igreja ii
 
Traducaoknox libre
Traducaoknox libreTraducaoknox libre
Traducaoknox libre
 
25 artigos da_igreja_metodista
25 artigos da_igreja_metodista25 artigos da_igreja_metodista
25 artigos da_igreja_metodista
 
10 pecados contra o espírito santo
10 pecados contra o espírito santo10 pecados contra o espírito santo
10 pecados contra o espírito santo
 
Santificação
SantificaçãoSantificação
Santificação
 
Deus Requer Santificação aos Cristãos 76.pdf
Deus Requer Santificação aos Cristãos 76.pdfDeus Requer Santificação aos Cristãos 76.pdf
Deus Requer Santificação aos Cristãos 76.pdf
 
As batalhas espirituais finais - parte 7
As batalhas espirituais finais  -  parte 7As batalhas espirituais finais  -  parte 7
As batalhas espirituais finais - parte 7
 
Deus requer santificação aos cristãos 1
Deus requer santificação aos cristãos 1Deus requer santificação aos cristãos 1
Deus requer santificação aos cristãos 1
 
A Verdade e a Realidade
A Verdade e a Realidade A Verdade e a Realidade
A Verdade e a Realidade
 
Deus requer santificação aos cristãos 26
Deus requer santificação aos cristãos 26Deus requer santificação aos cristãos 26
Deus requer santificação aos cristãos 26
 
Deus, a Causa Primeira - Negando a Autodependência. - Thomas Manton
Deus, a Causa Primeira - Negando a Autodependência. - Thomas MantonDeus, a Causa Primeira - Negando a Autodependência. - Thomas Manton
Deus, a Causa Primeira - Negando a Autodependência. - Thomas Manton
 
Para o p Pobre Cristão Duvidoso - Thomas Hooker
Para o p Pobre Cristão Duvidoso - Thomas HookerPara o p Pobre Cristão Duvidoso - Thomas Hooker
Para o p Pobre Cristão Duvidoso - Thomas Hooker
 

Mais de Silvio Dutra

A Vida Alcançada por uma Aliança
A Vida Alcançada por uma AliançaA Vida Alcançada por uma Aliança
A Vida Alcançada por uma AliançaSilvio Dutra
 
AJUSTE CRONOLÓGICO DAS VISÕES DO APOCALIPSE (segunda edição corrigida e ampli...
AJUSTE CRONOLÓGICO DAS VISÕES DO APOCALIPSE (segunda edição corrigida e ampli...AJUSTE CRONOLÓGICO DAS VISÕES DO APOCALIPSE (segunda edição corrigida e ampli...
AJUSTE CRONOLÓGICO DAS VISÕES DO APOCALIPSE (segunda edição corrigida e ampli...Silvio Dutra
 
Sinais e Ameaças de Julgamentos de um Povo, Igreja ou Nação – Parte 4.pdf
Sinais e Ameaças de Julgamentos  de um Povo, Igreja ou Nação – Parte 4.pdfSinais e Ameaças de Julgamentos  de um Povo, Igreja ou Nação – Parte 4.pdf
Sinais e Ameaças de Julgamentos de um Povo, Igreja ou Nação – Parte 4.pdfSilvio Dutra
 
Sinais e Ameaças de Julgamentos de um Povo, Igreja ou Nação – Parte 3.pdf
Sinais e Ameaças de Julgamentos  de um Povo, Igreja ou Nação – Parte 3.pdfSinais e Ameaças de Julgamentos  de um Povo, Igreja ou Nação – Parte 3.pdf
Sinais e Ameaças de Julgamentos de um Povo, Igreja ou Nação – Parte 3.pdfSilvio Dutra
 
Sinais e Ameaças de Julgamentos de um Povo, Igreja ou Nação – Parte 2
Sinais e Ameaças de Julgamentos  de um Povo, Igreja ou Nação – Parte 2Sinais e Ameaças de Julgamentos  de um Povo, Igreja ou Nação – Parte 2
Sinais e Ameaças de Julgamentos de um Povo, Igreja ou Nação – Parte 2Silvio Dutra
 
Sinais e Ameaças de Julgamentos de um Povo, Igreja ou Nação – Parte 1.pdf
Sinais e Ameaças de Julgamentos  de um Povo, Igreja ou Nação – Parte 1.pdfSinais e Ameaças de Julgamentos  de um Povo, Igreja ou Nação – Parte 1.pdf
Sinais e Ameaças de Julgamentos de um Povo, Igreja ou Nação – Parte 1.pdfSilvio Dutra
 
Deus Requer Santificação aos Cristãos 75.pdf
Deus Requer Santificação aos Cristãos 75.pdfDeus Requer Santificação aos Cristãos 75.pdf
Deus Requer Santificação aos Cristãos 75.pdfSilvio Dutra
 
O Pecado Inviabiliza a Paz Mundial
O Pecado Inviabiliza a Paz MundialO Pecado Inviabiliza a Paz Mundial
O Pecado Inviabiliza a Paz MundialSilvio Dutra
 
A firmeza das promessas e a pecaminosidade de cambalear -John Owen
A firmeza das promessas e a pecaminosidade de cambalear -John OwenA firmeza das promessas e a pecaminosidade de cambalear -John Owen
A firmeza das promessas e a pecaminosidade de cambalear -John OwenSilvio Dutra
 
Deus requer santificação aos cristãos 74
Deus requer santificação aos cristãos 74Deus requer santificação aos cristãos 74
Deus requer santificação aos cristãos 74Silvio Dutra
 
Deus requer santificação aos cristãos 73
Deus requer santificação aos cristãos 73Deus requer santificação aos cristãos 73
Deus requer santificação aos cristãos 73Silvio Dutra
 
Deus requer santificação aos cristãos 72
Deus requer santificação aos cristãos 72Deus requer santificação aos cristãos 72
Deus requer santificação aos cristãos 72Silvio Dutra
 
Deus requer santificação aos cristãos 71
Deus requer santificação aos cristãos 71Deus requer santificação aos cristãos 71
Deus requer santificação aos cristãos 71Silvio Dutra
 
Deus requer santificação aos cristãos 70
Deus requer santificação aos cristãos 70Deus requer santificação aos cristãos 70
Deus requer santificação aos cristãos 70Silvio Dutra
 
Deus requer santificação aos cristãos 69
Deus requer santificação aos cristãos 69Deus requer santificação aos cristãos 69
Deus requer santificação aos cristãos 69Silvio Dutra
 
Deus requer santificação aos cristãos 67
Deus requer santificação aos cristãos 67Deus requer santificação aos cristãos 67
Deus requer santificação aos cristãos 67Silvio Dutra
 
Deus requer santificação aos cristãos 61
Deus requer santificação aos cristãos 61Deus requer santificação aos cristãos 61
Deus requer santificação aos cristãos 61Silvio Dutra
 
Deus requer santificação aos cristãos 59
Deus requer santificação aos cristãos 59Deus requer santificação aos cristãos 59
Deus requer santificação aos cristãos 59Silvio Dutra
 

Mais de Silvio Dutra (20)

Poder
PoderPoder
Poder
 
A Vida Alcançada por uma Aliança
A Vida Alcançada por uma AliançaA Vida Alcançada por uma Aliança
A Vida Alcançada por uma Aliança
 
AJUSTE CRONOLÓGICO DAS VISÕES DO APOCALIPSE (segunda edição corrigida e ampli...
AJUSTE CRONOLÓGICO DAS VISÕES DO APOCALIPSE (segunda edição corrigida e ampli...AJUSTE CRONOLÓGICO DAS VISÕES DO APOCALIPSE (segunda edição corrigida e ampli...
AJUSTE CRONOLÓGICO DAS VISÕES DO APOCALIPSE (segunda edição corrigida e ampli...
 
Sinais e Ameaças de Julgamentos de um Povo, Igreja ou Nação – Parte 4.pdf
Sinais e Ameaças de Julgamentos  de um Povo, Igreja ou Nação – Parte 4.pdfSinais e Ameaças de Julgamentos  de um Povo, Igreja ou Nação – Parte 4.pdf
Sinais e Ameaças de Julgamentos de um Povo, Igreja ou Nação – Parte 4.pdf
 
Sinais e Ameaças de Julgamentos de um Povo, Igreja ou Nação – Parte 3.pdf
Sinais e Ameaças de Julgamentos  de um Povo, Igreja ou Nação – Parte 3.pdfSinais e Ameaças de Julgamentos  de um Povo, Igreja ou Nação – Parte 3.pdf
Sinais e Ameaças de Julgamentos de um Povo, Igreja ou Nação – Parte 3.pdf
 
Sinais e Ameaças de Julgamentos de um Povo, Igreja ou Nação – Parte 2
Sinais e Ameaças de Julgamentos  de um Povo, Igreja ou Nação – Parte 2Sinais e Ameaças de Julgamentos  de um Povo, Igreja ou Nação – Parte 2
Sinais e Ameaças de Julgamentos de um Povo, Igreja ou Nação – Parte 2
 
Sinais e Ameaças de Julgamentos de um Povo, Igreja ou Nação – Parte 1.pdf
Sinais e Ameaças de Julgamentos  de um Povo, Igreja ou Nação – Parte 1.pdfSinais e Ameaças de Julgamentos  de um Povo, Igreja ou Nação – Parte 1.pdf
Sinais e Ameaças de Julgamentos de um Povo, Igreja ou Nação – Parte 1.pdf
 
Deus Requer Santificação aos Cristãos 75.pdf
Deus Requer Santificação aos Cristãos 75.pdfDeus Requer Santificação aos Cristãos 75.pdf
Deus Requer Santificação aos Cristãos 75.pdf
 
O Pecado Inviabiliza a Paz Mundial
O Pecado Inviabiliza a Paz MundialO Pecado Inviabiliza a Paz Mundial
O Pecado Inviabiliza a Paz Mundial
 
O Começo e o Fim
O Começo e o FimO Começo e o Fim
O Começo e o Fim
 
A firmeza das promessas e a pecaminosidade de cambalear -John Owen
A firmeza das promessas e a pecaminosidade de cambalear -John OwenA firmeza das promessas e a pecaminosidade de cambalear -John Owen
A firmeza das promessas e a pecaminosidade de cambalear -John Owen
 
Deus requer santificação aos cristãos 74
Deus requer santificação aos cristãos 74Deus requer santificação aos cristãos 74
Deus requer santificação aos cristãos 74
 
Deus requer santificação aos cristãos 73
Deus requer santificação aos cristãos 73Deus requer santificação aos cristãos 73
Deus requer santificação aos cristãos 73
 
Deus requer santificação aos cristãos 72
Deus requer santificação aos cristãos 72Deus requer santificação aos cristãos 72
Deus requer santificação aos cristãos 72
 
Deus requer santificação aos cristãos 71
Deus requer santificação aos cristãos 71Deus requer santificação aos cristãos 71
Deus requer santificação aos cristãos 71
 
Deus requer santificação aos cristãos 70
Deus requer santificação aos cristãos 70Deus requer santificação aos cristãos 70
Deus requer santificação aos cristãos 70
 
Deus requer santificação aos cristãos 69
Deus requer santificação aos cristãos 69Deus requer santificação aos cristãos 69
Deus requer santificação aos cristãos 69
 
Deus requer santificação aos cristãos 67
Deus requer santificação aos cristãos 67Deus requer santificação aos cristãos 67
Deus requer santificação aos cristãos 67
 
Deus requer santificação aos cristãos 61
Deus requer santificação aos cristãos 61Deus requer santificação aos cristãos 61
Deus requer santificação aos cristãos 61
 
Deus requer santificação aos cristãos 59
Deus requer santificação aos cristãos 59Deus requer santificação aos cristãos 59
Deus requer santificação aos cristãos 59
 

Último

10 Orações Para Honrar São José Operário
10 Orações Para Honrar São José Operário10 Orações Para Honrar São José Operário
10 Orações Para Honrar São José OperárioNilson Almeida
 
GÊNESIS A-2.pptx ESTUDO INTEGRADO DE CAPITULO 1 E
GÊNESIS A-2.pptx ESTUDO INTEGRADO DE CAPITULO 1 EGÊNESIS A-2.pptx ESTUDO INTEGRADO DE CAPITULO 1 E
GÊNESIS A-2.pptx ESTUDO INTEGRADO DE CAPITULO 1 EMicheleRosa39
 
Bem aventurados os puros de coração, pois verão a Deus: Verdadeira Pureza , ...
Bem aventurados os puros de coração, pois verão a Deus:  Verdadeira Pureza , ...Bem aventurados os puros de coração, pois verão a Deus:  Verdadeira Pureza , ...
Bem aventurados os puros de coração, pois verão a Deus: Verdadeira Pureza , ...silvana30986
 
LIÇÕES - PG my life usar uma vez por semana
LIÇÕES - PG my life usar uma vez por semanaLIÇÕES - PG my life usar uma vez por semana
LIÇÕES - PG my life usar uma vez por semanaWillemarSousa1
 
Material sobre o jubileu e o seu significado
Material sobre o jubileu e o seu significadoMaterial sobre o jubileu e o seu significado
Material sobre o jubileu e o seu significadofreivalentimpesente
 
O Livro de Yashar e Jaser - Impressao.pdf
O Livro de Yashar e Jaser - Impressao.pdfO Livro de Yashar e Jaser - Impressao.pdf
O Livro de Yashar e Jaser - Impressao.pdfSUELLENBALTARDELEU
 
Lição 3 - O céu - o Destino do Cristão.pptx
Lição 3 - O céu - o Destino do Cristão.pptxLição 3 - O céu - o Destino do Cristão.pptx
Lição 3 - O céu - o Destino do Cristão.pptxCelso Napoleon
 
Gestos e Posturas na Santa Missa_20240414_055304_0000.pptx
Gestos e Posturas na Santa Missa_20240414_055304_0000.pptxGestos e Posturas na Santa Missa_20240414_055304_0000.pptx
Gestos e Posturas na Santa Missa_20240414_055304_0000.pptxSebastioFerreira34
 
Série Evangelho no Lar - Pão Nosso - Cap. 129 - Ao partir do pão
Série Evangelho no Lar - Pão Nosso - Cap. 129 - Ao partir do pãoSérie Evangelho no Lar - Pão Nosso - Cap. 129 - Ao partir do pão
Série Evangelho no Lar - Pão Nosso - Cap. 129 - Ao partir do pãoRicardo Azevedo
 

Último (10)

10 Orações Para Honrar São José Operário
10 Orações Para Honrar São José Operário10 Orações Para Honrar São José Operário
10 Orações Para Honrar São José Operário
 
GÊNESIS A-2.pptx ESTUDO INTEGRADO DE CAPITULO 1 E
GÊNESIS A-2.pptx ESTUDO INTEGRADO DE CAPITULO 1 EGÊNESIS A-2.pptx ESTUDO INTEGRADO DE CAPITULO 1 E
GÊNESIS A-2.pptx ESTUDO INTEGRADO DE CAPITULO 1 E
 
Bem aventurados os puros de coração, pois verão a Deus: Verdadeira Pureza , ...
Bem aventurados os puros de coração, pois verão a Deus:  Verdadeira Pureza , ...Bem aventurados os puros de coração, pois verão a Deus:  Verdadeira Pureza , ...
Bem aventurados os puros de coração, pois verão a Deus: Verdadeira Pureza , ...
 
LIÇÕES - PG my life usar uma vez por semana
LIÇÕES - PG my life usar uma vez por semanaLIÇÕES - PG my life usar uma vez por semana
LIÇÕES - PG my life usar uma vez por semana
 
Fluido Cósmico Universal e Perispírito.ppt
Fluido Cósmico Universal e Perispírito.pptFluido Cósmico Universal e Perispírito.ppt
Fluido Cósmico Universal e Perispírito.ppt
 
Material sobre o jubileu e o seu significado
Material sobre o jubileu e o seu significadoMaterial sobre o jubileu e o seu significado
Material sobre o jubileu e o seu significado
 
O Livro de Yashar e Jaser - Impressao.pdf
O Livro de Yashar e Jaser - Impressao.pdfO Livro de Yashar e Jaser - Impressao.pdf
O Livro de Yashar e Jaser - Impressao.pdf
 
Lição 3 - O céu - o Destino do Cristão.pptx
Lição 3 - O céu - o Destino do Cristão.pptxLição 3 - O céu - o Destino do Cristão.pptx
Lição 3 - O céu - o Destino do Cristão.pptx
 
Gestos e Posturas na Santa Missa_20240414_055304_0000.pptx
Gestos e Posturas na Santa Missa_20240414_055304_0000.pptxGestos e Posturas na Santa Missa_20240414_055304_0000.pptx
Gestos e Posturas na Santa Missa_20240414_055304_0000.pptx
 
Série Evangelho no Lar - Pão Nosso - Cap. 129 - Ao partir do pão
Série Evangelho no Lar - Pão Nosso - Cap. 129 - Ao partir do pãoSérie Evangelho no Lar - Pão Nosso - Cap. 129 - Ao partir do pão
Série Evangelho no Lar - Pão Nosso - Cap. 129 - Ao partir do pão
 

Deus requer santificação aos cristãos 66

  • 1.
  • 2. “Rogo igualmente aos jovens: sede submissos aos que são mais velhos; outrossim, no trato de uns com os outros, cingi-vos todos de humildade, porque Deus resiste aos soberbos, contudo, aos humildes concede a sua graça. Humilhai-vos, portanto, sob a poderosa mão de Deus, para que ele, em tempo oportuno, vos exalte, lançando sobre ele toda a vossa ansiedade, porque ele tem cuidado de vós. Sede sóbrios e vigilantes. O diabo, vosso adversário, anda em derredor, como leão que ruge procurando alguém para devorar; resisti-lhe firmes na fé, certos de que sofrimentos iguais aos vossos estão-se cumprindo na vossa irmandade espalhada pelo mundo. Ora, o Deus de toda a graça, que em Cristo vos chamou à sua eterna glória, depois de terdes sofrido por um pouco, ele mesmo vos há de aperfeiçoar, firmar, fortificar e fundamentar. A ele seja o domínio, pelos séculos dos séculos. Amém!” (I Pedro 5.5-11) 2
  • 3. Os soberbos não podem ter participação na graça de Deus porque Ele somente a concede aos que se humilham. Somente estes que se autonegam e tomam a sua cruz, são aqueles que Ele aperfeiçoará, firmará, fortificará e fundamentará, depois de serem provados. A razão deste trabalho ser exclusivo para eles está fundada na eleição eterna, pela qual foram conhecidos de Deus antes mesmo da fundação do mundo. E vemos, ao longo da história da humanidade, que esta eleição não alcançou a muitos, porque o Senhor, em Sua soberania, deixou e ainda tem deixado muitas nações em várias partes e épocas, sem a luz do Seu conhecimento na face de Cristo. O Espírito Santo é quem determina onde deve ou não soprar o vento da vida que transforma pecadores em santos, por Ele regenerados, segundo a força do Seu poder. Quem olha portanto, para a existência de nações, como as do Oriente, e Oriente Médio, que por séculos têm negado a Cristo e ao 3
  • 4. evangelho, e escolhido para Si outra religião diferente daquela que se encontra na Bíblia, como por exemplo os muçulmanos, os animistas, os confucionistas, os budistas etc, que em sua grande maioria não foram alcançados pela eleição eterna, e assim, foram deixados em grande parte naquele endurecimento que procede de Deus, e sob o qual a própria nação de Israel tem sido mantida, e que será removido deles somente por ocasião do retorno de Jesus, enganam-se ao pensarem que isto os desobriga de crer no evangelho, onde este tem sido pregado, porque não lhes parece muito lógico que um Deus de amor, deixasse a tantos sob uma condição de perdição eterna. Mas, quando uma alma, cheia de auto- humilhação sob um senso de suas próprias contaminações, aplica-se a Cristo pela fé para purificação, e faz isso constantemente e continuamente com um fervor que combina com seu sentido 4
  • 5. e convicções, então está em seu curso e maneira apropriados. Estou convencido de que não é um verdadeiro crente no mundo aquele que é um estranho para este dever; e quanto mais alguém abunda nisto, quanto mais genuína sua fé for evidenciada, mais humilde será sua caminhada diante do Senhor. Mas depois de tudo o que discutimos sobre este assunto a respeito da contaminação de pecado, pode ser justamente indagado: se for assim, como os crentes podem ser unidos a Jesus Cristo, ou ser membros desse corpo místico do qual ele é o cabeça, ou obter comunhão com ele? Porque ele é absolutamente puro, santo e perfeito, como ele pode ter união ou comunhão com aqueles que estão contaminados em alguma coisa? Não há comunhão entre retidão e injustiça, e nenhuma comunhão entre a luz e as trevas; 2 Cor 6.14, então o que pode haver entre Cristo e aqueles que são contaminados com o pecado? E porque ele é "santo, inofensivo e imaculado", dele é dito ser 5
  • 6. "separado dos pecadores". Heb 7.26. Muitas coisas devem ser respondidas a esta objeção, todas concorrendo para tirar a aparente dificuldade nisso; tais como - 1. Deve ser concedido que onde os homens estão totalmente sob o poder de sua contaminação original, eles não têm, nem podem ter, união ou comunhão com Cristo. Não há mais comunhão entre eles e Jesus Cristo do que existe entre a luz e as trevas, como o apóstolo expressamente diz em 1 João 1.6. Qualquer que seja a profissão que façam de seu nome, quaisquer expectativas que eles possam indevidamente levantar dele em suas próprias mentes, ele dirá a eles no último dia, "Afaste-se de mim, eu nunca te conheci." Portanto, nenhuma pessoa, que não se tornou participante da lavagem da regeneração e da renovação do Espírito Santo, pode possivelmente ter qualquer união com Cristo. 6
  • 7. O ato pelo qual ele nos une a si mesmo, é o mesmo ato pelo qual ele limpa nossas naturezas. E quão grande diferença observamos em nossas inclinações já na conversão inicial ao Senhor. Em vez de nos inclinarmos para o que é mundano, e sermos dominados por nossas paixões desenfreadas ou justificá-las, passamos a ter uma inclinação para o que é santo conforme descrito na Palavra, e passamos a odiar todas aquelas coisas pecaminosas que tanto amávamos antes. 2. Mas quaisquer que sejam ou possam ser nossas contaminações, que remanesçam em nós como crente, Cristo não é contaminado por elas. Elas aderem apenas a um sujeito capaz, o que Cristo não é. Ele era capaz de ter a culpa de nossos pecados imputada a ele, mas ele não era capaz de ter a sujeira de até mesmo um pecado aderindo a ele. Um membro de um corpo pode ter uma ferida putrefata; a cabeça pode ser 7
  • 8. perturbada por ele e entristecida com ele, e ainda assim não é contaminada por ele. É por isso que, onde há uma limpeza original e radical pelo Espírito de regeneração e santidade, pela qual qualquer um é feito apto para a união e comunhão com Cristo, no entanto, o Espírito possa ser afetado por nossas poluições parciais, ele não é contaminado por elas. Ele é capaz de simpatizar; ele sofre conosco em sua compaixão; Heb 4.15 - mas ele não está sujeito a ser contaminado conosco ou por nós. O corpo visível de Cristo pode ser contaminado por membros corruptos, Heb 12.15; mas o corpo místico não pode ser, muito menos a Cabeça. O desígnio de Cristo, quando ele leva os crentes em união com ele mesmo, é purgar e limpá-los absoluta e perfeitamente. E portanto os resquícios presentes de algumas impurezas não são absolutamente inconsistentes com essa união. "Cristo amou a igreja e a si mesmo se entregou por ela, para que a santificasse, tendo-a purificado por 8
  • 9. meio da lavagem de água pela palavra, para a apresentar a si mesmo igreja gloriosa, sem mácula, nem ruga, nem coisa semelhante, porém santa e sem defeito.", Ef 5.25-27. Isso é ao que ele visa, e isso ele vai realizar perfeitamente, à sua maneira e no seu tempo. Mas não é tudo feito de uma vez só; é uma obra progressiva que tem muitos graus. Deus nunca santificou qualquer alma de uma vez, exceto pela morte. O corpo deve morrer por causa do pecado. Todo crente é verdadeira e realmente santificado de uma vez, mas ninguém é perfeitamente santificado de uma vez. Porque Deus decretou antes da fundação do mundo, que deveríamos ser aperfeiçoados por graus, para termos a experiência de quão amargo é o pecado, e de quão precioso é Cristo para nós, para que sejamos santificados. Além disso, deve ser considerado que o povo santo que há de herdar a Terra para sempre, e a quem está sendo dado entrar no reino do Céu, foi conhecido por Deus desde a 9
  • 10. eternidade por Sua onisciência, e tendo- o predestinado para a vida eterna por meio de Jesus, o tem chamado para a conversão, justificação, regeneração, santificação e glorificação, que Ele mesmo há de completar em cada um dos Seus servos, e somente neles. (Romanos 8.29,30). 10