Feliz ano novo, novo!!! Palestra em Roda

559 visualizações

Publicada em

O que fazer para ter-se um ano verdadeiramente novo? Se fazes as mesmas coisas recebes as mesmas coisas

Publicada em: Educação
0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
559
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
4
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
16
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Feliz ano novo, novo!!! Palestra em Roda

  1. 1. Por favor observe seu celular
  2. 2. COMEÇANDO A VIAGEM O QUE VOCÊ VAI VIVENCIAR PODERÁ FAZER GRANDE DIFERENÇA EM SUA VIDA Parabéns por estar aqui
  3. 3. Sinto-me honrado PELA CONFIANÇA DEPOSITADA E DE ESTAR COM VOCÊ NUM GRANDE DESAFIO SEU AGRADECIMENTOS
  4. 4. IREMOS MERGULHAR NUMA GRANDE AVENTURA
  5. 5.  Consultor desde 1990;  Empresário desde 1995;  Engenheiro civil pela UNISUAM RJ;  Auditor Líder pela E-Batalas/UK;  Perito em Dinâmicas dos Grupos SBDG-POA/RS;  Practitioner em PNP pela OTP-Curitiba/PR;  Master Practitioner em PNL formado pela ASTRE-Curitiba/PR;  Focalizador em Danças Circulares formado pela GiraFlor Danças Circulares-Curitiba/PR;  Praticante de Biodança pelo método Rolando Toro pela BioCentrica-Curitiba/PR;  Vivenciador Namaste I e II pela Cre-Ser/Garibaldi/RS; Sergio Naguel sngl@rayla.com.br
  6. 6. RAYLA Aumentar seus ganhos e eliminar seus desperdícios Empresa fundada em 1995 em Curitiba
  7. 7. Aumento da produtividade efetiva em situação de pressão e estresse RAYLAEmpresa fundada em 1995 em Curitiba
  8. 8. Para quem tem os pés no chão E VONTADE DE VOAR Especialmente VOCÊ RAYLAEmpresa fundada em 1995 em Curitiba Não é para qualquer pessoa
  9. 9. PALESTRAS SEVEM PARA QUÊ ?
  10. 10. o que faço é refletir com as pessoas sobre nossas atitudes diante da vida e dos problemas.
  11. 11. PLATAFORMA DESTA PALESTRA
  12. 12. OBJETIVOS DESTA PALESTRA
  13. 13. Bem-Estar Entretenimento Relacionamento Produtividade de Pessoal
  14. 14. COMO FAREI ISTO ?
  15. 15. Detalhes do Treinamento Você terá a oportunidade de entrar em contato, de forma vivencial, com as suas quatro emoções básicas: •Alegria •Tristeza •Medo •Raiva Desta forma poderá compreender como essas emoções afetam os seus relacionamentos profissionais e pessoais, você poderá, em algum momento, aprender como lidar com elas de forma positiva utilizando-as como ferramentas para seus desempenhos.
  16. 16. DO QUE TRATAREI NA PALESTRA • Das minhas observações como consultor e como empresário
  17. 17. COMO VOCÊS PARTICIPAM ? Contrato Psicológico
  18. 18. Princípios da Andragogia • Aprendemos somente aquilo que queremos. – Se você não quiser aprender, não há nada que se possa fazer.” • Aprendemos mais quando relacionamos os novos fatos com o que já sabemos. – Uma ponte precisa ser construída entre o que você já sabe e o que está aprendendo. A decisão do que fazer com a aprendizagem é sua. • Aprendemos melhor quando fazemos. – Temos que praticar e realmente usar os comportamentos que estaremos estudando.
  19. 19. O maior objetivo do evento Permita vivenciando intensamente suas emoções, conhecer-se melhor e acessar recursos internos que lhe permitirão tornar-se um profissional diferenciado e efetivamente produtivo
  20. 20. “Só fazemos melhor aquilo que, repetidamente, insistimos em melhorar. A busca da excelência não deve ser um objetivo, e sim um hábito.” Aristóteles
  21. 21. Contrato Psicológico • Não se prenda em suas expectativas • Só julgue o evento no final • Viva o aqui-agora • Se permita entrar em contato com você mesmo • Se permita vivenciar o novo • Foque-se nos comportamentos • Evite racionalizar! Faça diferente...Sinta • Entre de coração!!!!
  22. 22. O pensador crítico O turista O cético Maneiras de reagir ao evento
  23. 23. "Se você sabe todas as respostas, é porque você não fez todas as perguntas".
  24. 24. Está preparado? Podemos começar ? Fique tranqüilo REALMENTE VALE A PENA
  25. 25.
  26. 26. A VIDA EMPRESARIAL DO MÉDICO • Por princípio, a carreira do médico é um auto empreendedorismo. • Todo médico é uma “empresa”! • E como toda empresa, o médico deveria ter uma carreira com : – Planejamento estratégico; – Gestão da custos; – Orçamento; etc Alfredo Martini
  27. 27. mapeamento de processos Controles Recursos S a í d a s E n t r a d a s Atividade Médica
  28. 28. Fisiológica Estima Social Segurança Imagem Posição de Mercado Estabilidade Sobrevivência Necessidades Cliente Necessidades do Médico Fonte: BANAS QUALIDADE FEV/2000 62 P. Auto realização Excelência Atividade Médica
  29. 29. EMPRESAS BEM- ADMINISTRADAS TAMBÉM FRACASSAM !
  30. 30. Philip Morris – Michael Miles Continental Air Lines – Frank Lorenzo General Motors – Robert Stempel American Express – James Robinson Kodak – Kay Whitmore McDonald’s – Michael Quinlan AT&T – Robert Allen IBM - John Akers Apple Computer – Gilbert Amelio
  31. 31. O que você precisa aprender para ser, não apenas bem sucedido em sua carreira, mas o número 1 ?  Filme
  32. 32. COMO?
  33. 33. A resposta é: a forma como os profissionais usam os conhecimentos que possui é que faz a diferença.
  34. 34. ver o que os outros não querem ver
  35. 35. “descomunal paradoxo”
  36. 36. “descomunal paradoxo”
  37. 37.  Ao invés de aprender coisas técnicas de modo que, quando chegem frente a um desafio sabiam com sabedoria
  38. 38. VISÃO ESTRATÉGICA Visão miope– baseada na competição Luta no Oceano Vermelho dos tubarões
  39. 39. VISÃO ESTRATÉGICA Visão inovadora – buscar novos mares! O Oceano Azul é só para quem inova
  40. 40. As Três Condições As coisas que são possíveis As coisas que são impossíveis As coisas que são impossíveis para mim
  41. 41. Os Três Inimigos da Inovação Inadequado Ridículo Incompetente
  42. 42. Qual dos três se faz mais presente em você?
  43. 43. mostrar afeto é um mau negócio Falar de si e dos próprios sentimentos é percebido como fraqueza
  44. 44. Há um momento na vida em que é preciso escolher: ser como os outros querem que a gente seja, ou sermos nós mesmos.
  45. 45. Normas e Regulamentos “As vezes faço o que quero As vezes faço o que tenho que fazer” Charlie Brown Jr.
  46. 46. Onde você estaria se usa-se plenamente 60% do que sabe ?
  47. 47. Eu desenvolvi uma fórmula para transformar pessoas comuns e com resultados comuns em pessoas incomuns com resultados incomuns
  48. 48. ATITUDE CONHECIMENTO HABILIDADE
  49. 49. Muitas vezes sabemos o que queremos mas não sabemos como lá chegar.
  50. 50. ninguém muda sozinho e ninguém é, nunca, absolutamente determinado Somos seres interdependentes
  51. 51. Atividades de DANÇAS CIRCULARES como instrumento para o desenvolvimento da percepção da Dinâmica dos Grupos Como tornar esta técnica uma realidade, neste propósito?
  52. 52. Meta Objetivo • permita que, vivenciando intensamente suas emoções, você acesse recursos internos que lhe permitirá melhorar seu desempenho pessoal e profissional.
  53. 53. Danças circulares Danças realizadas em círculo e geralmente de mãos dadas
  54. 54. Você saber o que significa a palavra “acordar”?
  55. 55. Significa dar a cor a tudo que se faz.
  56. 56. Existem pessoas que pela manhã levantam da cama, mas passam o dia todo dormindo.
  57. 57. E existem alguns, acredite, que passam a vida toda e não conseguem acordar.
  58. 58. Imagine os problemas que pessoas assim, criam para si, para os colegas de trabalho, para a sua família! Foi infeliz durante toda a sua vida porque simplesmente não “acordou”.
  59. 59. Vamos Rodar? CONVITE
  60. 60. Primeiros passos 08 Dança do Sol
  61. 61. Primeiros passos 08 Dança do Sol
  62. 62. 16 Land for all people
  63. 63. Interdependência 16 Land for all people
  64. 64. 11 Irish Mandala
  65. 65. 11 Irish Mandala
  66. 66. 39 Uncle Rat
  67. 67. 39 Uncle Rat
  68. 68. AGRADECIMENTOS
  69. 69. Vocês podem esquecer o que eu disse Vocês podem esquecer o que eu fiz
  70. 70. Mas eu duvido que vocês esqueçam o que as minhas palavras fizeram vocês sentirem

×