Arqueologia Indígena Brasileira

3.194 visualizações

Publicada em

0 comentários
1 gostou
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
3.194
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
5
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
79
Comentários
0
Gostaram
1
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Arqueologia Indígena Brasileira

  1. 1. Os seres humanos povoam a América
  2. 2. Caçadores e coletores no Brasil • Usavam lanças e flechas com pontas de pedra, realizavam rituais funerários próprios e criaram línguas e técnicas diferentes ao longo do tempo.
  3. 3. Paleoíndio
  4. 4. Hoje em dia estão catalogados mais de 20 000 sítios arqueológicos mas somente 6 desses são tombados e totalmente protegidos.
  5. 5. SÍTIOS ARQUELÓGICOS TOMBADOS E PROTEGIDOS: • Sambaqui do Pindaí (São Luís - Maranhão) • Parque Nacional da Serra da Capivara (São Raimundo Nonato - Piauí) • Sambaqui da Barra do Rio Itapitangui (Cananéia - São Paulo) • Lapa da Cerca Grande (Matozinhos - Minas Gerais) • Ilha do Campeche ( Florianópolis – SC)
  6. 6. Datação de pinturas rupestres no Brasil de aproximadamente 32.500 anos. • A tinta de pedra é feita de cacos de minério que forneciam as cores para as pinturas rupestres: os artistas raspavam as pedras para arrancar os pigmentos coloridos, o vermelho e o amarelo vinham do minério de ferro, o preto, do manganês. Misturado com cera de abelha ou resina de árvores o pigmento virava tinta.
  7. 7. Pintura rupestre, na Serra da Capivara
  8. 8. AS PINTURAS • AS PINTURAS retratariam, então, a nosso ver, parte do cotidiano da época como caça, danças, rituais, lutas territoriais, animais que viviam naquele momento – um cotidiano muito parecido com o nosso atualmente, onde precisamos lutar para garantir o que nos pertence por direito – dos
  9. 9. AS PINTURAS FORAM CLASSIFICADAS EM DOIS TIPOS: • GEOMÉTRICAS: As figuras com motivos geométricos são muito variadas: apresentam linhas paralelas, grupos de pontos, círculos, círculos concêntricos, cruzes, espirais e triângulos. • NATURALISTAS: Predomina a figura humana, ora isolada, ora em grupo, em movimentadas cenas de caça, guerra e trabalhos coletivos. Ainda nesse grupo, encontram-se figuras de animais, como veados, onças, pássaros, peixes e
  10. 10. PINTURAS GEOMÉTRICAS
  11. 11. PINTURAS NATURALISTAS
  12. 12. Sambaquis • São montes compostos de moluscos (de origem marinha, terrestre ou de água salobra), esqueletos de seres pré- históricos, ossos humanos, conchas e utensílios feitos de pedra ou ossos.
  13. 13. • É resultado de ações humanas, ou seja, são montes artificiais, com dimensões e formas variadas. • Alguns chegam a medir 30 m de altura, o equivalente a um edifício de dez pavimentos. • A palavra “sambaquis” tem origem Tupi, e é a mistura das palavras tamba (conchas) e ki (amontoado).
  14. 14. • SAMBAQUI
  15. 15. Função dos Sambaquis • Os arqueólogos ainda não conhecem com exatidão todas as funções dos sambaquis. • Mas o grande número de sepultamentos ali realizados indica que uma de suas funções era servir como cemitério.
  16. 16. Adornos • Como colares de dentes de tubarão, utensílios do cotidiano, pequenas estátuas e ossos dos animais eram enterrados com os corpos. • Isso são indícios de que os sambaquieiros não apenas respeitavam seus mortos como acreditavam em algum tipo de vida após a morte.
  17. 17. Sinais de fogueira •Possivelmente eram realizados rituais funerários usando o fogo, como o preparo de refeições em homenagem aos ancestrais mortos.
  18. 18. Cultura dos povos sambaquieiros • Produziam pequenas esculturas de pedra ou osso, em forma de animais, chamadas de zoólitos ( do grego zoo, animal e litos, pedra). • Fabricavam também machados e facas com pedras finamente polidas.
  19. 19. ARTE INDÍGENA • A primeira questão que se coloca da arte indígena é defini-la ou caracterizá-la entre as muitas atividades dos índios. • Quando dizemos que um objeto indígena tem qualidades artísticas estamos lidando com conceitos da nossa civilização que é estranho aos índios. • Para os índios os objetos precisam ser mais perfeitos em sua execução do que em sua utilidade. Nessa perfeição é que se encontra a questão de beleza indígena. • As “obras” realizadas pelos índios representam as tradições da comunidade e não a personalidade do indivíduo.
  20. 20. • A Arte plumária é a busca da beleza. • A máscara tem caráter duplo: ao mesmo tempo em que é um artefato comum, é a figura viva do sobrenatural. São feitas de troncos de árvores, palha, cerdas e são usadas em danças cerimoniais. • Pintura Corporal: Cada tribo tem sua maneira particular de pintar o corpo. As “tintas” são retiradas da própria natureza. O vermelho do urucum, suco do jenipapo (verde e preto) e o branco da tabatinga
  21. 21. Os povos agrícolas da Amazônia
  22. 22. A cultura Marajoara • Os índios marajoaras levantavam suas casas sobre morros artificiais, construídos para proteger as casas de inundações. Escavando esses morros, os arqueólogos encontraram vasos, vasilhas, urnas, tigelas e outras peças de cerâmica, feitas com argila cozida da região marginal. Os objetos que mais chamaram a atenção foram encontrados em sepulturas.
  23. 23. • Apresentava numerosa população sedentária. • Obtinham grande quantidade de alimentos através da caça, da pesca e da agricultura, baseada na mandioca e no arroz selvagem.
  24. 24. Arroz selvagem/vermelho
  25. 25. • A alimentação farta permitia que algumas pessoas se dedicassem a tarefas especializadas, como o culto religioso e a produção de cerâmica. • A cerâmica marajoara é variada, apresentando padrões de decoração complicados.
  26. 26. Cerâmica Marajoara
  27. 27. Cacicados • Governo forte que impunha suas decisões aos habitantes das aldeias. • Os caciques marajoaras eram fortes o bastante para unir a população em torno de um grande trabalho comunitário, o teso.
  28. 28. Cacique Marajoara
  29. 29. Tesos • Eram grandes aterros feitos de argila que mediam até 12 m de altura (equivalente a um edifício de 4 pavimentos). • Eram formados para servir de base às casas e sepulturas marajoaras, que dessa forma ficavam a salvo das cheias que anualmente atingiam a ilha de Marajó.
  30. 30. A cultura de Santarém • Eram agricultores e, assim como os marajoaras, produziram cerâmica de alta qualidade. • Essa atividade exigia profissionais especializados, o que indica a existência de uma sociedade com grupos diferenciados.
  31. 31. Vaso de cerâmica santarém

×